Homem preso em Imperatriz revela que já participou da morte de 50 pessoas na Região Tocantina

Destacado

Suspeito de cometer vários homicídios na Região Tocantina, foi preso ontem em Imperatriz Hilton Alves Bonfim, 53 anos, mais conhecido por Macarrão.A polícia informou que Bonfim é um elemento de alta periculosidade.  

De acordo com informações dos policiais, o criminoso revelou para a equipe já ter participado de 50 execuções de pessoas, notadamente em Imperatriz. Boa parte delas nunca foi comprovada o autor.

HILTON é uma pessoa de altíssima periculosidade, bastante conhecido no meio policial, investigado e já condenado por diversos crimes e contra ele havia um mandato de prisão por homicídios.

Macarrão tem notoriedade no mundo do crime, Nos anos 80 ele com o seu pai José Bom fim e a viúva Porcina, protagonizaram uma cena de filme ao fugirem da Penitenciária de Pedrinhas pela porta da frente, e só agora retorna as páginas policiais.

Pai abusa sexualmente da própria filha em hospital de São Luis

Destacado

Nesta sexta feira (24), a policia civil,por meio da Delegacia de Proteção á Criança e ao Adolescente (DPCA),prendeu em flagrante John Herberth Santos Borges,de 34 anos. Ele é acusado de violentar sexualmente a sua filha de 10 anos.
Segundo a polícia,o fato foi formalizado através de um hospital,onde os profissionais que trabalham no local presenciaram a violência sexual e comunicaram os órgãos de proteção.
A polícia foi até o local ,onde foram colhidos depoimentos dos funcionários, e logo após foi dada voz de prisão para o acusado. Jhon Herberth foi encaminhado para o Centro de Triagem de Pedrinhas,onde estará a disposição do Poder Judiciário. 

Traficante é preso com armas, droga e dinheiro na cidade de Bequimão

Destacado

O traficante Janiel Silva França, de 34 anos, foi preso por policiais militares no povoado Mojó, na zona Rural do município de Bequimão, a 83 km de São Luís, na manhã dessa sexta-feira (24).  
Os policiais se deslocaram ao povoado após recebimento de informações de que Janiel estaria traficando drogas e que teria armas de fogo em sua residência.
No local, os PMs encontraram: – duas espingardas, – cinco munições calibre .40 – uma munição calibre 380 – uma munição calibre.20 – 18 cabeças de crack- cordão dourado e relógio- uma quantia de R$ 2.600 em espécie- uma pedra maior de Crack
Além de disso, os policiais apreenderam dois aparelhos celulares que foram tomados de assalto na quinta-feira (16) na sede de Bequimão.
Janiel foi apresentado na Delegacia de Bequimão, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, crimes do estatuto do desarmamento e receptação dolosa.

Hoje na História: É criada a Agência Central de Inteligência, a CIA

Destacado

No dia 25 de maio de 1947 foi criada a Central Intelligence Agency (CIA) nos Estados Unidos. A entidade é responsável pela obtenção de informações fazendo uso de recursos como a espionagem de governos, corporações ou indivíduos, que possam ameaçar a segurança norte-americana. A sede da CIA fica na Virgínia, e a entidade foi inaugurada pelo presidente Harry S. Truman com o objetivo de substituir o Escritório de Serviços Estratégicos (OSS), usado durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1949, a CIA foi autorizada a realizar investigações sem permissão da Justiça ou de outros órgãos fiscais e administrativos.

PERCIVAL PUGGINA O que foi isso, Janaína?

Destacado

Estamos vivendo, no Brasil, um tipo de impasse do tipo clássico, previamente programado e configurado no modelo institucional que adotamos. Brigas de crianças se resolvem com mais facilidade do que a rinha entre cavalheiros. O governo quer algo; o Parlamento diz não; e nada acontece, seja no governo, seja no Parlamento.

Essa é uma das muitas disfunções e irracionalidades inerentes ao nosso modelo institucional e ao modo como vemos e fazemos democracia, temas sobre os quais muito já tenho escrito.

Estamos assistindo, nestes dias, a um confronto de opiniões que tem tudo a ver com isso. As eleições de outubro do ano passado refletiram a indignação da maioria dos cidadãos com as consequências de vícios institucionais que impulsionam condutas criminosas ou de moralidade imprópria. Multidões foram às ruas e muitos mandatos foram cassados pelo voto soberano do eleitor. No entanto, os males do modelo persistem e, como não poderia deixar de ser, continuam produzindo consequências.

A sociedade se sentiu frustrada e ameaçada ao ver o Presidente chantageado por congressistas que explicitavam seu desejo de estabelecer “negociações” cuja consequência seria o retorno ao velho regime e a vitória dos derrotados nas urnas. Se os projetos são de elevado interesse nacional, como justificar moralmente que uma oposição inicial seja revertida mediante favores políticos concedidos pela BIC presidencial?

É óbvio que congressistas podem divergir do Presidente. O poder lhes é dado para isso. O que esse poder não pode e a sociedade não mais admite é que as mesmas convicções mudem se o governo distribuir cargos, espaços de influência ou atender “interesses” municipais ou regionais. É tão evidente o desvioético dessa conduta que explicações se tornam supérfluas. Para tais práticas, que acabam em delação premiada, o eleitor disse sonoro não nos pleitos do último mês de outubro.

Recentemente, a professora e deputada estadual paulista Janaína Paschoal saiu em defesa do Congresso Nacional, disparando repreensões à mobilização prevista para o dia 26 de maio e acusando o Presidente de imobilismo. Segundo ela, negociações são inerentes à vida dos parlamentos e não há qualquer mal no fato de um parlamentar atender interesses de suas próprias bases. Horas depois, ela mesma desistiu de negociar e de formar opinião dentro de seu partido e rompeu com a bancada.

Quem tão bem lutou contra a corrupção durante o processo de Impeachment, como Janaína Paschoal, formando nesse embate e em cima dos carros de som suas bases eleitorais, surpreende ao atenuar, aparentemente ao menos, a rotina da formação de maiorias parlamentares. De fato, o que ela chama de imobilismo tem solução expedita. Basta seguir a velha receita. Mas aí estaríamos nos curvando ao modelo político ficha suja que tem regido as relações entre os governos e o Congresso Nacional, com apoio do establishment partidário. Bem preferível seria se suficiente maioria do Congresso entendesse e se posicionasse em conformidade com o bem do país.

Com menos de cinco meses de mandato, as raposas de ofício já falam em impeachment de Bolsonaro. Negar à opinião pública o direito de se manifestar a respeito, de apoiar o Presidente que vem sendo responsabilizado pelas dificuldades que enfrenta no Congresso, é abonar o modelo corrupto e corruptor. É fragilizar a coragem moral que, teimosamente, insiste em ter voz nas ruas.

PASSAGEIROS DA CISNE BRANCO, LINHA URBANO SANTOS A SÃO LUÍS, SÃO ASSALTADOS ENTRE SANTA RITA E BACABEIRA

Destacado

O ônibus da empresa Cisne Branco que faz linha entre a Cidade de Urbano Santos, 262 km distante da capital São Luís, foi alvo de uma quadrilha de assaltantes entre o trecho da BR-135, que compreende os municípios de  Santa Rita a Bacabeira.
O fato embora tenha acontecido durante a noite do dia 21, terça-feira, deixou muitas marcas no psicológico e emocional dos passageiros pela maneira que foram tratados dentro do veículo pelos criminosos, e para piorar ainda mais, segundo uma passageira que prefere não se identificar, a revoltar se potencializou devido ao descaso da empresa que os ignorou completamente sem disponibilizar nenhuma assistência psicológica e jurídica ao desembarcarem no terminal rodoviária de São Luís.
A passageira relata que um casal entrou no ônibus na cidade de Santa Rita, já saindo da cidade, sem demorar muito tempo anunciou o assalto de arma de fogo em punho; a mulher fez um verdadeiro raspa dentro de um período de aproximadamente 30 minutos e quando as vítimas acreditavam que o pior já havia passado, uma caminhote pára o transporte coletivo e três indivíduos entram e dão continuidade ao assalto, sempre com tom agressivo e bastante ameaçador.
A passageira expõe que, houve falha do motorista ao parar em um local, em tese inseguro; segundo ela os criminosos roubaram o que puderam: Celulares, dinheiros, carteiras com documentos, relógios, jóias dentre outros itens de valor.

Mais um suicídio em Vargem Grande

Destacado

Os moradores do Bairro São Miguel em Vargem Grande, mais especificamente os que residem próximos ou na rua Cesar Viana, foram tomados de surpresa nesta manhã com a notícia do suicídio de Francisco das Chagas dos Santos morador daquela rua.

É que segundo informações, Francisco das Chagas dos Santos, de 37 anos, recorreu ao suicídio no quarto onde dormia na rua Cesar Viana no Bairro São Miguel.

Segundo populares que o levaram até o Hospital Benito Mussoline de Sousa, francisco foi encontrado dentro do seu quarto enforcado com uma corda que estava presa a grade da janela.

Até o momento não se sabe o motivo que levou a vítima a esse tresloucado gesto, uma vez que até o momento não foi encontrado nenhum bilhete que explicasse o motivo,nem mesmo ele segredou a algum amigo.

Dia 22 deste, publiquei uma matéria do jornalista e delegado da polícia civil do distrito federal que ele chama a atenção das autoridades para programas que pudessem assistir a essas pessoas que demonstram interesse de dar fim a vida. O título do artigo é bem sugestivo ” Os suicidas pedem socorro”. Você pode ler a matéria completa no Blog do Zé de Fátima.

Jefferson Portela não se intimida com ataques e representa criminalmente contra agressores

Destacado

O Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, vem sendo bombardeado por representantes de ‘grupos organizados’ que almejam derrubá-lo do comando da Secretaria de Segurança do Maranhão. Talvez queiram alguém que seja conivente com práticas criminosas.
Ao longo de sua gestão na SSP, Portela tem adotado uma postura de enfrentamento duro contra o crime organizado. Tem cortado na própria carne, ao mandar para a cadeia integrantes da estrutura da segurança do Estado. 

Um exemplo foi o desbaratamento de uma quadrilha de contrabandistas que contava com o apoio de agentes públicos, policiais e do então superintendente da Seic, Tiago Bardal, que davam suporte ao grupo criminoso.

Entre os algozes de Portela estão o ex-delegado Tiago Bardal e o delegado licenciado Ney Anderson. Os dois, ao revelar supostas investigações de membros do Judiciário, têm jogado magistrados contra o secretário. Em nota, Portela afirma que nunca existiu tal determinação de investigação de magistrados.
Contra eles, o secretário representou criminalmente na Procuradoria Geral de Justiça (PGJ). A representação atinge também os blogueiros Neto Ferreira, Stênio Jonnes e o Iury Almeida. Eles responderão criminalmente por calunia, injúria e difamação.
Segundo Portela os três blogueiros, Neto Ferreira, Stênio Jonnes e o Iuri Almeida falsamente fizeram acusações sobre investigações ilegais contra membros do poder judiciário do Estado do Maranhão.

Segundo o secretário, as versões dadas pelo ex-delegado Tiago Bardal, que se encontra preso, e pelo delegado licenciado Ney Anderson foram replicadas de modo alinhado pelos blogueiros citado. Por isso, também foram processados.
Além desses, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho tem feito críticas ao trabalho de Portela, dizendo-se perseguido por investigações que nada comprovaram contra ele. Esses ataques do deputado contra Portela também têm sido publicados pelos blogueiros citados pelo secretário.
Prevalece a máxima: quem não deve não teme. O que Josimar e outro desafetos do secretário temem?

Acontece hoje a inauguração do bar Tapera em São Luís

Destacado

Acabou a espera, hoje (24) as 18 horas inaugura o melhor e mais novo ambiente de São Luís , o “Tapera”. Para começar com o pé direito, na noite dá estreia acontecerá show com forró pé de serra, Fernando e Franco e Parceiro Paz.

O bar Tapera promete ser um novo conceito de bar na capital, além do ambiente climatizado, possui uma excelente estrutura de som,iluminação e o melhor, uma equipe preparada para atender você. O bar está localizado na Lagoa e funcionará de segunda a sábado.

Não perde tempo é vai lá conhecer o Tapera!

Vargem Grande tem crimes que lhes são mais característicos

Destacado

Tem sido assim desde que me entendo como gente. O governo deflagra campanhas através de seus organismos e esses passam aos seus similares nos municípios. Nessa semana as secretarias municipais estão envolvidas com uma campanha de combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes.Uma bela campanha sem sombra de dúvidas.

Mas em Vargem Grande qual o efeito prático dessa campanha? Quase nenhum. Porque esse não é um tipo de crime comum em nossa região, existem casos, mas são esporádicos, ou muito raros.

O que está mais evidenciado, e é mais comum em nossa terra, são os crimes de encomenda, execuções, assaltos e roubos a domicílios e particulares.

E o que estamos fazendo de prático para coibi-los, Nada. Estamos de braços cruzados porque graças a DEUS, o crime ainda não bateu em nossa porta.

Cobramos sempre da polícia, sem cobrar dos poderes executivos nas esferas estadual e municipal.

Quem dos que estão lendo essa postagem conhece a delegacia de polícia de Vargem Grande? Pouquíssimos, Pois saibam, ela está a beira da falência.

O Ministério Público do estado pediu a desativação dos serviços de carceragem porque não tinha mais condições de abrigar presos. Quando acontece alguma prisão correcional, os investigadores e o delegado, duplicam suas funções, além da função que lhe atribuída pelo cargo conquistado em concurso público, exercem também a função de carcereiro.

O número de policiais civis para o nosso município é infinitamente pequeno para a demanda. É preciso investigar os casos e não dispomos de número suficiente de profissionais nessa área. E se queremos realmente segurança pública, temos que aparelhar os instrumentos da área.

Continuemos com os programas e ações que nos são destinadas pelos poderes executivos Federal e Estadual, mas sem esquecer que o cidadão e os seu problemas, vivem é no município.

Polícia Federal deflagra Nêmesis no Maranhão e outros sete estados

Destacado

Operação tem como objetivo reprimir a prática de crimes de produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças e/ou adolescente

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira 23, a Operação Nêmesis, com o objetivo de reprimir a prática de crimes de produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças e/ou adolescentes.

Estão sendo cumpridos 28 mandados de busca e apreensão no Maranhão e em outros sete estados da Federação: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraíba e Sergipe. Cerca de 120 policiais federais participam da operação.

Segundo a PF, os suspeitos irão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de pornografia infantil previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente.

A operação coincide com a semana do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes que é celebrado anualmente em 18 de maio. A escolha dessa data é em memória do Caso Araceli, crime que chocou o país na década de 70. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. Os culpados jamais foram identificados e punidos.

Foi denominada Nêmesis em referência à mitologia, na qual Nêmesis simboliza a indignação pela injustiça praticada e a punição divina diante do comportamento desmedido dos mortais. Sua função essencial era restabelecer o equilíbrio quando a justiça deixa de ser praticada.