PM que matou mulher e suposto amante em São Luís será autuado por feminicídio

Destacado

Bruna Lícia Fonseca foi sepultada no cemitério Jardim da Paz neste domingo (26).

Carlos Eduardo e Bruna Lícia posavam juntos nas redes sociais — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Carlos Eduardo e Bruna Lícia posavam juntos nas redes sociais — Foto: Reprodução/Redes Sociais

O policial militar Carlos Eduardo Nunes Pereira, acusado de matar a própria companheira e um suposto amante, será autuado por feminicídio – crime contra mulher por questões de gênero. O caso aconteceu neste sábado (25) no Condomínio Pacífico I, no bairro Vicente Fialho, em São Luís.

Após o crime, o policial teria entregado a arma para o tio, que é sargento da polícia. Depois, o PM foi preso e levado para o presídio militar em São Luís, onde ficará à disposição da Justiça.00:00/00:00

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

Militar mata esposa e suposto amante a tiros em São Luís

Militar mata esposa e suposto amante a tiros em São Luís

Segundo testemunhas, Carlos Eduardo teria chegado mais cedo em casa e flagrado a traição da mulher com quem tinha uma união estável, Bruna Lícia. Ela estava com um homem identificado como José Willian.

Irritado, o militar teria efetuado sete disparos contra os dois, que morreram na hora. Em depoimento, o policial disse que viu os dois fazendo sexo e que houve luta corporal antes dos disparos.

A polícia civil investiga o caso, mas, por enquanto, ainda não acredita que houve luta corporal. Para a delegada do Departamento de Feminicídio, Viviane Azambuja, Carlos Eduardo já foi autuado por feminicídio por conta do crime contra Bruna.

“Contra o homem, ele será autuado por homicídio. Mas em relação a mulher [Bruna], sem dúvidas foi crime de feminicídio”, disse a delegada.

Bruna foram sepultada no Cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar — Foto: TV Mirante

Bruna foram sepultada no Cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar — Foto: TV Mirante

Bruna Lícia foi sepultada durante a tarde deste domingo (26) no cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar.

G1

Adolescente de 16 anos é executado por engano na Cidade Olímpica

Destacado

A vítima morreu no local após levar 5 tiros, a maioria na cabeça. A polícia ainda investiga o caso

Reprodução

Por: Matheus Werneck16 de Janeiro de 2020

Na tarde de ontem (15), um adolescente de 16 anos foi morto com cinco tiros na Cidade Olímpica, região metropolitana de São Luís.

Segundo moradores, o adolescente identificado como Sílvio Deniltom Machado da Silva, foi morto após ser confundido com outra pessoa. O crime aconteceu na Rua Cinco e a motivação seria acerto de contas.

REPRODUÇÃO

A polícia ainda está investigando a autoria do crime, mas não descarta que tenha sido por uma facção rival.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), este foi o sétimo homicídio doloso que ocorreu neste ano em São Luís.

Imirante

Mais um furto é registrado no centro de Vargem Grande

Destacado

Ontem quarta feira, (08), por volta das 17:00 hrs, foi registrado um furto na rua São Sebastião no centro da cidade de Vargem Grande.

Imagem Ilustrativa

A vítima do sexo feminino, de identidade não revelada, adentrou em uma loja de eletro nas proximidades e quando retornou a bicicleta não estava mais no local deixado.

As policias Civil e Militar, assim como a Guarda Municipal, já estão na busca para capturar o elemento.

Polícia prende homem suspeito de matar auxiliar penitenciário em São Luís

Destacado

João Victor Matos Cutrim foi preso no final da tarde de sexta-feira (3) no bairro Vicente Fialho; Ele é suspeito de ter matado a tiros Carlos Augusto Correia, de 44 anos.

João Victor Matos Cutrim foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

João Victor Matos Cutrim foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

A Polícia Civil do Maranhão prendeu no final da tarde de sexta-feira (3), em São Luís, João Victor Matos Cutrim após ele ser suspeito de ter matado a tiros o auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, na manhã de sexta no bairro Cohab, na capital.

Segundo a polícia após investigações, João Victor foi preso por volta das 17h, no bairro Vicente Fialho, em São Luís, por equipes da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e Grupo de Serviço Avançado da Polícia Militar do Maranhão.

João Victor Matos Cutrim foi conduzido para a sede da SHPP, onde foi autuado em flagrante e logo após ele foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas, na capital.

De acordo com a polícia, as investigações seguem no sentido de identificar os demais envolvidos bem como apontar a motivação do crime.

Carlos Augusto foi morto a tiros em São Luís — Foto: Divulgação

Carlos Augusto foi morto a tiros em São Luís — Foto: Divulgação

Morto a tiros

O auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, foi assassinado a tiros em São Luís. O crime aconteceu no início da manhã de sexta-feira (3), no bairro Cohab.

De acordo com informações da Polícia Militar, Carlos Augusto foi atingido com cinco tiros quando estava em frente a uma agência bancária, na Avenida Jerônimo de Albuquerque. As investigações preliminares apontam que o crime foi praticado por dois homens em uma motocicleta. Ele era lotado na Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 5 (UPSL5).

G1 Ma

Acusados de assassinar idosa covardemente são presos em Vargem Grande

Destacado

Ontem (05), Aldenora Lima Viana, 85 anos foi encontrada morta em sua residência que fica localizada em frente a rodoviária de Vargem Grande, a mesma tinha sinais de estrangulamento.

Graças a ação imediada das policias Civil e Militar e da Guarda Municipal de Vargem Grande, foram presos ainda ontem (05) os acusados de cometer o “latrocínio”, roubo seguido de morte.

Segundo informações do Delegado de Vargem Grande, Bruno França Sobreira, após diligenciarem por toda a cidade, as equipes finalmente localizaram um dos suspeitos, Leonardo Guilherme de Sousa Santos, vulgo “Jacaré”, em um povoado da zona rural. Com ele foi encontrado pertences e documentos pessoais da vítima. “JACARÉ” admitiu a sua participação no crime e também identificou o coautor Natanael.

Novas informações levaram até o paradeiro de Natanael Ribeiro Vieira, que foi capturado e conduzido com “JACARÉ” para a delegacia. Após o interrogatório de ambos, obteve-se informações sobre onde estariam o restante dos bens da vítima, encontrados na casa de Natanael.

Homem é preso por suspeita de integrar quadrilha de tráfico de drogas em Timon

Destacado

De acordo com a polícia, Mardônio José Alves Carvalho é suspeito de ser o financiador da quadrilha que agia no município de Timon, localizado a 450 km de São Luís.

Mardônio José Alves Carvalho foi preso por suspeita de integrar quadrilha de tráfico de drogas em Timon (MA) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Mardônio José Alves Carvalho foi preso por suspeita de integrar quadrilha de tráfico de drogas em Timon (MA) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil do Maranhão prendeu Mardônio José Alves Carvalho, por suspeita de integrar uma quadrilha envolvida com tráfico de drogas que atuava no município de Timon, localizado a 450 km de São Luís. O suspeito foi preso em sua residência localizada no bairro Novo Tempo.

De acordo com as investigações, Mardônio agia como uma espécie de financiador do tráfico de drogas. Junto com o suspeito, foram apreendidos um veículo e uma motocicleta. Segundo a polícia, ele já havia sido preso em 2018 pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo, lavagem de dinheiro e receptação.

Veículo foi apreendido por policiais na casa do suspeito em Timon (MA) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Veículo foi apreendido por policiais na casa do suspeito em Timon (MA) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Timon e faz parte da operação que foi deflagrada pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), no último dia 24, quando nove pessoas foram presas por integrar a organização criminosa.

Operação foi realizada pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (DENARC). — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Operação foi realizada pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (DENARC). — Foto: Divulgação/Polícia Civil

G1 MA

Vargem Grande : Homem é morto após resistir a prisão e efetuar disparos contra a equipe policial

Destacado

Foi realizada nesta madrugada (27), uma operação conjunta, que envolveu as Policias Civil e Militar de Vargem Grande e a Guarda Municipal da mesma cidade. A operação resultou na prisão em flagrante de Wamberson Henrique, vulgo “Barrão”, de 18 anos.

Após o recebimento de uma denúncia anônima, de que o mesmo portava um revolver 38 e realizava disparos em vias públicas da cidade, as policias e a guarda municipal foram em busca da verificação dos fatos.

Ao chegarem no local, foi confirmada a denúncia e de fato Wamberson portava um revolver 38. O individuo foi preso, nas proximidades da Rua da Liberdade, em um conhecido ponto em que Wamberson buscava abrigo, após o cometimento de vários crimes.

Ao anunciar a prisão, Wamberson efetuou disparos de arma de fogo contra as equipes, que reagiram em legitima defesa, efetuando disparos em resposta àquela agressão armada. Wamberson foi atingido. Com ele foram encontrados uma faca e um revolver 38 com munições deflagradas.

As equipes prestaram os primeiros socorros e o levaram até o hospital municipal. Wamberson, deu entrada na emergência ainda vivo, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O individuo já respondia criminalmente por induzimento ao uso de entorpecentes; porte de arma; e associação para o crime. Também era suspeito de ter cometido três homicídios e diversos roubos na cidade. Contra ele, havia sido expedido pelo Juízo de Vargem Grande Mandado de Prisão por sua suposta participação no homicídio de John Alves Santos, ocorrido no mês passado em Vargem Grande.

PM é baleado após reagir a uma tentativa de assalto em São José de Ribamar

Destacado

Segundo a Polícia Militar, após troca de tiros o policial foi baleado na região do tórax, passou por cirurgia e não corre risco de vida.

Resultado de imagem para PM é baleado após reagir a uma tentativa de assalto em São José de Ribamar
Imagem Ilustrativa

Um policial militar foi baleado na noite de quarta-feira (25) após reagir a uma tentativa de assalto em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís.

Segundo informações da Polícia Militar, ocorreu uma troca de tiros entre o policial e dois homens que estavam em uma motocicleta.

Durante a troca de tiros, ele foi atingido na região do tórax e em seguida, levado para o hospital, onde passou por procedimentos cirúrgicos e tem quadro clínico estável.

Os criminosos, que não conseguiram levar nenhum pertence do policial, fugiram em seguida.Ainda de acordo com a PM, já foram iniciadas as buscas através de um levantamento das câmeras do local para identificar os envolvidos na tentativa de latrocínio.

G1 MA

Dupla morre após confronto com a polícia em Coroatá, no MA

Destacado

Polícia Militar afirma que as vítimas agrediram e assaltaram uma família durante a madrugada, dentro de uma panificadora.

Dois homens foram mortos no início na manhã deste domingo (22) após um confronto com policiais em Coroatá, a cerca de 180 km de São Luís. As informações são da Polícia Militar.

De acordo com os policiais, a dupla rendeu, agrediu e assaltou uma família durante a madrugada, dentro de uma panificadora no bairro Trizidela. Os dois estavam com um revólver calibre 38 e uma arma de fabricação caseira.

Ainda segundo a polícia, os dois foram perseguidos na região, atiraram contra a polícia e acabaram baleados. A dupla ainda foi levada para o Hospital Macrorregional de Coroatá, mas os dois morreram. Apenas uma das vítimas foi identificada como Marcos, conhecido também como “Anão”.

G1 MA

Justiça do Maranhão concede saída temporária de Natal para 793 presos

Destacado

Os detentos receberam autorização para sair a partir desta sexta-feira (20), devendo retornar aos estabelecimentos prisionais até o dia 27 de dezembro.

Nesta sexta-feira (20), a Justiça do Maranhão liberou 793 apenados do regime semiaberto para a Saída Temporária do Natal. O benefício foi dado pela 1ª Vara de Execuções Penais, em cumprimento à Lei de Execuções Penais.

Os detentos receberam a autorização para saída, a partir das 9h desta sexta (20), devendo retornar aos estabelecimentos prisionais até às 18h do dia 27 de dezembro. Os presos que não comparecerem no prazo determinado, serão considerados foragidos.

Segundo a Justiça, os recuperandos beneficiados com a Saída Temporária devem seguir as seguintes normas:

  • Não poderão ausentar-se do estado do Maranhão;
  • Devem recolher-se às suas residências até às 20h;
  • Não podem ingerir bebidas alcoólicas, portar armas ou frequentas festas, bares e similares.

Ainda de acordo com o Judiciário, antes da saída, os beneficiados são submetidos a reunião de advertência, esclarecimentos complementares e assinatura do termo de compromisso.

Sobre a saída de presos, a VEP cientificou ainda a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, Superintendência da Polícia Federal, Superintendência de Polícia Rodoviária Federal, e diretorias dos estabelecimentos penais de São Luís, para operacionalização das medidas estabelecidas na portaria.

Direito

Segundo a Lei de Execuções Penais, a autorização para saída temporária é concedida por ato motivado do juiz, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária. Para ter direito ao benefício, o interno deve:

  • Estar cumprindo a pena em regime semiaberto e precisa ter cumprido, no mínimo, 1/6 (primários) ou 1/4 da pena (reincidentes);
  • Apresentar comportamento adequado na unidade prisional;
  • Ter compatibilidade entre o benefício e os objetivos da pena.

A Lei de Execução Penal disciplina que o benefício da saída temporária será automaticamente revogado quando o beneficiário:

  • Praticar fato definido como crime doloso;
  • For punido por falta grave;
  • Desatender as condições impostas na autorização;
  • Revelar baixo grau de aproveitamento do curso, quando for o caso.

A recuperação do direito à saída temporária dependerá da absolvição no processo penal, do cancelamento da punição disciplinar ou da demonstração do merecimento do condenado.

Regime semiaberto

O regime semiaberto destina-se para condenações entre quatro e oito anos, não sendo casos de reincidência. Nesse regime de cumprimento de pena, a lei garante ao recuperando o direito de trabalhar e fazer cursos fora da prisão durante o dia, devendo retornar à unidade penitenciária à noite.

G1

Falso padre é preso após aplicar golpes em São Luís

Destacado

Na terça-feira (17), Adeildo Lima dos Santos, vulgo “Lima” foi preso após se passar por padre nos bairros do Coqueiro e da Estiva, zona rural de São Luís.Segundo informações, Adeildo estava se passando por um religioso e pedindo doações em seu nome e em nome da Igreja Católica.

Dentre as vitimas encontram-se pessoas de vários setores sociais da população ludovicense.O falso padre pedia valores em espécie ou transferências bancarias alegando que era para uma futura reforma nas instalações da Igreja. O mesmo já tem varias passagens em delegacias maranhenses, afirmou que faz isso há vários anos, e que nos últimos 3 meses deva ter faturado algo em torno de R$ 10 mil só com esta prática delituosa.

As investigações continuam a fim de identificar e localizar possíveis compassas do mesmo, visto que algumas das contas bancárias que receberam os valores não eram de sua propriedade. Após os procedimentos de praxe, foi encaminhado ao complexo penitenciário de pedrinhas onde ficará à disposição da justiça.