Prefeitura de Chapadinha-MA toma medidas para enfrentar a crise

Destacado

Em função da queda nos valores repassados pelo Governo Federal, que ao contrário das expectativas de melhora, só têm diminuído ao longo do ano, a prefeitura vai dispensar servidores contratados e comissionados em trabalhos não essenciais no próximo mês de julho.

Medida para assegurar o pagamento em dia dos demais servidores e a continuidade dos serviços essenciais, a prefeitura antecipa a informação para que os servidores atingidos possam se preparar para a dispensa que será por curto período .

Buscando o equilíbrio financeiro, a prefeitura se ver obrigada a adotar, de forma transparente, todas as medidas que forem necessárias para enfrentar a crise que atinge os municípios e a maioria dos estados brasileiros e espera contar com compreensão de todos 

A esquerda, o centrão e a luta desesperada para tirar o COAF de Sérgio Moro

Destacado

7.3KCOMPARTILHAMENTOS

O COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeira), foi retirado do antigo ministério da Fazenda e transferido para o Ministério da Justiça.

Agora, a esquerda e o centrão, querem que ele volte ao Ministério da Economia.

Por quê? Para garantir o SIGILO BANCÁRIO dos investigados!

E o pior é ver cidadão comum defendendo isso, só porque vai contra o governo.

É a mesma coisa que descobrirem um desvio do prefeito ou vereador da tua cidade e ao invés da justiça investigar e punir, quem investiga é um escritório de contabilidade.

Ora… O COAF é um centro de contabilidade que detecta movimentações financeiras estranhas e avisa o governo!

Cabe ao Ministério da Justiça, com seu poder sobre as polícias, abrir investigação e caso encontre rastros de crime financeiro, abrir processo.

O que um economista poderia fazer, que o Coaf já não tenha feito?

Tudo se resume em blindar os parlamentares que estão pedindo a volta do Coaf para o Ministério da Economia, porque este ministério não tem o poder de quebrar nosso sigilo bancário, entendeu?

Só quem pode quebrar nosso sigilo bancário é a justiça. Ah! Mas isso a esquerda chama de “garantias individuais”, ou seja, é a garantia que eu posso ter dinheiro sujo na minha conta, mas ninguém pode ficar sabendo. É meu e ponto! Onde está o meu direito de roubar em paz?

Ps: isso serve ao Flavio Bolsonaro também, viu, e seus vários envelopes com 2 mil cada, se não quebrarem o seu sigilo bancário, é só isso que terão contra ele, nada grave, afinal, ele alega que depositava os valores recebidos na loja de chocolates que ele tem num shopping (e isso não é crime), a não ser que quebrem o sigilo dele e encontrem um valor que não condiz com sua renda e vendas de possíveis imóveis. Percebe a importância da quebra de sigilo? Quem sabe assim a esquerda entenda a necessidade de manter o Coaf na Justiça.

Coaf é um braço da justiça e não da economia brasileira!

Raquel Brugnera

Criminosos armados com fuzis explodem agências bancárias na cidade de Campo Maior

Destacado

Grupo formado por mais de dez assaltantes fez disparos com fuzis pelas ruas da cidade, na intenção de causar medo nos moradores. Segundo a PM, três pessoas foram feitas reféns e liberadas após o crime.

Um grupo formado por mais de dez criminosos arrombou duas agências bancárias ao mesmo tempo na cidade de Campo Maior, a 80 km de Teresina, durante a madrugada desta terça-feira (30). Segundo a Polícia Militar, o grupo fugiu pela BR-343. Três pessoas foram feitas reféns, mas ninguém ficou ferido.
Os criminosos chegaram em quatro veículos (três caminhonetes e um carro de passeio) por volta de 1h desta terça. De acordo com o major Etevaldo Alves, comandante da Polícia Militar de Campo Maior, o grupo fez disparos com fuzis pelas ruas da cidade, na intenção de causar medo nos moradores.
Duas agências bancárias, uma do Banco do Brasil e a outra da Caixa Econômica Federal, ambas localizadas no centro de Campo Maior, foram arrombadas. Os criminosos usaram explosivos para arrombar caixas eletrônicos e destruíram o interior dos dois locais. As duas agências ficam a menos de 200 metros de distância uma da outra.

Segundo o major Etevaldo, três pessoas foram feitas reféns durante os assaltos, mas foram liberadas durante a fuga dos criminosos na entrada de Campo Maior. Nenhuma delas ficou ferida.
O assalto acontece durante um período de grande movimentação de valores nas agências, em que aposentados e beneficiários de programas federais sacam seus benefícios. A polícia ainda não tem informações sobre quanto dinheiro foi roubado. Ainda segundo a PM, os criminosos fugiram da cidade pela BR-343 no sentido Norte, em direção à cidade de Piripiri.
Os policiais militares estão nas estradas da região em busca dos criminosos. O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) foi acionado e iniciou as investigações. Por envolver uma agência da Caixa, a Polícia Federal também foi acionada.
Segundo roubo a banco em 2019
Este foi o segundo caso de ação criminosa violenta contra agências bancárias no Piauí em 2019. O primeiro crime aconteceu no dia 19 de fevereiro, na cidade de Castelo do Piauí, distante 105 km de Campo Maior.
Na ocasião, os criminosos metralharam o Grupamento da Polícia Militar da cidade, mas o crime foi inibido pelos policiais militares e os criminosos fugiram sem levar nada. Doze pessoas foram presas suspeitas de participar do crime.
Com informações do G1 PI

Operação prende 7 policiais suspeitos de integrar organização criminosa na região de Caxias e Aldeias Altas

Destacado

A Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Homicídios, Delegacias Regionais de Caxias e Timon, deflagrou na manhã desta terça-feira (30), a “Operação Balaiada”, nas cidades de Caxias e Aldeias Altas/MA. Ao todo, 7 policiais já foram presos temporariamente. Todos apontados como integrantes de grupos organizado que cometia homicídios e outros delitos penais na região de Caxias e Aldeias Altas.

A operação tem o apoio da Polícia Militar e Centro Tático Aéreo. E cumpre mandados de prisão temporária e busca e apreensão expedidos pela Primeira Vara da Comarca de São Luís-MA. As investigações seguem na Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Foram presos temporariamente 05 Policiais Militares e dois civis, moradores do município de Aldeias Altas. Fonte Sinal Verde

Vargem Grande: Redes sociais, postagens agressivas e as buscas por um culpado.

Destacado

Mais uma vez com tristeza, vejo de longe, os internautas de nossa terrinha, com postagens agressivas, desmoralizantes, que enlameiam a sociedade e nossas famílias.

Li, e aqui, quero parabenizar a nossa colega da Rádio Líder Mayra Moraes, que fez uma postagem,consciente, pertinente e própria das pessoas inteligentes. A Mayra disse que não é só porque uma pessoa seja Designer por profissão, que necessariamente seja ele ou ela, o responsável por notícias falsas ou desabonadoras da moral de outrem em redes sociais. E mais, que ninguém possa caluniar o outro, pelo fato de ter uma profissão X ou Y. Essa conduta,é própria dos despreparados.

Lembro-me dos tempos dos jornaizinhos escritos que circulavam com matérias caluniosas e difamadoras, relacionados a pessoas ligadas a política de Vargem Grande. Quantas vezes não fui apontado como sendo o autor daquelas reportagens? Até hoje, apesar de ter sido apontado como autor, não conheço quem foram os responsáveis por aquelas edições.

O tempo passou, e só o tempo, foi o Juiz responsável por minha absolvição. E agora, quem será ou serão os culpados? Quantos Zés de Fátima não estão sendo caluniados sem terem nenhuma responsabilidade ou participação nessas veiculações?

A sabedoria diz: ” Mente desocupada é oficina do cão” .Sigamos então os conselhos da Mayra que faz um edificante convite, para deixarmos de ser julgadores irresponsáveis,,e passemos a ser, a força propulsora do trabalho.

Infelizmente tenho que afirmar, e sei que muita gente vai concordar comigo. É cultura dominante no nosso município, muitas pessoas preferem a desgraça alheia em detrimento do seu próprio sucesso.

Polícia prende trio que assaltou lanchonete no bairro Santos Dumont, em São Luís

Destacado

A Polícia Militar prendeu, por volta de 16h de segunda-feira (29), os três assaltantes que roubaram a lanchonete “Porkiço Lanches”, no bairro Santos Dumont, em São Luís.
Pelas informações da PM, o assalto ocorreu por volta das 19h40 de domingo (28). De posse de uma arma de fogo, eles anunciaram o assalto e subtraíram diversos objetos de clientes, entre aparelhos celulares e um veículo Toyota Hilux, cor prata, de placa  PSO-5632.
Os assaltantes foram identificados como Paulo Vitor de Carvalho Costa, conhecido como “Pio”, de 20 anos; Vinicius da Silva Santos, conhecido como “Dedox”, de 18 anos; e Francinete Ferreira do Nascimento, conhecida como “Nenê”, de 21 anos. Os três residem no Jardim Tropical, em São José de Ribamar.

Com eles, a polícia apreendeu:- Um revólver calibre 32, contendo duas munições intactas;- uma camisa listrada que aparece nas imagens sendo usada por um dos assaltantes;- um celular Iphone;- um cordão de ouro;- um) aparelho de celular Motorola.
A polícia acrescenta que, de posse das imagens do crime, PMs do Grupo de Serviço Avançado (GSA) do CPAM II reconheceram os envolvidos na ação e identificou o endereço de Vinicius Santos. Na residência dele, foi encontrado um revólver calibre 32, contendo 2 munições.
Vinicius informou, ainda, a localização do aparelho de telefone subtraído, cordão de ouro e a identificação dos outros dois envolvidos no assalto.

Em seguida, de posse de informações, os PMs prenderam Francinete Nascimento e Paulo Costa. Eles receberam voz de prisão e foram apresentados no plantão da Delegacia da Cidade Operária (Decop), onde foram autuados em flagrante.
O trio vai responder por roubo qualificado pelo emprego de arma de fogo e concurso de pessoas. Fonte Gilberto Lima

Atenção servidores: Prefeituras recebem R$ 2,4 bilhões de FPM nesta terça-feira (30)

Destacado


CNM divulga valores do último decêndio do FPM de abril; confira

O último repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 3º decêndio de abril será no valor de R$ 2,4 bilhões. O repasse, que já leva em consideração o desconto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), estará disponível na conta dos Municípios nesta terça-feira, 30 de abril. O valor, sem o desconto do Fundeb, atingiu a casa dos R$ 3 bi.
Segundo a área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM), para o último decêndio, a base de cálculo é dos dias 11 a 20 do mês corrente. Esse decêndio geralmente representa em torno do 30% do valor esperado para o mês inteiro.
Dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) apontam que esse decêndio ao ser comparado com mesmo do ano anterior, apresentou queda de 0,29% em termos nominais (valores sem considerar os efeitos da inflação). O acumulado do mês, em relação ao mesmo período do ano anterior, teve crescimento de 5,48%. Agora, quando o valor do repasse é deflacionado, levando-se em conta a inflação do período, comparado ao mesmo período do ano anterior, a queda é de 4,44%. Assim, o mês fechou em crescimento de 1,09%, comparado ao mesmo período de 2018, quando corrigido pela inflação do período.
(Da Agência CNM de Notícias)

ALMIR PAZZIANOTTO PINTO A Fome e a Previdência

Destacado

Estamos convencidos da necessidade da reforma da Previdência Social. A Constituição de 1988 – sempre ela – excedeu-se nas disposições relativas à Ordem Social. O Título IV é pródigo em dispositivos sobre Seguridade, Saúde, Previdência, Assistência Social, Educação, Cultura e Desporto, Ciência, Tecnologia e Inovação, Comunicação, Meio Ambiente, Família, Criança, Adolescente, Jovem e Idoso, Índios.

Tome-se como exemplo o art. 227 do capítulo que trata Da Família, da Criança, do Adolescente, do Jovem e do Idoso: “É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-lo a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão”. Ignoro o responsável pela sandice. Provavelmente algum nefelibata mentecapto, a quem foi atribuída a tarefa de redigir dispositivo constitucional. Deveres e direitos todos têm. O desafio consiste na passagem da enganosa utopia para a crua realidade

Foi simples, para os integrantes da Constituinte, solucionar problemas que há décadas desafiam as nações ricas do primeiro mundo, em país cuja capital considerada Patrimônio Cultural da Humanidade, convive com favelas como a do Sol Nascente. A miséria e a fome se fazem presentes no Distrito Federal com intensidade semelhante à encontrada em São Paulo, a mais rica cidade da América do Sul. O mesmo sucede no Rio de Janeiro onde temos o Complexo do Alemão, a Rocinha, e centenas de comunidades carentes. Nas capitais dos estados e pelo vasto interior brasileiro a situação não é diferente em termos de pobreza, como demonstram dados do IBGE.

Se a reforma da Previdência se faz urgente, é imprescindível, também, dar combate à miséria, já denunciada por Euclides da Cunha em Os Sertões, Graciliano Ramos em Vidas Secas, Josué de Castro em Geografia de Fome, e outras obras relegadas ao esquecimento. Roger Bastide, em livro escrito na década de 1950, quando a população se aproximava de 52 milhões de habitantes, já descrevia as favelas do Rio de Janeiro que “sofrem a falta de instalações sanitárias, de luz de água encanada”. Hoje acrescentaria o consumo e tráfico de drogas, as milícias, as mortes violentas, famílias desfeitas, a infância abandonada. “Os negros de São Paulo – assinalava o professor da Sorbonne –habitam porões úmidos, no fundo de pátios onde não bate sol, ou em velhas construções arruinadas, abandonadas pela aristocracia do café, cujos cômodos, divididos por tabiques, abrigam dezenas de famílias apertadas uma contra as outras” (Brasil Terra de Contrastes, Difusão Européia do Livro, SP, 1959). Passados 70 anos, se algo mudou foi para pior.

A economia cresceu até se colocar entre as 10 maiores do mundo. A população se urbanizou e saltou para 220 milhões. Deixamos de ser o país da agricultura para nos transformarmos em país agroindustrial. A desigualdade social aguda, todavia, não se reduziu. Em contraposição às colunas sociais, aos elegantes jantares, aos desfiles de alta costura, aos veículos de luxo, às fortunas frutos da corrupção, a fome devora famílias anêmicas, doentias, desdentadas, habitantes de barracos sem água, luz, esgoto, cujo cardápio se reduz ao prato diário de arroz com feijão e ovo; leite, carne, frutas, verdura, nem pensar.

Durante décadas sucessivos governos fecharam os olhos à fome. Desperdiçavam, porém, centenas de milhões com projetos de duvidosa necessidade, passeios ao exterior, compra de supérfluos, corrupção, fundo partidário, financiamento de campanhas, filmes, espetáculos teatrais, musicais. A reforma da Previdência é urgente. Que venha, porém acompanhada de atento olhar dirigido àqueles que não têm quem os defenda, não têm emprego, não têm salário, não têm moradia, saúde, educação; sobrevivem à margem do Estado e muito além do alcance do sistema previdenciário.

A Bolsa Família, destinada a situações de miséria extrema, é necessária. Não basta, porém, para saciar a fome, erradicar a miséria, educar, cuidar da saúde e preparar o jovem para ingressar no mercado de trabalho.

PÂNICO EM GRAJAÚ: Criança de 8 anos é raptada na cidade

Destacado

Há um desespero neste momento na cidade de Grajaú nesta data de (29) de abril de 2019, dia em que a cidade está de festa comemorando seus 208 anos de idade, tem uma família desesperada e um pai na delegacia registrando BO (Boletim de Ocorrência). A menina Pâmela Sousa da Silva de (08) anos, moradora do Conjunto habitacional Mirante do Falcão, acaba de ser raptada por um individuo de cor branca estatura alta, magro e com tatuagem no braço.
Segundo as primeiras informações a menina foi colocada dentro de carro Montana de cor branca, não conseguiram características da placa do carro. No momento uma família em desespero e um alerta geral para a região. Aguardem mais informações.

Bandido que rouba Igreja em Vargem Grande é preso sem demora pela PM

Destacado

Jhon Alves dos Santos, assaltou a Igreja e foi preso em seguida.

Numa ação rápida a polícia militar de Vargem Grande, conseguiram prender John Alves dos Santos, 28 anos, que no final da tarde de ontem entrou na Igreja Mundial do Poder de Deus, e além de agredir o pastor e roubar a renda dos fiéis,ainda levou uma moto dos que participavam do momento de oração.

Logo em seguida ao duplo assalto, o bandido empreendeu fuga no sentido da cidade de Nina Rodrigues, onde foi encontrado,preso, encaminhado para a delegacia de polícia de Vargem Grande,para em seguida ser mandado a regional de Itapecuru onde foi autuado em flagrante delito e será encaminhado para o presídio daquela cidade, ficando a disposição da Justiça.

CASO KELRRY, MATINHA: IRMÃS SÃO PRESAS EM ROSÁRIO PELO 27° BPM

Destacado

O crime bárbaro praticado em 09 de abril, pelasduasacusadas, chocou não apenas os moradores de Matinha, mas os maranhenses, pela forma cruel como ocorreu

As irmãs acusadas Tainá e Tainara, são apontadas como autoras da morte a facadas da jovem de 25 anos, identificada como Kelrry Mouzinho,  no centro de Matinha, distante 236 km de São Luís.
A motivação do crime seria um desentendimento entre a vítima e a mãe das acusadas.


Após o fato, as acusadas fugiram, se escondendo na cidade de Rosário – Ma.

Depois de uns dias, elas chegaram a se apresentar acompanhadas de um advogado na Depol Regional de Rosário, sendo liberadas em seguida, uma vez que não havia mandado de prisão contra elas, e também estava fora do flagrante.

Na manhã desta segunda-feira, 29, escondidas numa kit net, foram presas em Rosário, pela Polícia Militar, sob o comando do major Pereira em cumprimento  a decisão judicial.

Ambas serão encaminhadas ao presídio feminino do complexo penitenciário de Pedrinhas.