Reguffe na disputa pela presidência do Senado

O senador José Antônio Reguffe vai lançar nesta segunda-feira sua candidatura à presidência da Casa, registra o site Metrópoles.

“Os candidatos estão apenas lançando seus nomes. Não estão colocando propostas e compromissos objetivos. O Senado precisa mudar. Nós precisamos ter um Senado mais transparente e que custe muito menos para o contribuinte do que hoje”, disse o senador.

Ônibus com pirapemenses cai de viaduto na BR-153, em Goiânia

Dos 49 passageiros que estavam no ônibus, segundo apurou o Pirapemas.com, pelo menos 6 são de Pirapemas. 5 adultos e 1 criança. As duas pessoas mortas, de acordo com relatos de quem estava no transporte, são do município de São Mateus. Uma das passageiras do ônibus, contou ao site que os cintos de segurança instalado nas poltronas não estavam prestando. Os pirapemenses foram identificados como: Tayna Maria da Silva Ferreira, João Tarcisio Ferreira Pereira e Taisa Maria Ferreira Saraiva, ambos irmãos. Uma criança que estava no ônibus identificada como Clara, é filha de Cleidiane Viana e neta de Francisca Viana que também estavam no transporte.

Um acidente com um ônibus interestadual no km 499 da BR-153, no perímetro urbano de Goiânia, deixou duas pessoas mortas e outras 41 feridas. O ônibus tombou na madrugada deste domingo (27/1), por volta das 2h40.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, O veículo, que tem placas de Simplício Mendes (PI), saiu de São Mateus (MA) às 11h de sexta-feira (25), com destino a São Paulo (SP). Eram transportados 49 pessoas: 43 passageiros adultos, três crianças, dois motoristas e o guia do coletivo, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A Polícia Civil já iniciou a investigação das causas do acidente, mas confirmou, através da Delegacia de Investigação em Crimes de Trânsito (Deic), que o ônibus estava em situação irregular e, por tanto, era clandestino.

PM é preso acusado de extorquir pessoas que furtaram dinheiro do assalto ao BB de Bacabal

O mega-assalto ao Banco do Brasil de Bacabal ainda rende.
O policial militar identificado como Túlyo de Pádua Santos Ribeiro, que ingressou na corporação em 2017 e é lotado no 23º BPM de São Mateus, foi detido por uma guarnição do 15° BPM na madrugada deste sábado (26), em Bacabal.
Pádua e outro PM, identificado como Nascimento, também lotado em São Mateus, teriam invadido uma residência na Rua Clores Miranda, no centro, em busca de dinheiro roubado da Central de Distribuição do Banco do Brasil, e que estaria com os proprietários do imóvel.
Ainda de acordo com informações repassadas à imprensa, uma das vítimas foi obrigada a levar os dois PMs a outra residência, onde estaria o dinheiro.
Uma guarnição da PM foi acionada e chegou no momento em que a ação criminosa transcorria. O policial foi preso em flagrante. O policial Nascimento conseguiu fugir e está sendo procurado.
Com a vítima foram apreendidos cerca de R$ 16 mil. Outros R$ 2 mil já estavam nas mãos do policial Pádua.
Na delegacia, o homem que estava de posse do dinheiro confessou que a quantia era, de fato, proveniente do assalto ocorrido em novembro do ano passado a Central de Distribuição do BB. Na oportunidade, os criminosos deixaram para trás aproximadamente R$ 20 milhões que foram furtados por populares, sendo uma parte já recuperada.
Os policiais estavam armados com pistolas.

Corpo é encontrado com duas perfurações a bala as margens da BR 222 em Vargem Grande

Resultado de imagem para ilustração de bala e sangue

Ilustração

 

Ontem as 8hs e 30 min da noite, populares encontraram no acostamento da BR 222, próximo a entrada da rua dos Mulundus, um corpo de um homem com duas perfurações a bala, sendo uma no pescoço e outra no abdome.

De acordo com testemunhas, o corpo encontrado é de um homem conhecido apenas por Geovane ou Já morreu. Ontem a noite por volta das 10 hs da noite,o carro da funerária foi até o local, fez o resgate do corpo e o entregou no necrotério do hospital municipal.

De acordo ainda com algumas testemunhas, a vítima era morado do município de Pirapemas e há muito tempo está no município de Vargem Grande, tendo residido no povoado Fazenda Nova Zona Rural de Vargem Grande. Ninguém sabe informa se a vítima fora preso, mas que nos lugares por onde perambulava diariamente, no trecho entre a rua José Magalhães e o posto Dragão IV ela praticara alguns pequenos furtos.

Até o momento o corpo se encontra no hospital que aguarda a presença de familiares. A polícia fez os levantamentos de praxe e irá concluir o inquérito para encaminhar a Justiça. Até o momento ninguém foi preso e não existe suspeito do homicídio..

A resposta que o General Villas Bôas deu a Dilma Rousseff (Veja o Vídeo)

Antes da admissão do processo de impeachment na Câmara dos Deputados, a ex-presidente Dilma Rousseff ainda tentou uma jogada derradeira, certamente insuflada por Lula, que naqueles dias, praticamente acampou dentro do Palácio do Planalto. Quem não se recorda?

Dilma chamou para uma conversa o General Eduardo Villas Bôas, então Comandante do Exército Brasileiro.

A petista ousou fazer um infame questionamento ao general. O objetivo era sondá-lo.

Ela queria saber do General qual seria a opinião dele sobre a eventual decretação do ‘Estado de Emergência’ no Brasil.

Em tais situações direitos e liberdades garantidas pela Constituição são suprimidos e o governo poderia suspender algumas das funções do Legislativo ou do Judiciário.

A resposta do General foi taxativa e encerrou definitivamente a estratégia golpista da insana ex-presidente.

“Nas Forças Armadas temos uma tradição, quando recebemos uma ordem ilegal, mandamos prender a pessoa que deu a ordem”.

Esse episódio é narrado no vídeo abaixo, pela advogada, ativista e deputada eleita Bia Kicis.

Veja o vídeo:

Moro desmente Jean Wyllys

Sempre elegante, lamentando a decisão do deputado Jean Wyllys de abandonar o país e não assumir o seu terceiro mandato na Câmara Federal, o ministro Sérgio Moro desmentiu a retórica adotada pelo parlamentar.

Em uma carta endereçada aos seus companheiros de partido, Wyllys alega que a Polícia Federal e o Estado brasileiro não tomaram nenhuma atitude com relação as ameaças à sua vida e à de sua família, que teriam se intensificado no ano passado.

Não obstante o atual governo tenha assumido a apenas 25 dias, o ministro demonstrou que a Polícia Federal tomou todas as atitudes necessárias para apurar as tais ameaças. Diversos inquéritos foram instaurados e uma das pessoas autora de ameaças contra Wyllys na internet foi identificada e presa.

Marcelo Valle Siqueira Mello, membro do grupo “Homens Sanctos”, que utilizava a identidade de Emerson Setim para ofender o parlamentar, foi identificado e preso.

Veja abaixo a íntegra da nota emitida neste sábado (26):

“Ao longo de 2017 e 2018, foram instaurados diversos inquéritos pela Policia Federal para apurar ofensas e ameaças contra o deputado federal Jean Wyllys. As investigações estão em andamento, mas já foi possível identificar um dos autores, Marcelo Valle Silveira Mello, preso em 2018, membro do grupo autointitulado “Homens Sanctos”, e que se servia da identidade de Emerson Setim para fazer ameaças ao deputado.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública repudia a conduta dos que se servem do anonimato da internet para covardemente ameaçar qualquer pessoa e em especial por preconceitos odiosos.

Lamenta-se a decisão do deputado de deixar o pais, mas não corresponde à realidade a afirmação de que há omissão das autoridades constituídas.”

POLICIAIS RODOVIÁRIOS FEDERAIS DO MARANHÃO SÃO DENUNCIADOS POR FORMAÇÃO DE QUADRILHA E CORRUPÇÃO

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão ofereceu denúncia contra organização criminosa que se especializou em fazer circular madeira ilegal pelas rodovias federais do Maranhão, com a participação direta de policiais rodoviários federais, que foram afastados de suas funções. A Justiça Federal aceitou a denúncia.

De acordo com as investigações, havia um grupo de pessoas que atuava como facilitadora do transporte de cargas de madeira clandestina no Maranhão; esses intermediários entravam em contato com os policiais rodoviários federais participantes do esquema no posto da PRF em Santa Inês/MA, para combinar a passagem de caminhões carregados sem a fiscalização, mediante o pagamento de propina.

As propinas eram entregues aos policiais rodoviários federais durante a passagem dos caminhões pelo posto da PRF em Santa Inês ou em encontros em locais próximos, como postos de gasolina e oficinas mecânicas; em troca, os PRFs integrantes do esquema permitiam a passagem da madeira sem qualquer fiscalização. Além da PRF, verificou-se que fato semelhante ocorria no Posto Fiscal Estaca Zero, envolvendo os conferentes de cargas, que permitiam também a passagem dos veículos.

A madeira ilícita circulava entre o Pará e o Maranhão, sem a documentação que garantiria a sua procedência legal ou era fraudada – o DOF, que é expedido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A denúncia do MPF é o resultado do trabalho conjunto desenvolvido pelo MPF, PF e Corregedoria da PRF, em decorrência da operação Via Perditionis, que foi deflagrado em novembro de 2018, com ordens judiciais de prisão preventiva dos intermediários e de afastamento dos policiais rodoviários federais envolvidos.

Agora, os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa, transporte ilegal de madeira, impedir ação fiscalizadora ambiental, corrupção passiva e receptação qualificada.

Bolsonaro em Davos

PERCIVAL PUGGINA
“Os setores que nos criticam têm, na verdade, muito o que aprender conosco. Queremos governar pelo exemplo e que o mundo restabeleça a confiança que sempre teve em nós.” (Presidente Bolsonaro, em Davos)

Quem esperava Bolsonaro lecionando Comércio Internacional e Ciência Política em Davos e manifesta frustração por ele não haver feito isso está em situação mais desfavorável do que a dele. Simplesmente desconhece a realidade. Dorme à margem dos fatos. Isso não chega a ser problema se for opinião de um cidadão comum à mesa do bar da esquina, ou de alguém convencido de que a carceragem da Polícia Federal de Curitiba hospeda um mártir da luta pela democracia e pela moralidade da gestão pública. No entanto, se a opinião negativa for emitida por quem se dedica a formar a opinião dos outros, bem, aí estamos perante um caso a cobrar adjetivos que não escrevo para que o leitor não imagine que estou invadindo a privacidade de seus pensamentos.

O Brasil inteiro sabe que Jair Bolsonaro é um homem simples, embora sua formação possa ser até mesmo considerada sofisticada em comparação com a de Lula, por exemplo. A diferença entre ambos é a honestidade. Enquanto Bolsonaro não finge ser o que não é, Lula tem um caráter poliédrico, com uma face para cada circunstância. É capaz de ir a Davos e prometer que vai acabar com a fome no Brasil e no mundo, jurar que extinguiu a miséria e descrever o paraíso nacional enquanto o tiroteio corre solto nas cidades do país. A diferença entre Bolsonaro e Dilma é que enquanto esta pensa que sabe muito, mas pensa pouco e errado, ele tem consciência do que não sabe e, por isso, se cerca de pessoas que sabem muito.

Foram essas virtudes, que se erguem acima do saber humano, que colocaram o novo presidente em sintonia com a maior parte do eleitorado brasileiro. Foram elas, também, que o fizeram compor o governo menos político-partidário da nossa democracia. A prudência é uma característica das almas simples. Foram essas virtudes que o levaram a exaltar em seu discurso a companhia dos ministros Paulo Guedes, Sérgio Moro e Ernesto Araújo.

Não, Bolsonaro não é o rei do camarote. Li, há pouco, que, durante o voo, a bordo do avião presidencial, não quis usar a suíte e a cama reservada ao presidente. Ficou em uma poltrona, como os demais viajantes, porque “um comandante não abandona sua tropa; tem que dar o exemplo”. Aquela suíte e aquela cama eram assiduamente ocupadas pelo comandante Lula, o santo da carceragem de Curitiba, para folguedos extraconjugais a grande altitude, enquanto sua tropa, de tantos escândalos, já não se surpreendia. Assistiam de camarote as traquinagens do rei.

Em seu discurso, Bolsonaro foi polido e afirmativo. Deu as grandes diretrizes do que fará, falou das reformas, expôs seus valores, afirmou que o Brasil é o país que mais preserva o meio ambiente no mundo. E faz isso malgrado a carência de recursos e à custa de uma menor produção de riqueza (quem mais assume tais sacrifícios?). Enfatizou a gigantesca obra educacional exigida pela realidade brasileira, assaltada pelos encolhedores de cabeças. Falou em Deus e em família. E quem não gostou vá assistir a Globo.