O candidato de Gilmar para a PGR corre por fora e precisa ser defenestrado

Destacado

O ministro Gilmar Mendes tem um candidato para ocupar a vaga de Procurador-Geral da República e articula maliciosamente para que ele seja o escolhido.

O elemento corre silenciosamente, sem dar qualquer alarde, e disfarçando um perfil atrelado com os pensamentos do presidente Jair Bolsonaro.

Inúmeros políticos envolvidos em esquemas escabrosos atuam com desenvoltura pela escolha dessa figura nefasta.

Caso o veredito recaia sobre este personagem, enganando Bolsonaro, será a vitória dos inimigos da Operação Lava Jato.

Trata-se do procurador Paulo Gustavo Gonet Branco.

Os seus laços com Gilmar são tão evidentes que até livro eles já escreveram juntos (veja a imagem no final da matéria).

Bolsonaro precisa ser avisado.

Compartilhem ao máximo esta matéria e disseminem a seguinte hashtag:

#ForaPauloGonet

da Redação

ID Jovem garante viagens gratuitas a pessoas de 15 a 29 anos

Destacado

Documento é destaque em evento da Semana Nacional de Juventude no DF

Por Gilberto Costa – Repórter da Agência Brasil  Brasília

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) comemora nesta segunda-feira (12) o Dia Internacional da Juventude. A data ocorre durante a Semana Nacional de Juventude, quando haverá uma série de eventos na sede do ministério, em Brasília, com pautas de interesse de jovens. Para marcar a abertura da Semana, a Secretaria Nacional da Juventude, em pareceria com o Governo do Distrito Federal, o Senai e o Sesc, promoveu neste sábado (10), em Ceilândia, região administrativa mais populosa do DF, atividades desportivas, culturais, de práticas de saúde preventiva e de acesso à cidadania.

Um dos serviços mais acessados foi a emissão da Identidade Jovem (ID Jovem) que permite a pessoas de 15 a 29 anos. de renda familiar de até dois salários mínimos, o pagamento de meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos e até uso gratuito do transporte entre estados, como prevê o Decreto nº 8.537/2015

A perspectiva de pegar um ônibus gratuito animou brasiliense Letícia dos Santos (17 anos) e estudante do 3º ano do ensino médio que pretende visitar uma tia em Barreiras (BA). “Se você vem aqui, consegue resolver muita coisa. Nós temos direito de acesso à cultura e à mobilidade”, assinalou.

Ministério realiza evento em comemoração ao Dia Internacional da Juventude,dentre as atrações estão, emissão da ID Jovem, Leticia dos santos Barros Carvalho

Leticia dos Santos mostra ID Jovem emitida em Ceilândia neste sábado (10) – Marcello Casal JrAgência Brasil

Letícia relata que tentava a ID Jovem há mais de um ano. Essa era mesma situação de Eduardo Leite (22 anos), que trabalha como garçom e faz o curso técnico em equipamentos biomédicos no Instituto Federal de Brasília. Eduardo, que está há menos de dois anos em Brasília, pretende ir de ônibus à sua terra natal, Santa Luzia do Paruá, no norte do Maranhão.

Também pretendem visitar a terra natal, em Ubajara, no noroeste do Ceará, o casal de noivos Rayane da Costa, contabilista, e Samuel Meneses, eletrotécnico. Segundo ela, há pouca informação no interior do país sobre os direitos que o programa estabelece.

Rayane comenta que no interior “lá não chega informação do benefício e tem promotores de eventos que desconhecem os nossos direitos”. O noivo compara “aqui [em Brasília] tem essa facilidade de obter o benefício. É uma forma da gente se motivar a viajar”, diz antes de admitir que vai aproveitar a meia-entrada no cinema para levar a futura esposa para namorar.

De acordo com Janayna Nicaretta da Silva, secretária nacional da Juventude no MMFDH, o ID Jovem é o principal programa e o mais antigo da área. “O maior benefício que é o diferencial é a passagem interestadual gratuita”, reconhece a secretária. Há um site mantido pelo governo com informações sobre a emissão da Identidade Jovem.mca_abr_10081920395Para marcar a abertura da Semana, a Secretaria Nacional da Juventude, ocorreu neste sábado (10), em Ceilândia, região administrativa mais populosa do DF, atividades desportivas, culturais, de práticas de saúde preventiva e de acesso à cidadaniaMarcello Casal JrAgência Brasil×

1 / 6

Evento marca início da Semana Nacional de Juventude no DF – Marcello Casal JrAgência Brasil

ESTUDO APONTA ROSÁRIO COMO A CIDADE MAIS VIOLENTA DO MARANHÃO

Destacado

Rosário foi considerada a cidade mais violenta do Maranhão durante o ano de 2017, segundo o Atlas da Violência, estudo produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Os dados foram divulgados esta semana à imprensa. Ano passado, o município registrou uma taxa de 70,9 assassinatos para um agrupamento de 100 mil pessoas. Em seguida, aparece Turilândia, com índice de 67,8, enquanto São Luis apresentou taxa de 46,9.
Entre as cidades com mais de 100 mil habitantes, de acordo com o Atlas da Violência, Açailândia apareceu com a maior taxa de homicídio no Maranhão, uma média de 50,9 assassinatos por 100 mil habitantes. Já em São Luis ocorreram 506 assassinatos no decorrer do ano passado, o que reflete uma taxa de 46,9 homicídios para casa 100 mil moradores. Ainda segundo o estudo do Ipea, comparando-se o período de 2007 a 2017, houve um aumento de 57,1% dos casos de homicídios na capital. No entanto, na comparação entre 2016 e 2017, constata-se uma queda de 15,8% do número de mortes violentas.
Do mídia São Luís 

Inscrições para o processo seletivo da Uema e UemaSul são prorrogadas

Destacado

Candidatos podem se inscrever até a segunda-feira (19). Mais de 4,4 mil vagas estão sendo ofertadas pelo PAES 2020.


Inscrições para o vestibular PAES 2020 podem ser realizadas até o dia 19 de agosto — Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

Inscrições para o vestibular PAES 2020 podem ser realizadas até o dia 19 de agosto — Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

A Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc) anunciou neste sábado (10) a prorrogação das inscrições do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES) 2020. As inscrições podem ser realizadas até a segunda-feira (19). A taxa de inscrição no valor de R$ 85 pode ser paga até a terça-feira (20).

O processo seletivo dá acesso a vagas na Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul). Os candidatos podem realizar a inscrição por meio do endereço www.paes.uema.br.

Estão sendo ofertadas 4.440 vagas, sendo 4.030 para os campi da Uema e 910 para a UemaSul. Nesta edição, também estão sendo oferecidas 40 vagas para o curso de Medicina da UemaSul, além de vagas em cursos de Engenharia Agronômica, Ciências Naturais e Letras no campus no município de Estreito da UemaSul. As provas da primeira etapa do PAES serão realizadas no dia 20 de outubro.

Morre paciente que aguardava ser transferida de hospital após ter tido AVC em São Luís

Destacado

Waldenice Oliveira Ferreira, de 45 anos, estava internada na UPA do Araçagy com o quadro de AVC hemorrágico. Ministério Público havia pedido que ela fosse transferida em até 48 horas.


Waldenice Oliveira Ferreira sofreu um Acidente Vascular Cerebral hemorrágico — Foto: Reprodução/TV Mirante

Waldenice Oliveira Ferreira sofreu um Acidente Vascular Cerebral hemorrágico — Foto: Reprodução

Morreu no início da tarde deste sábado (10) a dona de casa Waldenice Oliveira Ferreira, de 45 anos, que estava internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagy e aguardava ser transferida para um hospital em São Luís após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. A informação foi confirmada pela família.

A dona de casa estava internada na ala vermelha da UPA e estava entubada. O Ministério Público do Maranhão (MPMA) havia pedido a transferência dela em até 48 horas, para um hospital onde ela pudesse realizar uma cirurgia. A Defensoria Pública do Maranhão também havia feito o pedido, mas nada havia sido feito.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) havia informado que aguardava a disponibilidade de leito em unidades do município de São Luís ou da rede estadual de saúde para cumprir a determinação judicial e fazer a transferência.

Waldenice Oliveira sentiu há sete dias uma forte dor no pescoço e procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vinhais, em São Luís e foi diagnosticada com torcicolo e enxaqueca. Após ter sido medicada, ela voltou para casa mas a dor continuou.

Na última terça-feira (6), Waldenice se sentiu mal e foi internada na UPA do Aragaçy. No local, a equipe médica diagnosticou que ela tinha tido um AVC hemorrágico. Os médicos recomendaram que ela fosse transferida para um hospital com uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para realizar uma cirurgia e retirar o coágulo que se formou no cérebro dela.

O velório de Waldenice está marcado para este domingo (11) a partir das 8h. O enterro está previsto para acontecer no fim da tarde de domingo.

Homem é preso por suspeita de abuso sexual contra sobrinha de 17 anos no Paço do Lumiar

Destacado

Um homem identificado como Carlos Eduardo dos Santos Ramos foi preso na sexta-feira (9) em Paço do Lumiar, situado na Região Metropolitana de São Luís, após ser suspeito de abusar sexualmente de sua própria sobrinha, uma adolescente de 17 anos.
Segundo a polícia, a vítima prestou depoimento e mencionou que o último abuso ocorreu há duas semanas, bem como que o fato se iniciou quando ela tinha apenas dez anos de idade.
Além disso, a adolescente destacou aos policiais que o autor é irmão de sua mãe, seu tio, e praticava os abusos, mediante ameaças, quando ela ficava na casa da sua avó. Além de ser menor, a vítima é cadeirante e não possuía qualquer condição de oferecer resistência ao autor.
Após procedimentos legais, Carlos Eduardo dos Santos Ramos foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável e ficará à disposição da Justiça do Maranhão.

Sobre o seletivo “Sinal Verde”: Paciência tem limite

Destacado

Depois que explodiu o escândalo do seletivo em que o secretário Antonio Gomes Lima, Toinho do Juvenil dava o “Sinal Verde” para que o secretário Thiago Braz procedesse a falcatrua, tenho recebido mensagens de pessoas querendo saber como podem ser ressarcidos dos valores da inscrição.

Minha orientação tem sido no sentido de procurar os vereadores da base ou da oposição,bem como o Ministério Público, o Sindicato dos Servidores Públicos do município ou uma outra entidade classista ou representantes da sociedade civil.

O silêncio sepulcral dos envolvidos no escândalo, demonstra o total desrespeito a população que só é vista e lembrada, no período das eleições.

Vargem Grande não pode levar sobre os ombros a marca da cidade dos acomodados, que tudo aceitam e a tudo dizem amém.

Se a fraude foi perpetrada é bom que se perguntem aos secretários envolvidos. Só eles podem responder a tal indagação. Agora que o “sinal verde” foi dado, está explicitado no áudio. Como também é verdade que homens e mulheres de bem não confiam mais em participar de um certame dessa envergadura, pagando inscrição, sem a administração dá explicações plausível que o caso requer.

Vargem Grande é a única cidade que conheço que o cargo de secretário é vitalício. Podem levar a administração ao caos,mas não são demitidos. Isso desde ontem, hoje e a continuar com o andar da carruagem, será sempre.

Por fim, aos que me procuraram, sugiro que, se ninguém vos quiser ajudar, procurem a Delegacia de polícia civil, façam um BO e aguardem o andamento do TCO ou Inquérito Policial. O que não queremos e não podemos acreditar, é que iremos ostentar o triste título da cidade da impunidade..

Nem Paulo Bernardo suporta mais Gleisi e deputada revela a separação

Destacado

Gleisi e Paulo Bernardo estão separados há mais de um ano e a deputada vinha conseguindo esconder essa situação.

Tudo indica que que até o próprio Paulo Bernardo se sentiu desconfortável pela volúpia pelo poder demonstrada pela ex-mulher.

A presidente petista chegou a ser apontada por figuras respeitadas do meio jornalistico brasileiro, como Caio Coppolla, por exemplo, como a figura mais nociva da política brasileira.

A Gleisi parece viver o seu inferno astral. Ela própria anunciou o fim do seu relacionamento conjugal.

“Eu e Paulo estamos separados já há mais de um ano, mas não foi por conta da política e nem por conta dessas questões. Sempre tivemos muita clareza do que seria, tanto que ele é militante também, por muito tempo foi deputado e é filiado ao PT.”

Gleisi faltou com a verdade num ponto. Paulo não é mais militante. Afastou-se completamente da atividade política e do PT após a sua prisão.

Gleisi é assim. Desconhece o que é sinceridade.

Não é sem motivo que ficou conhecida como “amante” nas planilhas da Odebrecht.

Hoje na História: Nasce o poeta Gonçalves Dias, autor do clássico Canção do Exílio

Destacado

Poeta e autor do clássico Canção do exílio, Antônio Gonçalves Dias nasceu no dia 10 de agosto de 1823 na cidade de Caxias, no Maranhão. Ele tinha orgulho de ter em seu sangue as três etnias formadoras do povo brasileiro: a branca, do seu pai; e a indígena e negra, herdada da mãe, que era mestiça. Depois de iniciar os estudos em latim, francês e filosofia, ele partiu para a Europa, onde morou em Portugal em 1838. Formou-se em Direito na Universidade de Coimbra, em 1840. Voltou ao Brasil em 1845 e, por conta do seu tempo longe do país, escreveu Canção do Exílio e parte dos poemas de Primeiros Cantos e Segundos Cantos. Um ano após retornar ao Brasil, conheceu sua musa, Ana Amélia Ferreira Vale. Gonçalves Dias chegou a pedir a mão da moça em casamento, mas teve o pedido negado por causa de sua origem mestiça. Por conta disso, várias de suas peças românticas foram escritas para ela, incluindo “Ainda uma vez — Adeus”. Depois de ter seu coração partido, Gonçalves Dias mudou-se para o Rio de Janeiro e se casou com Olímpia da Costa, de quem acabou se separando alguns anos depois. Em 1862, o poeta retornou à Europa para fazer um tratamento de saúde. Como não obteve resultados, decidiu voltar ao Brasil. A viagem foi no navio Ville de Boulogne, que naufragou na costa brasileira. Todos se salvaram, menos Gonçalves Dias, que, debilitado, não conseguiu sair do seu camarote a tempo e morreu no dia 3 de novembro de 1864.

Bate neles, Capitão!

Destacado

José Maurício de Barcellos

Quem assistiu ao vídeo ao qual me referi no meu artigo anterior viu o filosofo Olavo de Carvalho dar um bom tranco no canastrão da “Rede Goebbels” que o entrevistava, recomendando, em contrapartida ao fantástico ataque de ódio que o Capitão vem suportando desde que foi eleito, que o Presidente da República se dirigisse, semanalmente e em cadeia nacional, à Nação brasileira para prestar contas do exercício de seu mandato, aproveitando para dar o devido troco. Atônito e impactado, o cativo da ”Goebbels” ainda tentou dissuadir o Mestre dizendo que as “lives” semanais do Bolsonaro eram mais do que suficientes. Bastou um olhar do professor e o vendido esborrachou-se e mudou de assunto rapidamente.

Bem sei que Bolsonaro e sua equipe – também atingida – têm mais o que fazer ao invés de ficar perdendo seu precioso tempo com a terrível guerra da contrainformação deflagrada pelos derrotados e enxovalhados nas urnas e nas ruas de outubro de 2018 para esta parte. A moçada está se desincumbindo a contento, embora muita coisa esteja por fazer. Somente não enxerga quem não quer ou está de má-intenção. Venho colhendo das redes sociais uma relação de ações governamentais e outras do próprio Presidente que impressionam até os mais céticos. Por sinal o governo Bolsonaro nesta semana “meteu uma lança em África” conseguindo aprovar na Câmara dos Deputados o projeto da Nova Previdência, concebido pelo genial Paulo Guedes e sua equipe.

Os feitos são tão significativos que me parece injusto e covarde deixar de mencioná-los (bem sinteticamente) para o caro leitor, ainda que os coloque sem muito rigor cronológico. Vale a pena tudo destacar, mormente porque nunca vi a extrema imprensa brasileira, vingativa, sorrateira e nojenta dedicar uma linha sequer para falar disso ao povão, como lhe cumpria. Eis aí: 1- foram eliminados mais de 100 mil cargos de militantes partidários, em Brasília e nos Estados; 2 – com a nova proposta econômica a bolsa de valores alcança 100 mil pontos pela primeira vez na história do país; 3 – por conta daquela nova proposta se colocam à venda ferrovias, aeroportos e portos; 4 – Impõe-se um limite ético e eficaz na aplicação da Lei Rouanet de R$ 60 bi para R$1 bi, retirando-se as mãos dos famosos dos cofres da Nação; 5 – Fixa-se de vez o Imposto Sindical opcional; 6 – Cassam-se as verbas de centenas de blogs e sites encrostados no erário; 7 – igualmente se procede em relações à ONGS da “petralhada” e da vermelhada; 8 – drástica redução com gastos de publicidades; 9 – anunciada de forma desafiadora a escolha de um ministério técnico e não político; 10 – inicia-se a campanha para aproveitamento de minérios raros como o nióbio e grafeno; 11 – O famigerado MST é colocado em seu verdadeiro lugar como entidade marginal. As invasões de terras caíram de 43 para uma; 12 – são propostas a posse e o porte de arma em conformidade com o plebiscito já aprovado pelo povo em 2005, que os vermelhos desafiavam silenciosamente; 13 – Ministra Damaris enfrenta o roubo petista em sua pasta e extingue contratos milionários; 14 – é extraditado o assassino comum e bandido foragido, que há décadas escarnecia do Brasil apoiado pelo PT e pelo PSOL, Cesare Battisti; 15 – milhares de salários pagos para as ONG’s petistas são eliminados; 16 – ocorre uma redução de milhares de cargos de assessores; 17 – é reduzido o número de ministérios de 29 para 22; 18 – são extintas as verbas para eventos diversos, como parada gay e carnaval e inicia-se o enfrentamento das atividades de nocivas ONGs no país; 19 – redução de fraudes do bolsa família. 500 mil pessoas deixam o programa espontaneamente; 20 – é concedido o 13° salário para o programa bolsa família; 21 – a obra do São Francisco adiantou 70% e 46% em duas áreas diferentes; 22  – Bolsonaro revela uma sobra de campanha no valor de R$1.600 milhão; 23 – é iniciada a propaganda com live e de graça para os cofres públicos; 24 – são adotadas ações diversas visando ao fechamento do Fórum de SP; 25 – suspensão de venda de gasolina a 80 centavos aos países do MERCOSUL; 26 – Abertura da caixa preta BNDS visando à devolução das verbas roubadas por Lula e Dilma; 27 – Suspensão absoluta de remessa de dinheiro público para ditaduras; 28 – retirada de 8000 pardais das rodovias federais dando um forte revés na indústria da multa do DETRAN; 29 – é iniciada a dessalinização no Nordeste com perfuração de 208 poços a 6 mil reais por unidade; 30 – usina de dessalinização portátil com tecnologia de Israel é implantada; 31 – recebimento de 16 helicópteros mais um “caveirão” doado por Israel; 32 – criação do novo MERCOSUL sem a Venezuela; 33 – devolução mensal pelo BNDES do dinheiro da União; 34 – desativação da Granja do Torto de triste memória; 35 – ordem peremptória para que aviões da FAB permaneçam nos pátios sem custo e para uso somente a serviços; 36 – luta sem trégua para aprovação dos projetos da Nova Previdência e para o Combate à Corrupção e ao Crime Organizado, um dos quais já aprovado na Câmara; 37 – extinções de dezenas de secretárias ministeriais; 38 – extinções de 700 conselhos ou nichos do empreguismo da “petralhada”; 39 – luta pela demarcação de terras indígenas e de preservação ambiental sem “entreguismo” e viés ideológico; 40 – é colocado de sobreaviso o bunker petista na ANVISA; 41 – extinção do CONSEA criado para garrotilhar o agronegócio; 42 – extinção da sangria de verbas públicas destinada aos movimentos dos “direitos dos manos”, sociedades comunistas ou socialistas, sindicatos de fachadas, entidades de jornalistas e associações espúrias da vermelhada; 43 – inicia-se o esforço para fixar o aproveitamento das áreas indígenas para produção em benefício dos índios ou das populações protegidas pelo Estado; 44 – são criados programas visando a recuperação das riquezas de Roraima, Pará e Amazonas; 45 – poços artesianos com energia solar ao preço de R$ 6.000 reais são perfurados; 46 – veto à criação da criptomoeda indígena com economia de 44 milhões; 47 – liquidação do “esquema” mais médicos cubanos com admissão de 11 mil médicos  brasileiros e lançamento de um programa decente para atendimento da população do interior e das áreas mais carentes; 48 – fim do apoio governamental para o Foro de São Paulo e para outras entidades igualmente espúrias; 49 – drástica redução de despesas com passagens e alimentação de ministros e assessores; 50 – duplicação de 53,9 km da rodovia BR 050 entre Catalão a Cristalina, no Goiás; 51 – revisão dos contratos de bilhões celebrados pelo PT nas áreas dos Ministérios da Saúde e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Só uma ONG petista que desviava remédios destinados aos indígenas tinha 3.500 petralhas; 52 – Alteração da pontuação punitiva na CNH para 40 pontos e validade de cinco para 10 anos, atingindo de morte a indústria da multa no trânsito; 53 – saída do Brasil da UNASUL; 54 – economia 100 milhões com migração para o Portal único; 55 – Redução de 25% dos assassinatos somente com a nova política de proteção do homem comum contra os marginais protegidos pelo PT e pelo PSOL; 56 – Crescimento das viagens de turistas de países sem necessidade de vistos; 57 – exibição pública da Caixa Preta do BNDES, cujo rombo daria para construir um novo Brasil; 58 – nova política indigenista ouvindo o clamor dos povos indígenas e suas reivindicações; 59 – troca de reitores bandidos do PSOL nas universidades federais; 60 – dura luta travada diuturnamente contra o lado negro do Congresso e do STF, aliados dos sindicatos, da extrema imprensa, “Mistério Público” infestado de vermelhos, ONGs, Conglomerados Nocivos das Comunicações e seu movimento diário de difamação do governo; 61 – ação enérgica de pente fino nas aposentadorias fraudulentas e no bolsa família; 62 – luta pela liberação gratuita da medicação contra o câncer, impedida por lobistas dos laboratórios; 63 – doída luta contra a prática da barganha com dinheiro público e com o cargo público que enlouquece a velha política; 64 – fim das comitivas do tipo socialistas em viagens oficiais, pondo termo a uma prática usurpadora dos últimos trinta anos; 65 – enfrentamento diário e constante contra a elite artística ordinária e chupim da verba pública; 66 – exemplo de sacrifício, de abnegação e de patriotismo por parte do Presidente que trabalhou com uma bolsa de colostomia durante meses; 67 – surpreendente feito inédito do Presidente eleito que sem tempo, sem dinheiro, sem apoio político, com 7 segundos e live editada na varanda de sua casa se elegeu Presidente do Brasil; 68 – ação sem precedentes da equipe econômica cobrando dos ex-governadores os rombos nos Estados; 69 – grande e arrojado programa de privatizações que, começando pela ELETROBRÁS, já registra resultados históricos e aponta para um sucesso absoluto; 70 – policia federal prende 53 criminosos que invadiram uma propriedade rural, deixando a vermelhada de barba de molho; 71 – pela primeira vez um Presidente do Brasil recém-eleito é homenageado como homem do ano nos EUA; 72 – Bolsonaro passa a ser considerado pela imprensa internacional como um dos líderes mais influentes do ano; 73 – pela primeira vez na história do País, 3 índias fazem parte do governo central; 74 – recuperação dos valores da Nação Verde e Amarela pugnando-se pelo o hasteamento da bandeira e por cantar o hino nacional em todos os estabelecimentos públicos e privados; 75 – corte dos pagamentos de 2000 anistiados ou de presos do regime de 1964, dentre eles FHC, Chico, Lula, Dilma, Caetano e Gil, atendendo ao grito da classe média aviltada que há muito brandia “fora canalha usurpadora”; 76 – celebrado o inédito e alvissareiro acordo com EUA que, além de tudo o mais, vai trazer mais segurança nas fronteiras do Brasil contra o tráfico e terroristas, acordo que mata de susto a vermelhada burra, venal e incompetente; 77 – elaboração do plano de micro bacias; 78 – ataque frontal à perversa indústria de multas do IBAMA; 79 – implantação do programa de irradicação de doenças raras pelo SUS; 79 –  elaboração e sanção da lei da simples empresa com crédito pelo BNDES; 80 – proposto o projeto que acaba com as mordomias e os privilégios dos ex-presidentes, inclusive para Bolsonaro; 81 – extinção definitiva do famigerado e retrógado horário de verão que tanto prejudicava as crianças e o ciclo biológico; 82 – editado o decreto que quebra o sigilo bancário de toda movimentação com recursos públicos; 83 – retirada dos cursos de filosofia e sociologia do currículo universitário que há décadas servia a formação de militantes de esquerda; 84 – demissões de centenas de afilhados da classe política abjeta e a rejeição ao empreguismo para político derrotado; 85 – extinção do programa publicitário do Banco do Brasil de viés socialista com economia de milhões; 86 – aprovação da lei da defesa do patrimônio; 87 – inauguração do aeroporto do Amapá parado há mais de 10 anos; 88 – mudança da tabela progressiva do Imposto de Renda que beneficia a classe média trabalhadora; 88 – Bolsonaro passa a marcar emblematicamente sua presença no governo com atitudes simples, despojadas, diretas, patriotas e leais, a exemplo de extinguir o hábito da vassalagem oficial no tratamento nobiliárquico de excelência; 89 – demissão de uma Diretora da EMBRATUR por promover um almoço por mais de 250 mil reais com show de Alceu Valença; 90 – demissão de vários comandados e desleais servidores tal como o Presidente do BNDES que se negava a abrir a caixa preta do Banco para proteger seus antigos companheiros Lula e Dilma; 91 – anunciado os estudos para privatizar os Correios, empresa sem concorrência que a gentalha de Lula e Dilma conseguiu falir; 92 – anunciada a venda dos ativos da Petrobrás, aqui e no exterior, destinando-se a empresa para sua principal função que é a extração de óleo e mais nada; 93 – suspensão de assinaturas de revistas para o governo no valor de 18 milhões; 94 – fixa que trabalhador rural não precisará mais da interferência dos sindicatos para se aposentar; 95 – cria o programa “Ciências nas Escolas” que distribuirá R$ 100 milhões para projetos educacionais; 96 – sanciona o Decreto que extingue 13.710 cargos da “cabidagem” de emprego nas universidades federais; 97 – constrói a BR 163 para escoamento da soja; 98 – Bolsonaro consegue capitar R$ 1,6 milhão em doação para o hospital da Santa Casa da Misericórdia em Minas, depois que os contras proibiram doar a sobra da sua campanha política, a mesma com as quais as quadrilhas de Sarney a Temer se locupletavam; 99 – é autorizada a liberação pelo SUS da vacina para tratamento da atrofia muscular espinhal, antes negada às famílias dos menos favorecidos; 100 – é inaugurada, com o Ministro da Infraestrutura e o de Minas e Energia, uma série de obras de grande porte no nordeste, sendo a mais recente a Usina Fotovoltaica Flutuante que, nesta segunda-feira (5), na cidade de Sobradinho, Norte da Bahia, gera energia solar. Tudo isso sem falar na almejada entrada do Brasil na OCDE (o tal clube dos ricos), bem como no acordo comercial com a União Europeia (MERCOSUL-UE), o mais importante acordo de livre comércio já assinado pelo Brasil depois do Acordo de Livre Comércio com os Estados Unidos em andamento. Além de tudo isso, há que se destacar também o reconhecimento, pelo governo americano, do Brasil como Aliado Preferencial Extra OTAN e como futuro integrante da Organização do Tratado do Atlântico Norte. Essas são as extraordinárias ações da nova política externa do Brasil que, entretanto, vêm sendo tão menosprezadas, demonizadas e colocadas em dúvida pela vermelhada incompetente, invejosa e corrupta.

Eu pessoalmente não sei como esse líder aguenta tanta maldade e tanta vilania sem sair por aí dando “botinadas em todas as direções”, como um dia lembrou Nelson Rodrigues. No mínimo, em relação aos vendidos jornalistas que o espancam pessoalmente – o negócio aqui é pessoal contra o Capitão – e que pregam o ódio e a cizânia por terem tidos seus interesses contrariados, acho que se o negócio fosse comigo já teria, em grande estilo velho – como um dia cantou Júlio Dantas – os desafiado num duelo bem à moda de um tempo em que a honra de um homem era lavada com sangue.

Estou exausto de ver tanta infâmia da “jornadalha” soez e o que é o pior, de constatar que tudo se faz de forma ardilosa e matreira, ocultada sob o manto do dever de informar. Dei-me ao trabalho de verificar numa edição de dois grandes jornais da extrema imprensa o tanto que seus colunistas e deformadores de opinião, que antes se ajoelharam por toda a vida diante da classe política abjeta, destilam de veneno para cima do Presidente eleito. Só lamento que a ruptura constitucional pelo art. 142 da Carta Política de 1988 não tenha ocorrido ainda, porque tenho certeza de que se teria a oportunidade de encontrar em relação a cada um daqueles malditos, o caminho do dinheiro que surrupiavam dos cofres públicos e que perderam com a eleição de Bolsonaro. Tanto a prova de seus crimes contra o Brasil quanto uma listagem como a que antes exaustivamente transcrevo, que deixam evidenciadas suas vilanias, gostaria de enfiar goela abaixo destes energúmenos para lhes ensinar o que é ser um cidadão de bem.

Sinceramente, me causam tristeza aqueles que esquecendo a facada de Juiz de Fora e tudo o mais que o Capitão e seus filhos já sofreram até aqui pelo Brasil ainda duvidam de seu amor à Pátria ou de suas intenções, de seus princípios ou valores e ao ver a justa ira de quem é espancado todo dia e outro também, sabendo inclusive que o ataque vem de uma escumalha que não vale o chão onde pisam os patriotas, ainda assim quer que ele cale a boca, se finja de morto, meta o rabo entre as pernas ou peça de joelhos desculpas públicas por não gostar de patifes, do “Ogro Encarcerado”, da “Anta Guerrilheira” e de outros canalhas deste jaez.

O Brasil e o mundo não têm dúvida de que Bolsonaro é valente, indomável, incorruptível, mas também, por outro ângulo, que é pacífico e conquanto defensivo não agride ninguém, nem quem fez tudo por merecer umas boas tapas no frontispício ou uma facada de volta em legítima defesa. Sendo desta forma, penso que o Capitão não deve mais olvidar o conselho do Mestre Olavo de Carvalho para toda semana, em cadeia nacional, prestar contas ao Brasil do belo trabalho que está realizando e, de passagem, colocar a “vermelhada” no rumo e no prumo.

IFMA oferece mais de seis mil vagas para cursos técnicos

Destacado

Serão ofertados 39 cursos técnicos de nível médio em um total de 6.450 vagas em 27 municípios do Estado. As inscrições vão de 06 de setembro a 06 de outubro.

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) divulgou o Edital do processo seletivo para ingresso nos cursos técnicos de nível médio em 2020. Serão ofertados 41 cursos em um total de 6450 vagas distribuídas em 27 municípios do Estado.

As inscrições poderão ser feitas do dia 06 de setembro ao dia 06 de outubro. O período para solicitar a isenção do valor da inscrição vai de 20 de agosto a 04 de setembro.

As vagas serão destinadas para os campi de Açailândia, Alcântara, Araioses, Bacabal, Barra do Corda, Barreirinhas, Buriticupu, Carolina, Caxias, Codó, Coelho Neto, Grajaú, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Porto Franco, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, São José de Ribamar, São Luís-Centro Histórico, São Luís-Maracanã, São Luís-Monte Castelo, São Raimundo das Mangabeiras, Timon, Viana e Zé Doca.

O Instituto oferece três formas de cursos técnicos: integrada, concomitante e subsequente. Na forma integrada, o aluno cursa o Ensino Médio junto com uma formação profissional no IFMA. Na forma concomitante, o estudante faz o curso técnico no IFMA e o Ensino Médio em outra instituição de ensino. Já a forma subsequente é para aqueles que já concluíram ou estão concluindo, em 2019, o Ensino Médio e pretendem obter uma formação profissional.

A prova terá 40 questões de múltipla escolha, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática e será realizada no 01 de dezembro de 2019. O conteúdo programático está disponível no edital.

Isenção da taxa de inscrição – O valor da inscrição do seletivo é de R$ 30,00 (trinta reais). Caso o candidato pretenda concorrer às vagas com isenção de pagamento da taxa, deverá preencher o formulário eletrônico, disponível no portal do IFMA, no período de 20 de agosto a 04 de setembro. A isenção também pode ser solicitada de forma presencial nos campi, cujos endereços encontram-se no Anexo I do edital.

Poderá requerer a isenção o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico (Bolsa Família, PETI, entre outros) e for membro de família de baixa renda.

As vagas à Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição correspondem a 400% do total de vagas por Forma de Educação Profissional Técnica de Nível Médio oferecidas em cada Campus e Campus Avançado no Processo Seletivo 2020.

Sistema de cotas – Em cada curso, 50% das vagas serão destinadas aos candidatos egressos de escola pública. Dessas vagas, metade serão reservadas aos candidatos com renda familiar bruta igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita (R$ 1.497,00); e a outra metade será reservada aos candidatos com renda familiar bruta superior a um salário mínimo e meio per capita (R$ 1.497,00).

Das vagas de cada grupo, 77% delas serão reservadas para os que se declararem pretos, pardos e indígenas. Conforme o sistema de cotas, a porcentagem a ser aplicada para pretos, pardos e indígenas deve seguir os dados do censo do IBGE. Realizado em 2010, o último censo informa que esse índice populacional no Maranhão é de 77%. A autodeclaração dos candidatos pretos e pardos será confirmada mediante procedimento de heteroidentificação, que é a confirmação, por meio de uma banca, de que a autodeclaração do candidato é verdadeira, para evitar fraudes.

O Instituto reserva também, em cada curso, 2,5% das vagas para os candidatos com deficiência.

Acesse o Edital