Empresário é preso, levado para o gaiolão e morre

Um fato inédito no Maranhão aconteceu no dia de ontem em uma cela idêntica as que são usadas pelos regimes terroristas que pretendem se livrar mais cedo dos seus prisioneiros. Na cidade de Barra do Corda, um empresário do ramo de vidro, que estava dirigindo embriagado ao volante e atropelou um motoqueiro, foi preso ao meio dia de domingo, dia 8. Ele ficou numa cela (gaiolão) que fica exposta ao sol e chuva. Francisco Edinei Lima morreu.


Mesmo não considerado bandido, o empresário foi colocado na cela. E depois de pegar bastante sol, teve um AVC e, levado a uma UPA,  morreu. O delegado titular estava viajando. A cidade ficou revoltada.
Fonte- Blog do Luis Cardoso

Que situação! Vereadores da base aliada querem cassar o prefeito Carlinhos Barros

O prefeito de Vargem Grande, Carlinhos Barros (PCdoB), está numa sinuca de bico.
Sem apoio da base aliada na Câmara Municipal – mesmo com 9 governistas, a Casa tem-se posicionado contra o comunista – ele pode enfrentar em breve um processo de cassação.
É voz corrente nos bastidores do Legislativo local que há um grupo de parlamentares disposto a lançar mão da Lei Orgânica do Município (LOM) e penalizar Barros por ausência do Estado sem prévia autorização.
Diz o dispositivo legal que o gestor precisa de autorização dos vereadores para deixar a cidade em duas ocasiões: quando for ficar em outra cidade do mesmo estado por mais de 15 dias, ou quando foi sair, por qualquer prazo, do estado.
Os parlamentares alegam que Barros já deixou o Maranhão diversas vezes sem o aval da Câmara. Recentemente, por exemplo, ele esteve em Brasília, num evento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).
Ainda não há decisão formal sobre o caso. Mas o sinal de alerta está ligado para Carlinhos Barros, que perdeu o controle do Legislativo e, atualmente, contra com o apoio de apenas dois membros.

FONTE: BLOG GILBERTO LÉDA

Atenção!Acidente deixa menino de 13 anos em estado grave

Segundo o blog do Alpanir  Mesquita, o menino que sofreu o acidente hoje dia 11 de outubro se chama  Luis Fernando Almeida de Souza, e tem  apenas 13 anos.No momento da colisão o menino estava de bicicleta e foi atropelado por um caminhão.O motorista do veículo não prestou socorro a vítima.

Luís foi levado para o Hospital Municipal Benito Mussoline e em seguida transferido em estado grave para o Socorrão II, em São Luís. Ele sofreu uma forte pancada na cabeça. E seu estado é grave.