Nina Rodrigues volta a crescer com Rodrigues da Iara

Rodrigues da Iara acompanhando o processo de pavimentação de Nina Rodrigues.
Em meio a  enormes dificuldades  financeiras enfrentadas pelo Prefeito Rodrigues da Iara e sua equipe durante o ano de 2017, o primeiro de sua gestão em Nina Rodrigues,tem uma avaliação muito positiva.
2017 foi um ano de reconstrução da infraestrutura da cidade, dos veículos e dos equipamentos públicos, além dos prédios, que se encontravam em situação de abandono e de destruição. Foi um processo demasiadamente oneroso para o nosso pobre município, cuja receita principal – o FPM – diminuiu em relação a 2016, em face da insuperável crise econômica, financeira e política nacional.
Parceria com o Governador Flávio Dino.
Apesar disso, logo no início do ano, com recursos próprios, a gestão municipal iniciou serviços de limpeza, drenagem e recuperação de ruas esburacadas e quase intrafegáveis; praças e avenidas foram revitalizadas, tornando a cidade mais habitável. Imediatamente a cidade ganhou um aspecto novo, uma nova cara. A Praia dos Amores, principal ponto turístico da cidade, também foi completamente revitalizada e sinalizada, passando a oferecer mais comodidade e segurança aos turistas. Foram recuperados cerca de 150 km de estradas vicinais e 15 pontes. O povoado São José dos Pretos, um dos territórios quilombolas mais antigos de Nina Rodrigues, foi beneficiado com luz elétrica. Em parceria com o Governo do Estado, foram implantados cerca de 4 km de recuperação asfáltica por meio do programa Mais Asfalto.
Investimentos pesados também foram feitos na recuperação dos veículos e das máquinas, que se encontravam sem condições operacionalização por falta de manutenção: ônibus escolares, tratores, caminhões, máquinas e equipamentos do PAC sem pneus e outras peças básicas. Tudo foi recuperado e a prefeitura ainda adquiriu novos veículos e máquina: uma ambulância, uma viatura policial e uma Motoniveladora (patrol) junto ao governo estadual; uma caminhonete para Secretaria Municipal de Saúde através de emenda do Deputado Hildo Rocha.
Prefeito acompanhando as obras de recuperação das estradas
vicinais ao lado dos vereadores.
Em relação aos prédios públicos, foi feito grandes investimentos para reformá-los, dotando-os de condições mínimas de funcionamento. Assim é que foi reformado com recursos próprios, o Ginásio Poliesportivo, o prédio da Prefeitura Municipal, o Centro Administrativo, que passou a abrigar a Secretaria de Educação, e várias escolas, além da reforma e ampliação da Creche Professora Assunção Sena Braga, cuja conclusão está muito próxima.
Os convênios inacabados foram reiniciados. A escola do Buriti, cujo convênio foi encerrado em outubro de 2016, com mais de 300 mil reais em conta, por falta de solicitação de prorrogação de prazo, está praticamente concluído com recurso próprio; a Creche do FNDE, o Estádio Municipal, as quadras do São Domingos e do Conjunto Isabela foram reiniciadas e as obras estão evoluindo a todo o vapor.
Parceria com o Deputado Hildo Rocha.
Os programas da área da saúde, da assistência social, da educação e da agricultura familiar que estavam pendentes foram regularizados e colocados em pleno funcionamento. Foram realizadas quatro feiras da agricultura familiar e o PNAE passou a ser adquirido dos agricultores familiares locais.
A participação popular foi assegurada e reuniu centenas de pessoas da sociedade civil organizada por meio das conferências municipais, audiências e reuniões públicas de agricultura, assistência social, saúde, educação, esporte, cultura, saneamento básico, direito da criança e do adolescente, direito da mulher e elaboração do Plano Plurianual 2018-2021.
Deputado Fábio Braga sempre presente e ajudando o município.
O calendário de pagamento foi mantido sempre sem atraso ou foi antecipado. Os professores contratados passaram a receber o piso nacional do magistério da educação básica. O carnaval se estendeu até o sábado seguinte à quarta-feira de cinzas. O São João ficou marcado pela enorme diversidade de apresentações, que reuniu um público numeroso. Tanto o carnaval, como o São João, tiveram o apoio decisivo do Deputado Fábio Braga e do Governo do Estado. Juntos, a Praia dos Amores, o Carnaval, o São João e o resgate da História da Balaiada foram os maiores responsáveis pelo impulso do turismo local verificado em 2017.
Com tantos investimentos, a gestão do prefeito Rodrigues da Iara proporcionou a circulação de dinheiro na cidade e no comércio local, particularmente, o que amenizou um pouco os efeitos da crise econômica e financeira sobre a vida do povo de Nina Rodrigues.
Corte do bolo durante aniversário da cidade.
Enfim, num ano marcado pela superação, o aniversário da cidade só poderia ser o que foi: uma histórica, grandiosa e belíssima festa de confraternização animada ao som da consagrada banda Forró Sacode. Um verdadeiro show pra ninguém botar defeito.
Eis a avaliação bem resumida do primeiro ano da gestão do prefeito Rodrigues da Iara. Teve muito mais, é claro. Também existem ainda muitos problemas a serem enfrentados e superados.
Por Zacarias Neto.
Secretário de Administração e Planejamento de Nina Rodrigues.

Em Santa Quitéria homem tem parte da orelha arrancada em briga

Na noite da quarta – feira (10/01/2018), por volta das 19h:30m, uma confusão entre dois homens, no povoado Santa Quitéria Velha, município de Santa Quitéria, terminou com a vítima René Da Silva, de 19 Anos, tendo parte de orelha direito arranca por uma mordida, o acusado seria Francisco José Vieira Da Silva, de 24 Anos.

A vítima foi levada para o hospital municipal daquela cidade. O acusado foi contido por populares e entregue a Guarnição que o conduziu para Delegacia da Polícia Civil para as devidas medidas cabíveis. O mesmo estava com algumas lesões provenientes da briga.
Acusado Francisco José Vieira Da Silva.

PREFEITURA DE URBANO SANTOS DECRETA LUTO OFICIAL DE 03 DIAS PELA MORTE DO URBANOSANTENSE DESEMBARGADOR E EX-GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO EMÉSIO ARAÚJO

Faleceu nesta terça-feira (09) o desembargador Emésio Dario Araújo, que foi presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão entre 1989 a 1991, período em que exerceu, interinamente, o Governo do Estado, em substituição ao então titular, João Alberto de Sousa.
 
Em nota, a prefeitura de Urbano Santos, administrada pela prefeita Iracema Vale, lamenta profundamente o falecimento de um dos ilustre urbanosantense, do ex-presidente do TJ/MA, desembargador Emésio Araújo, e vem a público manifestar solidariedade aos familiares do magistrado nesta hora tão difícil de dor e tristeza.

Juiz no MA recusa verba extra e devolve valores considerados “indevidos”


O juiz titular da 2ª Vara do Termo Judiciário de Paço do Lumiar, Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula, decidiu devolver à Justiça os valores que recebia a mais enquanto foi privilegiado.

A decisão foi protocolada por meio de um ofício no qual o magistrado solicita a Justiça que “seja efetuado o desconto em folha do equivalente a 4% (quatro por cento) do seu subsídio, mensalmente, para efeito de devolução dos valores que compreende percebidos de forma indevida”.

Esta não é a primeira vez que o juiz abre mão de auxílios concedidos à magistratura. Em novembro do ano passado, Carlos Roberto renunciou aos auxílios à moradia, saúde, alimentação e livros, o que foi prontamente acatada pela Justiça.

Entenda o caso

O juiz Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula desistiu em novembro de 2017 de auxílios que na época somavam mais de R$ 5 mil por mês. Segundo ele, o recebimento destas verbas feria a Constituição.

O juiz pediu na ocasião a renúncia dos auxílios concedidos à magistratura estadual do Maranhão e classificou dos auxílios como “penduricalhos”. Para se embasar, Carlos Roberto citou o artigo 39, inciso 3 da Constituição Federal que, conforme o qual o magistrado é remunerado exclusivamente “por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória”.

O juiz argumenta também que o artigo 37 da Constituição Federal determina que o subsídio dos magistrados seja fixado ou alterado por lei específica de iniciativa da presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) e que o fato não ser revisado anualmente não justifica legal e eticamente a compensação de perdas com a concessão dos auxílios. Em Tempo: Dr. Roberto foi Juiz em Vargem Grande e sempre se comportou como homem simples, e não distinguia proletários de pseudos elitizados.

G1 Maranhão

Jovem é assassinado dentro de casa após ter recebido alta do hospital no maranhão

Jovem da cidade de Tuntum-MA, que havia sido vítima de uma emboscada, e que estava internado se recuperando dos ferimentos no hospital (socorrão de Presidente Dutra) recebe alta, vai para casa,  e ao chegar minutos depois é assassinado.
Enquanto ele conversava e brincava com seu filhinho, um homem armado, entrou, e invadiu a casa que ele estava, e logo em seguida desferiu vários tiros na vítima, que  não resistiu e veio à óbito.

Assassino da maranhense morta no DF por tentar pedir a namorada em casamento se apresenta na delegacia de polícia e sai pela porta da frente

 

Foragido desde a noite do crime, o homem que matou a facadas a jovem Anne Mickaelly, 22 anos, se apresentou à polícia nesta terça-feira (9/1), acompanhado do advogado. Ele confessou o assassinato e disse que estava sendo ameaçado pela vítima. A jovem foi morta a facadas no rosto e no pescoço, no último sábado (6), na QR 519, em Samambaia.
De acordo com as investigações, o responsável, de 46 anos, que não teve a identidade divulgada pela polícia, trabalhava vendendo churrasquinho na porta de casa e era vizinho de Anne. O autor declarou que, na noite do crime, a menina teria se aproximado da família e soltado fogos para anunciar que mataria o homem e a família. Descontrolado, ele teria pego a faca de trabalho, usada para cortar as carnes, e deferido os golpes contra a jovem.
Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas Anne Mickaelly morreu no local. Ela era do Maranhão e tinha apenas uma tia que mora em Brasília, mas não mantinham contato.
Segundo o delegado responsável pelo caso, Joás Borges, o investigado e a família eram próximos da vítima. “O autor contou que, a princípio, acolheu a jovem, que frequentava a casa e era amiga da filha dele. Quando soube que a Anne teria problemas com drogas, a família começou a se afastar. Foi a partir disso que ela teria começado a difamar a família, mandar fotos de armas e ameaçá-los constantemente”, explicou.
A polícia não informou se a vítima tinha antecedentes criminais e também não revelou outras detalhes para, segundo o delegado, não atrapalhar as investigações.
A hipótese de que o assassinato teria como razão um pedido de casamento feito por Anne à filha do autor do crime, de 23 anos, foi descartada pela polícia. “A própria filha do autor negou qualquer relacionamento com a vítima”, afirmou Joás.
O Correio entrou em contato com o tio da vítima, Antônio José Moneiro, 34 anos, que refutou a versão do autor. Ele relatou que antes de se mudar para Brasília, Mickaelly morava na mesma casa que ele e os avós. “Ela era uma menina querida”, contou.
Segundo Antônio, a sobrinha retornou algumas vezes à terra natal e passou temporadas com a família. Ele confirmou que a jovem era lésbica e disse que ela mantinha relação amorosa com a filha do assassino. “Ela foi para Brasília na sexta (5/1) para reencontrar a parceira. Tentamos impedí-la, pois o pai da menina não aprovava. Ela era a única ameaçada nesta história”, lamentou.
O homem não tinha passagens pela polícia e foi liberado após prestar esclarecimentos. Ele deve responder por homicídio qualificado por motivo fútil. O caso ainda está sendo investigado pela 32ª DP (Samambaia Sul)