Polícia Militar de Codó já apreendeu 40 armas de fogo e recuperou 43 veiculos nos últimos 05 meses

Destacado

Ao todo, 40 armas ilegais foram apreendidas pela Polícia Militar e 43 veículos recuperados, só esse ano.

Se comparando com o ano passado, em que neste mesmo período foram retiradas de circulação 34 armas de fogo e recuperados 51 veículos.

Para ele, o trabalho de retirada de circulação de armas de fogo é valoroso no contexto de mitigação do comportamento criminoso. “Quando você tira uma arma de circulação, você evita uma série de crimes – roubos, homicídios, estupros. Temos apreendido muitas armas de fogo, o que enfraquece os ladrões, que vão ter ‘problema’ para prática de assaltos de mãos limpas”, exemplifica o coronel Juranddir

o Blog Codo Noticias parabeniza mais uma vez o brilhante trabalho da nossa policia em Codó, mesmo com dificuldades esta nas ruas 24 protegendo a nossa população.

Olhando a História: Morre o poeta Luís Vaz de Camões

Destacado

Luís Vaz de Camões, escritor, é considerado um dos maiores poetas da língua portuguesa. Nasceu no ano de 1524 e faleceu em 10 de Junho de 1580. Sua obra situa-se entre o classicismo e o maneirismo de alguns de seus sonetos, como o conhecido Amor é fogo, que anunciava a aproximação do barroco. Hoje em dia o Prêmio Luís de Camões, instituído em 1988 pelos governos do Brasil e Portugal, é o mais importante em língua portuguesa. Entre as obras de Camões que se destacaram estão: Amor é fogo que arde sem se ver (1595),Verdes são os campos (1595), Que me quereis, perpétuas saudades¡ (1595), Sobolos rios que vão (1587), O Rei Seleuco (1587), Auto de Filodemo e Anfitrões (1587).

PM e namorada são baleados durante assalto no BB do Jaracati, em São Luís; um dos assaltantes é capturado

Destacado

Após o assalto, o PM reagiu e atingiu um dos assaltantes, 
Raphael Yuri, com vários disparos

Um policial militar, identificado como soldado Bernardo, e sua namorada foram baleados, na noite desse domingo (9), dentro da agência do Banco do Brasil do Jaracati, na Avenida Professor Carlos Cunha, em São Luís.
De acordo com informações divulgadas em áudios de PMs no WhatsApp, o casal entrou no estabelecimento para fazer um saque e foi surpreendido por dois homens, que anunciaram o assalto e pediram que fosse sacado todo o limite permitido.

No entanto, o militar disse que não tinha limite suficiente para fazer saques volumosos, o que impediu o roubo de um valor grande.
No momento em que os assaltantes deixavam a agência, o soldado Bernardo, que estava deitado no chão, sacou sua arma e efetuou vários disparos. 

Os bandidos revidaram e acertaram o joelho do policial e um tiro nas costas de sua namorada.
O PM informou que alvejou um dos bandidos com oito tiros. A pistola .40 usada pelo assaltante caiu dentro da agência.
Os bandidos fugiram em um veículo Palio, mas um deles foi capturado. Ele foi alvejado com vários tiros, principalmente nos braços e mãos, e teria sido identificado como Raphael Yuri Araújo Pereira, conhecido como “Yuri”, de 27 anos. 
Ele foi preso pela última vez no dia 10 de dezembro de 2018, mas foi liberado 18 dias depois.
O militar, que ingressou na PM em 2014 e é lotado no 9º BPM, está fora de perigo. A namorada dele foi encaminhada para o hospital UDI.

Ladrões na embaixada

Destacado

Na chefia do setor político e de imprensa da Embaixada em Santiago fui designado pelo Embaixador Jorge Ribeiro para acompanhar, em seu nome, a delegação de parlamentares da oposição brasileira, chefiada pelo Deputado Fernando Gasparian, que participaria de um Fórum pró-democracia, em um modesto hotel cêntrico da capital, a convite da aliança de partidos opositores ao regime do General Augusto Pinochet.

Jorge Ribeiro, o nosso embaixador tinha o perfil do que chamamos no Nordeste do Brasil de “cabra macho”. Tinha exercido a chefia do Cerimonial do General Ernesto Geisel, no Palácio do Planalto, e tinha fama de disciplinado e rigoroso. Em Água Branca, no sertão de Alagoas, quando o General Geisel foi ao lançamento das obras do canal do sertão, este mesmo que estão concluindo agora, depois de jorrarem centenas de milhões de cruzeiros, cruzados, cruzeiros novos e reais pela boca do ladrão de suas tubulações, foi confundido por sertanejos simples e observadores, como se fosse o Presidente da República. Jorge Ribeiro era quem dava as ordens ao General sobre onde se posicionar e mostrava o relógio para cumprimento do horário. Os meus conterrâneos tiveram a certeza, assim, de que aquele homenzarrão louro e com autoridade era o Presidente do Brasil, e não o pacato Geisel.

O embaixador, para desespero do governo pinochetista, ofereceu não só todo o possível apoio logístico à delegação chefiada por Gasparian, como também promoveu um jantar inesquecível reunindo nossa delegação com todos os partidos opositores e suas lideranças, no palacete que pertenceu à família Edwards e é patrimônio histórico chileno. A delegação brasileira tinha alhos e bugalhos. Políticos sérios e respeitáveis, como o próprio Gasparian, e os turistas sem vergonha que aproveitam essas missões para viajar e se divertir com o dinheiro público.

NotíciasRelacionadas

Orçamento impositivo dá caneta ao Congresso

As individuais

Terminado o jantar fui procurar, um a um, os nossos parlamentares para conversar sobre a agenda do outro dia. Choque: Um pequeno bando , liderado por um  deputado do MDB De São Paulo, que ganhou fama gritando impropérios contra o regime Pinochet, estava esvaziando  caixas de prata e roubando os caríssimos charutos cubanos, comprados do próprio bolso pelo Embaixador. Alguns também enfiavam pequenos artefatos de prata nos bolsos das calças e dos paletós. Não deram a mínima quando viram que eu vi. Mas saíram apressados da residência quando me viram ir conversar com o Embaixador e com sua esposa, a suave  e inteligente gaúcha Inês Lívia Pellegrini.

Decepção. Nosso Parlamento, nossa Embaixada, nossa bandeira.

Miguel Gustavo de Paiva Torres é diplomata.