EM PEDREIRAS, UMA DUPLA DE CRIMINOSOS TEM MULHERES COMO ALVO PRINCIPAL

Destacado

PrintCompartilhar

Nos últimos três dias, Pedreiras tem apresentado um plantão policial bastante agitado. E a última sexta-feira (22) foi marcada por vários assaltos feitos por uma dupla. O alvo favorito dos dois são mulheres que usam bolsas de lado, e os ataques costumam ocorrer em horários de pouca movimentação.

Ao todo, foram três vítimas. O primeiro caso ocorreu na rua Benildes Nina, localizada no bairro Goiabal, entre as 14h e 15h, onde um dos meliantes desceu da moto e subtraiu a bolsa de uma mulher.

As outras duas vítimas foram senhoras que aguardavam um veículo próximo ao semáforo do Banco do Brasil, na Rua Maneco Rêgo, no centro. A ação dos criminosos ocorreu por volta das 18h.

A polícia já está em posse de informações, mas ainda não localizou a dupla.

Fonte: Carlinhos, com informações de Ribinha da FM (Tribuna 101)

Desembargador do TRF2 manda soltar Michel Temer, Moreira Franco, Coronel Lima e mais 5

Destacado

Decisão vai soltar oito presos na Operação Descontaminação, da Força-Tarefa da Lava Jato, realizada na quinta-feira. Desembargadora de plantão já tinha determinado soltura de outros dois.

Por Gabriel Barreira, G1 Rio


Trecho de decisão — Foto: Reprodução/G1

Trecho de decisão — Foto: Reprodução/G1

A Justiça determinou nesta segunda-feira (25) a soltura do ex-presidente Michel Temer, preso quinta-feira em São Paulo pela Força-Tarefa da Lava Jato no Rio. A decisão é do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

A decisão também determina a soltura do ex-ministro Moreira Franco, de João Baptista Lima Filho, o Coronel Lima, apontado como operador financeiro do suposto esquema criminoso comandado por Temer, e de outros cinco alvos da Operação Descontaminação.

MARANHÃO: HOMEM É ENCONTRADO MORTO EM FOSSA

Destacado

Em Palmeirândia, por volta das 17h30 deste domingo (24), o Sr João da Cruz Costa, 60 anos, (pai da vítima) procurou a PM para informar o possível desaparecimento do filho João do Carmo Nunes Costa de 39 anos, que teria saído de casa no sábado (23) para visitar alguns amigos e em seguida teria também ido a uma festa que estava acontecendo na cidade, e que até o momento não tinha voltado.
Em seguida a polícia foi informada via telefonema anônimo, de um possível corpo em uma fossa abandonada na quadra de futsal do São Francisco, a PM então se deslocou até o local informado, onde encontrou o corpo coberto por uma folhagem escondido dentro de uma fossa, o Homem havia sido brutalmente assassinado a golpes de faca.
O corpo foi levado para o hospital, e depois entregue para a família, a polícia ainda não tem informações de quem teria praticado o crime, nem a motivação do assassinato.Do Blog Do Daniel Santos 

EM PINHEIRO, PM REAGE A ASSALTO E ACERTA SUSPEITO COM TIRO NO TÓRAX

Destacado

No inicio da tarde deste domingo (24) um policial militar do 10º BPM da cidade de Pinheiro, sofreu uma tentativa de assalto quando retornava para sua residência.
A ação do criminoso aconteceu na Rua Benedito Durans no bairro Enseada próximo ao  Residencial RBC.Lucas Pinheiro de 21 anos usava tornozeleira eletrônica e estava de posse de um revolver cal. 38.
O policial militar da VTR de Pacas que não teve o nome revelado, reagiu a investida do assaltante atingindo o mesmo com disparo de arma de fogo no tórax.O PM acionou as equipes do SAMU, que removeu o indivíduo do local para o hospital Antenor Abreu.

O revólver que se encontrava com o criminoso, estava em nome de uma empresa de vigilância VIDI, na cidade de Ananindeua-PA, a mesma tem ocorrência de furto. Foi feito contato com a empresa.
FONTE: Vandoval Rodrigues

SERÁ? PAULINHA LOBÃO, PRÉ-CANDIDATA A PREFEITURA DE SÃO LUÍS

Destacado

Blog do Alex Ramos

Na tarde de sábado (23), a disputa eleitoral pela Prefeitura de São Luís em 2020, ganhou mais um pré-candidato, ou melhor, uma pré-candidata. A disputa promete ter candidatos que nunca foram políticos, uma mostra de que as eleições de 2018 em todo Brasil, revelou, quando o povo elegeu governadores desconhecidos do meio político.
Durante o programa Algo Mais na TV Difusora, apresentado por Paulinha Lobão, o ex-senador e ex-candidato ao Governo do Maranhão, Lobão Filho, deu a entender que a apresentadora pode disputar a Prefeitura de São Luís nas eleições de 2020.
“Você sempre fez tão bem tudo que administra que eu vejo que seria uma excelente prefeita de São Luís. Nós somos de uma família de políticos e como tal, não posso deixar de fazer um comentário desse”, declarou o ex-senador ao participar do programa da esposa, no dia do seu aniversário.
Caso seja confirmada como pré-candidata, já que em outras oportunidades ensaiou uma candidatura, mas recuou, Paulinha Lobão será a quarta pré-candidatura fora do grupo comandado por Flávio Dino e Edivaldo  Holanda Júnior.
Além de Paulinha Lobão, os deputados estaduais Adriano Sarney e Wellington do Curso, e o deputado federal Eduardo Braide, líder de todas as pesquisas, são os demais nomes.
Já pelo grupo que está no governo, os nomes seguem crescendo e já passam de sete, os interessados na disputa majoritária em 2020. Nessa briga, até o jornalista Jeisael Marx também ensaiou entrar na disputa.
por Jorge Aragão

Celulares irregulares começam a ser bloqueados no Maranhão

Destacado

Celular irregular é aquele que não tem o selo da Anatel que indica a certificação do aparelho e garante ao consumidor a compatibilidade com as redes de telefonia do país. |


Celulares irregulares começaram a ser bloqueados a partir deste domingo (24) no Maranhão e em mais 14 estados. Desde o dia 7 de janeiro, os aparelhos já recebem mensagens de alerta. A ação faz parte do projeto Celular Legal da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e se encontra em sua última etapa.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a medida vale apenas para celulares irregulares habilitados nas redes das prestadoras a partir de 07/01/2018, não prejudicando as pessoas que adquiram aparelhos irregulares anteriormente.

Em todo o país, já foram bloqueados 244.217 celulares. No Maranhão, desde o início do envio de alertas de bloqueio, 5.829 celulares irregulares foram identificados.

Celular irregular

O celular irregular é aquele que não tem o selo da Anatel que indica a certificação do aparelho e garante ao consumidor a compatibilidade com as redes de telefonia celular brasileiras. O selo normalmente está localizado no corpo do aparelho, atrás da bateria, ou no manual.

Ainda segundo a Anatel, um celular sem certificação pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio, pois não passou pelos testes necessários. Os celulares irregulares também podem atrapalhar os sistemas de comunicação.

“A gente não vai autorizar a entrega, para quem quer que seja, de um aparelho que não possa funcionar na nossa rede. Justamente para evitar situações que a gente já teve, inclusive em São Luís, de equipamentos não certificados ficarem interferindo na rede de telefonia móvel e causando prejuízos a pessoas, a usuários e a própria prestadora”, afirmou a gerente regional da Anatel, Karina Braga.

O que fazer?
No Portal da Anatel é possível verificar se o celular está legal ou se apresenta alguma irregularidade. Antes, é preciso ter o número do IMEI para saber se há algum registro de impedimento no aparelho.

O IMEI é o código composto por 15 números utilizado internacionalmente que permite identificar a marca e modelo do aparelho. Ao efetuar a compra de um aparelho, também é possível descobrir se o seu celular tem a certificação da Anatel discando *#06# e comparando o número com o IMEI da nota fiscal.

Os bandidos do “colarinho-branco” da imprensa brasileira e a tentativa de desestabilização do governo

Destacado

Nunca imaginei, nem por um segundo, que o Governo Bolsonaro voaria em céu de brigadeiro ou navegaria por águas plácidas, sem tempestades ou mares revoltos. Os projetos defendidos por Jair Messias Bolsonaro são o extremo oposto das anomalias políticas que temos consolidadas em nossa cultura institucional e no dia-a-dia do Povo Brasileiro.

É o tal do incrível: não seria crível supor que brotariam flores cheirosas e doces afagos donde sempre só saíram ataques — justos ou injustos — contra Jair Bolsonaro e seus filhos, o vereador carioca Carlos Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o senador Flavio Bolsonaro.

O diapasão, sobretudo aquele da mídia, foi sempre pelas sonoridades mais agudas ou mais graves. Quase nunca pelo equilíbrio.

A grande surpresa, entretanto, vem do fato de que boa parte da intrépida trupe de “grandes” Jornalistas e notórios “especialistas” decidiram embarcar numa onda absolutamente surreal em pleno Século XXI, na Era das Redes Sociais, da explosão horizontal da informação.

De alguma forma, talvez instados por seus chefes anacrônicos, por ideologias vencidas ou até por alas criminosas instaladas no coração do Jornalismo — sim, minha gente, também há bandidos de colarinho-branco na Imprensa brasileira —, a opção editorial foi pela tentativa de desestabilização do governo desde o dia seguinte às Eleições 2018 fazendo uso de quaisquer artifícios, ainda que falaciosos, delirantes e redondamente fakes.

Particularmente, acho isso o topo das indignidades.

E se é para falar no incrível, no inimaginável, temos um extraordinário exemplo em curso neste momento em Brasília. Desde a última quarta-feira, 20 de março 2019, o que se vê nas análises realizadas por jornalistas é um tributo às velhas formas de se fazer Política, uma ode ao nauseabundo toma-lá-dá-cá, uma triste defesa às práticas imorais e ilícitas que corroeram o Presidencialismo de coalizão nas últimas três décadas e mergulharam o Brasil num poço imundo e cheio de porões, onde sempre é possível estar mais fundo.

De repente, pessoas por quem nutria admiração e tomava por inteligentes e sagazes, passaram a defender o que há de pior na Política Brasileira — leia-se: cobrar cargos e benesses do Poder Executivo para garantir apoios no Poder Legislativo e no Poder Judiciário — apenas para justificar críticas ao Governo Bolsonaro.

Daí, fica a reflexão:

Em 80 dias, houve erros e acertos, paralisias e movimentos. Mas, vamos e convenhamos, em apenas 12 semanas foram apresentados um amplo projeto de combate ao Crime organizado, de autoria de ninguém menos do que Sérgio Moro, um dos homens mais respeitados em toda América Latina desde 2014, e a necessária Reforma da Previdência, incluindo uma polêmica reestruturação das carreiras militares, da lavra do ministro Paulo Guedes.

Além disso, tivemos uma importante conexão entre Jair Bolsonaro e o presidente dos Estados Unidos, Donald J. Trump, com foco na possibilidade real de o Brasil alcançar um novo patamar nas Relações Internacionais, passando a integrar a OCDE e a OTAN, deixando para trás uma época de violações de tratados e convenções de Comércio Exterior e da enxurrada de subsídios setorizados para beneficiar alguns poucos bilionários locais — a tal “Política dos Gigantes Nacionais” criada pelo atual presidiário Luiz Inácio da Silva, vulgo “Lula” — em detrimento à distribuição equânime de possibilidades a pequenos, médios e grandes produtores e exportadores.

Não podemos esquecer que também tivemos um surpreendente resultado na privatização de aeroportos, gerando um ágio de quase 1.000%, faturamento imediato de R$ 2,4 bilhões e investimentos iniciais que podem bater R$ 10 bilhões, além, é claro, da economia de recursos públicos na gestão desses aeroportos.

Tais fatos levaram o índice da Bolsa de Valores a alcançar 100.000 pontos pela primeira vez na História do Brasil.

Tudo isso em apenas 80 dias!

Mas, ainda há a má-fé daqueles que acham tudo isso “muito pouco”, “quase nada”.

São os eternos truqueiros, gargantas que blefam para sobreviver.

Cabe, inclusive, um clichê tão válido quanto precioso: onde essa turma estava quando o Palácio do Planalto autorizava o uso de bilhões Reais dos cofres públicos dos cidadãos brasileiros pagadores de impostos para apoiar o bolivarianismo famélico na Venezuela, a construção de portos em Cuba, o asfaltamento de estradas em países ditatoriais na África Subsaariana, tomando calote de todos eles ao fim? Onde vocês estavam truqueiros?

Transformações que envolvem sociedade, cultura e política não acontecem da noite para dia. Tenho visto Jair Bolsonaro dar passos significativos e, já que estamos falando com jogadores, dobro a aposta: não vai dar certo… JÁ ESTÁ DANDO CERTO!

Sigamos em frente!

Helder Caldeira