Incêndio atinge casa de eventos na Avenida Litorânea em São Luís

Destacado

Fogo foi registrado no início da manhã deste sábado (31). Segundo Corpo de Bombeiros, as chamas foram controladas e não houve feridos.

Chamas atingem casa de eventos na Avenida Litorânea em São Luís (MA) — Foto: Divulgação/Redes Sociais

Um incêndio registrado no início manhã deste sábado (31) atingiu a casa de eventos Casa das Dunas, localizada na Avenida Litorânea, em São Luís. De acordo com o Corpo de Bombeiros do Maranhão, as chamas foram controladas rapidamente e não houve feridos, apenas danos materiais.

Ainda segundo os Bombeiros, o fogo se concentrou somente em uma parte localizada aos fundos do estabelecimento comercial, local onde normalmente é utilizado por fumantes. Durante a ação, foram mobilizadas duas viaturas de combate as chamas, uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e duas viaturas de busca e salvamento.

G1

DUPLA É PRESA POR SUSPEITA DE TRÁFICO DE DROGAS NA CIDADE DE ITAPECURÚ-MIRIM

Destacado

Uma dupla acabou conduzida pela polícia civil para a delegacia regional de Itapecurú-Mirim, por suspeita de tráfico de drogas.
A situação está sendo averiguada pela polícia judiciária para elucidar o envolvimento de ambos no tráfico de drogas na região.
Segundo a polícia, Felipe da Cruz Corrêa, 22 anos, natural da cidade de Cantanhede e Julio Reis dos Santos, 18 anos, estavam num Q.G. do tráfico, local onde a comercialização e consumo de entorpecente é intensa.

Ambos alegam que são apenas usuários!

 Blog de Alex Ramos

FEMINICÍDIO: Tribunal do Júri condena acusado de matar ex-companheira envenenada

Destacado

Marcelo de Freitas Moraes foi condenado a 12 anos e 06 meses de reclusão pela acusação do crime de homicídio qualificado contra a vítima Mayara Chagas Cardoso. O crime ocorreu no dia 04 de janeiro de 2016, no bairro do São Cristóvão. Os jurados reconheceram a qualificadora de feminicídio. A pena deve ser cumprida inicialmente em regime fechado. O juiz concedeu ao réu o direito de recorrer em liberdade.

O réu motivado por razões da condição do sexo feminino da ofendida, envolvendo violência doméstica e familiar, teria ministrado veneno para sua ex-companheira.

A sessão de julgamento, realizada nesta sexta-feira (23), foi presidida pelo juiz Clésio Coelho Cunha titular da 3• Vara do Tribunal do Júri. Atuou na acusação o promotor de Justiça Gilberto Câmara Júnior e na defesa, o advogado José Maria Lima. Foram ouvidas três testemunhas e interrogado o réu.

O pai da vítima disse, em seu depoimento, conforme os autos, que no dia do crime estava em casa, quando recebeu um telefonema, por volta das 14h, comunicando que filha estava passando mal e que fora levada à UPA da Cidade Operária e, ao chegar na unidade de saúde ficou sabendo que Mayara Chagas falecera. Contou também que Marcelo de Freitas Moraes queria ir embora do hospital, mas foi impedido pelo delegado que estava presente no local, sendo conduzindo à delegacia para prestar depoimento, sendo depois liberado.

Segundo a testemunha, o denunciado demonstrava sentir ciúmes excessivos de Mayara Chagas Cardoso e a filha já havia registrado ocorrência contra ele na polícia. Afirmou, também, que o acusado ameaçou os familiares da mulher, caso ela o abandonasse ou denunciasse à polícia. O pai negou que a filha sofresse de depressão.

O pai contou também que Mayara teria ido a casa do ex-companheiro após receber um telefonema do acusado, de quem estava separada há pouco tempo. De acordo com a denúncia, o veneno foi colocado na comida da vítima. Mayara Chagas Cardoso tinha quatro filhos, sendo duas crianças que moravam com o casal, mas não eram filhos do acusado.

PAZ EM CASA – A sessão do júri de feminicídio ocorreu no último dia de atividades da 14ª Semana do Programa Nacional Justiça pela Paz em Casa, iniciada na última segunda-feira (19) em todo o país, com a realização de audiências de julgamento de ações relativas à violência contra a mulher e sessões de júri popular de casos de homicídios contra mulheres. No Maranhão, o evento é organizado pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEMULHER) do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), presidida pela desembargadora Ângela Salazar.

Em São Luís, além das sessões das varas do Tribunal do Júri, foram agendadas para o período 240 audiências na 1ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar contra Mulher.

Núcleo de Comunicação do Fórum des. Sarney Costa

Hoje na História: Sequestrador volta à cena do crime e mantem Silvio Santos refém por oito horas

Destacado

No dia 30 de agosto de 2001, o empresário e apresentador de TV Silvio Santos foi mantido refém durante oito horas, dentro de sua própria casa, pelo sequestrador Fernando Dutra Pinto – o mesmo que sequestrara a filha do apresentador, Patrícia Abravanel, dias antes. O caso, digno de um roteiro de cinema, ganhou repercussão internacional. 

Dias antes, em 21 de agosto, o bandido havia invadido a casa do apresentador e sequestrado Patrícia. Ela foi mantida em cativeiro por sete dias e Silvio Santos pagou meio milhão como resgate. Em 28 de agosto, Patrícia foi libertada e dois dos sequestradores foram presos. O mentor do crime, Fernando Dutra Pinto, só foi localizado no dia seguinte. Na perseguição, o bandido matou dois policiais, feriu um terceiro e fugiu. 

O que ninguém esperava é que Fernando voltaria à cena do crime. Por volta das 7h do dia 30 de agosto, ele pulou o muro da casa de Silvio Santos e, desta vez, fez o apresentador de refém. Começou, então, uma transmissão, ao vivo, sem intervalos, por sete horas e meia, na maior cobertura da televisão desde a morte de Ayrton Senna. 

A mulher e as filhas do apresentador foram liberadas logo no início da manhã, mas Fernando manteve Silvio Santos sob a mira de um revólver, sentado na cozinha da casa. O sequestrador exigia um helicóptero e atendimento médico – estava ferido devido à perseguição anterior. 

Silvio Santos só escapou da morte quando o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, em atitude polêmica, foi até a casa e convenceu o sequestrador Fernando Dutra Pinto a se entregar. 

Meses depois, em janeiro de 2002, Fernando morreu na prisão, em circunstâncias misteriosas. Dos R$ 500 mil pagos como resgate de Patrícia, a polícia recuperou R$ 464 mil. Em dezembro de 2002, o caso foi encerrado sem maiores explicações.

Sabujo engravatado

Destacado

Vicente Limongi Netto

O governo procura, urgente, um senador capacho para desempatar o jogo, e votar a favor para aprovar o nome do ex-escrivão da Polícia Federal e deputado Eduardo Bolsonaro, na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, como embaixador brasileiro nos Estados Unidos. É este o quadro sombrio e medíocre do atual Senado Federal.

O governo fez das tripas coração e emoção. Demorou, mas achou um graduado capacho, engravatado e ajoelhado, ansioso para satisfazer mais uma excrescência do chefe da nação.

Um deslumbrado
O nome do sabujo é Davi Alcolumbre (DEM-AP). A missão do bajulador:  brigar como se estivesse atrás de um prato de migalhas políticas em busca de votos para a aprovação da indicação do ex-escrivão e fritador de hambúrguer, na Comissão de Relações Exteriores e no plenário.

Demagogo, medíocre e deslumbrado presidente do Senado, Alcolumbre foi eleito para o cargo em disputa confusa, tumultuada e estranha. Sua eleição patrocinada pelo Palácio do Planalto, através de outro indecoroso parvo, também do DEM, o gaúcho ministro que tem sobrenome de chuveiro, Lorenzoni de tal. Nesse sentido, revela Denise Rothenburg, no Correio Braziliense de hoje, dia 17, que o roliço Alcolumbre, sem nenhum constrangimento, “passou a trabalhar, dia e noite, pela aprovação do nome de Eduardo Bolsonaro”.

Triste, melancólico, vergonhoso e patético senado federal. O torpe, cretino e imundo argumento, prossegue a colunista do Correio, é que ainda estão longe as eleições de 2022. As convicções e esperanças dos eleitores que se danem.

Votações secretas
Denise Rothenburg conclui a notícia, merecedora de charge do assombroso Alcolumbre, com outra inacreditável, cínica e covarde alegação: os ingênuos e ludibriados eleitores não saberão os nomes dos senadores que dobraram a espinha para Bolsonaro, porque as votações serão secretas. Tanto na sabatina da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional e, a seguir no plenário do senado, quando votarão os 81 senadores. Mesmo que a comissão rejeite o nome, quem decide é o plenário.

Breve a nação estarrecida saberá quem sairá vencedor: o fanfarrão e grosseiro Bolsonaro, que se julga dono do Senado e do Universo, ao ponto de insistir em tornar embaixador um parlamentar desqualificado para a importante função, ou os senadores ainda vocacionados para o bem comum, que não aceitarão essa farsa, pois foram eleitos para honrar o mandato trabalhar, sem trégua, para melhorar a qualidade de vida da maioria esmagadora dos brasileiros. Sem cair no impaludismo da mediocridade de ameaças, vinganças e leviandades dos arrogantes sacripantas, poderosos de plantão.

Acorda, Bolsonaro
Foi preciso que todo o planeta se manifestasse contra o desmatamento da Amazônia, para que Bolsonaro deixasse o campo deprimente, patético, melancólico e ridículo dos xingamentos e ameaças, para admitir, finalmente, que a situação é grave.  Determinou que as Forças Armadas atuarão no combate as queimadas. Que se alastram sem perdão. Contra fatos não há argumentos. Bolsonaro precisa enfiar na cachola que trabalhar com determinação é melhor, mais saudável e produtivo para o pais e para os brasileiros, do que criar arestas e abrir abismos com pessoas, entidades, organizações e poderes constituídos. Tolice e perda de tempo Bolsonaro não admitir a discordância. Achar que quem discorda dele é inimigo do governo. Precisa ser plural. Abrir a mente para entender e admitir que o mundo não aceita e não se curva mais aos ressentidos e mesquinhos. Na mesma linha, também é ridículo e inacreditável Bolsonaro se indispor todos os dias com a imprensa.

Bem vinda, Pia
Ela não conhecia o Brasil. Mas pode-se dizer que já brasileira de coração.  Simpática e cativante, veio disposta a conquistar títulos.  Tem currículo vencedor. Foi jogadora da seleção sueca. Trata-se de Pia Sundhage, 59 anos. Nova treinadora da seleção brasileira feminina de futebol.  Pia foi bicampeã olímpica como treinadora da seleção americana feminina (Pequim 2008 e Londres 2012). Medalha de prata nos jogos olímpicos do Rio – 2016, com a seleção da Suécia. Pia também foi vice-campeã mundial em 2011, como treinadora da seleção dos Estados Unidos. Pia é do ramo e contará com elenco de atletas de qualidade na seleção brasileira. O presidente da CBF, Rogério Caboclo, acertou na escolha. A primeira convocação de Pia agradou a todos. Sucesso para ela rumo a Tóquio.

Casal amado
Há 60 anos que Deus embeleza e energiza Gilberto Amaral e Mara. O convívio respeitoso, amoroso e fraternal transformou a vida do casal numa existência feliz e consagradora. Mara e Gilberto dividem com os filhos, Rodrigo, Marcelo e Bernadete, netos, genros e noras, os encantos, sucessos, amizades e prazeres que conquistaram e preservam a vida inteira. Como jornalista, Gilberto Amaral  também é grandioso e marca presença. Serve  a coletividade com isenção e destemor. Merece, portanto, o respeito que tem.

General conhece o  homem
Em duas páginas, o Correio Braziliense (18/8) brinda os leitores com lições de vida, gestão, humor, simpatia   e política, através do Ministro da Secretaria de Governo, general Luis Eduardo Ramos. O cordial e importante entrevistado também ostenta, orgulhoso, outro troféu: é profundo conhecedor dos traços marcantes de Bolsonaro. Eduardo Ramos crivou com todas tintas, para que fique claro, de uma vez por todas, para o Brasil e para humanidade: “O presidente é desse jeito, mesmo. Ele é autêntico”. O   “chefe” da Nação é autêntico quando insulta com palavrões quem lhe vem na telha: políticos, jornalistas, gays, ministro, professores, diplomatas e cientistas; Bolsonaro é assim mesmo, ensina o general Ramos. Bolsonaro mete os pés pelas mãos em nome da autenticidade.  O marcante dom de autenticidade que Bolsonaro carrega do berço, também leva o presidente a cometer sandices em todos os setores da administração pública. Como insistir em indicar o filho para embaixador nos Estados Unidos. A legítima autenticidade de Bolsonaro apregoada pelo general-ministro Ramos também manda expulsar sumariamente do partido quem ousar discordar dele. Bolsonaro é autêntico, mas não suporta pluralidade.  A autenticidade exemplar e cativante de Bolsonaro, breve será tema de mestrado para futuros sociólogos, cartunistas, humoristas e religiosos.

Recorde do Polo
O Polo Industrial de Manaus  registrou faturamento de R$ 40,82 bilhões no período de janeiro a maio deste ano. O equivalente  a um crescimento de 10,75% em relação ao mesmo intervalo de 2018 (R$ 36,86 bilhões) e o seu melhor resultado dos últimos 6 anos. Em dólar, o faturamento do PIM no mesmo período foi de US$ 10.63 bilhões, correspondendo a uma queda de 2,76% na comparação com janeiro a maio do ano passado (US$ 10.93 bilhões), considerando a variação cambial.

Nos cinco primeiros meses de 2019, quinze subsetores do Polo de Manaus apresentaram crescimento real em relação ao mesmo intervalo do ano passado, incluindo segmentos representativos como Duas Rodas, Metalúrgico e Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico. O segmento de Duas Rodas, por sua vez, foi o grande destaque do período, apresentando faturamento de R$ 6,13 bilhões e registrando crescimento de 14,25% em relação ao seu desempenho no mesmo intervalo de 2018.

Polícia do Pará identifica suspeitos de provocar queimadas na Amazônia

Destacado

A Polícia Civil do Pará identificou três suspeitos de provocar queimadas em área de floresta nativa no sudeste do estado. Nesta quinta-feira (29), policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos. Dois são irmãos e proprietários da fazenda Ouro Verde, em São Félix do Xingu, e o terceiro é gerente da propriedade. A fazenda fica localizada dentro da Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu. 

Segundo a polícia, foi encontrado no local um grupo de trabalhadores em condições análogas à escravidão. A operação está ainda em andamento.

Durante a operação, um dos suspeitos foi preso em flagrante com um revólver calibre 38, sem porte legal, durante cumprimento de busca e apreensão, na sede da fazenda em São Félix do Xingu. Os três vão responder por danos em área de proteção ambiental, poluição, queimadas e associação criminosa. De acordo com a Polícia, equipes fazem buscas na fazenda e em outras propriedades dos investigados, localizadas no estado de Goiás.

Segundo o diretor de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará, delegado José Humberto Melo, as investigações mostram que o grupo já derrubou e tocou fogo em mais de 5 mil quilômetros de mata. As investigações indicam que um dos suspeitos pode ter contratado mais de 50 homens para derrubar 20 mil hectares na fazenda Ouro Verde, que fica em área de proteção ambiental. Fonte Agência Brasil

Justiça manda soltar segunda acusada de matar mulher em Matinha

Destacado

A Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão confirmou a decisão de soltar Tainar dos Santos e mandou libertar também a irmã dela, Tainara dos Santos. As duas são acusadas de matar a jovem Kelrry Daiana Ferreira Moizinho, de 25 anos, na cidade de Matinha.

O crime ocorreu no dia 09 de abril deste ano. Kelrry foi morta a facadas.
Na semana passada, o juiz de Matinha decidiu levar as duas à Júri Popular, que deverá ser marcado após julgamentos de novos recursos impetrados pela defesa das irmãs nesta semana.
Tainar dos Santos já tinha sido liberada por que tem um filho de 6 anos e, de ofício, os magistrados da Terceira Câmara Criminal decidiram também libertar a irmã dela. O julgamento foi realizado no último dia 26, mas a decisão foi disponibilizada nesta quarta-feira (28).
Kelrry Mouzinho foi morta a facadasTodos os processos envolvendo as duas irmãs, no Tribunal de Justiça, correm em segredo de justiça. 

“Unanimemente e de acordo com o parecer da Procurador Geral de Justiça, a Terceira Câmara Criminal confirmou a liminar deferida em favor de Tainar dos Santos e, de ofício, concedeu a ordem impetrada para substituir o decreto prisional pelas medidas cautelares previstas no art. 319, do CPP, determinando a expedição de alvará de soltura em favor da paciente Tainara dos Santos”, diz o despacho.
A decisão foi assinada pelos desembargadores Froz Sobrinho, Josemar Lopes e Tyrone Silva e pode ser conferida no documento abaixo. 

ITAPECURÚ-MIRIM: UGA, UGA, É PRESO PELA PM COM ARMA DE FOGO CASEIRA E MOTOCICLETA ROUBADA

Destacado

Wemerson Mendes Carvalho, conhecido como “Uga, Uga”, foi preso pela Polícia Militar na quarta-feira (28).
Segundo a polícia, o suspeito de 19 anos, já tem inúmeras passagens por crimes como assaltos, inclusive num deles chegou a apontar uma arma de fogo para um bebê, fato que o coloca como de alta periculosidade, pois sempre age com violência.
Uga, Uga, foi preso com uma arma de fabricação caseira (garrucha). Ele está a disposição da justiça para as medidas cabíveis.

PIB brasileiro sobe 0,4% no segundo trimestre; mercado comemora

Destacado

No período analisado pelo IBGE o PIB totalizou R$1,78 trilhão

Por: Thayane Maramaldo

O presidente Bolsonaro comemorou, em seu twitter, o crescimento de 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Os dados foram divulgados hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No período analisado pelo IBGE o PIB totalizou R$ 1,78 trilhão. Na comparação com igual período de 2018, o PIB subiu 1,0%. O presidente afirmou que o governo está no caminho certo.PUBLICIDADE

A estimativa de economistas era de um crescimento de 0,2% na comparação trimestral e de alta de 0,8% na comparação anual. No primeiro trimestre, a atividade econômica do Brasil tinha registrado baixa de 0,2% na comparação com o quarto trimestre do ano passado, tendo a primeira retração desde 2016.

No segundo trimestre de 2019, a taxa de investimento foi de 15,9% do PIB, acima da observada no mesmo período de 2018 (de 15,3%). Na comparação trimestral, a maior alta foi da indústria (de 0,7%), seguida de serviços (0,3%), enquanto a agropecuária teve queda de 0,4%. Ainda de acordo com os dados do IBGE, o crescimento na indústria se deve à expansão de 2% nas indústrias de transformação e de 1,9% na construção. Já as indústrias extrativas (-3,8%) e a atividade de eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos (-0,7%) recuaram no período.

Em relação a despesa, a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) avançou 3,2%, e o consumo das famílias subiu 0,3%. Já o consumo do governo recuou 1% no trimestre. Em relação ao setor externo, as exportações de bens e serviços caíram 1,6%, enquanto que as importações de bens e serviços cresceram 1% em relação ao primeiro trimestre de 2019. Fonte O Imparcial

Regionalização da saúde começa a partir de 2020, anuncia Mandetta

Destacado

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, participa da 7ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Tripartite, na sede da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), em Brasília.

José Cruz/Agência Brasil   

Por Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil  Brasília

O ministro da Saúde, Luis Henrique Mandetta, anunciou hoje (29), que em 2020 a pasta atuará firmemente para tirar do papel o projeto de reorganizar as cidades brasileiras em distritos sanitários, que passarão a compartilhar alguns serviços de saúde pública.

“A equipe [ministerial] já está trabalhando e, agora, começa a regionalização. Ano que vem, a regionalização vai sair do papel”, disse Mandetta durante a 7ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Tripartite, em Brasília.

O foro de debates, responsável por pactuar a organização e o funcionamento das ações e serviços de saúde integrados em redes de atenção à saúde, tem a participação de representantes do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), e discutiu aspectos como a reestruturação da Atenção Primária à Saúde, o aprimoramento do programa Mais Médicos e a situação do sarampo no Brasil.

Discutida há anos, a regionalização é uma pauta encampada por Mandetta desde que assumiu o ministério. Já durante a cerimônia de posse no cargo, o ministro manifestou a intenção de, a exemplo de seu antecessor, Gilberto Occhi, seguir discutindo o projeto de regionalização da saúde com representantes do Conass e do Conasems.

Outra linha de ação defendida por Mandetta durante a posse, e retomada hoje (29), é a necessidade de tornar os gastos mais eficientes em um cenário de crise financeira. “Este é um ano difícil. Estamos fazendo um orçamento real para o ano que vem, sem maiores projeções, já que, se [a melhora da atividade econômica acontecer] podemos dizer que arrecadamos mais que a expectativa. Então, há que se fazer mais com o que temos. Essa tem sido a tônica do ministério. Por isso, a gente fica segurando e segurando despesas, para ver se conseguimos melhorar um pouco a performance, essa busca por métricas. Os investimentos vão ser basicamente para melhorar nossas condições de gestão”, disse Mandetta.

O ministro fez críticas às emendas impositivas de parlamentares. “Tenho conversado muito com os parlamentares sobre a questão das emendas impositivas, que criaram uma massa de recursos muito grande a ser ordenada pelos parlamentares, às vezes sem qualquer conexão com o gestor. E a ordenação [de despesas] pela ótica política normalmente não dá certo. São mais de R$ 10 bilhões”, disse o ministro, acrescentando não ter “um formato” alternativo.

“Ou acreditamos que a presença do Estado tem que ser menor em áreas em que ele não tem que estar, que a performance tem que ser melhor e que temos que parar de gastar dinheiro desnecessariamente e estimular a economia, ou, disse o ministro, sem concluir o pensamento. Ele disse, no entanto, estar conversando com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre as urgências financeiras do setor.

“Estamos vendo como trazer todo mundo para mesa para discutirmos”.

GÁS DE COZINHA PODE TER UMA REDUÇÃO DE R$ 8,78 NO PREÇO FINAL DO BOTIJÃO, DIZ GOVERNO

Destacado

Segundo estimativas do governo, o fim da política de diferenciação dos preços do gás de cozinha (GLP) pode trazer uma redução de R$ 8,78 no preço final do botijão.

Atualmente, a média do preço do botijão de gás de 13 kg fica em torno de R$ 68,97, com a mudança deve ir para R$ 60,19. Uma queda de 12,7%.

O preço do botijão de gás de 13 kg tem subsídio, porém, todos os demais envasamentos não têm o mesmo benefício, o que aumenta o preço dos outros produtos e envases para compensar perdas.

Essa política de subsídio foi criada em 2005 para tentar privilegiar os consumidores mais pobres, contudo, não gerou os resultados pretendidos. A medida não permitiu a entrada de mais companhias na atividade de produção, importação e distribuição, concentrando ainda mais o mercado.

Do NBO