CRAS REINICIA ATIVIDADES

HPIM0146Com uma cerimonia simples mas bastante concorrida foram reiniciadas hoje as atividades do CRAS de Nina Rodrigues. Prefeito, secretários e vereadores prHPIM0148estigiaram o evento. O prefeito Riba do Xerém que usou primeiro da palavra, falou da importância do trabalho dos profissionais do CRAS para o desenvolvimento socieducativo dos que participam dos programas ali desenvolvidos. A primeira Dama e Secretária de ação social Iracema Lages, lembrou que a secretaria e o Cras são desafios novos em sua vida, e conclamou os auxiliares para ajudá-la nessa nova empreitada. Depois foram apresentados os operários sociais que fizeram uma breve exposição das ações desenvolvidas pela instituição com membros da comunidade. Ficou claro que o CRAS trabalha o ser humano desde a fase embrionária- no caso das mães gestantes- até os adultos da terceira idade. Para finalizar a cerimônia, um grupo de crianças capoerista fez uma apresentação e logo em seguida foi servido um coquetel aos presentes.

Que Senado nós queremos?, por João Capiberibe

João Capiberibe, O Globo

Mais uma nova legislatura no Senado e a perspectiva de continuidade do mais do mesmo. Pelo andar da carruagem, somente com a criação de uma Frente Suprapartidária de senadores que prezam pelos bons costumes republicanos será possível oxigenar o Senado, acabando com a inércia.

O respaldo recebido dos cidadãos nas urnas é a razão maior para a criação desta Frente de senadores.

O Senado não pode continuar sendo alvo de um jogo de cartas marcadas, que nas últimas legislaturas geraram gestões atrasadas, equivocadas e que resultaram no descrédito da sociedade.

Infelizmente, estamos inertes, observando a banda passar sem questioná-la se está afinada com os anseios do povo ou se irá continuar nos levando ao fundo do poço.

Não podemos mais tolerar antigas práticas e desencontros.

Desde a redemocratização, o Executivo transformou o Legislativo em correia de transmissão dos interesses do Palácio do Planalto.

É preciso restabelecer a soberania do Senado e pôr um ponto final na subordinação. É a hora de nos insubordinarmos.

A construção de uma Frente de Senadores Suprapartidários é o embrião para o resgate da dignidade e da independência da Casa.

Afinal, uma nova Mesa Diretora será eleita quando fevereiro chegar e a primeira tarefa da Frente seria o lançamento de uma candidatura única para fazer frente ao candidato que representa a continuidade de práticas retrógradas.

O momento é oportuno. É hora de construir um novo rumo.

O Senado não pode continuar refém de uma minoria que vive de conceder favores à maioria.

 

João Capiberibe é senador (PSB-AP)

Chaguinhas: “Edivaldo não será prefeito de gabinete”

Chaguinhas coloca PRP no rumo de Edivaldo.

O vereador Francisco Chaguinhas (PRP) acompanhou, na manhã do último domingo (27), o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), durante a visita ao Centro Histórico de São Luís para conferir a limpeza de ruas, calçadas, praças e escadarias, além do Terminal de Integração da Praia Grande.O prefeito fez o convite a todos os parlamentares, mas somente Chaguinhas e Rose Sales (PCdoB) compareceram. O peerrepista se mostra cada vez mais próximo do prefeito da cidade. Ele deu clara demonstração em sua fala no local. “Edivaldo demonstra que não será prefeito de gabinete. Acredito que ele está cada vez mais próximo das comunidades, de mãos dadas, fazendo o que a gente nunca viu os outros fazerem. São ações como essas que a população
espera de um gestor”, declarou.

Para o líder do PRP na Câmara, o novo prefeito da capital maranhense demonstra que não pretende fazer como os antecessores, que só se aproximavam da população em época de eleição e para pedir votos.

“Um bom prefeito tem de estar antenado com a vontade do povo. Para isso, tem que saber ouvir, resolver em primeiro lugar os problemas essenciais da população. Só ouvindo o povo é que se pode fazer uma prefeitura melhor para a cidade,” destacou.

Chaguinhas é o primeiro do chamado G-19, grupo ligado a Pereirinha, que demonstra aproximação mais intensa com o prefeito. O companheiro de partido, Nato, deve o acompanhar. Como de praxe com outras administrações municipais, o prefeito Edivaldo não deve encontrar dificuldade em ter a maioria de aliados na Câmara.

O vereador afirmou que sua presença no evento foi um ato republicano, mas ressaltou independência. “Todos os Poderes são independentes e harmônicos entre si. O Parlamento não pode e nem deve impor limites ao Executivo e vice e versa, e a minha presença aqui demonstra isso, um gesto republicano que deve ser a relação entre prefeito e vereador”, disse. Blog do Clodoaldo.

EX-SECRETÁRIOS PRESTAM CONTAS – Os ex-secretários do governo Miguel Fernandes do município de Vargem Grande prestaram contas dos ultimos quatro meses do governo do ex-prefeito. Uma audiência pública na Câmara Municipal reuniu um bom número de expectadores para ouvir relatos de secretários do governo passado. Nada de novo, apenas pronunciamentos com base nos indicadores produzidos pelos próprios secretários de cada pasta. Com isso dá-se como encerrado a era Miguel na vida pública de Vargem Grande, muito embora ele continue atuando nos bastidores da política.

É quase certo que o deputado Fábio Braga deixará o PMDB por uma outra sigla partidária. Embora muita gente acredite que a saída do deputado do PMDB é por divergências com o diretório municipal de Vargem Grande fontes próximas a Fábio Braga afirmam negativamente. O motivo segundo as mesmas fontes, é que em um partido menor, com os votos que teve na última eleição Fábio terá condições de se eleger deputado saindo da condição de suplente.

Amanhã a secretária de Ação Social do município de Nina Rodrigues Iracema Lages fará  a abertura oficial do CRAS . A cerimonia acontecerá as 9h da manhã no prédio do proprio  CRAS nas proximidades da Delegacia de Polícia do município.

TONCHA SERÁ DIRETOR DA CÂMARA

O ex-vereador Antonio Rachid Trabulsi Filho, aceitou o desafio e será o novo diretor da Câmara Municipal de Vargem Grande. Toncha no início do ano havia sido sondado pelo atual presidente da Casa vereador Abdias Sidrão. No primeiro momento, não aceitou, porém, depois de conversas com o ex-prefeito Miguel Fernandes e  Edvaldo Nascimento, Toncha resolveu aceitar o desafio. Ontem mesmo conversamos com o ex-vereador que confirmou a sua decisão. Trabulsi Filho tem uma vasta experiência na Casa Legislativa e deverá contribuir com sua experiência para o bom andamento dos trabalhos.

BLOCOS NA RUA – O Tradicional bloco Facin Facin fez a sua prévia e lançamento do seu abadá na semana passada. A direção está confiante de que mais uma vez o bloco fará bonito levando alegria aos foliões. As atividades do facin, facin, não se resumem apenas ao período carnavalesco. Os componentes do bloco atuam também no setor filantrópico. Sempre tem ajudado aos menos favorecidos de nossa sociedade. Parabéns por essa iniciativa.

O BC Folia está chamando a atenção de muita gente pela sua originalidade e criatividade. Os outrora preconceituosos estão aderindo ao chamado do bloco e deixando de lado antigos bloqueios de personalidade.

ATENÇÃO: Está acontecendo algo estranho no meio dos poderosos. Se for confirmado a boataria que tomou conta da cidade de ontem para cá, o circo vai pegar fogo. É só esperar para ver se a cobra vai fumar. Te conto depois, logo que eu confirmar.

Blocos estão na rua.

O carnaval se aproxima e os blocos inovam para atrair adeptos e fazer bonito nos desfiles. O Couro de Bode contratou uma bandinha que no seu repertório traz as marchinhas no estilo dos velhos carnavais e tem entusiasmado os foliões. No sábado Os Porcas que Fuça fez o lançamento do seu abadá na casa de Shows Tempero na Caneca e foi uma festa só. No domingo foi a vez do Hajagás lançar o seu abadá em grande estilo no GSG. Alguns dos integrantes desse grupo são dissidentes dos Porcas que Fuça. Discute-se se os Camaleões participaram ou não este ano do carnaval, porque até agora não houve nenhuma manifestação da diretoria. O Coração vermelho fez segundo notícias uma reunião da diretoria em São Luís mas até agora não disse quando se apresentará na cidade. No meio político comentam que ano que vem o Coração Vermelho mudará de nome. Será batizado de Me Engana Que Eu Gosto. Porque segundo as mesmas fontes o presidente de honra e patrocinador do bloco que se diz oposição em Vargem Grande, Edmilson Carneiro, estará ano que vem no mesmo palanque da Miguelada ou pelo menos, apoiando o mesmo candidato a governador.

IEVAG DA AS CARTAS NA CÂMARA. – Apesar de ainda não ter sido anunciada oficialmente, a presença de um integrante do IEVAG na direção da Câmara é dada como certa. O presidente da casa Abdias Cidrãos tem como base de sutentação política integrantes do Sindicato dos Trabalhadores Municipais e estes, fazem parte do IEVAG. O nome cotado para direção geral da Câmara é o da professora Ana da Mosa, esposa do professor Neto Diniz. Só uma recusa por parte dela mudará esse rumo.

Detentos são assassinados no município de Pastos Bons.

Os detentos Valdinar Borges de Sousa e Firmino Pereira da Silva foram assassinados, no fim de semana no município de Pastos Bons. Segundo informações, as vítimas foram retiradas da delegacia e foram linchados.

A dupla é acusada de latrocínio (roubo seguido de morte) contra uma idosa em Santa Tereza, a 80 quilômetros da cidade. A Polícia ainda não tem pistas dos homens que mataram os detentos, mas acredita que os assassinatos foram cometidos por vingança.

Valdivan Borges de Sousa e Firmino Pereira da Silva foram presos há quatro meses acusados de latrocínio contra Maria Rossicle Guimarães Paiva, de 65 anos. O crime ocorreu na porta da casa da vítima, que foi abordada pela dupla. A idosa foi morta a pauladas e pedradas na cabeça, após ter a quantia de R$ 115,00 e cinco frascos de colônia roubados.

72357_327195100725025_475419519_n

Pouco após a meia-noite de sábado, seis homens invadiram a delegacia do município, renderam um agente carcerário e o policial militar que estavam de plantão e retiraram os dois detentos, que foram levados para um povoado a 10 quilômetros do centro de Pastos Bons, na localidade conhecida como Macaúba, onde a Polícia encontrou o corpo das vítimas na manhã de sábado.

Os seis autores do crime atearam fogo em um dos detentos em uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado. O outro ainda conseguiu fugir, mas os criminosos conseguiram pegá-lo e o mataram a 100 metros da estrada Carroçal, onde foi encontrado o primeiro corpo.

Segundo o delegado da cidade, Jailson da Silva, a suspeita é de que os autores do crime tenham sido contratados por familiares de Maria Rossicle Guimarães Paiva.

Fonte: Imirante.com/ Jornal A Corda.

Assalto no Banco do Brasil da cidade de João Lisboa.

 

A agência do Banco do Brasil do município de João Lisboa foi assaltada no início da tarde da última sexta-feira (25/01). Um bando formado por pelo menos seis pessoas usou a modalidade criminosa conhecida por “sapatinho” para praticar o assalto.

Segundo a Polícia Civil, os bandidos tomaram como reféns familiares de um dos caixas, ainda pela manhã, e no início da tarde, um dos bandidos foi até a agência bancária e, sem nenhum alarde, levou todo o dinheiro dos caixas.

Como era dia de pagamento de aposentados do INSS, havia muito dinheiro nos caixas. A estimativa da polícia é de que os assaltantes tenham levado cerca de R$ 600 mil. O bando usou três carros na ação criminosa.

A Polícia Civil realizou investigações durante toda a tarde e início da noite da sexta-feira, mas não conseguiu chegar aos bandidos.

Esse foi o segundo assalto à agência do Banco do Brasil de João Lisboa em quatro meses. Em outubro, bandidos assaltaram a agência, usando a mesma forma do crime.

Fonte: O Imparcial

O PT e as autocríticas

Nota: A facção totalitária do PT não está nem aí para autocrítica. Chama isso de “moralismo burguês”. Mas vale acompanhar este movimento dentro do partido.

Zuenir Ventura*

Uma aragem moralizadora está soprando do Sul, vinda de dentro do próprio PT. Primeiro foi o ex-prefeito de Porto Alegre, ex-ministro das Cidades e ex-presidente do partido, Olívio Dutra. Agora é a vez do governador e ex-ministro de Lula Tarso Genro.

Descontentes, ambos criticam a postura da agremiação que ajudaram a fundar por ter abandonado sua original e lendária bandeira da ética. Além de ter sido contra José Genoino assumir o mandato depois de condenado pelo STF (“Tu deverias pensar na tua biografia”), Dutra repetiu a advertência que já tinha feito a Lula sobre o preço que iria pagar “por estar cercado de maus companheiros”, referindo-se à entrega de cargos a torto e a direito sob o pretexto de garantir governabilidade.

Genro, por sua vez, disse essa semana ao repórter Marcelo Remígio, do GLOBO, que “estamos utilizando os métodos de partidos que criticávamos”, e por isso defende a adoção de “regras muito rígidas em relação a seus dirigentes, seus quadros e seus vínculos com as empresas privadas”. Em suma, “o partido precisa passar por uma profunda renovação”.

Ainda que menos incisiva do que a de Dutra, a crítica do governador gaúcho deixa claro que não concorda, por exemplo, com a tentativa de José Dirceu de “estabelecer uma identidade entre seus problemas e os do partido”. Segundo ele, a agenda do PT não pode ser a da “Ação Penal 470, mas sim a da reforma política e do sistema de alianças”.

O que acontecerá com esses dois líderes históricos do petismo após suas autocríticas? Embora sejam atitudes saudáveis, sabe-se que o PT não convive bem com a divergência. Quando isso acontece, ou os dissidentes deixam o partido, como foi o caso de Chico Alencar, Cristovam Buarque, Marina Silva, Plínio de Arruda Sampaio, Cesar Benjamim, Fernando Gabeira, Milton Temer, ou são expulsos, como foram em 2003 a senadora Heloísa Helena e os deputados Luciana Genro (filha de Tarso), João Fontes e João Batista Araújo, o Babá.

Por ironia da história, o mesmo PT que, presidido por Genoino na época, decidiu botar para fora seus colegas por conduta radical, não pretende fazer o mesmo com os quatro recém-condenados pelo STF no processo do mensalão, embora o estatuto preveja a expulsão por “práticas administrativas ilícitas” e “inobservância grave da ética”. Será que “corrupção ativa” não configura ilícito?

Ainda sobre más companhias. Sergio Cabral teve que engolir calado o deboche de Garotinho: “O Eduardo Cunha já foi meu amigo. Hoje não fala comigo e é amigo do Cabral.”

Áudios mostram intimidade de acusados com o Poder

Coleção de 25.012 telefonemas capturados pela PF em 9 meses de investigação revela desenvoltura e laços de amizade de grupo denunciado sob acusação de se infiltrar no governo para vender pareceres técnicos

Fausto Macedo e Bruno Boghossian, O Estado de S.Paulo

O universo de grampos da Operação Porto Seguro revela as relações de amizade e os bastidores das negociações conduzidas pela organização acusada de se infiltrar no governo federal para comprar pareceres técnicos.

É uma coleção de 25.012 telefonemas capturados pela Polícia Federal em nove meses de investigação que levou 24 suspeitos à Justiça, denunciados por formação de quadrilha, corrupção, tráfico de influência e falsidade ideológica.

As escutas da PF apontam conluios e troca de favores envolvendo autoridades, inclusive nomeações de parentes e apadrinhados. Os diálogos telefônicos também deixam transparecer relações próximas entre políticos, empresários e servidores públicos. Parceiros de negócios que estão na mira da investigação.

A partir deste sábado, 26, estão disponíveis no site estadão.com.br áudios de diálogos da ex-chefe de gabinete da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha – que chegou ao cargo pelas mãos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva -, do ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Paulo Vieira, e do ex-senador Gilberto Miranda. As conversas que sustentam o inquérito da PF indicam os passos do grupo nas entranhas do poder.

Até o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), foi gravado. A Polícia Federal o pegou indiretamente, porque monitorava Miranda naquele 1.º de novembro de 2012. Sarney ligou para o ex-senador. Combinaram um jantar – à mesa, o vinho francês Château Haut Brion 1989, mais de 1.000 a garrafa. “Querido presidente, seja bem-vindo a São Paulo”, saúda Miranda, a quem a PF atribui o papel de principal beneficiário da trama dos laudos forjados.

Vargem Grande: Justiça determina busca e apreensão de crianças no Soldadinho.

Por: Chapadinha Online.

Por volta das 19h30 desta quarta feira (23), duas crianças, uma com cerca de um ano e meio e a outra com apenas onze meses, foram retiradas da guarda de terceiros no bairro Soldadinho, em Vargem Grande, e deixadas aos cuidados da Secretaria Municipal de Assistência Social até que possam ser entregues à mãe biológica.
O pedido de busca e apreensão das menores foi impetrado pelo Ministério público de Mato Grosso. Segundo a denúncia, a mãe das crianças sofria agressões constantes por parte do pai, que chegou a quebar-lhe um braço em certa ocasião.
Sem apoio, nem condições financeiras para levar as filhas,a mãe fugiu sozinha “segundo relatos” apenas com a roupa do corpo,até chegar à sua cidade natal em Mato grosso, de onde tomou providências para reaver as filhas.
O pai das menores, Heclenilton de Almeida, conhecido por “cigano”, viajou para lugar incerto, deixando-as com terceiros, em residências distintas, no bairro soldadinho, onde residia. Devido à urgência, à ausência de Abrigo próprio e à impossibilidade de genitora de se fazer presente, a justiça de Vargem Grande determinou que o município, por meio da Secretaria de Assistência Social, amparasse as crianças até que fossem entregues à mãe.
Já era noite quando as crianças foram localizadas, apreendidas e entregues à responsável pela assistência Social. Participaram das diligências, um oficial de justiça, uma agente da polícia civil, um PM e um guarda municipal. Dois conselheiros tutelares acompanharam a operação.