Urgente! Idosa sofre grave acidente na Ma 020 em Vargem Grande

Ilustrativa

A Sra. Maria de Jesus dos Santos Pereira Diniz ,deu entrada no Hospital Municipal Benito Mussoline de Sousa em Vargem Grande, pontualmente as 4 hs e 5 min da tarde de hoje, (24) ela foi vítima de acidente na Ma 020 próximo a cerâmica do Zé Pedinho.

De acordo com informações, Dona Maria de Jesus vinha da Zona Rural com destino a sua residência na Rua São Tome S/N, bairro do açude Velho em Vargem Grande, quando, de repente bateu em uma pedra e caiu no solo. A sua acompanhante, no primeiro momento tentou levanta-la, mas viu que a mesma sangrava pelos ouvidos e estava desacordada.

Imediatamente a acompanhante se dirigiu ao hospital, comunicou a direção desse, que de imediatamente determinou que a ambulância fosse socorre-la. Depois de chegar e se submeter aos primeiros socorros, ela foi transferida para uma unidade hospitalar em São Luís.

AMAPÁ DO MARANHÃO | Câmara afasta prefeita suspeita de superfaturamento em licitação

 

A câmara de vereadores de Amapá do Maranhão afastou na manhã desta quarta feira (23), por 7 votos a 2,a prefeita Tate do Ademar do mandato por 90 dias.

Os vereadores afastaram a prefeita por suspeita de falsa licitação e superfaturamento em compras de peças de carros.

Desde que assumiu a prefeitura, Tate tem realizado uma administração desastrosa e o município tem sofrido pela péssima gestão.

O vice-prefeito João Vilar Almeida (PCdoB) tem 24 horas para tomar posse na câmara Municipal de Amapá do Maranhão.

Os vereadores que votaram a favor do afastamento da prefeita foram:Raimunda Torres, Arlete Pacheco, Dorinha da Pesca, Gilvanilson Rocha, Erick Domingos, Rosemary Sousa e Renato Araújo.

OPERAÇÃO POLICIAL APREENDE 4 TONELADAS DE MACONHA EM ALTO ALEGRE DO PINDARÉ

Uma operação policial foi deflagrada nesta quarta-feira (23), na região  indígena do povoado Massaranduba, no município de Alto Alegre do Pindaré-MA. A operação durou mais de 11:00h e contou com equipes da Polícia Militar, Centro Tático Aéreo e policiais da delegacia de Santa Inês.

A polícia conseguiu queimar cerca de de 25 mil pés de maconha além de 7 sacas de maconha prensada, um total de 4 toneladas de maconha pronta para o consumo e tudo isso avaliado em mais de R$ 1.000.000 (um milhão de reais).

O local do plantio é de difícil acesso o que fez com que a polícia usasse o apoio da aeronave. Além da apreensão da droga a polícia ainda apreendeu uma espingarda.
A polícia Militar do Estado do Maranhão em conjunto com a polícia Civil e equipes especiais, tem realizado um trabalho ostensivo de combate ao plantio, armazenamento e comercialização de maconha na região do Vale do Pindaré. Somente nos este mês já foram apreendidas mais de 11 toneladas da droga, com apreensões em Santa Luzia e Alto Alegre.

CINCO PESSOAS MORREM EM COLISÃO ENTRE ÔNIBUS E GOL NA BR-135 NO MARANHÃO

Cinco pessoas morreram no íncio da manhã desta quinta-feira (24), em um grave acidente de trânsito, tipo colisão traseira. registrado no km 46 da BR 135, na localidade Peris de Cima, no município de Bacabeira-MA.
Conforme a Policia rodoviária federal, por volta das 5h da manhã desta quinta, um veiculo modelo VW/Gol de cor preta, vindo de Arari/MA com cinco ocupantes, ao reduzir em um quebra molas, foi atingido por um ônibus da empresa Guanabara, linha Fortaleza/São Luís, que não conseguiu parar, atingido violentamente a traseira do automóvel, que foi jogado para o canteiro central, ficando completamente destruído.
Os cinco mortos são ocupantes do automóvel que viajavam de Arari para São Luís. O motorista do ônibus se apresentou a PRF. Os corpos continuam no local aguardando a chegada de peritos do IML. O ônibus permanece no local do acidente. No decorrer do dia deverá ser divulgada a lista com o nome dos mortos.
Equipes da PRF, Corpo de bombeiros e IML foram acionadas. Uma equipe da empresa Guanabara também foi até o local. Fonte Francisco Vale

DELEGACIA DE ITAPECURU MIRIM EXPLICA SOBRE MENOR QUE FURTOU METRALHADORA DA DELEGACIA DE PIRAPEMAS

A Polícia Civil do Maranhão-Delegacia Regional de Itapecuru Mirim vem informar que o adolescente M.I.O., de 17 anos, autor do ato infracional análogo ao crime de furto qualificado e dano qualificado, com subtração da metralhadora e do colete da Delegacia de Pirapemas, apos uma abordagem pela Polícia Militar da região, em uma Van, próximo a Bela Vista MA, conduziram-no para Delegacia Regional de Santa Inês e o Dr Ederson nos avisou. Providenciamos uma Equipe para buscar o adolescente e traze-lo para Itapecuru. Entramos em contato com o Juiz pedindo agilidade na decretação da Internação e fomos atendidos. O adolescente colaborou e entregou seu comparsa e que um tal de Ronaldinho emprestou o revólver cal.38 que utilizou quando entrou na DP Pirapemas. Que venderia a metralhadora por 8.000 reais a facção bonde do quarenta, a qual faz parte. Já praticou vários assaltos, responde por porte ilegal de arma de fogo e já esteve internado por 2 vezes no Canaã. Seu comparsa Charles, que também entrou na DP, foi localizado e conduzido para DP Pirapemas.

Ascom: Delegacia de Itapecuru Mirim

A MALDIÇÃO DE ADHEMAR DE BARROS

Apesar da ser a unidade líder da Federação, o último governador do Estado de São Paulo eleito diretamente à presidência da República foi Jânio Quadros, que não era paulista, mas natural de Campo Grande, hoje capital do Mato Grosso do Sul. O instável político, após vencer o pleito de 3/10/1960 com mais de 5,6 milhões de votos e assumir o governo em 31/1/1961, deixou a Nação atônita e perplexa ao renunciar no dia 25/8. Em lacônica mensagem encaminhada ao Congresso Nacional disse sentir-se esmagado por forças terríveis que “levantam-se contra mim e me intrigam ou difamam, até com a desculpa da colaboração”.

Na Velha República (1889-1930) três ilustres paulistas foram governadores do Estado e presidentes da República: Prudente de Moraes, nascido em Piracicaba (15.11.1894-15.11.1898); Campos Sales, natural de Campinas (15.11.1898-15.11.1902); Rodrigues Alves, filho de Guaratinguetá (15.11.1902-15.11.1906).

ADHEMAR DE BARROS.

Desde 1906 governador algum, nascido em solo paulista, assumiu a presidência pela força do voto. Jânio Quadros foi governador, mas era mato-grossense. Ulysses Guimarães candidatou-se em 1970, foi derrotado e não havia sido governador. Franco Montoro exerceu o governo, mas não disputou a presidência. Adhemar de Barros, Paulo Maluf, Orestes Quércia, Mário Covas, José Serra, Geraldo Alckmin foram governadores e tentaram ostentar a faixa presidencial. Apesar de experientes e poderosos não conseguiram a popularidade necessária para ocuparem o Palácio do Planalto. Lula é pernambucano de Garanhuns, foi presidente, mas não foi governador. Michel Temer jamais ocupou o Palácio dos Bandeirantes. Atingiu a presidência por caminhos transversais. Foi vice-presidente de Dilma Roussef, deposta­­­­­­ por crime de responsabilidade.Afirmam os antigos recair sobre o Palácio dos Bandeirantes anátema lançado por Adhemar de Barros. Atribuindo a derrota nas urnas à ingratidão dos aliados, teria lançado, sobre os futuros governadores, a maldição de que jamais alcançariam sucesso na disputa em que fracassou.

Afastada a suposição do sobrenatural, cabe indagar porque governadores paulistas, após longa e vitoriosa carreira não conseguem superar o último desafio e conquistar o maior galardão que o político brasileiro pode almejar. Várias hipóteses podem ser aventadas para fato incapaz de ser explicado e impossível de ser entendido. Uma das muitas alude à rejeição entre eleitores do norte-nordeste.

O mato-grossense Jânio Quadros foi vereador, governador, e presidente, graças à popularidade granjeada no combate à corrupção. O homem da vassoura fez de Adhemar de Barros, cujo lema seria “rouba, mas faz”, o alvo predileto. Não teria, contudo, suportado o isolamento na recém-inaugurada Brasília, e enfrentava dificuldades de diálogo com a imprensa e o Poder Legislativo. O carioca Fernando Henrique Cardoso teve a campanha pavimentada pelo Plano Real do presidente Itamar Franco. Não conseguiu, todavia, fazer de José Serra o sucessor.

Nas disputas de 7 e 28 de outubro a hipótese da maldição será novamente testada. Geraldo Alckmin busca, pela segunda vez, eleger-se presidente da República. Com a ausência compulsória de Lula, as candidaturas encontram-se niveladas. Alckmin não aparece, até o momento, entre os mais fortes candidatos. Conseguirá o ex-governador do Estado de São Paulo desmentir a lenda e concretizar antigo projeto político, ou o imaginário anátema atribuído ao Dr. Adhemar terá o poder necessário para derrotar o político de Pindamonhangaba?

As eleições se aproximam. As pesquisas indicam disputa acirrada na conquista da preferência do eleitorado. Prevalecerá a razão ou se confirmará a superstição? Seria o caso de se convocar algum exorcista? É aguardar e ver.

Almir Pazzianotto Pinto, advogado, foi ministro do Trabalhoe presidente do Tribunal Superior do Trabalho.