ADOLESCENTE RECORRE AO SUICÍDIO E FAMÍLIA NÃO CONSEGUE ENTERRAR O CORPO EM SÃO LUÍS

A situação de uma menor continua sendo lamentável mesmo depois da morte. Com 15 anos, ela se enforcou às 4h da madrugada de sábado último, dia 28 deste, no Lar Divina Providência, no Planalto Anil, nas imediações do bairro João de Deus. Levada no domingo para ser enterrada no cemitério da Vila Embratel, a cova estava ocupada por outro corpo com dois meses de uso e exalava odor insuportável. A família não aceitou e o corpo da adolescente continua no meio da sala.

Revoltante para a família foi saber que o enterro foi todo orientado pela prefeitura da capital e a menor estava na relação para ser enterrada como indigente, mesmo com os parentes presentes no local e de posse do atestado de óbito em mãos.

Com problemas em casa, na rua da Manga, na Vila Vitória, próximo do São Raimundo, a menor não vivia mais com a mãe que é dependente de drogas. Por isso, recebeu a ajuda do Conselho Tutelar e foi encaminhada para o Lar Divina Providência, que é mantido com a ajuda da Prefeitura de São Luís.

Após completar três meses no lar e estudando em escola pública, a adolescente revolveu se enforcar na madrugada de sábado. A família só tomou conhecimento da morte por volta das 11h30 da manhã.

No dia seguinte, domingo, quando foi ser enterrada no cemitério da Vila Embratel, a cova estava recentemente ocupada e ninguém suportou o odor no momento em que foi aberta.

A família trouxe o corpo de volta pra casa e conseguiu que fosse aplicado o formol fiado para ser pago hoje até às 10h, mas faltou o dinheiro. O pior é que o produto dura até hoje às 15h e eles não sabem como irão enterrar. Procuraram ajuda do Estado e da prefeitura e não conseguiram nada.

Enquanto isso o corpo da menor continua no meio da casa esperando alguma providência para ter um enterro digno. O fato despertou a revolta dos moradores do bairro, mas não sensibilizou as autoridades estadual e nem municipal.

O Lar da Divina Providência já recebeu a presença do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em uma das etapas da parceria com o Lar Calábria, instituição mantida por religiosos da igreja católica, que também tem feito de conta da inexistência do problema.

Se para viver foi uma enorme dificuldade, a morte por suicídio restará como trauma no seio da família, e até para ser enterrada tem sido pior ainda. Misericórdia!

O blog pede a quem possa que ajude a família nesse momento tão difícil. Contato da família: (98) 98911-1888, falar com Josy, tia da menor, ou via blog no fone (98) 98805-1544 / (98) 98454-0530 whatsapp

Reajuste do salário mínimo de 2018 é reduzido

10 ideias para ganhar um dinheiro extra - Konkero

Ministério do Planejamento informou nesta segunda-feira, dia 30, que o governo baixou novamente a previsão para o salário mínimo de 2018, passando de R$ 969 para R$ 965. A estimativa consta da mensagem modificativa da proposta de orçamento de 2018, que ainda será enviada ao Congresso Nacional. Nesta mensagem, o governo informará ter elevado a previsão de gastos em R$ 44,5 bilhões.

A estimativa para o salário mínimo do próximo ano já havia sido reduzida em agosto, de R$ 979 para R$ 969. Atualmente, o salário mínimo está em R$ 937. Cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre aposentados e pensionistas, cujos benefícios são, ao menos em parte, pagos pelo governo federal.

Com o salário mínimo menor, portanto, o governo economizará nas despesas com o pagamento desses benefícios. A expectativa do Ministério do Planejamento é de economizar R$ 1,2 bilhão com a revisão do salário mínimo para baixo.

O que diz o governo

Segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o valor definitivo do salário mínimo só será publicado em janeiro do ano que vem. “Esse não é o valor do salário mínimo que está sendo definido pelo governo. É uma previsão para fins orçamentários. O valor do salário mínimo será publicado em janeiro. O governo não tem liberdade [para definir um valor diferente da fórmula]”, declarou.
Temer assina MPs

Depois de ter alta do hospital, o presidente Michel Temer assinou duas medidas provisórias do ajuste fiscal e deve prorrogar até o dia 14 de novembro o prazo de adesão do Programa de Regularização Tributária, o novo Refis, que terminava hoje.

As MPs geram insatisfação na base aliada. Já a prorrogação do prazo do Refis atende a um pedido dos deputados governistas. Nas palavras de um assessor, é quase um morde-e-assopra do Palácio do Planalto.
O governo vai encaminhar ao Congresso a proposta de revisão do Orçamento da União de 2018, com uma meta de déficit de R$ 159 bilhões. Para cumprir essa meta, junto seguirão as duas MPs. Uma tributa os fundos exclusivos de investimentos e eleva a contribuição previdenciária do funcionalismo público que ganha mais de R$ 5 mil por mês.

Ano que vem

A outra adia do ano que vem para 2019 o reajuste de categorias de servidores públicos que ganham entre R$ 15 mil e R$ 20 mil. A mensagem com a revisão do Orçamento prevê um ganho de R$ 14,5 bilhões, entre aumento de receitas e redução de despesas.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, chegou a pedir a Michel Temer para encaminhar as propostas por meio de projeto de lei, mas a equipe econômica convenceu o presidente da República a usar MPs, porque entram em vigor imediatamente e porque o prazo de aprovação é curto, já que restam dois meses apenas até o final do ano.

IMPARCIAL

Quanto vale a cultura Maranhense ?

 

 

 

Arte Hitalo Vinicius

Foi destinado  2,2 milhões a 40 grupos Maranhenses para realização de manifestações culturais,em 2017.

“Quem ainda não viu
Tambor de crioula do Maranhão?
Afinado a fogo tocado a murro
Dançado a coice e chão?
Crioula, crioula

Aê tambor da ilha rufou
Aê ê a cachaça já baixou
Aê ê tinidô, repipocou
Aê ê a pungada derribou

Ô vira, vira os óio pro rabo da saia dela…”

(Trecho da música ‘tambor de crioula’ de Papete).

Maranhão, Terra do tambor de crioula: “Só se tem notícia do tambor de criola, com este nome, com essas características no Maranhão. Ela foi recentemente registrada como patrimônio imaterial do Brasil. Acontece em São Luís e vários interiores do Maranhão, prioritariamente, sobretudo, naqueles que tem comunidades negras”, explica Joila Moraes, historiadora.

Ser maranhense…

É brincar o bumba-boi

Dançar reggae ao luar

Lembrar a criança que foi

E soltar pipa no ar.

(Trecho da poesia “Ser Maranhense” de Maria Inez Silva Queiroz).

“Esses sotaques de bumba meu boi são de acordo com as regiões que vêm do interior do Maranhão. Por exemplo, o sotaque da Ilha, ele é característico de São Luís que é o sotaque de matraca. O sotaque de Zabumba é mais da região do litoral, o de Pandeirão é da baixada e o sotaque de Orquestra é da região do rio Munin. De Cururupu, vem o sotaque de costa de mão”, explica Joila Morais, historiadora.

No contexto onde a cultura é vista como forma de existência humana, compreende-se a necessidade de um investimento político cultural.  A Lei Estadual de Incentivo à Cultura é um instrumento de fomento e difusão da produção cultural no Estado, instituído por meio da Lei 9.437, de 15 de agosto de 2011, que se destina ao financiamento de projetos artísticos e culturais, por meio de recursos oriundos da renúncia fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) a partir do faturamento da empresa patrocinadora.Pode entrar com projeto qualquer pessoa jurídica, com pelo menos um ano de existência. A concessão do CMC destina-se a os projetos que visem à democratização do acesso, divulgação e preservação da memória cultural, bem como ao desenvolvimento de atividades artísticas e as obras em espaços que abriguem atividades artísticas e destinadas a cultura. O objetivo éincluir os movimentos e possibilitar à chegada dos meios culturais as massas, facilitando o intermédio entre patrocinador e incentivado.  Dados do Site da Sectur.

Foi aberto o edital de apresentação do São de Todos 2017, com a finalidade de habilitar, selecionar e contratar serviços artísticos de grupos, bandas e artistas, pessoas físicas e jurídicas com ou sem fins lucrativos para compor a programação artística do evento. O valor global destinado aos grupos culturais não foi especificado no edital de apresentação, estima-se o valor aproximado de R$1.500,000. Não há transparências no edital quanto aos valores que foram repassados individualmente para cada grupo premiado com o edital de seleção.

Os Cachês das apresentações artísticas do São João de Todos 2017 ficam definidos nos seguintes valores:

CATEGORIA VALOR DO CACHÊ
TAMBOR DE CRIOULA R$ 3.000,00
DANÇAS REGIONAIS ENTRE R$ 3.000,00 e R$ 5.000,00
SHOWS MUSICAIS R$ 5.000,00
FORRÓ PÉ DE SERRA R$ 3.000,00
GRUPOS ALTERNATIVOS R$ 7.000,00
BUMBA MEU BOI ENTRE R$ 5.000,00 e R$ 7.000,00

Em 17 de Março deste ano foi autorizado o pagamento de 40 dos 171 pontos de cultura incluindo entidades e movimentos artísticos, inscritos e premiados por edital de novembro de 2015 no Maranhão recebendo R$2,2 milhões. “Há quase dois anos esses recursos estavam parados na conta do convênio sem que fossem repassadas aos premiados” declarou a secretaria Debóra Albuquerque (dadosdo portal do Brasil).

A cultura é a expressão e identidade de um povo, que muitas vezes é desvalorizada e acaba sendo esquecida. É herança social da humanidade,  mecanismo adaptativo, que consiste na capacidade que o indivíduo tem de responder ao meio de acordo com as mudanças de hábitos.Está em constante  desenvolvimento sendo influenciada por novas maneiras de comportamentos,pensamentos e ações. Cultura é arte,crenças,hábitos.

Por;Thalissa Ambrósio

Bandidos fortemente armados arrobam Banco do Bradesco

Pelo menos 06 homens fortemente armados arrombaram a agencia de atendimento do Banco do Bradesco, na madrugada deste domingo (29), por volta das 02:00h, os assaltantes chegaram atirando para quebra os vidros das portas da agência e adentraram na mesma .

Ação durou certa de 20 minutos mais para quem tem residência nas proximidades da agencia bancária relata que foram momentos de muito terror. Após não terem êxito na ação, pois no caixa eletrônico não ter dinheiro, o grupo tomou de assalto uma motocicleta de um vigia particular que estava em serviço e então fugiram sem qualquer pista.

Reforços da cidade de São Bernardo e a força tática estiveram no local para tomarem as medidas cabíveis e vale ressalta que um artefato explosivo foi deixado pelo grupo na agencia do banco do Bradesco que fica localizado na Rua Benedito Romão de Souza no centro de Magalhães de Almeida.

  

Informações Romério carvalho

Estudante comete suicídio após relatar dor e sofrimento nas redes

Ela publicou nas redes sociais um texto metafórico em que pedia ajuda, mas ninguém entendeu. A estudante foi encontrada enforcada pela irmã

A estudante de jornalismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT) Dáleti Jeovana se matou aos 20 anos. Dáleti era uma ativista negra e cometeu suicídio na noite do último sábado, 21, por volta das 23h30.

Dáleti estava na sala da casa onde morava com uma amiga e a irmã, em Palmas. Ela se retirou dizendo que iria tomar banho. Por causa da demora, a irmã foi chamá-la e a encontrou enforcada.

Pouco tempo antes de se matar, no dia 17 de outubro, a jovem publicou em seu Facebook pessoal um texto metafórico sobre a vontade de “Ana” de se suicidar.
No texto, Dáleti falava sobre o suicídio da dor, do sofrimento e da desesperança; isto é, o suicídio da alma. Na verdade, ela estava se referindo a si própria, mas ninguém compreendeu.

Dáleti deixou centenas de amigos chocados com a sua morte precoce. Ela era filha de pastor e órfã de mãe. A rotina árdua de trabalho e estudos lhe impôs sobrecarga de problemas e responsabilidades, mas ela nunca procurou um psicólogo, dizem amigos próximos.

Depressão

O suicídio tem sido um caminho recorrente para sanar dores e depressões da alma. No Brasil, o suicídio de jovens não para de crescer: dados mostram que, em 12 anos, a taxa de suicídios na população de 15 a 29 anos subiu de 5,1 por 100 mil habitantes em 2002 para 5,6 em 2014 — um aumento de quase 10%.

Confira o texto publicado por Dáleti dias antes de se suicidar:

“Essa hora do dia
Ana pensa em suicídio.
Ana planeja como suicidará seu sofrimento.
Ela planeja o suicídio de sua depressão, sua ansiedade.
Ana só quer ter um tempo para si, e não mais se cobrar além do limite.
Ana só quer um tempo para si, tempo de respirar, estudar, trabalhar, sem nenhuma pressão ou obrigação.
Ana só quer que cada palavra que saia da sua boca, não seja interrompida por um gaguejo de ansiedade.
Ana quer matar, quer abandonar, quer se livrar, dos laços, dos enlanços, do passado, do sapato apertado, da missa, da reza, das prisões que a cercam.
Ana quer matar o silêncio, não quer mais fingir que está tudo bem. Mas ela sabe que todos já estão cansados de seus relatos e histórias tristes.
Ana ao meio dia pensa em suicídio, o suicídio do sofrimento, da dor, da desesperança, do desespero.
Ana pensa em suicídio, suicídio, do amargo, dos trapos, da dor.
Suicídio da alma.”

Jornal pequeno

No Maranhão, decreto determina que agências bancárias contratem vigilância armada 24 horas

Ativista pró-armas é atingida por tiro disparado acidentalmente pelo filho de 4 anos - BBC Brasil

O governo do Maranhão, publicou o Decreto de Nº 33.464, no dia 18 de outubro de 2017. o qual regulamenta a Lei nº 10.605, de 28 de junho de 2017, que dispõe sobre a contratação de vigilância armada para atuar 24h (vinte e quatro horas) por dia nas Agências Bancárias Públicas e Privadas, inclusive em finais de semana e feriados, e dá outras providências.

Fica decretado que é obrigatória a manutenção do serviço de vigilância armada durante as 24 (vinte e quatro) horas do dia, inclusive nos finais de semana e feriados, nas agências e instituições bancárias, públicas e privadas, ou nas cooperativas de crédito, na forma do disposto na Lei Estadual nº 10.605.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública – SSP deverá oferecer às instituições de que trata este Decreto as condições técnicas necessárias para o funcionamento do sistema de pânico previsto no § 2º do art. 1º da Lei Estadual nº 10.605, de 28 de junho de 2017, ficando as despesas decorrentes da instalação desse sistema a cargo de cada instituição bancária.

A responsabilidade da fiscalização e aplicação das sanções previstas no art. 3º da Lei Estadual nº 10.605, caso, seja descumprida as medidas do decreto, ficará a cargo do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão – PROCON/MA.

Itapecuru Mirim: Velhos conhecidos da Polícia voltam a atacar


Em rondas diárias  no bairro da Malvinas em Itapecuru-Mirim a EQUIPE DA FORÇA TÁTICA observou três elementos já conhecidos da polícia,Augusto Silva Costa 24 anos,    M A M 17 anos, Marcos Antonio Teixeira  21 anos,em atitude suspeita. Quando abordados foram encontrado 16 pedras de crack e 25 papelotes de maconha prensada e uma balança de precisão.

APÓS SER RAPTADO HOMEM É ENCONTRADO MORTO NA ZONA RUAL DE SANTA INÊS-MA

Na noite de terça-feira (24), um rapaz por nome Romário Serrão Fonseca de 27 anos, estava se aproximando da sua residência quando alguns homens em um veículo de passeio de cor prata chegaram e renderam o mesmo, o colocaram dentro do veículo e saíram em alta velocidade do local, que fica no Parque Santa Cruz.

Os familiares ficaram sem entender nada, mas logo em seguida eles procuram a Polícia Militar que fez rondas nas proximidades tentando localizar esse veículo de cor prata, mas sem êxito. Já no dia seguinte, na quarta-feira (25), foi encontrado um corpo próximo da ponte do trem no Povoado Barradisso, com sinais de espancamento e tortura, também com aproximadamente dez perfurações de disparos de arma de fogo, quando a polícia chegou ao local foi identificado que era o jovem que tinha sido levado do Parque Santa Cruz no dia anterior

 

A Polícia Civil ainda investiga o caso atrás dos possíveis suspeitos.

Fonte-blog do Francisco Vale

Deputado Fábio Braga ressalta importância da mamografia

“Estamos finalizando o mês de outubro e nele tivemos justas homenagens à luta que a mulher brasileira, a mulher maranhense travam cotidianamente contra o câncer de mama, essa chaga que ameaça e infelicita as famílias, tirando a vida de milhares, quiçá de milhões de mulheres a cada ano no Brasil, no Maranhão e no mundo inteiro” – disse o parlamentar, abrindo sua fala na tribuna da Assembleia Legislativa, na última quinta-feira (26).

“Este mês, propositalmente chamado de Outubro Rosa, soa como um grito de alerta para estimular e detectar precocemente a doença, porque reforça a luta pela cura, dissemina um maior volume possível de informação sobre acesso a serviços, diagnósticos e tratamento, contribuindo para o controle e, por consequência, para a redução da mortalidade desse tipo de câncer” – continuou.

Lembrou que a doença avançava com velocidade e intensidade porque, “segundo o Instituto Nacional de Câncer – INCA, são estimados mais 55 mil casos este ano no Brasil e que a idade da mulher surgia como um fator de risco importante para a doença, pois 80% de incidência acontecem justamente entre os 50 e os 69 anos de idade”.

E lamentou porque isso era um dado péssimo para o nosso país, já que segundo o IBGE, o Brasil possui uma população ao redor de 20 milhões de mulheres nessa faixa de risco, significando que estamos diante de uma realidade que impõe uma espécie de tratamento de choque, a fim de que a doença e essa moléstia não se propaguem ainda mais no país – alertou.

Lembrou, também, da importância do auto-exame, porque ninguém melhor do que a própria mulher conhece seu corpo, e ressaltou que a “mamografia era um dos exames obrigatórios para as mulheres a partir de 50 anos porque ele ajuda na identificação da doença antes mesmo do seu aparecimento” – disse.

Relatou, ainda, que o “Sistema Único de Saúde-SUS garante a oferta gratuita do exame para a mulher brasileira em todas as faixas etárias, mas lamentou às dificuldades de muitas e muitas cidades, principalmente nas cidades mais carentes do nosso Estado, onde dificilmente temos a oferta de mamógrafo ou, em alguns casos, a baixa oferta na região de equipamento, o que representa uma dificuldade a mais para quem procura esse exame” – lamentou.

E concluiu seu discurso “saúdo a mulher maranhense tão bem representada nesta Casa pelas deputadas Valéria Macedo, Nina Melo, Graça Paz, Ana do Gás, Andréa Murad e Francisca Primo, e torcendo para que este Outubro Rosa tenha sido mais um mês de uma luta que deve ser continuada durante todos os anos, para que se possa alardear e ter essa preocupação que temos no Estado do Maranhão, que é diminuir a mortalidade de um tipo  de um câncer, que tem uma possibilidade de cura superior a 90%, a partir do  seu descobrimento, portanto,  na fase inicial” – finalizou.