“Além da geração de renda, é preciso se preocupar com questões ambientais”, diz deputado Fábio Braga sobre atuação da Suzano no Maranhão

“Além da geração de renda, é preciso se preocupar com questões ambientais”, diz deputado Fábio Braga sobre atuação da Suzano no Maranhão

Na última quinta feira (19), o deputado Fábio Braga (SD) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para expor suas considerações sobre a atuação da Suzano Papel e Celulose na unidade de Imperatriz. Segundo o deputado, apesar da empresa ser importante na geração de renda e no crescimento econômico da região, é preciso haver uma preocupação maior com a questão ambiental.

“Nós temos sempre que ficar atentos com essas questões ambientais. A empresa Suzano apresentou todo um plano e um projeto socioambiental de proteção e fortalecimento produtivo e da questão da preservação ambiental e sabemos da importância de seus investimentos na geração de emprego e geração de impostos no Estado do Maranhão”, destacou o deputado Fábio Braga, que participou de uma reunião com representantes da Suzano onde foi explanado o projeto socioambiental de proteção e fortalecimento produtivo e a preservação ambiental por parte da empresa.

Fábio Braga também pontuou sobre a preservação das estradas que dão acesso à empresa, há um desgaste maior dessas áreas e mais riscos de acidentes por conta da constante circulação de caminhões. “A circulação desses caminhões faz com que a trafegabilidade fique prejudicada em alguns trechos de estradas que ligam à Imperatriz, ocasionando sempre problemas para as comunidades que vivem, residem e precisam se deslocar na região”, falou o deputado.

Durante a reunião – que também contou com as presenças do presidente Othelino Neto, Edivaldo Holanda, Max Barros, Edilázio Júnior, Francisca Primo, Léo Cunha, Marco Aurélio, Sérgio Vieira e vários outros deputados – foram feitos diversos questionamentos aos representantes da Suzano sobre a atuação da fábrica e investimento em programas sociais.

“Os representantes da Suzano têm que ter preocupação em saber que os investimentos feitos nas regiões de Imperatriz e do Baixo Parnaíba, nas cidades de Urbano Santos, São Benedito e Chapadinha podem ser melhorados a partir do momento que sejam observados princípios básicos para que proteja o meio ambiente e as comunidades que vivem em torno das fábricas e das plantações”, acentuou Fábio Braga.

Investimentos

Em menos de três anos a Suzano inaugurou uma fábrica na cidade de Imperatriz, com investimentos na ordem de três bilhões de dólares, incluindo centros e fábricas, com a produção de unidades florestais na região para abastecer essas fábricas. Fábio Braga enfatizou que as explanações feitas pelos representantes da empresa mostram que a fábrica é uma das mais modernas do mundo, gerando emprego e renda para a região de Imperatriz e Açailândia.

Apesar disso, Fábio Braga afirma que para a atuação da Suzano ser melhor para todos, é preciso haver uma preocupação com povos que vivem naquela região e preocupação dos governantes locais para beneficiar as comunidades que vivem à margem dessas unidades florestais da Suzano.

“Com esse investimento, a Suzano tenta compensar com programas sociais que, desde 2010, têm sido implantados principalmente nas regiões de Imperatriz e do Baixo Parnaíba. Mas, apesar de todo esse investimento, geração de emprego para mais de 7.000 pessoas e pagamento de impostos, a Suzano precisa investir mais em cuidar não só do meio ambiente, como das pessoas que vivem naquela região, protegendo as florestas e a comunidade”, finalizou o deputado.

Jovem teve 45% do corpo queimado por uma desconhecida

Estudante de farmácia Beatriz Carneiro de Araújo, de 20 anos, conta como ficou abalada após ter 45% do corpo queimado durante ataque de uma desconhecida em São Luís de Montes Belos, a 120 km de Goiânia. Ela está passando por tratamento no Hospital de Queimaduras de Anápolis, a 55 km de capital, e precisa ir a cada dois dias na unidade para fazer raspagens.

Ao lembrar do episódio, que ocorreu no último dia 16 de março, a estudante relata que ficou em choque com o ocorrido e que não conhece a autora.

“Nunca tinha visto a mulher. Fiquei muito desesperada. Essa dor eu não desejo para ninguém”, disse em entrevista à TV Anhanguera.

A jovem estava saindo de um mercado quando o vidro do carro dela foi quebrado e a autora jogou álcool e ateou fogo nela. A vítima conta que sentiu o gosto do álcool na boca e, mesmo com o carro já em movimento, saiu correndo.

“Lembro do desespero de pensar porque daquilo. Eu estava com muita angústia. Fiquei repetindo: ‘Eu nunca fiz mal a ninguém’. […] Fiquei muito nervosa, mas com muita dor porque eu vi que tinha queimado. Estava desesperada e o pessoal tentando me acalmar. A dor era imensa”, recordou.

Blog da Priscila Petrus

A corrupção no Brasil nasceu agora?

Depois de vermos atualmente a prisão de ex-presidente, ex-ministros, deputados, presidente de câmara, prefeitos, e vereadores, nos vem a pergunta: A corrupção no Brasil começou agora? e a resposta é clara, não. No escândalo do mensalão, Joaquim Barbosa ficou mais conhecido do que artistas e jogadores famosos. Mas se buscarmos a história do país não muito distante vamos nos deparar com o escândalo dos Anões do Orçamento, que tinha um integrante do grupo, que fora eleito pelo povo do Maranhão, o deputado Cid Carvalho. Além dele, o campeão de acertos em jogos da loteria, o saudoso João Alves que acertou 200 vezes na loteria e deveria ter feito um livro com o titulo: Como acertar os números da Quina. Mas apesar de todos esses tristes episódios, eles conheciam as suas funções e não eram omissos. Sabiam roubar sem esquecer de legislar. Naquela época, ninguém foi preso. Existem experientes jornalistas que acreditam que o Judiciário se tornou tutor do legislativo e do executivo, por simples omissão de ambos. Os membros do Judiciário sem receber nenhum voto, são os que legislam e executam no lugar daqueles que receberam nosso votos, mas se preocupam mais em agradar os interesses das empresas e os empresários que bancaram suas campanhas. E aí, deu no que deu, e vai continuar dando. Devemos aprender a escolher melhor nossos representantes, para que os poderes apesar de harmônicos, não se intrometam nas funções dos outros. Principalmente quando esses outros se omitem na execução das tarefas que lhes conferem a constituição. Legislar é preciso, executar também, mas por aqueles que foram legitimamente escolhidos pelo povo.

Imagem e Relíquia de São Francisco virão a Vargem Grande

 

São Francisco de Assis

No período de 06 a 08 de maio a Fraternidade São Sebastião da Ordem Franciscana Secular estará recebendo a Imagem e Relíquia do \pai Seráfico, São Francisco de Assis. Está prevista para as 17hs a chegada da Imagem e Relíquia, no Portal da cidade, que será recebida pela comunidade Franciscana, os devotos e as comunidades e pastorais católicas.Do Portal, seguem em procissão até a Igreja Matriz onde será celebrada a Santa Missa. Na segunda-feira, dia 07, será feita a visita da Relíquia no Serviço de Enfermos e Idosos da Ordem Franciscana Secular. Das 12 às 18 hs as Relíquias permanecerão no Santuário para a veneração dos fieis. As 13hs Oração da Coroa Franciscana com a Ordem Franciscana Secular e todo povo de Deus. Nesse mesmo dia, as 18 hs haverá a transferência das Relíquias para a Igrejinha do Bairro São Francisco, nessa hora, acontecerá a procissão luminosa e ao chegar na Igrejinha, acontecerá outra celebração de Missa. As 21 hs a reposição das Relíquias para a casa das Irmãs Dorotéias, filhas do Sagrado Coração. No dia 08 as 7hs e 30min visita na escola das IrmãsFarina. as 8 hs, transferência para a Casa Paroquial e a Oração de Despedida, e finalmente as 9 hs, saída para Chapadinha. Portanto a comunidade católica de Vargem Grande, terá a oportunidade de venerar e com fé fazer os seus pedidos a aquele que em vida obteve a graça do chamamento de DEUS.

Preso acusado de comandar desmanche de motos em Açailândia, no Maranhão

João Manuel Soares Lima é acusado pela polícia de usar um quintal para desmanchar motos roubadas. Com ele também foram encontrados um revólver e dois rifles.


Por G1