Cabo da PM morre em grave acidente de carro no Maranhão

Na manhã de hoje (28), o Cabo  Sousa, da Polícia Militar de Lago da Pedra,  perdeu o controle da direção do carro em que dirigia e acabou capotando diversas vezes, não resistindo aos ferimentos e morrendo no local. O PM estava voltando pra casa.

O cabo era bastante querido na cidade de Lago da Pedra, teve grandes atuações como policial, se destacou quando foi designado para a Operação Pedrinhas.

Fonte: Blog do Luis Cardoso
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

OPERAÇÃO CONJUNTA PC E MP RESULTA NA PRISAO DE POLICIAIS NO INTERIOR DO MARANHÃO POR CRIME DE CORRUPÇÃO

 

FONTE: Blog do Eduardo Ericeira
Em primeiríssima mão! Segundo informações repassadas ao Blog Eduardo Ericeira, as prisões dizem respeito a mandados de prisão preventiva solicitados pela polícia e autorizados pela Justiça.

As prisões ocorreram no município de Açailândia, interior do Maranhão.

Cinco mandados de prisão preventiva teriam sido cumpridos nesta quarta-feira (28) na cidade de Açailândia contra: 1 delegado, 1 advogado, 2 policiais civis e 1 carcereiro.

Os mandados são resultado de investigação conjunta da Polícia Civil e Ministério​ Público do Maranhão.

Os presos já estariam sendo transferidos a capital São Luís no helicóptero da polícia.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

SENADOR JOÃO ALBERTO É INTERNADO E PASSA POR CIRURGIA CARDÍACA EM BRASÍLIA

O senador do Maranhão, João Alberto de Sousa (PMDB), foi internado nesta terça­-feira (27), em Brasília, para uma cirurgia cardíaca. Segundo a Assessoria do senador, o peemedebista colocará um marca­-passo.

João Alberto vinha reclamando de tonturas e se submeteu a exames, em que foi diagnosticado uma desaceleração no
coração.

Em decorrência disso, o senador foi internado no Instituto de Cardiologia do Hospital das Forças Armadas (HFA).

Leia a nota da Assessoria de João Alberto:

O senador João Alberto Souza (PMDB-MA) foi internado às pressas no HFA, em Brasília, com tontura e desacelaração cardíaca. Deve se submeter a uma cirurgia do coração nas próximas horas para colocação de um marca-passo.

Jaqueline Vieira
Assessora de Comunicação
Gabinete senador João Alberto Souza

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

O azar é nosso

Mirian Guaraciaba

Aécio Neves é um homem de sorte. Como diria um velho amigo, “pega nada, titia”. O ex-médico Abdelmassih também parece um homem de sorte. O sujeito que atropelou, de propósito, no domingo, 25, skatistas que comemoravam o dia mundial do Skate, nem ficará preso, diz o delegado que o ouviu nessa segunda.

Temer, então, nem se fala. Posa como homem de sucesso. Somam-se denúncias contra Temer e todos eles  – e outros mais – e sobra hipocrisia no país da impunidade. Os denunciados pagam pouco, ou quase nada, à sociedade corrompida e aviltada.

Flagrado em conversa comprometedora, Aécio terá preservado seu mandato. O presidente do Conselho de Ética e Decoro do Senado não fez objeção ao dialogo suspeitíssimo em que Aécio pede dinheiro ao empresário investigado Joesley Batista.

Como agravante, Aecio ainda sugere que o montante solicitado a joesley fosse entregue “a um que a gente mate antes de fazer delação”. Aecio responde a outros vários processos no Supremo Tribunal Federal. Um de seus seus casos parou nas mãos do ministro Gilmar Mendes, com quem tem uma relação amigável. A escolha do relator se dá por sorteio. Que sorte de Aécio!

Temer foi denunciado esta segunda pelo Procurador Rodrigo Janot, por corrupção. Mas (querendo parecer) alheio às questões que se acumulam na justiça contra ele, o presidente repete o discurso: está fazendo o melhor governo dos últimos tempos, e enaltece as reformas em andamento. Temer está nas gravações de Joesley, em encontro altamente duvidoso.

O ex-medico Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão, pelo estupro de 37 mulheres, acaba de ser agraciado  – por uma juíza – com a permissão para cumprir a pena em casa. A indignação entre as vítimas é flagrante. Revolta que se deu quando a mulher de Sergio Cabral, Adriana Anselmo, recebeu a mesma regalia. Abdelmassih e Adriana são sortudos. E muito ricos.

O homem que atropelou, propositalmente, skatistas na rua Augusta, interditada para o transito, no Dia Mundial do Skate, se apresentou ontem pela manhã. Esse sujeito jogou seu carro contra os esportistas. Ainda assim, foi liberado pelo delegado assim que prestou depoimento.

Se exemplos não nos faltam, leis também não. São 181 mil normas federais. Ainda assim, há brechas para a impunidade ou abrandamento de penas. Tolerância legal num mundo de tantas intolerâncias.

Que o diga Fernanda (nome fictício), a mãe que roubou ovos de Páscoa e peito de frango de um supermercado, em 2015, e foi condenada a três anos e dois meses em regime fechado. Na prisão, em abril último, deu à luz seu quarto filho. Com ele, divide uma cela. E mais 12 detentas.

No discurso de segunda, Michel Temer garantiu que nada o destruirá nem ao seu governo. Nessa marcha da liberalidade legal e jurídica, que ninguém duvide de suas palavras. Sorte deles. Azar o nosso.

Ex-médico Roger Abdelmassih (Foto: Fernando Donasci)Ex-médico Roger Abdelmassih (Foto: Fernando Donasci)
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

GILMAR E O FURACÃO

O ministro Gilmar Mendes, pela sua peculiar franqueza, ilustrada por uma sólida formação filosófico-jurídica, vem sofrendo contestações sistemáticas, oriundas principalmente do círculo jurídico do país. Lançam-lhe críticas severas e surpreendentes pelos comentários quanto a supostos excessos cometidos no curso da operação Lava Jato. Suas declarações despertaram descontentamentos nas áreas corporativas e institucionais equivalentes a um furacão, crivando o ilustre magistrado de aleivosias ao judiciário.

O Brasil está sabendo avaliar bem culpas e excessos eventualmente cometidos. A espetaculosidade até recentemente obervada em atos públicos de flagrante ou prisão preventiva parece ter se reduzido ao limite da lei. Antes, era a execração, com a antecipada imposição de algemas desnecessárias, ainda que o indiciado, testemunha ou réu, não opusesse resistência. A autoridade, quando perguntada sobre a antecipação da pena declarava, na sua soberba, que aquele era o padrão. Não, absolutamente não, o padrão sempre será a lei.

Graças a Deus devemos dar todos por integrar a Suprema Corte um juiz que sabe bem sopesar as circunstâncias e se encoraja, sempre, a mostrar régua e compasso à sociedade, ao próprio Judiciário, ao Ministério Público, à Ordem dos Advogados e à Polícia Federal. Lição que repercute nas consciências lúcidas e não ouvida por corporações interessadas em resultados radicais ministrou o eminente juiz ainda ontem, por ocasião do rumoroso processo decidido pelo TSE : ressaltou Gilmar Mendes, em síntese pimorosa, que processo não é voluntarismo, mas garantia. É afirmativa melhor compreendida nos foros europeus, sedes de escolas em que nos aperfeiçoamos, e onde se divisam os mais puros conceitos civilizatórios. O brasileiro há de entender que não será uma irresignação, ainda que ruidosa, para a qual não haja a indispensável reserva legal, que irá alterar as diretrizes de nossa história imediata, e ela não se escreverá com gritos e atropelos. Estamos vivendo uma travessia, e para que alcançemos incólumes a outra margem haveremos de mostrar cuidados.

Acontecimentos extraordinários na história mundial da justiça não se operaram, curiosamente, por iniciativa de juízes, mas animados seus autores pelas deficiências investigativas e pela parcialidade oficial. Na impossibilidade de uma enumeração maior de exemplos, enuncia-se, pela citação famosa, o antológico caso Dreyfus, até hoje ilustração tocante na galeria dos sempre revoltantes erros político-judiciais. E não foi a bravura patriótica do autor de “Germinal” que livrou a França de uma imputação de erro e injustiça? Para Zola, que no episódio mobilizou-se tão-somente como francês (nem era, sequer, advogado do acusado), não estava em jogo, apenas, a honra de um homem, mas o julgamento da França pelo mundo. Dominava o país uma paixão crescente de nacionalismo e xenofobia, responsáveis pela farsa e prisão do infeliz oficial. O destemido humanista, na elaboração épica de J”Accuse, acabou por apontar os nomes e as instituições responsáveis pela trama. Estava salva a honra da França. E é assim que o brasileiro haverá de comportar-se, com indignação, mas disposto a ouvir e acreditar na palavra de um homem sério ao criticar atos, instituições e juízes.

Na mesma França das luzes encontramos outro exemplo de sensibilidade diante de desastrada ação do Estado no reconhecimento de culpa de quem não a tinha. O personagem central do episódio é o valoroso Voltaire, já em idade avançada, mas não o bastante a impedir sua revolta no desfecho do célebre caso Jean Calas. Em Toulouse, o velho Calas, após torturas insuportáveis, foi executado por acusação de assassínio do filho, a quem houvera impedido de professar a fé católica. Entregando-se a penosa investigação, Voltaire obteve a proclamação de inocência de Calas. A participação daquele nobre francês neste resgate memorável da justiça rendeu também à França (essa foi sua grande vitória) a revisão completa do processo penal então vigente, que já perdurava há oitocentos anos, em cujo sistema os solertes juizes aplicavam leis não escritas! Ambos os episódios ocorreram em ambiente sócio-político conturbado, onde o amanhã acontecia sem avisos, uma profecia para os paises ocidentais.

É assim composta a história por aqueles que, com lúcida indignação, se opõem a um Estado fragilmente estruturado, ainda caminhando para seu grande destino.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

COMO DESMANTELAR UMA SOCIEDADE

Com a estagnação dos velhos comunistas, uma nova esquerda surgiu no mundo, influenciada pelas ideias do italiano Antonio Gramsci, falecido em 1937, aos 46 anos. Diferentemente de Karl Marx, para quem todo o resto era decorrente da estrutura econômica dominante, o sardenho de Ales conferiu destaque à superestrutura e à hegemonia cultural, conquistada pela transmissão de ideias em todos os espaços de poder, especialmente nas escolas e nos meios de comunicação.
O Estado e seus líderes resultam do somatório de forças em disputa. A sociedade civil e a sociedade política se influenciam mutuamente, e o governo é o resultado das ideias dominantes. Segundo Mochcovitch, citado por Marcele Frossard (em www.infoescola.com), o conceito de hegemonia, finalmente, representa talvez a contribuição mais importante de Gramsci à teoria marxista. Hegemonia é o conjunto das funções de domínio e direção exercido por uma classe social dominante, no decurso de um período, sobre outra classe social e até sobre o conjunto das classes da sociedade. A hegemonia é composta de duas funções: função de domínio e função de direção intelectual e moral, ou função própria de hegemonia (MOCHCOVITCH, 1992, p. 20-21 apud DANTAS, 2015, p. 17).
O fracasso da luta armada, e, por conseguinte, da tomada do poder pela força, despertou na nova esquerda o valor dos ensinamentos de Gramsci. Primeiro, com o PCB, que, aferrado a esquemas antigos, não conseguiu arregimentar forças e confundiu a hegemonia cultural com a ocupação de espaços na máquina estatal, tanto que na Bahia era famosa a frase de Antonio Carlos Magalhães de que ele preferia trabalhar com os comunistas, por serem dedicados.
Quem mais soube aplicar a teoria gramsciana foi o PT. Oriundo da ala socialista da Igreja Católica, representada pelos adeptos da Teologia da Libertação, de grupos trotskistas e operários, o Partido dos Trabalhadores começou a espalhar sua influência a partir dos sindicatos e em poucos anos tornou-se capilar na chamada sociedade civil organizada.
Partido inicialmente voltado para as lutas dos trabalhadores, vislumbrou a tomada do poder por meio da formação ideológica de gerações nas escolas, campos e construções, passando a empunhar bandeiras que pusessem abaixo tudo o que fosse de tradição civilizatória.
O resultado está aí: qualquer moleque se acha com autoridade para desbancar o conhecimento acumulado há milênios, os filhos não reconhecem a autoridade paterna nem dos professores, enquanto a sociedade, atordoada e sem saber o que fazer, chamam o delegado para fazer o papel do pai e da mãe.
Muitos pais, que cresceram na irresponsabilidade, fazem os filhos e vão embora; muitas mães, da mesma forma, têm filhos por diversão, e os entregam aos cuidados dos avós, quando não os largam por aí ou os negligenciam para curtir baladas, porque são mulheres e têm todo o direito de perseguir a felicidade individual.
Uma parcela significativa da população perdeu os freios morais do medo, da vergonha e da culpa, tornando-se um segmento de desembestados, e nos levará ao começo do fim, sem nada de bom para pôr no lugar, se as pessoas de bom senso não reagirem a tempo.
Já vivemos um tempo em que o errado é o certo e o certo é o errado. E quem sempre procurou andar na linha vai ter de pedir permissão ao bandido para abrir a boca.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

VEREADORES SÃO PRESOS EM CENTRO NOVO DO MARANHÃO ACUSADOS DE COMPRA DE VOTO NA ELEIÇÃO DA MESA DIRETORA DA CÂMARA

Nesta terça-feira (27), a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR/MA), prendeu o presidente da Câmara de Centro Novo, Sinomar Vieira (PMDB), e a vereadora Robevânia da Silva (PSC).

A prisão dos parlamentares aconteceu na Câmara dos Vereadores, durante a sessão plenária.

Os dois são suspeitos de compra de votos na eleição para a Mesa Diretora da Casa.

O caso chegou a ser denunciado na Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB). Em pronunciamento no dia 24 de maio, o comunista afirmou ter recebido um áudio dando conta de que Robevânia teria recebido R$ 40 mil para comprar votos de colegas parlamentares.

Fonte: Neto Ferreira

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

ASSALTANTE DE BANCO DE ALTA PERICULOSIDADE “NILSINHO PEZÃO” É MORTO EM CONFRONTO COM POLICIAIS EM ZÉ DOCA-MA

Operação da Polícia Civil do Maranhão por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais  – SEIC em diligências na cidade de Ze Doca-MA, com o objetivo de recapturar o assaltante de banco e  foragido de pedrinhas JOSÉ NILSON ROCHA DURANS, vulgo “NILSINHO PEZAO”, nascido em 11.02.1984. A SHPP repassou informações a SEIC de que NILSINHO estaria escondido em Ze Doca, após algumas diligências foi possível localizar o esconderijo de NILSINHO, porém  no momento da abordagem os policiais civis da SEIC  foram recebidos a bala e após troca de tiros NILSINHO PEZAO acabou sendo baleado e imediatamente socorrido ao hospital local onde veio a óbito.

Com “NILSINHO PEZAO”  foi apreendido um revólver calibre .38. “NILSINHO PEZAO” possuí extensa ficha criminal por roubo a banco nos Estados do MA, PI e TO, bem como era foragido do complexo penitenciário do Maranhão e do Piauí. “NILSINHO PEZAO” praticou no dia 13.06.2017 o assalto ao Banco da Amazônia da Cidade de Pinheiro-MA.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

O QUE A LEI ANTI-HOMOFOBIA NÃO DIZ

A comunidade gay de Brasília acaba de obter uma conquista histórica, com a regulamentação da Lei Anti-Homofobia pelo governador do Distrito Federal, por meio de decreto. O novo estatuto, porém, não significa que os LGBTs estarão liberados para fazer o que quiserem, invadindo o espaço ou o direito de outrem.

O novo diploma legal é importante no sentido de coibir atos discriminatórios, como ocorre com o dispositivo que pune o racismo e a injúria por preconceito racial. Aliás, conheço a pessoa que elaborou o §3º do art. 140 do Código Penal – Edson Cardoso, militante histórico do Movimento Negro.

A Lei 2.615/2000 relaciona as condutas passíveis de punição com multa: constrangimento ou exposição ao ridículo; proibição de ingresso ou permanência; atendimento diferenciado ou selecionado; preterimento quando da ocupação de instalações em hotéis ou similares, ou a imposição de pagamento de mais de uma unidade; preterimento em aluguel ou aquisição de imóveis para fins residenciais, comerciais ou de lazer; preterimento em exame, seleção ou entrevista para ingresso em emprego; preterimento em relação a outros consumidores que se encontrem em idêntica situação; adoção de atos de coação, ameaça ou violência.

No entanto, os gays precisam estar atentos para não incorrer no erro das pessoas que, querendo atingir outra, fazem provocação para, em seguida, agredir com a alegação de legítima defesa.
Como outras pessoas que não podem ser constrangidas, a comunidade gay deve observar os mandamentos das leis vigentes, como a Lei do Silêncio, após determinada hora, o dispositivo que proíbe atos obscenos e ultraje público ao pudor.

A Lei Anti-Homofobia não permite que um gay ofenda um hétero com palavras de baixo calão. Em caso de ofensa retorquida, tipo bala trocada, ficam elas por elas, sendo o caso tratado como ocorrido entre duas pessoas iguais.

Se um casal, seja gay ou hétero, chegar fazendo escândalo – ou “causando”, para usar uma palavra da moda -, o dono da pensão ou o gerente do hotel podem recusar a hospedagem, sem que cometam nenhuma ilicitude.

O fato de ser homossexual não permite, por exemplo, que se usem trajes sumários em áreas que não sejam  próprias para isso, como piscinas e saunas.

Por falar em trajes sumários, um dos participantes da Festa do Orgulho Gay de Brasília, puxando a linha de frente da manifestação, usava uma mini-tanga com as cores do arco-íris que mostrava um mondrongo e quase todos os pelos pubianos, sendo destaque na reportagem de uma rede de televisão. Em outro destaque, um rapaz se divertia lambendo os peitos de uma travesti.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Comerciante se mata com tiro no peito durante velório do companheiro, em Vitorino Freire

‘Branco’ e seu companheiro Mizalves.

O professor Mizalves Alves, de 41 anos de idade, faleceu no início da noite desta quinta-feira (22), após sofrer um enfarto fulminante, no município de Vitorino Freire, onde lecionava e residia.

Durante o velório, já por volta das 2 horas da madrugada desta sexta-feira (23), o comerciante Evanildo Almeida, conhecido como ‘Branco da Mobiliar’, de 37 anos, que mantinha um relacionamento homoafetivo com a vítima, se dirigiu até um quarto da residência e recorreu ao suicídio disparando um tiro no peito.

Como eram pessoas bastante queridas naquela cidade, a morte dos dois causa comoção na população vitorinense. Os corpos estão sendo velados no mesmo local, na residência do comerciante.

O sepultamento acontece, provavelmente, na tarde desta sexta-feira.

Fonte: Blog do Sérgio Matias

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Presidente da Câmara de São Luís Gonzaga é preso em flagrante

O presidente da Câmara Municipal de São Luiz Gonzaga, vereador Dr. Danilo (PDT), foi preso ontem (21) em flagrante por porte ilegal de arma.

O pedetista recebeu voz de prisão quando chegou à delegacia da cidade, onde prestaria esclarecimentos sobre uma ameaça de morte ao advogado Bismarck Salazar.

Chegando ao local, a polícia descobriu que o vereador andava com um revólver calibre 38, sem registro, dentro do carro. Ele também não tinha porte. Por isso, a arma foi apreendida e o presidente da Câmara, preso imediatamente.

O caso foi acompanhado pelo conselheiro estadual da OAB-MA Sérgio Aranha, que já estava na cidade para dar apoio ao advogado ameaçado.

“A OAB Maranhão não tem medido esforços para garantir os direitos dos advogados em exercerem livremente a advocacia como determina a própria Constituição Federal ao afirmar em seu artigo 133 que ‘o advogado é indispensável à administração da Justiça’”, destacou Aranha.

Fonte: Blog do Gilberto Léda

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário