Polícia Federal prende servidores dos Correios por furtos em agências no Maranhão

Dinheiro apreendido em operação da Polícia Federal no Maranhão contra servidores dos Correios — Foto: Divulagação / Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou a operação “Hermes e o Gado II”, na manhã desta quinta-feira (13), contra servidores dos Correios, que furtaram dinheiro do Banco Postal em agências nos municípios Pio XII, São Luís Gonzaga, Matões do Norte, Urbano Santos, São Benedito do Rio Preto, Monção e Miranda do Norte, todas no interior do Maranhão. Somados os furtos as agências superam R$ 1 milhão.

A operação contou com o apoio da Superintendência dos Correios no Maranhão e chegou ainda a crimes como fraudes em benefícios do Bolsa Família e previdenciários.

Os policiais prenderam cinco pessoas, sendo quatro por mandados de prisão preventiva e um de prisão temporária, além de cumprir 11 mandados de busca e apreensão nos municípios São Luís, Itapecuru, Imperatriz, Bacabal, Santa Inês e Santa Luzia e Redenção, este no Pará. Com os investigados, a polícia encontrou ainda drogas e R$ 6 mil, que foram apreendidos.

Segundo investigações da Polícia Federal, em Pio XII, houve relação direta entre os crimes contra a agência e ações de uma facção criminosa com atuação em boa parte do Maranhão. “Foi identificado, notadamente no município de Pio XII, o envolvimento de pessoas ligadas a uma organização criminosa (Orcrim) que se intitula Bonde dos 40. Os desfalques à agência dos Correios da cidade foram utilizados como forma de capitalizar a organização criminosa”, diz a PF em nota.

A Polícia Federal revelou que a forma de agir dos criminosos sempre envolvia um servidor com acessos ilimitados na agência, como o gerente. Ou ele furtava direto do cofre da agência ou facilitaria para a ação de outros.

Em algumas situações, a PF identificou que a maioria do dinheiro foi retirado do cofre ficando uma pequena quantia. Desta forma, com o desfalque na agência, a informação passada pelo servidor dos Correios ao sistema bancário era forma superficial e dava conta de que o cofre estaria “cheio”. Depois disto, um assalto era planejado e no fim das contas, a ideia que se passava era que no assalto, todo o dinheiro do cofre havia sido levado.

Além dessa forma de desfalque do dinheiro público, a PF identificou também a ativação de cartões de benefícios do Bolsa Família e previdenciários feito pelos servidores dos Correios. Segundo os investigadores, “o gerente possuía acesso aos sistemas corporativos, habilitava os cartões de benefício, até para pessoas mortas, o que possibilitava a obtenção de empréstimos bancários com os documentos esquentados”.

Participaram da operação, 60 policiais federais Maranhão, Pará, Piauí e Ceará; policiais militares Batalhão de Choque do Maranhão, com cães farejadores.

G1

Homem é preso após bater na mãe e tocar fogo em residência no PI

15/12/2018 09:21 em Notícias

No fim da tarde dessa sexta-feira (14/12), policiais militares de Buriti dos Lopes, município localizado a 302 km da capital, efetuaram a prisão de  um homem identificado como Jorge Luiz do Nascimento Silva, de 31 anos, acusado de ter agredido sua própria mãe, Maria dos Milagres do Nascimento e incendiado a casa, no centro cidade.

Uma guarnição da PM foi até o local e constatou que os vizinhos conseguiram apagar as chamas, que já se espalhavam rapidamente pela casa.

Jorge Luiz foi preso em flagrante com uma garrafa pet que tinha a gasolina usada para o incêndio e uma trouxinha de maconha. Os policiais encaminharam o caso para a delegacia e Jorge Luiz foi apresentado à autoridade policial por incêndio criminoso, violência doméstica e posse de entorpecente.

Fonte:Folha de Parnaíba

Por que em Vargem Grande o povo está aderindo a ideia do NOVO?

Resultado de imagem para imagem de vargem grande ma

Imagem do centro da cidade

Nem precisa andar muito, nem fazer pesquisas. Basta conversar com a população de Vargem Grande, para sentir o sentimento de renovação. Mas como dizem muitos: Renovação em tudo, não só nos nomes, mais nas suas práticas, tanto da escolha de auxiliares, como no determinante a governança com objetivos claros de melhorias para os munícipes. De uns tempos para cá, tornou-se comum aos governantes escolher não secretários, mais algozes do povo. Em administrações passadas, quanto na atual, existiram e existem auxiliares, que se autoproclamam donos de Vargem Grande. Humilham, massacram, torturam o povo como se o mandato do prefeito ao povo não pertencesse.

Esses tratamentos, respingam e maculam a imagem dos prefeitos que muitas vezes até desconhecem esse comportamento por parte de seus auxiliares. Muita gente de tanta repulsa a esses seres, se indignam até com o próprio ex ou atual governante. E é com base em todos esses reclamos, que surgem nomes novos e que os reacionários mamadores de tetas municipais, e em sua grande escala, muitas vezes incompetentes para o cargo, resistem a mudanças. Quando citei aqui neste espaço o nome da professora Marluce do Zé Pedro como candidata a prefeita, o que viu-se foi uma gritaria total. Muitos aplaudiram a ideia, outros não acreditaram.

Foi preciso que houvesse essa confirmação por parte de familiares da mesma. Muitos atiraram pedras, e aí eu me lembro do meu velho avô Carlos Rodrigues de Sousa que dizia: Não se atira rebolo em espinheiro, só em árvores que da fruto. Outros nomes estão surgindo. E nesse espaço, estaremos divulgando, para que saibam, que o mandato é do povo, e que ele escolhe governantes para cuidar de sua cidade, e não para ser maltratado por eles. A indignação é no momento, o sentimento maior no seio das famílias Vargem Grandenses.

Animal na pista provoca acidente com ambulância do Povoado Leite

Na madrugada desta sexta-feira(14), uma ambulância do Povoado Leite, se envolveu em um acidente após colidir com um cavalo, que “perambulava” pela BR-222, nas imediações da Cerâmica de Magno Amorim. O motorista voltava de São Luís.

O condutor da ambulância que teve o seu nome preservado, disse que tentou desviar do animal mas não conseguiu. “A pista estava escura e o cavalo apareceu do nada. Tentei desviar dele, mas acabei atropelando”, explicou.

Com o impacto o animal morreu e a ambulância ficou com a parte frontal da lataria amassada e os vidros dianteiros quebrados.

Apesar do susto, o motorista sofreu apenas ferimentos leves.Fonte Sergio Roberto

Três suspeitos de roubos de cargas morrem em confronto com PMs no interior do Maranhão 

Três suspeitos de assaltos a caminhões e motos na região de São Bento, na Baixada Maranhense, tombaram em confronto com as guarnições da Policia Militar na  quinta-feira (13).

Antes da operação, que contou com PMs de São Bento e Palmeirândia, as guarnições receberam várias informações sobre alguns homens armados em uma residência no povoado Iguarapiranga, na zona rural de São Bento.

Ao chegarem ao local, os policiais foram recebidos a tiros, com reação imediata das guarnições. No confronto, três suspeitos que estavam dentro da residência foram alvejados.

Os próprios PMs prestaram socorro, levando os feridos ao hospital mais próximo, mas eles não resistiram e morreram.

Do acordo com informações da PM, os mortos são suspeitos da prática de a caminhões de cargas e motos na região. Eles já tinham haviam sido presos anteriormente por outras prática delituosas na cidade.

Um dos suspeitos foi identificado como Rafael de Jesus. A polícia ainda não confirmou a identidade dos outros dois.

Com os três suspeitos mortos, foram apreendidos um revólver calibre 38, com três munições deflagradas e três intactas; um revólver calibre 32, com duas munições deflagradas e duas intactas; uma espingarda calibre 20, com três deflagradas é uma intacta; e uma espingarda bate bucha.

Informações Blog do Gilberto Lima

EM TRIZIDELA DO VALE, ADOLESCENTE CORTA O PRÓPRIO PULSO PARA INCRIMINAR A AVÓ

Na última quinta-feira (13), uma menor de 14 anos pediu socorro a uma viatura que circulava nas ruas de Trizidela do Vale. Durante a conversa com os PMs, ela mostrou escoriações pelo corpo afirmando ter sido vítima de agressões de sua própria avó.
A guarnição partiu para atender a ocorrência. A jovem entrou na viatura junto com os policiais e foi até a casa da suposta agressora.
Chegando ao local, os PMs relataram as declarações da vítima à senhora, que em resposta, afirmou uma situação muito diferente. Segundo ela, a moça entrou na casa e “tomou conta do lugar”, se trancando no quarto. Em seguida, ela cortou o próprio pulso com um objeto cortante. Os policiais notaram que o fato não é recente, uma vez que os ferimentos na jovem estavam bastante cicatrizados.
Após os esclarecimentos, a menor de idade foi levada ao atendimento médico em Trizidela do Vale, onde foi utilizado medicamentos para acalmar a mesma. Ela também terá de receber acompanhamento psicológico.Com informações de Ribinha da FM (Tribuna 101)

Fonte: Carlinhos Filho

Polícia prende líder de esquema que fornecia internet ilegal para empresas e prefeituras no Maranhão

Linderson Dourado Alves é considerado pela polícia como o líder de um esquema de fornecimento ilegal de internet — Foto: Divulgação/Polícia Civil
A Superintendência Estadual de Investigações Criminais no Maranhão (SEIC) realizou nesta sexta-feira (14) a Operação Dourado, que investiga o fornecimento ilegal de internet a empresas e até prefeituras do Maranhão. Foram cumpridos 27 mandados de busca e apreensão em várias cidades, como São Luís, São José de Ribamar e outras das regiões do médio Mearim e baixada maranhense.
A polícia também cumpriu com um mandado de prisão preventiva contra Linderson Dourado Alves, considerado o líder do esquema criminoso. Os presos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça. A operação é resultado de mais de um ano de investigações, além de interceptações telefônicas que apuraram casos de furtos e receptações de equipamentos das concessionárias de internet, que serviam para montagem de sites em subestações clandestinas, camufladas por empresas de fachadas, que distribuíam sinais de internet para clientes incautos, dentre eles, comércios, indústrias e prefeituras.
Os alvos da operação foram sites instalados em subestações clandestinas, montados com equipamentos furtados e/ou receptados de operadoras de internet. Dentre vários itens, a polícia apreendeu armários (suítes), moldem cabos de fibra ótica, gbics, roteadores voip, placa voip, antenas, bateria de gel estacionária, etc.
Os suspeitos de participarem do esquema foram autuados pela prática de furto majorado e receptação dolosa. Também foram cumprida ordem de busca e apreensão na sede da concessionária Oi e nas casas de funcionários.
De acordo com a polícia, a simples instalação dos equipamentos furtados e instalados nos sites clandestinos não possibilita a distribuição do sinal de internet. Para isso, é necessário o acesso ao link através de senhas randômicas que só podem ser fornecidas por operadores da própria concessionária. Fonte Neto Weba