Posto da Polícia Rodoviaria Federal de Vargem Grande, será reativado.

A desativação do posto da Polícia Rodoviária Federal trouxe inúmeros prejuízos para a economia e segurança de Vargem Grande e região. Roubos de motos, assaltos a postos de combustível se tornaram mais frequentes. A população passou a conviver com o medo e a insegurança. Os postos de combustível que trabalhavam 24 horas, reduziram o tempo de atendimento, afetando os ganhos dos empresários. Políticos locais e dos municípios vizinhos fizeram reuniões com apelos para que o Posto da PRF fosse reativado o mais rápido possível.Nessas reuniões, foram alegados por representantes da Polícia Rodoviária Federal que o número de patrulheiros era insuficiente para a demanda. Na manhã de hoje, fomos informados pelo patrulheiro Antonio Noberto que assim que terminar os jogos da Copa do Mundo, nosso Posto voltará a funcionar. Autoridades e a população estão ansiosos para que chegue esse dia. Teremos mais uma instituição para trabalhar e nos ajudar na segurança da região. Com a reativação do posto da PRF a situação voltará ao normal como antes e a sensação de segurança será notada em todos os aspectos do município.

Edison Lobão: “Não faltou energia, e não faltará”

Lino Rodrigues, O Globo

Falando a empresários na sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), o ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, voltou a descartar nesta segunda-feira a possibilidade de um racionamento de energia este ano no Brasil. Segundo Lobão, o setor vive sua “prova de fogo”, mas “essa desgraça anunciada (o racionamento) não aconteceu e não acontecerá”.

— Não faltou energia e não faltará. A situação de 2001 não se repetirá — assegurou o ministro, ressaltando a competência das áreas técnicas do governo. — Especialistas e técnicos respeitados têm proposto com insistência o racionamento. Não é o que os nossos técnicos entendem. Eles entendem o contrário. Fonte Ricardo Noblat