Agricultura familiar de Nina Rodrigues recebe tratores.

Prefeito Riba do Xerém.

Prefeito Riba do Xerém.

A prefeitura municipal de Nina Rodrigues recebeu do governo federal 02 (dois) tratores e um kit de implementos como  grade aradora,roçadeira, carreta e um perfurador de solo para o programa agricultura familiar. Todos esses equipamentos usados para o fim para o qual foram destinados, trarão  inúmeros benefícios para o programa da agricultura familiar. O prefeito Riba do Xerém está radiante e não esconde de ninguém o seu contentamento com essa aquisição que vai melhorar sobremaneira a vida de seus conterrâneos.De parabéns o povo de Nina que poderá produzir hortaliças para o seu consumo e comercialização nas cidades vizinhas.

Carro desgovernado invade residência.

HPIM0506Um veículo ecosport de cor amarela e de placas não identificadas invadiu a residência de Edmilson Espíndula no final da manhã de hoje (30/08). Segundo relatos de testemunhas, o condutor que não é habilitado parou o veículo em uma esquina próximo a residência da vítima e depois ao empreender velocidade, o carro ficou desgovernado e invadiu o quarto da casa de Edmilson. Ninguém ficou ferido, graças a Deus mas o carro ficou bastante avariado. O proprietário do veículo que emprestou o carro ao condutor não habilitado disse que não sabia que o rapaz que conduziu o veículo não sabia dirigir. Feito um acordo, o proprietário do ecosport mandou recuperar a parede danificada.

Corpo de maranhense desaparecido na Ditadura é identificado pela Comissão Nacional da Verdade

Primeiro desaparecido identificado pela CNV, Epaminondas Gomes de Oliveira (foto), morto em um hospital do Exército em 1971, estava enterrado em Brasília, mas família nunca teve acesso a seus restos mortais
Laudo solicitado pela Comissão Nacional da Verdade ao Instituto Médico Legal de Brasília comprovou que os restos mortais exumados do Cemitério Campo da Esperança, em 24 de setembro de 2013, são do sapateiro e líder comunista maranhense Epaminondas Gomes de Oliveira, morto aos 68 anos, sob custódia do Exército, no antigo Hospital de Guarnição de Brasília, atual Hospital Militar de Área de Brasília, em 20 de agosto de 1971.

Epaminondas, que também foi prefeito em sua cidade natal, Pastos Bons (MA), é o primeiro desaparecido político identificado pela CNV.

Epaminondas foi preso em um garimpo paraense, em 7 de agosto de 1971, durante a Operação Mesopotâmia, realizada para prender lideranças políticas da oposição na região do Bico do Papagaio (divisa tríplice entre Pará, Tocantins, então Goiás, e o Maranhão), com o objetivo de tentar detectar focos guerrilheiros na região.

Segundo depoimentos colhidos pela CNV, após ter sido torturado numa área do DNER localizada na estrada entre Porto Franco, cidade onde vivia, e Imperatriz, ambas no MA, Epaminondas foi levado a Brasília, onde permaneceu preso, foi novamente torturado no Pelotão de Investigações Criminais (PIC), e morreu, no dia 20 de agosto de 1971, aos 68 anos, sob a custódia do Exército, no antigo Hospital de Guarnição de Brasília, atual Hospital Militar de Área de Brasília.

Ao todo, a CNV colheu 41 depoimentos sobre o caso Epaminondas e a Operação Mesopotâmia em Brasília, no Maranhão e em Tocantins.

Segundo os testemunhos, os presos pela Operação Mesopotâmia em Porto Franco e Tocantinópolis foram colocados em um caminhão de carroceria aberta, que passou pelas principais ruas da cidade, para que fossem vistos por todos. Depois, oficiais levaram os presos para um acampamento do DNER à beira da estrada entre Porto Franco e Imperatriz. Lá, Epaminondas, tido como o líder do grupo, foi o que mais sofreu, recebendo choques e espancamentos. Os militares, segundo os depoimentos, obrigaram os companheiros de Epaminondas a se perfilarem em corredor polonês e o agredir, com socos e tapas.

No PIC, Epaminondas voltou a ser torturado com choques e socos. O cabo do Exército reformado Anísio Coutinho de Aguiar, nascido em Porto Franco, que teve aulas de reforço de português com Epaminondas, foi ouvido pela CNV em outubro de 2013 e afirmou ter visto Epaminondas preso em Brasília, já debilitado.

Epaminondas era próximo do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e posteriormente do Partido Revolucionário dos Trabalhadores (PRT), uma dissidência da Ação Popular (AP). Não há, contudo, informações que comprovem a participação de Epaminondas e de outros militantes comunistas de Porto Franco (MA) e da vizinha Tocantinópolis (TO) com a guerrilha ou ações armadas isoladas.

O único elo de ligação é que, em virtude de sua militância, Epaminondas e seu grupo teriam intermediado com o Partido Comunista a instalação em Porto Franco do médico João Carlos Haas Sobrinho, desaparecido na Guerrilha do Araguaia, que antes de engajar-se na luta armada viveu 20 meses na cidade, onde atuou como cirurgião.

Exumação em 2013 – Os restos mortais de Epaminondas Gomes de Oliveira foram exumados, a pedido da CNV, em 24 de setembro de 2013, por equipe da Seção de Antropologia do Instituto Médico Legal de Brasília, que possui convênio com a Comissão Especial Sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP).

A CNV decidiu pedir a exumação após ter tido acesso a uma carta enviada pelo Exército à família, em 1971,indicando que Epaminondas havia morrido em Brasília, mas que seu corpo só poderia ser exumado depois de cinco anos. O documento informava, inclusive, o local de sepultamento e as coordenadas no cemitério Campo da Esperança.

Em diligência realizada no cemitério, consultando os arquivos, a CNV constatou que Epaminondas não teria sido enterrado no lote informado na carta enviada à família. Não se sabe se houve um equívoco ou a intenção de ocultar a informação dos familiares que, temerosos, decidiram não tentar a exumação antes, mas apoiaram desde o início a investigação da CNV e forneceram fotos do sapateiro e outros dados que foram fundamentais para os exames que foram realizados posteriormente.

Laudo – O laudo, assinado pelos médicos legistas Aluísio Trindade Filho e Malthus Fonseca Galvão, e pela odontolegista Heloísa Maria da Costa, de fevereiro deste ano, conclui que os exames periciais antropológicos, documentais e testemunhais colhidos apontam “que o esqueleto humano exumado em 24 de setembro de 2013, da sepultura 135, da quadra 504 e do setor A do Cemitério Campo da Esperança, representa os restos mortais de Epaminondas Gomes de Oliveira”.

Epaminondas será sepultado domingo em Porto Franco

Na noite de hoje (30), representantes da CNV e familiares de Epaminondas partem de Brasília com destino à Imperatriz com o caixão com os restos mortais do militante desaparecido recém-identificado. De Imperatriz, o caixão será levado por via-terrestre até Porto Franco, cidade onde a vítima viveu a maior parte de sua vida.

No domingo, às 14h, na Loja Maçônica Tiradentes 18 (rua Teixeira de Freitas, 118, Centro, Porto Franco-MA), a CNV apresentará as informações do caso Epaminondas a outros familiares do militante, moradores e autoridades de Porto Franco. Do local do evento, às 17h, sairá o cortejo até o cemitério Jardim da Saudade onde Epaminondas será enterrado ao lado da esposa, Avelina da Rocha, no jazigo da família. Fonte Louremar Fernandes.

Corpo é encontrado com sinais de linchamento no Vinhais

Peritos levam corpo de via, no Vinhais – Divulgação Polícia Militar

SÃO LUÍS – O corpo de um homem foi encontrado, na manhã desta sexta-feira (29) em via pública, no bairro Vinhais. As primeiras informações, segundo o repórter Domingos Ribeiro, da Mirante AM, são de que a vítima foi encontrada morta na Rua 40, Quadra 18, com profundos ferimentos na cabeça.

Policiais militares e peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) retiraram o corpo do local . Populares o reconheceram como um carregador da feira da região, mas ainda não há confirmação sobre sua identidade. Fonte Imirante.

Falecimento- Depois de vários dias internado no Hospital São Domingos em São Luís. E após submeter-se a duas cirurgias de longa duração, José Ribamar Irineu Carneiro, conhecido como Ribinha da Sucam de Chapadinha, não resistiu e veio a óbito às 5hs na manhã de hoje (29). Ribinha tem familiares aqui em Vargem Grande e é irmão de Edmilson Carneiro que na ultima eleição concorreu na chapa majoritária como candidato a prefeito. O corpo esta sendo velado em sua residência em Chapadinha e seu sepultamento será amanhã as 9hs no cemitério municipal de Chapadinha conforme informações de familiares.

Maranhão tem quase 7 milhões de habitantes, diz IBGE


O Brasil tem uma população de 202.768.562 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados hoje (28) no Diário Oficial da União. O estado mais populoso, São Paulo, tem 44,03 milhões de habitantes. Já no estado menos populoso, Roraima, vivem 496,9 mil pessoas.

Os dados do IBGE são estimativas de população no dia 1º de julho de 2014. Além de São Paulo, cinco estados têm mais de 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,73 milhões), Rio de Janeiro (16,46 milhões), Bahia (15,13 milhões), Rio Grande do Sul (11,21 milhões) e Paraná (11,08 milhões).

Na lista dos lista de unidades da federação com mais de 5 milhões de pessoas, estão seis estados: Pernambuco (9,28 milhões), Ceará (8,84 milhões), Pará (8,08 milhões), Maranhão (6,85 milhões), Santa Catarina (6,73 milhões) e Goiás (6,52 milhões).

Apenas dois estados têm menos de 1 milhão de habitantes, além de Roraima: Amapá (750,9 mil) e Acre (790,1 mil).

As demais unidades federativas têm as seguintes populações: Paraíba (3,94 milhões), Espírito Santo (3,88 milhões), Amazonas (3,87 milhões), Rio Grande do Norte (3,41 milhões), Alagoas (3,32 milhões), Piauí (3,19 milhões), Mato Grosso (3,22 milhões), Distrito Federal (2,85 milhões), Mato Grosso do Sul (2,62 milhões), Sergipe (2,22 milhões), Rondônia (1,75 milhão) e Tocantins (1,5 milhão).

Fonte: Agência Brasil

Roberto Rocha apresentar-se como antissarneísta é uma piada

NOTÍCIAS
Do: blog do Kenard.   Foto:Louremar Fernandes

Meus caros, estou emocionado. No horário eleitoral Roberto Rocha, candidato a senador pelo PSB, resolveu questionar o grupo Sarney. Para um estúpido trata-se de um oposicionista verdadeiro. Mas Roberto Rocha só engana os estúpidos, ou vendidos.

Fui o primeiro e único jornalista a demonstrar que Roberto Rocha foi candidato a senador em 2010 a mando dos Sarney. Com mais um candidato a senador na oposição a candidatura de José Reinaldo Tavares estava inviabilizada.

Mostrei que Roberto Rocha recebeu em troca, entre outras coisas, a sociedade na tevê dos Vieira da Silva. Ele perdia todas as ações na justiça. Foi candidato a senador, destruiu a possibilidade da oposição fazer um senador e ganhou de volta a sociedade na tevê dos Viera da Silva. Incrível, não!

Pois no programa eleitoral na tevê de hoje escutei um Roberto Rocha antissarneísta. Só no Maranhão mesmo. É contar com a imbecilidade do eleitorado.

É essa oposição de araque que combato. É esse cinismo que denuncio.

Vamos começar por Luiz Rocha, pai de Roberto Rocha. Foi o pior governador que a família Sarney já elegeu. Quero que alguém venha a público e me apresente uma única obra desse senhor. Não há.

Há, sim, a indiscutível verdade de que foi no governo do pai de Roberto Rocha que o crime organizado ganhou asas no Maranhão. Nem vou falar de Zé Gerardo, bando Bel etc etc.

Aí surgem os energúmenos a dizer que votam em Roberto Rocha para senador porque ele é oposição ao grupo Sarney. Só rindo. Há idiotas que caem nessa trama.

Oposicionistas, de araque ou não, conversem com José Reinaldo Tavares e vocês saberão quem é Roberto Rocha.

Trata-se de um embuste. Flávio Dino sabe muito bem, embora como candidato jamais dirá o que digo.

Grevistas se mantêm na sede do Executivo municipal aguardando um parecer.

Grevistas permanecem acorrentadas. – De Jesus/O Estado

SÃO LUÍS – Em greve há 96 dias, os professores da rede pública municipal continuam acorrentados na sede da Prefeitura de São Luís, no Palácio La Ravardière, na Praça Pedro II, onde estão há 12 dias. Ontem (24), eles voltaram a afirmar que só deixarão o local quando suas reivindicações forem atendidas. A última rodada de negociação entre a Prefeitura e os grevistas, ocorrida no dia 20, terminou sem acordo.

Segundo Elizabeth Castelo Branco, presidente do Sindicato dos Profissionais do Ensino Público Municipal de São Luís (SindEducação), a categoria já baixou sua exigência de reajuste salarial de 20% para 11,32% no intuito de facilitar as negociações, mas, ainda, assim o município não apresentou uma contraproposta. “A gente está demonstrando boa vontade e flexibilidade para negociar, mas a prefeitura não está querendo discutir o problema conosco. Por isso, manteremos a greve”, disse.

Na quarta-feira (20), mais uma rodada de negociação foi realizada entre a Prefeitura de São Luís e professores da rede municipal de ensino. Foram mais de quatro horas de discussões na sede das Promotorias de Justiça, no bairro do São Francisco. Apesar de a categoria ter reduzido seu percentual de reajuste salarial, Geraldo Castro, titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), manteve o argumento de que a prefeitura não tem condições financeiras de arcar com o aumento no salário dos professores, além do reajuste de 3% que já foi concedido para todo o funcionalismo público, o que foi considerado um desrespeito pelos professores. Fonte Imirante.

Suicídio de Getúlio Vargas completa 60 anos

Do: portal UOL

“Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História”. A frase, uma das mais célebres passagens da história política brasileira, encerra a carta-testamento deixada por Getúlio Vargas. Há 60 anos, no dia 24 de agosto de 1954, o então presidente tirou a própria vida em meio à pior crise enfrentada em seus anos de atuação política.

Uma reunião com os ministros no Palácio do Catete varou a madrugada e decidiu que Getúlio se afastaria do governo por três meses para dar lugar ao vice, Café Filho. Após o fim da discussão, já com o dia claro, o político se recolheu ao seu aposento. Por volta das 8h35, o barulho de um tiro ecoou pelo palácio. Seu filho Lutero correu para o quarto, seguido pela esposa de Vargas, Darcy, e a filha Alzira.

“Getúlio estava deitado, com meio corpo para fora da cama. No pijama listrado, em um buraco chamuscado de pólvora um pouco abaixo e à direita do monograma GV, bem à altura do coração, borbulhava uma mancha vermelha de sangue. O revólver Colt calibre 32, com cabo de madrepérola estava caído próximo à sua mão direita”. É assim que Lira Neto descreve o cenário da morte de Vargas no terceiro volume da série biográfica “Getúlio”.

A carta-testamento de Getúlio Vargas, que seria transmitida durante aquele dia pelas rádios em todo o território nacional, foi encontrada em um envelope, encostada ao abajur da mesinha da cabeceira da cama do então presidente. Nos apontamentos do biógrafo, o texto, originalmente esboçado por Getúlio, teve sua versão final passada na máquina de escrever pelas mãos de um amigo, José Soares Maciel Filho, já que o ex-presidente não sabia datilografar. O rascunho da carta havia sido encontrado no dia 13 de agosto pelo major-aviador Hernani Fittipaldi, um dos ajudantes de ordem de Getúlio, enquanto arrumava a mesa do presidente.

Assustado com o conteúdo do manuscrito, ele entregou o papel à Alzira, que questionou o pai. “Não é o que estás pensando, minha filha. Não te preocupes, foi um desabafo”, se esquivou Vargas. Essa porém não foi a primeira vez que Getúlio fez menção ao suicídio. Em suas anotações pessoais ele já havia cogitado tirar a vida em outros momentos de sua jornada política.

A primeira delas foi quando chegou ao poder em 1930. Naquela data, enquanto se encaminhava para a sede do governo, se disse disposto a não retornar com vida ao Rio Grande caso não obtivesse sucesso na empreitada. Era a primeira anotação pessoal que fazia no diário que carregou para o resto da vida. Lira Neto considera que a diferença em 1954 é que Getúlio se viu encurralado e não conseguiu contornar a crise como das outras vezes.

A notícia circulou rapidamente pelo país. Um dos principais programas jornalísticos da época, o “Repórter Esso”, transmitiu a notícia acompanhada da leitura da carta, na voz do locutor Heron Domingues.

Gráficos do site do jornal Extra

O pijama que Getúlio usava

Getúlio Vargas estava de pijama de seda marcado com o monograma GV. O paletó do pijama fica guardado no Museu da República, no Rio. A calça foi enterrada com Getúlio Vargas.

Para evitar deterioração, a peça não fica em constante exposição. O tempo máximo de exposição é de 3 meses, depois é recolhido e fica guardado pelo triplo do tempo em que ficou exposto.

Quando o corpo do ex-presidente foi despido para o funeral foi preciso cortar o pijama. Para a restauração o Museu da Repúblico desembolsou R$ 14 mil, em 2009. As manchas de sangue e a pólvora do disparo do revólver Colt 32 podem ser vistas sobre o bolso do pijama.
Cronologia de Vargas
1882 — Nasce Getúlio Dornelles Vargas, em São Borja, Rio Grande do Sul.

1898 – Aos 16 anos, ingressa na carreira militar e se matricula na Escola Preparatória e de Tática de Rio Pardo, no Rio Grande do Sul.

1902 – Deixa a carreira militar e vai cursar Ciências Jurídicas na Faculdade Livre de Direito de Porto Alegre.

1909 – É eleito deputado estadual, cargo que voltou a ser reeleito em 1917 e 1921.

1922 – É eleito deputado federal pelo Estado do Rio Grande do Sul.

1926– Foi Ministro da Fazenda do presidente Washington Luís.

1927– Elege-se governador do Rio Grande do Sul.

1929– Candidata-se à Presidência da República pela Aliança Liberal.

1930– Derrotado por Júlio Prestes, chefia o movimento revolucionário de 30. Assume em novembro deste mesmo ano o Governo Provisório.

1932– Getúlio cria Previdência Social, a Carteira de Trabalho, e estende o direito de voto às mulheres.

1934– Promulgação da nova Constituição e eleição de Vargas como presidente pela Assembleia Constituinte.

1937– Ele dissolve o Congresso Nacional, extingue o Poder Legislativo e os partido. O Estado Novo é instaurado.

1942 – É criada a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

1943– É criada pelo Decreto-Lei nº 5.452 a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

1945– Apesar de algumas medidas, como o fim da censura à imprensa, a definição de uma data para as eleições e liberdade dos partidos e anistia aos presos políticos, Vargas é deposto por militares.

1946 – Começam as operações de funciomento da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

1950 – É eleito presidente pelo PTB.

1954 – É criada a Petrobras. Pressionado por uma crise política, Vargas se mata com um tiro no coração no Palácio do Catete . Ele deixa uma carta-testamento.

Celulares do Maranhão e mais quatro Estados terão acréscimo de um dígito

Usuários de telefone celular do Maranhão, Amapá, Amazonas, Pará e Roraima vão ter o número das suas linhas alterado até o dia 2 de novembro.

A alteraçãoé uma determinação da Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel e implica que a cada número de celular vai ser acrescendo o dígito 9. Assim, o seu número terá, obrigatoriamente, um número 9 na frente dos demais. O formato será este: Ex.: 9xxxx-xxxx.

A mudança que vai acontecer em novembro já foi implementada nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santos. Segundo a Anatel a mudança aumentará a capacidade de numeração nestas regiões e vai eliminar a escassez de numeração para novos usuários.

A mudança vai atingir os celulares com número de DDD que vai do 91 ao 99. O nono dígito será implementado em todo o País até o fim de 2016. Conforme o mapa ao lado.Fonte Louremar Fernandes

Políticos em baixa.

Os bons observadores analisam que nesta eleição, os políticos estão em baixa. Segundo estes mesmos observadores, pode-se notar pelo numero de residências que tem fotografia de qualquer candidato afixado em suas paredes. No passado, eleitores de todas as cores, idades, e sexo, faziam questão de demonstrar suas preferências. Hoje não. A frieza com que fitam os olhos na política e nos políticos é de causar tristeza a quem buscar qualquer cargo nestas eleições de outubro próximo. Acredito que isso possa está acontecendo em todo Brasil. Basta olhar a campanha que o TSE esta fazendo e o apelo com artistas renomados para que o eleitor compareça as urnas e exerça o seu direito de votar. O que acontece é que, os políticos tradicionais continuam com o mesmo discurso de outras campanhas e sem inovar nada, não desperta o interesse do eleitor. Os novos, aqueles que buscam o primeiro mandato, também não empolgam. Usam os mesmo instrumentos e os mesmos meios para tentar conquistar votos. E o povo cansado de tantas promessas e de tantas mentiras, trata-os com indiferença ou simplesmente os ignoram. Mudemos o discurso e mudemos a prática de fazer política senão a vaca vai para o brejo. Pelo menos, é isso que penso.

Começou o festejo de São Raimundo

Dr. Jorge Fortes na caminhada de fé.

Dr. Jorge Fortes na caminhada de fé.

A Multidão caminha da Igreja Matriz a Paulica

A Multidão caminha da Igreja Matriz a Paulica

Ontem as seis horas da manhã foi iniciado o festejo de São Raimundo. Uma multidão de fies de todos os cantos do estado e de outros pontos do País estavam presentes para a Romaria da Paulica.Os romeiros acompanhavam contritos os cantos e as orações durante todo o trajeto. Ninguém reclamava de nada. A caminhada era prazerosa.  Quando a palavra de ordem era dada através dos carros de som, todos em coro respondiam com muita fé e muita emoção. Pessoas trajando vestes iguais ao Santo em pagamento de promessa eram muitas. Em todo o percurso havia momentos de paradas e de emoção.Tudo era fé. Tudo era amor ao Santo. Aqueles que tinham alcançado suas graças emocionados ovacionavam o nome do Santo. Era só fé.A festa realmente começou em alta. Quando do retorno o ponto alto foi além do encontro das imagens de São Raimundo e do padroeiro São Sebastião, a transmissão da missa em rede nacional através da TV Aparecida. Ninguém tinha visto tanta alegria e tanta emoção nos Vargem-grandenses. Agora nossa cidade está reconhecida no mundo inteiro, como uma cidade de fé e milagres.