Multidão lota Club do Getúlio para recepcionar Pancadão e dep. Edilázio Junior

Destacado

O Club do Getúlio foi pequeno para receber a multidão que desde o início da manhã aguardava com ansiedade a presença do líder político Matias Pancadão e o deputado Edilázio Junior que foi a Vargem Grande, dizer que seu apoio é incondicional e irrestrito a pré-candidatura de Pancadão a prefeitura municipal de Vargem Grande no ano de 2020.

O vereador e presidente da Câmara, Braga, esteve presente e disse ao anfitrião que estava ali em seu nome e de seus pares, para dizer da satisfação de participar de um evento dessa envergadura na vida política de Vargem Grande.

Dr.Miguel que fora convidado, ligou para o amigo Pancadão que infelizmente estava de plantão na cidade de Chapadinha, mas que estava deveras feliz com a realização do evento e a presença do deputado Edilázio que dá provas de que está pronto para ajudar Vargem Grande no que estiver ao seu alcance.

Pancadão disse que convidou outros amigos, que por motivos alheios as suas vontades não puderam se fazer presentes. Mas que estava feliz com a presença da população que mais uma vez não lhe nega o seu chamado.

Pancadão é um dos fortes nomes da oposição para ocupar o palácio Hildenora Gusmão, e que na eleição passada dera sustentação política ao atual gestor.

Deputado Edlázio com Pancadão e o Sr. Getúlio, dono do Club

O Deputado Edilázio disse o que o povo já sabia mas queria ouvir de sua própria boca, de que está nessa luta com Pancadão para o bem de todos e o desenvolvimento de Vargem Grande. Oficializou a entrega do comando do PSD de Vargem Grande ao amigo e correligionário Pancadão e agradeceu os sufrágios recebidos na ultima eleição. Foi uma festa que vai ficar por muito tempo na memória de todos que estiveram no Club do Getúlio para prestigiar o evento.

Matias Pancadão e Deputado Edilázio Junior,

URGENTE! Dutra volta pra UTI e passará por cirurgia

Destacado

Domingos Dutra nos braços do povo

O Blog do Neto Cruz acaçalou, por meio de seus informantes bem posicionados, que o prefeito de Paço do Lumiar Domingos Dutra voltou para a UTI do Hospital São Domingos ontem, 16.

Conforme dito pelo interlocutor do Blog – que faz parte do seio familiar de Dutra – foi muito precipitada a retirada dele da UTI, no último dia 13, conforme noticiado pelo Blog.

Núbia já estava querendo levá-lo pra casa. Como uma parte do crânio foi retirada, ele precisa fazer uma cirurgia reparadora, botar uma placa de titânio. Isso ainda não tinha sido feito. Ocorre que o lado afetado estava pressionando o outro lado do cérebro. O médico agora tem que fazer logo essa cirurgia. Provavelmente será hoje ou amanhã, finalizou a fonte. Fonte Neto Cruz

PIS/Pasep: benefício para os nascidos em agosto já está liberado

Destacado

O abono salarial do calendário 2019/2020 do Programa de Integração Social (PIS ) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), para os beneficiários nascidos em agosto, já está liberado desde essa quinta-feira (15).

Os trabalhadores com inscrição no PIS recebem na Caixa Econômica Federal. De acordo com o banco, o valor total disponibilizado para os nascidos em agosto é de R$ 1,4 bilhão destinado a 1,6 milhão de beneficiários. O trabalhador com inscrição no Pasep recebe o pagamento no Banco do Brasil.

O dinheiro do benefício pode ser sacado até 30 de junho de 2020 e pode ser consultado, no caso do PIS, pelo Aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo telefone 0800 726 0207.

Os titulares de conta individual na Caixa, com cadastro atualizado e movimentação na conta, recebem o crédito de forma automática.

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS ou no Pasep há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias, em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

É necessário ainda que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2018. Fonte Agência Brasil

.

Saiba mais

Bolsonaro manda suspender uso de radares nas rodovias federais

Destacado

                                                                                Foto: Divulgação/PRF 
O presidente Jair Bolsonaro determina ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio de despachos publicados nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial da União, que suspenda o uso de radares “estáticos, móveis e portáteis” até que o Ministério da Infraestrutura “conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.De acordo com o documento, a medida tem por objetivo “evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade”.
O despacho do presidente pede também que o ministério “proceda à revisão dos atos normativos internos que dispõem sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais pela Polícia Rodoviária Federal.
Ao deixar o Palácio da Alvorada, nesta manhã, Bolsonaro destacou que os radares fixos, aqueles instalados em postes ao lado das rodovias, não entram nessa suspensão, pois o governo tem contratos com empresas que operam esses equipamentos. “Não vamos alterar contratos”, disse. O presidente já afirmou, entretanto, que a intenção é, ao fim do prazo, não renovar esses contratos.
Agência Brasil

Em Vargem Grande secretária de saúde é convocada pela Câmara, e é abandonada por seus pares

Destacado

Uma história deveras inusitada está acontecendo nas entranhas da política de Vargem Grande. A secretária de saúde do município é convocada a prestar esclarecimentos sobre denuncias na saúde, e é literalmente abandonada pela base aliada do governo, com exceção do vereador Germano Barroso, que votou contra a convocação.

Essa decisão dos vereadores da base governista, permite ao mais desatento observador ver um leque de opções e alternativas para o gesto. Ou o prefeito não está nem aí para o que acontece na Câmara, como fez quando da ultima eleição que seu irmão Germano tentara a reeleição para presidente daquele poder, e ele ficou indiferente, ou ele não tem nenhum interesse em defender aliados, optando pela máxima,do salve-se quem puder.

Essa convocação não deixa de ser um momento muito delicado para prefeito e aliados,queiram ou não os desatentos detentores do poder.

Todos sabemos que a secretaria de saúde tem uma titular, e que essa titular é pessoa de confiança do gestor, e que quando a secretaria vai bem ou mal,o ônus e o bônus, recaem inevitavelmente na pessoa do administrador central, no caso, o prefeito.

Ou o prefeito não tem noção do grave momento que atravessa a administração, principalmente no setor da saúde, ou simplesmente entregou a frigideira na mão dos vereadores aliados, para que pudessem ajudar a oposição a fritá-la. Esse sem dúvidas, é um momento incomum.

Circulou a boca pequena, que a secretária estaria demissionária, e que sua substituta seria a ex-vereadora Eranildes Coelho, mas com o tempo, a boataria foi abortada.

Junte-se a tudo isso, os vereadores que querem a reeleição, a partir de agora, vão procurar manter-se a distância de quem não está de bem com o povo, para não comprometer o seu projeto político do próximo ano.

A arte imita a vida, e a vida tem na política uma arte. E na arte da vida e da política, amigos são como aves de arribação, se faz bons tempos eles vem, se faz mal tempo eles vão.

Vamos ver como se comportarão os vereadores da base aliada no caso da convocação dos secretários para prestarem esclarecimento sobre o seletivo “Sinal Verde”. Será que terão o mesmo comportamento?

TCE AFROUXA E ADIA PRAZO QUE APURA ACUMULO DE CARGOS NO MARANHÃO

Destacado

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Maranhão decidiu prorrogar, pela segunda vez, o prazo para que gestores públicos estaduais e municipais informem à corte quais providências foram tomadas pelas respectivas gestões para corrigir as ilegalidades por acúmulo indevido de cargos no âmbito da administração pública.

O novo afrouxamento no cerco contra esse tipo de malandragem no serviço público ocorreu nesta quarta-feira 14, durante a sessão do Pleno, por sugestão apresentada pelo próprio presidente do tribunal, conselheiro Nonato Lago.

Conforme vem mostrando a imprensa, o primeiro prazo terminou no dia 14 de julho último, quando houve o primeiro prorrogamento, que se encerraria ontem 14.

Segundo o Cesma (Censo Eletrônico dos Servidores do Estado) mais recente, elaborado pelo próprio TCE-MA, existem cerca de 37 mil casos de acúmulo ilegal de cargos públicos no Maranhão. A maioria, segundo a análise da corte, envolve profissionais da educação e da saúde.

Ao sugerir a prorrogação do prazo em mais três meses, Nonato Lago alegou, sem entrar em maiores detalhes, haver sido procurado por diversas instituições preocupadas com as consequências das medidas para sanar esses conflitos.

De acordo com publicação no site do TCE, dentre os que procuraram o presidente da corte estão os presidentes da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB); da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT); da Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão), Erlânio Xavier; e da Seccional maranhense da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Thiago Diaz.

Eles teriam apresentado o pleito por entenderem, segundo diz o tribunal, que há diversas situações que precisam de uma análise mais criteriosa.

A votação pelo novo prazo foi unânime, tendo os conselheiros Edmar Cutrim e Jorge Pavão se pronunciado favoráveis à proposta, argumentando que a prorrogação vai evitar prejuízos e injustiças.

Fonte: Atual7

Câmara de vereadores de Vargem Grande cobra esclarecimentos sobre crise na saúde do município

Destacado

Prefeito de Vargem Grande Carlinhos Barros (PCdoB)  0   

  A Câmara Municipal de Vargem Grande, a 172 km de São Luís, aprovou em sessão ordinária na última sexta-feira (9), um requerimento para convocação da secretária de saúde do município, Nicoly Mesquita, para prestar esclarecimento sobre a crise na saúde que envolve inúmeras denúncias na gestão de Carlinhos Barros, entre elas; não funcionamento de postos de saúde, falta de ambulância, ausência de profissionais da saúde, falta de medicamento, entre outras diversas irregularidades.

 Representantes da Câmara Municipal e o Ministério Público do Maranhão, estiveram fiscalizando e apurando as denúncias nos postos de saúde das comunidades; Almeida, Riacho do Mel e pedra Grade. 

Nos três postos de saúde, viu-se o retrato do abandono, a falta de zelo e responsabilidade com a coisa pública e o nítido sofrimento da população, pois é quem mais sofre com essa real situação, constatada (in loco), de falta de medicamentos, acompanhamento de profissionais da saúde, etc., confirmando, portanto, as denúncias. Fonte Enquanto Isso no Maranhão

Vejam como votaram os parlamentares no requerimento de convocação da Secretária de Saúde:

CONTRA

  • Germano Barros

A FAVOR

  • Braga
  • Célio Mendes 
  • Chico do Zé Pedro
  • Chaguinha do Bala
  • Diegão da Madeireira
  • Farid Trabulsi
  • Jociedson Aguiar
  • Luzilvan Monteiro
  • Neide Viana
  • Roberto do Juvenil
  • Trabulsinho

A visão da política de Vargem Grande, depende do ângulo que você olha

Destacado

Na política quem ataca, sempre deixa a desejar. Pois quem tem argumentos sempre os coloca como proposta de solução para as demandas.

Um ou outro atacam tanto os políticos, como aqueles que fazem comentários que não gostariam de ouvir. E por aí vai. Ainda não se tem uma legislação mais consistente para punir, quem faz das redes sociais, um instrumento de guerra e desacatos.

A guerra ainda nem começou, como disse uma comentarista em postagem nesse espaço semana passada, mas prenuncia-se grandes combates.

E ninguém fez nenhuma menção até o momento, onde estão Dona Aparecida Leite, Edmilson Carneiro, e o Chicocó, pessoas que tem influência política em maior ou menor proporção, mas com certeza, ainda tem seus seguidores.E os políticos na sua santa ignorância, os ignoram, deixando-os no anonimato e esquecimento.

Esses atores políticos estarão com quem nas próximas eleições? Podem os três estarem juntos num mesmo palanque? Quem disse que não.

No momento, estamos falando de quem está disposto a partir no corpo a corpo nessa trincheira de luta, mas nada foi dito até agora, daqueles que se mantém calado,mas no momento oportuno saberão para onde a cigarra canta.

Fala-se em Carlinhos Barros, Dr.Miguel, Diego da Madeireira, Pancadão, Geraldo Rodrigues, Marluce Pinto, e Ferreirinha Neto, entre outros. Mas na entrevista da professora Marluce, ela sinalizou a todos, que existe a possibilidade de união entre as forças de oposição para derrotar o atual mandatário do executivo municipal.

Esses políticos relacionados são os visíveis,a olho nu, mas como diz o experiente político e meu amigo Toncha, os mais perigosos, são os invisíveis. Você não sabe onde estão, o que querem, e como vão atacar. Em política não se pode subestimar ninguém. Todos tem importância. E todos podem ser decisivos para quem almeja uma vitória.

Se a hora é da política, os interessados deverão procurar pessoas experientes nessa área e partir para o campo, senão,poderá nadar e travessar o mar,para em seguida morrer na praia. E para finalizar, quem está no governo e recebendo as benesses, acha que aquilo é vitalício, não vai se acabar nunca. Mas não é essa a visão de quem está fora e ouvindo diariamente os reclames da população. Tudo isso é só uma questão do ângulo de visão de como você ver os fatos.

Em três meses, triplica o número de venezuelanos em São Luís

Destacado

Número de refugiados e imigrantes no estado do Maranhão aumenta, principalmente na capital. Órgãos e instituições se unem para tentar resolver o problema

Por: Patrícia Cunha

No mês de maio eles eram 55. Em julho, 69. Agora, os dados mais recentes mostram que pelo menos 155 refugiados venezuelanosse encontram no Maranhão. O fluxo é intenso e contínuo de pessoas espalhadas em retornos, canteiros, rotatórias, rodoviárias, famílias inteiras expostas fugindo de uma país que lhes negou direitos básicos, inclusive com crianças, e pedindo ajuda financeira. A situação deles, um caso humanitário, suscitou a decisão de órgãos e instituições de construir uma ação estratégica para resolver o problema.

Nos próximos dias terá início uma ação contínua envolvendo a Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA), e da União (DPU), Tribunal de Justiça do Maranhão, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Conselhos Tutelares, Pastoral da Criança, Universidade Federal do Maranhão e Governo do Estado e o Município de São Luís para uma força-tarefa de abordagem e orientação nas principais avenidas da cidade, onde os venezuelanos se posicionam, e também em locais onde os mesmos estejam abrigados.

A ideia é que essas pessoas sejam orientadas sobre as leis brasileiras, mas fazer a abordagem com cautela, tendo em vista muitos oferecerem resistência por não confiar em órgãos da rede. 

De acordo com o defensor público estadual Davi Rafael Silva Veras, titular do Núcleo da Criança e do Adolescente, a proposta é unir esforços para garantir o cumprimento, principalmente, da legislação protetiva de crianças e adolescentes, tendo em vista que muitos refugiados podem ser vistos em rotatórias e sinais de trânsito da capital pedindo ajuda, acompanhados de infantes. “Muitos não tem documentação, ou não estão com documentação regular para fazer cadastro, e mesmo os que fizerem não quer dizer que receberão benefício. Então não sabemos quantos são, nem quantos recebem esse benefício. O fluxo é continuo de pessoas que chegam e saem o tempo todo. Muitos estão sendo assistidos, mas não dá para afirmar quantos recebem, até porque muitos tem essa resistência que a gente está querendo quebrar”, afirma o defensor.

Segundo a Defensoria, serão feitas várias visitas, não só aos locais onde eles ficam nas ruas, mas onde estão sendo abrigados também para conversar sobre as necessidades, saúde, educação, se preciso fazer encaminhamentos. É uma realidade muito complicada. Não temos uma resposta pronta porque a rede de proteção não tem estrutura para assistir nem aos brasileiros. Somos 3 milhões de desempregados e temos um fluxo gigantesco de pessoas chegando ao Brasil. É um grande desafio para toda a rede de proteção. Temos muita preocupação com qualquer iniciativa que se vá fazer”, assegura o defensor Davi Rafael

Ministro do STF autoriza que doleiro falte à CPI do BNDES

Destacado

Dario Messer estava foragido desde 2018 e foi preso no último dia 31

Por André Richter – Repórter da Agência Brasil  Brasília

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello autorizou nesta segunda-feira (12) o doleiro Dario Messer a deixar de comparecer à sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES na Câmara dos Deputados, marcada para amanhã (13). 

Na decisão, Mello atendeu a pedido da defesa do doleiro, que foi preso pela Polícia Federal (PF) há duas semanas. Segundo o ministro, Messer não é obrigado a comparecer à CPI. 

Doleiro Dario Messer

Doleiro Dario Messer – Reprodução TV Brasil

“Tendo em consideração as razões expostas, defiro o pedido de medida liminar nos precisos termos expostos nesta decisão, em ordem a assegurar, cautelarmente, ao paciente em questão, em face da CPI do BNDES, o direito ao não comparecimento, para fins de inquirição, perante essa CPI”, decidiu. 

Histórico

Em maio, no caso envolvendo a CPI de Brumadinho (MG), a Segunda Turma da Corte, composta por Celso de Mello, decidiu que o presidente afastado da Vale, Fabio Schvartsman, não era obrigado a prestar esclarecimentos à comissão. 

Foragido 

Conhecido como o doleiro dos doleiros, Messer estava foragido da Justiça desde maio de 2018 e foi preso na casa de uma amiga em um condomínio de luxo nos Jardins, bairro de classe alta na capital paulista.

Pesquisa indica que 87% das pessoas acham conta de luz cara no país

Destacado


Brasília - O consumo de energia elétrica fechou os primeiros três meses do ano com queda acumulada de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado  (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Um levantamento feito pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) em parceria com o Ibope, mostrou que 79% dos entrevistados gostaria de ter um mercado livre para escolher a sua fornecedora de energia. O percentual é 10% maior do que o obtido na avaliação de 2018. Segundo a Pesquisa de Opinião Pública 2019 sobre o que pensa e quer o brasileiro do setor elétrico, lançada hoje (12) na capital paulista, 68% dos entrevistados trocariam hoje a sua fornecedora de energia.

Os dados revelam que 87% das pessoas consideram sua conta de energia cara, número que subiu 4% em relação ao ano passado. Aqueles que consideram excessivos os impostos cobrados em sua conta de luz são 65% e 64% disseram fazer esforço para economizar energia para não atrapalhar o orçamento familiar. Para 57% da população o custo da energia cairia caso houvesse abertura do mercado.

De acordo com a Abraceel, o objetivo da pesquisa foi o de saber a opinião dos cidadãos sobre a possibilidade de escolher seu fornecedor e até mesmo de produzir sua própria energia. Foram ouvidas 2.002 pessoas, entre os dias 23 e 27 de maio, de 16 a 55 anos, em todas as regiões do Brasil.  

“Os resultados apontam um crescimento constante no interesse do brasileiro em ter liberdade de escolha. O Brasil não pode caminhar na contramão do mundo. Países desenvolvidos abriram seus mercados de energia e desfrutam de uma economia e de um crescimento de produção que o nosso mercado também merece”, disse o presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros. 

Segundo Reinaldo Medeiros, o mercado livre no Brasil já existe, embora restrito a grandes consumidores, que alcançaram uma economia em torno de R$ 185 bilhões nos últimos 16 anos.