TCU pede para Guedes informar se Coaf investiga Glenn Greenwald

Destacado

O ministro do Tribunal de Contas da União, Bruno Dantas, deu um prazo de 24 horas para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, informe se o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), ligado ao Ministério da Economia, está investigando movimentações financeiras do jornalista do Intercept Brasil Glenn Greenwald. O site tem divulgado troca de mensagens atribuídas a procuradores da Lava Jato e ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, então juiz da operação Lava Jato em Curitiba.

O despacho de Dantas foi baseado na representação do subprocurador-Geral do Ministério Público de Contas, Lucas Rocha Furtado, para apurar possíveis irregularidades no Coaf, que estaria verificando, a pedido da Polícia Federal, movimentações atípicas que pudessem estar relacionadas à invasão dos celulares de agentes públicos envolvidos com trabalhos da Lava Jato. “A motivação dessa investigação teria sido, mediante perseguição e abuso de poder, intimidar o jornalista”, diz o documento.

No argumento do Ministério Público de Contas e do ministro do TCU, se confirmada, a investigação do Coaf poderia caracterizar “grave desvio de finalidade” e dispência de recursos públicos. “Por óbvio, isso nada tem a ver com a prevenção e combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo”, diz Bruno Dantas.

No despacho, o ministro também dá 24 horas para que o presidente do Coaf, Roberto Leonel de Oliveira Lima, se manifeste. Fonte Agência Brasil

Período de férias exige cuidados redobrados com a segurança das crianças

Destacado

As férias chegaram, tempo da criançada se divertir com os amigos e a família. Criança gosta da magia que é voar, não é à toa que empinar pipa é tão divertido. Mas, cuidado! As pipas devem ser empinadas longe da rede de energia elétrica! Dê preferência para parques, campos e locais abertos bem afastados da rede elétrica. Jamais se deve usar fios metálicos ou cerol, e caso a pipa fique presa na rede elétrica, jamais tente resgatá-la com varas ou subindo nos postes, pois pode ocasionar um grave acidente.

Só este ano já foram 724 ocorrências na rede elétrica provocadas por pipa presas nos fios de energia. E isto, além de deixar muita gente sem energia pode provocar situações graves de choque elétrico.

5 MUNICÍPIOS QUE MAIS TIVERAM OCORRÊNCIAS COM PIPA NA REDENO PERÍODO DE JAN À JUN DE 2019:
São Luís199
Timon74
Imperatriz69
São José de Ribamar49
Itapecuru Mirim22

No período de férias também aumenta a permanência da criançada em casa e os cuidados devem ser ainda maiores. Os jogos eletrônicos em celulares, tablets e videogames são os preferidos dos pequenos. A Companhia também orienta sobre a importância dos pais ficarem atentos na hora de carregar esses equipamentos ou ligar na tomada. Somente adultos devem manusear equipamentos elétrico – de preferência devem estar calçados com sandálias de borracha.

Ao carregar o celular, os cabos devem ser retirados totalmente da tomada e não apenas do aparelho. E os brinquedos que precisam de energia elétrica devem ser ligados somente por adultos calçados.

O técnico de segurança da Cemar, José Rogério de Oliveira, destacou que “em caso de acidente dentro de casa para ajudar uma pessoa vítima de choque elétrico, a primeira providência é desligar o disjuntor ou chave geral. Se não for possível tente afastar a pessoa da fonte condutora da energia usando objetos isolantes, como sandálias de borracha, plásticos e madeira seca. Em seguida chame o serviço médico de emergência como Samu 192 ou Bombeiros 193 e inicie a prestação dos primeiros socorros” alertou Rogério.

Nas ruas as pessoas não devem se aproximar de fios e cabos partidos. Situações dessa natureza devem ser comunicadas imediatamente por meio da Central 116, devendo-se informar o endereço com ponto de referência, para que a Cemar possa enviar uma equipe de plantão ao local e adotar as medidas técnicas necessárias.

Estas medidas simples podem proporcionar um período de férias sem sustos ou prejuízos com a energia elétrica. E lembre-se: muitas dicas podem ser aproveitadas para o ano todo. Para mais informações, a população deve entrar em contato com a Cemar por meio da Central de Atendimento 116, agência web www.cemar116.com.br ou pelas redes sociais.

Assessoria da Cemar

São luis agora é oficialmente a capital nacional do Bumba meu Boi

Destacado

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto aprovado recentemente no Congresso Nacional que reconhece a capital maranhense, São Luís, como a Capital Nacional do Bumba Meu Boi.
A proposta foi aprovada no mês passado em Plenário pelo Senado, quando foi relatada por Roberto Rocha (PSDB-MA). Ele disse na ocasião que existem mais de 100 mil grupos de Bumba Meu Boi no país, com força principalmente em cidades no interior do Nordeste, mas o epicentro desta tradicional cultura popular “se dá, de fato, no Maranhão”.
“Estes grupos se expressam através de música, coreografias, vestimentas e instrumentos. Uma expressão da cultura, fé, devoção e das relações sócio-econômicas que remontam a tempos coloniais. Também conhecida como boi-bumbá, a dança folclórica gira em torno da ressurreição de um boi, envolvendo seres humanos e animais fantásticos. A cultura remonta ainda à tradições europeias, africanas e indígenas, misturadas com elementos católicos, vinculando-se umbilicalmente ao período das festas juninas”, descreveu Rocha na ocasião.
Ele ainda avalia que a oficialização de São Luís como a Capital Nacional do Bumba Meu Boi pode produzir impactos positivos no setor turístico.Eis a íntegra da lei:
DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO
LEI Nº 13.851, DE 4 DE JULHO DE 2019Denomina a cidade de São Luís, no Estado do Maranhão, Capital Nacional do Bumba Meu Boi.O P R E S I D E N T E D A R E P Ú B L I C AFaço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:Art. 1º A cidade de São Luís, no Estado do Maranhão, fica denominada Capital Nacional do Bumba Meu Boi.Art. 2º Esta Lei entra em vigor após decorridos trinta dias de sua publicação oficial.Brasília, 4 de julho de 2019; 198º da Independência e 131º da República.JAIR MESSIAS BOLSONAROSÉRGIO MORO
Por Aquiles Emir

Recém-nascido é encontrado dentro de caixa em São Luís

Destacado

Recém-nascido foi encontrado neste sábado (6) dentro de uma caixa de papelão ainda com o cordão umbilical na área do Complexo Esportivo de São Luis, no bairro Barreto.

Um recém-nascido foi encontrado no início da manhã deste sábado (6) dentro de uma caixa na área do Complexo Esportivo de São Luis, no bairro Barreto, na capital.
A criança foi resgatada em um terreno baldio por policiais militares do 9º Batalhão. O recém-nascido foi abandonado dentro de uma caixa de papelão ainda com o cordão umbilical. Os policiais encaminharam o bebê para a Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão, onde ele recebeu os primeiros atendimentos e foi submetido a exames.
Conselheiros tutelares estiveram na Maternidade ainda durante a manhã deste sábado para acompanhar o caso. A conselheira tutelar Hilsângela Damasceno revelou que se trata de um menino e que apesar das condições de abandono, o recém-nascido passa bem.
“Agora é tomar os procedimentos, caso não encontre os familiares. A própria direção do hospital vai entrar em contato com o Ministério Público, que é a 1ª Vara da Infância no caso, para tomar o procedimento de acolhimento, caso não encontre os familiares, finalizou Hilsângela Damasceno. G1 MA

Presos em Alto Alegre, Bandidos que assaltaram Loja em Vargem Grande

Destacado

Foram presos no bairro Santa Luzia em Alto Alegre do Maranhão, as 19 hs e 30 min do mesmo dia (4) que assaltaram funcionários e clientes da loja Inforcenter em Vargem Grande os assaltantes Pedro Henrique Sousa Silva, 20 anos, e Mateus Vitor dos Santos Mourão 19 anos, residentes em Teresina- Pi e os comparsas Johny Patrick 24 anos e Paulo Henrique Silva 23 anos, residentes em Alto Alegre, Maranhão.

O quarteto estava circulando em um veículo TrailBlazer, o mesmo que eles usaram na fuga após o assalto a loja Inforcenter.

Após o assalto em Vargem Grande, a polícia militar comunicou o ocorrido as companhias de todo o estado dando as características dos meliantes e do veículo que a quadrilha estava usando para as práticas delituosas.

A polícia informou ainda, que o veículo estava com placas clonadas pois foi furtado na cidade de Teresina no ultimo dia 2.

Ainda não se sabe se a quadrilha praticou assaltos em outras cidades, mas com os integrantes dela, foram encontrados celulares e dinheiro em espécie.

Todos foram encaminhados a delegacia de polícia civil de Bacabal para os procedimentos legais.

Hoje na História: John Lennon conhece Paul McCartney

Destacado

Na manchete de primeira página do Liverpool Evening Express, em 6 de julho de 1957, lia-se “MESEYSIDE SIZZLES” (algo próximo a Merseyside está ardendo), em referência à onda de calor que atingia não só o norte da Inglaterra, mas toda a Europa. A mesma manchete poderia muito bem ter sido usada para falar de uma história que não recebeu nenhuma cobertura naquele dia – a história do primeiro encontro entre dois adolescentes chamados John Lennon e Paul McCartney. Assim como a relação pessoal e profissional à qual levaria, o primeiro e histórico encontro dos dois foi repleto de excitação, rivalidade e respeito mútuo.

A ‘bic’ neles!

Destacado

José Maurício de Barcellos

A título de comentário acerca da última “live” semanal de quinta feira 27 de junho, transmitida pelo Capitão quando ele e sua equipe ainda estavam no Japão, recebi de um querido primo – antigo e competente engenheiro, homem de grande qualificação e de incomparáveis virtudes – uma mensagem que de forma direta, lisa e objetiva assim dizia: “Depois do último dia 30 de junho ele (Bolsonaro) sabe que o brasileiro continua com ele. Só que está demorando em usar a “bic” e invocar o artigo 142” (da Constituição).

Percebam a força e avaliem o grau de certeza e de legitimidade deste pensamento, bem como o quanto traduz tudo que está no coração dos patriotas nos tempos de agora. Sempre fico impressionadíssimo como nós brasileiros identificamos, com rara acuidade, os problemas do país e o tanto que acertamos, com precisão, ao identificar a solução necessária. Tirante os mal-intencionados, os ladrões e os vermelhos (uma minoria abjeta) que não estão nem aí para a sorte do Brasil, de um modo geral os cidadãos de bem que, sem equívoco, constituem a grande maioria da população desta Pátria, têm um diagnóstico corretíssimo em relação àquilo de que esta Nação carece com a maior urgência. Porém, nada acontece. Porque, meu Deus?

Penso que nem mesmo os contra, os fracos e os covardes, que convenientemente se renderam aos vendilhões da Pátria discordam daquele argumento. Duvido e faço pouco que alguém de sã consciência possa dizer que não identifica os responsáveis por 30 anos de destruição, de roubalheira, de incompetência que acabou levando o Brasil à beira do abismo social, econômico e político. Então, porque nada aconteceu até aqui? Como chegamos a este ponto? Porque levou muito tempo para começar a se prender os poderosos? Porque foi consentido que o comunismo, disfarçado em socialismo e aliado à direita corrupta conseguisse aquilo e durante tanto tempo?i

A ditadura dos maus e
dos corruptos é o que nos
aprisionou por décadas a fio

Separem dentre os nomes que compuseram as lideranças em quaisquer segmentos, das quadrilhas de Sarney a Temer, com ênfase para os malditos socialistas de FHC e para a petralhada de Lula e Dilma, um só nome que não possa ser acusado ou indiciado pela desgraça que se abateu sobre esta Terra de Santa Cruz. São todos conhecidos e estão muito ricos. São distinguíveis a olho desarmado, mas a maioria permanece em liberdade, pouquíssimos estão presos e todos estão de tocaia para destruir a derradeira esperança que o bravo Movimento Revolucionário Popular de 2018 – MRP2018 – trouxe para esse povo sofrido e humilhado. Não dá para aguentar mais, não enquanto houver um só brasileiro com fome nas favelas e nos guetos imundos e morrendo nas mãos dos bandidos protegidos pelo PSOL ou por outras quadrilhas de igual natureza.

Quando enveredo por essas sendas vem logo um “uspiniano” dos infernos ou um canastrão da extrema imprensa ou ainda um proxeneta de qualquer agremiação partidária dizer que estou demonizando a política, atentando contra a democracia e pregando a ditadura. Somente não dizem que o bando de demônios que tomou este País de assalto nas três últimas décadas, que a falsa democracia que nos impuseram como panaceia salvadora e que o regime perverso com o qual os maus mantiveram cativo o povo do Brasil, tudo há muito que deveria ter sido varrido da nossa sociedade. É isto que prego. A ditadura dos maus e dos corruptos é o que nos aprisionou por décadas a fio.

Ainda outro dia, um “cretinóide” do jornal “O Goebbels”, que pousa de imortal, disse que Bolsonaro teria que submeter aos caprichos e aos escusos interesses dos parlamentares da oposição para não ser taxado de ditador ou de fascista. O argumento é sórdido. Uma coisa é ouvir, com respeito, a oposição séria, outra é se submeter aos corruptos e aos bandidos que lhe procuram para pedir verba para a empresa do patrão daquele deformador de opinião.

Das ruas no Brasil inteiro vieram claros recados e nítidas determinações dos patriotas: o Brasil exige que a Operação Lava Jato – idealizada e sustentada, no peito e na raça, por Moro e sua valente equipe – além de não ser nunca arranhada julgue e prenda, em poucos meses, os ratos de todos os tipos e tamanhos e confisque suas odiosas fortunas ilegais. Assim, de “Renan Canalheiros” a Lobão e Jucá; da ré Gleise Hoffmann a Humberto Costa, Lindbergh ou Jaques Wagner; de FHC a Aécio Neves, José Serra ou Aloísio Nunes, passando por Dilma, Temer e Geddel; de Sarney a Collor sem esquecer-se de Ciro a Boulos – só para citar alguns – ninguém pode escapar.

Quanto mais
teremos que tolerar?

Das ruas chegou o aviso de que o País quer que a mais alta Corte do Judiciário fique livre dos “Mandarins Solta Bandidos” e daqueles cuja torta vida pregressa ou a duvidosa reputação são coisas públicas e notórias. A Nação brasileira disse, em alto e bom som, que o Congresso, como um todo, não lhe representa e que os canalhas que dirigem a Câmara e o Senado não podem continuar ocupando suas cadeiras. É isto que os donos do poder, ou seja, aqueles dos quais todo o poder se origina disseram, aos berros em praça pública, para o Capitão no sentido de que lhe cumpre e deve ser feito com base nas disposições do artigo 142, da Constituição Federal, para restabelecer a lei, a ordem e desencadear o progresso. Não é para chegar à situação que se apresenta que elegemos Bolsonaro e pronto. Estamos conversados. O povão quer ver as coisas mudando agora, nem que seja a fórceps. O pobre já não aguenta mais.

Quanto mais teremos que tolerar? Que outros planos sórdidos e audaciosos, do tipo que um terrorista internacional desafia a segurança nacional para atentar contra nosso paladino da Justiça, teremos que engolir? Quantas ações deletérias e impatriotas do tipo que sabotam a imagem do Brasil no exterior visando a impedir o ingresso de trilhões de dólares de investimentos estrangeiros dos quais se precisa urgentemente ainda se terá que suportar? O que ainda estamos esperando? Será que é preciso que os vermelhos tirem a vida do Presidente da República ou de alguém de sua família ou mesmo do Ministro Sérgio Moro? É isto que se está esperando para começar a agir?

Vou repetir para firmar. Penso que o atentado contra as instituições brasileiras, configurado pelo desafio ao Ministro Sérgio Moro e ao Procurador  Deltan Dallagnol, serviu para transbordar o copo que o vice-presidente Mourão disse estava quase cheio. Atenção compatriotas! Não consintam que façam pouco caso de nossa gente que já sofreu demais. Que respeitem o sentimento do povo brasileiro por sua terra e não continuem a desafiar o cidadão que, em praça pública, expõe um grande amor à Pátria e para com seus heróis, como se vê nas cenas do seguinte vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=k_yehDXI38g.

Volto a insistir, como outras vezes fiz desta tribuna corajosa e independente. Chega! A normalidade está quebrada. Depois que o Supremo, pela voz petulante de seu mal afamado Presidente, com o apoio de seus pares igualmente desmoralizados, ousou desafiar a vontade do povo brandida nas ruas ao debochar de suas críticas, ou seja, ousou escarnecer daqueles que são os verdadeiros donos do poder que usurpa em proveito próprio, forçoso é concluir que a Republica está sob grave ameaça e a democracia ultrajada.

A meu juízo, não há que se esperar pela aprovação dos bandidos do legislativo de qualquer projeto de reforma estrutural. Não temos que aguardar ser posto em prática plano algum de governo, por mais excelente que seja ou por mais urgente que se faça, nem mesmo por qualquer outra medida que vise a salvar um regime que se esbagaçou. Não há o que justifique ter que tolerar mais uma investida torpe, solerte e soez da vermelhada.

Não nos deixemos iludir pela armadilha do “stop and go” da classe política abjeta que hoje aprova qualquer coisinha para adiante fincar a faca no povo. Ou Bolsonaro age agora ou quando entender que será inevitável talvez seja tarde demais e tudo ocorrerá da forma mais sofrida e mais sangrenta. Quando vejo a “bic” no bolso da frente do paletó do Presidente tenho ímpeto de gritar bem alto: depois do último dia 30 de junho, quanto tempo de sofrimento ainda teremos pela frente, Senhor Capitão?