MORITA NELES: CRIME BARBARO É ELUCIDADO COM PRISÕES DE CINCO SUSPEITOS, DUPLO HOMICÍDIO ACONTECEU EM DEZEMBRO DE 2018

Destacado

Blog do Alex Ramos

Um duplo homicídio qualificado praticado com requintes de crueldade humana foi elucidado pela polícia civil da Regional de Itapecuru-Mirim, com as prisões de cinco suspeitos que mataram as vítimas RICARDO SALGADO PINTO, 19 anos, encontrado com a  cabeça separada do corpo, e KEVIN AUGUSTO DA SILVA VASCONCELOS,  18 anos,  sendo que os cadáveres, foram encontrados por populares, dia 21/12/18, em cova rasa, no Morro do Galo, estrada do Tingidor, e já estavam em avançado estado de putrefação. 
Desde o acontecido a polícia civil trabalhou incessantemente para identificar, localizar e prender os autores que foram identificados como MACIEL REIS BARBOSA, maior de idade, vulgo JOHN JOHN, GUSTAVO LIMA DA COSTA,  maior de idade, vulgo GUSTAVINHO,  WESLEY BASTOS VIANA, maior de idade, MATEUS VIDA LOUCA, maior de idade, além de um menor de idade não informada (apreendido com internação).
Durante as investigações minunciosas fora descoberto que, GUSTAVO, MACIEL e WESLEY, haviam sido presos em Chapadinha, por tráfico de drogas, mas poderiam ser postos em liberdade a qualquer monento, e mesmo de recesso, no dia 31/12/18, o delegado Samuel Morita com sua Equipe reunida, deslocou-se para Chapadinha, com apoio incondicional do Exmo. Delegado Regional Dr Jacqueson, que ajudou e facilitou para a Equipe, na elucidação e interrogatório dos mesmos que diante das evidências confessaram o crime.
“A união  de esforços foi crucial para o desfecho do crime em questão. Todos estes criminosos tem várias passagens, são reincidentes, tem envolvimento em outros homicídios, tráficos, roubos, etc… O resultado deste trabalho só está sendo divulgado agora, após o cumprimento de todas as prisões preventivas e internação”, revela o delegado Samuel Morita.

EM CAXIAS, HOMEM É PRESO POR MANTER A FAMÍLIA EM CÁRCERE PRIVADO

Destacado

A Polícia Militar deteve um homem suspeito de manter uma família em cárcere privado no Residencial Vila Paraíso, em Caxias.

A Central de Operações do 2° Batalhão de Polícia Militar recebeu uma denúncia, na madrugada de terça-feira (19), de que uma família estava sendo mantida em cárcere privado e sob grave ameaça.

Segundo informações do 2º BPM, o homem, identificado como Lucenildo da Conceição Sousa, de 29 anos, armado com um facão, mantinha como reféns e ameaçava a família, que estava no interior de uma residência. A equipe da Força Tática realizou a mediação dialogando com o autor, porém o mesmo se encontrava transtornado e não atendeu ao apelo dos policiais. Diante de tal situação, os policiais distraíram ele, momento em que fizeram a sua contenção, resgatando as vítimas sem nenhuma lesão corporal.

Lucenildo foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

Fonte: João Lopes

ARMA DE POLICIAL DO MARANHÃO QUE MATOU PM PIAUIENSE FOI USADA EM DOIS ASSASSINATOS

Destacado

A Polícia Técnico-Científica do Piauí divulgou o resultado de uma investigação feita no assassinato do cabo da Polícia Militar do Piauí, Samuel Borges. De acordo com a perícia, a arma usada no crime pelo Policial Militar do Maranhão, Francisco Ribeiro dos Santos Filho, foi usada em mais dois assassinatos no bairro Pedra Mole, zona Leste de Teresina.

De acordo com informações dos Agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o procedimento agora é investigar esses dois homicídios que ocorreram próximo ao depósito de gás pertencente ao policial do Maranhão. A arma usada por Francisco para matar o policial é do Governo do Maranhão e estava cedida para o policial.

Segundo a DHPP, a investigação sobre os crimes ocorrem de forma sigilosa. Francisco Ribeiro deverá responder por esses dois assassinatos, como também o crime cometido contra Samuel Borges.

Fonte: Maciel Silva

O segundo petardo de Kajuru, ainda mais humilhante

Destacado

No primeiro petardo, o senador Jorge Kajuru, durante uma entrevista para a Rádio Bandeirantes, tratou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, como “canalha”, “vendedor de sentenças” e sócio dos ex-governadores tucanos Beto Richa (PR), Aécio Neves (MG) e Marconi Perillo (GO).

Para complementar, após dizer que Gilmar seria o primeiro alvo da CPI da Toga, Kajuru ainda mandou um recado para outros ministros do STF: “Depois vamos nos Lewandowskis da vida”.

Nunca antes na história um ministro da mais alta corte do país sofreu um ataque tão virulento. Aliás, no passado ministros do STF sempre mantiveram uma aura de respeito e discrição.

A reação do combalido Gilmar, encaminhando um ofício ao presidente do STF para a “adoção das providências que entender cabíveis”, deu margem a um segundo petardo de Kajuru e para a instalação de um verdadeiro clima de guerra entre os dois poderes.

A situação vai favorecer a criação da CPI e fatalmente será determinante para o encaminhamento do impeachment de Gilmar Mendes.

O segundo petardo de Kajuru, em novo pronunciamento, desta vez da tribuna do Senado, não deixa dúvidas, Gilmar será o primeiro alvo.

Mutirão de combate ao transmissor da Dengue movimenta Saúde e Educação de Nina Rodrigues

Destacado

O Mutirão de combate ao Aedes Aegypti movimentou na manhã desta quarta-feira dia 20/03 o corpo docente e dissente da escola Joseline Elice Costa.

O evento é uma realidade rotineira tendo como parceiros a secretaria de educação através da escolas da rede municipal e a Secretaria Municipal de Saúde.

A campanha busca conscientizar a população sobre a importância de combater o mosquito que além de transmissor da Dengue, transmite ainda a Zika, chikungunya e febre amarela, sem esquecer de passar informações sobre métodos de prevenção.

” Em casa as pessoas devem manter a área limpa, o quintal sem recipientes com água parada, a limpeza da caixa d’ água, dos tonéis e deixar as garrafas de cabeça para baixo”. São orientações comumente passadas por agentes comunitários de saúde.

O mutirão teve a supervisão e coordenação do agente de endemias Elivan Diniz.

Polícia Civil de Vargem Grande, conduz três pessoas com motos roubadas e Chassi adulterado

Destacado

Pela manhã desta quarta-feira 20/03, por ser constantes roubos e assaltos a motos tanto na Zona Rural com Urbana do município, investigadores da polícia civil lotados em Vargem Grande, abordaram na rua de Baixa Grande José Nilson Pereira de Carvalho de posse de uma moto Biz que após consulta feita ao sistema de informatica, foi constatado que a mesma tinha indicativo de roubo ou furto na cidade de Chapadinha.

José Nilson disse aos policiais, que o veículo fora adquerido em mãos do Sr. Antonio Firmino Ferreira dos Santos, como objeto de troca, e que o mesmo se encontrava em um posto de gasolina na rua José Magalhães esquina com a av. Castelo Branco.

Quando os policiais chegaram no local indicado encontraram Antonio de posse de uma moto Bros, que após consulta, constatou-se que a mesma tinha registro de roubo ou furto na cidade de São Benedito do Rio Preto.

Após conversarem com Antonio esse disse que comumente fazia trocas com o senhor Luciano Machado de Lima residente na Zona Rural de Vargem Grande e que estava no povoado Paulica com uma moto POP 100 de cor preta com o chassis adulterado.

Os três foram conduzidos até a delegacia de polícia onde foram autuados em flagrante e posteriormente serão encaminhados ao presídio de Itapecuru.

As motos se encontram na Delegacia de Polícia a espera de seus legítimos donos.

Fim do monopólio do Mateus! Grupo Pão de Açúcar prepara abertura de lojas no Maranhão

Destacado

K

Deve chegar ao fim o monopólio do Grupo Mateus no ramo de supermercados em terras maranhenses. O Grupo Pão de Açúcar voltou a anunciar que planeja expandir seus negócios em diversos estados, dentre eles, o Maranhão. A ideia é colocar em operação ainda esse ano a rede de supermercados Assaí, que já está presente em oito estados do nordeste e no total em 18 unidades federativas do país.

O Grupo Pão de Açúcar já enviou executivos ao Maranhão, que já fizeram rodadas de conversas com a Fecomercio e foi anunciado o desejo de iniciar as operações no estado. A primeira unidade seria instalada no prédio da antiga Dalcar na Av. Jerônino de Albuquerque, no bairro do Calhau, porém o Grupo Mateus se antecipou e locou os dois prédios que estavam fechados da antiga revendedora da General Motors.

Alguns apostam também que o Grupo Pão de Açúcar pode ser o responsável por adquirir as lojas do Supermercado Maciel, que enfrenta grave crise financeira.

Somente em 2018, o Grupo Pão de Açúcar teve um faturamento de R$25 bilhões, receita bem superior ao Grupo Mateus que faturou R$7 bilhões.

Atualmente em São Luís e no Maranhão, o Grupo Mateus é a maior rede supermercadista dominando o mercado através das redes Mateus, El Camiño, Eletromateus, Hiper e Mix Mateus. No estado, ainda existe a presença das redes Walmart/Bom Preço e Todo Dia, Carrefour/Atacadão, Makro assim como Maciel e outras pequenas, mas nenhuma consegue competir com o empresário Ilson Mateus, que já tem negócios no Pará.

Pensando na possibilidade da entrada do Grupo Pão de Açúcar, Ilson Mateus já anunciou uma parceria com o Grupo Havan para instalação das lojas da empresa do sul do país no Maranhão.

Bebê de 1 ano morre após ser atropelado em Avenida de São Luís

Destacado

Uma criança de um ano e quatro meses identificada como Hudson Ruan morreu na terça-feira (19) após não resistir aos ferimentos. Hudson estava internado em estado grave após ser atropelado no último domingo (17) na Avenida Carlos Cunha.

De acordo com informações da família, o pai que estava presente no momento do acidente enquanto tentavam atravessar a avenida, continua internado no hospital e fora de perigo, mas ainda não sabe que o filho morreu.

A criança está sendo velada em uma igreja no bairro Jaracaty e a família pede que providências sejam tomadas. No local onde ocorreu o acidente existe uma câmera do sistema de videomonitoramento da Secretaria de Segurança Pública (SSP/MA), mas segundo a comunidade, ela não gravou imagens que poderiam ajudar na identificação do motorista envolvido no atropelamento.

Sobre a câmera de videomonitoramento que os moradores dizem não funcionar, a SSP não respondeu. A Secretaria Municipal de Trânsito (SMTT) também não se manifestou sobre os problemas de sinalização da Avenida Carlos Cunha.

Entenda o caso
Um menino e o pai foram atropelados no domingo (17) durante tentativa de atravessar a Avenida Carlos Cunha, a criança morreu e o pai permanece internado em observação. Durante a manhã de terça-feira (19), os moradores fizeram um protesto na avenida onde o acidente aconteceu, deixando o trânsito congestionado na região do Jaracaty e bairros próximos.

O trecho onde ocorreu o acidente possui oito pistas, sendo quatro de cada lado e o risco é permanente por causa do fluxo de veículos. De acordo com as informações, o rapaz que dirigia o veículo fugiu sem prestar socorro às vítimas e isso motivou o protesto que causou transtornos no tráfego dos veículos.

G1,MA

SUSPEITO É PRESO PELA PM APÓS COMETER ASSALTO A MÃO ARMADA

Destacado

BLOG DO ALEX RAMOS

ERA TARDE DE TERÇA-FEIRA, 19, QUANDO FORA ACIONADA  PELO CPU DO 21° BPM , A GUARNIÇÃO  DE PLANTÃO QUE AVERIGOU  INDIVÍDUOS QUE ESTAVAM EM UMA MONTANA DE COR PRATA QUE, HAVIAM  COMETIDO ASSALTO NO BAIRRO RIO GRANDE . 
COM A PRESENÇA  DA GU NO LOCAL,  POPULARES CONFIRMARAM O FATO E PASSARAM ALGUMAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DOS INDIVÍDUOS.  ASSIM, A GU INTENSIFICOU AS RONDAS PELAS IMEDIAÇÕES A FIM DE LOCALIZÁ-LOS, FOI QUANDO AVISTOU  O CONDUZIDO JOSÉ DE RIBAMAR DA SILVA PIMENTEL EM ATITUDE SUSPEITA E,  AO SER ABORDADO ,  FOI ENCONTRADO EM SUA CINTURA UMA ARMA DE FABRICAÇÃO CASEIRA.
DESTA FEITA, FOI DADO VOZ DE DETENÇÃO AO SUSPEITO E CONDUZIDO  ATÉ O PLANTÃO DA CIDADE OPERÁRIA , ONDE ESTE FOI APRESENTADO SEM LESÕES PARA A TOMADA DE MEDIDAS CABÍVEIS.

Comerciante é vítima de sequestro-relâmpago na Vila Kiola, em São José de Ribamar

Destacado

Segundo a polícia, a vítima foi libertada na Cidade Alta, no bairro Ubatuba, em São José de Ribamar.

Um homem de 41 anos de idade foi sequestrado, no início da tarde desta terça-feira (19), na porta de sua loja, na Vila Kiola, em São José de Ribamar, por dois bandidos ainda não identificados.
Os criminosos, que estavam em um veículo Corsa Classic cinza, portavam duas armas de fogo, sendo um revólver .38 e uma pistola .40. 
Segundo a mulher da vítima, o comerciante foi pego pela dupla em frente à sua loja de móveis planejados, sendo jogado dentro do próprio veículo, um Cross Fox amarelo, de placa NND-8142, de Paço do Lumiar.
As equipes de serviço do 13° Batalhão de Polícia Militar tomaram conhecimento do fato e iniciaram uma varredura na área. Ao perceberem a movimentação da polícia, os criminosos libertaram a vítima na Cidade Alta, uma invasão existente no bairro Ubatuba em São José de Ribamar. 
O comerciante foi encontrado em seguida pela guarnição da Malha Metropolitana do 22° BPM, que também fazia buscas na área.
Além do veículo da vítima, os bandidos também roubaram celular, mochila com alguns pertences e a quantia de R$ 800.
Segundo informações do tenente-coronel Jessé, comandante do 13º BPM, o Cross Fox roubado foi encontrado por policiais da Viatura Malha do Tropical do 13° BPM, na invasão que fica por trás do Campo do Pedrinho, na Estrada da Mata, em São José de Ribamar.
A vítima do sequestro-relâmpago foi conduzida para fazer o registro no DP do Maiobão. As buscas continuam em toda a área para que sejam presos os criminosos.

FAMEM DEVERÁ LEVAR DO MARANHÃO MAIOR CARAVANA DE PREFEITOS PARA MARCHA EM BRASÍLIA

Destacado

WhatsAppFacebookTwitterPrintCompartilhar

Mais de 90% dos prefeitos maranhenses devem participar da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, entre 8 e 11 de abril, no Centro Internacional de Convenções, na capital federal. Esta será a maior caravana que já participou do evento, que integra a agenda da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) no fortalecimento do movimento nacional municipalista.

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) está mobilizando os gestores no estado para que de forma unificada contribua para evidenciar uma pauta positiva dos prefeitos junto aos poderes da República, norteada pelo lema “Mais Brasil, Menos Brasília”, que desde o primeiro momento do governo Bolsonaro tem sido apregoado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

O presidente da Famem e prefeito de Igarapé Grande, Erlanio, desde os primeiros momentos como dirigente da entidade, vem mobilizado os gestores para a participação neste evento que considera um marco no movimento municipalista do país. “Estamos levando à Brasília um demonstrativo da força do municipalismo em nosso estado. Desde o primeiro momento da nossa gestão temos ratificado nosso compromisso inarredável com a pauta municipalista. A Marcha é um evento de amplas possibilidades de diálogo com o governo central da nossa pauta comum e das gestões locais”, ressaltou o presidente.

Na reuniões preparatórias da marcha junto ao Conselho Político da CNM, o presidente Erlanio tem endossado o fortalecimento da gestão local a partir do aprofundamento do pacto federativo, focado na distribuição justa do bolo orçamentário.

Fonte: Gilberto Léda

Bacabal | Morre o ex-deputado e ex-prefeito Zé Vieira

Destacado

Morreu nesta terça-feira (19) o ex-deputado federal e ex-prefeito de Bacabal Zé Vieira. Ele estava ultimamente em São Paulo, onde tratava um câncer no hospital Sírio-Libanês.
O político tinha 85 anos.
Natural de Sousa, na Paraíba, Vieira elegeu-se prefeito de Bacabal pela última vez em 2016, mas acabou cassado pelo TSE em junho de 2018 (reveja).
Ele obteve 20.671 votos na eleição de 2016 e teve o registro de candidatura indeferido pela juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira, então titular da 13ª Zona Eleitoral.
O líder político estava, desde então, com os direitos políticos suspensos porque foi condenado por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. A condenação, pelo Tribunal de Justiça do Maranhão antes da eleição de 2016, foi confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em 2017.
Após a cassação, Bacabal teve nova eleição para prefeito, das qual Zé Vieira não pôde participar.| 0 comentários

URGENTE: Jurista Modesto Carvalhosa denuncia novo “golpe” do STF contra a sociedade

Destacado

55109COMPARTILHARAM ISSO

O respeitado jurista Modesto Carvalhosa acaba de fazer uma seríssima denúncia nas redes sociais.

“O STF está pronto para dar mais um golpe em um dos principais pilares da Operação Lava Jato”, diz Carvalhosa.

O objetivo dos Togas Negras, marcado para acontecer nesta próxima quinta-feira (21) é impedir que, doravante, a Receita Federal compartilhe dados bancários e fiscais de forma ampla e detalhada com o Ministério Público.

Tudo isso porque Gilmar foi fiscalizado. Um absurdo!

Veja a integra da denúncia do eminente jurista:

“A maior bomba que quase todos os meios de comunicação estão escondendo.

Nesta quinta-feira continua o desmonte da Operação Lava Jato.

O STF está pronto para dar mais um golpe em um dos principais pilares da Operação Lava Jato. A Lava Jato tem 4 pilares: a Justiça Federal, a Promotoria Pública, a Polícia Federal e a Receita Federal. O Supremo Tribunal Federal já minou um dos pilares, a Justiça Federal, deslocando os crimes para serem julgados pela Justiça Eleitoral.

Agora, nesta quinta, prepara o golpe final: depois da revelação das irregularidades do Ministro Gilmar Mendes, o Ministro Dias Toffoli quer impedir que a Receita compartilhe dados bancários e fiscais de forma ampla e detalhada com o Ministério Público e vai colocar em pauta essa discussão nesta quinta-feira.

Ou a sociedade civil toma providências sérias, ou tudo voltará a ser como antes.”

“CARA DE CAVALO” É EXECUTADO A TIROS NA MANHÃ DESTA TERÇA (19), EM CODÓ

Destacado

WhatsAppFacebookTwitterPrintCompartilhar

Aconteceu hoje 19/03, pela manhã um assassinato, no bairro São Francisco,  que vitimou Wellington Silva, popularmente conhecido como CARA DE CAVALO.

O jovem foi alvejado com um tiro nas costas por um desafeto que teria  sido roubado pela vítima e comparecido  ontem à casa de Wellington para cobrar a devolução de celulares, proferindo ameaças de morte.

Segundo informação da mãe dele o sujeito utilizava-se de um revólver pra efetuar o disparo e pelo o que ela conta também ela ouviu um só disparo e, possivelmente, foi pelas costas porque a gente não consegue visualizar no corpo dele uma outra perfuração e ele já não se encontra mais no local porque depois que ele foi alvejado, ele tentou correr, correu até onde pode, acabou caindo aqui no canal da Água Fria e os vizinhos trouxeram ele aqui pra rua Moisés Reis onde ele se encontra no momento”, explicou tenente Muniz.

A vítima, segundo o tenente era um velho conhecido da polícia.

Wellington Silva tem várias passagens na Polícia Militar e na Polícia Civil por roubo e furto e agora se envolveu aí com uma  pessoa que deve ser um desafeto dele e acabou ceifando a vida dele

 MÃE DIZ QUE O FILHO MORREU INJUSTIÇADO

A mãe de Wellington, Maria Raimunda Silva, acha que o filho morreu inocente, pois o suspeito, chamado ‘DI-MENOR’ não tinha provas de que seu filho havia roubado os celulares.

Ele disse, olha dona Raimunda o Wellington roubou um celular na minha casa – eu disse, que dia? ontem à noite, dizendo ele. Eu disse – ele roubou dentro da tua casa? roubou…TU TEM PROVA? Não…MAS COMO TU TÁ DIZENDO QUE ELE ROUBOU? tem prova de alguma coisa, porque ladrão tem demais aqui, só foi ele, só porque ele é errado? tem que ter prova. NÃO, eu vou matar seu filho mesmo, e matou, ele disse e ele fez”, contou a imprensa a mãe.

Fonte: Acélio Trindade

POLÍCIA MILITAR DE COROATÁ PRENDE HOMEM POR PORTE ILEGAL DE ARMA

Destacado

A Polícia Militar de Coroatá prendeu por volta das 19:30 da segunda-feira por uma  guarnição do EA em rondas de rotina pelas ruas da cidade um indivíduo em uma moto fan 150 vermelha de placa HTP6473 em atitude suspeita. Logo então, foi feito o acompanhamento tático de pronto o mesmo atendeu o pedido  de parada, foi feito a busca pessoal no indivíduo supracitado, onde a PM conseguiu  lograr êxito com a retirada de mais uma arma de fogo de circulação, arma está um REVÓLVER calibre 38 sem munições, foi dada voz de prisão ao mesmo, e solicitado o apoio da vtr 261, onde de imediato atendeu o pedido para conduzir o masculino até a delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis, O MESMO FOI ENTREGUE SEM LESÃO CORPORAL. Antonio José Araújo Silva, está preso a disposição da justiça.

Texto: 24° BPM

SANTA RITA: LADRÕES INVADEM CONSELHO TUTELAR E ROUBAM UMA MOTO

Destacado

Ainda não se pode precisar quantos eram o número de bandidos que aproveitaram o horário noturno do último domingo, 17, para roubar uma motocicleta modelo pop de dentro das dependências do Conselho Tutelar de Santa Rita.

A motocicleta pop 100, cor vermelha, placa NHL 3972, roubada é do ano de 2008.

A ação delituosa se deu pelos fundos do orgão que atua na proteção de crianças e adolescentes, uma vez que o portão estava com sinais de arrombamento.

O caso foi denunciado na depol local. A polícia investiga o fato ocorrido para elucidar o crime. Fonte Alex Ramos

Felicidades Adriana, Todos nós estamos felizes

Destacado

Tem pessoas que desde o nascimento inspiram prosperidade, simbolizam fertilidade e beleza. E nesse dia especial, em que Adriana Lima completa mais um ano no seu existir, sentimos a presença da mão Divina a dizer-lhe, segue em frente, a vida e teus amigos precisam da tua presença.

Hoje é dia de São José,o dia em que sempre chove para fertilizar o solo. Chove água para dar abundancia em nossas mesas e nos jardins da existência, cresce a flor primeira da família Lima, nossa inestimável amiga Adriana.

Todos sabemos da gratidão e do carinho dos proprietários e dos frequentadores da Cerâmica Aliança por essa jovem secretária, que sempre com respeito e admirável zelo pelo seu trabalho, recebe a todos sem distinção.

A sua luta diária em meio a empresários, trabalhadores, clientes e frequentadores de seu ambiente de trabalho, fortalecem cada vez mais o seu semblante humano.

Quero lhe dizer que todos somos felizes por ter-lhe como amiga, e mais que isso, a sua presença sempre enobrece e engrandece o ambiente que contagiado do seu existir, só podemos ser simplesmente felizes. Parabéns Adriana,por tudo o que você representa para o mundo.

Bandidos tentam assaltar ônibus da empresa Açailândia e segurança reage com disparos de arma de fogo

Destacado

Um ônibus da empresa Açailândia, da linha noturna entre São Luís e Imperatriz, foi alvo de uma tentativa de assalto por parte de criminosos na BR-222, na zona rural de Santa Inês, na madrugada de domingo (17).
No trecho da rodovia federal, onde ocorreu a ação criminosa, existem inúmeros buracos, obrigando o motorista reduzir a velocidade. Com isso, facilita o ataque de criminosos.

Dois bandidos se posicionaram em frente ao ônibus, mas foram surpreendidos por tiros disparados pelo segurança do ônibus, que não se intimidou.
O segurança chegou a pedir ao motorista que abrisse a porta do veículo, pois desejava se confrontar com os assaltantes de frente.

Quando os bandidos perceberam que poderiam morrer no confronto, acabaram desaparecendo em meio ao matagal.

Fim da PEC da Bengala e impeachment de Gilmar podem “oxigenar” STF com 5 novos ministros

Destacado

E o Bolsonaro, por que não faz nada contra o STF?

Bem, antes de mais nada é preciso lembrar que vivemos num sistema democrático e esse sistema é pautado sob os 3 poderes, Executivo (Governo), Legislativo (parlamentares) e o Judiciário (membros da Justiça).

Um presidente não tem poder para destituir um Congresso ou um Supremo Tribunal, se fizesse isso seria um golpe em que um único homem quer mandar em tudo sozinho, já não viveríamos mais numa democracia e sim, numa ditadura. Maduro fez isso na Venezuela, mandou todo mundo embora e está tocando o barco sozinho.

Então não tem nada que se possa fazer contra os desmandos do STF?

Tem! E está sendo feito, por isso o apoio popular de cada um de nós é tão importante.

Vou fazer um resumo, ok? Se tiverem dúvidas perguntem nos comentários que nos aprofundamos por lá:

Até 2015 os ministros se aposentavam com 70 anos, mas Pedro Simon do PMDB propôs a PEC DA BENGALA, que foi votada pelo próprio STF, dando a si mesmo o direito de aumentar a idade de 70 para 75 anos.

Em 2020, Celso de Mello se aposenta por chegar ao limite de idade e em 2021, Marco Aurélio de Mello.

Porém, a deputada Bia Kicis (PRP) propôs a revogação da PEC DA BENGALA, retirando Lewandowski e Rosa Weber do cargo.

Ou seja, Bolsonaro poderá indicar 2 nomes em 2020 e 2021, com a possibilidade de indicar mais 2 nomes, caso derrubem a PEC (grandes chances disso acontecer).

Quanto ao Gilmar Mendes, ele também pode sair de lá porque está bastante comprometido em ligações com presos, eleições de parentes, negócios escusos, sonegação, entre outras denúncias gravíssimas que cabe um capítulo a parte para não deixar esse texto gigante, qualquer hora vamos falar sobre ele…

O jurista Modesto Carvalhosa protocolou dia 14 de março um pedido de impeachment do Gilmar Mendes, são mais de 150 páginas que serão analisadas pelo Senado. Na minha opinião tem chances de passar.

Conclusão:

Se não derrubar a PEC da Bengala, já é garantia que Bolsonaro indicará 2 ministros nesse mandato.

Se derrubar a PEC ele indicará 4.

Se cair o Gilmar Mendes, indicará 5.

Entendam agora a pressão para desestabilizar o governo Bolsonaro antes que tudo isso aconteça?

Temos uma corte formada assim:

1 indicado por José Sarney, 1 por Collor, 1 por FHC, 3 por Lula, 4 por Dilma e 1 por Temer. Bolsonaro terá a possibilidade de colocar 5 de uma vez só.

Acham mesmo que a esquerda gostaria de ver essa representatividade de direita no Supremo?

O governo atual é tao polêmico e está sendo tão atacado porque é o mais poderoso de todos os tempos, porque ele terá influência no Supremo, nas Forças Armadas, no exterior e, de quebra, tem amplo apoio popular.

Alguma dúvida?

Raquel Brugnera

Prefeitura Municipal de Nina Rodrigues promove projeto de Saúde Bucal

Destacado

Buscando melhorar a qualidade de vida dos Ninenses, a Prefeitura Municipal de Nina Rodrigues, deu início a realização do projeto de Saúde Bucal na última sexta (15). Além de palestras, a equipe formada por Dra Camila e pela técnica Aldacira, oferece atendimento domiciliar.
O programa de Saúde Bucal, teve suas ações iniciadas na Zona Urbana, mas o objetivo é alcalçar as demais regiões do município.

TRÊS MORTOS EM VEÍCULO DE BACABEIRA ENCONTRADO DENTRO DE RIO EM AXIXÁ

Destacado

Uma informação de que um veículo com placa de Bacabeira, fora localizado boiando na manhã desta segunda-feira, 18, no rio da cidade de Axixá, pegou moradores da região de surpresa e os deixando perplexos, ainda mais porque dentro do automóvel modelo Classic estariam três ocupantes. Dois estavam mortos no interior do veículo, enquanto que a outra vítima teria descido nas águas( a confirmar).

A placa do veículo e os nomes das vítimas ainda não divulgados; Fonte Alex Ramos.

Novas informações a qualquer momento.

Residência dos Guardas Municipais de Magalhães de Almeida-MA sofre ataque na madrugada desta segunda

Destacado

A residência do Guardas Municipais  de Magalhães de Almeida sofreu ataque na madrugada desta segunda-feira (18/3). De acordo com informações, um homem não identificado jogou  um coquetel molotov contra a residência dos GCMs, alguns guardas ficaram feridos.  Ainda não se sabe o motivo do ataque. Fonte CN1

Polícia prende suspeitos com quatro coletes balísticos da empresa Congelseg na BR-135, em São Luís

Destacado

Policiais do 21º BPM, comandado pelo Tenente Coronel Harlan, fizeram a prisão de três suspeitos que estavam com quatro coletes balísticos no porta-malas de um veículo. A prisão em flagrante ocorreu por volta de 15h30 de domingo (17), no km 6 da BR-135.

Os presos foram identificados como Luís Davi Diniz Costa, de 18 anos, residente na Rua da Alegria, no Coroadinho; Elenilson Pinheiro Diniz, de 30 anos, residente na Rua José de Alencar, no Coroadinho;  e o menor de iniciais R.P.M.S, que completa 17 anos no próximo dia 31, residente na Rua da Alegria, no Coroadinho.
Com eles, os policiais apreenderam um veículo Corsa Classic preto, de placa NHP-6707, quatro coletes balísticos pertencentes à empresa Congeselg, três celulares, uma trouxinha de maconha, quatro cordões, um relógios, uma pulseira, um pingente, todos dourados, além de carteiras porta-cédulas e outros objetos.

DNIT RECUPERA TRECHO DA BR 316 LEVADO POR ÁGUA DE AÇUDE

Destacado

O trecho da BR 316, no km 189 em Zé Doca, bloqueado por uma erosão que destruiu completamente a pista e formou uma enorme cratera na tarde do último sábado (16), foi recuperado provisoriamente e liberado para a circulação de todo tipo de veículo na tarde deste domingo (17). O DNIT realizou a obra em tempo recorde, 24h após o rompimento. Todos os veículos parados já foram liberados e seguiram viagem.

O trecho fica localizado entre Santa Inês/MA e a divisa com o estado do Pará. No ultimo dia 16, por volta das 13h45, a força das águas de um açude, que se rompeu próximo a rodovia, pressionaram as laterais da BR e acabaram levando um trecho de cerca de dez metros da via, isolando parcialmente a região produtora no norte do país da região consumidora no Nordeste.

As obras de reparo foram realizadas sob a coordenação de engenheiros do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, que permaneceram no local até a entrega do trecho. Eles continuarão na região até que todo o serviço seja finalizado, o que deverá acontecer nos próximos dias.

PARE E SIGA

Até a entrega total do ponto afetado, os usuários da via que trafegam naquele local  terão que ter paciência, pois a realização das obras exigirão que o ponto seja interditado de tempos em tempos, principalmente nos momentos em que as chuvas estiarem. Até lá é ter paciência e esperar a hora da liberação para prosseguir viagem.

Fonte: PRF

Não é Clichê, Porquinha está preso outra vez

Destacado

Porquinha vinha atormentando a vida de moradores de diversos bairros de Vargem Grande, praticando furtos. A sua prisão era reclamada por vítimas que não se conformavam com a sua permanência em liberdade.

Mais uma vez Wanderson Lima da Costa,o conhecidíssimo Porquinha voltou para mais uma temporada detrás das grades.

Como de costume, ele retornou a suas práticas delituosas, e depois de invadir uma residência de uma professora no bairro São Miguel e levar notbook e roupas, finalmente Porquinha foi encontrado e preso, para alívio da saciedade de Vargem Grande.

Após a sua condução algumas vítimas compareceram a delegacia de polícia local para apresentarem suas queixas contra o assaltante/ladrão.

Amanhã, o criminoso será encaminhado ao presídio de Itapecuru e o que se espera da Justiça é que depois de tantas reclusões pelas mesmas práticas criminosas se encontre um meio de deixá-lo por um bom tempo longe do convívio social.

Policial feminina prende assaltante após roubo na rotatória do Aeroporto, em São Luís

Destacado

Por volta de 5h50 deste domingo (17), a policial feminina Luana, que estava em seu veículo particular, prendeu o assaltante Jesse Santos dos Lagos, de 20 anos, no momento em que ele transitava pela BR-135, na entrada do Aeroporto de São Luís, em atitude suspeita.
De acordo com informações do 21º BPM, a policial deu voz de prisão ao suspeito e acionou guarnições da PM para auxiliá-la na abordagem. 

Com o assaltante, foram encontrados diversos materiais roubados. Após contato feito pelos policiais, a vítima foi ao local e reconheceu os pertences que estavam com ele.
Com Jesse Lagos, foram encontrados um notebook SIM+, um celular, carregador pineng, carregador lcd universal de cor branco, óculos de grau, carregador de notebook, diversas peças de roupas, acendedor de fogão e sacola tipo bolsa.
O assaltante foi conduzido e apresentado na Delegacia da Cidade Operária, sem lesões corporais, para autuação em flagrante. 

Vereador Jociedson é provocado e abre caixa de ferramenta

Destacado

Resultado de imagem para camara municipal de vargem grande ma

Na última sessão da Câmara Municipal de Vargem Grande ao tecer comentários sobre prestações de contas do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, o vereador Germano Barros provocou indignação do vereador Jociedson que é sócio fundador do referido Sindicato.

Ao usar a tribuna, o vereador Jociedson Aguiar desafiou o ex-presidente da Câmara Germano Barros a provar as acusações que ele insinuara como: “Se eu cair, levo a metade da Câmara comigo”.

O vereador sindicalista, ainda acusou Germano de ter contratado um carro fantasma para os serviços da Câmara, bem como despesas superiores a R$ 5.000,00 com gasolina, que segundo Jociedson, Germano não tem como provar.

Disse ainda o vereador que quando da realização das últimas eleições da Câmara, Germano esteve a madrugada em sua residência tentando comprá-lo, e que teve o seu pedido negado.

Como se não bastasse, o vereador reclamante, disse ainda, que o ex-presidente recebeu mais de R$ 200.000,00 para reforma da Câmara e fez precariamente, apenas uma pintura.

Assim se iniciou um rosário de ataques que com certeza acontecerão nas próximas sessões, pois o ex-presidente, prometeu que na próxima sessão, fará provas do que diz.

Iniciamos a novela, e a sociedade espera a realização dos próximos capítulos para tirar as suas conclusões.

Mas o que se espera também, é que essas acusações, não fiquem apenas no âmbito da tribuna da Casa Legislativa, porque trata-se de recursos públicos e a Justiça precisa ser provocada para julgar e tomar as providências cabíveis.

Dois homicídios na noite de ontem em Vargem Grande

Destacado

Ilustração

Duas pessoas foram mortas aproximadamente as 22 hs da noite de ontem 16/03 em circunstâncias até o momento desconhecidas da polícia.

Segundo testemunhas, os executores das vítimas estavam usando uma moto, de cor preta que até agora não foi também identificada. As duas vítimas foram alvejadas com tiros de revolver. Uma das vítimas, Marcos Paulo de Holanda Pãozinho de 23 anos de idade, residia no povoado Colombo, Zona Rural de Itapecuru Mirim, e foi alvejado com um tiro na cabeça.

A Outra vítima, Alefi da Silva Almeida, de 18 anos, é morador da Rua Formosa S/N no centro da cidade de Vargem Grande. foi alvejado com três tiros: Um na cabeça, um nas costas e o outro no braço. Conseguimos apurar que ele trabalhava para o Frango Americano.

O crime aconteceu na rua projetada 2 bairro São Miguel,próximo ao residencial Canaã do programa Minha Casa Minha Vida, que foi recentemente inaugurado

Até o momento, nada se sabe dos motivos que levaram os criminosos para a execução dos crimes. A polícia trabalha com todas as hipóteses e espera elucidar mais essas execuções. .

Associação criminosa é desarticulada pela Polícia Civil do Maranhão

Destacado

Na manhã de ontem (15) a Polícia Civil do Maranhão, por meio do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos (DCCT/SEIC) e do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD), realizou a “Operação Trojan Horse”, que resultou no cumprimento de mandados de prisão preventiva e busca apreensões contra suspeitos de integrar uma associação criminosa, voltada para fraudar boletos de cobranças de taxas condominiais.

Segundo a Polícia Civil do Maranhão, os acusados adulteravam o código de barras de boletos de cobranças por meio de um sistema de computador (software aplicativo – específico para condomínios) que gerava esses boletos de cobranças. Uma vez pagos pelos condôminos, os valores não eram creditados na conta do condomínio, mas sim na conta de uma empresa gerida pelo grupo criminoso.

Ficou demonstrado através das análises financeiras realizadas pelo LAB-LD que o dinheiro desviado era transferido das contas da empresa para as contas dos membros do grupo criminoso.

Estima-se um prejuízos de aproximadamente 500 mil reais ao longo de 3 anos (2015 a 2017) ao condomínio residencial Parque das arvores “Grand Park”, deixando o condomínio sem condições de manutenções básicas ou mesmo de sustentabilidade.

As investigações foram iniciada em 27/09/2017, com um elevado grau de complexidade, tendo em vista que entre os membros dessa associação criminosa havia
Wennys Carlos de Sousa Oliveira que é servidor público federal e possui avançados conhecimentos em PI.

Os acusados Wennys Carlos de Sousa Oliveira, Isaac Pereira do Nascimento e Leide Dayana Dias Silva, encontram-se presos a disposição da justiça.

Polícia prende 2º suspeito no assassinato de motorista de ônibus em São Luís

Destacado

Edson Martins Santos Júnior foi preso na noite de sexta-feira (15) por suspeita de envolvimento na tentativa de assalto. Outro adolescente também foi apreendido.

Por G1 MA — São Luís


O autor do crime é conhecido como ‘Perninha’ e foi preso dentro de uma caixa d’água na região do residencial Amendoeiras. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

O autor do crime é conhecido como ‘Perninha’ e foi preso dentro de uma caixa d’água na região do residencial Amendoeiras. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

A Polícia Militar (PM/MA) prendeu na noite de sexta-feira (15) o segundo suspeito de envolvimento no assassinato do motorista Alex de Paulo Oliveira que foi morto com um tiro na cabeça após uma tentativa de assalto no bairro Anel Viário, em São Luís.

O autor do crime identificado como Edson Martins Santos Júnior, de 21 anos, é conhecido como ‘Perninha’ e foi preso dentro de uma caixa d’água na região do residencial Amendoeiras, no Maracanã. Ele foi encaminhado e será apresentado no Plantão da Decop.

O adolescente, de 16 anos, que participou da ação criminosa foi apreendido na tarde de sexta-feira (15) e confessou envolvimento no assalto.

Entenda o Caso

O motorista de ônibus Alex de Paulo Oliveira, de 36 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça no início da manhã de sexta-feira (15) na Avenida Vitorino Freire, na área central da capital.

Segundo a polícia, o motorista estava se dirigindo para a empresa de ônibus Taguatur, onde trabalhava, por volta das 5h30, quando foi surpreendido por dois bandidos, que o alvejaram com um tiro na região do lado direito da sua cabeça.

Alex de Paulo ainda chegou a ser socorrido para Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no hospital.

Mãe de um dos maiores traficantes de drogas do país é presa em São Luís; ela é foragida da Justiça de Mato Grosso

Destacado

A Polícia Civil do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), efetuou a prisão de Luzia Sueli Balbino Balbuena, que possuía mandado de prisão por crime de associação para o tráfico de drogas, oriundo do Tribunal de Justiça do Mato Grosso. A prisão ocorreu nesta sexta-feira (15), no bairro São Cristóvão, em São Luís.
Pelas informações da Senarc, Luzia Balbuena é integrante da associação criminosa liderada por seu filho, Alexsandro Balbuena, que se encontra preso no presídio federal de Catanduvas, no Paraná. Ele é um dos maiores traficantes de drogas do Brasil.
O companheiro de Luzia Balbuena também se encontra custodiado no presídio de Pedrinhas, onde, na ocasião, foi preso com cerca de 150 kg da droga conhecida como “crack”.
Após os trabalhos, a presa foi encaminhada ao Sistema Prisional, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.
Companheiro preso em 2016 com droga avaliada em R$ 2 milhões

Antônio Pereira Silva, companheiro de Luzia, Osvaldo Júnior e Marlon Henrique foram  presos por tráfico de drogas em 2016

O companheiro de Luzia Balbuena, Antônio Pereira Silva, de 61 anos, foi preso por tráfico de drogas no dia 03 de fevereiro de 2016, no Conjunto do Cohaserma, em São Luís. Segundo a polícia, ele fornecia crack para as “bocas de fumo” de toda a São Luís e também para alguns municípios da Baixada Maranhense. Ele é, portanto, padrasto de Alexandro Balbino Balbuena, que chefiava o tráfico de crack no Mato Grosso e está preso, desde 2004, no Presídio Federal daquele estado.
Antônio Pereira era o “cabeça”, no Maranhão, de um grupo que seria uma ramificação do bando existente no Mato Grosso. Natural da cidade mato-grossense de Cárcere, Antônio já morava em São Luís há pelo menos um ano, à época da prisão, e, durante todo esse tempo, praticava o tráfico de crack.
Quando foi preso, ele estava em companhia de Luzia Balbino Balbuena, então com 53 anos, mãe de Alexandro. Ela, que também teria passagem por tráfico de drogas, não foi conduzida porque não devia mais à justiça. O mandado de prisão era contra o companheiro.
O crack que iria ser entregue para Antônio Pereira estava acondicionada em 119 tabletes que, após pesados, totalizaram algo em torno de 130 quilos. A droga foi apreendida em poder de Osvaldo Batista Junior, de 52 anos, natural de São Paulo; e de Marlon Henrique, 21, natural do Mato Grosso.
A dupla, que servia de“mula ” – pessoas contratadas para transportar drogas –, iria receber ao menos R$ 50 mil pelo serviço, que seria dividido entre eles.

JOSÉ MAURÍCIO DE BARCELLOS A imprensa farsante

Destacado

Todo poder emana do povo e este pode inclusive exercê-lo diretamente. A partir deste básico princípio constitucional nossa gente está reconstruindo os três poderes da República: o executivo, o legislativo e o judiciário, mas não é o suficiente. Há um quarto poder por assim dizer, talvez tão forte, tão influente e imprescindível a uma verdadeira democracia que está a merecer uma profilaxia geral e irrestrita, para que possa ser exercido por seus profissionais e através de seus veículos – meros concessionários do Estado – com liberdade, com isenção, com seriedade e patriotismo, em prol do povo brasileiro. Falo da imprensa.

Nada indigna mais qualquer cidadão honrado deste País do que quando ele avalia o quanto a imprensa tradicional, escrita, falada e televisada solertemente contribuiu, nos últimos 30 anos de governos civis, para que esta Nação fosse vilipendiada, roubada e humilhada perante o Mundo. Quando se pensa no quanto, por pura ganância, muita má-fé e total falta de amor à Pátria, os Conglomerados da Comunicação protegeram e incentivaram as quadrilhas de Sarney a Temer a roubar e a malversar a coisa pública, tenho certeza de que a vontade que se tem é de definitivamente prender e execrar todos os responsáveis diretos e indiretos. Por que não? Porque esses profissionais da imprensa e seus patrões que, em face de clara e inequívoca omissão dolosa foram, sem dúvida, coautores dos maiores crimes praticados contra o povo do Brasil, têm que desfrutar de uma aura de imunidade ou de uma redoma inexpugnável que os isenta de qualquer parcela de culpa, por menor que seja?

É incalculável o alcance dos muitos e diferenciados tentáculos da imprensa profissional que transpassam e atravessam os mais recônditos cantos da sociedade e os mais bem protegidos bunkers da vida nacional. Há muito que se sabe do descomunal poder de investigar, de tramar, de induzir, de distorcer ou de corromper dos Barões e de suas terríveis máquinas da Comunicação. Então, com toda licença, digo que não há justificativa alguma que explique o silêncio de toda a grande imprensa em relação aos crimes que desgraçaram nossa gente e fizeram mais de 25 milhões de desvalidos. Por onde andava a legião de repórteres e profissionais de investigações, os famosos “perseguintes” que nada de sólido e objetivo trouxeram a lume? Quando se viu outrora uma só campanha midiática de âmbito nacional, estrondosa e fantástica, como se vê nos tempos de agora contra o atual governo e desde antes de empossado? Qual a posição das zelosas corporações ou associações de profissionais da imprensa sobre este fato inconteste, isto é, sobre este injustificável silêncio que perdurou por décadas a fio? Nunca ouvi se queixarem de nada em favor do homem comum.

Pensemos um pouco. Alguém acha ou tem a desfaçatez de afirmar que antes da Operação Lava Jato nunca houve corrupção neste País? Acha, também, que toda a classe política abjeta e execrável só foi descoberta e apontada por Sérgio Moro e sua equipe? Acha ainda que os poderosos veículos de comunicação e as gordas ratazanas e cevadas fuinhas da grande imprensa nunca souberam mesmo de nada em relação à Sarney e sua corja de assaltantes do Maranhão; em relação à Collor e seus ladrões de casaca; em relação à FHC e seus larápios fingidores; em relação ao “Ogro Encarcerado” e à “Anta Guerrilheira” e sua horda de rapineiros vermelhos e, por fim, no que tange ao grande  “Corrupto dos Porões do Jaburu” e seu bem montado bando de assaltantes. É nisto que se quer que acreditemos?

Então ponderem comigo. Será que alguém duvida que se o audacioso e destemido ladrão Roberto Jefferson não tivesse colocado a boca no trombone para não ficar sozinho no cadafalso; que se não existissem a Rede Mundial de Computadores e as Redes Sociais; que se os “Intocáveis de Curitiba” não tivessem socorrido esta Terra de Santa Cruz; que se continuássemos à mercê da imprensa como a conhecemos atualmente, então todos nós não estaríamos até hoje sendo roubados e vilipendiados de muitas maneiras, no executivo, no legislativo e no judiciário?

Quando me valho de tal argumento relativo à insofismável conivência da imprensa, mormente da extrema imprensa, com os crimes praticados contra a Nação Verde e Amarela, surge logo um “vermelhinho enrustido” para argumentar sorrindo que a “Rede Goebells”, por exemplo, hoje é odiada pela esquerda e pela direita, induzindo que se conclua por sua imparcialidade. O imbecil não alcança. O problema dos nocivos Conglomerados não é nem nunca foi ideológico é meramente financeiro e seu propósito maior não é ser um dos pilares da democracia, mas tão somente manter suas mãos imundas nos cofres públicos. E ai de quem ficar na sua frente.

Quando se vê uma grande campanha midiática nacional tal como esta que estamos presenciando que promove uma política inexpressiva e morta em razão da guerra entre facções criminosas ou relativa à propagação de um ódio doido contra Donald Trump, logo se deve perguntar o que o Conglomerado quer ganhar com as próximas eleições ou o quanto dos seus interesses foram contrariados pelo governante estrangeiro?

Outro exemplo. Quando o “Sistema Goebells” de jornal, rádio e televisão desenvolveu uma grande campanha midiática até ver o condenado Lula no xilindró, nunca foi em defesa e por apreço ao País ou ao seu povo, foi isto sim com a intenção de pavimentar um caminho seguro para e eleição de outro corrupto tal como o “Ogro Encarcerado” que manteria seu acesso às verbas governamentais, garantindo seus privilégios, isenções e benesses. Por certo que os Barões do tal Conglomerado – concluindo que a Lava Jato derrotou para sempre o petista – fecharam não com um, mas com vários adversários do Capitão, menos com ele que, de pronto, avisou que nunca negociaria com bandido. Também jamais podiam supor ou sequer de longe imaginar em razão das difíceis circunstâncias que cercaram a candidatura Bolsonaro que este se elegeria, contra tudo e contra todos.

Engoliram o líder e ainda tiveram que suportar que seus quase 60 milhões de seguidores esfregassem na cara daqueles poderosos, de seus acólitos e serviçais, sua condição de “Mito”, que a voz da rua proclamou. Aí foi demais, surtaram de vez. Imagino que a “Espinha Bolsonaro” esteja encravada na garganta daquela gente e é justo por causa disto que, não podendo impedir sua posse, estão dispostos a usar contra ele tudo que disser ou que fizer daqui por diante. É esta a razão de fato desta guerra covarde, surda e suja que desenvolvem contra Bolsonaro, bem como contra toda sua família e seu governo. Nada mais. É por isso que gritam feito loucos tentando esconder toda sua perfídia e vilania por de trás do amplo direito de expressão e da inarredável liberdade de imprensa. Que liberdade de imprensa é esta de que somente os poderosos podem desfrutar?

A rigor não há nenhuma liberdade de imprensa no Brasil. Não há mesmo, porque a liberdade não pode conviver com a falta de independência e a desigualdade de oportunidade, nem se compadece com o desmando e com a corrupção. A sobrevivência da grande imprensa no Brasil depende do quanto os políticos suprem suas algibeiras com dinheiro público, garantindo vantagens e benesses perenes para alguns poucos privilegiados que dominam o mercado midiático de norte a sul do País, em troca de irrestrito apoio e proteção.

Pois então que me escute bem uma “Emponderada Mandarim” do desacreditado STF: ao contrário do que ela pavoneou durante um recente julgamento bem reverberado na mídia capciosa, o “cala boca não morreu” continua vivo e muito esperto neste País de faz de conta porque a boca do povão não tem voz nas páginas, nas telas e nos rádios da imprensa dominante que tudo faz para manter incólume o mundo da fantasia em que vivem a doutora e os nababos da máquina governamental.

Pois que me escutem também as associações de profissionais e de veículos de imprensa sempre chamados (ou comprados) juntamente com as OAB’s da vida para defender seus asseclas e deformadores de opinião por mais vendidos e facciosos que sejam. O tal conceito de imprensa livre que se quer enfiar goela abaixo deste povo só existe em nossa sociedade para preservar ricas empresas estruturadas em favor da comercialização da notícia e da perpetuação do embuste ou da fraude, tudo enquanto não colide com os interesses dos Barões da Comunicação. O mais é conversa fiada. O povão bem sabe disto.

Dei-me ao trabalho de conferir as notícias e as matérias veiculadas em dias diferentes por dois conhecidos jornalões que dizem fazer parte da mídia crítica. Em um total de algumas dezenas de matérias, notas e informações publicadas, todas sem exceção detratavam o Capitão, sua família ou ridicularizavam ferozmente sua equipe de governo e o que é pior, tudo visava na essência martelar a saciedade uma mentira infame, qual seja: Bolsonaro é tosco, despreparado, embusteiro e por conta disto em breve deverá ser “empichado” como foi a Dilma, tal qual expressamente explicou e argumentou insistentemente por mais de duas laudas de um artigo recente, um vendido que se assina “Fulano Sólama”, assim mencionado para não se promover aqui o pilantra da mídia vermelha.

“Simbora” combater, como diria o saudoso Simonal! O Brasil precisa de nós e o Capitão não pode ficar sozinho nesta guerra perversa que a imprensa inimiga trava contra ele. Temos muitos meios para fazer, tal como faço aqui nesta independente e corajosa Tribuna ou através das redes sociais, que estão à nossa disposição.

Assim como já estamos consertando o executivo; como igualmente expurgamos o legislativo e por certo que livraremos o judiciário dos maus juízes, também podemos libertar a imprensa brasileira das mãos dos donos do pedaço porque o poder que detêm e desfrutam só ao povo pertence. Com toda certeza que não faremos isto da forma que propuseram o bandidaço Zé Dirceu com seu quadrilheiro Franklin Martins e o próprio “Bandoleiro do ABC Paulista”, controlando e amordaçando tudo, mas simplesmente desmontando em definitivo os cartéis da comunicação e taxando fortemente qualquer tentativa de oligopólio ou truste da mídia nacional, pluralizando assim ao máximo os veículos de comunicação pelo País afora e cortando dos odiosos Conglomerados o recebimento de verbas públicas, como ocorre em qualquer Nação livre e civilizada.

Jose Mauricio de Barcellos ex Consultor Jurídico da CPRM-MME é advogado. Email: bppconsultores@uol.com.br.

Acusado de homicídio é preso em Vargem Grande

Destacado

Acusado

Cumprindo mandado de prisão preventiva por homicídio a polícia civil de Vargem Grande com apoio de investigadores da Delegacia Regional de Itapecuru prendeu na manhã de hoje o acusado Germano Reis Novais Filho, e Wanderson Novais Machado, que figura como quem forneceu o revolver para a execução do crime.

Segundo a polícia, no dia 12 de novembro de 2018, no Bairro Nossa Senhora de Fátima,o menor Francisco José Castro de Almeida, conhecido com ZIca, foi assassinado a tiros de revólver, e figura como acusado Germano que teve a prisão preventiva decretada e hoje cumprida pela polícia civil.

Germano em depoimento, revelou que,o revólver usado na execução do crime, fora fornecido por Wanderson, que também foi preso nesta manhã.

Os dois foram encaminhados ao presidio de Itapecuru, onde ficarão a disposição da justiça.

Prefeitura de Nina Rodrigues promove evento em comemoração ao dia Internacional da mulher

Destacado

Com o objetivo de promover a união e integração da Mulher no mercado de trabalho, a Prefeitura Municipal de Nina Rodrigues, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou ontem (14) o primeiro chá em comemoração ao dia Internacional da mulher. Durante a confraternização, foram realizadas varias dinâmicas, promovidas pela Psicóloga Paula Vanessa.

O sucesso do evento, é resultado da união da Coordernação do CRAS, com o apoio da Coordenadora supervisora, de visitadoras socias do Programa Criança feliz. Além da Coordenadora e de Orientadores Sociais do SCFV, a Coordenação de Proteção Básica Social, também foi peça chave para esse momento.

HOMEM É PRESO EM PRESIDENTE DUTRA POR OBRIGAR MULHERES A MANTER RELAÇÕES COM ELE, O ELEMENTO AMEAÇAVA DIVULGAR FOTOS INTIMAS ADQUIRIDAS CLANDESTINAMENTE

Destacado

A Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia Especial da Mulher de Presidente Dutra, com apoio da equipe de captura da 13ª Delegacia Regional cumpriu na manhã desta quinta-feira (14) mandado de prisão temporária de 30 dias e Busca e Apreensão contra Dyemison Silva de Sousa.

De acordo com o Delegado Regional César Ferro, Dyemison é investigado pelos crimes de Estupros, Registro Não Autorizado de Intimidade Sexual, entre outros. “Em menos de 48h da notícia criminal o indivíduo foi identificado e preso; e o material utilizado para constranger a vítima apreendido”, declarou o delegado.

Ainda de Acordo com César Ferro, o acusado obrigava a vítima a manter relações sexuais com ele sob ameaça de ele postar imagens intimas delas obtidas clandestinamente.

Dyemison Silva de Sousa encontra-se detido na UPR de Presidente Dutra enquanto seguem as investigações pela Delegacia Especial da Mulher.

Fonte: Adonias Soares

Briga por herança causa o rompimento da viúva com a família de Marielle

Destacado

O PSOL vem tentando há muito tempo esconder a briga entre a arquiteta Mônica Benício, viúva da vereadora Marielle Franco, e a família, pai, mãe, irmã e filha.

Porém, o carnaval de 2019 se encarregou de tornar público as desavenças.

Dona Marinete da Silva, a mãe, e família saíram na Unidos de Vila Isabel; Mônica Benício, a viúva, desfilou na Mangueira.

Uma reportagem da Revista Época esmiúça o imbróglio.

Ao ser questionado sobre o motivo de não terem sido convidados pela verde e rosa, o pai de Marielle, Antonio Francisco da Silva Neto, devolveu a pergunta: “As pessoas têm me perguntado isso a todo momento. Como a escola que tem o samba-enredo sobre Marielle não convida a mãe, a filha e a irmã, parentes consanguíneos dela? Eu respondo: ‘Perguntem ao pessoal da Mangueira’”.

“É isso: nego surfando na onda. Isso é muito triste para uma mãe. Minha filha é maior que tudo isso. Todos e todas que usam o nome ou a história para tirar proveito. Não reconhecem a grandeza da filha que criei e formei para o mundo. Estão plantando agora, mas a colheita vem com certeza. Nunca mais essa família será a mesma, mas somos fortes, somos resistência. Foi que passei para ela. Vamos continuar lutando como fizemos toda nossa vida”, concluiu Marinete, nas redes sociais, ao deixar claro que o Carnaval deste ano era motivo de dor profunda, marcado pela lembrança de Marielle, no ano anterior, fazendo campanha do “não é não”.

As desavenças evidenciadas no carnaval tiveram início na realidade, logo após o assassinato.

Três motivos foram determinantes para o conflito.

A família estranhou a pequena quantia encontrada na conta bancária de Marielle.

Na sequência, a família adentrou na casa onde Marielle e Mônica moravam e levou, sem pedir licença, a maioria dos pertences pessoais da vereadora.

E o outro momento tenso ocorreu quando a viúva foi cobrada pela devolução do carro de Marielle.

Para atenuar, o PSOL entrou no circuito e atuou para liberar para a família benefícios previdenciários no valor de R$ 300 mil e assim conseguiu reunir todos no show de Roger Waters. Foi a última vez em que a viúva e a família estiveram juntas em torno da memória de Marielle.

Presentemente, a briga continua, as partes estão inconciliáveis e o PSOL não consegue mais esconder.

Moradores realizam manifestação e interditam BR-135 no Maranhão

Destacado

manifestação teve início por volta das 3h desta quinta (14) e está sendo liderada por moradores do bairro Tibiri, na zona rural de São Luís, que reivindicam melhores condições de infraestrutura.

Por G1 MA — São Luís


Manifestantes interditam a BR-135 no MaranhãoBom Dia Mirante–:–/–:–

Manifestantes interditam a BR-135 no Maranhão

Manifestantes interditam a BR-135 no Maranhão

Os moradores do bairro Tibiri, na zona rural de São Luís, realizam uma manifestação desde a madrugada desta quinta-feira (14) no Km 4 da BR-135.

Segundo os moradores, a interdição que começou por volta das 3h é em virtude da falta de infraestrutura na região. Segundo eles, o bairro está tomado por buracos e não há camada de asfalto nas vias.

A rodovia que corta o Maranhão foi interditada com pedaços de pau e os manifestantes atearam fogo em pneus para evitar o tráfego de veículos na localidade. Eles pedem a presença de representantes da Prefeitura da capital a fim de solucionar o problemas na comunidade. Por volta das 7h35 a polícia liberou a rodovia que corta o estado.

Esses são momentos essenciais para a população refletir sobre o valor e a importância do voto. Na reeleição do Edvaldo Junho ele teve quantos votos dos moradores dessa 

comunidade? Esse problema é de agora ou antigo?

Moradores realizam protesto na BR-135, em São Luís — Foto: Douglas Pinto/ TV Mirante

Moradores realizam protesto na BR-135, em São Luís — Foto: Douglas Pinto/ TV Mirante

Policia recupera moto roubada no carnaval em Vargem Grande.

Destacado

Resultado de imagem para moto pop 100 vermelha
Ilustração

Na segunda-feira de carnaval, quando se dirigiu de sua residência para o Parque dos Buritis onde se realizava o festejo do carnaval, o jovem Otacílio de Sousa Vieira, residente na rua Antonio Cardoso, nesta cidade, teve roubada a sua moto POP 100 cor vermelha , placa OXT 6595 de Vargem Grande.

A vítima procurou a delegacia de polícia que iniciou diligências no sentido de prender o ladrão e recuperar a moto.

Policiais civis lotados em Vargem Grande entraram em contato com outras delegacias até que tiveram informações que a moto acima descrita se encontrava em Pirapemas, município próximo de Vargem Grande.

Imediatamente os agentes se dirigiram até aquele município e com a colaboração dos policiais daquele município foram até a residência de Crisjames Oliveira Damaião, onde encontraram o veículo que o acusado disse que havia comprado o veículo por R$ 700,00 .

Os policiais deram voz de prisão o conduziram até a delegacia para ser lavrado o flagrante por receptação de veículo roubado e depois ela foi encaminhado ao presídio de Itapecuru.

A moto na manhã de hoje, 14/03 foi devolvida a seu legítimo dono.

Vargem Grande:Homem é preso por posse ilegal de arma

Destacado

Após o meio dia de ontem, policiais militares tomaram conhecimento que um homem armado estava transitando pela rua São Tomé, centro da cidade de Vargem Grande.

Com base nas informações, uma guarnição da polícia se deslocou até o local onde encontrou, Helinelson Sousa Campos, que disse residir na rua da Paz nesta cidade.

O acusado ao avistar a aproximação dos policiais, para fugir do flagrante, jogou a arma em um quintal de casa, mas ele estava sendo observado pelo policiais, que depois de fazer uma varredura encontraram um revolver Taurus, calibre 32 com 4 munições intactas.

O acusado foi encaminhado a delegacia de polícia de Vargem Grande onde foi autuado em flagrante, e posteriormente encaminhado ao presídio de Itapecuru.

EM SANTA RITA, HOMEM É EXECUTADO DIANTE DA FAMÍLIA Blog do Alex Ramos

Destacado

Mais um episódio de violência foi registrado no município de Santa Rita, dessa vez na comunidade Pedreiras, onde a vítima foi executada a tiros de pistola. 40 e 380.
A vítima de 23 anos, identificada como Leonardo Santos Sousa, perdeu a vida diante da família, esposa e quatro filhos, dentro de casa com ao menos seis tiros na região da cabeça.
Segundo informações, três indivíduos chegaram por volta das 23h, da última terça-feira, 12, e alvejaram “Léo”, como também era conhecido; relatos preliminares dão conta que ele seria membro de uma facção criminosa denominada Bonde dos 40, e que seus algoses seriam de outra facção, Comando Vermelho.
O corpo de Léo, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal-IML, na capital.
O prazo para conclusão do inquérito deve durar 30 dias, podendo ser prorrogado por igual período.

MIGUEL LUCENA Massacre copiado

Destacado

Não se conhece ainda a motivação do massacre ocorrido em escola pública de Suzano, São Paulo, na manhã desta quarta-feira, 12. O crime foi praticado por dois jovens, um de 25 anos e outro de 17. Arrisco-me, porém, a afirmar que a ação é uma cópia do que vimos ocorrer, de vez em quando, nos Estados Unidos.

Somos muito suscetíveis a copiar as coisas dos países mais em voga a cada época, como fizemos com Portugal, por ser o nosso colonizador, Inglaterra e França, na sequência, e por fim os Estados Unidos.

Incorporamos a língua estrangeira em nosso falar cotidiano, inserindo termos franceses, ingleses e espanhóis em orações portuguesas, como se fosse a coisa mais natural do mundo. “E o meu aprouche?”, pergunta o lobista, já querendo um adiantamento.

No cinema, as pessoas passam mais tempo comendo aquelas pipocas em baldes de cinco litros e bebendo refrigerante de mil/ml do que vendo os filmes, tudo imitação norteamericana.

O processo violento pode ter sido desencadeado por humilhações vividas pelos assassinos/suicidas, fala-se muito em bullying, mas o modo de agir é claramente copiado.

Sempre houve bullying nas escolas, com outro nome: perturbar, zoar, zonar, mexer, bolir, sacanear e escarnecer, mas não causava tanta polêmica como agora.

As crianças estão crescendo em redomas de vidro, imunes a frustrações, podres de mimadas, como diz Theodore Dalrymple, e se tornam jovens cheios de não-me-toques, violentos e sem originalidade.

Miguel Lucena é Delegado de Polícia Civil do DF, jornalista e escritor.

Nina Rodrigues: Servidores do Hospital Madalena Braga participam de capacitação

Destacado

Com o tema saúde mental quem cuidado do cuidador, funcionários do Hospital Madalena Braga em Nina Rodrigues estão desde ontem 12/03 sendo capacitados para atender as pessoas que procuram aquela unidade de saúde.

Como facilitadoras do projeto, estão desenvolvendo atividades com os servidores, as psicologas Mayra Muniz e Paula Vanessa.

Segundo as palestrantes e capacitadoras, o objetivo dessa capacitação é desenvolver e aprimorar as técnicas dos profissionais daquela unidade de saúde para um melhor atendimento ao público.

De acordo ainda com os organizadores do evento, essas capacitações serão feitas durante quatro meses, sendo duas vezes a cada mês com palestras, dinâmicas e oficinas.

A administração municipal através do seu gestor Rodrigues da Iara, não tem medido esforços no sentido de capacitar os servidores do município para cada vez mais atender ainda melhor aqueles que procuram os órgãos públicos municipal.

Preso homem condenado a 21 anos de prisão por homicídio praticado em 2006 na Vila Cafeteira, em São Luís

Destacado

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção  à Pessoa (SHPP), efetuou a prisão de  Agostinho Dos Santos Azevedo, em cumprimento a mandado de prisão definitiva.
Ele foi condenado a 21 anos de reclusão por crime de homicídio duplamente qualificado contra Marco Aurélio Mafra, morto com nove tiros de pistola, pelas costas.
O crime ocorreu no dia 30 de dezembro de 2006, na Rua da Pocinha, no bairro Vila Cafeteira, na área do Anil.
O motivo do crime foi uma confusão ocorrido dentro do Clube Bombom Lanches, localizado na rua Clube Militar, na Vila Cafeteira.
Depois disso, a pretexto de pacificar, Agostinho convidou a vítima para conversar na Rua da Pocinha, onde acabou por cometer o homicídio.
O preso foi encaminhado para o Centro de Triagem de Pedrinhas.

Polícia diz que italiano foi morto com 15 golpes de facão em Paço do Lumiar; corpo foi encontrado em rio

Destacado

A principal linha de investigação da polícia é que Carmelo Mário Calabrese, de 65 anos, tenha sido vítima de latrocínio. O italiano morava há 25 anos no Brasil e não tinha parentes aqui.

A Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) investiga o assassinato do italiano Carmelo Mário Calabrese, de 65 anos, que foi encontrado morto no rio Tibiri em São Luís. De acordo com as primeiras investigações, ele teria sido morto com pelo menos 15 golpes de facão.
Os exames do Instituto Médico Legal (IML) ainda não foi divulgado. A principal linha de investigação da polícia é que o italiano tenha sido vítima de latrocínio, já que a casa onde ele vivia estava com roupas e objetos espalhados. Peritos do Instituto de Criminalística encontraram na casa dele, um rastro de sangue do banheiro até a garagem onde estava o carro dele, que também está desaparecido.
“A residência da vítima ela foi toda remexida, como se estivessem procurando alguma coisa e alguns aparelhos eletroeletrônicos teriam sido subtraídos. Então, há possibilidade de ter ocorrido um latrocínio, entretanto, a gente não descarta outras possibilidades que serão analisadas no transcorrer do inquérito policial que já foi instaurado aqui na SHPP”, explicou o delegado Jeffrey Furtado. 

Carmelo Calabrese já havia mandado capinar o quintal da casa onde morava com objetivo de vender. Ele havia revelado aos vizinhos que queria se mudar, já que tinha sido assaltado três vezes. O italiano morava há 25 anos no Brasil e não tinha parentes aqui.
A SHPP acionou a Polícia Federal (PF) para saber mais detalhes de como vivia o italiano. Após o reconhecimento do corpo, a família de Carmelo foi informada sobre o crime e o traslado do corpo está sendo realizado pelo Consulado da Itália do Brasil, que fica em Pernambuco.
O corpo de Carmelo continua na sede do IML à espera da chegada dos parentes que deverão levar o corpo de volta para a Itália. Além disso, a polícia da Itália já entrou em contato com as autoridades maranhenses para saber mais detalhes sobre o crime.
O desaparecimento e morte do italiano
O italiano Carmelo Mário Calabrese, de 65 anos, desapareceu na última quinta-feira (7) no bairro Alto Laranjal, em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís. Nesta segunda-feira (11), o corpo dele foi encontrado sem identificação na sede do Instituto Médico Legal (IML) em São Luís.
Segundo a polícia, ele foi achado na sexta-feira (8) por pescadores boiando no rio Tibiri, na capital. O corpo do Carmelo Calabrese foi identificado por amigos e vizinhos. As primeiras investigações encontraram marcas de sangue no banheiro da casa onde ele vivia e toda a área foi isolada.

Mais de 61 mil eleitores no Maranhão podem ter seus títulos cancelados após 6 de maio

Destacado

F

Quem não votou e/ou não justificou ausência às urnas nas últimas 3 eleições – sendo cada turno considerado uma eleição – terá seu título de eleitor cancelado caso não o regularize procurando um cartório eleitoral até 6 de maio. 

Para regularizar a situação, além de pagar as multas, o eleitor terá de comparecer a um cartório eleitoral munido de documento oficial com foto, comprovante de residência e título eleitoral, se o possuir. No Maranhão, o total de eleitores nesta condição é de 61 mil 440, sendo que em São Luís, são 15 mil 461.

A relação de títulos passíveis de cancelamento está disponível nos cartórios eleitorais para consulta pelos interessados, mas o eleitor também pode verificar se o seu documento está sujeito ao cancelamento consultando os dados eleitorais no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), basta informar o nome completo e a data de nascimento, ou ligar para a Ouvidoria do TRE-MA pelo 0800 098 5000.

O não comparecimento ao cartório eleitoral para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implica o cancelamento automático do título de eleitor após 6 de maio.

Os eleitores no exercício do voto facultativo – menores de 18 anos, maiores de 70 anos – não são identificados nas relações de faltosos.

Consequências

Quem não regularizar a situação do título eleitoral a tempo de evitar o cancelamento do registro poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público, e obter certos tipos de empréstimos e inscrição.

A irregularidade também pode gerar dificuldades para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiverem subordinados.

Prazos

A Resolução do TSE nº. 23.594/2018 estabelece os prazos para execução dos procedimentos relativos ao cancelamento dos títulos eleitorais, bem como para a regularização da situação dos eleitores. Os nomes dos eleitores e os números dos respectivos documentos cancelados serão disponibilizados pela Justiça Eleitoral a partir do dia 24 de maio.

__________________________________________________

TRE-MA – Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão
ASCOM – Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

OSWALDO TEIXEIRA DE MACEDO Usina de crises

Destacado

A ‘crise no Itamaraty’ – mais uma criada pela jornalista Míriam Leitão, no intuito de desqualificar o governo de Jair Bolsonaro – é porque ela acha que o Ministro Ernesto Araújo está quebrando “a hierarquia dentro da instituição que, a exemplo das Forças Armadas, precisa dela”.

Acontece que a hierarquia que Míriam Leitão vê quebrada no Itamaraty nada tem a ver com a hierarquia das Forças Armadas.

Ao contrário do que ocorre no estamento militar, em que a hierarquia se baseia em mérito e na obediência a regras de progressão funcional impessoais e institucionais, a jerarquia do Itamaraty é o resultado de uma obscura e acirrada disputa por promoções na qual sobrevivem os que melhor conseguem enfeudar-se às diversas irmandades que se impõem ao pé dos ouvidos dos chefes da Casa e, não necessariamente, os mais capazes e experimentados.

Apesar da miríade de regras que deveriam dar base a uma ascensão funcional regida por princípios minimamente íntegros e transparentes, o que determina as carreiras na Chancelaria brasileira é principalmente a associação com as diversas cabalas que detêm poder no próprio ministério ou, indiretamente, por meio de promíscuas relações com deputados e senadores da República.

Os embaciados conluios que determinam a progressão funcional no Itamaraty, engendrados a partir da gestão de Azeredo da Silveira, no governo Geisel – o baby boom dos silveira boys –, e multiplicados ao longo do processo de redemocratização, criaram uma hierarquia intrinsecamente viciosa, baseada em favoritismos, adulações, bairrismos e alianças familiares.

Se “os diplomatas, assim como os militares, funcionam sob instruções”, não é verdade que, no Itamaraty, estas provenham de “alguém mais qualificado… com mais legitimidade para transmiti-las”.

A “lógica mais profunda” em que se baseia a hierarquia itamaratiana – que se declara em estado de confusão – nada mais é do que o resultado de um anquilosado processo de promoções na sua maioria alavancadas pela camarilha do Sarney, pela grei tucana ou pela camorra petista.

Essa “lógica mais profunda” que Míriam Leitão teme ver subvertida no plano interno do Itamaraty estava acostumada a refletir-se no plano externo de sua atuação: são as tais “tradições diplomáticas” que levaram ao nanismo de uma política externa marcada pelo multilateralismo de matiz ideológico, pelo regionalismo de várzea, pelo terceiro-mundismo e pela associação a ditaduras de toda ordem.

Nada mais salutar para a política externa brasileira do que o rompimento do “fluxo de transferência de conhecimentos e experiência” proveniente da corriola servil, provinciana e quinta-coluna com a qual a Míriam Leitão conversa pensando que está falando diretamente com a “estrutura da instituição”.

Oswaldo Teixeira de Macedo é diplomata.

PM e ex-PM são presos pelo assassinato de Marielle Franco

Destacado

Policiais da Divisão de Homicídios e promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro prenderam, na manhã desta terça-feira (12), o policial militar reformado Ronnie Lessa, 48 anos, e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos. A força-tarefa que levou à Operação Lume afirma que eles participaram dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.
A investigação ainda tenta esclarecer, no entanto, quem foram os mandantes do crime e a motivação.A Operação Lume realiza ainda mandados de busca e apreensão contra os denunciados para apreender documentos, telefones celulares, notebooks, computadores, armas, acessórios, munição e outros objetos. Durante todo o dia, haverá buscas em 34 endereços de outros suspeitos.
“É inconteste que Marielle Francisco da Silva foi sumariamente executada em razão da atuação política na defesa das causas que defendia”, diz a denúncia, acrescentando que a barbárie praticada na noite de 14 de março do ano passado foi um golpe ao Estado Democrático de Direito.
Agentes faziam varredura na residência de Ronnie à procura de armas e munição. Detectores de metais vasculhavam o solo, e até uma caixa d’água foi vistoriada.

Bandidos tentam incendiar ônibus e arma falha ao mirarem na cabeça de cobradora

Destacado

Um ônibus foi atacado por aproximadamente 15 bandidos na madrugada desta terça-feira (12), na Estrada da Mata, em Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís. O motorista e a cobradora foram registrar a ocorrência no plantão policial da Cidade Operária. Em outra ocorrência, na Vila Lobão, cobradora disse que arma falhou quando bandido tentou atingi-la.
Segundo o motorista, eram cerca de 15 bandidos que teriam como objetivo atear fogo no veículo que fazia linha “Sarney Filho/Deodoro”, mas foram impedidos por conta da reação do próprio motorista. O condutor disse que viu os bandidos com galões contendo líquido que suspeita ser combustível.
No momento da fuga do motorista, alguns bandidos jogaram pedras na parte da frente do ônibus. O coletivo foi batido ainda em partes laterais e principalmente na traseira.
No momento do ataque, não tinha nenhum passageiro ainda, pois o coletivo tinha acabado de sair da garagem e seguiam para fazerem a primeira viagem do dia.
Assalto na Avenida dos Franceses
Também no começo do dia desta terça-feira, por volta das 5h30, na Avenida dos Franceses, no bairro Vila Lobão, em São Luís, um coletivo que fazia linha “Cidade Olímpica/Rodoviária” foi alvo de cinco bandidos armados. Eles roubaram cerca de 40 pessoas entre passageiros e responsáveis pela viagem. A cobrada disse ainda que escapou de sofrer um tiro de um dos bandidos, pois ele apontou a arma e apertou o gatilho em direção a ela, mas a arma falhou.
“O ônibus estava cheio e todos os passageiros foram assaltos. Levaram tudo. Eu não reagi e pediu para eu não olhar para cara dele. Depois disso ele colocou a arma na minha cabeça e apertou o gatilho, mas a bala não saiu”, disse a cobradora.(Com informações G1MA)

MARANHÃO: Conheça ranking das dez empresas com mais reclamações em 2018

Destacado

PorSergio Matias à

O Instituto de Proteção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) divulgou, nesta segunda-feira (11), o ranking das empresas mais reclamadas em 2018. Em primeiro lugar na lista vem a Faculdade Pitágoras, com 209 reclamações, seguida do Banco do Brasil, com 170, e da Oi Móvel, com 149 reclamações fundamentadas. A divulgação ocorreu durante a abertura da 5ª Semana de Prevenção e Combate ao Superendividamento, no VIVA do Shopping da Ilha, em cumprimento ao artigo 44 do Código de Defesa do Consumidor.
O ranking é baseado nas reclamações fundamentadas atendidas e as não atendidas, que são aquelas em que a análise das provas constatou as infrações.
De acordo com a presidente do Procon/MA, Karen Barros, o ranking das mais reclamadas e o índice de solução de conflitos são importantes para o consumidor compreender quais as empresas buscam melhorar os serviços e quais permanecem com falhas.
“Nossa equipe trabalha incansavelmente para que os indicadores de solução de conflitos sejam cada vez melhores, harmonizando, assim, as relações de consumo por meio da garantia do direito do consumidor. Ainda há muito a avançar, por isso, continuaremos atuando com ações preventivas, de orientação e fiscalização”, afirma a presidente.
Variações
A administradora de cartões de crédito Bradescard registrou melhora em seus serviços, caindo do sexto para o décimo lugar no ranking.
A Cemar, também, apresentou melhoras, saindo do primeiro lugar para a quarta posição.
A Oi Móvel S/A se manteve na mesma colocação do ano passado, ocupando a terceira colocação.
A OI Fixo desceu da segunda posição no ranking para o sexto lugar, e a Caema, que em 2017 ocupava o quinto lugar, neste ano ficou fora do ranking das 10 mais reclamadas.
Ranking das dez empresas com mais reclamações em 2018
1º Faculdade Pitágoras2° Banco do Brasil3º OI Móvel S/A4º Cemar5º Grupo Claro Brasil6º OI Fixo7º Motorola8º Banco Bradesco9º Caixa Econômica Federal10º Bradescard

ACABOU O REPELENTE: MURIÇOCA É PRESO EM ROSÁRIO POR INVADIR RESIDÊNCIA E SUBTRAIR APARELHO DE SOM

Destacado

Blog do Alex Ramos 

A Central do 27° BPM, sob o comando do Major Pereira foi informada via celular que na madrugada do dia (10.03.19) o sujeito identificado como Danilo Matos Lima vulgo “Muriçoca”, 18 anos, residente na Rua Marcone Bimba, bairro Cidade Nova, Rosário, teria invadido a residência da vítima e levado alguns objetos tais como TV, caixa amplificada, aparelho de som entre outros não especificados. 

A Central repassou a informação para a guarnição que foi ao endereço do acusado e conseguiu capturá-lo recuperando o aparelho de som Sony com duas caixas. O acusado foi entregue sem lesões juntamente com os objetos na DP para procedimentos necessários

Assaltante é preso embaixo de cama durante assalto a residências na Vila Nova República, em São Luís

Destacado

Policiais do 21º BPM prenderam em flagrante, por volta de 14h dessa segunda-feira (11), o assaltante identificado como Hugo Lima Ferreira, durante roubos a residências na Rua Fé em Deus, no bairro Vila Nova República, na área do Maracanã, na zona rural de São Luís.
Segundo a PM, após informações de que um homem havia invadido uma residência, a guarnição foi ao local e constatou que ele poderia estar dentro de uma das três casas invadidas. Nas duas primeiras, constatou-se que ele há havia se evadido, devido aos rastros deixados.
Na última casa, os PMs viram um senhor operado e visivelmente nervoso. Na busca no interior do imóvel, os policiais encontraram o assaltante escondido embaixo da cama em um quarto escuro. 
Após a prisão do criminoso, o enfermo revelou que fora ameaçado com uma faca para que não revelasse seu paradeiro. 
Como o assaltante resistiu à prisão, foi necessária a aplicação de técnicas de imobilização, além do uso de algemas. Em seguida, a guarnição localizou os pertences subtraídos das residências das vítimas. 
Em razão das ameaças de linchamento por populares, o assaltante recebeu voz de prisão e foi imediatamente retirado do local e apresentado no 12° DP, em Pedrinhas, para autuação em flagrante. Fonte Gilberto Lima.

Homem escapa após moto se partir em vários pedaços ao bater contra um caminhão na entrada de Codó

Destacado

Aconteceu por volta das 19h desta segunda-feira, na MA-026, próximo ao povoado Monteviidéo I, um grave acidente envolvendo um jovem identificado pela Polícia Militar como Eleílton da Silva Oliveira.

Ele  bateu violentamente na lateral de um caminhão, a moto chegou a ficar embaixo do dos pneus do veículo e o jovem de 18 anos escapou apenas com ferimentos leves nas mãos.

“Um acidente daquelas proporções e a pessoa escapar só com pequenas escoriações na mão é, realmente, coisa de Deus. A moto partiu em 3 partes, o pneu dianteiro sacou e a pessoa teve apenas escoriações”, contou soldado Frazão que atendeu a ocorrência

Ao policial o motorista do caminhão, Antonio Pereira, que é do bairro São Sebastião,Teresina-PI, contou que se assustou com o barulho da batida e também achou incrível que o rapaz, que vinha numa moto sem farol, sem capacete, sem documentação de uso obrigatório e sem CNH, escapou ileso.

“Ele disse que deu sinal pra entrar no posto de combustível, passou uma senhora por ele, aí ele entrou, não viu ninguém ele só ouviu a pancada na lateral porque segundo ele, segundo testemunhas e segundo a própria mãe do envolvido, do Eloilton, a moto dele estava sem farol e à noite em alta velocidade”, afirmou o policial após ouvir a principal testemunha do fato

Post to Twitter

 Postar no Twitter

POLICIAL MILITAR MORRE EM MIRINZAL DURANTE PERSEGUIÇÃO A BANDIDOS

Destacado

W

O soldado da Polícia Militar, Samuel Caetano de Albuquerque Marques, 21 anos, morreu durante uma perseguição a criminosos na manhã desta segunda-feira (11) em Mirinzal.

Segundo informações da PM, o policial estava perseguindo bandido em uma motocicleta quando se chocou com um poste. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Caetano era natural de Teresina (PI) e ingressou na Corporação do Maranhão em 2018, sendo lotado na 2ª Companhia Independente de Mirinzal.

O Comando da Polícia Militar emitiu nota de pesar. Leia abaixo:

É com pesar que o Comando da Polícia Militar em nome de seus oficiais, praças e funcionários civis lamenta profundamente a morte do soldado Samuel Caetano de Albuquerque Marques, 21 anos, que era lotado na 2ª Companhia Independente, na cidade de Mirinzal. O policial militar morreu vítima de acidente motociclístico durante uma perseguição a criminosos na manhã desta segunda-feira (11), naquela cidade.

A família policial militar estende seu pesar e solidariedade à família do Soldado Caetano, neste momento tão difícil e de grande dor.

O policial era natural de Teresina (PI) e ingressou na Polícia Militar no ano de 2018, nesse pouco tempo na Instituição sempre cumpriu suas missões com afinco, compromisso e responsabilidade, empenhado na nobre missão de defender a sociedade e manter a ordem pública. Deixa aos amigos de farda uma lacuna e exemplo de grande profissional e amigo”.

Fonte: Neto Ferreira

PERCIVAL PUGGINA Hipocrisia!

Destacado

Se você perguntar a um desses jovens desorientados, que assumem Che Guevara como referência, qual o motivo dessa veneração, certamente ouvirá como resposta que a grande virtude do argentino era a coerência com seu ideal. Afinal, Guevara deu a vida por ele. Claro que Jesus Cristo foi infinitamente superior, mas Jesus Cristo, nesses casos, está fora de cogitação.  O que não passa pela cabeça da moçada é que esse supremo sacrifício é uma característica de seres notáveis, mas há condições para merecer o adjetivo: 1ª) que o ideal seja nobre e 2ª) que quem o abrace não se sinta no direito de sair por aí matando quem dele discorde. Che Guevara se desqualifica em ambas. Seu ideal já era comprovadamente desastroso quando o abraçou e ele se permitiu, enquanto tentava instalar uma guerrilha comunista na Bolívia, escrever sobre sua própria “sede de sangue”. Era uma sede em proporções cósmicas porque nem mesmo uma guerra nuclear entre a URSS e os EUA, a partir de uma base de ogivas em Cuba, deixava de lhe parecer apetitosa e desejável. “Um, dois, três, mil Vietnãs!” não enchiam seu copo.

Dito isso em menos palavras, fica assim: a coerência com um ideal errado, é algo maléfico, que produz desastres pessoais e universais com regularidade absolutamente previsível. É a “coerência” dos que na vida pessoal se recusam a refletir sobre as consequências dos seus desacertos, de seus vícios e fraquezas, como se uma linha contínua de males fosse um modelo de retidão. É a “coerência” dos que, na vida social e política, persistentemente empurram nações para seu desastroso ideal.

Pois é por esse mesmo caminho que chegamos à hipocrisia. Com efeito, há um potencial pedagógico no erro humano. No entanto, para que isso ocorra é preciso que: 1º) não disponhamos de um modo mais prático e menos oneroso de aprender; 2º) realmente estejamos interessados em acertar. Esse não é caso de quem, advertido sobre o erro que vai cometer, rejeita a advertência alegando – como tantas vezes se ouve – “deixa-me errar porque errando se aprende”. Estamos aqui diante de um caso flagrante de hipocrisia. O sujeito da resposta não quer aprender. Ele deseja errar porque o erro o atrai.

Dito isso, olhemos o caos social, político, econômico e moral do país. Cada passo nessa direção foi saudado (não preciso dizer por quem na política e na mídia) como progresso, avanço, modernização, busca da justiça, apogeu da liberdade, ruptura das amarras culturais, alegre e festiva ruptura dos fundamentos da civilização ocidental. Brilhantes considerações a esse respeito podem ser lidas no artigo “J’Accuse!” de Paulo Vendelino Kons.

Raros períodos da história humana registram tão triunfante marcha da vaca para o brejo!

Agora, quando a vaca se foi e a nação acordou, quando o projeto se tornou conhecido e seus efeitos foram rejeitados pela maioria da opinião pública, “coerentemente” persistem na defesa dos erros. Dedicam horas de tribuna e programação a lecionar a sociedade que é preciso seguir naquele rumo. É como se dissessem: “Estava tudo indo tão bem e vocês aparecem para atrapalhar nossa farra”. E aí, no apogeu da hipocrisia, se escandalizam ante imagens do caos para cuja construção tanto contribuíram e exigem censura para o que antes aplaudiam.

Percival Puggina, membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil. Integrante do grupo Pensar+.

Maranhão tem quase 37 mil casos de acúmulo indevido de cargos, diz TCE

Destacado

De acordo com o órgão, número representa 20% da folha de pagamento do Estado e a maioria das irregularidades estão na contratação de profissionais da educação.


Sede do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) — Foto: Divulgação/ASCOM TCE-MA

Sede do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) — Foto: Divulgação/ASCOM TCE-MA

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), o Maranhão tem cerca de 37 mil casos de acúmulo indevido de cargos. Segundo o levantamento do TCE, o número representa 20% da folha de pagamento e a grande maioria das irregularidades está na contratação de profissionais da educação.

As irregularidades foram descobertas por meio do Censo Eletrônico dos Servidores do Maranhão (Cesma) que revelou uma desorganização na folha de pagamento dos funcionários. Com os resultados, foram realizados cortes de gastos nas contas públicas do estado. Segundo os auditores do TCE, o resultado do levantamento surpreendeu os órgãos estaduais.

Nesta segunda-feira (11) gestores do TCE-MA, membros do colegiado, procuradores, gestores de unidades e auditores estiveram reunidos para apresentar as ações de fiscalização para 2019 e 2020. A meta, segundo o órgão, é ter 50% dos casos identificados tendo como referência a folha de pagamento de dezembro de 2018.

As fiscalizações começaram no início de março e até o momento, já possuem 434 processos de folhas de pagamento abertos. Além disso, o TCE realizará oito audiências públicas entre os meses de maio e outubro, com o objetivo de reduzir em 50% os acúmulos ilegais até dezembro de 2020.

Segundo o Secretário de Controle Externo, Bruno Almeida, a partir de abril já será possível ver os casos de acumulação pelas instituições fiscalizadas já notificadas. Ele afirma que auditorias nos locais investigados não estão descartadas, mas o trabalho também será feito eletronicamente por meio do sistema de fiscalização.

Igreja Matriz de Itapecuru é arrombada durante a madrugada

Destacado

Na madrugada desta segunda-feira (11), a igreja Matriz nossa senhora das dores  sediada em Itapecuru, localizado no centro, foi alvo de arrombamento.

O blog do Cristiano dias conversou o Srº Jose da Graça que é sacristão da paróquia e o mesmo diz que foi informado do arrombamento que por volta da 05:30hs da manhã.
O Srº Jose da Graça informa que ao  chegar ao local o mesmo encontrou cadeados quebrados e o cofres de ofertas e dízimos também foram violados mas, de acordo com o Srº Jose da Graça, diz que havia dinheiro guardado no cofre da igreja segundo ele diz no valor de entorno de 300,00 (Trezentos reais),já as suas ferramentas de uso de serviços diários foram levadas.
Na igreja Matriz não há vigias e muitos menos serviços de vídeo monitoramento,vale lembrar que estar e a quarta vez que a igreja e arrombada. Assim que o fato foi constatado, a Polícia Militar foi acionada e o caso vai ser passado para à Polícia Civil do município a onde dará inicio as investigações.Fonte Blog do Cristiano Dias.

AGUARDEM: SUPOSTA OPERAÇÃO CONTRA AGIOTAGEM VOLTA ASSOMBRAR POLÍTICOS E EMPRESÁRIOS NO MARANHÃO

Destacado

O crime de agiotagem continua forte no Estado do Maranhão. A Polícia Estadual e a Federal já deflagraram diversas operações, mas a bandalheira segue firme.

Com a continuidade do crime, uma suposta investigação estaria em curso para deflagrar nova operação contra os responsáveis por desviar dinheiro público.

A suposta operação voltou a assombrar políticos e empresários. O foco da investigação seria um esquema conhecido por compra de emendas parlamentares, onde é negociado votos em troca de obras e serviços públicas, que permite a eleição de deputados, prefeitos e vereadores.

Há informação de que na lista dos alvos – além de políticos e empresários, estaria também contadores e advogados, que seriam responsáveis por ajustarem documentação oficial para dar aparência de legalidade as negociatas.

A bomba vai estourar!

Fonte: Luís Pablo

Saiba porque o nome de uma delegada da Lava Jato no comando do COAF amedronta a Grande Mídia

Destacado

3

O fato de Sérgio Moro, titular do Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo de Jair Messias Bolsonaro, ter nomeado Erika Marena, a “mãe” do nome “Operação Lava Jato” e membro de sua força-tarefa, para o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) parece ter chateado alguns magnatas da Imprensa brasileira e setores duvidosos da “high society”.

Neste domingo (10), por exemplo, o jornalista Elio Gaspari dedicou sua tradicional coluna na Folha de S.Paulo para detonar membros da #LavaJato. Escreve que esse grupo “formou uma fundação” e em alguns trechos chega a acusá-los de agir à revelia da lei para alcançar objetivos.

Críticas semelhantes são avistadas em matérias do G1 – O Portal de Notícias da Globo, do Estadão e na Revista Veja, além de ilustrar “análises” de colunistas e “especialistas”. Uma ação abertamente coordenada.

Fico pensando… em 519 anos de História, nunca o Brasil teve uma equipe de autoridades qualificadas disposta a empenhar todos os esforços necessários (inclusive comprometendo suas vidas pessoais, casamento, filhos, etc.) para punir o crime organizado de colarinho-branco e recuperar alguns bilhões de reais roubados dos cofres públicos.

Reitero: NUNCA tínhamos visto algo dessa natureza no Brasil. Tudo que tínhamos era uma vastíssima história de CORRUPÇÃO e IMPUNIDADE encrostada nos Três Poderes.

E por que agora nossos “doutos especialistas” decidiram descer o malho nos membros da #LavaJato?

A resposta passa exatamente pelo alcance e pelo poder do COAF.

Façamos uma pergunta simples: onde estava o COAF quando o baiano Geddel Vieira Lima movimentou R$ 51 milhões, sacando essa quantia de bancos brasileiros e malocando-a em malas e caixas de papelão num apartamento em Salvador; ou quando Paulo Preto lavou a égua do tucanato com R$ 100 milhões escondidos num bunker em São Paulo, como informa um delator ao Poder Judiciário?

O que nós tínhamos até aqui era um COAF aparelhado e seletivo, que só alcançava irregularidades nas movimentações financeiras do botequim da dona Emengarda ou no quiosque de frango assado da dona Vespasiana. Peixes graúdos nunca caíram na rede do COAF. Por que?

Essas perguntas ajudam a esclarecer a razão dos ataques coordenados aos membros da #LavaJato exatamente quando Sérgio Moro nomeia um deles para a chefia do COAF.

Assim como a Receita Federal já começou a pescar tubarões da envergadura de ministros do Supremo Tribunal Federal, já imaginaram o COAF enquadrando figuras notórias por movimentações financeiras suspeitas?

Muito em breve, vamos descobrir que os R$ 2 milhões do Queiroz e do Flávio Bolsonaro são fichinha perto das contas pejotizadas de alguns jornalistas, atores, cantores, apresentadores de TV, palestrantes e “especialistas”.

Ter alguém da Operação Lava-Jato no comando do COAF é um baita trunfo. Nós, Povo Brasileiro, devemos esse voto de confiança a pessoas que, comprovadamente, trabalham em favor do País há mais de cinco anos.

É nosso dever… mesmo que isso contrarie o Elio Gaspari.

Sigamos em frente…

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

MARCEL LEAL José Dirceu vai tomar meu carro

Destacado

Sim, aquele José Dirceu, ex-ministro de Lula, eminência parda do governo, milionário, condenado a 30 anos de cadeia por corrupção, vai tomar o meu único carro, que levei três anos para pagar com muita dificuldade. Ele será confiscado para pagar uma indenização ao petista.

José Dirceu me processou porque não gostou de um artigo que escrevi sobre o assassinato do prefeito petista Celso Daniel, comentando o relatório da investigação feita pelo Ministério Público de São Paulo, que apontava para a cúpula do PT, na época comandada por ele.

Curiosamente, não processou os jornais Folha de S. Paulo e Estadão, nem a revista Veja que, basicamente, escreveram a mesma coisa que eu. Foi um ato de covardia de um milionário poderoso, então cheio de influência em Brasília, contra um pequeno jornalista do interior baiano sem condição de ir a Brasília se defender.

O mais incrível foram as alegações de José Dirceu. Segundo sua petição inicial, meu artigo, publicado na “Carta ao Leitor” (do jornal A Região, de Itabuna, BA), não só causou sua demissão do cargo de ministro como provocou uma crise institucional no governo Lula (está assim em sua petição). Poderoso, eu…

Consola saber que ele ficará preso pelo resto da vida.

O que mais irrita é que a petição tratou um artigo de opinião, assinado, como se fosse notícia. Juridicamente, esta esperteza muda tudo. O juiz da época acatou, sem corar, a alegação de que se tratava de uma notícia, mesmo tendo em sua mesa a cópia do jornal, com o texto claramente marcado como editorial.

Fizeram isso porque a opinião é protegida pela Constituição e não poderiam me condenar por ela. Em momento algum Dirceu entrou em contato para pedir a publicação de um direito de resposta ou mesmo uma retratação. A intenção nunca foi “salvar a honra” e sim destruir quem o critica.

O juiz me condenou em tempo recorde e teve sua sentença confirmada igualmente rápido pelos colegas da instância superior, muitos alçados ao cargo por indicação do PT de Dirceu. Mas reduziu os R$100 mil que José Dirceu pediu de indenização por sua “honra” para R$10 mil.

Esses R$10 mil, segundo a Justiça, hoje estão em R$44 mil. Como não tenho esse dinheiro, meu carro, que custa mais de R$55 mil, será confiscado e entregue a Dirceu. Não só serei penalizado por emitir uma opinião, que supostamente era protegida pela Constituição Brasileira, como pagarei juros dignos de agiotagem.

Triste país esse, onde um condenado por corrupção e já milionário fica ainda mais rico tomando bens de quem não tem o mesmo poder ou dinheiro. Onde não existe liberdade de opinião se esta opinião incomoda os poderosos. Onde os artigos da Constituição são todos “relativos” na hora de julgar uma ação.

Em pouco tempo emitir minha opinião terá custado meu carro. Mas me consola saber que, em breve, José Dirceu voltará para a cadeia, onde deve ficar quase o resto de sua vida. Já eu estarei a pé, porém livre para ir aonde quiser, quando quiser, como quiser.

Prefiro combater os corruptos a pé do que me omitir dirigindo.

Marcel Leal, jornalista, dirige o jornal A Região, de Itabuna (BA).

Elementos são presos com moto roubada no centro de Vargem Grande

Destacado

Dois elementos bastante conhecidos da polícia por suas práticas delituosas voltaram a delinquir e foram presos pela polícia militar na noite de ontem 09/03.

Os dois assaltantes, Leandro dos Santos Medeiros e Thayllon Ericeira Guimarães, ambos residentes em Vargem Grande, trafegavam em uma moto de cor preta, pelo centro da cidade, quando foram vistos pela polícia que pediu parada para abordá-los, uma vez que são pessoas de índole má. . Os criminosos não obedeceram a ordem e os policiais em perseguição conseguiram interceptá-los na Rua Maia de Carvalho no centro de Vargem Grande. Na abordagem, foi encontrada com os acusados, além da moto que fora roubada dia 06 deste, na cidade de Nina Rodrigues,um revolver calibre 38 municiado. Os dois acusados foram presos e juntamente com a moto e a arma apreendidas, encaminhados a Delegacia Regional de Itapecurú onde foi lavrado o flagrante e encaminhados para o presídio daquele município onde ficarão a disposição da Justiça. O que chama a atenção das autoridades policiais, é que o Thayllon saiu a poucos dias do presídio por praticas de assalto.

Homem não aceita fim de relacionamento e tenta matar ex-mulher com 4 facadas em Loreto

Destacado

A tentativa de feminicídio aconteceu na sexta-feira (8) na Rua 15, na cidade de Loreto, sul do Maranhão, a 714 km de São Luís. Uma mulher identificada por Geórgia Aparecida Lopes foi esfaqueada diversas vezes por seu ex-companheiro e também primo, conhecido como Daniel.
Segundo informações de amigos da vítima, a motivação para o crime teria sido o rompimento do relacionamento entre os dois. Daniel, que mora no povoado Batateiras, chegou a residência da vítima logo cedo da manhã querendo conversar.
“A vítima deixou claro que não queria mais nada com ele, que ficou insistindo, chegou a empurrá-la e achou que deveria matá-la. Ela pediu para ele ir embora e entrou no banheiro para tomar banho. Quando saiu, foi atacada por trás traiçoeiramente e ele começou a esfaqueá-la”, disse um amigo da vítima que não quis se identificar.
Foram quatro facadas mais graves que atingiram os órgãos vitais: pulmão, fígado e esôfago, além de um ferimento no pescoço. Geórgia foi transferida para o Hospital Balsas Urgente, onde passou por cirurgias.
Na manhã deste sábado, familiares informaram que ela está fora de risco e que respondeu bem ao tratamento, já tendo sido transferida para uma enfermaria do hospital.
Informações que circulam em grupos de whatsapp da cidade de Loreto noticiam que Daniel teria dito que se Geórgia não ficasse com ele, não ficaria com mais ninguém.  “Eu mato ela e me mato”, teria declarado ele que teria cometido suicídio.

POLÍCIA DE CODÓ PRENDE DOIS HOMENS ACUSADOS DE TOMAREM DE ASSALTO CAMINHÃO DE COMBUSTÍVEL NA BR 316

Destacado

O SERVIÇO DE INTELIGÊNCIA DE CODÓ, JUNTAMENTE COM O SERVIÇO DE INTELIGÊNCIA DE CAXIAS e FORÇA TÁTICA DE CODÓ, realizaram a prisão de dois homens identificados por: Marcos Viveiros Miranda e Francisco Viveiros, pelo fato dos mesmos serem os principais suspeitos de terem tomado de assalto um caminhão de combustível na BR 316 na madrugada do dia 05/02/2019.

O fato ocorreu na BR 316, no Posto AZUL no povoado Pau Cheiroso. Os suspeitos foram apresentados à Delegacia de Polícia Civil para que sejam tomadas as providências cabíveis.

ASSCOM  17ºBPM

Distanciamento de Bolsonaro provoca estado de desinformação da mídia

Destacado

Lorotas nos jornais são produto da desinformação garantida pelo presidenteR

O presidente Jair Manchetes sobre ‘inquietação dos militares’ se deve ao silêncio das fontes, inclusive Bolsonaro. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Diante de notícia sobre “inquietação dos militares”, desconfie, mas se a manchete destaca “generais preocupados com recuos do presidente”, tenha certeza: é mentira. Muitos jornalistas sem fontes não deveriam fazer isso, mas optam pela fantasia aparentemente porque não falam com ninguém no Planalto. Eles mal sabem que, disciplinados, militares batem continência e todos – todos – têm Bolsonaro como ídolo. Mas há um culpado pela desinformação na grande mídia: o próprio presidente. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Bolsonaro se incomoda demais com a imprensa para alguém que a despreza. Seria mais inteligente ocupar seus espaços.

“A mídia é feita para governados e não para governantes”, diz o vice Mourão, que usa bem o espaço “naturalmente reservado” na mídia.

Bolsonaro recebeu 11 jornalistas para uma conversa promissora, mas o barato dele é outro: redes sociais, onde se sente bem mais à vontade.

À aproximação de Bolsonaro, no quotidiano do Planalto, militares de qualquer patente até se emocionam. A cada contato, a cada “bom dia”. Fonte Claudio Humberto

JOSÉ MÁRCIO COUTO O brasileiro anda muito mal acostumado

Destacado

É, o brasileiro anda muito mal acostumado, mesmo. Uma década e meia recebendo, calado, as atrocidades cometidas pela esquerda vermelha que se assenhoreou do País e, numa ditadura velada, fazia o que queria com o povo, apoiado pelos amigos do rei e pelos interessados em ‘nacos’ de poder.

Todo santo dia eram absurdos atrás de absurdos que os governantes praticavam e ai daqueles que discordassem, eram execrados e chamados de retrógados, fascistas, conservadores e desprovidos de visão já que, tudo era para um Brasil melhor no futuro.

Muito bem, o futuro chegou e o que aconteceu? O Brasil ficou estagnado no ranking de desenvolvimento humano das Nações Unidas, que mede o bem-estar da população considerando indicadores de saúde, escolaridade e renda. Dentre um conjunto de 189 economias, segundo dados recentes divulgados pelo PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, o país se manteve na 79ª posição, atrás da Venezuela, de Cuba (tantos recursos brasileiros ali aplicados), do Panamá, de Trinidad & Tobago, da Sérvia e Croácia (ambos pós-guerra), do Cazaquistão, do Uruguai e outros.

O Brasil segue com elevada taxa de desemprego que se reduz, sim, mas, lentamente. Segundo o IBGE, 12,8 milhões desempregados (PNAD-IBGE, trimestre maio-julho 2018).

Agora, aparece um mandatário que fala abertamente sobre o que é destituído de sentido, de racionalidade, o que, simplesmente, não se enquadra em regras e condições estabelecidas de comportamento social e recebe uma enxurrada de protestos. Ah…

Calma aí gente, se nunca antes na história desse País alguém falou sobre o que era (ou estava) errado, agora vai se falar. É melhor já ir se acostumando.

Oposição para discutir reformas (necessárias, diga-se de passagem), aceita-se. Contestar o comportamento abjeto de uma geração que traz consigo o reflexo da falta de educação é, porém, inadmissível. Se há um desvio de conduta ele tem que ser apontado, sim, até para que uma cabível punição sirva de elemento impeditivo para uma reincidência. O que é que há? Então, porque vivemos uma democracia pode-se atacar e perverter costumes civilizados? Invoquemos, pois, o dito popular que proclama: “o direito de uns acaba onde começa o dos outros”. Isso envolve o bom senso, a ética, os valores morais e, também, direitos e deveres assegurados em Lei. Tudo tem um limite.

Nem pensem em me calar e me obrigar a ver mulheres ou homens desnudos, em praça pública, manifestando-se com gestos agressivos pelas obscenidades. Que respondam, de alguma forma, pelos seus atos.

Faz muito bem o Senhor Presidente da República em demonstrar seu repúdio a toda essa grosseria gratuita que nos impõe certa turma de desqualificados. Não aprenderam educação e limites em casa, que aprendam pelo rigor da Lei que se lhes deve aplicar.

José Márcio Couto é advogado.

Jovem magistrada expõe com clareza o alcance da atitude de Bolsonaro ao expor o vídeo

Destacado

2

A exposição nua e crua do estado de degradação moral de um povo é meio legítimo e eficiente de elevação do nível de consciência coletiva, na medida em que escancara as entranhas carcomidas do ambiente cultural em que estamos inseridos.

Nos processos judiciais, a prova documental (vídeos, gravações, etc.) tem muito maior poder persuasivo do que a mera prova testemunhal. A oitiva de uma testemunha leva o juiz para a cena do crime de forma indireta, enquanto um vídeo é capaz de transportá-lo diretamente para lá.

Expor a realidade ao grande público pela via visual faz com que haja um deslocamento da posição estratégica do povo no processo de tomada de consciência de sua condição histórica: de mero receptor inerte de discursos políticos ou morais, passa a ser testemunha ocular dos fatos.

É possível despir-se de discursos ideológicos, mas não do ambiente, imagens e influências estéticas a que se é exposto todo o tempo. Os engodos progressistas sobrevivem assim, pois não se trata da adesão racional a uma DOUTRINA, mas da atuação afetiva e profunda em uma CULTURA.

Nesse processo, evidencia-se correta a afirmação de Olavo de Carvalho quando diz que a guerra não é ideológica, mas sim, cultural. O processo de simples persuasão racional, ou seja, o simples discurso ideológico é absolutamente impotente para lidar com tais fenômenos.

Lutar contra o estado de coisas tem menos a ver com convicções e crenças do que com a linguagem, não somente a verbal, mas também a pictórica – a comunicação através de imagens – que domina sonhos e imaginação. Nessa esfera profunda do imaginário atua a guerra cultural.

Por isso, torna-se essencial deslocar a questão do campo da guerra ideológica (persuasão racional ou argumentativa), para o da guerra cultural, mostrando cabalmente a realidade nua e crua, sem tarjas, em vez de apenas discursar sobre ela de forma elegante, polida e aristocrática.

(Texto de Ludmila Lins Grilo. Juíza de Direito)

Ludmila Lins Grilo
Ludmila Lins Grilo

Polícia Militar emite nota sobre vídeo com crianças amarradas em Caxias

Destacado

As crianças foram agarradas tentando arrombar uma residência e quando foram capturadas já estavam com as mãos amarradas, afirma a PM

A Polícia Militar do Maranhão se manifestou por meio de nota sobre um vídeo que circulou nas redes sociais nesta sexta-feira (8), onde duas crianças aparecem sendo levadas por policiais com as mãos amarradas. O fato aconteceu no município de Caxias.
De acordo com a nota, os policiais foram acionados para atender uma ocorrência de arrombamento de residência no bairro Seriema.
Ao chegarem no local, os PMs perceberam que os arrombadores eram duas crianças e que as mesmas já estavam com os braços amarrados com corda. Segundo a PM, os próprios populares que capturaram e amarraram os menores até a chegada da viatura.
Para evitar que eles fossem hostilizados, os policiais resolveram levar os infratores direto para a delegacia, “da maneira em que se encontravam.”
A nota afirma que investigações já foram iniciadas para averiguar se houve alguma falha no procedimento e que a Polícia Militar do Maranhão não coaduna com “qualquer tipo de ação que atente contra a dignidade da pessoa humana e muito menos com maus tratos contra crianças e adolescentes.”

Urgente: Homem é morto com um tiro na cabeça em Chapadinha.

Destacado

Por: Blog do Foguinho, 08 de março de 2019.
Por volta das 20:30h desta sexta-feira, 08, um homem foi assassinado com um tiro na cabeça dentro de um bar na Avenida Gustavo Barbosa, em Chapadinha.

De acordo com informações, o homem identificado por “Cabeça” era proprietário do bar “Choop Delivery” e foi morto por uma pessoa que se passava por cliente, que teria puxado uma arma e atirado a queima roupa.
Após o homicídio o criminoso fugiu do local.

A Polícia Militar foi acionada e está averiguando as informações preliminares.

SERGIO MOURA Podemos ser prósperos, se os políticos deixarem

Destacado

A grande maioria dos brasileiros é miserável, pobre ou economicamente medíocre. Cerca de 65% dos ocupados, 60 milhões, vivem com até meio salário mínimo, e 112 milhões, 90% dos que têm rendimentos, com até R$1.300 por mês, em média. Embora estejamos entre as 10 maiores economias do mundo, a renda per capita do brasileiro oscila pela 70ª posição e seu salário médio é de menos de 1/6 do dos países desenvolvidos. Em meados do século 19, a economia do Brasil era cerca de metade da dos EUA, hoje retrocedeu para 10%.

Essa penúria nos expõe a constante desrespeito aos valores morais que fundamentam uma sociedade pacífica, harmoniosa e próspera, como vimos semana passada nos excessos carnavalescos. Vivemos num ambiente de desordem, de sujeira, de permanente risco de vida e de perda de propriedade, de desperdício do nosso dinheiro, de insegurança jurídica e de carência de meios para prover-nos dos serviços públicos de que necessitamos.

A principal fonte dessa atrocidade sempre foram as nossas instituições, a Constituição então vigente e as leis que ela acolheu. Igualmente, a atual Lei Magna, na sua hipocrisia, anuncia pomposamente a defesa da liberdade, da prosperidade e da igualdade de todos perante a lei, mas, internamente, faz valer o contrário destes princípios e cria castas de brasileiros que têm o direito de usar o patrimônio e a liberdade dos demais em benefício próprio, impunemente.

Precisamos de um caminho para obrigar nossos políticos a pensar seriamente no futuro dos nossos jovens, num mundo em que os vertiginosos avanços tecnológicos tanto podem ser usados a favor, como fizeram Coreia do Sul e Cingapura, quanto condenar a maioria deles a continuar na miséria, pobreza ou mediocridade econômica.

Quando as regras do jogo são ruins, o jogo é ruim, e destrói o talento dos jogadores.

Presidente decide intervir no MEC e fazer ‘uma limpa’ de gente que só atrapalha

Destacado

Planalto chamou ministro para informar da troca de assessores

R

Planalto chamou ministro para informá-lo da troca de assessores e secretários. Foto: EBC

O presidente Jair Bolsonaro decidiu iniciar uma espécie de “intervenção branca” no Ministério da Educação, chefiado pelo colombiano Ricardo Vélez. O ministro foi chamado ao Palácio do Planalto na quinta-feira (7) para ser informado da decisão do comando do governo de iniciar a substituição de assessores e secretários do MEC. Segundo fonte do Planalto, nesta fase inicial podem ser dispensadas até oito pessoas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A decisão de fazer “uma limpa” no MEC foi motivada por erros e constrangimentos provocados inclusive nas redes sociais.

Bolsonaro tem grande respeito pelo filósofo Olavo de Carvalho, mas não permitirá que ele administre o MEC por meio de “discípulos”.

Ao ser informado da decisão do Planalto, o filósofo foi às redes sociais pedir que seus seguidores abandonem o governo.

Procurado pela coluna, o Ministério da Educação não comentou as demissões até o fechamento desta edição.

91% aprovam Carnaval de Todos em São Luís, diz pesquisa

Destacado

Uma pesquisa feita com foliões que frequentaram o Carnaval de Todos em São Luís mostra que a festa foi aprovada por 91% dos entrevistados. O levantamento realizado pelo Instituto Interpreta, a pedido do Governo Maranhão, foi divulgado nesta quinta-feira (7)

A pesquisa foi feita no Circuito Beira Mar, nos dias 3, 4 e 5 de março, com 600 pessoas. A margem de erro é de 4 pontos porcentuais.

Questionados se aprovam ou não o Carnaval em São Luís, 91% disseram que sim. Ou seja, nove em cada dez pessoas. Outros 6% disseram não aprovar. E 3% não souberam responder.

“Foi o melhor Carnaval do Maranhão. Colocamos como um dos maiores carnavais do Brasil. O Circuito Beira Mar se consolidou, entre outros locais já tradicionais, como a Madre Deus. Entramos no roteiro nacional do Carnaval”, disse o secretário de Cultura do Estado, Diego Galdino, durante a apresentação da pesquisa.

Segurança levou tranquilidade aos foliões

Policiamento

A pesquisa também avaliou a questão da segurança. Do total de entrevistados, 84,5% classificaram o policiamento como ótimo ou bom. A fatia de ótimo foi de 54%. A de bom, de 30,5%.

Para 13%, o policiamento foi regular. A fatia de ruim foi de 0,83; e a de péssimo, 1,5%.

De acordo com Rodrigo Lago, secretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), a consolidação do Carnaval maranhense está relacionada aos investimentos em segurança.

“Foi um Carnaval muito seguro. Marcou a consolidação do Circuito Beira Mar. Os investimentos em segurança feitos desde 2015 trouxeram um resultado muito positivo para o Carnaval deste ano. Até pouco tempo atrás, São Luís integrava a lista das 50 cidades mais perigosas do mundo”, disse.

Retorno

O Instituto Interpreta mediu ainda a intenção de os turistas de outros Estados voltarem a São Luís. Cem por cento deles disseram que pretendem retornar à capital maranhense.

Para o secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, “esses números demonstram que o Governo do Maranhão caminha num sentido muito positivo e que devemos concentrar esforços para melhorar ainda mais as estatísticas”.

Investimentos e turismo

Na entrevista coletiva para tratar da pesquisa, os secretários também divulgaram números sobre os investimentos no Carnaval de Todos. A festa foi feita pelo Governo do Maranhão e Prefeitura de São Luís, com o apoio cultural do Grupo Mateus.

Foram investidos R$ 11 milhões em estrutura, pessoal e apresentações. No total, foram mais de 260 atrações, entre blocos tradicionais, alternativos, turmas de samba, tambor de crioula e shows, com predomínio de artistas locais, selecionados mediante credenciamento, processo transparente e democrático de contratação artística.

Cerca de 500 mil pessoas passaram pelos circuitos oficiais da festa em São Luís: Beira Mar, Madre Deus, Ceprama e Lagoa.

Rede hoteleira

A ocupação hoteleira ficou em 73% em São Luís, 23 pontos acima que no mesmo período do ano passado. Em Barreirinhas, ficou em torno de 80%.

Acessibilidade

O Carnaval de Todos também garantiu acessibilidade: área coberta com vista privilegiada para as atrações reservada para cadeirantes na Beira Mar e no Ceprama; intérprete de libras na Beira Mar e Ceprama; banheiros químicos adaptados em todos os circuitos; assentos preferenciais para idosos, pessoas com mobilidade reduzida e surdos nas arquibancadas do circuito Beira Mar.

O Projeto Travessia levou mais de 150 cadeirantes aos circuitos de folia nos cinco dias de carnaval em São Luís.

Número de acidentes e mortos em rodovias do Maranhão cai pela metade durante o Carnaval

Destacado

De acordo com o balanço divulgado pela PRF-MA, foram registrados somente 19 acidentes e cinco mortos durante os seis dias de operação.

Por G1 MA — São Luís, MA

Resultado de imagem para Número de acidentes e mortos em rodovias do Maranhão cai pela metade durante o Carnaval

A Polícia Rodoviária Federal do Maranhão (PRF-MA) divulgou nesta quinta-feira (7) o balanço final da Operação Carnaval, que foi realizada em rodovias de todo o estado. De acordo com os dados, nesse ano, houve uma diminuição pela metade no número de acidentes com mortos e feridos em relação ao ano passado.

A operação registrou 19 acidentes, com 17 feridos e cinco mortos. Somente em 2018, no mesmo período, foram contabilizados 29 acidentes, 31 feridos e dez mortos. Os trabalhos de fiscalização foram realizados desde a última sexta (1º) até nessa quarta-feira (6), nas principais rodovias de todo o Maranhão.

Segundo a PRF-MA, 3.061 veículos e 3,3 mil pessoas foram fiscalizadas e 1.089 multas foram aplicadas. Desse quantitativo, 785 foram aplicadas por excesso de velocidade constatado pelo radar móvel; 21 foram aplicadas a motoristas que dirigiam com teor de álcool maior que o permitido; 97 por ultrapassagens proibidas; 70 pelo não uso do cinto de segurança do motorista ou passageiro e outras 90 aplicadas aos motociclistas e passageiros pelo não uso de capacete.

Além disso, 12 pessoas foram detidas, dois veículos foram recuperados e 42 auxílios a usuários e motoristas foram prestados pelas equipes da Polícia Rodoviária Federal.

Para a PRF-MA, a diminuição no número de registros de acidentes e mortes foi ocasionada por conta da intensificação das fiscalizações com bafômetros, radares portáteis, além da maior conscientização e prudência por parte dos motoristas, em obedecer as leis de trânsito.

Acidentes de trânsito registrados durante o Carnaval 2019 no Maranhão

AnoAcidentesFeridosMortos
201919175
2018293110

Fonte: Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA)

Rodovias sem trânsito intenso

Durante as fiscalizações, a fluxo de veículos que saiam de São Luís para outras cidades do Maranhão na sexta-feira (1º) e no sábado (2), foi considerado tranquilo. Somente na quarta-feira (6), as equipes da PRF registraram pequenos pontos de lentidão, como na BR-402 entre os municípios de Morros e Rosário.

APENAS SEIS DEPUTADOS FEDERAIS DO MARANHÃO ABREM MÃO DE BENEFÍCIOS NA CÂMARA

Destacado

Dois 18 deputados federais do Maranhão na atual legislatura, apenas seis optaram por não receber auxílio-moradia de R$ 4.253,00 e nem ocupar um imóvel funcional custeado pelos cofres públicos da Câmara dos Deputados.

O levantamento foi feito pelo site ATUAL7 em dados do Portal da Transparência da Casa, nesta quarta-feira 6.

Até agora, dos 12 parlamentares que decidiram não abrir mão dos benefícios, oito escolheram ocupar um imóvel funcionar, e quatro recebem auxílio-moradia.

Os que rejeitaram os dois benefícios são: Eduardo Braide (PMN), Josimar Maranhãozinho (PR), Júnior Lourenço (PR), Gil Cutrim (PDT), Pedro Lucas (PTB) e Edilázio Júnior (PSD).

Já entre os que recebem reembolso para locação de imóveis na Capital federal, estão: Zé Carlos (PT), Bira do Pindaré (PSB), Márcio Jerry (PCdoB) e Cléber Verde (PRB).

Aparecem utilizando apartamentos bancados pela Câmara os deputados Pastor Gildenemyr (PSL), João Marcelo Souza (MDB), Hildo Rocha (MDB), Juscelino Filho (DEM), Aluísio Mendes (Pode), André Fufuca (PP) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB) – que se licenciou do mandato há poucos dias para comandar a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes).

Segundo a Câmara dos Deputados, o uso dos privilégios é legal, cabendo a cada parlamentar aceitar pegá-los ou não. Aos que escolhem receber o penduricalho, cabe também tentar convencer o eleitorado de que os pagamentos são honestos e apropriados.

Fonte: Atual7

Procurado pela polícia por agredir ex-namorada é preso em Imperatriz

Destacado


Fernando era procurado desde o início do mês de fevereiro quando agrediu a ex-namorada com socos.

Fernando Alves Pereira foi preso na manhã desta quarta-feira (6) após estar rondando o estabelecimento em que a ex-namorada trabalha, no bairro Vila Nova.
Segundo informações da Patrulha Maria da Penha, ele tentou fugir da polícia, mas foi agarrado no Centro de Imperatriz, em um condomínio.

Fernando era procurado desde o início do mês de fevereiro quando agrediu a ex-namorada com socos. A vítima fez o boletim de ocorrência na delegacia e também solicitou medida protetiva que foi concedida por um ano.
Pela determinação da Justiça, Fernando deveria manter distância da ex. 

Além do cumprimento do mandado de prisão que já existia em nome dele, o agressor foi autuado pelo descumprimento da medida protetiva.

Acidente com motos deixa duas mulheres feridas em Coroatá

Destacado

As vítimas foram atendidas por uma equipe do SAMU e em seguida encaminhadas para o Hospital Macrorregional de Coroatá. 


Duas mulheres ficaram feridas após se envolverem em um acidente de moto no bairro da Trezidela, em Coroatá, na manhã desta quarta-feira (06). As duas estavam na garupa de uma motocicleta quando esta colidiu contra outro veículo.

As vítimas foram atendidas ainda no local por uma equipe do SAMU e em seguida encaminhadas para o Hospital Macrorregional de Coroatá.

Uma das mulheres, identificada como Kelly, teve apenas escoriações leves pelo corpo. Já a outra, identificada como Jheniffer, precisou ser levada às pressas para a UTI – segundo informações não oficiais, teria uma perfuração no tórax e outra no pulmão.

O rapaz que levava as duas vítimas não foi identificado, assim como o condutor do outro veículo envolvido no acidente.

MARIA JOSÉ ROCHA LIMA Justiça e Primeira Infância

Destacado

É hora de se estabelecer uma coalizão de todos os que querem ver uma verdadeira mudança na vida das crianças pequenas e na vida cultural e econômica brasileira. Nenhum problema pode ser superior em importância e gravidade ao da educação das crianças de zero a seis anos. Não há problema mais grave do que o abandono, a negligência, os abusos praticados, pelo estado e pelas famílias, contra crianças pequenas, nem mesmo os problemas econômicos podem lhe disputar a prioridade.

É impossível desenvolver as forças econômicas e culturais de um país, sem desenvolver as aptidões para a invenção e para o empreendedorismo, fatores decisivos para crescimento da riqueza de uma nação.

Investir na Primeira Infância, depois de saber que o cérebro do ser humano atinge o pico de sua atividade por volta dos 2 anos de idade, é uma providência humana e econômica, pois, além dos ganhos na formação de habilidades, criatividade e iniciativas, evitaríamos dispêndios com cárceres, com evasão escolar, com violência escolar, urbana e doméstica.

Não há nada mais justo, mais nobre e mais humano do que lutar por essas crianças. Não se pode falar em humanidade quando mantemos as crianças pequenas em situação de pobreza, sem buscar solução para acabar com o problema. Não haverá justiça, se não nos indignarmos e lutarmos contra o abandono das crianças, oferecendo – lhes abrigo. Não é justo escutar o grito fraco de socorro das crianças, sem levantar uma voz forte de socorro em favor delas.

Ser humano é perceber a solidão, o desamparo, a agonia impensável de uma criança e oferecer atenção, cuidado, calor e abraços; é notar a incapacidade de defesa e invisibilidade da criança e garantir justiça.

Os bebês humanos nascem incompletos, aliás, os únicos do reino animal que exigem educação e cuidados ao nascer. Não sendo atendidos, sucumbem, diferentemente de outros animais, que nascem com um arsenal de instintos. O bebê não nasce pronto, as interações e experiências da criança são decisivas na primeira infância.

Ver o que se passa dentro da cabeça das nossas crianças é só um primeiro passo. Ainda há muitos mistérios e perguntas que, com sorte, poderão ser respondidos nos próximos anos, com

os estudos das Ciências Humanas, da Psicologia, da Psicanálise, da Pedagogia, das Ciências Biológicas e das Ciências Médicas, especialmente da Neurociência, sobre o desenvolvimento do cérebro, não só nos níveis aos quais a neurociência aborda, que são células, tecidos e o cérebro, mas também nos níveis abordados por outras áreas, como a sociologia e até pela economia. Isso não esgota a explicação de como as crianças aprendem, mas oferece um aporte significativo de conhecimentos.

A sociedade brasileira precisa entender que educar os menorezinhos é investimento urgente e fundamental. É preciso investir no pré-natal, nas creches e nas pré- escolas formando bem e atualizando sempre seus professores, especialistas e gestores para a salvação das crianças e do Brasil.

Motociclista morre em acidente grave na BR-402 em Humberto de Campos

Destacado

No início da noite de terça-feira (05), no km 94 da BR 402, um pouco antes do retorno de acesso ao município de Humberto Campos/MA, aconteceu uma colisão entre uma motocicleta e um veículo de passeio, que resultou na morte do motociclista.

Por volta das 18h20, o condutor de uma moto Honda CG 160 Fan, de cor vermelha, trafegava no sentido Morros – Barreirinhas, quando houve uma colisão frontal e lateral de um veículo Honda City, de cor preta, que trafegava no sentido contrário.
O motociclista, identificado como Bruno Souza Lisboa, nascido em São Luís, no dia 26 de fevereiro de 1995, teve morte imediata. O condutor do outro veículo se evadiu sem prestar socorro.

A causa do acidente está sendo investigada pelos policiais rodoviários federais que atenderam a ocorrência.  A princípio foi divulgado que o acidente teria ocorrido porque o motociclista teria invadido a pista contrária. Mas o cenário do acidente, de acordo com a polícia, leva a entendimento diverso. Blog do Gilberto Lima

Homem é assassinado a tiros na cidade de Codó

Destacado

A Polícia trabalha com a hipótese de crime por encomenda motivado por vingança, já que a vítima já havia registrado boletim por recentes ameaças de mortes. |


O magarefe Antonio José Guilherme Loura foi assassinado nesta segunda-feira (04) no bairro Trizidela, na cidade de Codó-MA.

Um vídeo divulgado pela imprensa local, mostra a vítima no chão com uma das pernas debaixo da moto que usava.

Informações do repórter policial Sena Freitas (FCTV), dão conta de que dois homens chegaram numa motocicleta, aproximaram-se e o garupa atirou na cabeça do magarefe que morreu no local.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de crime por encomenda motivado por vingança. Na delegacia, a vítima já havia registrado boletim comunicando recentes ameaças de mortes. Ninguém foi preso até agora.

Fotos e informações: blog do Acélio 

Mulher morre e motociclista fratura perna em colisão com ônibus na Avenida dos Africanos

Destacado

Ana Carolina, de 24 anos, estudante universitária, residente no bairro Liberdade, morreu no local do acidente. O motociclista Adanilson, residente no Parque dos Nobres, fraturou uma das pernas.

Uma mulher morreu e um motociclista fraturou uma perna em um acidente grave na Avenida dos Africanos, na saída do bairro Filipino e nas proximidades da Fundação Bradesco, por volta de 17h20 desta terça-feira (05).
A mulher foi identificada como Ana Carolina, de 24 anos, estudante universitária, residente no bairro Liberdade. O motociclista foi identificado apenas como Adanilson, conhecido como “Adan”, residente no Parque dos Nobres.

Pelas informações colhidas no local do acidente, o motorista do ônibus da linha João Paulo/Monte Castelo não observou a motocicleta e fez a conversão à esquerda para acessar a pista contrária, no sentido Centro/Avenida dos Franceses.

O motociclista seguia no sentido Avenida dos Franceses/Centro e não teve como evitar a colisão contra o ônibus. Com o impacto, Ana Carolina foi arremessada, bateu a cabeça no meio-fio e morreu de traumatismo craniano.

Segundo testemunhas, o capacete sacou da cabeça da vítima no momento em que ela foi arremessada da motocicleta. Carolina deixa um filho menor.

Adanilson foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão 1. Após a colisão, ele ficou agarrado à moto, sendo arrastado por alguns metros no asfalto. Ele teve fratura no fêmur.
O motorista do ônibus permaneceu no local do acidente e teria assumido a culpa. Fonte Gilberto Lima

Mônica Bérgamo ataca a polícia e recebe resposta do juiz Marcelo Bretas

Destacado

8

Conhecida pelas reportagens de “veracidade questionável” e distorções de fatos, a jornalista da Folha de S. Paulo, Mônica Bérgamo, perambula decrépita e sem sossego pelas redes sociais.

Após compartilhar um estudo e deixar nas entrelinhas que os policiais são como uma indústria da morte e ainda por cima, racistas, a jornalista recebeu uma resposta do juiz federal Marcelo Bretas. Bérgamo confabula da delirante crença das esquerdas de que é a “opressão das polícias” que gera a violência.

Veja a resposta de Bretas:

Marcelo Bretas@mcbretas

Policiais também morrem…
Em determinadas circunstâncias, que só podem ser avaliadas casualmente e pelas autoridades competentes, a POLÍCIA DEVE usar a força, e eventualmente até mesmo MATAR.
Isso não é novidade. Está na lei.

ROBERTO ROCHA Sobre a reforma da Previdência

Destacado

Há basicamente dois pontos na proposta da reforma da previdência, sobre os quais nós, no PSDB, não concordamos. São eles, a mudança na idade da aposentadoria rural da mulher e o Benefício da Prestação Continuada.

Preocupado especialmente com o efeito dessas medidas no Maranhão, onde 85% dos benefícios são do tipo rural, solicitei à Consultoria Legislativa do Senado um estudo do impacto fiscal dessas medidas em comparação com o total estimado para a reforma.

O estudo demonstrou que o impacto, em dez anos, corresponderia a apenas 1,2% do total da reforma. Portanto muito baixo para o custo social dessas medidas.

Estive com o presidente Bolsonaro, no início da semana onde, dentre vários assuntos tratei desse tópico e disse a ele que, na condição de líder do PSDB, não teríamos como dar apoio a essas medidas. O presidente entendeu perfeitamente.

Em seguida encaminhei duas emendas para o líder do meu partido na Câmara, onde está atualmente tramitando o projeto. Essas emendas visam manter inalterada a idade mínima da mulher rural, que já é de 55 anos, resguardando o tempo mínimo de contribuição, de 15 anos. Assim como aperfeiçoar a alteração proposta pelo governo para o Benefício de Prestação Continuada (BPC), através de um escalonamento no pagamento que preserve o esforço contributivo – dos que podem contribuir – distinguindo seu benefício daquele de quem não contribuiu.

Essas medidas mantém o espírito da separação entre a Previdência e a Assistência Social e contribuem para mitigar o risco de desproteção da mudança, privilegiando a intenção do governo de ampliar a cobertura do benefício e diferenciá-lo das aposentadorias.

Roberto Rocha é senador da República.

Lava Jato investiga suspeita de desvios de dinheiro do ProUni e Pronatec

Destacado

Esquema pode ter favorecido donos de universidades privadas

R

Lava Jato da Educação apura esquema em programas bilionários de ensino técnico e superior. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A operação Lava Jato da Educação devassa esquema de corrupção no MEC envolvendo programas como Universidade para Todos (ProUni) e de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), de orçamento bilionário. Criado em 2005, a pretexto de dar bolsas a alunos pobres, o ProUni foi uma boa ideia que se transformou em um novo cartório de transferência de dinheiro público para donos de universidades privadas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Com renúncia fiscal de mais de R$100 milhões e gastos de R$1,6 bilhão, o ProUni concedeu mais 417.276 bolsas em 2018.

Outro foco da Lava Jato da Educação é o Pronatec, que em 2018 consumiu R$141,2 milhões dos contribuintes.

A devassa que a Lava Jato promove no Pronatec alcança também entidades do Sistema S, sobretudo CNI. Meteram a mão para valer.

A investigação é uma das principais metas no Ministério da Educação dentro do plano de ações dos 100 primeiros dias do novo governo.

Acidente no centro de Vargem Grande deixa um lesionado

Destacado

Eram aproximadamente 5h da tarde quando uma saveiro que trafegava no sentido centro rumo a BR 222, chocou-se com uma moto que transita na rua Benedito Alexandrino rumo portal da cidade.

De acordo com testemunhas, a saveiro de motorista e placas desconhecidos, trafegava pela rua Dr. Abreu Bastos e no cruzamento com a Benedito Alexandrino, chocou-se com a moto pilotada por Acriseudo Pinto de Mesquita, de 58 anos de idade natural de Nina Rodrigues.

Com o impacto a vítima caiu e teve lesão no ombro e na clavícula do lado esquerdo. A vítima foi encaminhada ao Hospital Benito Mussoline onde recebeu os primeiros socorros e foi encaminhado para o hospital Macro regional de Coroatá.

Apesar do impacto, Acriseudo ainda conversou com o titular do blog e disse que estava apenas sentindo dores no braço e ombro, e que iria fazer exames mais apurados para saber se realmente tinha fraturado a clavícula como existe a suspeita.

Antigamente a segurança das festas era feita com uma assinatura

Destacado

Resultado de imagem para ilustração de carnaval

Lembro-me dos tempos de nossa adolescência, em que em grupos nos dirigíamos para a cidade de Chapadinha para participar das festas que aconteciam no Aldeota Club. A cidade conhecida como Chapada das Mulatas, atraía a presença de muitos jovens que desejavam conhecer e desfrutar da companhia das belas e educadas jovens de Chapadinha.

Saíamos sempre em ônibus, (carro de passeio era propriedade de poucos) e nos hospedávamos na casa do nosso saudoso amigo Seu Sandoval, que sempre nos recebia com gentileza, presteza e bons conselhos.

Existia da nossa parte, a obrigação de chegarmos cedo na cidade, pois só assim, daria tempo seu Sandoval assinar as nossas fichas de ingresso nas festas. Essas fichas eram levadas ao Club que após apreciada pela diretoria, aceitava ou negava o pedido dos postulantes.

E assim, Pedro Sampaio, Ferreirinha Filho, Walderzeno Abreu, Djalma Rodrigues Filho e José de Fátima entre tantos outros de Vargem Grande,viajávamos cheios de esperanças de encontrar o amor de nossas vidas na vizinha e hospitaleira cidade de Chapadinha. Tínhamos por lá amigos que nos assessoravam, como Zé Baleco, Jefferson Portela e Nonatinho Carneiro. Alguns dos nossos amigos daquela época, gostaram tanto da convivência e da receptividade, que contraíram matrimônio com as jovens Chapadinhenses.

E quem ousava fazer algo que fosse de encontro as normas e regras do Aldeota? Só quem estivesse disposto a não participar mais daquelas animadas festas. E quem diria que após a assinatura e aprovação do nosso cadastro entravamos de graça? Ledo engano, tinahmos que pagar na portaria como chamávamos.

Naquela época não existiam os Conselhos Tutelares, e apesar disso, ninguém roubava, ninguém se drogava. No máximo antes da festa na praça da Bandeira tomávamos um garrafa de praianinha, pois dentro do club, era proibido venda de bebidas quentes. O que não era proibido era a venda de todo tipo de cerveja como se ver hoje nos espaços públicos, que são alugados por uma cervejaria de determinada marca.

Mas era assim, após as festas íamos para as casas do senhor Sandoval ou aproveitávamos algum tempinho para fazer uma serenata para as jovens que tínhamos acabado de conhecer nas festas. Essas serestas eram sempre acompanhadas pelos olhos vigilantes do delegado Cloves e seu grupo de policiais.

Pois é, hoje as festas são promovidas a céu aberto, com policiais militares e civis, guardas municipais, e seguranças particulares, e mesmo assim, os pais ficam em suas casas em orações, pedindo ao Criador de todas as coisas que devolvam seus filhos são e salvos para o convívio familiar.

EM ESTREITO, UM GUARDA MUNICIPAL EVITA ROUBO A CARRO DE BLOGEUIRO

Destacado

FacebookTwitterPrintCompartilhar

Um Guarda Civil Municipal de Estreito identificado como Deusivaldo, estava apaisana na manhã deste domingo (3), e conseguiu evitar o roubo de um veículo na Avenida Santos Dumont, no corredor da folia, atrás do palco onde se apresenta as bandas do carnaval.

Deusivaldo passava pela rua e percebeu a ação do assaltante que usando uma bloquete quebrou o vidro do carro. Em uma ação rápida e eficaz o argente conseguiu evitar o roubo e prender o suspeito, por telefone o argente pediu reforço de uma viatura da GCM, que conduziu o indivíduo para delegacia onde foi entregue para autoridade de plantão.

O veiculo pertence ao Blogueiro Junior Castro do Portal Enquanto isso no Maranhão, bastante conhecido no estado.

Fonte: Neto Ferreira

Operação Lava Jato da Educação investiga negócios com bilhões do FNDE

Destacado

Orçamento de R$56,7 bilhões atrai negócios agora sob suspeita

R

Investigação se volta para orçamento de R$ 56,7 bilhões do fundo escolar

A Lava Jato da Educação, destacada nesta segunda (4) pelo presidente Jair Bolsonaro, dedica especial atenção aos negócios que se formaram em torno do fabuloso orçamento anual de R$56,7 bilhões Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), quase metade de todos os gastos com educação pelo governo federal. O FNDE banca merenda escolar, livro didático, compra ônibus para transporte escolar, financia creches, dá dinheiro às escolas etc. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A Lava Jato da Educação investiga, por exemplo, a concessão ilegal de bolsas de ensino a distância e maracutaias em universidades federais.

A investigação no âmbito do MEC nasceu de acordo firmado entre os ministros Ricardo Vélez Rodríguez (Educação) e Sergio Moro (Justiça).

Vélez Rodríguez diz que a ideia é apurar desvios praticados por quem usou o MEC e as suas autarquias como instrumentos para desvios.

Além do presidente, Carlos Bolsonaro também publicou mensagem prevendo escândalo no MEC para Lava Jato nenhuma botar defeito.

PM recaptura mais um foragido do CDP de Pedrinhas; oito continuam sendo procurados

Destacado

Policiais do 8º BPM recapturaram David Carvalho de Sousa, um dos dez detentos que fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP) do Complexo Penitenciário de pedrinhas, na madrugada desse domingo (3).
Pelas informações da PM, por volta de 20h30 desse domingo, a guarnição que estava no PB (ponto base), na Ponte do São Francisco, avistou o foragido aparentemente mancando e lesionado, na Avenida Marechal Castelo Branco.
Na abordagem, ele foi reconhecido pela guarnição como um dos fugitivos do sistema prisional. Ao ser perguntado sobre sua situação legal, ele afirmou ser um dos dez foragidos.

O detento foi levado ao Socorrao 1 para ser feito o procedimento médico, pois ele estava alegando que sentia muita dor.
Após atendimento médico, o David Sousa foi conduzido para o Plantão das Cajazeiras para serem tomadas as medidas cabíveis.
David Sousa é o segundo foragido recapturado. Na tarde de domingo, foi recapturado Clemerson Silva Ribeiro, de 18 anos, na Reserva do Batatã, localizada no Parque Estadual do Bacanga, em São Luís.
A polícia continua à procura dos outros oito prisioneiros foragidos. São eles: Natanael Moraes Viana, Wigleny Marques Ramos, Yan Henrique Trindade Rodrigues, Wanderson Ferreira Cruz, Teólo Carlos Mendes Ferreira, Robson Cesar Saraiva Gonçalves, Gerson Deivison Chaves Pereira e Felipe Menezes Câmara.

Desprezível, presidente do Instituto Lula trata velório do pequeno Arthur como “Festa”

Destacado

8383COMPARTILHARAM ISSO

Eles verdadeiramente se acostumaram com festas.

Para a claque petista, durante 16 anos tudo foi motivo para comemoração.

Mesmo velórios, representavam momentos de algum regozijo.

Celso Daniel, Eduardo Campos, Marisa Letícia e, mais recentemente, o próprio Vavá, irmão de Lula, foram casos tratados sem qualquer respeito por aquele que se foi e até efetivamente ‘comemorados’.

Assim, Paulo Okamotto, bate-pau de Lula, presidente da arapuca denominada Instituto Lula, durante o velório do pequeno Arthur, foi traído pela maldita língua e tratou o evento fúnebre com ‘festa’.

Lamentável!

Bequimão – Homem espanca e ateia fogo na casa da companheira

Destacado

Na manhã desta sexta-feira 1º, a Guarnição da Policia Militar da cidade de Bequimão, foi informada por populares de um espancamento que acontecia no povoado de Areal.
Um homem identificado como, Adriano Barbosa Ferreira, agrediu a sua companheira, Luciana Alves Cunha e ateou fogo na casa onde moravam.

A polícia se deslocou para o o referido povoado e chegando lá constatou a veracidade da denúncia. O acusado foi preso e apresentado na Delegacia de Policia da cidade.

NEY LOPES O café do Presidente com jornalistas

Destacado

A proposta de reforma da previdência social está sendo transformada em verdadeiro “maniqueísmo”, a filosofia religiosa persa do século III, que dividiu o mundo entre Deus e o Diabo, o bem e o mal (apoiadores e discordantes).

Não se nega que ela é absolutamente necessária. A grande questão será como executá-la. Há vários caminhos a serem trilhados, todos levando a resultados positivos no futuro, desde que se opte por medidas gradativas e temporárias (leis, por exemplo).

As posições inflexíveis, “donas da verdade”, radicais, maniqueístas, conduzirão o país a uma preocupante intranquilidade social.

A propósito, um fato chamou a atenção nos últimos dias.

O presidente Bolsonaro em café com jornalistas admitiu mudanças na proposta, resultantes do debate congressual, que se inicia.

O fato – absolutamente normal, como observou o vice Mourão- propagou-se como uma “catástrofe” pré-anunciada, no sentido de que o mercado desaprovara, condenara e “não aceitaria” mudanças no texto.

Percebe-se claramente “dirigismo”, na propagação dessas informações.

O debate nem se inicia no Congresso e já se colocam “ameaças”, “pressões”, como se apenas um caminho levasse a Roma.

Nunca é demais repetir que o básico da reforma previdenciária será eliminar e/ou reduzir o déficit atual.

Tudo bem.

Conclui-se que é necessário aumentar receitas, que não seja pela via da “mão única” de transferir ônus para assalariados, trabalhadores rurais e urbanos, servidores públicos, como está proposto na mensagem oficial ao Congresso.

A receita que falta poderá vir, também, (não se excluem do “sacrifício” as classes sociais citadas, com eliminação de abusos atuais) da tributação de lucros e dividendos (o mundo todo tributa), com redução do IR para alguns setores e sobre consumo, aumento da alíquota do imposto sobre herança e recriação da CPMF para grandes transações, na forma de imposto temporário (aí surge a experiência de adoção de leis temporárias).

É possível analisar um sistema previdenciário misto, na forma chamada de “multipilar”, incluindo até a capitalização, desde que o Estado seja corresponsável, em casos de insolvência de fundos de pensões, privados ou públicos.

Nessa ótica, as contas da Previdência seriam separadas de toda a parte assistencial (“benefícios sociais”), a ser financiada diretamente com recursos do Tesouro Nacional.

Outra fonte de receita seria um programa sério e racional de privatizações, envolvendo as 144 estatais, com exclusão daquelas consideradas estratégicas, como a Petrobras, Banco do Brasil, Eletrobrás.

No café recente com os jornalistas, o Presidente Bolsonaro, em atitude democrática, previu que o Congresso soberanamente poderia “ajustar” a proposta enviada, de acordo com o interesse nacional.

Por que o “mercado”, que prega tanto a liberdade ampla, total e irrestrita, insinua não conformar-se com um princípio democrático inalienável, que é a autonomia do Congresso Nacional?

Afinal, está provado que o século XVIII não tinha razão, quando Adam Smith no livro “Riqueza das Nações (1776)”, defendeu a ideia da mão invisível do mercado, que controlaria a economia, balanceando oferta e demanda, sem a presença do controle estatal.

A evolução histórica demonstrou que o mercado sem “regulações” pode levar a sociedade ao caos econômico e situações de crise.

A regulação protege o próprio empreendedor, por exemplo, da concorrência predatória.

Esses mecanismos não estatizam a economia, nem tão pouco intervêm na liberdade econômica. São normais nas maiores economias de mercado do mundo.

Recentemente, os Estados Unidos pararam “economicamente” por mais de um mês com o “shut down”, resultado de polêmica entre republicanos e democratas, na construção de um muro na fronteira com o México.

Nem por isso, as empresas fecharam, instalaram-se em outros países, renunciando participar de um mercado de grande dimensão como o americano.

A reforma previdenciária brasileira terá que ser feita, disso ninguém tem dúvida.

A influência do mercado existirá, sem, entretanto, ser decisiva e prioritária.

Aprovada a reforma, não haverá dúvidas de que o mercado se adaptará e trabalhará de acordo com as novas regras.

Assim acontece no mundo todo.

Não se justifica, portanto, a difusão dessa exagerada importância dada ao “mercado”, chegando a amedrontar a sociedade ao colocá-lo como agente supremo e definitivo para ditar no nascedouro as regras das mudanças.

A conclusão final é que, diante da crise econômica do país, não há dúvida de que a reforma terá que ser implantada. Porém, pela via de redução da despesa e criação de receita, com a “divisão justa de sacrifícios”, mantido o princípio de trabalhar e contribuir mais, em favor da eliminação do déficit.

A proposta em debate, infelizmente, elege “bois de piranhas” e protege o “andar de cima”.

Por isso, ela terá que ser melhorada, já que o princípio do combate ao déficit previdenciário deve ser a bussola que guiará o país para o futuro.

Menores são apreendidos após assalto a ônibus na BR-135 em São Luís

Destacado

Policiais do 21º BPM apreenderam três menores envolvidos em assalto a um ônibus na BR-135, nas proximidades da Vip Leilões, por volta de 12h10 desse sábado (02). Eles fizeram um raspa em todos os passageiros.
W.S.F, de 16 anos, A.R.O.M, de 15 anos e V.T.F.C, de 13 anos, são moradores do Residencial Amendoeira, na zona rural de São Luís.
Segundo informações da PM, após ser comunicada sobre a ocorrência do assalto, a guarnição passou a fazer diligências e avistou os suspeitos na Avenida Principal do bairro Maracanã.
Na abordagem, os policiais encontraram todo o material roubado das vítimas.   

Foram apreendidos 10 celulares, duas facas, uma mochila com vários pertences pessoais, uma bolsa feminina, dois relógios, uma caixa de som, uma carteira, dois anéis dourados, um par de brincos dourados, R$ 215, além de outros objetos.
Os três foram apreendidos e levados à Delegacia da Cidade Operária (Decop) para as medidas cabíveis. O caso deverá ser encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

A quem atendem a OAB e o magistrado que suspendeu a investigação no caso Adelio

Destacado

1

A linha de investigação mais robusta e que fatalmente poderia levar a Polícia Federal a desvendar o atentado praticado contra o Presidente Jair Bolsonaro, é aquela buscava desvendar a origem dos honorários recebidos pelo batalhão de advogados encarregados da defesa do criminoso.

Há poucos dias, após reunião havida entre Jair Bolsonaro, Sérgio Moro, a cúpula da Polícia Federal e o delegado que preside o inquérito do caso, ficamos sabendo que as investigações estavam se aproximando da reta final.

Surpreendentemente, nesta sexta-feira (1º) foi divulgado que, atendendo um pleito da Ordem dos Advogados do Brasil, o desembargador Néviton Guedes, do Tribunal Federal de Recursos da 1ª Região (TRF-1), determinou a suspensão da investigação da Polícia Federal que realizou buscas no escritório do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, o principal advogado de Adelio Bispo.

A decisão impede a PF de identificar quem está por trás da defesa do criminoso e que certamente tem interesse direto no caso.

Só para constar, vale salientar que a OAB é presidida atualmente por Felipe Santa Cruz, advogado com fortes laços com políticos do PT.

Já o desembargador Néviton Guedes, por sua vez, foi nomeado para o cargo pela ex-presidente Dilma Rousseff e é um ardoroso crítico da Lei da Ficha Limpa. É também o mesmo que recentemente suspendeu os interrogatórios de Lula e Luleco na Operação Zelotes e o responsável por derrubar a decisão do juiz Ricardo Leite que suspendia o funcionamento do Instituto Lula.

IPOJUCA PONTES Assinante de ‘O Globo’

Destacado

Estando der viagem marcada, aproveitei a oportunidade e tomei providência que já devia ter tomado há muito tempo: encerrar a assinatura do Globo. A funcionária do setor insistiu para que voltasse atrás, mas não teve êxito. Então, passou a linha para outra funcionária afiançar que, em caso de viagem ao exterior, O Globo tinha “serviço internacional”. Se eu tivesse Smartfone… Cortei o papo em cima da bucha:

– Não uso celular – e desliguei o telefone.

Minhas relações com O Globo datavam de um pré-tempo sem memória. Em 1965, quando era repórter do Diário Carioca, por vezes cobrindo o Ministério da Justiça de Juracy Magalhães e assinando crítica de cinema, o secretário de redação era o respeitável Deodato Maia, figura sólida, de bigode denso e olhar agudo. O DC, que tinha mudado os padrões da moderna imprensa brasileira (“O máximo de jornal no mínimo de espaço”), fechou no dia 31 de dezembro, deixando veteranos do porte de Prudente de Moraes Neto, Antonio Bento, Renato Jobim, Sebastião Nery, José Auto, Carlos Alberto Oliveira (Cao), Milton Coelho da Graça, Ivan Lessa, Hélio Pólvora etc. – a ver navios.

Dias depois, no meio da zorra carioca, recebi recado de Deodato: ele iria exercer cargo de chefia na redação do Globo e estava convidando gente do extinto DC para trabalhar por lá, inclusive eu. Pensei, pensei, mas recusei o convite. E agradeci penhorado o gesto do ex-chefe. Meu caso, dali em diante, era fazer cinema, para o qual – julgava – havia nascido.

O segundo episódio data de 1989. Publiquei no Estado do S. Paulo, onde escrevia por obra e graça do Júlio Mesquita Neto, o artigo “Engenheiro do Caos”, traçando o perfil do sub-caudilho Leonel Brizola. No outro dia, Roberto Marinho, com a adesão de Evandro Carlos de Andrade, diretor de O Globo, transcreveu com destaque o artigo do Estadão. Tudo sem pedir autorização ou agradecer.

Em outra fase, quando escrevia no Jornal da Tarde, o pessoal da editoria do Globo passou a me telefonar, todos os dias, pedindo opinião sobre o que achava do noticiário local, internacional, os editoriais, a feição gráfica e até mesmo a foto escolhida para a 1ª página. Achava aquilo natural e manifestava, de graça, minhas observações, pois era assinante do jornal.

Por sua vez, o pessoal do engajado 2º Caderno, que tem no “meio mafioso” Barretão um padrão de decência no cinema caboclo, me apontava como o malvado coveiro da corrupta Embrafilme (de fato, uma das boas coisas que ajudei a fazer na vida).

Pois bem: certo dia, um redator amestrado informou que “Pedro Mico” jamais tinha sido exibido no Rio de Janeiro. Com paciência, juntei notas colhidas no próprio Globo, provando que o filme tinha sido exibido em circuito de 9 cinemas, durante várias semanas, com aplausos do mesmo 2º Caderno, além de mencionar as vendas internacionais do filme. O Globo enfiou a viola no saco e desmentiu a nota de um certo Hugo sei lá o quê. No dia seguinte, quando seu pessoal telefonou pedindo meus comentários, advinha só pra onde mandei eles irem?

De lá pra cá, o ex-jornal de Roberto Marinho (renegado, depois de morto, por editorial apoiando o “contragolpe” de 64) degringolou de vez. Tornou-se o anti-jornal, tocado por militantes 100% esquerdistas, viciados em distorcer os fatos, totalmente alheios à missão de informar. A coisa chegou a tal ponto que levas de leitores, sobretudo a partir do tratamento infamante dispensado a Jair Bolsonaro e seus filhos, estão cancelando suas assinaturas e dando um chega pra lá no jornal e sua patota vermelha.

Tomo aqui a liberdade de transcrever diálogo entre uma funcionária do jornal e um ex-assinante, a partir de áudio divulgado no site do Jornal da Cidade:

– Meu nome é Geisa, eu gostaria de falar por gentileza, com o Sr. Denílson.

D – É ele.

G – Sr. Denílson, eu estou como contato aqui do jornal O Globo a respeito de uma assinatura…

D – Sim.

G – O sr. chegou a mencionar que o cancelamento foi por causa da linha editorial, não foi isso?

D – Sim.

G – Eu estou entrando em contato, sr. Denílson, justamente para passar um feed back que está tendo várias reuniões para tratar dessa insatisfação que não é só do senhor. Os colunistas, principalmente, estão sendo alinhados. Nós gostaríamos dizer, antes do sr. encerrar a assinatura, que a gente está preocupada com a opinião dos nossos assinantes. E como há um acesso digital, o que é que a gente pensou? Sabemos que não é nada relacionado com valor, mas a gente pensou em deixar a assinatura durante os próximos 6 meses, sem fidelidade, por R$ 5,90. Dê um voto de confiança ao jornal… Em fevereiro o sr. vai notar alguma diferença porque a gente já está tendo mudanças… O Merval está se comportando de forma imparcial, o Gabeira é como sempre foi, a Miriam está mais focada em conteúdo de economia… Se o senhor achar que não tem mudança nenhuma, em março o sr. se comunica com a gente.

D – Não, não quero.

G – E se a gente conseguir por R$ 1,90 só para o sr. acompanhar o site?

D – Não quero.

Não sei se O Globo contestou ou não o áudio acima transcrito e abreviado (ainda exposto no site do Jornal da Cidade). É provável que o faça. Mas o fato é que no fim de 2018 o setor jornalístico do Globo, devido a crise que lá se instalou, demitiu cerca de 70 funcionários nas áreas de redação, fotografia e jornalismo on-line. Até o correto Arthur Dapieve, cria da casa, foi dispensado.

(Mencionei 2018, mas o fato é que já em 2006, a Globo Comunicação e Participações foi intimada a pagar R$ 2 bilhões à Receita Federal pelo envolvimento nos escândalos de sonegação fiscal, criação de empresas de fachada no exterior e manobras contratuais para transmissões de jogos de futebol, consideradas proibidas. Detalhe: dos R$ 2 bilhões, só houve o resgate da metade, restando a dívida de RS 1 bi, razão da ação judicial movida pela RF contra a Globo Comunicação).

Para completar, registre-se o empenho do Presidente Bolsonaro em estabelecer novos parâmetros, num país em bancarrota, para distribuição de verbas publicitárias do governo, principalmente na área televisiva, onde a Globo absorvia, sozinha, cerca de 60% dos bilionários recursos do setor – isto nos governos Lula/Dilma/Temer, tidos como vítimas da TV dos irmãos Marinho.

Resultado: o desespero tomou conta da Vênus Platinada e a saída seria pressionar, de forma sistemática, o Presidente e seus ministros. Com que fim?

Vejamos o que revela um áudio de funcionário da Globo sobre o cerco a Bolsonaro, vazado na Internet:

– A ordem das editorias é pra descer o pau no Bolsonaro em assuntos que possam remeter o nome dele para a população ficar batendo que o cara é homofóbico, que o cara é nazista… O cara não é nada disso. E muita gente aqui está sendo perseguida porque votou nele. A coisa está ficando feia. A Globo abriu pra seu exército de atrizes e de atores falar contra Bolsonaro… tá tudo certinho, entendeu? Qualquer coisa que possa acontecer de ruim no País é culpa do Bolsonaro, principalmente na GloboNews… Tá ficando um negócio nojento.

– Realmente, eles estão com muito medo. Eles sabem que não têm a mesma força que tinham no passado. A Globo não contava com a força do facebook, do instagram… O maior medo é do whatsApp, porque o whatsApp você não controla. E se eles tentarem controlar o whata App… neguinho vai entrar por outro aplicativo… É esse o maior medo. O Jornal Nacional, que dava 40 pontos de audiência, está dando 12 em certas praças. Ninguém está suportando mais. E o pior é se Bolsonaro abrir a caixa preta da Globo…

De minha parte, considero que o jornalismo impresso tem os seus dias contados, especialmente o jornalismo tendencioso: Internet, redes sociais, youtube, facebook, whatsApp são ferramentas (perdoem a má palavra) irreversíveis. Quem vai fazer assinatura de O Globo ou qualquer jornal tendo ao dispor milhares de sites democráticos, confiáveis e melhor escritos?

PS – Bolsonaro agiu e Sérgio Moro, ministro da Justiça, afastou Ilona Szabó do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Szabó é tida como assecla de George Soros, o megaespeculador do capitalismo selvagem e velho financiador do comunismo internacional, recentemente banido da Hungria.

Agora só falta enquadrar Mourão, figura do burlesco feito “popstar” da GloboNews, inimiga nº 1 do Presidente eleito.

Polícia prende suspeitos de explodir caixas eletrônicos do Banco do Brasil em São Luís

Destacado

Suspeitos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

Suspeitos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

A polícia prendeu na sexta-feira (1º) Franklin Lincoln Silva Araújo, Mira Fortes Tanikawa, Halisom Hansen Santos Rêgo, Francisco das Chagas de Moraes Filho e Gabriel Santos Lopes por serem suspeitos de explodir na madrugada do último dia 23 de janeiro os dois caixas eletrônicos da agência da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB), na Avenida dos Holandeses, no bairro Calhau, em São Luís.

Segundo a polícia, as investigações apontam que Halisom Hansen e Francisco das Chagas foram os responsáveis por explodir os caixas eletrônicos e retirar o dinheiro do local. Já os suspeitos Franklin Lincoln e Gabriel Santos ficaram no veículo e deram o apoio para a fuga. De acordo com os policiais, após a ação criminosa os suspeitos foram para a casa de Mira Fortes, onde realizaram a divisão do dinheiro.

A polícia diz que no momento da prisão de Francisco das Chagas ele foi flagrado na posse de duas caixas de munições 9mm e mais uma porção de maconha. Já Halisom Hansen foi flagrado com uma porção mediana de cocaína já pronta para a comercialização.

Todos os suspeitos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital, onde ficarão à disposição da Justiça.

Após a ação criminosa os suspeitos foram para a casa de Mira Fortes e realizaram a divisão do dinheiro — Foto: Divulgação/Polícia

Após a ação criminosa os suspeitos foram para a casa de Mira Fortes e realizaram a divisão do dinheiro — Foto: Divulgação/Polícia

Agências bancárias só voltam a abrir na quarta-feira às 12h

Destacado

Hoje (1º), véspera de feriado prolongado de carnaval, é o último dia de funcionamento normal dos bancos. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informa que as agências bancárias estarão fechadas para atendimento ao público na segunda-feira (4) e na terça-feira (5). Na quarta-feira de cinzas (06), os bancos abrirão a partir do meio-dia, com exceção do estado do Rio de Janeiro no qual, em função da Lei 8217 que estabelece feriado estadual, não há expediente em 6 de março.

A entidade lembra que a população pode utilizar os canais eletrônicos e correspondentes para o pagamento das contas. Além disso, os tributos que possuem código de barras podem ter o seu pagamento agendado nos caixas eletrônicos, no internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via DDA (Débito Direto Autorizado).

As contas de consumo (água, energia, telefone etc.) e carnês com vencimento em 4 ou 5 de março poderão ser pagas, sem acréscimo, na quarta-feira (6). Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais. Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, a sugestão é antecipar o pagamento.

Já para aqueles clientes que passarão a semana inteira viajando e não dispensam a ida a uma agência, é possível consultar o endereço dos bancos no site Busca Banco da Febraban. Basta acessar o link www.d.com.br e fazer a busca de acordo com o Estado e município desejado.

A ligação cheia de emoção de Gilmar para Lula o coloca em suspeição

Destacado

5

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, logo pela manhã manifestou condolências à família Lula da Silva, através do Twitter.

Não satisfeito, fez questão de fazer uma ligação telefônica e falar diretamente com Lula.

O fato marcante, segundo a Folha de S.Paulo, foi o choro de ambos os lados, demonstrando a imensa amizade que une o ministro ao ex-presidente.

Resta saber se por isso, Gilmar não deveria se declarar suspeito para votar em casos que envolve o amigo.

Ficou latente o forte laço afetivo.

Bar Flutuante de Pindaré-Mirim afunda

Destacado

O famoso bar, que chegou a ser um ponto turístico de Pindaré-Mirim por várias décadas, o “Flutuante”, afundou na tarde de quinta-feira (28). De acordo com as informações, o bar estava sem funcionar há vários meses e estaria em manutenção. No momento do ocorrido ninguém estava dentro do Flutuante.
A preocupação agora é com o perigo que a estrutura está oferecendo as pessoas que precisam fazer a travessia do Rio Pindaré e também para quem costuma tomar banho na área.
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente informou que será feito um Laudo Ambiental. “Será feito Laudo Ambiental, que será encaminhado em caráter de urgência para o Ministério Público e ao Fórum de Justiça, onde o proprietário será multado por uma série de impacto ambiental negativo. Solicitamos ainda que a comunidade de modo geral, que ao tomar banho no rio, não mergulhe nas proximidades do flutuante”, disse Nilton Carlos, secretário adjunto de Meio Ambiente de Pindaré Mirim.
Fonte: Portal Pindaré

Vargem Grande: Vereadores visitam Hospital Municipal Benito Mussoline e confirmam situação caótica

Destacado

Depois de inúmeras denúncias da população e preocupados com a realização do carnaval, vereadores atendem aos apelos e visitam o Hospital Municipal Benito Mussoline de Sousa, o único do município.

A visita foi de surpresa, porém, poucos instantes foram suficientes para confirmar a situação caótica em que se encontra o HBM.
Falta de medicamentos, ambientes insalubres e abandonados, macas rasgadas, móveis danificados e enferrujados, falta de estrutura para pacientes, acompanhantes e até para funcionários realizarem seus trabalhos, entre outras inúmeras irregularidades foram constatadas pela comissão de vereadores.
Uma moradora do povoado Alto Alegre, revoltada, relatou aos vereadores que foi obrigado a comprar o material descartável para que sua paciente pudesse tomar um soro e outros medicamentos. 
No momento da visita, o diretor do hospital falou aos vereadores que a única ambulância em funcionamento do município estava emprestado para o município de Nina Rodrigues e também confirmou, o flagrante da falta de medicamentos.
A gritante e periclitante situação em que se encontra o HBM, já implulsionou o Promotor André Charles Alcantara da comarca de Vargem Grande, visitar por duas vezes as instalações do HBM e constatar, in loco, a veracidade de tais denúncias. 
Participaram da visita ao HBM, o Presidente da Câmara Municipal, vereador Braga (PSDB), os vereadores Célio Mendes (PCdoB), Chico do Zé Pedro (DC), Jociedson de Aguiar (PMN), Trabulsinho (PSDB) e Neide Viana (PCdoB) que é membra da Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social. Fonte Thales Castro
Vejam + imagens:

MIGUEL GUSTAVO DE PAIVA TORRES Cuba e Brasil: objetos voadores não identificados

Destacado

Morde e sopra. Na tradição diplomática a reciprocidade é uma das regras de ouro. Expulsou de lá, expulsamos daqui, e por aí vai. É a paridade de armas, quando possível, no duelo diplomático. Não há amizade e consideração. Há interesses, e a profissionalíssima diplomacia cubana aplica essa vacina contra a retórica com máxima eficiência terapêutica.

Ingenuamente cheguei a acreditar que, com as desfeitas feitas ao Brasil nos episódios da Petrobrás e das negociações dos créditos alimentícios, o Itamaraty iria endurecer, como sempre fez, em casos semelhantes, inclusive com as grandes potências mundiais.

Nossa embaixada em Havana foi surpreendida quando soube, pela imprensa brasileira, que havia uma missão da Abin em Havana negociando eventual assinatura de acordo de cooperação com a Direção Geral de Informação de Cuba, para troca de informações e atuação conjunta.

A notícia estava causando grande rebuliço no Planalto e escândalo no Congresso Nacional, e nós, na embaixada em Havana, não tínhamos ideia do que estava ocorrendo nos bastidores das articulações políticas entre Brasília e Havana. Uma das principais atividades da Direção Geral de Informação de Cuba era a de prestar apoio a movimentos sociais e revolucionários e a partidos políticos aliados.

Essa visita de trabalho da Abin a Havana ocorreu no início de 2005, quando a Direção Geral de Informação de Cuba estava assumindo postos chaves na inteligência do governo bolivariano da Venezuela, em Caracas.

Na mesma época, como encarregado de negócios, recebi telefonema do Itamaraty transmitindo reclamações do Ministério da Aeronáutica sobre tráfego aéreo não autorizado de aviões cubanos no espaço aéreo brasileiro. Não tínhamos ideia do que estava no ar. Interpelamos por nota diplomática o Ministério das Relações Exteriores de Cuba para dar uma satisfação à aeronáutica brasileira. Não houve resposta escrita mas, por telefone, disseram tratar-se de falhas burocráticas, e ficou por isso mesmo. Havia, no entanto, um zunzunzum em Brasília, de que esses aviões não identificados estariam transportando equipamentos e recursos para os governos aliados de Cuba, na vizinhança brasileira.

Homem é morto a facada após perturbar a ex-companheira, em Codó

Destacado

José Edilson de Araújo Frazão, popularmente conhecido como PCC, foi morto, nesta quinta-feira (28), por volta das 3h20, com uma facada no peito na Travessa Agenor Monturil, bairro São Sebastião, em Codó.

Testemunhas informaram que a vítima teria pulado o muro da casa da ex-companheira e começou a perturbá-la. Ele foi surpreendido por um homem identificado apenas como Lucas que lhe desferiu a facada fatal no lado direito do peito.

O autor do homicídio é sobrinho da ex-companheira da vítima e fugiu após cometer o crime. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamado, mas já encontrou a vítima sem vida.

Equipes do 17º BPM estão em diligência para tentar prender o suspeito. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Caminhões não podem circular pela BR 135 das 06h às 20h de sábado entre São Luís e Itapecuru

Destacado

Paralisação dos caminhoneiros na Rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro.

AQUILES EMIR

Das 06h às 20h deste sábado (02) e no mesmo intervalo, na quarta-feira (06), caminhões estarão proibidos de circular pela BR 135 entre São Luís e em Entroncamento (Itapecuru-Mirim). É o que prevê Portaria da Polícia Rodoviária Federal (PRF) a fim de garantir maior a fluidez do tráfego de veículos na rodovia nos dias em que se registra mais movimento de carros ocupados por pessoas que vão passar o feriadão do carnaval fora de seus domicílios.

De acordo com a PRF, as restrições ocorrem em grandes feriados, quando há maior movimentação nas estradas, e atinge veículos cujo peso ou dimensão exceda largura máxima de 2,60 metros; altura máxima de 4,40 metros; comprimento total de 19,80 metros; e peso Bruto Total Combinado (PBTC) de até 57 toneladas.

A restrição abrange o trânsito de Combinações de Veículos de Carga (CVC), Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP), ainda que autorizadas a circular por meio de Autorização Especial de Trânsito (AET) ou Autorização Específica (AE).

As suspensões de tráfego ocorrem apenas nos trechos rodoviários de pista simples. Nos estados do Acre, Amapá, Pará, Piauí, Roraima e Tocantins não haverá restrições de circulação.

Confira abaixo os dias e horários das próximas restrições: 

OPERAÇÃODATADIAHORÁRIO DA RESTRIÇÃO
CARNAVAL01/03/2019sexta-feira16:00 às 22:00
02/03/2019sábado06:00 às 12:00
05/03/2019terça-feira16:00 às 22:00
06/03/2019quarta-feira06:00 às 12:00

Restrição em trecho específico no Estado do Maranhão:

Restrição de Trânsito na BR 135 no Estado do Maranhão, do Km 50 ao 100 – entre os municípios de São Luís/MA e Itapecuru-Mirim/MA.

CARNAVAL02/03/2019sábado06:00 às 20:00
06/03/2019quarta-feira06:00 às 20:00

Sindicatos pelegos e advogados canalhas expulsam a FORD do Brasil

Destacado

7

Muitos foram os líderes sindicais que apontaram a ganância dos empresários como a causa do fechamento da unidade SBC da FORD em São Paulo. “A empresa só pensa nos lucros, sem se preocupar com o lado social”, diziam. Porém, como informa a página Ranking dos Políticos e o site Nem Amigo, Nem Inimigo, há razões bem diferentes para o fechamento.

“Apesar de pagar todos os salários em dia e cumprir com as leis, a Ford Motors tem nada menos do que 2402 processos trabalhistas em uma única fábrica.

A Ford tem mais processos no Brasil do que em todo o resto do mundo somado.

Isso com a empresa pagando os salários e encargos corretamente.”

“É uma combinação tóxica de sindicalistas, advogados canalhas e alguns funcionários mal intencionados tentando “tirar a sua casquinha” das brechas da lei.

Deu no que deu.

Onde havia renda, empregos e investimento, agora terá um cemitério de carros.”

Familiares procuram mulher desaparecida em Luis Domingues

Destacado

Os familiares de Luana Araújo de Brito, 30 anos, estão a procura da mulher que desapareceu nesta quarta-feira (27), em Luis Domingues. Conforme a família, Luana saiu com destino a agência bancária localizada na cidade de Carutapera por volta das 7h e não retornou mais para casa.
Familiares com ajuda de amigos procuram por Luana em toda região e percorreram o trajeto que ela fez, mas não conseguiram encontrar a moça. O caso será registrado na Delegacia de Polícia.
Luana Araújo é moradora do bairro Bacuri e tem dois filhos. Informações sobre o seu paradeiro podem ser repassadas pelo telefone 98 98466 9487.

Junior Buhatem fala de doença contraída através de carne contaminada

Destacado

O vereador e presidente da Câmara de Coroatá viveu dias difíceis depois de ser diagnosticado com a ‘bactéria da carne do porco’. Após tratamento, o parlamentar se recupera bem. |


O atualmente presidente da Câmara Municipal de Coroatá, vereador Junior Buhatem, falou pela primeira vez sobre a doença que enfrentou recentemente conhecida como a “bactéria da carne de porco”.

Buhatem revelou que havia ido a São Luís a trabalho quando começou a ter febre alta, além de perda de peso e outros sintomas. O parlamentar passou por uma bateria de exames na capital quando descobriu que estava com a bactéria já atacando seu pulmão.

Antes de acompanhar o depoimento completo do vereador (no vídeo abaixo), é importante ressaltar que é preciso uma atenção maior ao consumo da carne em Coroatá. Fiscalização é imprescindível nesse caso. Houve relatos, e até mesmo denúncias, de pessoas que compraram carne e perceberam que a mesma estava imprópria para o consumo.

A “bactéria da carne de porco” é uma doença severa, que se não tratada no início pode levar a morte. Junior Buhatem se recupera bem, mas talvez muitos coroataenses não tenham a mesma sorte. Fonte Coroatá Online

MIGUEL LUCENA Carnaval sem dinheiro

Destacado

É generalizada a queixa de que, por falta de dinheiro, não dá para brincar carnaval este ano. Até o Galinho de Brasília, bloco tradicional da Capital da República, cancelou suas apresentações. Acostumados a certos padrões que alcançamos, nos esquecemos de que, no passado, a festa ocorria de um jeito ou de outro.

A marchinha reforçava: “Com dinheiro ou sem dinheiro, ê, ê, ê, ê, eu brinco!”. As pessoas saíam para as ruas sem lenço e documento, uma mão no fecho, outra no cano, como dizia meu pai. Bastavam, para a criançada, uma caixa de maizena ou um talco, um desodorante barato e uma “chiringa” (recipiente plástico com um dispositivo que, pressionado, esguichava água em quem passasse por perto).

Os adultos faziam um carnaval solidário. Uns levavam a cachaça, outros o tiragosto, comprava-se o amido de milho ou o talco fiado para o tradicional mela-mela. “Eu vou é pro mela-mela”, ouvia-se a voz do pernambucano Elino Julião na radiola de Deolindo Mandaú, no início da Rua do Cancão.

Zé de Sebastião Chico acabou com a farinha de trigo do pai, distribuindo-a com os filhos de Dona Alda e os negrinhos dos tanques de Zé do Mato, e proporcionando um mela-mela inesquecível. Eu era cabeludo, um menino levado, e fiquei com os cabelos tipo rastafári, de tanta farinha grudada.

Outros se divertiam fantasiados de caretas, preparando as máscaras com um tecido qualquer e usando a criatividade para ser mais bonito ou assustador. O mais famoso era o careta-cuia Sete Couros.

Até hoje eu penso ter visto um mascarado perder a cabeça, que caíra da carroceria de um jipe, mesmo meu pai me dizendo que devia ter sido uma máscara vermelha que alguém perdeu.
O bloco dos Arapapacas saía às ruas com roupas de cetim amarelas, em um cordão puxado pelo velho Joaquim Gomes, um dos comandantes da Revolta de Princesa, e eu ainda me lembro de Luizinho de Calu e Zé de Ana jogando talco Alma de Flores e desodorante Astro nas pessoas que assistiam ao desfile, sempre aos domingos e terças-feiras de Carnaval.

As novas gerações precisam aprender a fazer com pouco, porque nós fazíamos com quase nada.

*Miguel Lucena é Delegado de Polícia Civil do DF, jornalista e escritor

TCE suspende carnaval em 55 municípios do Maranhão, confira a lista

Destacado

Levando em conta que várias prefeitura estão com salários de funcionários atrasados, o Tribunal de Contas do Estado Maranhão aprovou por unanimidade o cancelamento de festas públicas. O TCE contou com o apoio do Ministério Público neste sentido. Como os prefeitos das cidades com atraso salarial já gastaram com os preparativos e contratos com bandas, eles já estão condenados, assim como a ampla maioria da população de cada município que não é servidor público, inclusive os que ganham uma renda extra durante o período momesco.

De acordo com a medida aprovada, são consideradas ilegítimas para os fins do artigo 70 da Constituição Federal, qualquer despesa custeada com recursos públicos municipais – inclusive aqueles decorrentes de contrapartida em convênio – com eventos festivos quando o município estiver em atraso com o pagamento da folha salarial (incluindo terceirizados, temporários e comissionados); ou em estado de emergência ou de calamidade pública decretados.

Assim sendo, não haverá carnaval em várias cidades maranhenses, sob pena dos prefeitos estarem desobedecendo a lei. A medida deve causar revolta entre os brincantes que, inclusive, retornam às suas cidades de origens para cair na folia. O município também perde receitas.

O pior de tudo é que os prefeitos já gastaram com recursos de contrapartida com convênios estaduais para o carnaval e vão ficar sem saber o que fazer com o dinheiro das emendas parlamentares destinadas ao mesmo fim. Além disso, já gastaram com equipamento para a infraestrutura carnavalesca, assim como já pagaram as parcelas iniciais de contratos com bandas e terão que arcar com o total do acordo se for cancelado.

Abaixo a relação onde as festas estarão canceladas:

Anapurus

Amapá do Maranhão

Arame

Bacabal

Bacuri

Bom Lugar

Carutapera

Cândido Mendes

Centro Novo do Maranhão

Colinas

Cururupu

Esperantinópolis

Godofredo Viana

Governador Edison Lobão

Governador Nunes Freire

Grajaú

Icatu

Joselândia

Lago Açu

Lago da Pedra

Lago do Junco do Maranhão

Lago dos Rodrigues

Lago Verde

Luis Domingues

Maracaçumé

Mirador

Nova Iorque

Nova Olinda

Paraibano

Parnarama

Pedreiras

Peri-Mirim

Peritoró

Pindaré-Mirim

Poção de Pedras

Porto Franco

Presidente Médici

Presidente Vargas

Santa Luzia

Santa Luzia do Paruá

Santa Quitéria

São João do Carú

São João dos Patos

São Mateus do Maranhão

São Roberto

São Vicente Férrer

Senador La Rocque

Serrano do Maranhão

Sucupira do Norte

Timon

Tuntum

Turiaçu

Tutoia

Urbano Santos

Vargem Grande

Com informações do TCE/MA

FONTE: Mairan Macedo

Do blog Maranhão em Pauta

Pai é preso após dar chicotadas em filho de 5 anos em Itapecuru Mirim

Destacado

Policiais da Delegacia Regional de Itapecuru Mirim, com o apoio da Polícia Militar, prenderam em flagrante delito José da Paixao, de 32 anos, conhecido como “Zé Pomba”, por ter espancado seu próprio filho.
A operação policial ocorreu na madrugada de quarta-feira (27) por solicitação do Conselho Tutelar de Itapecuru Mirim. A prisão do agressor ocorreu no Bairro Torre, próximo ao Ceará Frangos.
As equipes também localizaram uma espingarda, do tipo fogo central, tendo sido também autuado por este crime.
O agressor disse que bateu na vítima, de apenas 5 anos, por desobediência. Ele utilizou um chicote, que provocou lesões na região da cabeça da criança.

Mulher desaparece após ser vista em bar com motociclista; amiga pede ajuda para encontrá-la

Destacado

A mulher identificada apenas como Adriana, residente na Rua 08, na Vila Operária, em São José de Ribamar, está desparecida desde o último sábado (23).
Pelas informações de Adriele Duarte, em apelo nas redes sociais, a amiga foi vista pela última vez em companhia de um motociclista, no Bar do Leão, nas proximidades do Socorrão 2, na região da Cidade Operária.
Qualquer informação do paradeiro de Maria Viana deve ser passada para o celular 98880-3505.

A poderosa mulher que faz depósitos mensais na conta de um ministro do STF

Destacado

6

A história é fantástica. A mulher é a proprietária de um poderoso escritório de advocacia em Brasília. Sua ascensão foi meteórica e hoje seu escritório tem certamente em seu portfólio clientes fortes, grandes construtoras, algumas com envolvimento no Petrolão, casos da Queiróz Galvão e da Andrade Gutierrez.

Roberta Maria Rangel, a poderosa causídica, é desde 2013, esposa do Ministro José Antonio Dias Toffoli, Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

A relação conjugal do casal tonou-se tão afinada quanto à relação financeira.

Todos os meses, transferências de altas somas em dinheiro são feitas da conta da esposa para o marido.

Roberta faz mensalmente depósitos na conta do marido José. Valores altíssimos.

A ajuda certamente advém do fato do ministro ter despesas que superam em muito o seu salário na mais alta corte do país.

Só a pensão que Tofolli paga para a sua ex-mulher, Mônica Ortega, com quem se casou pela primeira vez, atinge a bagatela de R$ 50 mil reais, valor que, por si só, já é maior que o seu próprio salário.

Todavia, o que realmente causa calafrios, é o fato de que em 2015 a área técnica do banco constatou indícios de lavagem de dinheiro nas transações bancárias envolvendo o ministro e a advogada.

A orientação em casos como esse é imediata comunicação ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o Coaf, o órgão de inteligência do Ministério da Fazenda que registra as operações num banco de dados e, a depender do caso, encaminha os indícios para as autoridades competentes, como a polícia ou o Ministério Público.

O caso de Toffoli foi esquecido em alguma gaveta de algum diretor da instituição financeira.

Presentemente, Roberta Rangel passou a ser alvo de investigação da Receita Federal, por suspeitas de irregularidades tributárias. A mesma operação também atingiu o Ministro Gilmar Mendes e sua esposa Guiomar, outra advogada poderosa.

Paralelamente, o Presidente do STF tenta firmar um pacto com parlamentares no sentido de impedir que a Receita Federal promova investigação de ministros do STF e de parlamentares, conforme denúncia feita pelo jurista Modesto Carvalhosa:

“Causa profundo espanto e revolta na cidadania brasileira a conduta do Ministro Dias Toffoli, Presidente do STF, que tem procurado deputados para a aprovação de uma lei que coíba atividades de investigação promovidas pela Receita Federal, com respeito às fraudes que tem sido cometidas por contribuintes.

Tudo em decorrência do vazamento de informações relativas a um outro Ministro da mesma Casa, Gilmar Mendes.

Esse cerceamento das atividades da Receita é um escândalo, mostra a que ponto chegou a falta de decoro e não pode, em definitivo, ser permitido.”

A precisa ponderação de Alexandre Garcia sobre a tese do “lobo solitário”

Destacado

1

Na terça-feira (26) Jair Bolsonaro, ora exercendo o cargo de Presidente da República Federativa do Brasil, recebeu, na condição de vítima de um covarde atentado, em seu gabinete no Palácio do Planalto, o Ministro da Justiça Sérgio Moro acompanhado do diretor geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, do Superintendente em Minas Gerais, Cairo Costa Duarte, e do delegado que preside o inquérito, Rodrigo Morais.

A informação prestada à vítima é de que não há, até o momento, evidência da participação de outras pessoas no ataque, além de Adélio.

As investigações podem durar até abril. Entretanto, não tem como se satisfazer com tais assertivas enquanto alguns fatos não forem devidamente esclarecidos.

Em primeiro lugar, é importante observar alguns detalhes sobre a vida do criminoso.

Adélio foi filiado, entre 2007 e 2014, ao PSOL e era um ferrenho defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Operação Lava Jato. Era um ativo militante político, com participação em movimentos populares e acesso a parlamentares de esquerda em Brasília.

Ademais, tão logo cometeu o crime, foi atendido por uma batalhão de advogados, que, para tanto, fizeram uso até mesmo de um ‘jatinho’.

Diante desses fatos, o jornalista Alexandre Garcia, sempre brilhante, faz algumas colocações importantes e que evidentemente contrariam a esdrúxula tese do ‘lobo solitário’.

Um “lobo solitário” não teria todo esse desprendimento.

A PF precisa identificar quem paga os advogados de Adélio. Esse é o caminho, questão de segurança nacional.

Às favas a OAB…

NEY LOPES Análise da reforma da Previdência

Destacado

Foi publicada a versão oficial da Reforma da Previdência pretendida pelo governo.

Um ponto deve ser esclarecido, antes de qualquer análise.

Trata-se de uma Reforma absolutamente necessária ao país.

Não há como negar que o mundo evoluiu e os sistemas previdenciários para sobreviverem terão quer ser modernizados, sobretudo o brasileiro.

Logo, em nenhum momento desta análise, o autor do artigo se insurge contra a Reforma.

A grande questão é como fazê-la: se optando, por uma “rua de mão única”, em que somente alguns “paguem o pato no final das contas”.

Ou, dividindo sacrifícios entre as várias categorias sociais, sobretudo prestadores de serviço (privados e públicos) e empresas.

O déficit previdenciário existe e conspira contra o equilíbrio das contas públicas.

Impossível negar tais evidências, sem prejuízo da formulação de algumas observações, em função do que pretende o governo.

Não se há de negar a existência de pontos positivos na proposta.

Porém, soa falso esbravejar que a proposta encaminhada ao Congresso é para o “bem do Brasil” e quem se opuser a ela (mesmo em parte) seria contra o país.

Por outro lado, também soa falsa a colocação no texto de aparentes “iscas sociais”, “capitalizando” o discurso contra privilégios, unicamente para alcançar Ibope elevado.

Está claro que a reforma sugerida é para o mercado, para quem tenha vocação de lucro, quem tenha vocação de empreendedor. O que sobrar dessa conta atuarial inflexível será aplicado aqui, ali e acolá, numa visão social mais abrangente e equitativa.

O cidadão vocacionado, por exemplo, para o serviço público (indispensável num Estado democrático) estará nivelado por baixo. Almejar um bom rendimento no exercício de cargo público é considerado “privilégio” e é penalizado violentamente.

Note-se que os trabalhadores do setor público, que poderão receber aposentadoria mais que o teto do INSS, as alíquotas continuarão aumentando até chegarem a 22% do que exceder R$ 39 mil mensais.

Por exemplo: um servidor público aposentado que recebe R$ 30 mil pagará 16,11%, com aumento considerável.

Some-se a isso o que esse servidor já paga de Imposto de Renda e outros encargos.

Claro que nada sobrará para a chamada “capitalização” em fundos privados (algo inaceitável), que o governo anunciará em nova proposta de projeto de lei.

Cabe destacar que o governo anuncia na chamada “capitalização” a “garantia” do Tesouro apenas do valor equivalente ao “salário mínimo”.

Quer dizer: os demais (sobretudo a classe média) que contribuírem para “fundos privados” (Bancos serão fortalecidos) ficarão à mercê dos tradicionais “trambiques”, que pontuam, infelizmente, a realidade brasileira nessa área.

No Chile esse sistema de capitalização, faliu, está em grave crise e provocando convulsões sociais.

O Professor da Faculdade de Economia e Negócios da Universidade de Chile, Uthoff, em seminário no Brasil declarou que “boa parte da população não está em condição de capitalizar, e a previdência deve proteger essa parcela da sociedade.

O que estamos notando no mundo inteiro é que o mercado de trabalho não se formaliza”, citando fatores como robotização, automação e empreendedorismo, que afastam enormes contingentes do trabalho formal e, consequentemente, da capacidade de poupar.

Por isso, imagina que é preciso haver para aqueles que se disponham ao sacrifício da capitalização mensal tenham a garantia total do Governo, em caso de falência do fundo privado.

Por outro lado, caberá ao governo severa fiscalização, o que é impossível ser feita apenas pelas leis do mercado.

O resumo da ópera é que a grande atingida será a “classe média”.

A reforma considera apenas dois segmentos na pirâmide social do país: baixa renda e alta renda (essa sim, beneficiária e não atingida em absolutamente nada).

Mesmo assim, a baixa renda, igualmente à classe média, também “paga o pato”.

Anunciadas duas mudanças, por exemplo, no Benefício de Prestação Continuada.

A primeira medida é o adiamento da idade para que se tenha acesso ao benefício completo. Atualmente, idosos a partir de 65 anos podem requerer um salário mínimo. Com a reforma, só a partir de 70 anos é que o valor poderia ser recebido.

O nordeste será atingido em cheio por essa restrição, pelo contingente de pobreza que abriga. Há estados nordestinos, onde a expectativa de vida é de 67 anos.

Por outro lado, o governo concederia um benefício menor para pessoas a partir de 60 anos.

Quem tem entre 60 e 69 anos e comprovar as condições para ter direito ao benefício receberia R$ 400.

O valor é fixo, não seria vinculado ao salário mínimo ou corrigido pela inflação.

Atualmente, trabalhadores que recebem até dois salários mínimos têm direito a um abono de um salário mínimo por ano.

A proposta é reduzir os beneficiários e pagar o abono apenas a quem tem renda de até um salário mínimo.

Outro ponto importante: na verdade é ilusório dizer que a alíquota foi reduzida (7.5%) para os trabalhadores assalariados.

A verdade é a seguinte: atualmente, os contribuintes da iniciativa privada pagam alíquotas fixas de 8%, 9% ou 11% sobre o rendimento, a depender da faixa salarial.

Pela mudança, cada trabalhador passará a contribuir com uma alíquota efetiva que corresponde exatamente a seu salário.

A contribuição terá uma progressão gradativa dentro de cada faixa salarial.

Sobre um salário mínimo serão recolhidos 7,5%. Entre R$ 998,01 e R$ 2.000,00, a taxa será graduada entre 7,5% e 8,25%. Entre 2.000,01 e 3.000,00, a alíquota irá variar de 8,25% a 9,5%.

No caso dos salários de R$ 3.000,00 a R$ 5.839,45 (teto do INSS), oscilará entre 9,5% e 11,68%.

Observa-se que realisticamente a alíquota aumentou, já que não se pode consagrar o princípio de que o trabalhador estacione na remuneração de um salário mínimo.

Não se faz política pública com essa ótica canhestra.

Por justiça, o texto tem uma boa linguagem técnica.

Todavia, é como um iceberg (grande massa de gelo que se desprende de plataforma de gelo e que vaga, à deriva, nos oceanos).

No “iceberg” o perigo está naquilo que está  invisível, sustentando o que está na superfície.

Os técnicos dizem que nove décimos do iceberg estão submersos, ou seja, na superfície ninguém percebe a realidade do perigo.

No caso da proposta da Previdência, senão nove décimos, pelo menos um bom percentual do que ela contém, está “escondido” nos benefícios concedidos unicamente ao mercado e a sua lógica perversa.

Outra observação necessária: não é possível tratar de um problema econômico sem considerar a inegável importância do mercado.

Seria ingênuo pensar assim.

Todavia, nunca é demais lembrar o conselho do Papa Francisco aos estudantes de Lyon, França:

Tenham “a força e a coragem de não obedecer cegamente à mão invisível do mercado. Aprendam a se manterem livres do fascínio do dinheiro, do cativeiro em que o dinheiro encerra todos aqueles que lhe prestam culto”.

Certamente, os tecnocratas empedernidos indagarão: então, de onde virá o dinheiro para cobrir o déficit?

Faltou à proposta de reforma previdenciária anunciar qual será a cota de sacrifício da economia privada para ajudar a “fazer caixa” e reduzir o déficit previdenciário.

Ou, continuará como “dantes no quartel de Abrantes”?

Para se ter uma ideia, o total de subsídios dados pela União em 2017 chegou a 354,7 bilhões, equivalente 5,4% do PIB, sem fiscalização do retorno social.

Esses “subsídios” – alguns permanentes – são receitas, que o governo deixa de ter e falta ao custeio da previdência, bancada, mês a mês, pelo bolso dos servidores, assalariados e empresas.

Não se justifica o critério da “mão única”, no qual o vilão-responsável sejam os trabalhadores, servidores públicos e beneficiários da previdência.

É necessário ir fundo na identificação das “causas”, que têm origem em vários fatores, sobretudo os “vazamentos”, de bilhões e bilhões de recursos públicos, decorrentes de “fraudes e privilégios”, historicamente “justificadas” sob variados pretextos, sem prestação de contas.

Se a reforma tratasse desses “vazamentos” (a atual isenção sobre distribuição de lucros dividendos e a não taxação de grandes fortunas), o “déficit” seria reduzido e o “sacrifício” melhor dividido.

Infelizmente, os assalariados, servidores públicos e beneficiários da previdência social estão convocados para “pagarem o pato” sozinhos.

Outras indagações semelhantes serão feitas em análises posteriores.

Só resta uma esperança: a presença política lúcida do Congresso Nacional, sem radicalismo, olhando o Brasil, porém numa ótica que não seja de “mão única”, no sentido de preservar valores e lutar pela justiça social.

Realmente essa tarefa deverá sobrepor-se às ideologias e aos partidos. Para isso. o governo tem que dá o exemplo e sentar-se à mesa, dialogando.

Se o governo partir do pressuposto de que é “proprietário privado da verdade e das soluções nacionais”, não alcançará o seu objetivo, por mais boa fé que tenha. Poderá, inclusive, dá causa a grande instabilidade social e política no país.

O Presidente precisa ser aconselhado, esclarecido, inclusive porque a sua formação é inegavelmente de visão social, sem excessos.

A essa altura essa presença ao lado do Presidente é indispensável e a única luz que surge no final do túnel.

O único caminho que se espera para a implementação das mudanças necessárias ao Brasil será o da real “divisão de sacrifícios”, o que não está contido na proposta em tramitação no Congresso Nacional.

Deus ajude o Brasil!

BR-135: após solicitação de Braide, ministro virá ao Maranhão

Destacado

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) confirmou hoje (27) a vinda do ministro da Infraestrutura, tarcísio Freitas, ao Maranhão para tratar da retomada das obras de duplicação da BR-135, que estão paralisadas por recomendação do Ministério Público Federal e também por decisão do Tribunal de Contas da União (reveja).

Nas redes sociais, o parlamentar postou uma mensagem do próprio ministro, confirmando a visita.

Braide foi um dos que cobraram a presença de Freitas no estado para avaliar in loco a situação (saiba mais). Fonte Gilberto Leda

ABSURDO: EX-Dep.Waldir Maranhão gastou R$ 211 mil em viagens aéreas em 2018

Destacado

O ex-deputado federal Waldir Maranhão (PSDB) usou R$ 211.908,73 mil da verba parlamentar em passagens aéreas durante o ano de 2018. Os dados foram colhidos no site da Câmara Federal.

Segundo pesquisas do Blog do Neto Ferreira, somente no mês de julho o ex-parlamentar gastou R$ 29.688,33 mil em viagens. Em outubro, Maranahão usou quase o mesmo valor. Ele disse que utilizou cerca de R$ 29.649,96 mil.

Em janeiro, o ex-parlamentar teve gastos de R$ 27.056,66 mil com viagens. Em fevereiro, o valor dos bilhetes aéreos chegaram a R$ 13.364,20 mil.

Waldir gastou R$ 12.590,60 mil da cota parlamentar em março. Já em abril, o ex-deputado declarou que teve custos de R$ 17.596,39 mil em viagens.

Em maio, Maranhão afirmou usou cerca de R$ 21.484,79 mil em passagens aéreas. Em junho, o valor aumentou, pois o ex-deputado gastou R$ 22.782,69 mil da cota parlamentar.

E nos meses de agosto, novembro e dezembro gastou quase R$ 40 mil em eem viagens.

Após portaria de Bolsonaro, colônias de pesca e sindicatos perdem poderes no MA

Destacado

S

Uma portaria publicada pelo governo Jair Bolsonaro em janeiro transferiu todas as funções das colônias de pescadores e sindicatos para as Prefeituras do Maranhão.
A Medida Provisória 871 estabelece que a partir de 2020, o cadastro dos sindicalizados terá que ser feito exclusivamente nos Executivos, por meio das Secretarias municipais de Pesca e Agricultura e não mais nas colônias ou sindicatos.
Desse modo, as Prefeituras serão as responsáveis em emitir declarações aos conveniados para que estes deem entrada na aposentadoria e ao Seguro-Defeso junto ao INSS.
Art. 38-A. O Ministério da Economia manterá sistema de cadastro dos segurados especiais no Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS, observado o disposto nos § 4º e § 5º do art. 17, e poderá firmar acordo de cooperação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e com outros órgãos da administração pública federal, estadual, distrital e municipal para a manutenção e a gestão do sistema de cadastro.
Art. 38-B § 1º A partir de 1º de janeiro de 2020, a comprovação da condição e do exercício da atividade rural do segurado especial ocorrerá exclusivamente pelas informações constantes do cadastro a que se refere o art. 38-A.”

Polícia Militar prende réu confesso de assassinar idoso na zona rural de Vargem Grande

Destacado

Na madrugada desta terça-feira (26), por volta das 2h30, a polícia militar de Vargem Grande conseguiu efetuar a prisão do assassino do idoso Raimundo Nonato Lima, de 64 anos, que aconteceu às margens da MA-020, sentido Coroatá, no último sábado (23), (Reveja aqui). O crime causou grande revolta e comoção na população devido a crueldade dos assassinos.

Após levantamentos, investigações e coleta de informações procedida pelo 1º Tenente Rios, comandante da 3ª CIA/28º BPM, em Vargem Grande, foi possível localizar e prender Ozias Guimarães de Jesus, de 28 anos, em sua residência, no povoado Canto do Ferreira, zona rural de Chapadinha. Ozias confessou as autoridades policiais que praticou o homicídio na companhia de um indivíduo conhecido como Jhonatas, residente em Chapadinha.

Com o assassino confesso, foi encontrado a motocicleta Honda NXR Bros 125 ES de cor preta, utilizada no dia do crime (a mesma possui restrição de roubo/furto), e duas espingardas tipo bate-bucha, além das roupas e capacete utilizados no fato.

ASSISTA: Vagabundo é filmado roubando loja pela 3ª vez no centro de Codó

Destacado

O vídeo que mostra um ladrão tentando alcançar a gaveta onde imaginava ter muito dinheiro foi gravado pelo circuito interno das câmeras de segurança da LOJA AMÉRICA MÓVEIS, no centro comercial de Codó.

No dia 17 de fevereiro o ladrão subiu pelo telhado de madrugada, quebrou o forro e entrou. Não foi informado quanto em dinheiro ou o quê levou, mas a indignação do empresário vítima é justa e merecedora de atenção.

Ao escrever para o blogdoacelio relatou que esta foi a terceira vez que teve sua loja arrombada por bandidos. Pior é que em nenhuma destas ocasiões teve o crime solucionado pela Polícia Civil.

“No último dia 17 sentir pela terceira vez a sensação de  impotência, pois é a terceira vez que tenho meu empreendimento arrombado por bandidos. Lembro que na primeira vez foi orientado pelas autoridades a reforçar portas, colocar alarmes e câmeras para facilitar o trabalho deles, porém repassei fotos e vídeos e ainda não tive a sorte da solução do roubo, mas ainda acredito e espero uma resposta positiva das autoridades”, escreveu o empresário com toda razão

Post to Twitter

 Postar no Twitter

Suplente de vereador é assassinado com vários tiros em Viana

Destacado

Um líder comunitário e suplente de vereador da cidade de Pedro do Rosário foi brutalmente assassinado com vários disparos de arma de fogo na tarde de domingo (24), na zona rural do município de Viana, na Baixada Maranhense.
A vítima foi identificada como Carlos Silva Souza, de 38 anos, conhecido como Zeca do Ubizal. Ele foi alvejado com sete tiros durante uma festa.
A discussão teria iniciado ainda dentro de um clube de festas, no povoado Faveira, com outras duas pessoas ainda não identificadas pela polícia.
Zeca do Ubizal foi candidato a vereador em Pedro do Rosário, obtendo 187 votos.

Vigilante é baleado em tentativa de assalto aos Correios no Maiobão, em Paço do Lumiar

Destacado

Pelo menos três homens tentaram assaltar na tarde desta segunda-feira (25) a agência dos Correios do Maiobão, localizada na Avenida 13, em Paço do Lumiar.
De acordo com informações preliminares repassadas pelas Polícias Civil e Militar, após anunciarem o assalto o vigilante reagiu. Houve troca de tiros e tanto o vigia, quanto um dos suspeitos, foram atingidos.

Ainda não há informações sobre quantos funcionários e clientes estavam no estabelecimento no momento da ação criminosa.
Os assaltantes fugiram sentido MA 201, a Estrada de Ribamar, em um veículo prata sem levar nada, já o vigilante foi socorrido e encaminhado para uma unidade de saúde. Imagens de videomonitoramento estão sendo analisadas no intuito de identificar os criminosos.

Confira abaixo a nota dos Correios na íntegra:
Os Correios esclarecem que três indivíduos, um deles armado, entraram na agência dos Correios do Maiobão e anunciaram um assalto. Houve reação do vigilante armado da unidade dos Correios, que gerou breve troca de tiros. Os três criminosos acabaram fugindo sem levar nada. No entanto, o vigilante foi ferido e a porta de vidro da agência foi quebrada.
A empresa ainda estão avaliando os danos materiais e realizando inspeção interna antes de ter uma previsão de reabertura da unidade de atendimento. O vigilante foi conduzido a um hospital da cidade e passa bem.
A área de Segurança dos Correios está fornecendo todas as informações para a polícia, que já está no local, e irá acompanhar as investigações.

RECONHECIMENTO: PAI DE FLÁVIO DINO EXALTA CÉSAR PIRES

Destacado

WhatsAppFacebookTwitterPrintCompartilhar

O deputado César Pires saiu extremamente agradecido da solenidade em comemoração aos 184 anos da Assembleia Legislativa do Maranhão. Desde a palestra do advogado e historiador Sálvio Dino, que na sessão solene fez referências elogiosas à sua atuação parlamentar, até a visitação ao Memorial Parlamentar de Proteção ao Patrimônio Histórico e Documental da Assembleia Legislativa do Maranhão, criado por um projeto de resolução de sua autoria.

Para uma plateia de desembargadores, secretários de Estado e historiadores, Sálvio Dino falou do seu desejo de escrever um livro sobre os grandes oradores do Maranhão, e apontou César Pires como “um dos poucos bons tribunos que existem no Brasil, do Oiapoque ao Chuí”. “Ele é um orador preparado, que enobrece qualquer Poder Legislativo”, ressaltou Sálvio Dino. Ele também destacou que César Pires exerceu grande influência no processo que resgatou, em livros, a história do Legislativo Maranhense, quando foi primeiro secretário da Casa.

Ainda na programação comemorativa, o presidente Othelino Neto abriu a exposição do acervo que integra o Memorial Parlamentar de Proteção ao Patrimônio Histórico e Documental da Assembleia Legislativa do Maranhão, instituído pela Resolução Legislativa 805/2016, oriunda de projeto de César Pires. “Cumprimento ao deputado César Pires pela brilhante iniciativa que hoje se materializa”, reconheceu Othelino Neto, ao final da sessão solene.

Gestos como esses, de reconhecimento de lideranças que militam em campos políticos opostos ao nosso, ficam hospedados no coração, guardados a sete chaves”, concluiu César Pires.

Lava Jato não se intimida, reage e taxa Gilmar como “mentiroso”

Destacado

1

Duríssima a nota expedida pela Força Tarefa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

O ‘intocável’ ministro Gilmar Mendes em entrevistas concedidas nos últimos dias, após ter se tornado público a sua investigação por parte da Receita Federal, atacou os membros da Força Tarefa e ofendeu procuradores e magistrados envolvidos na Operação Calicute.

A parte que trata Gilmar Mendes como ‘mentiroso’ diz o seguinte sobre as afirmações proferidas pelo ministro: “(…)são devaneios sem qualquer compromisso com a verdade”.

Veja abaixo a íntegra da nota:

“As afirmações propaladas há alguns dias na mídia pelo ministro do STF Gilmar Mendes, sobre uma suposta relação entre procedimentos instaurados pela Receita Federal contra si, e as suas decisões nos habeas corpus derivados da Operação Calicute, são devaneios sem qualquer compromisso com a verdade.

Os membros da Força-Tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro não têm conhecimento de qualquer atuação do órgão fazendário que tenha relação, ainda que indiretamente, com o ministro Gilmar. A Receita Federal, por meio do seu Escritório de Pesquisa e Investigação (ESPEI) é importante parceira do Ministério Público Federal nas investigações realizadas, sendo sua atuação limitada ao objeto das apurações, sempre com respaldo na lei e prévia autorização judicial.

O auditor que supostamente teria investigado o Ministro não trabalha, nunca trabalhou ou foi demandado por membros da Força-Tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. A propósito, as divergências com o Ministro ou qualquer outra autoridade foram sempre expressadas em manifestações formais e em procedimentos próprios, como nos dois pedidos de suspeição/impedimento que foram feitos, em razão da notória ligação de Mendes com investigados que por ele foram soltos.

É preocupante que um Ministro do Supremo Tribunal Federal se sinta perseguido. Havendo fatos ilícitos concretos devem ser objetivamente apontados, para que sejam investigados. Mas palavras ao vento e insinuações caluniosas para desqualificar o trabalho de instituições brasileiras que têm o reconhecimento da sociedade em nada contribuem para o amadurecimento da nossa democracia.

A afirmação em público de que a Receita Federal presta serviços de “pistolagem” por encomenda de procuradores e juízes demonstra que Sua Excelência continua a ofender gratuitamente a honra de magistrados e servidores porque acredita estar acima do bem e do mal, comportamento que numa República amadurecida não deve ter espaço.”

PERCIVAL PUGGINA A farsa do vazamento de Bebianno

Destacado

No dia 19, ouvi alguns discursos no Senado e fiquei preocupado. Que vazamento foi esse, capaz de causar tal reboliço? À noite, a Globo não falava de outra coisa. Seus comentaristas tratavam de “levantar” a matéria com esforços de halterofilismo. Exibiam fragmentos como se estivessem falando de Renato Duque, de Joesley Batista, de Palocci, de mensagem levada pelo “Bessias”, de lista da Odebrecht, de revelações estarrecedoras. Vazou, vazou! Parem as máquinas! Conversa por WhatsApp é ou não é conversa? A matéria era apresentada no mesmo estilo dos velhos escândalos para ampliar a suposta semelhança. Os noticiários matutinos vieram no mesmo tom. A Globo, cada dia mais Globo.

Manhã seguinte, em jornal, li com atenção a totalidade dos diálogos. Realmente um escândalo! Realmente um escândalo a tentativa de tratar daquele assunto de um modo escandaloso. Desonestidade pura e simples. Nada, absolutamente nada há ali que justifique sequer um ponto de exclamação. São afirmações lineares sobre um desentendimento entre o ministro e o presidente, situação na qual se pode escolher quem tenha razão por mera questão de gosto, mas na qual resulta vão qualquer esforço de as transformar em diálogos do submundo.

Aliás, de minha longa experiência com temas e condutas inerentes à política, eu diria que nem em política secundarista, de grêmios estudantis (e por aí andei muito na minha adolescência) um assunto desses ganharia a dimensão que a ele tentaram atribuir os referidos veículos. Tenho certeza de que aqueles adolescentes com espinha no rosto, numa situação assim, saberiam que tentar extrair ganho político de tal fato ajudaria muito mais o atacado do que o atacante.

Por outro lado, volto à primeira frase deste artigo, na qual digo que fiquei preocupado com as primeiras informações. O motivo da preocupação mudou, mas ela persiste porque a sequência de episódios e de reações dos veículos da extrema imprensa deixa claro uma total indiferença com os destinos do país. Não apenas um desejo de causar ao governo todo mal possível, mas a total desconsideração às consequências das respectivas posições editoriais. A quem serve desestabilizar um governo que conta seus primeiros dias? Certamente não ao leitor destas linhas. Certamente não aos conceitos e propostas que orientaram os resultados eleitorais vitoriosos em outubro do ano passado.

Hoje (21), circulam áudios de um novo “vazamento” produzido a partir de um diálogo entre  Onix Lorenzoni e o presidente sobre a conversa que aquele iria ter com Bebianno (até agora advogado de Bolsonaro) em que este mostra preocupação com os honorários advocatícios que passaria a pagar. Diferentemente de Lula, que tem uma legião de advogados e não se importa com os custos, Bolsonaro se preocupa com isso, sim. Mas sua preocupação vazou porque o telefone do chefe da Casa Civil estava aberto numa ligação com alguém de O Globo.

Convenhamos, estaremos no melhor dos mundos quando inabilidades passarem a conduzir nossas ocupações e preocupações!

Janaína faz importante observação sobre os áudios vazados do Presidente da República

Destacado

1

É indubitável que a deputada Janaína Paschoal é possivelmente a mais importante revelação da política brasileira nos últimos tempos.

Firme, corajosa, justa e inteligente.

Irá galgar novas vitórias e certamente dará grande contribuição a esse novo Brasil que está aflorando.

Sobre o vazamento de áudios do Presidente da República Jair Bolsonaro, Janaína manifestou preocupação, mas fez uma observação importante:

“(…) só corroboram sua honestidade, para infelicidade dos que torcem contra…”

Procuradoria no Maranhão mira candidata laranja Marisa Rosas, que tem Bolsa Família, pegou doação de R$ 585 mil e recebeu 161 votos

Destacado

Candidata do PRB, que disputou cadeira na Assembleia Legislativa do Estado no pleito de 2018, sua contadora e representantes de empresas contratadas com a verba de campanha serão ouvidos pelo Ministério Público Eleitoral

O Ministério Público Eleitoral no Maranhão, por meio do procurador regional Eleitoral substituto, Juraci Guimarães Júnior, determinou a instauração de procedimento extrajudicial e inquérito policial para apurar eventuais irregularidades na prestação de contas da candidata a deputada estadual Marisa Regina Duarte Teixeira, a Marisa Rosas, do PRB.
A candidata, sua contadora e representantes de empresas contratadas com a verba de campanha, doada pelo Partido Republicano Brasileiro, serão ouvidos.
Por meio de dados do Sistema de Divulgação de Candidaturas (DivulgaCand), da Justiça Eleitoral, a Procuradoria já verificou que, dos onze candidatos a deputado estadual e dois candidatos a deputado federal pelo PRB no Maranhão, Marisa Rosas foi a segunda maior beneficiária de doações da Direção Nacional do partido, apesar de nunca ter sido candidata e, desde setembro de 2016, receber auxílio financeiro do Programa Bolsa Família.
De acordo com o DivulgaCand, Marisa Rosas recebeu doação no montante de R$ 585 mil da Direção Nacional do partido, dos quais 39,31% do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) e 60,68% do Fundo Partidário (FC).
Rosas teve apenas 161 votos nas eleições de 2018.
No sistema da Justiça Eleitoral consta que os recursos teriam sido utilizados para pagamentos de publicidade por materiais impressos, combustíveis e locação de veículos.
Para Juraci Guimarães Jr.,’a condição econômica da candidata, aliada à sua inexperiência política, não torna crível que ela tenha sido agraciada pelo partido como a segunda maior beneficiária e tenha tido tão inexpressiva votação’.
A instauração de procedimento pelo Ministério Público e a determinação de abertura de inquérito policial têm objetivo de ‘apurar eventual prática de desvio de dinheiro público das eleições’, informou a Assessoria de Comunicação da Procuradoria.
A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão determinou a instauração de notícia de fato eleitoral e inquérito policial ‘a fim de apurar eventual prática de crimes e irregularidades na prestação de contas da candidata a deputada estadual Marisa Rosas’.
Além da candidata, a Procuradoria vai ouvir a contadora Tatiana Gomes Melo, e os representantes legais das empresas L Ferreira Paz de Sousa, K de Sousa Pinto, HSC Pereira, Gráfica Santa Clara e LAS de Lemos.
COM A PALAVRA, A DEFESA
A reportagem entrou em contato com Marisa Rosas, com o PRB e com as empresas L Ferreira Paz de Sousa, K de Sousa Pinto, HSC Pereira, Gráfica Santa Clara e LAS de Lemos, mas não obteve retorno. O espaço está aberto para manifestação.
Com informações de O Estado de São Paulo

Senador maranhense foi quem fraudou a eleição para a Presidência do Senado

Destacado

p

Segundo informou agora há pouco a revista digital, Crusoé “com exclusividade: o nome do principal suspeito de ter fraudado a eleição para presidente do Senado”.

Segundo foi publicado, “trata-se de Mecias de Jesus (foto abaixo), recém-eleito senador por Roraima”. Ele é nascido em Graça Aranha, no Maranhão. No dia da eleição para a presidência do Senado Federal apareceram 82 votos e a composição é de 81 membros. Foi um escândalo e tiveram que fazer uma nova eleição, com voto aberto.

O Adeus a professora Luíza Martins

Destacado

Ainda era dia, aproximadamente 16 hs quando a sociedade de Vargem Grande foi tomada de surpresa com o falecimento da professora aposentada Luíza Lago Martins.

Dona Luíza como era mais conhecida, estava internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi a alguns dias, e ontem seu estado de saúde agravou-se e as 16 hs, veio a óbito.

Dona Luíza tinha 81 anos de idade e 63 deles viveu com o esposo Saul Bezerra Martins, que em uma entrevista recente ao seu Neto que tem seu nome, relatou que a sua maior emoção, e seu momento mais feliz da vida, foi quando contraiu o matrimônio com a Jovem Luíza na época com 18 anos.

Durante sua vida, dona Luíza foi detentora do amor e do carinho de seus conterrâneos. Ela exerceu a sua atividade de educadora na escola Salim Trabulsi no município de Vargem Grande, até ser aposentada.

A figura de Dona Luíza é bastante conhecida de todos de Vargem Grande pela sua simplicidade, como também pela sua conduta,pois vivia uma vida dedicada a família e aos amigos.

Nós externamos aqui nosso pesar aos familiares e amigos dessa senhora que deixa uma marca registrada de fé, ternura,simplicidade e amor ao próximo.

VICENTE LIMONGI NETTO O detonador de trapalhadas

Destacado

Carlos Bolsonaro fez a primeira vítima.Seguramente está orgulhoso. Deveria patentear a nova e nociva forma de como fazer política com o fígado e não com o cérebro. Carlos é   o farejador de  pretensos inimigos do pai até nas sombras. O  presidente Bolsonaro, que ama e idolatra o filho, cegamente( disse cegamente? Perfeito. Acertei em cheio),  agradece pelo brilhante desserviço e gol contra do atrevido e insolente rebento. Francamente. O Brasil cheio de problemas, Bolsonaro ainda doente e o impoluto Carlos fere mortalmente um leal e dedicado auxiliar do presidente. Casa dividida é prato cheio para os adversários.  Pasmos,  os aliados de Bolsonaro correm rápido para tentar recolher os cacos do vexame. Gostariam de saber, quantos votos o vereador Carlos dispõe, no Congresso que garantam a aprovação das reformas urgentes e vitais para o Brasil. Nessa linha, bem a propósito, como se fosse ontem,  escrevi no Diário do Poder, em dezembro de 2018, com o titulo “Filhos peraltas”: ” Será que os filhos de Bolsonaro vão deixar o futuro presidente da República trabalhar em paz? Falam pelos cotovelos. Metem os bedelhos onde não devem. Precisam botar um freio nas palavras. Afoitos, criam arestas com os próprios aliados. Concluir,  já antevendo problemas e dores de cabeça para Bolsonaro: ” Não tem cabimento, depois de trabalhar com determinação para eleger-se Chefe da Nação, Bolsonaro levar bolas nas costas. E logo dos seus amados filhos.”Agenor feliz e todo prosa
No governo Collor, 3 oficiais do Exército exerciam funções de relevo dentro do Palácio do Planalto: os majores Fernando Azevedo e Silva e Diógenes Dantas Filho e o tenente-coronel Augusto Heleno. Os dois primeiros trabalhavam no setor de Segurança da Presidência da República, sob o comando de Fernando. Heleno, servia na Casa Militar, chefiada pelo General-de-Brigada, Agenor Francisco Homem de Carvalho, depois reformado como General-de-Divisão. Torcedor do São Cristovão, Agenor mora  no  Rio de Janeiro, bairro da Urca. Honrado e orgulhoso por haver chefiado valorosa e digna equipe.O tempo marca os profissionais briosos, dedicados e competentes.Hoje, Fernando e Heleno são generais de Exército. O primeiro é ministro  da Defesa e Heleno é ministro da Segurança Institucional. Diógenes, por sua vez, é coronel e assessor especial de Segurança e Inteligência Cooperativa da Presidência da Petrobrás.Realmente estou muito contente,  mas não prosa, com os sucessivos e merecidos êxitos dos integrantes da minha leal, corajosa, dedicada e competente equipe do gabinete militar que Heleno também me ajudou a montá-la, todos melhores do que eu. Lamento que a morte inesperada e recente do amigo e responsável auxiliar, capitão dr. Jorge, o tenha impedido de vivenciar, bem de perto, o limiar de um novo Brasil. Haja visto que nos deixou para integrar o gabinete do então deputado Bolsonaro. Se vivo fosse estaria no Palácio do Planalto ao lado de seu chefe. Muito grato pelas generosas referências que me permitiram registrar estas reminiscências.AgenorBoechat no céu
Perdi valoroso amigo, e competente profissional,  o jornalista Ricardo Boechat. Nos conhecemos há 50 anos, quando ele trabalhava, no Rio de Janeiro, com o colunista Ibrahim Sued e eu, repórter da sucursal do Globo, em Brasília, precisava passar notícias para o programa diário que Ibrahim fazia, à noite, na TV-Globo. Boechat  usava palavras duras em suas análises na Band. Não poupava homens públicos poderosos. Por vezes injusto, desaforado e exagerado em afirmações e acusações ácidas. Mas Boechat jamais se omitia. Seguramente por esta característica, Ricardo Boechat mereceu prêmios e  o respeito da maioria dos telespectadores.Brasil chora seus mortos
O  Brasil vive uma quadra perturbadora e  avassaladora. Corações e almas dilaceradas pela tristeza. O rosário de imprudências, ganâncias e irresponsabilidades é vergonhoso e assustador. A impunidade humilha os brasileiros de bem. Constrange o bom senso. Seres humanos são destruídos em enchentes, assaltos, incêndios, no trânsito, em balas perdidas,em sequestros, nos covardes feminicídios, nos viadutos sem manutenção e  desmoronamentos. A agonia, a angústia e o desespero destroem famílias. Sonhos e emoções acabam no vazio da estupidez e da desesperança.Canalhas
Bichonas desdentadas insistem em virar meus personagens. As irmãs deles são infinitamente mais agradáveis.Limongi é jornalista. Trabalhou no O Globo, TV-Brasília, Última Hora de Brasília, Ministério da Justiça, Confederação Nacional  da Agricultura, Suframa, Universidade de Brasília e Senado Federal. Tem face e blog. É sócio da ABI há 50 anos. É servidor aposentado do Senado Federal.

Momentos de pânico: Feita refém por assaltantes, esposa de gerente detalha para a polícia como ocorreu o assalto ao Bradesco de Grajaú, no Maranhão

Destacado

Policiais militares e civis da cidade de Grajaú, a 564 km de São Luís, com o apoio de todo o aparato policial da região, continuam à procura dos bandidos que assaltaram a agência do Bradesco, na manhã de sexta-feira (22), após manter o gerente e a família reféns.

Pelas informações, os assaltantes invadiram a casa do gerente na noite de quinta-feira (21) e passaram toda a madrugada com a família do gerente refém. Pela manhã, eles teriam levado o gerente à agência para a retirada do dinheiro. Nesse momento, outro parte do bando saiu levando a esposa, os dois filhos e a funcionária da residência.

A polícia da região foi mobilizada e iniciou buscas, com helicóptero CTA de São Luís, para tentar localizar a quadrilha. Os reféns foram liberados no Povoado Faíza, nas proximidades da cidade de Arame. Um dos carros usados pelos assaltantes foi encontrado pela polícia na MA-006.

Esposa do gerente relata momentos de terror

Segundo Claudia Viana, esposa de Hector, gerente do Banco do Bradesco, os bandidos os abordaram na porta de casa, por volta das 19h30, quando eles chegavam juntos com as crianças. A abordagem foi feita por dois bandidos que os levaram para dentro de casa. Eles passaram a noite dando pressão psicológica no gerente na frente da esposa e dos filhos.

Segundo ela, eles perguntavam quanto tinha no banco e diziam que sabiam os passos da família, além dos horários que sua esposa ia à academia. Por volta de 06h30 da manhã de sexta-feira (22), chegaram mais três bandidos em uma SW4 de cor prata. Os três que chegaram pegaram Claudia, as duas crianças e a funcionária da casa, que vinha chegando para o trabalho, e seguiram no veículo Golf da família tomando rumo ignorado.

Depois que saíram com os familiares, obrigaram o gerente a ir ao banco buscar o dinheiro sob ameaça de executar seus filhos e esposa. A conversa com os bandidos para entregar o dinheiro foi via WhatsApp. Foi indicado para Hector deixar o dinheiro em direção à BR-226, no sentido à cidade de Barra do Corda, próximo ao Parque de vaquejada Gauchão.

A outra instrução, segundo a polícia, foi que eles avisaram que por volta das 10h o carro forte estaria chegando ao Bradesco e que o gerente fosse trabalhar normalmente. Tão logo os valores fossem deixado no banco, seria para o gerente pegar mais dinheiro e levar a eles. Ao chegar à agência, em estado de choque, o gerente não conseguia trabalhar e, em desespero, acionou a segurança do banco, que chamou a polícia.

De imediato, a PM se deslocou atrás dos bandidos e acionou outros policiais da região. Segundo a polícia, os assaltantes mantinham contatos com os que ficaram em Grajaú e sempre ameaçavam a família de Hector.

Cláudia contou que foram até depois do Povoado Faíza, quando eles perderam contato com os demais que estavam na cidade. Nesse momento, os assaltantes deixaram a família na estrada.

Líder de Facção criminosa é preso em São José de Ribamar

Destacado

Policiais do 13º BPM prenderam um dos chefes do tráfico de drogas no bairro  Pau Deitado, em São José de Ribamar.  Luís Roberto Martins Gomes, de 41 anos, foragido da Justiça, foi preso na Rua Campo de Futebol por volta de 21h de sábado (23).

Durante as incursões e abordagens de rotina, os policiais avistaram dois homens em uma moto. Na abordagem, os policiais reconheceram “Robertinho”, considerado de alta periculosidade e uma das principais lideranças da facção criminosa “Bonde dos 40”.
Segundo a polícia, ele é criminoso do alto escalão da facção e um dos chefes do tráfico de drogas.
“Robertinho” estava foragido desde outubro de 2018, quando foi beneficiado pelo indulto do Dia das Crianças e não retornou para a Penitenciária Regional de São Luís (PRSLZ).
No momento da prisão, o criminoso ainda resistiu, tentando incitar a comunidade local para que o apoiasse em tentativa de fuga, sendo necessário o uso da força para algemá-lo.
O Foragido capturado foi conduzido para Delegacia de Plantão do Maiobão e entregue sem lesões. Em seguida, foi encaminhado para o presídio, onde continuará cumprindo sentença.

Jovem é estuprada e assassinada na cidade de Morros

Destacado

A jovem Maria Francisca, de 16 anos, foi estuprada e assassinada no bairro Vila União, na cidade de Morros, na região do Munim, a 98 km de São Luís.
O corpo foi encontrado dentro de uma construção abandonada, cercada por um matagal, na manhã deste domingo (24), com sinais de violência sexual.

A polícia suspeita que a jovem tenha sido estuprada antes de ser morta no local. Ela apresentava ferimentos na cabeça, com indícios de espancamento a pauladas.
De acordo com os levantamentos preliminares da PM, Maria Francisca teria deixado sua residência na tarde de sábado (23), após receber um telefone.
Um suspeito foi conduzido para delegacia da cidade de Rosário, a 30 km de Morros, para averiguação e depoimento.

DECISÃO JUDICIAL PROÍBE GOVERNO DO ESTADO DE REPASSAR VERBAS DE CARNAVAL PARA BURITI E MAIS 156 MUNICÍPIOS

Destacado

Envio de recursos por meio de convênios e contratos de repasse pode ser feito apenas para aqueles que integrem efetivamente o Sistema Nacional de Trânsito

Do ATUAL7
Uma decisão judicial do juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, proíbe o governo de Flávio Dino (PCdoB) de realizar transferências voluntárias aos municípios que não integrem o Sistema Nacional de Trânsito (SNT), bem como aqueles que, apesar de integrados, não estão efetivamente cumprindo com suas obrigações de fiscalização.A determinação foi proferida no mês passado, tendo sido realizada uma audiência de conciliação entre o Ministério Público e o Estado do Maranhão na segunda semana deste mês, mas sem sucesso.Com a proibição, segundo dados da época da decisão, 157 municípios vão ficar sem transferências de convênios e contratos de repasse por parte do Palácio dos Leões para eventos carnavalescos e outras festividades, como aniversário das cidades, até que passem a integrar o SNT e a cumprir, efetivamente, com suas obrigações de fiscalização de trânsito.Até a regularização, apenas as verbas relacionadas à saúde, educação e segurança pública poderão ser repassadas.Prefeitos de municípios ainda não devidamente integrados ao Sistema Nacional de Trânsito, para realizarem as festividades de Carnaval e outras, terão de investir recursos da própria administração municipal ou da iniciativa privada, como tem divulgado que assim fará o de Vargem Grande, Carlinhos Barros (PCdoB), por exemplo.Abaixo, em ordem alfabética, a relação dos municípios maranhenses que, até o momento, não podem receber verba do governo estadual para o Carnaval, por não estarem devidamente integrados ao SNT:1. Afonso Cunha2. Água Doce do Maranhão3. Altamira do Maranhão4. Alto Alegre do Pindaré5. Alto Parnaíba6. Amapá do Maranhão7. Anajatuba8. Anapurus9. Apicum-Açu10. Araguanã11. Araioses12. Arame13. Bacabeira14. Bacuri15. Bacurituba16. Bela Vista do Maranhão17. Belágua18. Benedito Leite19. Bernardo do Mearim20. Boa Vista do Gurupi21. Bom Jardim22. Brejo23. Brejo de Areia24. Buriti25. Buritirana26. Cachoeira Grande27. Cajapió28. Cajari29. Campestre do Maranhão30. Cândido Mendes31. Cantanhede32. Capinzal do Norte33. Carolina34. Cedral35. Central do Maranhão36. Centro do Guilherme37. Centro Novo do Maranhão38. Cidelândia39. Coelho Neto40. Cururupu41. Dom Pedro42. Duque Bacelar43. Esperantinópolis44. Feira Nova do Maranhão45. Fernando Falcão46. Formosa da Serra Negra47. Fortaleza dos Nogueiras48. Fortuna49. Godofredo Viana50. Gonçalves Dias51. Governador Archer52. Governador Edison Lobão53. Governador Eugênio Barros54. Governador Luiz Rocha55. Governador Newton Bello56. Graça Aranha57. Guimarães58. Humberto de Campos59. Igarapé do Meio60. Igarapé Grande61. Itaipava do Grajaú62. Itapecuru-Mirim63. Jatobá64. Jenipapo dos Vieiras65. Joselândia66. Junco do Maranhão67. Lago do Junco68. Lago dos Rodrigues69. Lago Verde70. Lagoa do Mato71. Lagoa Grande do Maranhão72. Lajeado Novo73. Lima Campos74. Luís Domingues75. Magalhães de Almeida76. Maracaçumé77. Marajá do Sena78. Maranhãozinho79. Mata Roma80. Matinha81. Matões82. Matões do Norte83. Milagres do Maranhão84. Mirador85. Miranda do Norte86. Mirinzal87. Monção88. Montes Altos89. Nina Rodrigues90. Nova Colinas91. Nova Iorque92. Nova Olinda do Maranhão93. Olho d’Água das Cunhãs94. Olinda Nova do Maranhão95. Palmeirândia96. Paraibano97. Parnarama98. Pastos Bons99. Pedro do Rosário100. Peri Mirim101. Peritoró102. Pindaré-Mirim103. Pirapemas104. Poção de Pedras105. Porto Franco106. Porto Rico do Maranhão107. Presidente Juscelino108. Presidente Médici109. Presidente Sarney110. Presidente Vargas111. Primeira Cruz112. Raposa113. Riachão114. Ribamar Fiquene115. Sambaíba116. Santa Filomena do Maranhão117. Santa Luzia do Paruá118. Santa Quitéria do Maranhão119. Santana do Maranhão120. Santo Amaro do Maranhão121. Santo Antônio dos Lopes122. São Benedito do Rio Preto123. São Bernardo124. São Domingos do Azeitão125. São Domingos do Maranhão126. São Félix de Balsas127. São Francisco do Brejão128. São Francisco do Maranhão129. São João Batista130. São João do Carú131. São João do Paraíso132. São João dos Patos133. São José dos Basílios134. São Pedro da Água Branca135. São Pedro dos Crentes136. São Raimundo das Mangabeiras137. São Raimundo do Doca Bezerra138. São Roberto139. São Vicente Ferrer140. Satubinha141. Senador Alexandre Costa142. Senador La Rocque143. Serrano do Maranhão144. Sítio Novo145. Sucupira do Norte146. Sucupira do Riachão147. Tasso Fragoso148. Timbiras 149.Trizidela do Vale150. Tuntum151. Turiaçu152. Turilândia153. Urbano Santos154. Vargem Grande155. Vila Nova dos Martírios156. Vitória do Mearim157. Zé Doca

JOSÉ MAURÍCIO DE BARCELLOS Chega de papo

Destacado

Vamos falar francamente. Os quase 60 milhões de brasileiros que, em outubro de 2018, elegeram Bolsonaro e promoveram uma verdadeira faxina nos governos estaduais, bem como no legislativo federal e estadual, pretenderam limpar o Executivo e o Legislativo a tal ponto que esses dois poderes pusessem fim ao descalabro em que se transformou o Judiciário, corrompido, desvirtuado e desmoralizado pelos demais poderes da República os quais, por sua vez, apodreceram infestados de ladrões, corruptos e incompetentes.

Enquanto nada daquilo vier a acontecer será enorme a frustação do homem comum e do patriota. Consinta que lembre Senhor Presidente: tudo aquilo é a sua estrela guia e, desde os tempos da velha Belém, a estrela é a missão. Contudo quero registrar que neste oceano de danos e de prejuízos causados ao Brasil, o Capitão, sua equipe, seus partidários e apoiadores dentro da máquina governamental, com pouquíssimo tempo de empossados já lançaram suas redes e, de arrastão, têm pescado alguns traidores infiltrados em suas colunas, por mais que a “Rede Goebells” e os vermelhos se quedem desesperados. Há que imobilizá-los com o “Super Moro”, para o definitivo abate cívico.

Vigiar é preciso. Todo dia, toda hora, ao menor sinal de que querem escapar ou se esconder, nós os maiores artífices desta Revolução Democrática de 2018 temos que gritar pelas Redes Sociais até que sejam tomadas as providências no sentido de neutralizar as tentativas solertes daquela gente. Não se pode titubear. Para o Capitão, que detém grande visão e experiência política, repito aqui o recado do Mestre Olavo de Carvalho em um twitter recente: “Senhor presidente: O senhor é mais inteligente do que todos os seus assessores. O povo votou no senhor e não neles. Siga a sua intuição e dê ordens. Quando alguém vier com nhem-nhem-nhem, demita-o”. No “caso Bebianno” foi exatamente o que se deu, colocando nua a imprensa inimiga e, ainda de quebra, os sete canastrões da “GoebellsNews”.

As reformas estruturantes do Estado são essenciais, inadiáveis, mas de nada adiantarão se continuarmos com um Judiciário venal, ineficiente, caríssimo e os Tribunais Superiores influenciados por políticos corruptos que lhes protegem e blindam. Eles vão destruir tudo pra manter seus privilégios. “Remember” a voz das ruas. O povo elegeu Jair Bolsonaro para mudar completamente a composição dos Ministros da Suprema Corte e para afastar todos – mas todos mesmos – que tiveram as nomeações assinadas por presidentes acusados ou condenados por roubo e corrupção na vida pública. Agora temos no Congresso representantes suficientes para salvar o Brasil. Um caminho para dar início à relevante tarefa de reorganizar o Judiciário é o da Emenda Constitucional, proposta pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), que altera a idade mínima, de 75 para 70 anos, para permanência no serviço público – revogando a chamada PEC da bengala – e outro é, com base em fatos públicos e notórios, se fazer instaurar os impeachmentsdos “Mandarins Solta Bandidos” do STF. Isto não é negociável. Aqueles que chegaram ao poder com a Revolução Democrática de 2018, estão lá para se desincumbir destas tarefas e, de nossa parte, todo santo dia temos que exigir que o façam.

Muito não se alcançou com a Operação Lava Jato por conta da atuação de uma verdadeira máfia de operadores do direito que, despudoradamente, lutaram do lado dos ladrões da coisa pública, sempre incondicionalmente defendidos pela Ordem dos Advogados do Brasil – OAB. Corre pelas Redes Sociais inúmeras denúncias relativas às más influências que os vermelhos, os petralhas de Lula e Dilma, os grandes escritórios e associações de defensores de bandidos exercem sobre aquela instituição. Consta inclusive que o atual presidente da OAB – filho de um ex terrorista – foi eleito com ajuda do bandidaço Zé Dirceu e que deste recebeu a missão de desestabilizar o governo de Jair Bolsonaro. A OAB recebe de anuidades e a titulo de pagamento pelo exame necessário para o registro profissional mais de um bilhão de reais. Tudo deve ser apurado.

As contas desta instituição – que está isenta do pagamento de tributos tal como também qualquer órgão da administração indireta – nunca foram examinadas pelos órgãos governamentais de controle, assim como um dia o “Ogro Encarcerado” isentou, por decreto sigiloso, os famigerados Sindicatos de prestar conta dos bilhões que chupitavam do trabalhador. É crível? A tentativa agora do TCU de fiscalizar a OAB está sendo bombardeada, de toda forma, pelos vermelhos e através de seus braços na sociedade.

Sustentam os donos da OAB que exigir a prestação de suas contas pode atentar contra sua independência e autonomia. Que história é esta? Independência e autonomia se exercem e se demonstram com patriotismo e isenção, com retidão, com integridade, com probidade e transparência. A rigor não se constata nada daquilo quando aquele conselho profissional não pugna pela prisão de condenados em 2ª instância; quando não exige e coonesta a torpe concessão da liberdade para o condenado Zé Dirceu; quando ataca o herói nacional Sérgio Moro e tenta desmoralizar a Operação Lava Jato; quando promove a divisão e a cizânia da sociedade e facciosamente prega o feminismo desequilibrado, o gayzismo viral, o social-comunismo desagregador, as lutas racial, de sexo e social; o “direito dos manos” para assassinos sanguinários em detrimento do pai de família; a defesa xiita e incompetente do meio ambiente; o populismo petista e o esforço para a libertação de condenados e envolvidos nos Mensalões do PT, do PSDB e no Petrolão. Como e por que um órgão público ou os órgãos de interesse da sociedade podem perder sua independência e autonomia se prestarem contas aos Tribunais e aos órgãos fiscalizadores. O STF, o STJ e os Tribunais Estaduais devem prestar contas e nem por isso têm sua independência, autonomia e liberdade atingidas, quando são fiscalizados ou quando qualquer pessoa do povo lhe questiona com base na Lei de Acesso à Informação.

Vamos exigir maciçamente pelas Redes Sociais, dos novos legisladores, que proponham urgentemente um projeto de lei (ou até uma Emenda Constitucional, se for necessário para impedir o óbice ideológico do Supremo) que obrigue a OAB e todos os demais Conselhos Profissionais a prestar contas aos Tribunais e Órgãos fiscalizadores.

A Revolução Democrática de 2018 deu ao povo desta Nação Verde e Amarela o direito e a oportunidade de destruirmos o antigo establishment, de recompor a sociedade e de quebrarmos odiosos tabus e todos os privilégios. Podemos ousar. Vamos cerrar fileiras e, sem receio da crítica dos entendidos e babilacas, viralizar pela Rede Mundial de Computadores nossas exigências no sentido de que – para começar falando por alto e mal – que o Congresso aprove e que o executivo promova incontinenti: 1) a tipificação, no ordenamento brasileiro, do roubo, da malversação de dinheiro público e do terrorismo urbano e internacional como os únicos crimes de caráter imprescritível, inanistiável, hediondo, inafiançável e que a lei autorize a aplicação da pena em casos ocorridos no passado, punindo-se retroativamente; 2) a tipificação como crime contra ordem pública da invasão ordenada, programada e premeditada de imóveis e terras públicas ou particulares cominando-se com a cassação do registro de qualquer associação ou entidade que a promova; 3) a revisão de todo processo administrativo ou judicial julgado ou em trânsito dos quais tenham resultado qualquer indenização contra o Estado com base em motivação ideológica de qualquer viés; 4) a proibição de dispêndio com dinheiro público da administração direta ou indireta, com publicidade (não confundir com comunicações de interesse nacional) na grande imprensa escrita, falada e televisada, ressalvando-se as mídias da Rede Mundial de Computadores, infinitamente mais eficientes e econômicas; 5) a fixação de um teto constitucional da ordem de 20 salários mínimos para pagamento a todo e qualquer servidor público dos três poderes da República, criminalizando a partir de uma data específica e a despeito de situações pretéritas constituídas, o pagamento e ou recebimento de quantia superior auferida, direta, indiretamente e a qualquer título, inclusive dando causa ao imediato confisco pelos órgãos fiscais de controle e outras que tais.

Vou ficar esperando que a petralhada venha lançando o veneno da dúvida e da desesperança em relação àquilo tudo que agora pretendemos. Estou certo de que, como de vezes anteriores, tentarão escarnecer, ridicularizar, humilhar e desprezar a vontade da grande maioria que venceu as eleições gerais de 2018. Farão isso. Façam de novo, tal qual como duvidaram, escarneceram e humilharam o Capitão, inclusive quando tentaram matá-lo. Que ninguém se iluda, já foi mais difícil e conseguimos. Neste passo, rogo ao caro leitor que comigo recorde um passado recente assistindo ao vídeo que está no endereço seguinte: https://www.youtube.com/watch?v=GdhK9GRGOBU. Lá se tem um bom exemplo do que é ou do que se trata a esquerdalha de A até Z. É um deleite assistir e constatar, ao vivo e em cores, o quanto era desclassificada e ridícula nossa então abjeta classe política reinante; o quanto são burros e pretenciosos esses deformadores da grande imprensa e os tais famosos da telinha e como é incompetente e caótica a nata da vermelhada odienta. Todavia essa gente não se emenda. Diferente do que brada no vídeo um desses calhordas cativo da extrema imprensa, as redes sociais podem muito, podem muito mais do que eles pensam e é através dela que colocamos lá Jair Bolsonaro e vamos colocar este País do jeito que merecemos.

José Mauricio de Barcellos ex Consultor Jurídico da CPRM-MME é advogado. Email: bppconsultores@uolcom.br.

Crueldade: Idoso é executado a tiros na Zona Rural de Vargem Grande

Destacado

Ilustração

O Sr. Raimundo Nonato Lima de 64 anos, conhecido como Nego de Luca, foi executado a tiros no final da tarde de hoje 23/02, às 17hs e 40 min, em sua residencia no povoado Paulica, Zona Rural de Vargem Grande.

Segundo informações de familiares, existe suspeita que os executores do idoso, foram os mesmos que a aproximadamente 6 meses tentaram assalta-lo, e como ele reagiu, e não obtendo exito no intento, os bandidos resolveram voltar e executa-lo.

Os tiros que tiraram a vida da vítima foram:, 01 na região parietal esquerda, 01 na região dorsal esquerda, 02 no ombro esquerdo,01 na região peitoral lateral esquerda, 02 no antebraço esquerdo, e 01 na região interna da coxa direita.

De acordo com pessoas próximas da família a vítima se encontrava na cozinha de sua residência no povoado Paulica às margens da Ma 020 no trecho compreendido entre Vargem grande e Coroatá. De repente uma moto Bros estacionou em frente a residencia do Sr. Raimundo e dois elementos ainda desconhecidos da polícia, entraram na casa e foram direto a cozinha onde a vítima se encontrava com sua esposa.

Lá chegando, não tiveram nenhum diálogo, foram logo disparando os tiros, que segundo o laudo, são de calibres diferentes.

Há quem afirme que a vítima ainda fez uma perfuração com um facão em um dos seus executores, e isso pode facilitar na identificação dos criminosos.

A polícia esteve no local e está diligenciando no sentido de prendar os acusados.

Assaltante de motos é preso em Vargem Grande

Destacado

No início da manhã de hoje uma operação policial que contou com a participação de policiais de Vargem Grande, Nina Rodrigues e Presidente Vargas, foi preso Wallace Pereira Monteiro de 25 anos acusado de ter assaltado na noite de ontem, o senhor Raimundo José Cavalcante de Mesquita.juntamente com seus comparsas de Santa Rita.

De acordo com a vítima, o acusado e mais três comparsas se encontravam em um carro preto, e ao se aproximar de sua residência, dois elementos que estavam no veículo desceram e anunciaram o assalto. Segundo ainda a vítima, um estava com uma arma longa e o outro com um revolver calibre 38.

Raimundo José disse que estava em casa de amigos com sua esposa e ao chegar em casa por volta das 8hs e 30 min da noite, foi abordado pelos bandidos que além de levarem sua moto, ordenaram que ficasse deitado no chão.

A vítima disse que a polícia fez um trabalho nota 10 ao prender Wallace no povoado Junco, entre os municípios de Nina Rodrigues e Presidente Vargas.

Para o Blog o acusado declinou o nome apenas de Mundico um dos integrantes da quadrilha e acrescentou que os outros ele desconhece.

.

Geraldo Rodrigues agradece a confiança dos amigos

Destacado

Em uma recente pesquisa feita pelas redes sociais aqui na terrinha, o nome do pré-candidato a prefeito de Vargem Grande Geraldo Rodrigues, tem sido bem aceito pela população de Vargem Grande, e isso demonstra o atual momento da política em todo país.

O tradicional, a política do me engana que eu gosto, está ficando na poeira da estrada e deixando surgir novos nomes que inspiram maior confiança e credibilidade dos entes envolvidos na vida pública.

Geraldo Rodrigues, em conversa com o blog, foi enfático ao afirmar que ” Está disposto a enfrentar o desafio das urnas, e que sempre acreditou no espírito do renovo que existe em cada homem e mulher de Vargem Grande.

Geraldo disse ainda, que é preciso avançar, mais com responsabilidade e agradece a todos os amigos que estão lhe honrando com a confiança, e espera se eleito, reunir o que há de melhor no seio de Vargem Grande, valorizando sempre a prata de casa.

Preso traficante interestadual com droga avaliada em R$ 100 mil na BR-135, em São Luís

Destacado

O traficante identificado como Alexandre Martins de Oliveira, de 24 anos, foi preso em flagrante por policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), na tarde de sexta-feira (22), no momento em que tentava sair de São Luís transportando droga para o Tocantins.
A prisão ocorreu após a polícia receber informações sobre um homem que estaria na zona rural de São Luís adquirindo droga para levá-la ao estado do Tocantins.  Após ter sido identificado que o suspeito estaria conduzindo um veículo Fiat/Fiorino, de cor branca, os policias o abordaram na BR-135. Em um compartimento oculto foram encontrados quatro tabletes e pequenos pedaços de crack.

Alexandre Oliveira ainda estava na posse de um revólver calibre 38, municiado com três projéteis intactos.
A droga apreendida totalizou 4,6 kg e está avaliada em aproximadamente R$ 100 mil.
O preso foi conduzido à Seic para autuação em flagrante por tráfico de drogas e porte de arma de fogo. Em seguida, ele foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da Justiça.

HOMEM É PRESO ACUSADO DE APLICAR GOLPES EM SÃO LUÍS

Destacado

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC, prendeu em flagrante delito, na quinta-feira (21)) Denilson Moreira Mello, acusado de aplicar golpes bancários em São Luís.

Segundo informações policiais, no momento da prisão, o suspeito estava tentando aplicar mais um golpe em uma agência bancária. Ele faz parte de uma associação criminosa que vem agindo nos últimos dias falsificando identidades, procurações e escrituras públicas, para com isso conseguir sacar vultosos valores provenientes de heranças que estejam depositadas em contas bancárias em nome dos espólios.

Neste episódio, Densilson compareceu à agência do Banco do Brasil do bairro Cohatrac sob a identidade de Mikolas Melo Tavares, e apresentou uma escritura pública de inventário e partilha que dizia ser ele o único herdeiro da quantia de R$ 327.090,14 (trezentos e vinte e sete mil e noventa reais e catorze centavos), valor pertencente a um senhor falecido no ano de 2014.

Já na delegacia o suspeito insistiu na identidade apresentada, mas a equipe conseguiu chegar ao seu verdadeiro nome, com o qual já possuía registro criminal pelo mesmo tipo de crime, inclusive com mandado de prisão em aberto pela vara de execuções penais, uma vez que estava foragido desde o ano de 2015, quando se evadira do sistema prisional mediante abuso de confiança.

Denilson foi levado para a sede da SEIC e, após as formalidades legais, foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da justiça.

Funcionária de “O Globo” implora por assinaturas e admite parcialidade dos jornalistas

Destacado

34854COMPARTILHARAM ISSO

Circula no Whatsapp um áudio em que uma operadora de telemarketing do jornal O Globo tenta impedir que um assinante concretize o cancelamento da sua assinatura do jornal.

No áudio, a funcionária comete o ato falho de escancarar o fato de que os jornalistas do veículo não são imparciais. Ela afirma, por exemplo, que Miriam Leitão “já está mais focada em economia, já não dá mais palpites em política” e que Merval Pereira “está mais imparcial”.

Além disso, é aberto o jogo de que o jornal pretende mudar sua linha editorial em função da grande quantidade de queixas sobre a linha que tem seguido nos últimos tempos.

Outros internautas se manifestaram nas redes sociais relatando o mesmo tipo contato.

PEDRO ROGÉRIO MOREIRA Jânio + Collor + Itamar = Bolsonaro?

Destacado

À maneira como Plutarco ensina entender a História, alguém poderia comparar os perfis dos ex-presidentes Jânio Quadros, Fernando Collor e Itamar Franco, com o do presidente Jair Bolsonaro. Sabendo de antemão que nem todos os santos da Igreja foram santos, a preliminar deste Vidas paralelas brasileiro seria a de que nem todos os varões de Plutarco foram “varões de Plutarco”. O historiador grego colocou numa balança os estadistas de seu povo e os de Roma, exaltando-os, mas pesando os prós e os contras de cada um. Encontrar as semelhanças, ou aproximações, entre eles, mesmo com a ligeireza deste espaço, seria de bom proveito na atualidade em que nos deparamos com atitudes que desafiam a nossa compreensão imediata.

Os nossos quatro varões do título deste artigo são idiossincráticos e todos eles escolhidos pelo povo; estas são as aproximações.

Jânio implicou com os biquínis das cariocas e achava mais apropriado ao brasileiro vestir-se à moda indiana ou caribenha. Imitando todos os varões estudados por Plutarco, que decretavam guerra a outras cidades por “me dá cá a minha palha”, Jânio tencionou ocupar militarmente a Guiana. Mas não se mostrava em público um espírito tendente à guerra, como os de Esparta e de Roma; antes, foi um ateniense que queria congregar outros povos distantes, como se mostrou ao aproximar o Brasil da África, deusa mater de milhões de cidadãos brasileiros. Já Fernando Collor, que gabava sua férrea alma guerreira, é louvado por haver sepultado num profundo poço a bomba atômica brasileira, que alguns dos seus generais queriam manter no templo de Zeus para amedrontar os vizinhos argentinos. Também ele desacreditou os artesãos que construíam carros; preferia os de outros povos, assim como preferia os ornamentos e unguentos estrangeiros. Alguns varões de Plutarco importaram muitos costumes de outros povos e os incorporaram à sua cultura.

Jânio e Collor amavam exibir-se à multidão, nos nossos fóruns e aerópagos: a rua asfaltada e a televisão. Itamar Franco preferia a solidão do gabinete; nem mesmo subiu ao Capitólio para honrar o funeral de um maratonista elevado à condição suprema, o divino Senna. Não era soberba, nem temor ao povo que lhe admirava como se admirava Rômulo ou Sólon; era introversão ao exibicionismo, sentimento que, bem pesado na figura de um estadista que nas ocasiões solenes é obrigado pelo cargo a se expor, pode ser chamado de esquisitice. Sólon também tinha essa mania de fugir ao sol do aplauso, mas quando se dispunha a falar diretamente à assembleia do povo, era um Jânio Quadros! Mas Itamar, ungido pela divindade protetora da Ousadia, mudou a moeda e agradou unanimemente o patriciado e o proletariado das cidades e dos campos.

Collor, patrício rico de raiz, fazia questão de banquetes faustosos como quase todos os varões de Plutarco, mas não se intimidou ao avançar no tesouro dos particulares ao baixar uma lei retirando a moeda de circulação; com isso, igualou o patriciado ao povo, por um breve período, tal e qual fez o grego Licurgo em Atenas ao decretar o fim da cunhagem da moeda de ouro e de prata; introduziu a de ferro temperada ao vinagre. O tempo mostrou a inocuidade da lei: a cupidez vem dos tempos imemoriais, e ninguém, pobre ou rico, aprecia beber o vinagre puro, sem um acompanhamento condizente.

Itamar amava a simplicidade, assim como aparenta amar Bolsonaro e amavam mesmo alguns dos varões retratados em Vidas paralelas. Bolsonaro manda o carro oficial parar num food truck para comer um sanduba, assim como um comandante grego ou romano, em meio ao sítio de uma cidadela, encosta-se à pedra para comer a porção de lentilhas ao lado de seus liderados. Itamar não era dado às modernidades da alimentação; preferia as já testadas como boas. Após a sua feliz magistratura, que já entrou nos Anais da História, preferiu o ostracismo em Lisboa, e mandou seu cozinheiro que há anos o seguia edificar um galinheiro no quintal da afortunada mansão em que passava dias ociosos, comendo frango ao molho pardo aos domingos e alvejando ciumentamente com ditirambos telefônicos o cônsul que havia muito bem escolhido como sucessor, o filósofo FHC, de memória cultuada com inteira justiça.

Bolsonaro, no segundo mês de sua magistratura, já defenestrou um ministro, e alguns cidadãos dados a consultar o oráculo de Delfos garantem que há mais gente na fila para merecer o mesmo destino doloroso. Collor, também nos primeiros meses de seu consulado, defenestrou de suas hostes o líder na Câmara, o deputado Renan Calheiros, que foi o Bebianno de sua campanha, o esteio da vitória magnífica. E dispensou o trabalho de outros auxiliares que perto dele faziam oferendas às divindades do poder. Até com seu irmão brigou, assim como Rômulo brigou com Remo e degenerou em tragédia política.

O varão Numa Pompílio, como Bolsonaro, não integrava a aristocracia política e econômica da próspera Roma e amava a simplicidade da vida doméstica, assim como o Capitão se mostra ao se deixar fotografar de sandálias franciscanas e camiseta do Palmeiras sob a toga moderna, o paletó. Alguns não acham simplicidade, mas ausência de liturgia, mais modernamente chamada breguice, o que desagrada as divindades. Cuidado, elas castigam, especialmente aos sacerdotes aos quais cumpria zelar pelas cerimônias religiosas e hoje zelam pelas cerimônias políticas.

A fama de integridade de Numa o fez rei, embora não fosse romano, mas sabino; os ricos e o povo formaram uma coalizão para elegê-lo, tal e qual ocorreu conosco em 2018, com os banqueiros em peso e enorme parte do proletariado votando no Capitão. A principal obra de Numa foi consolidar e aumentar a grandeza de Roma, desestimulando as disputas políticas no Senado que derivavam sempre em guerras civis. É o anseio geral de hoje com Bolsonaro.

Voltando a Sólon, Plutarco lembra que uma das mais curiosas leis do ateniense foi proibir que se falasse mal dos mortos. Vamos respeitar essa lei sábia e não apontar aqui algum erro que os dois falecidos varões antecessores de Bolsonaro, Jânio e Itamar, tenham cometido. Falemos apenas de suas idiossincrasias, para que elas não atrapalhem a ação de bem nos governar. Nesta matéria, a vida política do antigo cônsul Fernando Collor, que hoje oferece sua experiência no Senado, pode dar oportunos ensinamentos ao atual magistrado.

Conheça as atrações do carnaval de Nina Rodrigues

Destacado

A Secretaria de Comunicação e Cultura do município de Nina Rodrigues,com o aval do prefeito Rodrigues da Iara, montou uma programação para o carnaval de 2019 com atrações de renome nacional, para atender ao mais exigente folião que prefere o corredor da folia da Cidade que é cada vez mais feliz, e por isso mais segura.

As atrações atendem ao gosto do mais exigente folião. Desde Tony Guerra, Bruno Shinoda, Andson Mendonça, Jhony Boy entre outras.

Serão momentos inesquecíveis que proporcionaremos a todos que nos visitarem dos dias 02 a 05 de março no corredor da folia. Teremos imenso prazer em recebe-los. Você e sua família serão muito bem vindos ao nosso habitar da folia. Esse é o recado que foi dado pelo secretário de Cultura e Comunicação Clemerson Makayva,

E como a própria população acostumou-se a dizer:” Nina Rodrigues, cidade da Paz, e cada vez melhor de se viver.” Todos serão sempre bem-vindos, disse o secretário.

Homem é preso após estuprar e assassinar mulher em São Luís

Destacado

A Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa – SHPP prendeu Rodrigo Dias Ferreira, de 24 anos, acusado de estuprar e assassinar Keyla Piedade Camelo, de 43 anos, em São Luís. A prisão suspeito ocorreu no Alto da Vitória, região Anjo da Guarda e foi em decorrência de um mandado de prisão temporária.
De acordo com informações, o corpo de Keyla foi encontrado com sinais de abuso sexual e estrangulamento, na manhã do dia 26 de dezembro de 2018 às margens da Avenida dos Portugueses.
Segundo as investigações do Departamento de Feminicídio, autor e vítima não tinham relação afetiva, no entanto o assassinato foi considerado feminicídio, pois teve violência sexual.
Os policiais do 5º Distrito Policial do Anjo da Guarda ajudaram na identificação do autor quando, por meio de fotografias, conseguiram testemunhas que viram Rodrigo passando com a vítima, em frente a um ferro velho, no dia do seu desaparecimento.
Contra o autor, há também um vídeo em que ele aparece com a vítima, no qual ela se esquivando às investidas dele que tenta pegar em sua cintura. Outra evidencia que leva ao acusado é o fato de que a bermuda usada por ele hoje, quando da sua prisão, é a mesma utilizada nas filmagens onde está com a vítima, à data do feminicídio.
A delegada Viviane Azambuja, responsável pelo Departamento de Feminicídio, acredita que Rodrigo foi rejeitado ao tentar manter algum tipo de relação íntima com a vítima e por isso a tenha estuprado e estrangulado, o que fez com a alça da própria bolsa dela, conforme fotografias e demais provas produzidas pela equipe policial do plantão da SHPP, quando o corpo foi localizado.

Pré-Carnaval chega ao último fim de semana e deve lotar as ruas do Centro de São Luís

Destacado

O Pré-Carnaval de Todos chega ao último fim de semana com uma programação que promete lotar as ruas do Centro Histórico de São Luís entre a sexta-feira (22) e o domingo (24).

Durante todo o mês de fevereiro, o Governo do Maranhão montou uma programação especial para aquecer o clima antes do Carnaval, no início de março. A festa começa na Praça Nauro Machado, na Praia Grande, a partir das 18h de sexta-feira. Entre as atrações, está o Jegue Folia.

No sábado, a Beira Mar vai receber a multidão de fantasiados do Bloco Só Safados, a partir das 16h. A concentração começa às 14h, na Praça Maria Aragão.

E no domingo, já é tradição: a Madre Deus recebe dois pontos de folia. No Largo do Caroçudo, as atrações incluem o Grupo Apoteose e o Samba da Feirinha. No Beco do Gavião, a Escola de Samba Unidos de Fátima está na programação.

Programação 

Sexta-feira (22/02) – Praça Nauro Machado
18h – Espinha de Bacalhau
19h – Bloco Tradicional Os Tremendões
20h – Bloco Afro Officina Afro
21h – Ritmistas da Madre Deus
22h – Jegue Folia

Sábado (23) – Beira Mar
16h – Só Safados
17h – Bloco Alternativo Batuque das Onças
18h – Bloco Alternativo Maratuque Upaon Açu

Domingo (24) – Madre Deus
Largo do Caroçudo
18h – Grupo Magia
19h – Grupo Namoral
20h – Samba da Feirinha
21h – Grupo Apoteose

Beco do Gavião
17h – Grupo Palmares
18h – Bloco Tradicional Os Gladiadores
19h – Bloco Afro Abibiman
20h – Escola de Samba Unidos de Fátima
21h – Grupo Groovaê

Secap

Motocicleta é roubada no residencial Canaã em Vargem Grande

Destacado

Imagem Ilustrativa

Por voltas das 22 horas de ontem (21), o jovem Carlos Sergio Martins, teve sua moto Pop 100 de cor roxa, toda no rodão preto ano 2011/2012 de placa NXJ 0440, com um detalhe de terço na frente, roubada no residencial Canaã I, na cidade de Vargem Grande.

Segundo informações de Carlos Sergio, a sua esposa teria saído para deixar uma amiga e ao retornar para a residencia do casal, foi surpreendida por três elementos,que estavam na posse de uma garruncha, eles anunciaram o assalto e subtraíram o veículo da vítima.

A polícia militar de Vargem Grande, já estar na captura dos suspeitos .

Homem é preso em Santa Inês com sementes de maconha, escopeta e R$ 102 mil que podem ter sido roubados do BB em Bacabal

Destacado

Policiais da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês e do 2º DP deram cumprimento, nesta sexta-feira (21), por volta de 16h, ao mandado de busca e apreensão na residência e empresa de José Ramalho de Carvalho, no povoado Encruzilhada.
Em um dos cômodos, os policiais localizaram uma escopeta calibre 12, com três munições intactas, uma garrafa de um litro cheia de sementes de maconha e uma quantia de aproximadamente R$ 102 mil em espécie.

O dinheiro apreendido tem as mesmas características das cédulas subtraídas no assalto ocorrido na Central de Distribuição do Banco do Brasil na cidade de Bacabal, no dia 25 de novembro de 2018, tendo em vista tratar-se de dinheiro novo e sequencial. As cédulas serão encaminhadas para perícia.
José Ramalho de Carvalho foi preso e conduzido para a 7ª Delegacia Regional, onde serão feitos os procedimentos de praxe e logo em seguida será encaminhando ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.  

EM BACABEIRA, UM HOMEM É FLAGRADO DEITADO EM UMA CAMA COM UMA CRIANÇA DE 04 ANOS TENTANDO ESTUPRÁ-LA

Destacado


Jhemerson Silva da Silva foi preso na quarta-feira (20) após ser suspeito de tentar estuprar uma criança de apenas quatro anos de idade em Bacabeira.

Segundo informações da polícia, Jhemerson Silva teria pulado o muro da casa da criança, ido até o quarto da vítima que dormia, tirado as suas roupas e deitado ao lado da menina, quando foi surpreendido pela mãe da menina que gritou pedindo por socorro.

Jhemerson ainda tentou fugir, mas foi capturado pelos policiais que atenderam a ocorrência sobre o caso. Jhemerson Silva da Silva foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Bacabeira, onde foi autuado por tentativa de estupro de vulnerável.

Fonte: Neto Ferreira

Micro-ônibus que faz linha Cândido Mendes/Belém pega fogo na BR 316. Veja o vídeo!

Destacado

Um micro-ônibus da empresa Diego Soares Transportes pegou fogo na madrugada desta quinta-feira (21), na BR 316, entre Cachoeira do Piriá e Santa Luzia do Pará. O ônibus é da cidade de Cândido Mendes e faz linha á cidade de Belém -PA . 
Não há informações do que teria motivado as chamas, segundo informações de um dos passageiros. Apesar do susto, não houve vítimas.
No vídeo, é possível ver as chamas tomando conta do veículo, que foi totalmente destruído pelo fogo. :

IPOJUCA PONTES De abutres, Bolsonaro e seus filhos confiáveis

Destacado

A pior escória do país, de braços dados com reduzido número de militares dentro do governo e os incansáveis ativistas da suja mídia bolchevista, quer vestir, a muque, desde muito antes da exoneração do inviável Gustavo Bebiano, uma camisa de força em Jair Bolsonaro e seus valorosos filhos – Carlos, Eduardo e Flávio, especialmente o primeiro, genial estrategista no emprego das redes sociais sem o qual o pai dificilmente teria sido eleito. A intenção é dobrá-los de joelhos para que reneguem compromissos assumidos com a nação e adotem, covardemente, a corrupta agenda da “velha política”.

A ordem é isolá-los, exauri-los, desmoralizá-los e, depois, em caso de resistência do Presidente eleito, em vez de esfaqueá-lo, abatê-lo com um tiro na nuca (como fez Lenin em 1918 ao mandar abater a Família Romanov, em Scaterimburgo-Rússia)

Vejamos os fatos: em 10/02/2019, a Folha de S. Paulo publicou matéria sobre Maria de Lourdes Paixão, candidata a deputada pelo PSL de Pernambuco (eis a manchete: “Partido de Bolsonaro criou candidata laranja para usar verba pública de R$ 400 mil”). A Folha dizia que MLP recebeu dinheiro do imoral Fundo Partidário de Campanha, quatro dias antes das eleições, e obteve 274 votos. À época, Gustavo Bebiano,   presidente interino do PSL (legenda pela qual Bolsonaro foi eleito), devia cuidar pessoalmente das verbas do partido, e mais: supervisionar e aprovar – ou não – as candidaturas estaduais. (No Rio, por exemplo,a desprezada criatura forçou tanto a barra que acabou indicando Paulo Marinho como 1º suplente do Senador Flávio Bolsonaro).

Bem, como não poderia deixar de ser, diante da denúncia,   instalou-se a falsa crise promovida pela midia. Heraldo Pereira, da Globo News, responsabilizou Jair Bolsonaro. O presidente, por sua vez, ainda no leito hospitalar, acionou Sérgio Moro, ministro da Justiça, para que a Polícia Federal fosse fundo nas investigações da denúncia.

O tal Bebiano, instigado pela mídia, querendo jogar a bomba no colo de Bolsonasro, mentiu que já tinha falado três vezes com o Presidente, dando a entender que tudo estava nos eixos. Então Carlos Bolsonaro, admirável observador das manobras sujas em torno do pai, antevendo o esquema macabro de envolvê-lo no escândalo de desvio de verbas públicas, desarmou a bomba relógio: denunciou, em cima do laço, a mentira do esvaziado ex-secretário da Presidência da República, já acusado de vazar informações para a mídia adversa.

E o que faz a desavergonhada mídia diante do desmentido veemente? Esquece o “escândalo” do laranjal, cujo objetivo era atingir o Presidente, e passa a sacanear com furor uterino o filho que abortou o jogo sujo em andamento. A partir daí, a denúncia da fraude eleitoral foi jogada na lata de lixo e só se escutou    a mixórdia desagregadora de que Carlos Bolsonaro tem de ser enquadrado como uma ameaça à estabilidade do governo. Cabe dizer: pura fancaria comunista!

(Aqui convém divulgar um dos atos desleais de Bebiano: traindo a confiança do governo, agendou uma reunião com Paulo Tonet, vice-presidente de Relações Institucionais da Globo – organização sonegadora de imposto de renda e arquiinimiga do presidente eleito – dentro do Palácio do Planalto. Ao tomar conhecimento do encontro, Bolsonaro mandou Bebiano desmarcá-la e o advertiu:

– Você está colocando o pior inimigo dentro da minha casa!).

Outro lembrete oportuno: na noite em que foi anunciada a eleição de Bolsonaro à Presidência da República, Fernando Haddad, candidato comunista derrotado, sem reconhecer a vitória do oponente, vociferou que o papel da oposição era combater o futuro governo, sem dar trégua, a ponto de desestabilizá-lo.

Quanto a Carlos Bolsonaro, o ódio eterno (enquanto dure) contra ele é bastante compreensível, embora   imperdoável: um iniciado, o filho do Presidente usou a Internet como plataforma que democratizou a informação e deu voz política, no momento certo, a população brasileira. Na realidade, com a amplitude e a mobilidade das suas informações nas redes sociais,  ele achatou o reinado da mídia amestrada. Com elas, a massa indignada, sem voz nem vez, passou a se manifestar com independência e garra. Touché!

Melhor: utilizando o twitter para enviar e receber mensagens, o próprio Jair Bolsonaro, ao modo de um Donald Trump, vitorioso presidente dos EUA, passou a se comunicar diretamente com milhões de pessoas que se tornaram aliadas de suas propostas de renovação.

Por extensão, as opiniões, notícias   e comentários dos “experts” da Globo (ou “Globolixo”), bem como os das vestais da grande imprensa, passaram a valer, exatamente, o peido de uma gata. Ou seja: acabaram por ser solenemente ignorados!

De fato, com a atuação vigorosa de Carlos Bolsonaro, uma espécie de Prometeu desacorrentado falando com a população sem papas na língua, honesto e diligente, as massas passaram a irradiar entusiasmo e autoconfiança crescentes. Assim, ao convocar pelas redes sociais milhões de inconformadas para participar das manifestações de rua contra a chaga do socialismo e seus arautos… bem, o filho Bolsonaro  simplesmente ajudou a desencadear, irreversível, a mobilização das pessoas que clamavam por novos caminhos: elas não mais suportavam as práticas vampirescas de gente como FHC, Lula, Dilma e Temer esbulhando o País com suas quadrilhas organizadas.

Mas a situação não está fácil. De um lado, temos um Presidente ainda convalescente, eleito pelo povo para cumprir uma agenda voltada para o combate à corrupção, ao gigantismo estatal, à criminalidade desenfreada e ao deletério marxismo cultural, a encampar qualquer tipo de desagregação moral, política e social.

De outro, temos a mídia vermelha falida, sequiosa por bilionárias verbas públicas, capaz de todas as vilanias possíveis e inimagináveis, para acuar o Presidente eleito e não deixá-lo governar sob nenhuma hipótese.

No meio, para defendê-lo, há a população de quase 60 milhões de eleitores, atenta às redes sociais e disposta a enfrentar os agentes do Mal. E há, naturalmente, os filhos de Bolsonaro, todos enlameados pela corja, mas corajosos, principalmente o vereador Carlos, que deve permanecer vigilante às manobras dos querem destruir o extraordinário Jair Messias Bolsonaro.

P S – Júlio Maciel é um leitor especial que sempre troca o detalhe pelo conjunto. O alvo principal do meu artigo anterior foi o general Mourão, figura do burlesco, visto como porta voz de reduzido número de militares dentro do governo, a se contrapor aos compromissos do Presidente eleito, como no caso da transferência da embaixada do Brasil para Jerusalém.

A primeira coisa a dizer sobre os nossos vínculos de amizade com o povo judeu data de 1947, quando

Osvaldo Aranha, presidindo a Assembléia Geral da ONU, ajudou a criar o Estado de Israel. A segunda, mais importante, é que o povo judeu, nos deu a divina Tábua de Moisés, conjunto de leis pétreas que formaram a Civilização Ocidental e Cristã, um indiscutível marco na trajetória da humanidade.

Só por isso entendo que deveríamos comprar qualquer briga em favor de Israel, até contra árabes e muçulmanos que aspiram impor uma Nova Ordem Mundial, na base do terror, quem sabe pensando numa supremacia global. (Para os muçulmanos, diz a lenda, os cristãos são infiéis, passíveis de morte. Ademais, basta olhar o mapa, Israel é um Estado cercado de países árabes por todos os lados – alguns com facas nos dentes para destruí-lo).

Mais negócio faremos com os EUA, que já transferiram sua embaixada para Jerusalém e é parceiro fundamental na movimentação da nossa balança comercial.

Entendo ainda que comprando commodities baratas como compram no Brasil, os árabes jamais largarão a presa por causa da transferência de uma embaixada para Jerusalém. Se não for blefe, pago para ver.

Jovem Morre por enforcamento em Vargem Grande

Destacado

Ilustração

O jovem Wellington Medeiros de Oliveira de 22 anos, que visitava seus familiares em Vargem Grande e estava há aproximadamente 10 dias na casa deles, na rua Simplício Oliveira, deu cabo a sua vida por enforcamento.

Essa não é a primeira vez que Wellington tenta contra a existência. A alguns anos atrás em Fortaleza-Ce, ele tentou contra a sua existência fazendo uso de veneno, foi socorrido e retornou para o Maranhão.

Depois dessa tentativa em que foi salvo, segundo familiares, ele dizia que agora é que estava com coragem de se matar.

Wellington atualmente vivia com sua mãe em Imperatriz e veio visitar seus familiares em Vargem Grande tendo dado fim a sua existência em sua terra natal. O suicida é filho do empresário Welson Oliveira, neto da vereadora Conceição. Externamos nosso pesar a família enlutada.

Assaltante da agência dos Correios no Anjo da Guarda é preso em São José de Ribamar

Destacado

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia Especial de São José de Ribamar e DCRIF/SEIC, prendeu o assaltante Rômulo Gustavo Teixeira da Silva, de 24 anos, pela prática do crime de roubo à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT, no bairro Anjo da Guarda, em São Luís, crime ocorrido no dia 22 de janeiro de 2016.   
A prisão do assaltante foi efetuada na quarta-feira (20), , no bairro do São Raimundo, em cumprimento a mandado de prisão temporária.
Rômulo Gustavo já teria sido preso em outra oportunidade por policiais federais por ter participado do roubo aos Correios do Aeroporto Internacional de São Luís em junho de 2017.
Após os procedimentos legais, Rômulo Gustavo foi encaminhado ao Centro de Triagem São Luís, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Homem é preso acusado de estuprar enteada de 10 anos em Timon

Destacado

A Polícia Civil de Timon prendeu um homem identificado como Francisco das Chagas de Araújo de Sousa, foi preso na noite de terça-feira (19). A prisão foi em razãou em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela 3ª vara criminal de Timon.
De acordo com a polícia, Francisco das Chagas, estuprou sua enteada durante 10 anos, sendo que ele começou a estuprar a vítima quando a mesma tinha 05 anos e só parou quando sua enteada completou 15 anos e denunciou o criminoso.
O criminoso foi condenado a 13 anos 09 meses e 14 dias de prisão pelo crime de estupro de vulnerável.
A prisão de Francisco das Chagas aconteceu em sua residência no povoado Pote, zona rural da cidade de Timon.

O Dia “$”: A Grande Mídia asfixiada no que mais gosta: dinheiro

Destacado

4

No dia em que os poderosíssimos presidente da Confederação Nacional da Indústria e 3 presidentes de Federações da Indústria estaduais foram presos.

No dia em que veio à tona um furo de 400 milhões de reais nos últimos 17 anos no “Sistema $”.

No dia em que o tal do Paulo Preto, operador do P$DB e acusado de ser o dono de um “bunker” com 100 milhões de reais em dinheiro vivo, com notas que precisam tomar banho de sol para não ficar mofadas foi novamente em cana.

Bem nesse dia, o $i$tema Globo de comunicação gasta 2/3 do tempo das suas editoriais políticas com notícias da exoneração de um ministro sem voto, sem voz, sem prestígio e sem caráter.

Quantos milhões a Fundação Roberto Marinho (cuja caixa preta precisa $er aberta) e as empre$a$ Globo viram ir para o ralo no seu conta-corrente, hoje? E Veja? E a Folha?

A grande mídia está sendo a$fixiada no que mais gosta: dinheiro.

Lá no fundo do lodo, nós vamos ver todos os “$ócios” deste lucrativo negócio chamado de CORRUPÇÃO!

E vamos ver que esses empreendimentos não são bancados só por políticos.

Quero ver algum ministro do Supremo ter culhões (com perdão pelo uso da expressão chula) para soltar alguém dessa gangue!

Eh! O Brasil está mudando!

E vem mais pela frente…

Aguardem…

MIGUEL GUSTAVO DE PAIVA TORRES Zé Pelintra, Pomba Gira e o Cavalo no Terreiro do Brasil

Destacado

Quem escapa da morte nunca mais é o mesmo. O abraço com o nada e o susto da eternidade provoca uma reação química no espirito do quase morto. E tem a luz. A famosa luz que encanta, como o canto de uma sereia, e apavora, como a visão das 72 virgens à espera dos eunucos barbudos. E os ladrões sentem um prazer especial em morrer impunes. Não pelo dinheiro arrecadado, mas pela sensação do poder que chega impune e vencedor, à beira da morte. Assim foi com Judas e suas trinta moedas, antes de sua convocação à forca pelo demônio. Passaram-se   dois mil e dezenove anos desse corte temporal da história ocidental, e foi-se a esperança que restava na caixa de pandora. Voou pelos ares e baixou no cavalo de um novo messias, forte e macho, que quer comer todo mundo e dar um jeito definitivo no paraíso do mal: o Terreiro do Brasil, morada permanente do Zé Pelintra e da sua bela Pomba Gira. Charuto de rico e cachaça de pobre se misturam, na chuva, com o sexo da pomba gira e o sangue dos inocentes, trovões, raios, e ouro, muito ouro. O metal preferido do demônio, alquimista da alma humana. Nesse terreiro nunca baixou o santo guerreiro, derrotado em todas suas tentativas de baixar no cavalo arredio do novo messias. Mesmo com todas as galinhas e galos pretos e carneiros sacrificados, os donos do terreiro nunca estão satisfeitos e sempre exigem mais sangue e mais ouro para si e para os seus sacerdotes da política e dos negócios.  Juros sobre juros na montanha de dinheiro que formou o maior lixão humano da história dos terreiros. Deus é o maior devedor desses agiotas da miséria. Calmo e sereno, como sempre, espera o momento certo,  para mandar baixar no cavalo da luz,   o fogo  que derrete o ouro, a ambição e a crueldade das milícias do demônio, que protegem os donos do terreiro e já ocuparam até um hospital federal  em Bonsucesso, no Rio de Janeiro, para cuidar dos  feridos e queimados da turma do Zé Pelintra.

Miguel Gustavo de Paiva Torres é diplomata.

Duas pessoas morrem atingidas por raio na zona rural de Buriti no Maranhão

Destacado

Duas pessoas, um jovem e um idoso, morreram após serem atingidas por um raio no povoado Baixo do Jatobá, no interior de Buriti (MA), no início da noite desta terça-feira 19. JOSÉ SANTOS MACEDO, de 60 anos, e DENILSON RODRIGO DE SOUSA CHAGAS, de 19 anos, estariam abrigados embaixo de um pequizeiro, região de Chapada, quando, por volta das 18h, foram atingidos por um raio e acabaram morrendo. Chovia no local pela ocasião da fatalidade.
Assim que os corpos foram encontrados foi acionado o pedido de ajuda e um carro da Secretaria Municipal de Saúde os levou para o Posto de Saúde Oswaldo Faria, no centro da cidade, para os procedimentos cabíveis. Lá foi confirmada a morte das vítimas. 
Ambos eram naturais de Buriti e moravam em povoados próximos. 

Acusado de executar prefeito de Buriti Bravo é condenado a 20 anos de prisão

Destacado

A Justiça condenou a 20 anos, 10 meses e 15 dias de prisão, em regime fechado, Wyltamar Costa da Silva. Ele é acusado pelo Ministério Público de ter executado o ex-prefeito da cidade de Buriti Bravo, João Henrique Leocárdio, em 10 de março de 2005.
Segundo a Justiça, o crime foi premeditado e motivado por um acerto de contas. O corpo foi encontrado ao lado do carro de João Henrique, em uma estrada do município. Próximo ao corpo havia um revólver calibre 38 com quatro cápsulas intactas e uma deflagrada.
Após o crime, o Ministério Público do Maranhão denunciou o ex-prefeito de Buriti Bravo, Wellington de Jesus Fonseca Coelho, Antônio Marcos Alves da Costa e Wytamar Costa da Silva. Em 2017, o processo seguiu apenas em relação a Wytamar Costa, após a morte dos outros dois denunciados.
Na sentença desta segunda (18), o juiz José Ribamar Goulart Heluy Júnior aumentou a pena por alto grau de reprovação da conduta, envolvendo a premeditação do crime e acertos entre os envolvidos. O magistrado também destacou o cumprimento imediato da pena e negou a Wytamar o direito de recorrer em liberdade.

Supermercado Almeida estará em breve em novo endereço!

Destacado

O Almeida supermercado, em breve estará em sua sede própria para melhor atender a sua cliente-la. A Direção do supermercado, está preparando um ambiente bem mais amplo e confortável, para conforto e comodidade dos seus clientes e amigos.

Pensando em você estamos investindo cada vez mais em pessoal, tecnologia, primando sempre pelo melhor atendimento, que isto é que nos revigora como meta de nosso trabalho.

Nesse período do carnaval, temos um vasto estoque de bebidas, e outros utilitários para você brincar bem e economizando no período momesco.

Não esqueça, e sempre que precisar de produtos alimentícios como carnes e seus derivados, de buscar os serviços do Frigorífico Almeida, localizado em frente o Almeida Supermercado da Av. Castelo Branco.

Em breve, teremos enorme prazer em anunciar o nosso novo endereço, que fica na av. José Magalhães, próximo onde estivemos por um bom tempo atendendo a todos que procuravam nossos produtos e serviços.

Nossa maior certeza, é que buscamos sempre o aprimoramento para servi-los cada vez com maior presteza e pontualidade.

Bandidos fazem reféns e levam dinheiro da Magazine Luíza em Chapadinha-MA

Destacado

Foto: Blog do Foguinho

Uma loja da Magazine Luíza em Chapadinha foi invadida nesta terça-feira (19/2) por homens armados que estavam no local, entre clientes e funcionários. De acordo com informações do Blog do Foguinho, o assalto ocorreu por volta das 18h30.  Aproximadamente seis bandidos, anunciaram o assalto levando dinheiro e aparelhos eletrônicos. Funcionários foram feitos reféns por cerca de uma hora. Todos foram levados para o segundo piso da loja.  

Os funcionários relataram  que a loja  estava com os portões baixados, mas ainda havia  clientes finalizando as compras. Assim que os clientes saíram,  os bandidos aproveitaram  para entrar na loja e anunciar o assalto.

A Polícia Militar informou, que a quadrilha levou todo sistema de câmeras de segurança. Os policiais acreditam que o bando seja especializado neste tipo de ação. 

LUÍS FERNANDO PODE ASSUMIR CARGO NO GOVERNO FLÁVIO DINO

Destacado

W

O atual prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), pode ser anunciado como mais um dos novos secretários do governo Flávio Dino (PCdoB).

Ele foi convocado para uma reunião às 16h de ontem (19) no Palácio dos Leões, onde deve ter  acertado detalhes sobre o assunto com o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB).

Se aceitar integrar a equipe do comunista, o tucano deve abrir mão da Prefeitura, num movimento que já fez em 2011, quando deixou o Executivo municipal para assumir a Casa Civil no governo Roseana Sarney (MD).

Fonte: Gilberto Léda

Áudios confirmam que Bolsonaro só tratou uma vez sobre ‘laranjas’ na eleição

Destacado

Dos sete áudios de Bolsonaro, só um menciona o caso do PSLR

Apenas um dos sete áudios de Bolsonaro para Bebianno tratou do caso PSL. Foto: José Cruz

Os áudios vazados nesta terça (19) confirmam o que o presidente Jair Bolsonaro e o filho Carlos afirmaram. O ex-ministro Gustavo Bebianno deu a entender que havia conversado três vezes com o presidente sobre “laranjas do PSL”, mas os áudios revelam que não foi nada disso. Mostram que o presidente só tratou do caso PSL uma vez. Em todos, ele se mostra irritado com Bebianno sobre vários assuntos. Certamente por isso, Carlos, que viu tudo, chamou-o de “mentiroso”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

No total, Bolsonaro enviou sete áudios, por Whatsapp, todos para reclamar de “pisadas de bola” do ex-secretário geral da Presidência.

Bolsonaro reclamou de vazamentos para a Folha e um blog, dos quais o ex-ministro seria fonte, e de outras iniciativas desastradas.

Um dos assuntos que indignaram Bolsonaro foi a descoberta de relações entre Bebianno e um diretor da TV Globo, logo a Globo.

Bebianno pode ter agido de boa fé, ligando-se à mídia que o governo acha hostil, mas não poderia fazê-lo sem conhecimento do presidente.

ROBERTO VELOSO A legítima defesa do projeto anticrime

Destacado

Após uma carreira de sucesso nas passarelas, a modelo passa a ser apresentadora de programa de televisão. Em razão da simpatia e beleza, adquire milhares de seguidores nas redes sociais. Um deles, jovem ainda, passa a ter um amor platônico e doentio pela ex-modelo. Ele começa a declarar o seu sentimento nas páginas dos aplicativos, mas ninguém imaginava que um dia o rapaz pudesse levar ao extremo a sua paixão doentia, evidentemente não correspondida.

Certa manhã, sabendo que a apresentadora estaria na capital de seu estado, arma-se de um revólver e sai da sua cidade do interior para tentar, a todo custo, encontrar a sua idolatrada. Hospeda-se no hotel onde a ex-modelo está instalada e, no corredor do quarto, coloca o revólver na cabeça do cunhado da artista e o faz abrir a porta. Dentro do quarto estão a apresentadora, o cunhado e a esposa dele.

O suposto fã começa a aterrorizar e ameaçar a todos, apontando a arma, falando palavras desconexas e dizendo que faria roleta russa com os reféns. O cunhado, único homem na cena do crime, inicia uma luta corporal com o jovem e, durante a disputa, consegue tomar-lhe o revólver e desfere três tiros contra a cabeça do agressor.

Inicialmente, o cunhado é aclamado como herói pela opinião pública até que, para surpresa geral, é denunciado pelo promotor pela prática do crime de homicídio doloso, cuja pena máxima é de 20 anos de reclusão. As pessoas ficaram atônitas diante de tamanha injustiça. Quem tinha sido herói agora estava ameaçado de amargar muitos anos de cadeia.

É para evitar esse tipo de situação – acusações contra pessoas que agem para salvar a própria vida ou de terceiros – que o ministro Sérgio Moro propõe uma regra para impedir denúncias e condenações de cidadãos que, vítimas de agressões injustas, não tem condições de contar, nas circunstâncias, como se fosse um computador, a quantidade de tiros para se livrar de um ensandecido.

O professor Alberto Tavares escreveu ao defender um agropecuarista acusado de homicídio: “Há de ser levado em conta o inevitável furacão emocional que tolda a razão de quem, surpreendido pela subtaneidade de agressão injusta, depara-se com o dilema de matar ou morrer, ao sopro do mais forte dos instintos: o instinto de conservação.”.

Lemos Sobrinho, saudoso penalista brasileiro, diz que não se pode exigir o sangue frio necessário de um homem repentinamente atacado para, a título de exemplo, administrar uma arma de fogo como a pistola ou o revólver, de modo a medir e calcular os disparos e seus efeitos.

A regra apresentada é necessária, mesmo que a redação tenha sofrido tantas críticas, porém o aprimoramento redacional é possível, seja na proposta definitiva a ser enviada ou na discussão e aprovação do projeto no parlamento. O que não pode e nem deve acontecer é mandar para a cadeia o que se encontra em situação de iminente risco de morte, em razão de não ter podido, nas circunstâncias, calcular a reação à agressão diante do seu estado emocional de preservação da vida.

Roberto Veloso, juiz federal, foi presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).

Diretor morre eletrocutado em escola que trabalhava na zona rural de Pinheiro

Destacado

Uma tragédia aconteceu na tarde desta segunda-feira (18) no povoado Montes Claros zona rural do Município de Pinheiro. Antonio Aparecido Ribeiro Soares que era diretor da escola pública do povoado teria sido encontrado já sem vida na sala de informática , o neto do diretor foi quem encontrou já desacordado, ele estava com uma fita isolante enrolada no dedo, o que dá a entender que ele poderia está fazendo algum reparo em alguma tomada e teria levado um choque.
Antonio Aparecido que também era professor e dirigente da igreja católica do povoado, ainda chegou a ser levado para o Hospital mais não resistiu e morreu.
Até o momento a Prefeitura de Pinheiro não se manifestou.

Prefeitos no Maranhão terão que exonerar servidores por acúmulo de cargos diz TCE

Destacado

Prefeitos do Maranhão terão que encarar um desgaste político para resolver um problema histórico e existente na maioria dos municípios maranhenses.Desde o primeiro semestre deste ano, o Tribunal de Contas do Estado solicitou que todas as Prefeituras do Maranhão, incluíssem no sistema municipal o nome de todos os servidores públicos municipais.O Tribunal Contas Estado, quer  fazer o cruzamento de dados entre as Prefeituras do Maranhão para encontrar casos que podem estar burlando a legislação. Situações como por exemplo, de servidores concursados em dois municípios com contratos acima do permitido, servidor que é concursado como professor e agente de saúde, ou seja, vai tentar detectar irregularidades existentes.As Prefeituras do Maranhão, diante dessa situação, foram informadas, no início do mês, após reunião no TCE, que teriam até o fim de novembro para exonerar os servidores que estavam com acúmulo de função, no intuito de atender a determinação do órgão fiscalizador.Pelas informações obtidas pelo Blog do Júlio Diniz, existem servidores com até dez matrículas e seriam mais de 60 mil casos de duplicidade de matrículas.Fatalmente irá gerar um desgaste enorme para os gestores, mas se os prefeitos não agirem conforme a recomendação do TCE, deverão ser denunciados pelo Ministério Público e enquadrados no crime de prevaricação, sofrendo o risco de inclusive perderem o mandato. Além do fato de que o próprio servidor poderá também ser denunciado.

PREFEITURA DE PRESIDENTE VARGAS TERÁ QUE REALIZAR CONCURSO PÚBLICO

Destacado

O Ministério Público do Maranhão e a Prefeitura de Presidente Vargas firmaram Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) na última terça-feira, 12, estabelecendo a realização de concurso público para provimento de cargos na esfera municipal com o lançamento do edital até o dia 15 de abril deste ano.

As provas, segundo o prazo firmado no TAC, devem ser aplicadas até 15 de julho. O chefe do Executivo comprometeu-se a concluir e homologar o certame até 1º de outubro e a iniciar a posse e nomeação dos aprovados a partir de 20 de dezembro, dispensando os servidores temporários que estejam ocupando cargos nos quais haja candidatos aprovados no certame.

O Município de Presidente Vargas comprometeu-se a não manter nos quadros de pessoal, após 20 de janeiro de 2020, pessoal contratado para cargos que, sob qualquer outra denominação ou fundamento, exerçam as mesmas funções de natureza permanente, ressalvadas as hipóteses de contratação temporária de caráter excepcional, previstas na Constituição Federal.

A data é o limite para que a administração municipal se abstenha, definitivamente, de contratar ou nomear funcionários para o exercício das funções inerentes aos cargos providos por concurso. Todos os comprovantes de cumprimento de cada etapa do certame devem ser remetidos, em até 48 horas, à Promotoria de Justiça de Vargem Grande, da qual Presidente Vargas é termo judiciário.

Com a assinatura do TAC fica impedida a criação de cargos comissionados cujas funções não sejam de direção, chefia ou assessoramento. Assim como a Prefeitura deve extinguir, em até 15 dias, qualquer cargo de confiança e em comissão que não se destine estritamente às referidas atribuições. Em caso de descumprimento de qualquer cláusula, será aplicada multa diária de R$ 1 mil.

Paulo Curió se reúne com o Deputado Federal Pedro Lucas (PTB) e o ex-deputado Pedro Fernandes e discutem demandas para Turilândia

Destacado

O líder político Paulo Curió acompanhado de sua esposa Dra. Eva do município de Turilândia localizado na baixada maranhense, estiveram reunidos com o Deputado Federal Pedro Lucas do PTB para discutirem demandas para o município como a situação dos ribeirinhos em relação às grandes chuvas, a reforma da ponte José Sarney que liga Turilândia à Santa Helena e a reforma da Ma-106 que liga Cujupe a Governador Nunes Freire e garantir o apoio do parlamentar ao grupo Curió em 2020, aonde o jovem será candidato a prefeito.


“Estive reunido hoje com o deputado federal Pedro Lucas pedindo que junto ao governo do estado, providencie uma maneira de alertar os ribeirinhos das enchentes devido às grandes chuvas.Em 2009 ocorreu uma grande enchente e deixou muitas famílias desabrigadas e também a reforma da Ma-106 que liga o Conjupe a Governador Nunes Freire em especial o trecho de Turilândia à Gov. Nunes Freire que se encontra muito precária e a reforma da ponte José Sarney.”ressaltou Paulo Curió.


Na ocasião Pedro Lucas destaca o empenho de Paulo Curió: “Fui apoiado pelo grupo Curió em Turilândia nas eleições de 2018, sou conhecedor do empenho deste jovem e de seu grupo, também sei do tamanho da sua vontade de trabalhar pela cidade em que seu pai foi prefeito, trabalhar pelo povo e Paulo Curió é sim uma excelente opção em Turilândia, se o povo permitir será um grande Prefeito e terá nosso total apoio na câmara “ declarou Pedro Lucas.

Fonte Neto Weba.

Inércia da Câmara beneficia empresas aéreas, mantendo cobrança por bagagem

Destacado

Presidente da Câmara se reusa a acabar com cobrança de malas

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados. (Foto: Wilson Dias/ABr)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), mantém na gaveta desde dezembro de 2016 o projeto de resolução do Senado que anulou ato da Anac, a “agência reguladora” de Aviação Civil que instituiu a cobrança de malas. Para valer, a decisão precisa ser aprovada também na Câmara, mas o lobby das empresas aéreas é mais forte que a indignação dos brasileiros explorados. E a cobrança continua. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Anac e empresas aéreas garantiram que a cobrança para transportar malas reduzia o preço da passagem. Era mentira.

Rodrigo Maia chegou a afirmar que somente votaria a questão na Câmara “após o fim do duopólio” no setor. Ele não sabe o que diz.

Como só usa jatinho da FAB há anos, Rodrigo Maia parece não saber que, além de Latam e Gol, há também as empresas Avianca e Azul.

Noutra gaveta da Câmara dorme projeto que objetiva proibir a cobrança para marcar assento, malandragem também apoiada, claro, pela Anac.

MIGUEL LUCENA Imposição de caprichos

Destacado

Fui alertado para não abordar o tema, para não gerar opinião negativa contra mim nos segmentos LGBTs, mas acho pertinente discutir a questão dos transexuais ou de identidade de gênero nos sistemas públicos, principalmente nas áreas de saúde e segurança pública.

Mulheres que se consideram homens, usando nome social masculino, correm o risco de não ter acesso a exames preventivos ginecológicos e de mama, por exemplo, porque querem que o sistema realize os procedimentos em pessoa diversa daquela que consta nos registros oficiais. Além do nome diferente, o sistema não aceitaria alguém com nome de homem se submetendo a um exame no colo do útero.

Os transexuais exigem que o sistema seja totalmente adaptado às exigências mentais e psicológicas deles. Ora, alguém pode achar que é uma árvore, é um direito, mas não é razoável que as demais pessoas tenham de fingir que se trata mesmo de uma espécie da flora.

Pode-se até registrar em paralelo o nome social, mas admitir pessoa do sexo masculino fazendo exame do colo do útero é totalmente inseguro para o sistema, uma porta aberta a fraudes de todos os tipos.

É também complicada a situação dos homens que se acham mulheres, querem ter identidade feminina, mas continuam gostando de se relacionar sexualmente com mulheres. Eles exigem usar banheiro feminino e ficar internados na ala feminina, tornando vulnerável a situação das internas, porquanto continuam tendo desejo e atração por mulheres.

Na segurança pública, os boletins de ocorrência já têm espaço para uso do nome social, porém ao lado do nome original. Se prevalecesse a vontade dos movimentos, um indivíduo com nome de Mário cometeria um delito e seria investigado como se fosse Maria, causando sérios embaraços ao inquérito e ao processo, permitindo que criminosos se homiziassem por trás de nomes fictícios.

*Miguel Lucena é Delegado de Polícia Civil do DF, jornalista e escritor.

SOBRINHO-NETO QUE ASSASSINOU IDOSA DE 106 ANOS POR CAUSA DE R$ 30 PARTICIPA DE AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO

Destacado

Foi iniciada na tarde desta segunda-feira (18) na cidade de Riachão, a 920 quilômetros da capital, a audiência de instrução do processo movido contra Alypio Noleto da Silva.
Ele é apontado como autor do latrocínio, roubo seguido de morte da idosa Antônia Conceição da Silva, de 106 anos. Ela foi morta brutalmente em novembro do ano passado na cidade de Feira Nova do Maranhão.
O sobrinho-neto da vítima teria invadido a casa dela enquanto estava sozinha com a intenção de roubar a quantia de R$ 30 reais. Ele acabou sendo reconhecido pela idosa, que acabou sendo morta a pauladas. Durante a audiência de instrução, testemunhas do caso também serão ouvidas.
Alypio Noleto foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) e foi nomeado o advogado Rodrigo Guimarães Silva como defensor. Ele está preso desde o dia 23 de novembro no presídio de Balsas.
MA 10

Pinheiro: prefeitura afasta estado de calamidade e confirma Carnaval 2019

Destacado

Depois do grande esforço de uma força tarefa encabeçada pelo prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio,  a situação na barragem do Rio Pericumã foi controlada (saiba mais).

Em nota, a prefeitura informou a situação da barragem e afastou a possibilidade do decreto de estado de calamidade no município. Com a abertura de uma das comportas, o nível do rio baixou e as famílias afetadas pelo alagamento puderam  retornar para suas casas.

Por conta da possibilidade de ser decretado estado de calamidade, o carnaval de Pinheiro corria risco de ser cancelado. Com as ações rápidas  no controle da situação na barragem, a prefeitura também confirmou a programação de um dos mais tradicionais e melhores carnavais do Maranhão.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de Pinheiro vem a público informar a toda sociedade que:
No último domingo (10) em uma tentativa de abrir uma das comportas da Barragem do Rio Pericumã, um cabo se rompeu impossibilitando o pleno funcionamento da estrutura.
Devido as intensas chuvas dos últimos dias e sem o escoamento programado, o Rio Pericumã transbordou inundando centenas de casas, restaurantes e pontos turísticos da cidade.

Sem resposta imediata do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS – órgão responsável pela manutenção da barragem – a Prefeitura de Pinheiro iniciou uma força tarefa para a substituição do cabo danificado e abertura das comportas.
Na quarta-feira (13) técnicos da administração municipal conseguiram realizar com êxito a substituição do cabo de uma das comportas. Destacamos o trabalho de excelência de nossos profissionais que trabalhavam contra o tempo. A troca dos cabos é uma manobra arriscada e que precisa respeitar o movimento das marés sendo possível apenas com a maré baixa.

Ainda na quarta-feira (13) foi possível a abertura de uma das quatro comportas que compõe a barragem, possibilitando o escoamento gradativo do Rio Pericumã.
Na manhã desta sexta-feira (15) registramos o recuo de aproximadamente 60 centímetros do nível do Rio na altura da Barragem.

A região ribeirinha não se encontra mais em estado de alagamento e as famílias que tiveram que evacuar suas residências puderam retornar com tranquilidade nesta sexta-feira.

Informamos ainda que a Prefeitura de Pinheiro fez um levantamento das famílias atingidas e está prestando toda assistência necessária.

Sobre o cancelamento do carnaval

Uma avaliação da Defesa Civil Municipal e Estadual realizada na quinta-feira (14) observou a necessidade de Decreto de Estado de Calamidade caso a abertura de apenas UMA comporta não fosse suficiente para o escoamento do rio a curto prazo.

Após uma vistoria técnica de um Engenheiro do DNOCS e do Comando Geral do Corpo de Bombeiros que sobrevoou o local nesta manhã (15), observou-se o sucesso do trabalho executado pela administração municipal sendo DESCARTADA A NECESSIDADE DE DECRETO DE ESTADO DE CALAMIDADE.

Dito isto, informamos a toda sociedade que as festividades do CARNAVAL DE PINHEIRO ESTÃO MANTIDAS SEM ALTERAÇÕES EM SUA PROGRAMAÇÃO.

Reiteramos que a manutenção da Barragem do Rio Pericumã é de responsabilidade do Governo Federal pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS – e que a Prefeitura de Pinheiro vem realizando esse trabalho há dois anos sem qualquer ajuda ou recurso do Departamento.

Temos o compromisso e o dever de assegurar dignidade, segurança e bem-estar social a população pinheirense e para isso, todas as medidas possíveis estão sendo tomadas dentro da esfera municipal.

Gráfica de suposto esquema de Cléber Verde firmou contratos em Dom Pedro

Destacado

Além dos mais de R$ 740 mil em contratos com a Prefeitura de Codó (saiba mais), gráfica L. Ferreira Paz Sousa, citada em reportagem do Jornal Nacional em suposto esquema de candidaturas laranjas que envolve o deputado federal Cléber Verde, do PRB (reveja), teve contratos, também, na cidade de Dom Pedro.

Em 2015, no mesmo pregão presencial (033/2015), a empresa firmou R$ 851 milhões em contratos com quatro secretarias: de Administração e Finanças, de Saúde, de Educação e de Assistência Social.

Todos o contratos foram assinados no dia 19 de janeiro de 2016.

Homem mata a esposa e se suicida no bairro Alemanha, em São Luís

Destacado

Corpos de Maria Célia Sousa e Adérito Ribeiro foram encontrados neste domingo (17)

Na noite deste domingo (17), os corpos de um homem e uma mulher foram encontrados em uma residência na Rua Pires Sabóia, no bairro Alemanha. 
O homem, identificado como Adérito Pires Ribeiro, conhecido como “Deco”, de 40 anos, assassinou a esposa, Maria Célia Coelho de Sousa, de 48 anos, e se suicidou em seguida.

Os corpos do casal foram encontrados pelas irmãs de Maria Célia.
Pelo estado de putrefação dos corpos, a polícia acredita que o crime ocorreu há, pelo menos, dois dias.
Maria Célia foi assassinada com quatro facadas na cozinha de casa. O corpo de Adérito Ribeiro foi encontrado em um quarto, ao lado da faca utilizada no feminicídio.

De acordo com o delegado Leonardo Carvalho, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), investigações preliminares apontam que o casal tinha problemas de relacionamento, com discussões constantes.
Os vizinhos só identificaram que havia algo errado após o forte odor que vinha de dentro da casa das vítimas. “Deco” foi visto pela última vez, na rua em que morava, na sexta-feira (15).

NEY LOPES O pacote de Sérgio Moro

Destacado

Improcede a opinião de que o “pacote” do ministro Moro contra a violência e a corrupção é menos importante do que a “reforma da previdência”. Ambos abordam temas inadiáveis.

O aumento da violência atinge limites inimagináveis.

Sempre entendi que não haverá como reprimir a violência e a corrupção, sem mudanças substanciais na lei. Daí defender a convocação de uma assembleia “constituinte originária”, sob pena de certos princípios, já modernizados no resto do mundo, continuarem “tabu” em nossa legislação.  

Será impossível avançar, somente através da legislação infraconstitucional. Por exemplo: não haverá como reformular a maioridade penal (16 anos ao invés de 18), senão através de Constituinte originária. Emenda constitucional aprovada seria rejeitada pelo STF, por ferir “clausula pétrea”.

A França deu exemplo ao promover reforma constitucional, após o “massacre de Paris” (2015). Seguiu o exemplo dos Estados Unidos, que para combater o 11 de setembro de 2001 (atentado às torres gêmeas de Nova York) decretaram a “Lei do Ato Patriótico” nada mais do que restrições a direitos fundamentais, referendado pela Corte Suprema.

A Alemanha aprovou lei que permite abater aeronave, sob controle de sequestradores.

A violência interna assemelha-se ao terrorismo externo. Em estados como o Rio Grande do Norte, a criminalidade aumentou em 256%. Não adianta insistir em mudanças no sistema penitenciário, preservação dos direitos humanos, combate a desigualdade, inserção social etc.

Esses são temas relevantes, porém os fatos notórios mostram que há uma geração amedrontada, que precisa sobreviver, em curto prazo.

O mundo debate a questão do direito do cidadão viver em paz. Uma das teses é a do alemão Gunther Jakobs, que discute a flexibilização de garantias reputadas como intocáveis. Para Jakobs, os verdadeiros inimigos são aqueles que afrontam a estrutura do Estado, não aceitando as regras do direito. Quem assim age, não pode invocar os mesmos direitos fundamentais, assegurados às pessoas de bem.

Claro que não se pretende a eliminação de direitos e garantias individuais. Veja-se, por exemplo, a questão da legítima defesa. Não há como enfrentar esse “banho de sangue” contra policiais, sem a incorporação de regras que intimidem a marginalidade.

A proposta do ministro Moro, apenas acrescenta ao artigo 23 do Código Penal, nova hipótese da legítima defesa, quando o policial reagir em conflito armado, ou em risco iminente e o excesso decorrer de escusável medo, surpresa ou violenta emoção. Está claro que o policial continuará a responder pelo excesso doloso ou culposo, avaliado caso a caso.

Atualmente, os juízes deixam de reconhecer a excludente de crime em tais circunstancias, pelo fato da legislação não oferecer alternativa. Ao contrário, impõe que a reação do policial seja “moderada”, enquanto o marginal age imoderadamente.

Numa “guerra urbana” como a que vivermos, não se pode exigir que o agente do Estado tenha sangue frio para “contar” a quantidade de tiros num momento de perigo, envolvendo surpresa, medo e violenta emoção.

A lei não pode desconhecer tal realidade.

Observe-se que no “pacote” há pontos obscuros.

Um deles é a introdução do “informante do bem” ou do “whistleblower” (pessoa que leva ao conhecimento de autoridade denuncias de ilícito civil ou criminal).  Embora seja figura jurídica existente na Europa e Estados Unidos, na cultura brasileira correria o risco de transformar-se em “dedurismo”, por “premiar” os denunciantes, com a “recompensa” de 5% do valor recuperado.

Na delação premiada, o réu relata fatos, em troca de redução da pena. No “informante do bem”, a denuncia transforma-se em “negócio rentável” ($$$), sendo facilmente usada como vindita, perseguição, ou flagrante preparado (quem de forma insidiosa cria situação para acusar alguém da prática de crime inexistente).

No conjunto, o “pacote” é oportuno. Abre o debate sobre violência e corrupção no país.

O ministro Moro tem se mostrado aberto ao diálogo e já aceitou até algumas mudanças. Bom sinal, que deve ser usado pelo Congresso como meio de apressar a discussão e votação da matéria, que a Nação considera inadiável.

Sérgio Moro é pop também em seu próprio ministério

Destacado

Seu fã-clube só aumenta entre servidores da pasta da JustiçaR

Dentro ou fora do ministério, Sérgio Moro é solicitado para selfies, e sempre reage com simpatia.

O mais popular ministro do governo Bolsonaro, Sérgio Moro venceria fácil qualquer concurso de Mister Simpatia no próprio Ministério da Justiça, que chefia há menos de cinquenta dias. Habituados a ministros que mal os cumprimentava, os servidores agora têm um chefe que não se isola. Ao contrário, circula no prédio, procura visitar cada setor, apresenta-se, ouve e avisa que seu gabinete está aberto a todos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Moro convive bem com a popularidade entre os colegas de trabalho. Amável e paciente, sempre topa fazer selfies, dar autógrafos etc.

Ele poderia almoçar no gabinete, como os antecessores, mas prefere o bandejão, que assim virou o restaurante mais concorrido da Esplanada.

Como só usa voo de carreira, Moro criou um problema: assessores têm larga experiência em requisitar jatinho da FAB e não passagens.

A assessoria tenta uma rotina que permita a Moro embarcar antes ou depois dos demais passageiros, para não os incomodar.

“Daremos início à Lava Jato da Educação”, confirma Bolsonaro

Destacado

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou, na sexta-feira 15, pelo Twitter, que o governo federal pretende deflagrar a já chamada “Lava Jato da Educação”.

O nome foi batizado pelo ministro Ricardo Vélez, e tem como objetivo apurar indícios de corrupção, desvios e outros tipos de atos lesivos à administração pública no âmbito do MEC e de suas autarquias nas gestões anteriores.

“Muito além de investir, devemos garantir que investimentos sejam bem aplicados e gerem resultados. (…) Daremos início à Lava Jato da Educação!”, disse Bolsonaro.

Na última quinta-feira 14, Vélez e os ministros da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, além do advogado-geral da União, André Mendonça, assinaram um protocolo de intenções para dar início aos trabalhos.

O diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, também participou da reunião.

“É apenas o primeiro passo!”, reforçou Bolsonaro na rede social.

Segundo divulgado pelo MEC, a pasta já identificou favorecimentos indevidos no Programa Universidade para Todos (ProUni), desvios no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), envolvendo o sistema S, concessão ilegal de bolsas de ensino a distância e irregularide 

O total preenchimento das vagas do Mais Médicos por brasileiros revela outra falcatrua do PT 16/02/2019 às 22:31

Destacado


Ué?!

As esquerdas dizendo que os médicos brasileiros eram “mauricinhos” e “patricinhas”, que “não aceitavam ir para os rincões”.

Desde 09h00 da última quarta-feira (13), todas as vagas do programa Mais Médicos foram ocupadas pelos “pequenos burgueses”.

E agora?!

A propósito, a amiga e editora Rosana Martinelli faz uma importante visita à memória de 2013: naquele ano, os médicos brasileiros reclamaram que não estavam conseguindo se cadastrar no programa, sendo possível apenas quando utilizavam um IP fora do Brasil. Por que será, né?!

“Pensei que a população ia ficar desassistida… Que coisa curiosa, o que aconteceu com as inscrições de brasileiros em 2013? Será que o processo foi fraudado? Será? Lembro de muitos colegas falando que não conseguiram se inscrever e problemas no site…

No link abaixo a notícia dos problemas que nunca foram explicados e deixaram médicos brasileiros fora do programa na época.

EM SITE, CRÍTICAS DE PROBLEMAS DE INSCRIÇÕES AO MAIS MÉDICOS

‘Estão bloqueando as inscrições dos médicos brasileiros. Assim como eu, tenho vários colegas na mesma situação, que só estão conseguindo fazer a inscrição com IPs de computadores de fora do Brasil’

É… nós médicos brasileiros, burgueses horrorosos que não queríamos ir atender em regiões carentes, criaturas medonhas e capitalistas que não gostamos de ‘apalpar’.”

Caminhonete aquaplana e capota na BR-222, próximo à Itapecuru Mirim

Destacado

Por volta das 14h30 de sábado (16), no km 202,3 da BR-222, a aproximadamente dois quilômetros da cidade de Itapecuru Mirim/MA, uma  caminhonete derrapou, saiu de pista e capotou. Ninguém se feriu.
O condutor dirigia sob forte chuva uma caminhonete Triton Sport, de cor branca, no sentido decrescente da via (de Itapecuru para Vargem Grande), quando o veículo aquaplanou, saiu de pista e capotou dentro do mato. Chovia torrencialmente no momento do acidente.

O veículo pertence a empresa pública Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF),  presidida no Maranhão atualmente por Jones Braga, que já foi prefeito da cidade de Nina Rodrigues.
Os dois ocupantes do veículo não se feriram.

ERNESTO ARAUJO Pro patre

Destacado

A matéria da Folha de São Paulo de 12/2 intitulada “Procurador-geral, pai do chanceler Ernesto Araújo dificultou extradição de nazista” me dá a oportunidade de falar da memória de meu pai, Henrique Fonseca de Araújo, que, se fosse vivo, estaria completando 106 anos justamente hoje, 16 de fevereiro.

Com apenas 17 anos meu pai juntou-se às tropas gaúchas na Revolução de 30, para derrubar o regime oligárquico e retrógrado da República Velha. Pouco depois, ao ver o regime de Getúlio Vargas enveredar para a ditadura, rompeu com essa linha e tornou-se um antigetulista pelo resto da vida. Foi sempre um antifascista (opondo-se ao Estado Novo e ao integralismo) e um anticomunista. Fez carreira no Ministério Público, que interrompeu em 1946 para ser Deputado Estadual no RS por quatro mandatos seguidos, pelo Partido Libertador, tornando-se adversário ferrenho, na Assembleia estadual, de figuras nefastas da política brasileira, como Leonel Brizola e João Goulart. Vendo que o Brasil rumava para o abismo de uma ditadura comunista ao estilo cubano, apoiou a Revolução de 1964 na primeira hora e, apesar de civil, apresentou-se num quartel do interior do RS para pegar em armas contra Brizola e em favor do movimento de 31 de março, no momento em que se acreditava que haveria uma guerra civil, felizmente evitada. Acreditou que o caminho para a democracia e a liberdade no Brasil passava pela luta contra a subversão comunista, ao mesmo tempo em que sempre defendeu a manutenção de instituições republicanas ao longo do regime militar.

Em 1975 foi nomeado Procurador-Geral da República e ao longo dos quatro anos seguintes promoveu a independência do Ministério Público, ao mesmo tempo em que defendia a União nos Tribunais Superiores, pois à época ainda não existia a Advocacia Geral da União, cujas funções eram exercidas pelo PGR. Propugnou sempre pela legalidade e respeito às normas vigentes – o que contribuiu muito para que o Brasil tivesse um ordenamento jurídico estável nesse período, de forma tão diversa de regimes autoritários aos quais erroneamente se compara o regime de 1964. Nesse quadro foi que emitiu o parecer de que trata a matéria da Folha que, conforme se depreende da própria matéria, não visou a defender um foragido nazista, e sim o estado de direito, pois o que apontava eram as insuficiências processuais no pedido de extradição, sem qualquer contestação dos crimes cometidos pelo acusado.

Meu pai foi a favor da abertura iniciada por Geisel. Mais tarde, participamos juntos de passeatas pelas Diretas Já. Era um espírito independente, livre, destemido, às vezes inocente na sua fé no futuro imenso do Brasil.

Criou-me no conhecimento dos horrores tanto do nazismo quanto do comunismo, como também no respeito à lei, no amor ao próximo e no amor à pátria, no apego ao trabalho e na fé em Jesus Cristo. Cada vez que recito o credo lembro-me de sua voz dizendo “Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro…”

Lembro-me de meu pai contando episódios da II Guerra Mundial como se os tivesse vivido, com um envolvimento íntimo de amante da liberdade, e não apenas acompanhado pelo rádio. Admirava os ingleses, os americanos, evidentemente os pracinhas da FEB e a França Livre de De Gaulle, e dizia sempre “os aliados” isto, “os aliados” aquilo – e essa palavra ganhou para mim uma dimensão de urgência épica, quase mística, e não apenas episódios militares. Até hoje quando o ouço na memória dizendo “os aliados” sindo um arrepio. Queixava-se da decisão de Roosevelt de desembarcar na Normandia e não nos Bálcãs (como queria Churchill para barrar o caminho da União Soviética e chegar à Alemanha pelo leste, ao menos segundo a interpretação dele), lamentando esse erro e a consequente dominação comunista da Europa Oriental como se fosse uma tragédia pessoal.

Lembro-me de vê-lo quase chorar de emoção certa vez quando assistíamos o filme Casablanca, na cena onde os frequentadores do bar Rick’s começam a cantar a Marselhesa, calando os oficiais alemães que cantavam canções nazistas. Depois ele me ensinou a cantar eu mesmo toda a Marselhesa, esse “hino guerreiro”, como ele dizia, de um patriotismo universal que também me emociona até hoje com o seu “Amour sacré de la patrie…”

Lembro-me especialmente de uma vez, em 1973, quando eu, após assistir a algum noticiário sobre a Guerra do Yom Kippur, cheguei na sala vibrando com o avanço das tropas egípcias e sírias e anunciei: “estou torcendo pelos árabes”. Meu pai suspirou, sentou-se, puxou-me para perto e disse: “Filho, deixa eu te contar.” Disse-me que Israel era um pequeno e bravo país cercado àquela época de inimigos, um país que lutava pela sua sobrevivência, formado por um povo que havia sofrido as piores coisas ao longo da história. Falou-me um pouco do passado do povo judeu e da criação de Israel como esperança desse povo de finalmente viver em paz. Não me disse para torcer por este ou aquele, apenas me pediu para pensar. Engoli em seco e nunca mais me esqueci.

Na PGR, meu pai atuou contra Lula nos primórdios da carreira dessa figura (considerava que a politização das greves no ABC promovida por Lula era ilegal) e contra Paulo Maluf (ao procurar anular a votação tida como fraudulenta que levou Maluf ao governo de São Paulo pela primeira vez). A Folha poderia examinar e estudar todos os seus milhares de pareceres, discursos, palestras, aulas emanados de mais de seis décadas de vida pública na carreira jurídica, política, acadêmica e jornalística. Creio que aprenderiam muita coisa. Veriam formar-se a figura de um homem de caráter. Eu assinaria embaixo de cada um desses pareceres e discursos, defenderia e defenderei cada linha que ele jamais escreveu, cada palavra que jamais pronunciou, pois sei que todas provinham do mesmo coração cheio de amor e coragem.

Quando eu tinha uns 11 anos, meu pai me deu um quadrinho com o poema “If” de Rudyard Kipling, na tradução de Guilherme de Almeida. Já não sei onde está o quadrinho, mas este é o poema:

Se

Se és capaz de manter tua calma, quando Todo mundo ao redor já a perdeu e te culpa, De crer em ti quando estão todos duvidando, E para esses no entanto achar uma desculpa;

Se és capaz de esperar sem te desesperares, Ou, enganado, não mentir ao mentiroso, Ou, sendo odiado, sempre ao ódio te esquivares, E não parecer bom demais, nem pretensioso;

Se és capaz de pensar – sem que a isso só te atires, De sonhar – sem fazer dos sonhos teus senhores, Se, encontrando a Desgraça e o Triunfo, conseguires, Tratar da mesma forma a esses dois impostores;

Se és capaz de sofrer a dor de ver mudadas, Em armadilhas as verdades que disseste E as coisas por que deste a vida estraçalhadas, E refazê-las com o bem pouco que te reste;

Se és capaz de arriscar numa única parada, Tudo quanto ganhaste em toda a tua vida E perder e, ao perder, sem nunca dizer nada, Resignado, tornar ao ponto de partida;

De forçar coração, nervos, músculos, tudo, A dar seja o que for que neles ainda existe, E a persistir assim quando, exausto, contudo, Resta a vontade em ti, que ainda te ordena: Persiste!

Se és capaz de, entre a plebe, não te corromperes, E, entre Reis, não perder a naturalidade, E de amigos, quer bons, quer maus, te defenderes, Se a todos podes ser de alguma utilidade,

Se és capaz de dar, segundo por segundo, Ao minuto fatal todo valor e brilho, Tua é a Terra com tudo o que existe no mundo, E – o que ainda é muito mais – és um Homem, meu filho!

Vargem Grande: Câmara Municipal aprova 417 vagas para contratações temporárias

Destacado

Sob o comando da nova Mesa Diretora, a Câmara Municipal de Vargem Grande, em sessão solene iniciou na sexta-feira (15), o período legislativo.

O presidente Braga (PSDB) fez um breve discurso, reafirmando o compromisso de aproximar a Casa da população, falou da transmissão das sessões via Rádio, que foi por dois anos um clamor constante da população, disse que a Câmara também irá interagir e divulgar os trabalhos dos vereadores através de um portal e das redes sociais e finalizou afirmando que a Casa irá discutir e votar tudo o que for a favor da população e desejando um excelente período legislativo à todos os vereadores e vereadoras.

Durante a sessão solene a palavra foi franqueada e fizeram o usa da Tribuna, além dos vereadores, o Padre Neves, os secretários municipais Thiago Braz e Nicoly Mesquita, de educação e saúde, respectivamente, ambos representando o executivo municipal.

Após a sessão solene, o presidente da Câmara, vereador Braga, deu início a primeira sessão ordinária do período legislativo. No início da sessão foi lido as matérias que entrarão na pauta de votação da próxima sessão ordinária, foi votado pelo plenário a formação das comissões permanentes da Casa e em seguida foi votado em regime de urgência os três projetos de autoria do executivo para contratar de forma temporária na saúde, educação e assistência social.

Os vereadores Braga (PSDB), Célio Mendes (PCdoN), Chaguinha do Bala (PTC), Chico do Zé Pedro (DC), Conceição Oliveira (MDB), Jociedson de Aguiar (PMN) e Trabulsinho (PSDB) apresentaram três emendas modificativas. Os parlamentares alegaram que as emendas modificativas que alteraram de 519 para 417 vagas de contratações temporárias na educação, saúde e assistência social, foram apresentadas respeitando o número de vagas necessárias que os respectivos projetos solicitavam.

A ausência de vagas para odontólogos no projeto encaminhado pela secretaria municipal de saúde, fez com que os nobres edis, ainda tivessem o cuidado de acrescentar ao projeto, 10 vagas para esses profissionais.

As três emendas modificativas foram aprovadas pelo plenário, em alguns casos até com votos de governistas. Em seguida o plenário aprovou por unanimidade os projetos que permitem o executivo municipal contratar de forma temporária nestas áreas.

ASCOM/CMVG

Suposta candidata laranja do PRB de Cléber Verde gastou R$ 600 mil com santinhos e obteve 161 votos

Destacado

A crise que envolve o ministro Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência, tem como origem a suspeita de que o PSL, partido de Bebianno e do presidente Jair Bolsonaro, usou candidaturas laranjas nas últimas eleições.
Um levantamento do Jornal Nacional revela que ao menos 51 candidatos a deputado federal e estadual, de 18 partidos, podem ter servido como laranjas para que as legendas desviassem recursos de fundos públicos.
Até hoje tem cartaz de candidato espalhado pelas ruas. No Maranhão, teve candidato que usou dinheiro público para confeccionar mais santinhos de campanha do que a população do estado inteiro.
O estado tem sete milhões de habitantes. Em São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís, a candidata a deputada estadual Marisa Rosas, do PRB, mandou fazer nove milhões de santinhos. De acordo com prestação de contas à Justiça Eleitoral, ela gastou quase R$ 600 mil com campanha. Teve apenas 161 votos.
Além dos milhões de santinhos, ela confirmou que mandou fazer 1,250 milhão de bottons.
Perguntada se era muito material para pouca gente, Marisa Rosas respondeu: “Pode se dizer que sim, se você está mensurando a quantidade do Maranhão, pode até se dizer. Mas na hora, a gente não trabalha somando. A mesma coisa do santinho”.
Marisa Rosas disse que confiou nos colegas de partido do PRB para contratar as três gráficas que receberam só dela R$ 540 mil. Marisa disse que confiou na gráfica.
“Não só na gráfica, porque a gráfica mandava entregar no diretório, na central do partido”.
Uma das gráficas fica em Tuntum, a 450 quilômetros de São Luís. Lá, segundo a prestação de contas, Marisa pagou R$ 460 mil. A gráfica, que pertence a um filiado ao partido, recebeu outros R$ 580 mil para confeccionar material de campanha para o deputado federal Cléber Verde, presidente do diretório estadual do PRB.
Cabe ao presidente do diretório participar da decisão sobre onde são aplicados os recursos eleitorais.
O dinheiro que financia as campanhas políticas vem de dois fundos: o partidário banca a estrutura dos partidos e também candidaturas e distribuiu R$ 888 milhões aos partidos em 2018; o fundo eleitoral, criado após a proibição das doações por empresas, deu mais de R$ 1,7 bilhão. Tudo dinheiro público, mais de R$ 2,6 bilhões – dinheiro do contribuinte que vai para as mãos de milhares de candidatos.
O deputado federal Cléber Verde, do PRB, declarou que os recursos da cota de mulheres foram usados única e exclusivamente nas campanhas delas; que a gráfica foi escolhida pela qualidade e pelo preço acessível; que Marisa das Rosas é militante do partido; e que o resultado de uma eleição é imprevisível para qualquer candidato.
O TRE do Maranhão declarou que a prestação de contas de Marisa Rosas está sendo analisada.

Via Gilberto Lima

Motorista de transporte escolar é preso por suspeita de pedofilia no MA

Destacado

Um homem identificado como Alécio Xavier Dias, de 36 anos, foi preso na sexta-feira (15) suspeito de abusar sexualmente de uma criança em Balsas, a 810 km de São Luís. Segundo a Polícia Civil, ele usava um veículo particular para transportar cerca de 22 alunos para as escolas do município.

De acordo com a polícia, o motorista trocava mensagens de conteúdo pornográfico, inclusive fotos e vídeos com uma criança de apenas 10 anos de idade que era uma passageira. A denúncia foi feita pelos avós da menina que tiveram acesso ao conteúdo que estava gravado no tablet usado pela criança.

Alécio Xavier Dias usava um veículo particular para transportar cerca de 22 alunos para as escolas do município.  — Foto: Reprodução/ TV Mirante

Alécio Xavier Dias usava um veículo particular para transportar cerca de 22 alunos para as escolas do município. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

Segundo o delegado regional de Balsas, Fagno Vieira, no aparelho celular de Alécio também foram encontradas provas do crime. “Ele também vai ser indiciado pelo crime de aliciar, assediar e de induzir criança a produzir vídeos e cenas de conteúdo pornográfico. A criança estava sendo induzida por ele e ele armazenava essas imagens no seu aparelho celular”, explicou.

Durante as investigações, a polícia descobriu que o veículo utilizado pelo motorista não tinha autorização para realização de transporte escolar. A polícia continua nas investigações para saber se outras crianças foram vítimas de Alécio.

Veículo utilizado pelo motorista não tinha autorização para realização de transporte escolar.  — Foto: Reprodução/ TV Mirante

Veículo utilizado pelo motorista não tinha autorização para realização de transporte escolar. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

G1

HILDEBERTO ALELUIA 1964…. 1968….

Destacado

Enquanto Moscou e Havana formavam os guerrilheiros a América Latina e a África se desintegravam, institucionalmente. Aqui, na América do Sul, os países viviam numa ebulição politica sem precedentes. Nós, brasileiros, saíamos da euforia desvairada do governo Juscelino Kubistchek, marcado pela sigla JK, ou o slogan 50 ANOS EM CINCO e entravamos na era Jânio Quadros eleito pelas urnas do ano de 1960 com a promessa de varrer a corrupção. Seu símbolo era a vassoura. Che Guevara pontificava sob a bandeira do pan-americanismo emoldurado no retrato de uma entidade chamada Organização Pan Americana, a ponto de ser condecorado, no Palácio do Planalto, pelo governo Jânio Quadros, tido como de Direita.

O governo Jânio Quadros duraria pouco: oito meses. Perdido e sem rumo seu governo acabou em pouco menos de um ano sob uma renuncia cheia de interpretações rocambolescas a esconderem a precipitação e a loucura do personagem. A elite intelectual e capitalista estava com ele. Realizando concessões à direita e à esquerda chegou a um ponto que o País ficou ingovernável. Camuflou a incompetência e despreparo numa carta de renuncia até hoje inexplicável. Levou para o túmulo as dúvidas e o imbróglio protagonizado por ele e que jogou o País no movimento de 1964.

Com a renúncia do Jânio Quadros assumiu seu Vice o João Goulart. O Congresso Nacional já estava totalmente contaminado e povoado pelos interesses da Esquerda. Fora dele uma poderosa Republica Sindical pontificava entranhada em todos os setores do governo e da sociedade. Goulart socorria-se deles por conveniência e oportunismo para equilibrar seu governo. Trefego e envolvido por um Congresso formado por uma elite também sem rumo sua gestão desaguou no Parlamentarismo.

De 1961 a janeiro de 1963 o Brasil foi governado por três gabinetes parlamentaristas marcadamente de Esquerda. Ela se espraiava por todos os cantos e sob varias formas. Da igreja, passando pelo Congresso, pela mídia e no Executivo. O Brasil estava pronto para cair nas mãos do regime marxista. Ou melhor, já estava quase nele.

Através de um plebiscito realizado em janeiro de 1963 o governo Goulart recuperou a autonomia do presidencialismo numa outorga expressa dos eleitores brasileiros. A situação do país já era degradante, tanto do ponto de vista político quanto econômico. De janeiro de 1963 até março de 1964 o Brasil se tornou a terra do caos. Greves ininterruptas, escândalos sucessivos, convulsões sociais e um quadro socioeconômico cada vez mais fora de controle. A elite politica percebendo a gravidade a partir de janeiro de 1964 começa a rondar os quarteis. A classe média, fortíssima, foi para as ruas manifestar oposição ao governo Goulart e clamar por uma solução, qualquer, para salvar o país.

A situação do Brasil era tão desesperadora que em março de 1964 os militares começaram a movimentar tropas. Goulart foi embora para o sul do país e de lá para o Uruguai. Milagrosamente fez-se uma revolução sem tiros, sem mortes, sem vítimas.

Militares e políticos se concentraram na figura do Marechal Castelo Branco. Ele foi eleito pelo Congresso Nacional Presidente do Brasil. A Esquerda, com o apoio de Havana e Moscou, perderia de novo a chance de governar o Brasil. Dessa vez ela ficaria de fora por longos 30 anos. De fora do Poder. No Congresso Nacional e na máquina do governo ela sempre reinou. E aí veio 1968 com muito sangue e guerra. No próximo artigo saberemos mais.

Seria a Vargem Grande uma nova Babel?

Destacado

O homem primitivo comunicava-se por desenhos nas paredes das cavernas e por meio de sinais. Os portadores de necessidades especiais em alguns casos, também se comunicam através de sinais.

Veio o tempo dos papiros, e a comunicação foi se aprimorando. Veio o Jornal escrito, o rádio, a televisão, e a menina dos ovos de ouro da comunicação no século atual é a internet.

Tudo isso contribuiu e continua contribuindo para nos comunicarmos uns com os outros. Partindo do princípio que o ser humano é um ser sociável e por conseguinte precisa da comunicação, como meio de expressar seus sentimentos em qualquer esfera da vida, com base nos últimos acontecimentos, chego a pensar, que Vargem Grande, não faz parte desse mundo atual.

Algumas postagens feitas por nós nesse espaço, sem acusações, mas com cobranças, sugerimos em alguns momentos, que membros do governo municipal nos esclareçam os motivos do fechamento ou até da implosão de prédios públicos onde funcionaram escolas. Nenhuma resposta nos foi dada. Não a mim individualmente. Longe de mim tal presunção. Mas uma explicação pública, pois afinal, todos esses órgãos envolvidos nessa discussão, fazem parte do patrimônio público municipal. E portanto, pertencem ao povo.

Por último, e é bom lembrar, o governador Flávio Dino no período de campanha, esteve em Vargem Grande e anunciou que havia assinado uma ordem de serviço para a reforma das escolas Santos Dumont e Raulina, que estavam em situação precária e sem condições de continuar funcionando. A ordem de serviço foi apenas uma ordem, mas o serviço de reforma não aconteceu.

Como se não bastasse, ouço por rádio local, a convocação dos alunos das duas unidades escolares para comparecerem nas referidas escolas, pois as mesmas irão funcionar no período da noite.

Não entendo mais nada. Por que também não funciona durante o dia? Alunos do centro da cidade são obrigados a se deslocarem a pé e com um sol escaldante para a unidade escolar Conceição Carvalho, que fica a aproximadamente 2 Kms da sede. Tudo isso acontecendo e ninguém ler, ouve, ou ver uma nota pública oficial, dos Órgãos envolvidos nessas questões.

E como diz a canção: ” Tudo isso acontecendo e eu aqui na praça dando milho ao pombos”.

Em conversas de rua, ouve-se a informação, que as escolas estaduais, terão suas reformas iniciadas em agosto. Seria a gosto de DEUS?

O fato é que o dono do patrimônio Público, o povo, não toma conhecimento oficialmente de nada. É como se um gerente de loja, não informa-se ao proprietário do estabelecimento o que iria fazer dentro da empresa.

Será que estão nos comunicando e não estamos entendendo a mensagem, como na construção da Torre de Babel? Ou pensam que somos meros figurantes, idiotas e imbecis que habitamos essa porção de terra chamada Vargem Grande?

Alguém precisa tomar a palavra e dizer que fins darão ao nosso patrimônio. Governadores, prefeitos e secretários, administram o patrimônio público, mas é preciso que tenham consciência, que não são propriedades suas.

PERCIVAL PUGGINA Pelo fim da PEC da Bengala

Destacado

Num vídeo, vejo o atual presidente do STF, em palestra realizada no ano de 2014, discorrendo com enorme naturalidade sobre um crime de supressão de documentos ocorrido sob suas barbas. Na TV, fico sabendo que, sob múltiplos apelos, a CPI Lava Toga foi morar no arquivo do Senado. Nas redes sociais, informam-me que o Supremo começa a deliberar sobre ações envolvendo aborto, crime de homofobia e temas conexos. Há poucos dias, chocou-se a nação com a liminar concedida por Toffoli, quando ainda longe a alvorada, para que a eleição do presidente do Senado ocorresse como convinha à banda podre do PMDB e do PT. A imensa maioria dos senadores lixou-se para a ordem judicial, exibiu o voto dado, destronou a turma sinistra e ficou por isso mesmo. Um mês antes, Marco Aurélio não determinara a soltura de mais de 200 mil presos? No twitter, o Procurador do Ministério Público de Contas junto ao TCU, Júlio Marcelo Oliveira aponta três pilares de sustentação da impunidade, sendo, um deles, “a visão de mundo de Gilmar, Toffoli, Lewandowski e Marco Aurélio, que parecem sofrer quando um corrupto é preso”. E arremata: “O STF, hoje, é parte do problema e não da solução”. Há que dar um jeito no Supremo e a revogação da PEC da Bengala é o jeito.

Resulta difícil conciliar toda uma infinita cadeia de ocorrências nada louváveis e o muito mais que se sabe e presume, com a arrogância que tão decisivamente se manifesta naquele recinto. A mais recente evidência está no ingresso em pauta de temas que todos sabem ser de competência do Congresso Nacional, como a criminalização da homofobia e do aborto.

A alegação que empurra ou puxa essas pautas para endereço errado é pueril: o Legislativo se recusa a legislar. Diante disso, com muita propriedade, indaga o Promotor de Justiça Bruno Carpes: “E quando o Judiciário deixa de julgar, o Legislativo julga por ele?” (cai o pano, o público aplaude).

Então, vamos explicar bem devagar para que até os ministros do STF entendam. Nos parlamentos, as coisas funcionam assim. Suponhamos (apenas um exercício de imaginação, tal projeto não existe) que um deputado protocole proposta para permitir, que, em nome do multiculturalismo, famílias de certas etnias possam promover a mutilação genital feminina (infibulação), segundo seus próprios costumes, com atendimento pelo SUS para evitar riscos à saúde (argumentos, aliás, que têm sido usados para justificar crimes muito maiores contra a vida). O projeto “Infibulação gratuita e segura” poderia circular durante décadas sem ser votado porque o autor, sabendo-o sem apoio, não o quer rejeitado. Omissão do Legislativo? Não! O projeto não tem apoio suficiente, não conseguiu formar maioria, não vai a plenário porque não tem voto, e o autor não tem interesse em perder.

Raramente, muito raramente, um projeto de parlamentar vai a plenário para ser rejeitado. O que acontece com esses temas que o STF se dispõe a abraçar é exatamente isso: envolvem assuntos sobre os quais não há maioria formada para aprovação, o que equivale a rejeição. E rejeitar um projeto, ou não o aprovar, é prerrogativa do Poder. Deu para entender, senhores ministros, ou preciso desenhar? Quem sabe um Power Point? Um videozinho? Uma entrevista com qualquer funcionário do protocolo da Câmara dos Deputados facilitaria a compreensão.

Quando o STF, alegando “omissão do Legislativo”, invade sua competência e passa a legislar, está, pura e simplesmente, impondo a ilegítima vontade de sua pequena maioria sobre legítima decisão majoritária do Legislativo. É uma reiterada usurpação de competência que está, também ela, a apontar para necessidade de revogar a PEC da Bengala, conforme iniciativa proposta pela deputada Bia Kicis.

Hipocrisia ataca ex-candidata do PSL, mas ignora PT, DEM, PSDB e etc

Destacado

Opositores de Bolsonaro não falam dos milhões torrados por figurões em 2018

R

Em meio ao falatório para transformar em escândalo de corrupção a transferência de R$400 mil a uma candidata do PSL não eleita em Pernambuco, setores hostis ao presidente Jair Bolsonaro, inclusive na mídia, fazem vista grossa para ‘figurões’ que torraram R$60 milhões dos fundos partidário e eleitoral, em 2018, e apesar da montanha de dinheiro público, fracassaram nas urnas. Casos dos petistas Lindbergh Farias (R$2,6 milhões do PT) e Dilma Rousseff (R$4,1 milhões). A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Caso chocante de gasto do Fundo Eleitoral foi o de Lula, o presidiário: sem pôr o pé na rua, teve R$20 milhões do PT para sua “campanha”.

Também ninguém menciona o caso de Romero Jucá (RR). Recebeu R$2,25 milhões do MDB, proveniente do Fundo Eleitoral, e nada.

Integrante da tropa de choque anti-impeachment, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) gastou R$2 milhões do Fundo e também fracassou.

Os petistas Wadih Damous e Luiz Sérgio dançaram no Rio, Zé Mentor Valmir Prascidelli, em SP. Receberam R$ 3 milhões e não são citados.

Acusada de assaltar motoristas de aplicativo é presa em São Luís

Destacado

Nesta quarta-feira (13), a Polícia Civil do Maranhão deu cumprimento a mandado de prisão preventiva contra Adriana Fontenele Rodrigues, de 26 anos, conhecida como “Neymar”.
Durante investigação, Adriana foi identificada como autora de roubos,  com uso de arma de fogo, a motoristas de aplicativos.
Pelas informações da polícia, após solicitar uma corrida pelo aplicativo, ela rendia suas vítimas durante o trajeto e subtraia os veículos.
Adriana já havia sido autuada anteriormente por envolvimento em outros crimes de roubo.
Após autuação em flagrante, ele foi encaminhada ao Complexo Penitenciário de São Luís, onde ficará à disposição da Justiça .
A prisão de “Neymar” foi efetuada por policiais das Delegacias de Roubos e Furtos (DRF) e de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), com o apoio do Saisp Oeste.

EXCLUSIVO: JUSTIÇA DETERMINA QUE NAGIB PAGUE EM 48 HORAS REPASSES À CÂMARA DE CODÓ

Destacado

Após uma série de manifestações dos servidores da Câmara de Codó e das cobranças do presidente Expedito Carneiro, no sentido de pressionar a Prefeitura Municipal De Codó, a justiça deu decisão favorável ao presidente na manhã desta quarta (13).

 Leia o documento abaixo: 

Categorias:Geral

Destemido, Moro isola líderes e proíbe contato direto de criminosos com visitantes

Destacado

2

Com a mesma coragem com que, quando juiz federal, enfrentou a bandidagem petista, o Ministro Sérgio Moro abriu o confronto direto com o PCC e demais facções do crime.

Isolamento das lideranças é a primeira atitude que atinge diretamente as organizações criminosas.

Marcola e mais 21 bandidos transferidos nesta quarta-feira (13) para presídios federais de Segurança Máxima, não terão mais contato direto com ninguém.

Eventuais visitas, com regras novas e duras, terão que conversar utilizando o parlatório, separados por um vidro e através de um interfone.

Todas as visitas serão supervisionadas e obedecerão datas e critérios definidos em portaria publicada hoje. Fonte Jornal da Cidade

DANTE COELHO DE LIMA Adeus Pium, a grande viagem

Destacado

O DC-3 da Real Aerovias taxiou em direção ao terminal do velho Galeão. Era o fim do voo Goiânia-Rio, com escala em Belo Horizonte. Naquela época, início dos anos 50, não havia os “fingers” que hoje nos levam do avião até o terminal. Desci zonzo as escadas do avião. Zonzo e nauseado. Durante o voo, foram muitos os saquinhos de enjoo. Nada segurava no meu estômago, por mais que Mamãe e a aeromoça solícita teimassem em me fazer comer. Motion sickness, dizem os de língua inglesa. Acho que nasci para viver em absoluto estado estático . Os tempos seguintes iriam confirmar isso. Enjoava até de bonde.
Os passageiros desceram a escada e começaram a caminhar na direção do terminal. Enquanto eu andava, trôpego, pela pista, não me passou despercebido que Papai mudara de vez de indumentária. Nunca o tinha visto, assim, tão arrumado. Tinha despido as velhas calças e camisas de cor indefinida pela prolongada ação barro do garimpo. Deixou para trás também seus apetrechos de trabalho. Em vez das pás e picaretas, trazia na mão uma reluzente pasta Samsonite. Envergava fatiota nova. Gravata. Rosto escanhoado, bigode aparado com esmero, o cabelo ondulado, puxado pra trás. Andava a passos largos, Fronte altiva, ar de conquistador. Largou de mão o coldre com seu 38. Revolver pra quê?, teria pensado. No Rio, só esperança de dias melhores. E seguros.
O rude garimpeiro não chegava a dissimular o desconforto que os sapatos novos lhe provocavam. Eu sabia muito bem o que era quilo. Antes da viagem meus pais me submeteram – a mim e ao mano Eliud – a um curso forçado de adaptação àqueles adereços de couro que nos feriam os dedos e o calcanhar. Um suplício.
Mamãe, linda, no seu primeiro penteado de cabelereiro, com seu vestido novo, caminhava na pista, se equilibrando sobre os sapatos comprados especialmente pra viagem. Bolsa numa mão e a mão do filhote mais moço na outra. Eliud saltitava. Era todo excitação. Já eu, no meio do meu mal-estar, suava de medo. Além dos malditos sapatos que me apertavam os pés, pensava no que me esperava naquela cidade grande e assustadora.
Pensava também na aeromoça que na viagem me ofereceu saquinhos de enjoo. Nunca tinha visto criatura mais formosa. Daquelas aeromoças que existiam antigamente. Cheguei a pensar que era mais bonita até que minha mãe, que, numa noite povoada de medos de almas do outro mundo, me deu guarida em seus braços maternos e ouviu de mim que só me casaria com ela. Édipo que me perdoe, mas aquela aeromoça causou-me impressão perturbadora. Mal sabia eu que aquela bela aparição era apenas o começo. Começo dos desassossegos que as moças do Rio trouxeram àquele menino magricela e tímido. Precocidade sexual do tipo do personagem Carlinhos do “Menino de Engenho”. No meu caso, caberia mais “Menino do Garimpo”
Malas e passageiros divididos em dois carros de praça, saímos em direção ao Hotel Vera Cruz (hoje demolido), ao lado da Praça Tiradentes. Tarde já caindo. No caminho, pela Avenida Brasil, minhas narinas começam a experimentar um infinidade de novos odores alguns nem tanto agradáveis. Fosse como fosse, cheiros de cidade nova, lugares novos, sempre me impactaram. Lembro quando morei uns meses em Lagos, na Nigéria, nos meus bordejos de boca de noite pela Norman Williams Street, onde ficava a velha Chancelaria da Embaixada. Sentia uma mistura de aromas fortes, acres e inebriantes nunca antes experimentados neste país. Aromas que vinham do cozinhar das famílias, em plena rua e a céu aberto, de suas ervas e temperos de emanações penetrantes.
A liturgia da chegada e do check-in no Hotel nos impôs uma longa espera, enquanto meu pai acertava no balcão detalhes da nossa morada pelas próximas semanas. Naquela noite não saímos do hotel e eu não pude esconder meu espanto com aquela caixa que subia e descia com gente dentro. O elevador. Nos dias seguintes, sempre que podia eu arranjava um jeito de passear naquele estranho veículo. Para desgosto do ascensorista, que ralhava comigo. Tamanho era o encantamento que nem enjoei.
Ao escrever sobre isso, lembrei de uma cena do filme “Being there”, quando o jardineiro Chance (Peter Sellers) entra num elevador da imensa mansão do milionário Benjamin Rand e diz “…That is a very small room”, ao que o empregado Wilson que o conduzia numa cadeira de rodas responde, divertido, tomando como piada o comentário de Chance (que nunca tinha entrado num elevador), “yes sir, I guess that’s the true smallest room in the house”.

Na noite seguinte, Papai resolveu nos levar para um passeio pelas redondezas do hotel. Passamos em frente a um teatro de revista, acho que era o Carlos Gomes, com fotos de moças trajando sumários maiôs e biquínis nas vitrines. Fascínio absoluto, fiquei ali parado em frente às vitrines, espiando, até que minha mãe me desse um puxão na mão. E outro na orelha, censurando meus sentimentos precoces. Havia ali muitas Gradiscas, daquelas do Felini.
Andamos pro ali, meu pai de cicerone. Luzes e neons quase me cegavam de deslumbramento. A Praça Tiradentes parecia uma festa. Moçoilas encantadoras passavam por mim. Eu as acompanhava com o olhar de fascínio. Minha mãe quase me arrastando pela mão. Papai nos levou pra jantar num Restaurante chamado Cedro do Líbano. Rua Senhor dos Passos. Estranha e saborosa comida. E, claro, novos cheiros. Embriagadores. Pedimos – Eliud e eu – a meu pai um guaraná, beberagem maravilhosa que havíamos tomado no Hotel. Durante anos, sempre que estava no Brasil e no Rio, ia lá no Cedro do Líbano comer, lentilhas, quibes, kaftas, tabule, sempre acompanhado de pão árabe com tahine. Há pouco tempo fui lá com meu irmão. Sentimos um quê de decadência. O eixo gastronômico da cidade – pelo menos aquele que me encantava – mudou-se pra Zona Sul. E hoje já escapa mais pra Barra.
Passadas algumas semanas no hotel, meu pai disse que a gente ir morar em Bonsucesso, mais precisamente em Higienópolis, ali perto da Avenida dos Democráticos. E lá fomos, sem armas, e com pouca bagagem, para a rua Pacheco Jordão. Era um edifício baixo, sem elevador. Mas, meu pai comprou nossa primeira geladeira. E o gelo passou a ser outra maravilhosa descoberta para mim. Passava os dias chupando aquela pedra gelada. E haja dor de garganta, amigdalite, gripes e febres. Nada comparável, contudo, aos calafrios da malária terçã que me acometeu em tenra idade e que quase me abrevia a existência.
Vida se ajeitando na nova morada, chegou o tempo de procurar escola pros meninos. Fomos matriculados no Externato Redentor, hoje chamado Santa Mônica, ali pertinho de casa, pequeno, com apenas duas salas de aula. Uniforme tipo militar, farda, gravata, botões dourados com quepe. Ali começaria minha vida escolar tumultuada.
Mas isso é assunto para outras estórias minhas, que um dia contarei, se ainda estiver em vida.

Dante Coelho de Lima é diplomata.

Avião cai em Belém (PA) e deixa uma pessoa morta e duas feridas

Destacado

Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas com a queda de um avião de pequeno porte em Belém (PA), na manhã desta quarta-feira (13/2). A aeronave caiu em uma casa, noticiou o G1-PA.
O copiloto identificado como Lucas Ernesto Santos não resistiu aos ferimentos. O piloto, Bruno Alencar, teve traumatismo craniano, foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao hospital. A terceira vítima, uma pessoa que estava na residência no momento da queda, teve apenas escoriações.
A aeronave era particular e tinha autorização para transportar até cinco pessoas. Ainda não se sabe as causas do acidente.

Evapora de dentro do INSS o processo de anistia de Lula

Destacado

1

A ministra Damares Alves disse, há poucos dias, que o “dedo” perdido num acidente sofrido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, teria sido a razão alegada para pedir a revisão da indenização como anistiado político.

O pedido teria sido protocolado em 2003, logo após Lula assumir a Presidência da República.

De acordo com fontes do Ministério, a declaração da ministra baseou-se em relatos que ouviu da Comissão de Anistia.

Ato contínuo, a assessoria de Lula negou peremptoriamente que o ex-presidente tivesse citado o tal acidente como razão para a revisão de seu processo de anistiado.

Diante da situação, nada mais justo que se verificar o que consta no processo.

A surpresa: o processo de Lula sumiu, evaporou…

Um absurdo!

É preciso acelerar a despetização do governo.

Vargem Grande: audiência entre executivo e o legislativo; contratações temporárias, carnaval; concurso público

Destacado

Após audiência de conciliação entre o executivo e o legislativo na tarde de segunda-feira (11) no Fórum de Justiça da comarca de Vargem Grande, prevaleceu o óbvio. A Câmara usando de sua autonomia e prerrogativas irá apreciar os projetos de contratações somente no retorno dos trabalhos legislativos que acontecerá na sexta-feira (15) e não da forma que o executivo tentou de todas as formas.
O prefeito e seus três advogados que o acompanhou na audiência, parece que não lembravam, ou estavam mal acostumados, sobre os poderes serem harmônicos, porém independentes. 
Em pouco tempo de audiência o Juiz e o Promotor da Comarca refrescaram por várias vezes a memória deles, frisando sobre tal.
Réu 
Vale, aqui lembrar, que a prefeitura de Vargem Grande é réu em uma Ação Civil Pública de obrigação de fazer proposta pelo MP.
Mudo
O prefeito Carlinhos Barros entrou mudo e saiu calado da audiência, o que foi motivo até de questionamentos durante a audiência sobre tamanho silêncio. 
Barrados
Os secretários Thiago Braz (educação), Nicole Mesquita (saúde) e Francisco Ferreira (administração) foram impedidos de participar da audiência pela falta de necessidade, segundo o próprio judiciário. 
Informações
Durante a audiência ainda foi relatado ao Juiz e ao Promotor que a Câmara Municipal de Vargem Grande solicitou via ofício dos secretários de educação, saúde e assistência social, detalhes sobre as contratações de mais de 500 servidores e como resposta, também em ofício, assinado pelo secretário de administração, numa clara tentativa de ignorar o legislativo, que é o fiscal do executivo e no objetivo de permanecer de forma obscuras os projetos, respondeu que entendia a preocupação dos vereadores, mas, que a função de administrar e gerir à máquina era do executivo.
Comissão
A Câmara que voltará aos trabalhos na sexta-feira (15), deve encaminhar essas matérias para as Comissões e iniciar a tramitação, se forem aprovadas, o que tudo indica que sim, até mesmo por que os parlamentares apresentarão emendas modificativas, provavelmente será designado pela Casa uma Comissão para acompanhar de perto todo o processo dessas contratações. 
Repasse
A Câmara, através do presidente e demais componentes do G7 e representada por seus advogados, conversou com o Juiz e com o Promotor sobre o corte do repasse e outras manobras do Prefeito em tentar retaliar o legislativo, e ao final protocolaram ações  judiciais contra o executivo municipal.
Carnaval
O representante do Ministério Público, que recentemente fez uma visita ao Hospital e constatou inúmeras irregularidades, ainda teve tempo de ressaltar que falta dinheiro para muitas coisas essenciais, mas não falta para realizar um carnaval milionário.
Concurso Público
De acordo com a forma que Ministério Público vem se manifestando sobre o assunto é bem provável que a Prefeitura seja obrigada a realizar concurso público, o mais rápido. Fonte Thales Castro

JOSÉ MARIA COUTO MOREIRA Como Boechat

Destacado

O Brasil tem vivido os idos de março. Tentativa de morte contra o presidente, rompimento de barragem com 360 desaparecidos e perdas ambientais incalculáveis, incêndio devorador de jovens inocentes. Os brasileiros estão sofridos, injustiçadamente sofridos. Surge agora uma nova tragédia para a coleção de tormentos por que devemos passar. Morre o queridíssimo antes do respeitadíssimo jornalista Ricardo Boechat, âncora da Rede Bandeirantes, âncora, sim, da verdade. Era ele que um imenso público ouvia e era nele que a imprensa, seus próprios colegas, e uma massa de espectadores e ouvintes, acreditava. O ímpeto inútil de o retermos na terra nos move a uma tentativa frívola de não o deixarmos ir.

Todos nós morremos um pouco com Ricardo Boechat. Boechat era desses que a história conta como amantíssimos, mas o destino, sempre insondável, os ceifa cedo. Mistérios para nós … Este homem fantástico reunia, em uma presença emblematicamente simpática e sedutora, uma franqueza que encantava, concebeu um universo de lemas e dilemas que cativou todo o Brasil pela sua voz envolvente, por sua comunicação sincera, objetiva, lúcida. Ricardo era tudo que um jornalista profissional sonha em ser. Onde estará agora aquele que clamava por sua “doce Veruska”, aquela que lhe proporcionou a imensa alegria de, já maduro, ganhar duas lindas crianças, que o esperavam para almoçar no dia fatídico.

Boechat deixou lembranças, melhor dizendo, nos deixou um legado precioso de como ser brasileiro, de como compreender os fenômenos sócio-políticos e de como nos livrarmos dos adversos, dos injuriosos à nação, dos perniciosos, até dos letais. Sua aparição diária no rádio, na televisão ou nos jornais era cumprir o seu dever de casa – a casa como sua consciência – e seu dever como brasileiro.

A vida de cidadão, de pai e de marido de Boechat se confundia com sua irrepreensível carreira de jornalista, como foi em mais de uma dezena de redações. De todas elas sai o Boechat proclamado por colegas, amigos, leitores, espectadores e ouvintes como o às da verdade, da perspicácia nas análises, quase um talismã que fareja o interesse menor e o reprimia ostensivamente. Em síntese, Boechat foi o Barbosa Lima Sobrinho de nossa geração, com um espírito mais solto, aquele que valorizou e elevou a imprensa em patamar importante e indispensável de opinião. Boechat, com sua simplicidade não apenas pontificou, mas foi o regente de um conjunto de comunicadores de nossos últimos tempos de jornalismo radio-televisado. O patrimônio que ostentava era o da ética. Um comentário de Boechat era como o solo de uma clarineta que soava como diretriz para um concerto de projetos, de opiniões e de ações que estavam a reclamar uma regência senão olímpica, corajosa.

Sua última viagem impediu que ele repetisse Barbosa Lima, que, enveredado na política, sempre mostrou desassombro, patriotismo, audácia. A Boechat faltou tempo para ir além, mas é um nome que se eternizará como paradigma do bom cidadão, do jornalista brilhante, do pai amoroso, do brasileiro leal. Um ícone de nosso tempo.

José Maria Couto Moreira é advogado.

Juiz que não dava mole para bandido, assassinado em SP, não é lembrado como vereadora

Destacado

Assassinato de juiz rigoroso não tem o clamor de Marielle

R

Execução, em 2003, de juiz que condenou e prendeu traficantes não tem clamor de Marielle

Já se organizam em todo o País eventos para lembrar o primeiro ano da morte da vereadora Marielle, em 14 de março. Mas outro crime brutal completará 16 anos no mesmo dia 14 de março, com tudo para passar em branco: o assassinato do juiz Antonio José Machado Dias, da Vara das Execuções Penais de Presidente Prudente. Juiz decente, rigoroso, que não dava mole para bandidos, ele foi executado aos 48 anos a mando da organização criminosa que controla presídios. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O ex-Alckmin ofereceu um presídio de segurança máxima paulista, onde estava o comando do PCC, para receber o traficante Beira-Mar.

Rigoroso, o juiz não cedia à pressão para transferir presos da facção e para facilitar a vida de Beira-Mar. Sua morte foi sentenciada.

Presos, os bandidos “Funchal”, “Ferrugem” e “Chocolate” têm pensão vitalícia de R$5 mil da organização criminosa pelo assassinato do juiz.

Geraldo Alckmin nunca admitiu o erro de colocar Beira-Mar no mesmo presídio onde estava o comando da facção criminosa.

Juventude abraça a causa do Azize Trabulsi

Destacado

No início da manhã de hoje 12/02, o movimento desperta Vargem Grande idealizado por jovens de nossa comunidade e incorporado por toda a população, esteve em frente a Escola Municipal Azize Trabulsy que está fechada e ameaçada de implosão, protestando contra a demolição de um dos pilares de sustentação da nossa história no âmbito da educação.

Em conversas com algumas pessoas que ignoram seu presente por não conhecer o passado, vejo exclamações do tipo: ” Para que serve uma escola velha dessas”? E nesse momento questiono: Um povo sem passado e sem história não sobrevive por muito tempo.

O que seria do nosso projeto Reviver em São Luís se o governo não tivesse restaurado aqueles antigos casarões, e revitalizado aquela antiga Praia Grande? Não saberíamos que ali foi o berço do comercio de São Luís quando imigrantes portugueses aqui aportaram e instalaram sua área de comercio varejista.

Pois assim será, se destruírem aquele patrimônio construído pelo prefeito Antonio Rachid Trabulsy na década de 60. Quais são as alegações para sua implosão? Está com a estrutura comprometida? Então vamos restaurá-la, e deixar para gerações futuras o berço escolar de muitos doutores que vivem espalhados mundo afora, mas que um dia estiveram reunidos naquele estabelecimento educacional em torno de um mesmo ideal.

Dizem que querem colocar naquele espaço um avião que servirá de biblioteca. Essa aeronave terá mais valor histórico se a colocarmos no nosso aeroporto e nesse espaço contarmos a história de Vargem Grande, que muito antes de São Luís ter o seu aeroclub, Vargem Grande formava pilotos como Hermes Couto Pires, Antonio José e tantos outros que aqui receberam seu brevê e foram trabalhar em Teresina sua terra natal.

Aquele local do aeroporto, será sem sombras de dúvidas, mais uma opção de lazer e entretenimento para a população local e os que nos visitam. Existem muitos espaços ociosos que podem abrigar a aeronave. E por que só no local do Azize. Os administradores tem que entender, que foram eleitos para governar para o povo, e não contra ele.

De parabens estão os jovens envolvidos nessa empreitada e que DEUS ilumine a mente dos administradores do município e nos der a grata notícia de que essa aeronave da Zona Franca de Manaus possa pousar em outra freguesia.

SUSPEITO USA PRESTOBARBA PARA ASSALTAR APARELHO CELULAR, EM SEGUIDA O VENDE PARA VÍTIMA POR R$ 20,00

Destacado

A polícia prendeu um jovem de 28 anos por suspeitas de assalto. Diego Pontes da Silva foi preso e autuado em flagrante, em Imperatriz. De acordo com informações policiais militares, a guarnição fazia rondas pelo Centro da cidade, quando foi informando por um rapaz que tinha acabado de ser assaltado.O que mais chamou a atenção, foi que o suspeito do roubou ainda ofereceu o celular de volta para a vítima, por R$ 20. A vítima ainda chegou a comprar o próprio aparelho antes de denunciar o crime à polícia.A vítima disse que estava na parada de ônibus, quando Diego chegou e anunciou o assalto. O suspeito colocou a mão por baixo da camisa, como se tivesse uma arma de fogo. Após pegar celular ele tirou chip e entregou à vítima e em seguida ofereceu o celular pelo dinheiro que ele tivesse carteira.A vitima disse ainda que depois percebeu que Diego não estava com arma de fogo, mas estava com um “prestobarba” .Os policiais encontraram o suspeito próximo ao local do assalto, com ele foi encontrado o dinheiro da venda do celular roubado e um “prestobarba”.

Deputado passa mal na Assembleia e é levado às pressas ao UDI Hospital

Destacado

O deputado estadual Rildo Amaral (SD) foi levado à pressas ontem (11) para o UDI Hospital, em São Luís, depois de passar mal na Assembleia Legislativa.
O parlamentar sentiu um mal estar e tontura e saiu numa cadeira de rodas.
Ele está em observação no hospital, mas consciente.
Segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, Rildo Amaral está numa dieta rígida para perder peso.
Numa mensagem de status do WhatsApp, o deputado disse que já vinha com problemas há mais dez dias.

0 comentários

Cantanhêde-MA sedia o 73º Encontro Regional de Ensino de Astronomia

Destacado

A Prefeitura Municipal de Cantanhede, através da Secretaria Municipal Educação e de Ciência, Tecnologia e Inovação e em parceria com a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), a maior olimpíada científica do país, sediará o 73ºEncontro Regional de Ensino de Astronomia (EREA) nos dias 11, 12 e 13 de fevereiro na sede da Secretaria de Educação (Avenida Deputado Lister Caldas 1972, Centro).

O programa tem como objetivo capacitar 120 professores da Educação Básica da cidade e de municípios vizinhos em ensino de astronomia e ciências espaciais.

Além de assistir às palestras e aos minicursos, o público ainda vai participar de atividades lúdicas, como, por exemplo, oficinas para ensinar a elaborar foguetes de garrafa pet e para mostrar a comparação dos volumes dos planetas em relação ao Sol, além de sessões no planetário digital itinerante da OBA.

O evento será comandado pelo coordenador nacional da OBA, o professor e astrônomo Dr. João Canalle, uma das maiorias autoridades das ciências espaciais na América Latina.

Acidente que matou Ricardo Boechat põe a xeque a existência da Anac

Destacado

Helicóptero voava há 44 anos e não podia transportar pessoas

Acidente que matou o jornalista Ricardo Boechat coloca incompetência da Anac em evidência e sua existência em xeque. (Foto: Everaldo Silva/Folhapress)

A cada acidente aéreo no País, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) apenas lava as mãos por meio de comunicados, sempre muito frios, que pouco esclarecem, mas servem para colocar em xeque sua existência. Após o acidente que matou o jornalista Ricardo Boechat, a Anac informou que o helicóptero estava “regular”, com papéis em dia, como se isso significasse alguma coisa. A Anac já não faz sentido, tanto quanto a extinção do velho Departamento de Aviação Civil (DAC). A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Quis o destino que Boechat, crítico desse tipo de omissão, fosse vítima do helicóptero que, fabricado em 1975, ainda voasse 44 anos depois.

A Anac informou que as licenças e habilitações de Quatrucci, de piloto comercial de helicóptero (PCH), estavam válidas. Só que não.

O helicóptero que matou Boechat não estava autorizado a transportar pessoas, mas o fazia mesmo assim. E a Anac, inútil, não o impedia.

Com diretores despreparados, indicados politicamente, a Anac atua para beneficiar empresas. Parece mais uma associação empresarial.

Fraude no concurso Miss Maranhão vira caso de polícia

Destacado

D

O concurso para a escolha da Miss Maranhão 2019, realizado na sexta-feira, dia 8, no Teatro Zenira Fiquene, Faculdade Pitágoras, está sendo acusado de fraude. Ocorre que a candidata vencedora, Carol Sousa, é amiga da maioria dos jurados.

Cada candidata pagou R$ 2,5 mil para ter o direito de participar do concurso, mas o que não se esperava que fosse jogo de cartas marcadas. Para que se tenha ideia da montagem, a vencedora é cliente de cabeleireiro que atuou como jurado.

Outro ponto falho foi a ausência de membro da empresa que organiza o Miss Brasil, que, pela primeira vez, não participou do concurso no Maranhão.

O blog teve acesso aos prints de conversas entre os jurados antes do concurso. Em muita delas, o nome de Carol é citada como a futura Miss Maranhão. A fraude foi tão escancarada que teve jurado gritando pelo nome da vencedora na hora do desfile (vídeo abaixo). A mesa de Juri, dentre outros, estava composta de médicos, dentistas e até arquitetos.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado no plantão da Delegacia do Cohatrac e o inquérito segue amanhã para a Delegacia de Defraudações.  Eita Maranhão!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

ELEIÇÕES 2020: SERIA RICARDO MURAD CANDIDATO A PREFEITO EM COROATÁ EM 2020?

Destacado

O desembargador Ricardo Duailibe, atuando pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), deferiu no fim do ano passado uma liminar ao ex-deputado Ricardo Murad (PRP) e concedeu efeito suspensivo a um recurso especial interposto pela defesa dele contra a decisão da corte que o considerou inelegível até 2020. O caso será, agora, analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).SERIA ELE CANDIDATO A PREFEITO EM COROATÁ EM 2020?Caso consiga este feito junto ao TSE, o ex-deputado Ricardo Murad poderá sair candidato a prefeito na cidade de Coroatá em 2020 (seu principal reduto eleitoral no estado do Maranhão e sua cidade natal). Com grandes feitos pelo Maranhão, principalmente na área da saúde, Ricardo Murad tem um grande respaldo junto ao seu eleitorado no estado e por conta disso a cidade de Coroatá poderá ter Ricardo Murad como candidato a prefeito em 2020. Aliados mais próximos de Murad já até comentam sobre essa possível candidatura e que está sendo vista com bons olhos no município.GOVERNO DESASTROSO DE AMOVELAR.

Luís FilhoCom um governo desastroso, o atual prefeito da cidade Luís da Amovelar Filho está fazendo um governo desastroso, até pior do que o governo do pai quando governou Coroatá por oito anos. A cidade está esquecida, não se vê uma obra sequer no município. Funcionários reclamam de salários atrasados, prestadores de serviços estão sem receber, a saúde está uma calamidade e o setor de infraestrutura nem se fala.ALIADOS DE AMOVELAR ESTÃO PREOCUPADOSOs próprios aliados do atual prefeito de Coroatá já comentam nas rodas de conversa sobre o desastre administrativo porque passa o município. Caso tenham Ricardo Murad como candidato a oposição de Luís da Amovelar Filho, a coisa poderá mudar e muito, já que Ricardo Murad é o maior líder político da cidade e tem seu eleitorado fiel. Vamos aguardar o andar da carruagem..

Advogados protestam contra presidente da OAB e pedem a extinção da entidade

Destacado

4

Um início catastrófico a gestão de Felipe Santa Cruz na presidência nacional da Ordem dos Advogados do Brasil.

Ligadíssimo ao PT, o advogado resolveu investir contra a Operação Lava Jato. Um abominável erro, que contraria frontalmente o sentimento de toda a classe.

Imediatamente, inúmeras manifestações efetivaram um verdadeiro massacre a Santa Cruz. Desnorteado, ele resolveu se defender com um patético desabafo nas redes sociais, alegando ter sido alvo de “robôs pagos por movimentos extremistas”.

As reações ao seu ‘desabafo’ demonstraram que os ‘detratores’ não eram ‘robôs’, mas advogados absolutamente insatisfeitos com o presidente da entidade

Neste final de semana, o advogado Cristiano Caiado de Acioli, que ficou conhecido por seu entrevero com o ministro Ricardo Lewandowski, gravou um vídeo pedindo a extinção da OAB.

O sentimento manifestado por Caiado começa a crescer em todo o país.

PERCIVAL PUGGINA O Senado brasileiro sepultou Goebbels

Destacado

Neste momento, em algum gabinete parlamentar, redação de jornal ou repartição partidária, alguém está produzindo uma narrativa para explicar o inexplicável. Não sei quem é o tipo, nem sobre o que escreve. Mas o sujeito está lá, dedilhando seu computador, a construir histórias sobre fatos que, interpretados como devem, prejudicam seu partido, seu parlamentar, sua visão de mundo, sua engenharia social. A seu modo, é um discípulo de Goebbels. A atividade é bem remunerada e antiga, mas ele talvez ainda não saiba: é um homem fora de seu tempo.

Uma das nove musas gregas, de nome Clio, filha de Zeus e Mnemósine, era a fonte de inspiração da História e da criatividade. A parte que cabe aos operosos construtores de narrativas no Brasil contemporâneo é a da criatividade, somente ela. Dane-se a História! Sua tarefa é orientada para induzir ao erro, ocultar o que for inconveniente, exibir como acontecido o que não passa de suposição. Aliás, convencer sobre suposições é parte do trabalho, profundamente desonesto, portanto. Era o trabalho de Goebbels.

Também assim, em muitas salas de aula, a história do Brasil e os acontecimentos cotidianos são objetos de “narrativas” em dissimulados cursos de formação de militantes, que engrossam o caldo de cultura necessário a tal objetivo. Também assim, a imagem de Lula, a cada condenação, vai para o restauro e ganha grotesco remendos retóricos. Também assim, em vez de examinarem a indecente pretensão de eleger Renan Calheiros, criticaram a desobediência dos senadores ao “sagrado” sigilo de voto imposto pelo companheiro Toffoli. Também ele, está fora de seu tempo.

Nos últimos cinco anos, conservadores e liberais foram sendo acordados de sua letargia e passaram a clamar por mudanças, pelo desmonte desses artefatos de guerra cultural que custeiam. Descobriram que podiam recuperar seu país. E graças às redes sociais, aos modernos meios de comunicação, ninguém mais é dono da notícia e, menos ainda, de seu significado. O construtor de narrativas pode colocar na boca de um congressista a frase de que Lula foi condenado novamente para prejudicar sua indicação ao Nobel da Paz. Ele pode mandar dizer que não foram as organizações criminosas que motivaram a Lava Jato, mas a Lava Jato que criminalizou a política. Pode, mas viralizará em memes, piadas e causará gargalhadas. Goebbels vai ao suicídio.

Qualquer dúvida sobre o significado dessa nova, democrática e irreprimível interação restou esclarecida nas duas sessões preparatórias para a instalação do ano legislativo e eleição da presidência do Senado. Bem vistas as cenas, lançado esse olhar sobre o fervilhante comportamento do plenário, ficou evidente a intensa atividade on-line. Senadores filmavam e filmavam-se, falavam e ouviam. Iam às suas páginas e escreviam. E liam. E contavam likes e dislikes. Às urtigas a ordem do Toffoli! Exibiram seus votos porque a sineta da soberania popular soava sobre as mesas e nos bolsos dos casacos.

Durante décadas, os construtores de narrativas foram muito bem sucedidos. Especialmente no tempo das velhas “cartilhas”. Ou do “cartilhismo”, como dizíamos aqui no Rio Grande do Sul, onde escrevo. Com estes instrumentos, os ativistas de esquerda eram nacional e uniformemente abastecidos de construções retóricas, esfarrapadas desculpas e grotescas acusações que, reiteradas além dos limites da náusea, tinham, pela repetição, aquele indigesto e conhecido poder de convencimento estudado por Goebbels. Pois esse tempo acabou, rápido e a muito baixo custo. No Senado brasileiro, Goebbels foi sepultado de vez, com audiência nacional. Raras preces, muitas vaias.

Aviões do SUS foram usados até para o tráfico de drogas nas gestões do PT, denuncia ministro

Destacado

1917COMPARTILHARAM ISSO

Além da estapafúrdia distribuição de propinas, na era PT nunca existiu gestão, tudo era feito de modo irresponsável, sem qualquer planejamento, sem nenhuma preocupação com a qualidade dos serviços ou com a decência.

E isso lamentavelmente ocorreu em todos os setores da administração pública, sem exceção.

Assim, a declaração de Luiz Henrique Mandetta, atual Ministro da Saúde, não chega a surpreender. Traficantes venceram licitações do SUS e transportavam drogas, junto com medicamentos.

Aeronaves com o emblema do Ministério da Saúde, que evidentemente não despertavam qualquer desconfiança, sobrevoavam os ares repletas de cocaína e outras drogas ilícitas,

Aliás, as entranhas da era PT certamente têm coisas ainda bem piores.

A absoluta falta de escrúpulos era generalizada.

PERCIVAL PUGGINA O luxuoso berçário da miséria

Destacado

“Quanto mais te cavo, e em ti me aprofundo, mais descubro que em ti não há fundo”. Henrik Ibsen.

O que pode ser muito pior do que a corrupção, esse câncer financeiro e moral que tanto dano causa ao país? Que obra nefasta sepulta mais oportunidades, desemprega mais, afasta maior número de investidores, e desqualifica a educação tanto quanto, ou ainda mais do que os desvios de finalidade a que é submetida?

Refiro-me à irresponsabilidade fiscal. Ela é companheira de um setor público que se agigantou sobre os ombros da sociedade. Aliás, o Estado brasileiro não leu Esopo e sacrifica, todo dia, poedeiras de ovos de ouro. Nos altiplanos na pátria, os poderes de Estado se expandem incessantemente, acumulando uma casca sobre a outra, qual cebola, como talvez a descrevesse Ibsen com a analogia da frase em epígrafe.

Os números da corrupção vão dos milhares de reais aos bilhões de reais. É dentro dos limites bem amplos dessa escala que eles podem ser contados. Já os números do gasto público financiado com endividamento se medem em trilhões de reais. Se amortizados, como deveriam ser, consumiriam metade do orçamento da União; se rolados, custam a cada virada de folhinha, centenas de bilhões de reais. Todo ano, fazem sumir valor muito superior ao da corrupção acumulada em muito tempo.

Uma face visível desse monstro pode ser apreciada nas 12 mil obras paradas (metade das quais sob responsabilidade da União). Mas há outra, mais pérfida, que se expressa na indigência, no abandono e na miséria a que vivem submetidos dezenas de milhões de brasileiros que deveriam ocupar o foco da atenção desse mesmo Estado, desse mesmo setor público. Isso é injustiça que dói na pele da mais tosca sensibilidade.

No entanto, em que pesem os números, chamou-me a atenção a falta de eco, por exemplo, às manifestações de uns poucos novos congressistas por austeridade, por redução das despesas autorizadas e de seus quadros de assessores. Os montantes assim obtidos fazem pouca cócega no fundo em que se cava, para dizer como o poeta norueguês, mas atitude – ah, a atitude! – elegeu Bolsonaro, mobilizou dezenas de milhões, e tem poderoso efeito multiplicador.

Pense na força das poderosas corporações funcionais; pondere o modo leviano como medidas saneadoras dormem nas gavetas de alguns ministros do STF; reflita sobre como, em tantos níveis, o Poder Judiciário e seus órgãos auxiliares expedem determinações que envolvem gasto público sem qualquer cobertura; imagine a barragem que desaba quando 11 ministros majoram os próprios vencimentos; avalie a facilidade com que se criam conselhos nacionais, conselhos superiores, órgãos colegiados, agências nacionais, que logo terão seus palácios em Brasília e extravagantes folhas de pagamento; dê uma olhada no preço final das vinculações e isonomias; atente ao quanto tem custado comprar apoio parlamentar mediante favores prestados com recursos públicos; calcule os preços de deliberações parlamentares arrancadas por lotadas galerias cujo único interesse é enviar a todos os demais a conta de suas postulações.

Vejo no governo e vi em alguns congressistas atitude avessa a isso. Mas falta testemunhá-la no recinto dos grandes privilégios, no âmbito das grandes decisões. Ou seja, no luxuoso berçário da miséria. Diante do Palácio da Alvorada, a escultura “As Iaras” (duas mulheres puxando os próprios cabelos), talvez representem, sem querer, uma antevisão do desespero que, por tanto tempo, se iria abater sobre sucessivas gerações de brasileiros.

TRF4 pode até mandar Lula para a penitenciária

Destacado

Julgamento de recursos, no TRF-4, da nova condenação podem levar Lula para presídio comum

Quando julgar o recurso da segunda condenação do ex-presidente Lula, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) poderá rever sua prisão em uma sala especial da Polícia Federal, em Curitiba, até por provocação do Ministério Público Federal (MPF). A avaliação é que Lula desfruta de tratamento privilegiado. A questão poderá também ser suscitada pelo novo juiz titular da 13ª Vara Federal, Luiz Antonio Bonat. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Sérgio Moro ordenou o cumprimento da pena em uma sala da PF, por sua condição de ex-presidente, mas não há previsão legal para isso.

O custo de Lula em Curitiba é de R$10 mil ao dia, enquanto o custo médio de um presidiário no Brasil não passa de R$2,7 mil por mês.

As duas sentenças de Lula já somam 25 anos e ainda há sete outros processos que podem totalizar mais de cem anos de prisão.

Defensores de Lula acham que ele tem a “prerrogativa” de cumprir todas as penas na sala especial, como se encontra atualmente.

Como a simplória ida de Sérgio Moro ao Congresso em 2004 mudou a história do Brasil…

Destacado

Chamaram-me a atenção repercussões críticas de que o pacote anti-crime de Sérgio Moro foi muito comedido. Pessoalmente, concordo. POR MIM, pena de morte, prisão perpétua e trabalhos forçados seriam realidade; e, com toda certeza, em alguns meses fariam os índices de criminalidade tender a zero. Repito: POR MIM. Mas numa democracia a coisa é diferente – especialmente numa democracia jovem e cambaleante como a nossa, ainda muito distante da maturidade necessária para executar medidas as mais eficientes e justas.

Enquanto a maturidade não chega, temos de nos lembrar sempre que “a política é a arte do possível”. Sérgio Moro é mestre nessa arte. E é por isso que confio no seu pacote e nos seus próximos passos.

O entendimento geral é de que Moro surgiu com a Lava Jato e deve sua notoriedade à atuação nos processos ligados à operação que mudou a História do Brasil. Nada mais equivocado.

Percebendo, porém, que as investigações do Mensalão não dariam em nada, o então juiz Moro foi ao Congresso sugerir mudanças nos regramentos da lavagem de dinheiro e da delação premiada. As alterações garantiriam todo o sucesso das ações da Lava Jato.

Em 2013, a PF pegou Youssef de novo. E o resto (prisões de poderosos, queda de presidente, derretimento de um partido e o fim do maior esquema de corrupção jamais visto) é história.

O destino de uma nação mudou graças a ações aparentemente comedidas e simplórias, como a prisão de um punhado de doleiros e alterações em dois dispositivos legais.

Dentro da arte do possível, Moro mudou a História. É por isso que seu aparentemente comedido pacote Anticrime merece nossa confiança.

EM DAVINÓPOLIS, CÂMARA DE VEREADORES SE NEGA A CASSAR VICE ACUSADO DE MANDAR MATAR PREFEITO

Destacado

A Câmara Municipal de Davinópolis rejeitou na quinta-feira, 7, por maioria, um pedido de cassação do prefeito José Rubem Firmo (PCdoB), o Rubem Lava Jato, que está preso por ser suspeito de ser o mandante do assassinato de Ivanildo Paiva (PRB), ocorrido no dia 11 de novembro de 2018. Rubem Firmo era vice de Ivanildo (saiba mais).

Com isso, mesmo preso preventivamente, o comunista segue como titular do mandato.

Por conta da prisão, no entanto, o de chefe do Executivo municipal está sendo ocupado pelo presidente da Câmara, vereador Raimundo Nonato Santos (PRB), que assumiu a posição no último dia 1º de janeiro.

Rubem Lava Jato está preso desde o fim do ano passado, acusado de ser um dos mandantes da morte de Ivanildo Paiva (reveja).

Lava Jato foi inicialmente preso temporariamente, quando, então, seus defensores protocolaram um pedido de habeas corpus, negado em janeiro pelo Tribunal de Justiça (relembre).

Depois disso, ele já teve outro pedido de liberdade indeferido pela Justiça.

Fonte: Gilberto Léda

NOVATOS E DESCONHECIDOS, ELES PRECISAM MOSTRAR SERVIÇO RÁPIDO

Destacado

Fernando pessoa, Mical Damasceno, Felipe dos Pneus, Wendell Lages, Ciro Neto e Pastor Cavalcante

A renovação da Assembleia Legislativa foi grande. Mas muitos deputados novos já são bem conhecidos do grande público, ou porque eram secretários, ou já tinham passado pela Assembleia ou até por serem parentes de políticos e estarem no noticiário antes. Mas alguns foram grandes surpresas nas bolsas de apostas e precisam de afirmação para passarem de azarões para parlamentares com peso.

Mesmo funcionários da Assembleia Legislativa passam pelos deputados Fernando Pessoa (SD), Ciro Neto (PP), Mical Damasceno (PTB), Pastor Cavalcante (PROS), Wendell Lages (PMN) e Felipe dos Pneus (PRTB) e não os reconhecem. Eles são conhecidos de uma maneira muito restrita regionalmente ou dentro de um segmento bem fechado como igreja. Mas pouquíssimo conhecidos a nível estadual.

Fernando Pessoa saiu na frente. Já utilizou a tribuna, concedeu algumas entrevistas e começa a ser mostrado para o grande público. Ele é cunhado do prefeito de Barra do Corda, Erick Costa e foi secretário do município. Pessoa é cotado para disputar a prefeitura de Tuntum. Seu grupo faz ferrenha oposição ao prefeito Cleomar Tema.

Outro que o parentesco foi fundamental na eleição foi Ciro Neto, que é filho do prefeito de Presidente Dutra, Juran Carvalho. Também com uma grande força regional, é desconhecido a nível estadual. Ele foi eleito dentro do mesmo contexto político da briga no centro maranhense. Erick e Juran são aliados que se fortaleceram com a vitória de Erlânio Xavier na Famem. Agora, resta ver como seus deputados vão aproveitar o bom momento.

Mical Damasceno e Pastor Cavalcante se elegeram no mesmo segmento: o religioso. Mical é filha do pastor Pedro Aldi Damasceno, presidente da Convenção Estadual da Igreja Assembleia de Deus no Maranhão, uma das maiores instituições evangélicas em termos de números. O Pastor Cavalcante também é da Assembleia de Deus, mas é liderança do sul maranhense, sendo presidente da Assembleia de Deus em Açailândia. Ele teve apoio não só da igreja, mas também de políticos da região. Agora, é saber se os dois que são muito conhecidos dentro da igreja, mas nada conhecidos fora, serão a “bancada da Bíblia” ou atuarão em outras áreas para ampliar o espectro eleitoral.

Wendell Lages e Felipe dos Pneus foram eleitos no mesmo contexto de força econômica regional da família. Muito jovens, eles precisam mostrar luz própria agora. Wendell é filho do empresário Antônio Lages Barbosa, com negócios na região de Itapecuru-Mirim, inclusive tendo parentesco com também com o prefeito Miguel Lauand e contratos com a gestão. Felipe dos Pneus é o mais jovem deputado desta legislatura. Ele foi eleito com a força econômica do pai, Antonio dos Pneus, que tem contratos com várias prefeituras e como pecuarista já foi acusado de usar trabalho análogo à escravidão.

Fonte: Antonio Martins

JOSÉ MAURÍCIO DE BARCELLOS Inimigos do Brasil

Destacado

Transita pelo território livre da Rede Mundial de Computadores um vídeo da recente entrevista do finório FHC a uma televisão portuguesa. Causaram-me engulhos a parte em que é perguntado àquele abominável cacique político de um partido (ou societas celeris) que nasceu sob o manto da traição e da covardia, acerca da figura do presidente eleito no Brasil, Jair Bolsonaro, e igualmente qual seria a opinião dele em relação ao mesmo.

Com ares de superioridade e grande soberba o velhaco se empertigou na cadeira e disse simplesmente que não conhecia o Capitão e que jamais tomou conhecimento do mesmo até porque foi presidente da república e insinuou que não tratava com a ralé. Disse que conhecia o Réu Fernando Haddad (criador do kit-gay pra criancinhas), de quem era amigo e em que votou nas eleições presidenciais, mas no que dizia respeito a Bolsonaro, nele nunca votaria porque se tratava de um reacionário, de um despreparado e de um fascista autoritário. Lamentei que a repórter lusitana não tivesse na hora presença de espírito para interpelar o velho “comunista arrependido” e perguntado a razão pela qual estava detratando ou enxovalhando o nome de um brasileiro no exterior, justo quem dizia não conhecer e o que é mais grave, mesmo sabendo que ele foi o escolhido democraticamente, por quase 60 milhões de brasileiros.

Alto lá senhor socialista patife! O que este espertalhão pensa que é? O Brasil não lhe deve coisa alguma e o mal causado a esta Nação por sua atuação nefasta e nefanda, acolitada pela laia esquerdista que o senhor bem representa, levará ainda muitas décadas para ser remediado. À vista do que hoje propõe o professor Paulo Guedes e diante da abalizada análise deste grande economista acerca dos governos vermelhos e das quadrilhas que o dominaram, se constata que sua participação na vida nacional, no mínimo, pode ser rotulada como ruinosa.

Tirante alguma coisa que decorreu da evolução natural e do crescimento inercial, de seus governos só restaram malditos legados. Por exemplo, um plano econômico enganoso tal como seu caráter, por conta do qual uma dívida interna impagável acabou explodindo, tempos depois, justamente nas costas dos mais necessitados e que ainda se arrasta depois de décadas a fio. Na área social então nem se fala. Só para exemplificar. Por causa exclusiva do ideário comuna, FHC introduziu no País, além do cancro relativo às “bolsas populistas”, também o terrorismo urbano com a legalização de entidades do tipo MST e outras afins tão nocivas quanto esse movimento, sempre seguindo a torpe orientação de uma ONU gramscista, que na época já se avermelhava para sempre.

No campo da educação o desastre não foi menor. Com o concurso do calhorda Paulo Renato, então Ministro da Educação, o desprezível FHC se valeu do CEBRAP, uma fábrica de militantes comunistas que atingiu todas as universidades do País, delas excluindo quem quer que não rezasse pela cartilha da daquela entidade espúria. Com ele e por causa dele o ensino no Brasil foi empurrado ladeira abaixo, até chegar ao descalabro em que se encontra. A rigor esse FHC – um pau mandado do “judeu nazista, traidor de sua própria gente” George Soros da Internacional Socialista e que se diz a maior autoridade em Gramsci no Brasil – foi sem dúvida o grande causador de uma desgraça nacional chamada Lula. Muito antes de colocar o “Ogro de Garanhuns” na cadeia quem deveria ter sido preso era FHC – que recebeu milhões de empreiteiros corruptos, segundo a Lava jato – bem como assim os principais asseclas de seu partido, Jose Serra, Aloísio Nunes, Aécio Neves que, com o Eduardo Azeredo, já deviam estar no xilindró há muito tempo.

Com a Revolução Democrática de 2018, o Brasil se livrou de toda essa corja nojenta e pegajosa e agora fica esse espertalhão cujos filhos enriqueceram durante seu governo (tal como os bandidinhos de Lula), a dizer lá fora que Bolsonaro é um despreparado, que nem sabe se comunicar, que fala aos “arrancões” e ininteligivelmente. Ao falar assim, este acusado pela Lava Jato deve estar pensando no “Analfa Encarcerado” ou na “Anta Guerrilheira” que sempre por ele foram incensados porque permitiram que o sabidão e seus lacaios continuassem a roubar o Brasil durante o tempo de seus desastrados governos.

Não tenho a intenção de ofender pessoalmente ou detratar quem quer que seja, vivos ou mortos. Não é do meu feitio. Falo contra ideias e atitudes, mas quando me lembro de que um dia ouvi de uma grande figura que atravessou muitos governos passados que, durante os oitos anos dos tempos de FHC, a comunista Ruth Cardoso – a quem todo patriota tem o indeclinável dever de desejar que a terra lhe seja pesada porque, por puro ódio, ousou petulantemente renegar o titulo de “Primeira Dama do Brasil”, talvez se achando muito melhor que a Nação Verde e Amarela – bem como assim José Serra também acusado de corrupto na Operação Lava Jato, ambos se negavam nas solenidades oficiais, a estender a mão para os militares que estavam obrigados, pelo protocolo, a cumprimentá-los penso que aqueles que ainda não morreram deveriam ser, no mínimo, desmascarados em público pelos militares no poder.

Aquela gente humilhou demais o Brasil. Quando penso naquele “comunistazinho”, corrupto e desonesto com “cara de fimose” – o tal do Zé Serra – que audaciosamente não apertava a mão de um general de cinco estralas do Exército de Caxias, a vontade que tenho é de lhe dar um chute no trazeiro. Talvez seja por causa daquilo e de outras ignomínias que o petulante FHC vive dizendo que Bolsonaro um dia quis lhe matar. Se tivesse sido verdade, talvez lamentasse que não tivesse acontecido mesmo.

Antes que seja questionado acerca das razões pelas quais estou ressaltando tudo isso em relação ao ex-presidente comunista digo que o propósito é de chamar a atenção para o mal que ele ainda é capaz de produzir. Consta por aí e já corre solto pelas Redes Sociais que o tal do FHC seria o principal artífice do “Plano B” da esquerda delinquente, juntamente como o criminoso Zé Dirceu.

Além da difamação de Bolsonaro que sistematicamente FHC promove no exterior, o líder dos traidores da política nacional vem articulando sem cessar estratégias para derrubar o Capitão do poder. Assim é que tentou, sem sucesso, colocar Renan na presidência do Senado, objetivando evitar possíveis impeachments dos “Mandarins Solta Bandidos” do STF, o que resultaria em um desastre para toda a esquerda corrupta e para os facínoras do PT e do PSDB em especial. Dizem igualmente que FHC também articula uma polarização de toda a esquerda no Congresso para tentar obstruir e barrar as medidas de Bolsonaro, enquanto trabalha também com a “Rede Goebells” na construção de factoides que possam levar ao impeachment do Presidente eleito.

Parece que os órgãos de inteligência já sabem que FHC estaria, em última análise, por de trás de ações terroristas a partir da criação e da mobilização de facções que têm a pretensão de desestabilizar este governo que nasce da esperança do nosso povo sofrido. Aquela gente tem como objetivo criar uma espécie de governo paralelo a partir da voz do “Ogro Encarcerado” vinda de Curitiba e, sobretudo, a partir da mente perniciosa de FHC que doentiamente se julga um grande estrategista, justo este canastrão que não passa de um “grilo falante” no dizer do grande Olavo de Carvalho e que nada mais foi na vida senão um medíocre sociólogo que o tráfico de influência alavancou.

Como bem disse, com outras palavras, a Deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), esta semana no plenário da Câmara Federal, respondendo a um grotesco “analfa” de Lula, Deputado Valdir Assumpção (PT-BA): “Queremos ver Lula, chefe da quadrilha do “petrolão”, apodrecer na cadeia e por isso vamos aprovar a lei que põe uma pá de cal quanto à dúvida relativa à possibilidade de prisão em 2ª instância”. “Nesta Casa Bolsonaro tem soldados e aqui a vida dos vermelhos não vai ser fácil; o PT não vai se criar mais”.

Realmente, precisamos nos livrar em definitivo dessa gente desclassificada, inimiga do Brasil e fazer por merecer a grande ventura que, por graças do Altíssimo, a Nação Brasileira alcançou. Outrora tivemos Sarney, Collor, FHC, Lula, Dilma, etc. Hoje temos o capitão Bolsonaro, o mito. Antes tivemos como ministro da fazenda o próprio FHC, Ciro Gomes, Rubens Recupero, Palloci e Mantega e outros que tais. Hoje temos o professor Paulo Guedes que o mundo respeita e admira. Ontem tivemos no Ministério da Justiça nomes como os de Renan Calheiros, Aloisio Nunes, Márcio Thomas Bastos, Tarso Genro, Jose Eduardo Cardoso, ou seja, advogados de bandidos ou bandidos acusados na Lava Jato que desonraram o elevado cargo. Hoje temos como Ministro da Justiça o herói Nacional Sérgio Moro. É preciso dizer mais alguma coisa?

Jose Mauricio de Barcellos ex Consultor Jurídico da CPRM-MME é advogado. Email: bppconsultores@uol.com.br).

Deputados e senadores criarão frente de combate ao ativismo judicial

Destacado

Frente no Legislativo quer mostrar inconformismo com militância de tR

Parlamentares terão frente para combater conveniência política e ideológica de magistrados

A Frente Parlamentar Mista contra o Ativismo Judicial, a ser criada sem demora no Congresso, terá o objetivo de afirmar o inconformismo do Legislativo com decisões judiciais que privilegiam as conveniências políticas ou ideológicas de magistrados, ignorando a letra da lei. “A frente objetiva mostrar a alguns magistrados que há no Congresso quem não os temem”, disse a procuradora aposentada e deputada Bia Kicis (PSL-DF), uma das principais articuladoras da iniciativa. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Devem participar da Frente deputados e senadores novatos, sem rolos na Justiça, mas inconformados com o ativismo ideológico na Justiça.

O desembargador federal Fábio Prieto (TRF-1) é voz quase solitária na Justiça contra a “militância de toga” e suas “sentenças messiânicas”.

Na Justiça do Trabalho, há juízes investidos do papel de “Robin Hood”, ignorando a lei e até provas em favor de um certo justiçamento social.

O ministro Luís Barroso terá trabalho para convencer a Frente da sua defesa do poder do STF de invalidar leis emanadas do Legislativo.

Prefeito Rodrigues da Iara se reúne com secretário estadual de educação

Destacado

Na manhã de hoje, sexta feira (8), o prefeito da cidade de Nina Rodrigues, Rodrigues da Iara, esteve reunido com o secretário de Estado da educação, Felipe Camarão.

Na ocasião o prefeito estava acompanhado da secretária de educação do município, Sâmara Corrêa e a presidente da Câmara Cita Braga .

Durante a reunião foi feita uma pauta de reivindicações que foi apresentada ao secretario, como a solicitação de mais um ônibus escolar, além das reformas do farol da educação e da Unidade escolar Joselina.

O secretário, prometeu que até o meio deste ano, dará respostas a essas revindicações.

.

Protocolado requerimento de CPI para investigar Judiciário

Destacado

Senado Notícias

O senador Alessandro Vieira (PPS-SE) obteve nesta quinta-feira (7) as assinaturas necessárias e protocolou requerimento de sua autoria para criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI). A CPI deverá investigar possíveis irregularidades no Poder Judiciário.

— Nosso objetivo é abrir a caixa-preta desse Poder que segue intocado, o único que segue intocado na esfera da democracia brasileira. E só existe democracia quando a transparência chega a todos os lugares. A democracia não pode ser seletiva. As câmaras, as assembleias legislativas, os palácios do Executivo, este Congresso Nacional, já sentiram os efeitos da transparência e das investigações claras, feitas tecnicamente. Os resultados estão consubstanciados realmente em todo o Brasil — afirmou em Plenário.

A intenção do parlamentar é investigar o abuso de pedidos de vista ou expedientes processuais para retardar ou inviabilizar decisões de plenário; o  desrespeito ao princípio do colegiado; a diferença do tempo de tramitação de pedidos, a depender do interessado; o excesso de decisões contraditórias para casos idênticos; e a participação de ministros em atividades econômicas incompatíveis com a Lei Orgânica da Magistratura.

O senador afirmou que todos conhecem dezenas de casos de liminares monocráticas que permanecem por anos a fio. Além disso, acrescentou, os tribunais superiores viraram uma espécie de loteria, em que as decisões variam conforme o magistrado:

— Os nossos tribunais superiores se transformaram num aglomerado de decisões monocráticas, o que gera uma loteria. Se o cidadão que vai apresentar uma ação é sorteado para o ministro “X”, ele tem uma decisão para um lado; se é para o ministro “Y”, é para o outro. O colegiado já decidiu o assunto e eles desrespeitam. Isso precisa ser resolvido. E, para resolver isso, a gente precisa estudar, compreender e propor eventualmente uma lei — disse.

Requerimento

Oficialmente, o pedido apresentado à Secretaria-Geral da Mesa requer a comissão de inquérito para “investigar o exercício exacerbado de suas atribuições por parte de membros dos tribunais superiores do país”. O grupo deverá ser composto por dez titulares e seis suplentes e trabalhar por 120 dias, com limite orçamentário de R$ 30 mil. Para a instalação da CPI, o requerimento deve ser lido em Plenário em sessão deliberativa.

O requerimento destaca ainda que “não não se trata de perquirir as atribuições do Poder Judiciário, mas sim de investigar condutas que extrapolem o exercício regular dessas competências”.

Relevância

O senador lembrou também que CPI é um instrumento legítimo, histórico no Brasil, destinado a apurar fatos que tenham grande relevância no cenário nacional:

— Se dentro dessa apuração você encontra crimes, pior para o investigado, e esse fato vai ser encaminhado às autoridades que têm essa obrigação, como Ministério Público ou polícia. A gente tem essa clareza do que é uma CPI, essa clareza do que a gente pretende fazer aqui. Ninguém pretende substituir o papel do Ministério Público, ninguém pretende substituir o papel da Lava Jato. São atuações independentes. A gente precisa resgatar o respeito e a credibilidade do Legislativo brasileiro, porque esse respeito é respeito aos nossos eleitores — afirmou.

Está previsto para segunda feira dia 11/02 solução para o problema das contratações.

Destacado

Mentira tem pernas curtas, essa é uma afirmativa que retrata o momento atual da política no município de Vargem Grande.

Um blog ligado ao executivo, e com o claro intuito de fazer média ao seu tutor, ou por desconhecimento da decisão judicial, ou para fazer jus aos salários que recebe, tenta passar a imagem de que a Câmara terá que pagar multa diária de R$ 10.000,00 se não votar o pedido de contratação dos servidores, na forma como quer o poder executivo e no prazo de 48 horas.

No despacho do M.M Juiz que li, não diz o que afirma o blogueiro. Pelo contrário, o Sr. Juiz determina que Cite-se e intime-se o prefeito e notifique-se o presidente da Câmara para uma audiência de conciliação as 15 hs e 30 min. do dia 11 segunda-feira, na sala das audiências do Fórum Local, para que se busque uma solução amigável para o problema.

Cada parte intimada e ou citada, deverá apresentar seus argumentos para esse impasse.

Ocorre que em Vargem Grande, é costumeiro, os prefeitos acharem que são os donos dos município e que os vereadores são meros coadjuvantes nesse processo político-administrativo. Alguns partidários dos prefeitos, entendem que se o prefeito mandar, os vereadores tem que aprovar. Nesse caso, vereador é uma figura decorativa que serve apenas para concordar com tudo, e não é assim.

Publiquei uma matéria nesse espaço, inclusive com cópias de ofícios endereçadas aos secretários de Educação, saúde e assistência social, na qual os vereadores solicitam saber onde serão lotados, e os horários que irão desempenhar suas funções os contratados, e não obtiveram respostas do modo que foram indagados.

Esperamos que dia 11/02, tudo seja resolvido, e que cada um assuma o ônus e o bônus da sua participação nesse imbróglio.

POLÍCIA ESTOURA FÁBRICA DE DINHEIRO FALSO EM PARNAÍBA-PI

Destacado

WhatsAppFacebookTwitterPrintCompartilhar

Após receber uma denúncia sobre um esquema de derramamento e venda de notas falsificadas, a Polícia Militar desarticulou, na tarde de quinta-feira (06/02) um laboratório de fabricação de dinheiro falso, que funcionava no cruzamento das ruas Anhanguera e Dirceu, no bairro Piauí, na cidade de Parnaíba.

Ao se dirigir ao endereço da denúncia, a viatura abordou o suspeito identificado como Rafael Francisco Pereira nas proximidades de sua residência. Ao ser questionado pelos policiais sobre sua participação no esquema, o acusado confessou o crime e levou os policiais até o local onde funcionava o laboratório de falsificação, que ficava em um dos compartimentos da casa de Rafael. Logo após, a Polícia Federal foi acionada.

autoridade policial, a qualidade do material produzido chamou a atenção dos agentes, pois apresentava até a marca holográfica presente nas cédulas originais. “Essa pessoa já tem uma participação no derrame de cédulas falsas na cidade há algum tempo, e a nossa intenção agora é não ficar só nele. A gente vai verificar de onde elas vieram e para aonde estavam indo. Já há indícios que há uma ligação dele com outras cidades, não só no estado [Piauí], mas fora dele”, afirmou o delegado.

                     O acusado e todo o material apreendido foram encaminhados à delegacia.

Fonte: Neto Ferreira

JÁ REINCIDENTE PELO MESMO CRIME, DONO DE LOJA DE PEÇAS DE VEÍCULOS DE IMPERATRIZ É PRESO COM CARRO ROUBADO

Destacado

WhatsAppFacebookTwitterPrintCompartilhar

Policiais da Força Tática 03 do 14º Batalhão de Polícia Militar estavam fazendo rondas, no período da tarde desta quinta-feira (07) no Bairro Entrocamento, ao visualizarem um veículo Virtus de cor prata com placa OXB-2496. O Sargento Osvaldino fez uma consulta da placa traseira do veículo e descobriu que a placa consultada pertencia a uma moto do Estado de Minas Gerais.

A guarnição de imediato retornou para local onde o veículo estava, na rua João Lisboa. O motorista do veículo estava saindo quando os policiais sairam atrás e perceberam que placa consultada já não estava no veículo. A placa agora era QOI-7119. Feito nova pesquisa constataram que o veículo tinha registro de roubo.

O motorista ao perceber que a guarnição estava seguindo tentou fugir, mas foi interceptado. Os policiais fizeram a apreensão do veículo e a prisão do motorista, identificado como Jacó Nascimento da Silva.

Os policiais apresentaram o Virtus e o homem detido na 10ª Delegacia Regional de Polícia Civil para serem feitos os procedimentos legais. Este foi o segundo veículo recuperado pelo 14º Batalhão em 2019.

O caso foi repassada para a Delegacia de Roubos e Furtos, tendo como responsável o delegado Vital. Após ouvir os policiais e o conduzido, o delegado autuou em flagrante pelo crime de receptação. Jacó Nascimento da Silva é proprietário de uma loja de peças de veículos no Jardim São Luís, tendo já sido preso pelo mesmo crime.

Fonte: Notícias da Foto

Fachin decide manter no STF mais uma denúncia de corrupção contra Renan

Destacado

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator da operação Lava Jato, fatiou a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra a antiga cúpula do MDB no Senado por integrarem organização criminosa que teria recebido propinas e desviado recursos públicos em um esquema de corrupção na Transpetro. A denúncia foi apresentada pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em setembro de 2017.

Calheiros manteve por 13 anos na presidência da estatal Transpetro, subsidiária da Petrobras, o ex-senador cearense Sérgio Machado, que, preso na Lava Jato, fez acordo de delação premiada e denunciou toda a cúpula do MDB, inclusive seu padrinho político. Ele gravou conversas com os políticos que denunciou.

Fachin decidiu manter apenas no STF a investigação sobre o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e arquivou a apuração sobre o ex-presidente José Sarney (MA) e o ex-senador Garibaldi Alves (RN), apontando haver prescrição no caso dos dois.

Fachin ordenou o envio à Justiça Federal do Rio de Janeiro as investigações contra os ex-senadores Valdir Raupp (RO) e Romero Jucá (RR), que perderam o foro privilegiado ao encerrarem seus mandatos no Congresso Nacional.