Mulher invade área do Jaburu

Na madrugada deste sábado, uma mulher “aparentemente embriagada” pulou a cerca de segurança e entrou na área externa do Palácio do Jaburu, onde vivem o presidente Michel Temer e sua família, em Brasília, informa o Valor.

De acordo com o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), “foram realizados disparos de arma de fogo de advertência e, em seguida, a segurança presidencial realizou a sua imobilização e detenção no estacionamento interno do Palácio”.

A mulher foi conduzida à Polícia Federal e liberada após assinar um Termo Circunstanciado por desobediência.

XXX Encontro de lideranças politicas e sociais da Diocese de Coroatá.

O município de Nina Rodrigues sediou o XXX encontro de lideranças políticas e sociais da Diocese de Coroatá durante o dia de hoje (01/07) e contou com a presença de importantes figuras do cenário político da região. O prefeito Rodrigues da Iara, como anfitrião correspondeu a expectativa de todos. Luis da amovelar ex-prefeito de Coroatá e representando o atual prefeito Luis Filho, se fez acompanhar de vereadores e secretários. Além dele estiveram presentes o prefeito Carlinhos Barros de Vargem Grande e Wellington Uchoa prefeito de presidente Vargas. O deputado Fábio Braga também esteve presente acompanhado de sua esposa. Os anfitriões esperavam uma presença maior de outros prefeitos da região. Dom Sebastião Bandeira Bispo da Diocese manifestou-se satisfeito com a presença do povo sempre hospitaleiro de Nina Rodrigues e de suas lideranças. Na pauta muitas pessoas puderam se manifestar a respeito da atual situação política nacional, e todos foram unânimes em afirmar a desventura de ver o nosso País envolto em tanta violência e a desvalorização da vida. O Deputado Fábio Braga foi enfático ao afirmar que é necessário a união das lideranças que fazem parte da Diocese de Coroatá para o fortalecimento e desenvolvimento da região.Ao final, todos comungaram do mesmo ideal, que é necessário que as células formadoras dos municípios se unam em favor do bem comum. O próximo encontro acontecerá em Vargem Grande com data ainda a ser marcada.

Fim de prazo, fim de papo. E agora?

Resultado de imagem para Imagens de quem espera

Lembro-me como se tivesse acontecido hoje. No discurso de posse o prefeito de Vargem Grande José Carlos de Oliveira Barros, pediu diante de uma platéia ávida em mudanças, que lhe dessem um prazo, e que prazo!, de seis meses para poder começar a trabalhar. Não deixou de ser uma decepção para quem estava querendo mudanças urgentíssimas. Mas o que fazer, se esse era o pedido do prefeito? Esperar era a única saída. Pois bem, esperamos. E ontem o praxo expirou. E a partir de hoje estaremos acompanhando passo a passo as ações tão propaladas no período da campanha. Mas as principais delas e que o povo espera, são: Asfalto nas estradas vicinais que ligam a sede do município a povoados da Zona Rural. Água para todos, e a melhor de todas, geração de emprego através de empresas que seriam fixadas em nosso município. A secretaria de comunicação que existe apenas na estrutura administrativa do município e serve como penduricalho e cabide de emprego para pseudos intelectuais, se tivesse fazendo o seu papel já teria publicado quais seriam as primeiras ações do governo depois desse período de sonolência administrativa. Mas parece que essa secretaria de comunicação,  a única coisa que não faz é exatamente comunicar os feitos e ações da atual gestão. Só fala de inadimplência que talvez nem saibam o que é. Não explicam onde foram parar mais de R$ 38.000.000,00 recebidos do governo federal de janeiro a junho de 2017. Então continuamos no aguardo. Seja quem for, tem que vir a público e dizer o que será feito a partir de agora. É esperar pra ver.

Moro não é Mello nem Fachin

A Folha de S. Paulo deve ter telefonado para os defensores de Lula.

Leia esta nota:

“Para criminalistas, as decisões sobre Aécio e Rocha Loures, além da absolvição de João Vaccari, terão impacto sobre o ex-presidente Lula. No atual cenário, dizem, Sergio Moro terá dificuldade para condenar o petista no caso do tríplex”.

Sergio Moro não é Marco Aurélio Mello nem Edson Fachin.

Ele não vai matar a Lava Jato absolvendo o comandante máximo da ORCRIM.

JUSTIÇA CASSA PREFEITO E VICE DA CIDADE DE MIRINZAL

O juiz José Jorge Figueiredo dos Anjos Júnior, da 30ª Zona Eleitoral, cassou na quarta-feira, 28, o prefeito de Mirinzal, Jadilson Coelho (PSB), e o seu vice, Derson Ribeiro (Pros).

Eles foram condenados por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016 e tiveram os diplomas cassados e foram declarados inelegíveis por oito anos, numa ação proposta pelo grupo do ex-prefeito Amaury Almeida (PDT).

A ação é de autoria do advogado Marcos Lobo.

Apesar da decisão, prefeito e vice permanecem nos cargos, porque os recursos que vão interpor nos TRE-MA têm efeito suspensivo.

Prisão

A cassação remonta a uma prisão ocorrida na cidade no dia da eleição do ano passado.

Na ocasião, Amaury foi detido por suposto crime eleitoral. Depois, divulgou-se que o motivo da prisão teria sido uma tentativa de homicídio (reveja).

O pedetista é adversário do governo e atribui esse fato a perseguição política, como forma de beneficiar o atual prefeito.

Foi com esse argumento que ele conseguiu a cassação de Jadilson e de Derson Ribeiro.

Baixe aqui a íntegra da decisão.

Fonte: Gilberto Léda