Deu no Diário Oficial- Tudo Novo na Prefeitura de Nina Rodrigues.

Tudo novo – A Prefeitura de Nina Rodrigues está renovando a casa toda. É de quase R$ 1 milhão o contrato para compra de móveis e eletrodomésticos firmado com a F. S. Ferreira da Costa, válido por 10 meses a contar de 7 de fevereiro  (vencendo em dezembro, portanto). Na ponta do lápis o contrato vale exatos R$ R$ 922.062,00 (novecentos e vinte e dois mil sessenta e dois reais). Fonte Raimundo Garrone.

Servidores do judiciário maranhense paralisam suas atividades por tempo indeterminado

 
Em resposta ao que consideram um descaso da administração do Tribunal de Justiça do Maranhão com os direitos da categoria, os servidores do judiciário maranhense retornaram, nesta quinta-feira (13), assegurados por lei e decisões judiciais, à greve geral.
Nesse sentido, e de acordo com carta aberta dos trabalhadores do judiciário à população maranhense, destacam-se a falta do cumprimento integral da decisão do Supremo Tribunal Federal – STF, que garantiu o direito aos servidores filiados ao Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão – Sindjus/MA à correção de seus vencimentos pelo índice de 21,7%, após oito anos de luta da categoria.
O Tribunal de Justiça alega falta de recursos orçamentários para cumprir integralmente a decisão do STF. Mas, por outro lado, a atual administração do Judiciário tem assegurado o atendimento das demandas remuneratórias dos magistrados, mesmo aquelas sem expressa previsão no orçamento.
A greve da categoria é também porque o TJMA não garante, até o momento, o pagamento das Perdas Inflacionárias de 2013 aos servidores. Apesar da lei de iniciativa do Tribunal já ter sido aprovada e promulgada, garantindo esse direito com recursos orçamentários próprios. Assim como a fixação do dia 01º de Janeiro como Data Base para a revisão anual dos vencimentos da categoria.
A greve ainda é pelo fim do assédio moral sofrido diariamente por servidores no Poder Judiciário, o que tem levado em muitos casos ao afastamento do servidor do seu trabalho, por este não ter mais condições psicológicas de continuar prestando o atendimento necessário à população. Atualmente, são precárias as condições de trabalho enfrentadas pelos servidores no Poder Judiciário, como a falta de material de expediente, material higiênico, problemas estruturais nos fóruns, prejudicando o atendimento aos advogados e à população em geral.  Além disso, os servidores repudiam a proposta de pagamento de auxílio alimentação para servidores e magistrados em valor desigual.
Durante a paralisação, os servidores manterão em funcionamento apenas os plantões judiciais para cumprimento das decisões liminares que envolvam o direito à liberdade, à saúde e à vida, à proteção da criança do adolescente e ao cumprimento da Lei Maria da Penha.
O movimento paredista só será suspenso em  caso do cumprimento do pagamento dos retroativos da Ação dos 21,7%, cujos recursos já estão assegurados pelo Governo do Estado para cumprimento pelo Tribunal de Justiça da decisão obtida pelo Sindjus-MA no Supremo Tribunal de Federal, e com a garantia do pagamento das perdas inflacionárias da categoria, na forma da Lei 10.156/214.
Por todas essas razões, os trabalhadores do Judiciário pedem apoio da população à greve geral da categoria, bem como à sua luta pela realização de rigorosa auditoria do Conselho Nacional de Justiça na administração financeira do Tribunal de Justiça do Maranhão.

PT arrrasou economia. Por isso, ninguém quer assumir Fazenda

Vitor Vieira
Vide Versus

Não pensem que existe alguma disputa pelo ministério da Fazenda. Não. Nenhum economista sério quer assumir a herança maldita de 12 anos de PT, pois o País está “à beira de um abismo”. O PT aparelhou de tal forma o Estado para comprar quatro eleições que não há espaço para fazer as despesas geradas sem colocar o País em uma enorme crise, com corte inclusive na Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, Pronatec e outros programas.

Embora a presidente Dilma Rousseff tenha prometido “olhar com lupa” os gastos da máquina pública para promover cortes, essa decisão não será simples. O governo tem hoje um universo de cerca de R$ 56,8 bilhões, em que poderia promover cortes no chamado custeio da máquina. Só que a própria presidente Dilma deixou claro que também não está disposta a diminuir o número de ministérios, o que poderia gerar economia de cargos nomeados politicamente, gratificações, despesas com terceirizados e estrutura física de cada um.

Segundo dados do Siafi, de janeiro a outubro, os gastos em custeio chegam a R$ 615,67 bilhões, sendo que apenas R$ 56,8 bilhões, ou 9,22% do total, são efetivamente passíveis de corte. Isso porque mesmo as despesas livres do governo já são hoje, na sua maioria, comprometidas com pagamentos sociais.

DESPESAS CORRENTES

Esse espaço para corte de R$ 56,8 bilhões equivaleria a 1,1% do PIB, mas os especialistas dizem que não se pode simplesmente acabar com todos esses gastos de custeio dos ministérios de uma só vez. Embora agora a presidente fale em cortar, o problema dos gastos públicos é que o governo vem aumentando, ano a ano, essas chamadas despesas correntes — especialmente com pagamento de benefícios sociais e previdenciários, onde não se pode cortar.

O levantamento no Siafi foi feito pelo economista Mansueto Almeida, que integraria a equipe econômica de Aécio Neves se o tucano tivesse sido eleito presidente. Foram retirados dos R$ 615,67 bilhões gastos em custeio todas as despesas com as funções sociais — Previdência, Saúde, Educação, Trabalho, Bolsa Família e Assistência Social — e ainda as transferências constitucionais e pagamentos de precatórios judiciais, bem como o custeio dos Poderes Legislativo e Judiciário. Então se chegou aos R$ 56,8 bilhões. Fonte Tribuna da Internet.

Enfim, surge o homem certo para o lugar certo, no TCU

Vital do Rego, pronto para prestar serviços no TCU

Celso Serra

O jornal Globo publicou com destaque, na coluna “Panorama Político” uma notícia que vale a pena divulgar:
PRÊMIO

É aposta infalível a confirmação no nome do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) para o TCU. Fiel cumpridor da missão de inviabilizar as duas CPIs da Petrobras no Congresso, as quais preside, Vital do Rêgo certamente receberá como prêmio o apoio do Planalto à ida para o TCU (Tribunal de Contas da União). E no tribunal também deverá ser útil.”

*******

(*) NOTAS IMUNDAS

a) é o homem certo para o lugar certo, pois se apresenta como VITAL para proteger o RÊGO dos corruptos, assaltantes do dinheiro público;

b) um país republicano que tem um SENADOR que se presta a executar essa missão imunda de abafo da corrupção é, na realidade, uma republiqueta de merda;

c) o imaculado SENADOR é do PMDB da Paraíba, cuja população é grande beneficiária do Bolsa Família;

d) a Paraíba deu 64,36% dos votos para Dilma Rousseff.Fonte Tribuna da Internet

O País está no limiar da tolerância com o PT e sua corrupção

Francisco Bendl

O prejuízo dado à Petrobras, por enquanto na ordem de R$ 3 bilhões, seria suficiente para destituir este governo desonesto, se tivéssemos um Congresso independente, e não atrelado ao Executivo e tão corrupto e desonesto quanto aquele.A verdade é que estamos no limiar da tolerância com o PT e sua corrupção.

O Brasil está sendo liquidado, arrasado pelos exterminadores de nosso futuro, os petistas.
Mais quatro anos sob esta administração caótica e somente nos restará fazer o rescaldo do País, e tentar reconstruir do que sobrou um projeto de nação.

Até lá, temos de continuar nesta luta de esclarecer aos leitores e frequentadores da Tribuna da Internet que existem cidadãos atentos aos passos desse governo deplorável, ainda mais depois do susto que o PT tomou nessas eleições, que o levou a tomar medidas conforme sua índole, de alterar os números das urnas!

Os petistas sabem que será a sua última gestão, razão pela qual vão raspar os cofres do Brasil; praticarão os mais diversos golpes contra o povo; governarão seguindo sua ideologia retrógrada e de partidarismo acima do Estado, e sairão do poder podres moralmente, porém riquíssimos.

O antipetismo defendido pelo cantor Lobão precisa crescer, aumentar, em face de ter dividido o povo, de nos ter separado, e de fragilizar a nação brasileira.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Perto de Dilma e Lula, o ex-presidente Fernando Collor é um anjo de candura. Como diz o comentarista Walter S. R. B., “Lobão está certíssimo, porque a apuração desta eleição está muito mal contada, e a presidente Dilma já tem outros mil motivos para o seu impeachment, dentre eles os empréstimos secretos para países bolivarianos e Cuba sem aprovação do Senado, só isso é ou não é passível de impeachment?” (C.N.) Fonte Tribuna da Internet.