CORPO DE PRÉ-CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL É ENCONTRADO NUMA SOLTA EM POÇÃO DE PEDRAS

O corpo do pré-candidato a deputado estadual pelo PCdoB, José Alves de Oliveira, 55 anos, mais conhecido pelo apelido de “Itamar”, foi encontrado em Poção de Pedras na manhã desta segunda-feira, dia 2. O corpo foi achado sem sinais de violência por moradores numa solta nas imediações do Bairro Poeirão, sendo levado ao hospital municipal para análise.

A guarnição da Polícia Militar de Poção de Pedras esteve no local e realizou os primeiros procedimentos. Suspeita que Itamar tenha sofrido um fulminante ataque cardíaco, enquanto caminhava pela solta, levando-o a óbito; uma investigação será aberta para apurar as reais causas da morte.

Em entrevista ao blog do Carlinhos, publicada no mês de janeiro, Itamar se declarou pré-candidato a deputado estadual. Sua pré-candidatura ficou conhecida na região do Médio Mearim, após anunciar um polêmico projeto na qual prometia usar todo seu salário de deputado para comprar motos para sortear entre seus eleitores.

Em conversa recente com o titular do blog, Itamar voltou a afirmar que seria candidato e que tinha apoio político do prefeito Cascaria.

“Ontem estive com o prefeito Cascaria e ele me garantiu que vai me apoiar só 50%”, afirmou Itamar.

Nas eleições municipais de 2016, Itamar ainda se candidatou a vereador pelo PCdoB com o número 65444, mas depois teve sua candidatura indeferida por problemas na Justiça Eleitoral.

Nas redes sociais, o prefeito Júnior Cascaria lamentou a morte do amigo.

Van e Golf colidem próximo ao povoado Leite e motorista do Golf morre

Uma Van que transporta passageiros de Tutoia para São Luís, colidiu com um carro golf que também transporta passageiros de Mata Roma para São Luís. No momento do acidente a Van vinha de São Luís para Tutoia, enquanto o golf de cor azul e placas NEI 6306 Fortaleza -Ce que era dirigido por Fábio Braz, e que faleceu ao ficar preso nas ferragens, se dirigia para São Luís.

Além de Fábio que morreu na hora, o carro levava quatro passageiros e segundo informações, 2 estão em estado grave.Os passageiros da Van não tiveram qualquer ferimento. Uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Itapecurú-Mirim foi informada e esteve no local para resgatar o corpo das ferragens e demais serviços afetos a corporação.

Sistema carcerário: Educação máxima

NELSON VALENTE

O sistema carcerário brasileiro, ainda hoje, é considerado “medieval”, uma vez que, não acompanha a evolução da tecnologia e a passagem dos anos. Somente em 2010, foi criada a Lei nº 12.245/2010 – Altera o art. 83 da Lei no 7.210, de 11 de julho de 1984 – Lei de Execução Penal, para autorizar a instalação de salas de aulas nos presídios. que determina a oferta de educação básica e profissional em todas as unidades prisionais. O descumprimento dessa lei, haja vista que 40% dos presídios ainda não tem sala de aula, vai ao encontro de outro problema: a falta de estrutura.

O modelo de educação a ser implementado nas prisões, encontra aparato legal no que segue:

Parecer CNE/CEB nº 4/2010, aprovado em 9 de março de 2010 – Diretrizes Nacionais para a oferta de educação para jovens e adultos em situação de privação de liberdade nos estabelecimentos penais.

Resolução CNE/CEB nº 2, de 19 de maio de 2010.Dispõe sobre as Diretrizes Nacionais para a oferta de educação para jovens e adultos em situação de privação de liberdade nos estabelecimentos penais.

Parecer CNE/CEB nº 5/2015, aprovado em 10 de junho de 2015 – Remição de pena pelo estudo de pessoas em privação de liberdade no sistema prisional brasileiro.

Resolução CNE/CEB nº 4, de 30 de maio de 2016 – Dispõe sobre as Diretrizes Operacionais Nacionais para a remição de pena pelo estudo de pessoas em privação de liberdade nos estabelecimentos penais do sistema prisional brasileiro.

Como reeducar, reinserir e ressocializar jovens e adultos de Espaços Prisionais por meio da Educação a Distância visando a Aprendizagem e Profissionalização na Educação Básica? Entretanto, nenhum dos órgãos dá passos efetivos com projetos eficientes que permitam a inclusão desses detentos na sociedade. Fica claro que existe divergência sobre quem deve agir e como, e em meus estudos, fica evidente que a Secretaria da Educação deveria assumir este cenário.

A educação é o caminho, antes que o país afunde de vez na ignorância, miséria e violência.