Policiais militares são presos envolvidos com organização criminosa no Maranhão; pelo menos 15 estão envolvidos

Sob a coordenação da Secretaria da Segurança Pública, a Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, desbaratou uma verdadeira organização criminosa que envolve ao menos 15 policiais de São Luís e de Imperatriz. Alguns foram presos ontem , quinta-feira (9). Dois deles foram presos no na quarta (8) na capital maranhense.

A organização criminosa, que mantém contatos com bandos do Maranhão, do Pará e do Tocantins, é especializada em assaltos e extermínios e estava agindo em toda a região sul do Maranhão, principalmente em Imperatriz.

Os policiais militares envolvidos vinham sendo investigados há alguns meses. As prisões foram solicitadas pela Polícia Civil e o Ministério Público.

Foram decretadas as prisões de Jorge Lucas Melo Garcia (PM Melo), Gerson Vieira dos Santos (PM G. Vieira), Paulo Werbwrth dos Santos (PM Nego Beto), Bruno Silva dos Santos (PM Bruno), Rodrigo Azevedo Correia (PM Azevedo), Dany Wuely Galvão Amaral (PM Amaral), e João Batista Viana Fonseca (PM Fonseca).

Os PMs Bruno Santos e Dany Wuely se apresentaram na quarta-feira (8), no Quartel do Comando Geral da PM.

Foram expedidos outros seis mandados de prisão contra policiais que já se encontram presos. Wilson Castro do Nascimento, John Mike Barros de Sousa, Hermano Lima de Queiroz, Victor José dos Santos, Brenno Duarte Bezerra e Jack Helson Nascimento Assunção (PM do Pará) estão presos por prática de homicídio.

Jefferson Vieira dos Santos, outro policial com prisão decretada, apresentou ontem quinta-feira (9) no Comando Geral da PM.

Dos 15 policiais militares com prisões decretadas, dois são da PM do Estado do Pará.

Quatro policiais continuam foragidos, mas a operação terá sequência até que todos os mandados de prisão sejam cumpridos.

(Do blog do Gilberto Lima)

Padrasto que espancou criança de um ano em Timon já está solto

 

O padrasto que espancou uma criança de um ano e dez meses em Timon nesta semana, já está em liberdade. José Hilton Santos Conceição, mais conhecido como ‘Lê’, foi preso ontem (8) pela polícia civil depois da criança ter dado entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) na última terça-feira (7) com traumatismo craniano e lesões na face e no corpo. O crime ocorreu na residência do acusado que vive junto com a esposa e o enteado, no bairro Cidade Nova. A criança foi atingida com socos e pontapés.

José Hilton Santos Conceição, o acusado foi solto na tarde desta quinta (9) durante uma audiência de custódia.

Segundo informações, o bebê foi levado inicialmente para atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Timon pela sua mãe, que ao ser indagada sobre o que tinha acontecido afirmou que a criança tinha caído na tentativa de proteger o marido, mas devido o estado do bebê os enfermeiros não acreditaram na versão apresentada pela mulher e continuaram com questionamentos. Pressionada, a mãe da criança resolveu contar a verdade.

Devido a gravidade, a criança foi imediatamente transferida para o HUT onde o mesmo se encontra-se numa das UTI’s com traumatismo craniano e coágulo no cérebro. A Delegacia Regional de Homicídios, foi imediatamente comunicada e iniciou as diligências para prender o padrasto, obtendo êxito na rua 19 do Bairro Cidade Nova II. O acusado já tem várias passagens pela polícia e é foragido da Justiça por ter rompido a tornozeleira.

Policiais civis de Timon que participaram da operação de prisão de José Hilton Santos Conceição estão indignados com a soltura dele determinada pela justiça. Fonte Elias Lacerda

Homem foi preso em Timon sob a acusação de ter matado uma mulher em 2014 em Buriti Bravo

A Polícia Civil de Timon , através de investigadores da 18ª Delegacia Regional de Polícia Civil e do 2º Distrito Policial, prendeu na noite desta quinta-feira (9) Valdimar Fernandes de Araújo.Ele foi preso no bairro Parque Alvorada.
Valdimar Fernandes de Araújo é acusado de ter matado sua companheira Neusa Sobral da Silva, em 2014, na cidade de Buriti Bravo.
De acordo com a polícia civil de Timon, a companheira do acusado foi morta com várias facadas desferidas por ele. Logo após o crime, o acusado fugiu da cidade e estava desaparecido desde então, mas investigações da polícia terminaram na prisão que aconteceu nesta quinta.
A prisão de Valdimar Fernandes de Araújo cumpre determinação da justiça de Buriti Bravo. Ele será recambiado pela polícia para a cidade de Buriti Bravo onde ficará à disposição da justiça daquele município. Fonte Elias Lacerda

ASSALTOS VOLTAM A PREOCUPAR COMERCIANTES EM COROATÁ

Só nesta quinta-feira (09) dois estabelecimentos comerciais foram alvos de assaltantes na cidade de Coroatá.

O primeiro aconteceu no Comercial Pará, localizado na Avenida da Bandeira, próximo ao colégio Segundo Grau. Imagens registradas por uma câmera de segurança mostram a ação de dois indivíduos que entram armados no local e anunciam o assalto. A dupla levou todo o dinheiro do caixa e o aparelho celular do proprietário.

O segundo assalto aconteceu por volta das 14h30 na loja Espaço Celular e teve a participação de três elementos. Um deles chegou ao local se passando por cliente e em seguida os outros dois entraram no estabelecimento anunciando o assalto. Eles renderam os funcionários e levaram 15 celulares.

Pelas imagens da câmera de segurança, que foi entregue à polícia, os assaltantes usaram uma Fan vermelha e uma Titan preta 150. Um dos indivíduos vestia uma camisa amarela, o outro uma azul e o terceiro uma camisa preta. A polícia segue as investigações, mas até o momento ninguém foi preso.

Veja o vídeo abaixo:

Fonte: Coroatá Online

Advogado é preso após fazer saque de R$ 31 mil com documento falso, em São Luís

O advogado Erlande de Jesus Castro foi preso em flagrante delito, nesta quinta-feira (09), pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), em São Luís.
Segundo informações policiais, o advogado, inscrito na OAB-MA 1635, estava tentando realizar na agência do Banco do Brasil, no bairro Calhau, saques indevidos de Requisições de Pequeno Valor em nome de terceiros e com documentos falsos no valor de R$ 31.227,29 mil.
A polícia apurou, ainda, que Erlande sacou no dia 03 de outubro a quantia de R$ 57.389,57 mil utilizando-se de documentos falsos.
Após análise técnico jurídico dos fatos realizada pela Autoridade Policial, o advogado foi autuado em flagrante delito por estelionato e associação criminosa.
Após as formalidades, o conduzido será encaminhado ao Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís.

Menor de 11 anos vai para a escola e desaparece no interior do Maranhão

A estudante Maria Luíza (foto abaixo), 11 anos, continua desaparecida desde o dia 7 deste quando saiu de casa para a escola, acompanhada de uma tia. Na esquina do colégio, teria discutido com a tia e saiu correndo. Depois disso, nunca mais foi encontrada. Colegas estudantes, professores, e a diretora da escola estão fazendo campanhas pelo aparecimento da menina. O fato aconteceu na cidade de Governador Edison Lobão, no interior do Maranhão.
Ela mora na Vila Getat onde foi criada pela avó e uma tia chamada Ivanilde, quem levou a menina para a escola na última terça-feira (7).
A diretora da escola, Néya Cardoso, disse que vinha estranhando a atitude da menor nos últimos meses, pois sempre foi muito frequente e boa aluna. Fonte Neto Weba

Banco do Brasil completa 35 anos em Vargem Grande

Em um passado não muito distante a população de Vargem Grande, Nina Rodrigues e Presidente Vargas para resolver alguma operação ou transação bancária teria que se deslocar até a cidade de Itapecurú. Depois de muitas solicitações e queixumes, a superintendência do BB no Maranhão, resolveu fazer um levantamento da viabilidade de instalação de uma agência no município. De posse dessas pesquisa e vendo que a demanda exigia a instalação de uma agência. Em 9 de novembro de 1982, em um prédio alugado na rua José Alexandre, se concretizava o sonho de todos Vargemgrandenses, era instalada a tão sonhada agência do Banco do Brasil. Por muitos anos o banco funcionou naquele prédio. Com instalações simples e funcionando de forma precária. Porém em setembro de 2003 o Banco instalava sua própria agência onde funciona até hoje. Ali naquele local, fora uma antiga usina de beneficiamento de arroz de propriedade do coronel José Firmino. A agência que já teve 14 gerentes, todos homens, foi crescendo a medida que as demandas da população pedia. Como diz o atual gerente Fernando: Melhoramos muito, mas é preciso aprimorar ainda mais nossos serviços. Com nove funcionários no quadro, mas nesse momento trabalhando apenas com 8, o banco atende 24.000 correntistas. Trabalham hoje na agência de Vargem Grande os seguintes servidores: Fernando Azevedo, gerente, Célia, Luis Carlos, Luiza, Arnaldo Rodrigues, Patrik, Jadson, e Geeyhandson. Portanto, são 35 anos de bons serviços a nossa comunidade. Todos estamos de parabéns, o Banco por nos servir, e nós como disse no início, não precisamos nos deslocar para outro município para recebermos os beneficios dessa grande instituição financeira. Parabéns.