Prefeito presta contas do segundo quadrimestre de 2013

camara municipalNeste momento no predio da Câmara Municipal de Vargem Grande, está acontecendo uma audiência Pública onde o prefeito Edvaldo Nascimento e seus secretários estão fazendo um relatório da gestão fiscal do 2º quadrimestre de 2013, contendo os dados acumulados com respectivos comparativos e administrativos. Esse relatório os gestores são obrigados a faze-los de acordo com o que determina os arts. 54 e 55 da Lei Complementar Nº 101 de 4 de maio de 2000, publicado no Diário Oficial da União em 05 de maio do mesmo ano. A reunião está sendo bastante concorrida, a população acompanha atentamente a exposição de cada secretário. É mais um avanço que se verifica no m,eio político de Vargem Grande, onde o gestor abre as suas contas publicamente para que a população tome conhecimento do que esta sendo feito e o que é possivel fazê-lo. A democracia e os governos transparentes funcionam assim.

Saiba quais alimentos protegem o coração do colesterol ruim

Além dos alimentos, a prática de atividade física contribui para proteger o coração do colesterol ruim.

Divulgação

Certos alimentos podem contribuir para o controle do colesterol.

Muitos alimentos podem contribuir para o controle do colesterol. Para que os efeitos sejam mais efetivos o ideal é que eles sejam consumidos dentro de uma dieta. Além dos alimentos, a prática de atividade física contribui para proteger o coração do colesterol ruim.

Segundo a nutricionista Patrícia Citelli Berger do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, os melhores alimentos para o controle do colesterol são os peixes de água fria (ex. sardinha, atum, salmão, truta), aveia, farinha de linhaça, frutas oleaginosas (castanha do Brasil e nozes), leguminosas (soja, feijões, grão de bico ervilhas) e azeite de oliva. “Muitos estudos estão sendo desenvolvidos para tentar demonstrar este mesmo efeito com outros alimentos como frutas cítricas, gengibre, maçã, canela, alcachofra e açaí”, comenta a nutricionista.

De acordo com a especialista, não há recomendações específicas por faixa etária, ou seja, não existe nenhum estudo que certifique que determinado alimento é mais indicado para uma criança ou idoso. “Vale lembrar que os alimentos consumidos separadamente não fazem milagre, eles precisam estar inseridos numa dieta equilibrada associada a hábitos de vida saudáveis”, esclarece.

Aconselha-se aumentar o consumo de peixes no lugar de carnes vermelhas. No caso da aveia consumir 2 a 3 colheres de sopa por dia, a farinha de linhaça, 1 colher de chá por dia e as oleaginosas 4 unidades por dia, variando os tipos.

Para quem prefere tomar sucos no lugar de comer a fruta a nutricionista faz um alerta importante, o efeito de tomar o suco não é o mesmo se comparado com a fruta, pois as fibras das frutas são nutrientes muito importantes para o controle do colesterol.

Nos sucos elas não estão presentes ou existem em quantidades muito pequenas. Para diminuir o gordura dos alimentos ingeridos evite comer derivados de carnes vermelhas e pele de frango, miúdos, frutos do mar, laticínios integrais, queijos amarelos, gordura vegetal hidrogenada e frituras em imersão de óleo, independente do tipo de óleo em que tenha sido frito o alimento.

Monomotor que levava presidente do PV, José Adriano Sarney, faz pouso forçado

Os três passageiros e o piloto foram resgatados por uma equipe do GTA

SÃO LUÍS – O avião monomotor que levava o presidente municipal do Partido Verde e filho do deputado federal Sarney Filho, José Adriano Sarney, sua esposa e mais um passageiro precisou fazer um pouso de emergência nas proximidades de Carutapera, cidade que de acordo com o GTA, fica cerca de 1000 quilômetros de São Luís, no oeste do Estado. As primeiras informações são de que uma pane no motor da aeronave teria obrigado o pouso forçado.

Foto: Arte: Maurício Araya/Imirante.

O avião decolou da capital no início da manhã deste domingo e seguia para Cândido Mendes, onde José Adriano cumpriria agenda política. Os três passageiros e o piloto, identificado como Tiago, estão bem e foram resgatados por uma equipe do Grupamento Tático Aéreo (GTA).Fonte Imirante

Prisões em Nina Rodrigues

A polícia de Nina Rodrigues de ontem pra hoje 28, tem efetuado diversas prisões desde traficantes, arrombadores até assassino de policial. José Pedro da Conceição 41 anos, residente à rua Rui Fernandes Costa bairro da Piçarreira II, que usava o disfarce de moto-taxista foi preso com 13 pedras de crack. Como é reicidente em crimes, foi encaminhado para a regional de Itapecurú. Fernandinho Branco, Fernandinho DJ, Louro, Zé Rocha, Espalha Lixo, Klemilson, foram presos acusados de roubos de bode, porcos na Zona Rural e arrombamento na Zona Urbana. Roberto Leres da Silva 27 anos, é acusado de ter assassinado em uma troca de tiros um policial na cidade do Rio Verde em Goiás. Ele foi preso hoje 28, pela manhã na residencia dos seus pais na av. José Rodrigues de Mesquita em Nina Rodrigues. Por se tratar de um elemento muito perigoso, foi encaminhado para a regional de Itapecurú. As prisões desses elementos foram feitam pelos policiais Sgtº Valdemar, Sgtº Magno, Cabo Nunes, os GMs Manoel, Nildo e Joel e ainda o policial civil Daivison que responde pela delegacia de polícia de Nina Rodrigues.

PF investiga mais de 90% das cidades do MA por desvios de verbas

Segundo o delegado Luís André, fraudes justificam baixo IDH de municípios.
Maranhão é o Estado com maior número de crimes de agiotagem do país.

Do G1 MA

1 comentário

A Polícia Federal investiga mais de 90% dos 217 municípios maranhenses por crimes como desvio de resursos e fraudes em licitações. A afirmação é do delegado Luís André Almeida, que coordena a Operação Cheque em Branco, desencadeada nesta sexta-feira (27), no Estado. “Fazendo uma projeção bastante ‘otimista’, algo em torno de 90% dos municípios do Maranhão possui uma investigação em curso, o que revela um quadro muito triste em nosso estado e que justifica o baixo IDH do Estado. Em números absolutos, é o Estado com o maior número de crimes dessa monta. Conseguimos superar São Paulo”, afirmou Almeida. Segundo ele, aproximadamente 700 inquéritos apuram denúncias dos dois tipos de crimes.

Nesta sexta, 10 pessoas, entre ex-prefeitos, ex-secretários e empresários, estiveram na Superintendência da PF em São Luís, para prestar esclarecimentos sobre nvestigações realizadas durante a operação. Foram apresentadas provas dos desvios de dinheiro de sete municípios: Arari, Serrano do Maranhão, Pedro do Rosário, Paulo Ramos, Cajapió, Vitória do Mearim e Turilândia. Os sete ex-prefeitos foram ouvidos.

“Esses gestores contraíam dívidas durante as eleições para ascender ao cargo púbico, com quadrilha de agiotas. O pagamento era feito com fraudes licitatórias, por meio de repasses federais, municipais e outros constitucionais. O que era mais estarrecedor é exatamente o modo de pagamento, que era muito peculiar. Muitos repassavam cheques em brancos, assinados, ou guias de saques em brancos, o que possibilitava à quadrilha uma verdadeira gestão dos recursos do município pela quadrilha. Era uma verdadeira transferência de responsabidalidades”, disse o delegado.

Agiotagem
A Polícia Federal confirmou, nesta sexta-feira (27) que 32 prefeituras do Maranhão estão sendo investigadas por desvio de recursos federais comandados por quadrilhas de agiotas. “Sete ex-prefeitos foram intimados. As outras 25 investigações prosseguem, a um ritmo que é muito peculiar a essas investigações, pois envolve análise de contas, sigilos fiscais, movimentações bancárias. É preciso que se aprimorem para que no momento certo possamos intimar todos os envolvidos”.

Os ex-gestores vão responder pelo crime previsto no decreto lei nº 201, que é um crime de responsabilidade de prefeitos, que trata de desvio de recursos públicos. “A devolução espontânea dos recursos desviados me parece que não é clara, mas a polícia e os órgãos de controle vão fazer seu trabalho para que seja feita a recuperação desse montante”, concluiu. Fonte G1 Maranhão.

Nina Rodrigues sedia Seminário sobre Políticas de Igualdade Racial.

Foi realizado em Nina Rodrigues no dia 26 no centro de formação São Benedito um Seminário sobre Políticas de Promoção de Igualdade Racial em parceria com a SEPPIR Secretaria Especial de Política de Promoção de Igualdade Racial da Presidencia da República e SEIR, Secretaria Extraordinária do Estado de Promoção da Igualdade Racial. O seminário teve início as 8h da manhã e contou com a presença da Exma Sra. Secretária Extraordinária do estado professora Claudete Ribeiro, dos vereadores e as comunidades Quilombolas do município, bem como as quebradeiras de coco, comunidades ribeirinhas e pescadores. Pela manhã a comunidade pode participar. A tarde os trabalhos foram realizados somente com os secretários e técnicos da prefeitura municipal.

Câmara Homenageia Idosos

HPIM0327HPIM0328A sessão da Câmara Municipal de Vargem Grande que votaria o prpojeto de lei de autoria do Vereador Abdias Cidrão tornando o dia 27 de setembro como o dia municipal do idoso, transformou-se em sessão solene para homenagear os mesmos. A sesseão estava marcada para iniciar as 9hs como de costume, mas devido a falta de energia elétrica que só voltou as 10hs os vereadores se retiraram permanecendo em plenário apenas os vereadores Abdias Cidrão, Germano Barros, Mundim e Conceição Oliveira. Por esse motivo e com a galeria cheia de idosos o presidente resolveu transformar a sessão ordinária em sessão solene. Estavam presentes o prefeito Edvaldo Nasciomento a primeira dama Teresinha Mesquita, o ex-prefeito Miguel Fernandes e esposa além de alguns secretários. Mesmo assim a sessão foi bastante concorrida com as depend|ências da Câmara completamente lotada por idosos e populares.

Forum da Cidadania realiza Ato

HPIM0329Os movimentos Forum da cidadania e acorda Vargem Grande com a participação de 12 comunidades rurais realizaram na manhã desta sexta-feira 27, um ato público pelas principais ruas de Vargem Grande. Segundo os organizadores, o ato foi realizado para chamar a atenção das autoridades para as principais demandas do município. Além da cobrança do poder público para as carências municipais, o grupo reivindicava a presença dos vereadores na Zona Rural para conhecer in loco os problemas das comunidades. Dentre as reivindicações estão a construção de poços artesianos na Zona Urbana e Rural, construção de estradas em algumas povoações para melhor acesso da população e escoamento da produção e melhoria de outras estradas  já existentes. A Direção do movimento achou proveitosa a manifestação e acredita que as próximas terão maior participação da população.

Pnad: população brasileira chega a 197 milhões de pessoas

Agência Brasil

A população brasileira cresceu 0,8% no ano passado, chegando a 196,9 milhões de pessoas. É o que informa a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, divulgada nesta sexta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Um aumento de 1,6 milhão de pessoas.

Na Região Norte, o crescimento foi 1,4%; o Sul teve aumento de 0,6%. Quase a metade da população brasileira está concentrada no Sudeste (82,7 milhões). No Centro-Oeste vivem 14,8 milhões. As mulheres são maioria: correspondem a 51,3% da população.

A pirâmide etária mostra que a população está envelhecendo. A proporção de idosos, com 60 anos ou mais, passou de 12,1% para 12,6%, chegando a 14,2% na Região Sul e a 8,1% na Região Nordeste. Em 2004, na base da pirâmide etária reunia 42,8% dos brasileiros com até 24 anos. Em 2012, a proporção caiu para 39,6%.

Quanto à cor ou raça, 46,2% das pessoas autodeclararam-se brancas, 45% pardas, 7,9% negras, indígenas e amarelos 0,8%, somando 1,6 milhão de pessoas. Com isso, a população negra, que soma pretos e pardos, está em 104,2 milhões de pessoas, o que corresponde a 52,9% dos brasileiros. No Sul, 76,8% autodeclararam-se brancos e no Norte os pardos são 70,2%.

Em 2012, 39,4% não residiam em seu município de origem e 15,7% estavam em outra unidade da federação. No Distrito Federal, 48,5% das pessoas são de outros estados;  no Rio Grande do Sul a proporção é 3,7%.

Vacina brasileira contra dengue começa a ser testada no país, em outubro

A previsão dos pesquisadores é que a vacina chegue à população em cinco anos.

Reprodução/Internet

SÃO PAULO – O Instituto Butantan, em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), inicia, em outubro, os testes em seres humanos de uma vacina contra a dengue. A vacina está sendo desenvolvida para combater, em uma única dose, os quatro tipos da doença já identificados no mundo. Segundo Alexander Precioso, diretor de Ensaios Clínicos do Butantan, nenhum outro país tem uma vacina como essa.

A vacina começou a ser desenvolvida em 2006, com os institutos nacionais de Saúde dos Estados Unidos. Os vírus foram identificados no país norte-americano e, posteriormente, transferidos para o Butantan, em 2010.

A técnica utiliza o chamado vírus atenuado. “Isso ignifica que o próprio vírus da dengue é modificado para que seja capaz de fazer com que as pessoas produzam anticorpos, mas sem desenvolver a doença”, explicou Precioso.

Os cientistas já testaram a vacina em mais de 600 norte-americanos. “Os estudos lá mostraram que é uma vacina segura e que foi capaz de fazer com que as pessoas produzissem anticorpos contra os quatro vírus”, disse ele. O pesquisador explicou ainda que, nesses voluntários, não foram observados efeitos colaterais importantes, apenas dor e vermelhidão no local da aplicação, sensação comum para vacinas.

Porém, como os Estados Unidos não são uma região endêmica para a dengue, nenhum voluntário que recebeu a imunização havia contraído a doença antes. No Brasil, os testes vão envolver, também, pessoas que já tiveram dengue.

O cientista disse que, com base em estudos publicados no Sudoeste Asiático e nos Estados Unidos, pacientes com histórico de dengue poderão receber a imunização sem risco à saúde. “No início do desenvolvimento da vacina lá [nos Estados Unidos], algumas pessoas receberam vacina monovalente, só de um tipo, e depois outra dose de um vírus diferente, para ver se quem já tinha o passado de dengue correria risco”, explicou.

Em uma primeira etapa dos testes brasileiros, que começam nesta semana, serão recrutados 50 voluntários da capital paulista, todos adultos saudáveis e que nunca tiveram dengue, com idade entre 18 e 59 anos, de ambos os sexos. Eles vão ser imunizados em duas doses, com intervalo de seis meses entre elas.

A próxima etapa vai incluir pessoas com histórico de dengue, e a vacina será aplicada em dose única. Serão 250 voluntários da capital paulista e da cidade de Ribeirão Preto, no interior do Estado.

“Nós trabalhamos com a hipótese de que ela [vacina] será trabalhada em uma dose, mas, nos primeiros 50 voluntários, serão duas doses”, disse Precioso. “Os resultados de lá [Estados Unidos] demonstraram que a vacina já atua apenas com uma dose. Como ela vai ser, pela primeira vez, utilizada em uma região endêmica de dengue, vamos avaliar os dois esquemas [uma ou duas doses] e os dois tipos de população [já tiveram ou nunca tiveram dengue]”, acrescentou.

A terceira e última fase vai recrutar pessoas de diversas partes do país, de várias idades. “Ela vai gerar o resultado de que nós precisamos para solicitar o registro na Anvisa e, a partir daí, a vacina estará disponível”. A previsão dos pesquisadores é que a vacina chegue à população em cinco anos. Fonte Imirante.

Entidades debatem luta por energia elétrica limpa para o Brasil

Em continuidade à articulação da campanha “Por uma nova política energética para o Brasil”, o Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social (FMCJS), do qual faz parte a CNBB, se reunido nos dias 24 e 25 de setembro em Brasília (DF). Na ocasião, as entidades fizeram uma análise crítica dos projetos hidrelétricos na Amazônia, e partilharam as ações realizadas em prol da defesa do uso de fontes de energias limpas.

Os participantes definiram manter a articulação nacional pela nova política energética para o Brasil. Apoiaram também a proposta de realização de um Fórum Social Temático sobre energias, a nível mundial, para o ano de 2014. O grupo também se comprometeu a acompanhar o Conselho Nacional de Políticas Energéticas.

“As organizações da sociedade civil, sobretudo, os representantes dos afetados pelas construções de usinas hidrelétricas, ainda estão ausentes deste Conselho”, explica o assessor da Comissão Episcopal para o serviço da Caridade, Justiça e Paz, padre Nelito Dornelas.

De acordo com o assessor, as resoluções do encontro são necessárias e urgentes, sobretudo, diante da necessidade de tornar públicas para a sociedade brasileira informações sobre as usinas hidrelétricas e as emissões de gases poluentes. “Precisamos desmistificar a ideia de que são produtoras de energia limpa, bem como o debate sobre a energia nuclear, cujos projetos encontram-se em andamento, sem um amplo debate com a sociedade”, afirma. Fonte Canção Nova.