Receita libera consulta ao 4º lote do Imposto de Renda nesta segunda

Destacado

O valor da restituição será liberado no dia 16 de setembro

Por Agência Brasil  Brasília

A consulta ao quarto lote de restituições do Imposto de Renda 2019 será aberta nesta segunda-feira (9) partir das 9h. O quarto lote inclui também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018. Segundo a Receita, o dinheiro será depositado na conta do contribuinte no dia 16 deste mês. O crédito bancário será feito para 2.819.522 contribuintes, totalizando R$ 3,5 bilhões.

Para saber se o contribuinte foi contemplado no quarto lote, basta acessar o site da Receita Federal ou ligar para o Receitafone (146) e informar o CPF e a data de nascimento.

Os lotes de restituição são liberados mensalmente. O Fisco libera os pagamentos por ordem de chegada da declaração. Isto significa que quem entregou a declaração mais cedo, recebe a restituição primeiro. 

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da internet.

Até a PF se assustou com teor da delação de Palocci. Rombo na Petrobras pode chegar a R$ 42 bi

Destacado

Conforme prometeu, Palocci abriu a caixa preta dos governos Lula e Dilma […] e o mais importante é que as provas materiais (que os petistas diziam não existir) já foram recolhidas pela PF.

O jornal O Globo adiantou que os relatos incluídos no acordo do ex-ministro deixou vários investigadores e delegados da PF boquiabertos.Esquemas ilícitos perpetrados por Lula e Dilma na Petrobras foram todos detalhados à risca:“Os fatos abordados por Antonio Palocci reconstituem todo o organograma da corrupção na Petrobras e as relações das empreiteiras com políticos do PT […]

O prejuízo à estatal pode alcançar a cifra dos R$ 42 bilhões, segundo estimativa da PF”.O ex-ministro também detalhou as entregas dos diversos pacotes de dinheiro vivo que ele próprio entregou para Lula.

O petista narrou as conversas que teve com Lula no Palácio do Planalto e o modus operandi envolvendo a construção de sondas para exploração de petróleo em águas profundas.

Diversas negociações foram feitas com a presença (e o aval) de Dilma Rousseff […] a intenção principal seria levantar recursos (roubados da Petrobras) para bancar a campanha dela em 2010.Do NBO

Briga de bar termina com jovem baleado em Poção de Pedras

Destacado

Na tarde deste sábado (07), feriado em que se comemora a independência do Brasil, uma briga de bar terminou com um jovem baleado nas pernas na cidade de Poção de Pedras – MA.
Segundo informações da Polícia Militar, era por volta das 16h30mim, quando Gutemberg Alves de Abreu, de 23 anos de idade, foi baleado quando estava bebendo em um estabelecimento comercial denominado “Bar da Pranchada” localizado no bairro de Fátima.
Ao ficar sabendo da ocorrência, a Polícia Militar de imediato fez o deslocamento até o local e encontrou Gutemberg ferido pelo disparo, segundo a vítima, um indivíduo conhecido por Leomar efetuou um disparo de arma de fogo ( espingarda) que o lesionou com 03 perfurações nas coxas.
O jovem foi socorrido e levado ao hospital local pelo policiais militares, após os primeiros procedimentos de socorro, Gutenberg foi transferido para o hospital de Peritoró, a Polícia Militar está realizando diligências na tentativa de prender o principal suspeito. Confira o vídeo abaixo:

Bolsonaro deve receber alta em até seis dias, diz cirurgião

Destacado

A cirurgia para correção de hérnia incisional foi bem sucedida

Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil  

O médico Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, cirurgião-chefe que realizou hoje (8) a operação de correção de hérnia incisional no presidente da República, disse que Jair Bolsonaro deverá receber alta médica em torno de cinco ou seis dias. De acordo com ele, após isso, o presidente deverá estar apto a viajar em sete a dez dias, a partir deste domingo.

“A cirurgia transcorreu muito tranquila, não houve nenhuma sutura intestinal, não houve sangramento, a gente imagina que após a alta, se tivermos a alta em cinco dias, ele deve viajar em sete dias, mais tardar em 10 dias”, disse o cirurgião em entrevista coletiva no início da tarde de hoje no hospital Vila Nova Star, na capital paulista, onde ocorreu o procedimento.

Segundo o primeiro boletim médico divulgado hoje após a cirurgia, Bolsonaro apresenta quadro clínico estável. A correção de hérnia incisional foi feita com a técnica de herniorrafia incisional com implantação de tela, e foi bem-sucedida. Teve início às 7h35 e foi concluída às 12h40.

O cirurgião ressalvou que a operação demorou mais do que o previsto em razão de o intestino no presidente da República estar fortemente aderido na parede abdominal. “Normalmente uma hérnia não demora tudo isso que demorou. Mas aí a gente não contava que tinha aderido tudo de novo em relação a cirurgia de 28 de janeiro. Isso teve de ser feito com muito cuidado, você não pode machucar o intestino em hipótese nenhuma. Teria sido melhor se [a cirurgia] fosse com duas horas, teria sido mais fácil”, disse.

O médico apontou ainda que a hérnia desenvolvida por Bolsonaro decorreu do ferimento da facada e das cirurgias posteriores. “Houve uma lesão grave da parede abdominal que ficou muito fraca. Além disso, durante a facada ele desenvolveu uma peritonite, no dia 12 de setembro do ano passado ele foi operado já aqui em São Paulo dessa peritonite. Isso infectou muito a parede, deixou a parede muito enfraquecida, o que necessitou [agora] da correção dessa hérnia”.

Segundo o médico, há uma pequena chance, de aproximadamente 6%, de haver uma recidiva da hérnia, ou seja, o problema voltar a ocorrer no mesmo local. O cirurgião, no entanto, diz que encontrou tecidos em boa condição e que a probabilidade de isso ocorrer é muito pequena.

“O tecido que nós conseguimos unir e reforçar é um tecido mais musculoso, mais forte, mais nutrido, então é difícil de se imaginar que vai haver recidiva. Ele [Bolsonaro] está do ponto de vista clínico, do ponto de vista geral, muito bem, não tem sinais de cansaço, de esgotamento de nada”, disse.

Viatura da PM capota e deixa dois policiais feridos em Godofredo Viana

Destacado

Um acidente com a viatura da Polícia Militar de Godofredo Viana foi registrado na manhã desta domingo (8). O acidente ocorreu na estrada de Aurizona, á 16 quilômetros de Godofredo Viana. 

Conforme informações apuradas, os ocupantes foram socorridos e levados para o Hospital de Luis Domingues.

O veículo, da guarnição do 31° Batalhão, estava ocupado por dois policiais, e três presos que foram atuados em flagrante no Distrito de Aurizona por tentativa de assalto e porte ilegal de arma. A viatura se deslocaria da cidade de Godofredo Viana para Zé Doca.  Os dois policiais  e os detidos foram encaminhados ao Hospital de Luis Domingues com pequenas escoriações. Fonte Neto Weba

Tragédia | Acidente grave deixa mortos e feridos no Jaracaty, em São Luís

Destacado

Na madrugada deste domingo (8), um grave acidente deixou quatro pessoas na Avenida Carlos Cunha, nas proximidades da Casa da Mulher Brasileira, no bairro do Jaracaty, em São Luís.

Segundo informações, o condutor de um Toyota Corolla perdeu o controle do veículo na cabeceira da Ponte Bandeira Tribuzzi, saiu da pista, capotou várias vezes e caiu na área residencial, onde algumas pessoas comemoravam um aniversário.
Profissionais do Corpo de Bombeiros e SAMU realizaram procedimentos emergenciais. Quatro pessoas morreram no local. Outros feridos foram levados para hospitais próximos.
No veículo, estavam três pessoas. O motorista está entre os mortos. Um foi levado para o hospital em estado grave. O outro foi preso e levado para a Casa da Mulher Brasileira.
A polícia não informou os nomes das vítimas.
C

Mega-Sena sorteia nesta segunda-feira prêmio de R$ 80 milhões

Destacado

A Mega-Sena, que está acumulada pela nona vez consecutiva, sorteia nesta segunda-feira (9) prêmio estimado em R$ 80 milhões.

As seis dezenas serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília) no Espaço Loterias Caixas, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

Mega-Sena, loterias, lotéricas

Mega-Sena, loterias, lotéricas – Marcello Casal Jr./Agência Brasil

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) desta segunda-feira, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50. Fonte Agência Brasil

Eduardo Bolsonaro pode vir ao Maranhão conhecer o vendedor de geladinhos que foi humilhado

Destacado

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL),  filho do Presidente Jair Bolsonaro (PSL), se sensibilizou com um vídeo que viralizou nas redes sociais de um garoto chamado Adão, da cidade de Grajaú no Maranhão, que foi humilhado por alguns jovens por estar vendendo geladinho.

Na noite deste sábado, 7 de Setembro, Eduardo esteve em uma Live no Instagram com o pequeno Adão, ele parabenizou a atitude de Adão por estar ajudando a família e trabalhando de forma honestamente. 

“Não baixa a cabeça não, continua vendendo o seu geladinho, o dinheiro honesto faz você dormir com a cabeça tranquila no travesseiro” disse Eduardo para Adão. 

Eduardo disse que a muito tempo não chupa ‘geladinho” e de cara recebeu um convite do pequeno Adão, que fez o convite ao filho do Presidente da República, para vim até o Maranhão e provar do seu produto. 

Eduardo disse ainda que Adão já é um pequeno empreendedor, perguntou qual a distância de Grajaú para Imperatriz e qual o aeroporto mais próximo de Grajaú, mostrando total interesse em conhecer  o pequeno Adão e provar dos seus “geladinhos”.

“Vou tentar dar um pulo aí, vou falar com vocês pelo direct” afirmou Eduardo Bolsonaro.

Eduardo fez uma publicação na noite deste sábado em seu perfil pessoal no Instagram sobre o caso do pequeno Adão:

De mulher pra mulher, embaixatriz brasileira dá a devida resposta para Michelle Bachelet

Destacado

A resposta de Jair Bolsonaro à Sra. Michelle Bachelet (ONU) levantou uma onda de indignação de certos setores da sociedade e até de alguns de seus apoiadores.

A franqueza de Bolsonaro faz arrepiar o cabelo de gente desacostumada em ouvir verdades duras e de seus gestos de honestidade.

A Sra. Bachelet mentiu, sentada na cadeira da mesa da ONU em Genebra, sim ela falou MENTIRAS sobre o Brasil.

Aliás, hoje, qualquer Macron ou Bachelet da vida se acha no direito de criticar o Brasil.

Uma das mentiras foi que no Brasil, o espaço democrático está reduzindo!

De onde ela tirou isso?

Vivemos em um país onde a esquerda e a mídia fazem todo o esforço para diariamente humilhar o presidente da República e as instituições oficiais, enquanto enaltecem ladrões, corruptos e assassinos.

Bolsonaro é duro com as palavras, quase sempre, mas até hoje desconheço nele qualquer atitude anti democrática.

Ele suporta tudo como um democrata autêntico: ofendem, vasculham a vida e humilham sua esposa, cometem injustiças, fazem filmes simulando sequestros da filha de seu Ministro da Justiça; publicam charges com a cabeça dele decepada e até publicam vídeo dizendo que vão assassiná-lo.

A mídia ataca 24 horas sem trégua com mentiras, desonestidades, pesquisas falsas, enquanto esconde seus próprios podres (delação do Palocci, p. exp.).

Onde está redução do espaço democrático?

A esquerda encolheu, mas justamente pelo fato do espaço ser democrático.

A Sra. Bachelet mentiu demagogicamente para fazer cena, como mentem cinicamente todos os comunistas, esquerdistas e etc.

A segunda afirmação dela foi mais desonesta ainda, dizendo que os níveis de segurança estão mais fracos no Brasil.

Ora, até a mídia podre reconhece a queda dos índices de violência em quase 25%, em pouco tempo do governo atual.

O governo está aplicando golpes mortais no narcotráfico e, ontem mesmo, o Centro de Operações Integradas (COI), criado por Sérgio Moro prendeu 31 pessoas que praticavam pornografia infantil, numa ação articulada com vários países.

Então, em quais fundamentos se baseou a Sra. Bachelet para falar o que falou? Quais fontes de dados ela usou? Quem passa as informações a ela?

A realidade pura e simples é que a Sra. Bachelet quer atingir o governo Bolsonaro MENTINDO.

Se ela disser a fonte de onde recolheu os dados, pode-se discutir a questão, mas, falar bobagens maldosas qualquer um fala.

De fato, Bolsonaro ás vezes exagera, reconheço, mas sempre dentro de um conteúdo de verdade, repudiando mentiras.

(Texto de Maria Luiza Fernandez. Embaixatriz)

Hoje na História: É fundada a cidade de São Luís, capital do Maranhão

Destacado

No dia 8 de setembro de 1612 era fundada a cidade de São Luís, uma ilha e também capital do Maranhão. Trata-se da única cidade brasileira fundada por franceses. Depois, ela foi invadida por holandeses e, na sequência, colonizada pelos portugueses. O nome da cidade é uma homenagem dada pelos franceses ao rei da França Luís IX, também chamado de “São Luís”. Com aproximadamente um milhão de habitantes, a capital maranhense conta com grandes corporações e empresas de diversas áreas que se instalaram na cidade pela sua privilegiada posição geográfica entre as regiões Norte e Nordeste do país e também pelo fato do seu litoral estar mais próximo de grandes centros importadores como Europa e Estados Unidos. O porto de Itaqui, em São Luís, é o segundo mais profundo do mundo e um dos mais movimentados para o comércio exterior no Brasil. Além disso, a cidade também é a porta de entrada para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, que atrai turistas do Brasil e do exterior. São Luís também foi a cidade de grandes escritores como Aluísio de Azevedo, Gonçalves Dias e Graça Aranha. Além disso, a capital também é conhecida pelos ritmos como tambor-de-crioula, reggae e bumba-meu-boi.

Porto Alegre se agacha para Bolsonaro

Destacado

Luiz Cláudio Cunha

Lamentável o surto de censura na Câmara de Vereadores de Porto Alegre sobre a exposição de cartunistas.

Censura rima com ditadura, tortura, grossura — coisas que emergem agora de maneira muito feia na Casa política que deve representar a cidadania da civilizada capital gaúcha.

Todo mundo tem o direito de rir ou de chorar diante das charges, que podem ser muito boas ou muito ruins.

Isso depende da opinião de cada um, que é livre para gostar ou desgostar do que vê.

Um vereador da cidade saiu a percorrer a exposição, com celular em punho, para gravar o seu vídeo de indignação com a mostra. Resultado: a presidente da Câmara, Mônica Leal, acabou proibindo a exposição, alegando “falta de respeito ao presidente da República, falta de limite e de bom senso”.

Cabe a pergunta: que limite, que bom senso, cara-pálida?

Quem estabelece limites, quem determina bom senso? Não é a censura sem limites ou a proibição insensata da nobre vereadora que estabelece o que pode ou não ser criticado, ironizado, satirizado, debochado numa charge de humor político.

O limite exclusivo é o do talento do chargista, o julgamento soberano é o de quem vê, sem nunca chegar ao exagero de proibir aos outros que vejam o que não lhes agrada.

A imposição da vontade de alguém, seja uma reles vereadora, seja um empertigado general, não é admissível em uma democracia que se respeita e que deve respeitar a opinião dos outros, mesmo aquelas que não nos agradam.

Ou, no caso de uma charge, até aquelas que nos fazem rir, ou chorar de raiva.

A charge política tem essa maldição. Na maioria das vezes, nem é para dar gargalhadas. É apenas para provocar, incomodar, aporrinhar, enraivecer. Enfim, fazer pensar, coisa cada vez mais difícil nesses tempos trevosos.

O grande Millôr Fernandes já dizia: “Imprensa é oposição, o resto é armazém de secos e molhados”. A charge é ainda mais radical: não existe charge a favor, bajulatória, babativa. Assim não seria engraçada, mas apenas triste.

Charge tem que incomodar. Até mesmo o atual presidente da República, que segundo a vereadora foi “desrespeitado”.

Mas, como respeitar um presidente como esse, o mais pândego, desastrado, xucro, grosseiro, rombudo chefe de Executivo da história republicana?

Todo santo dia, Jair Bolsonaro — Messias para alguns, Mito para outros — é uma piada pronta ou um ridículo novo na esteira das sandices administrativas e das patadas vocais que distribui em catadupa, causando vergonha nacional e provocando incredulidade internacional.

Bolsonaro pede, exige, clama por charges duras, impiedosas, cruéis como o pensamento (!) cru que exala no seu equestre ofício de capitão-presidente, sempre plantado nos seus coturnos de solado duplo de inexcedível estupidez.

Bolsonaro é a alegria de qualquer chargista informado e a tristeza de qualquer brasileiro consciente.

Entre as 35 charges da exposição censurada em Porto Alegre, uma delas mostra o americano Trump — outro merecido ícone do chargismo mundial — defecando sobre a embaixada brasileira, o que incomodou as narinas sensíveis do Legislativo porto-alegrense.

É apenas uma piada, talvez de mau-gosto. Mas, é oportuno lembrar que foi o nosso desbocado Bolsonaro quem adicionou, de forma explícita, o cocô no léxico político nacional.

Enquanto a Amazônia pegava fogo, brotou da cabeça infecta do capitão-presidente a ideia malcheirosa de que a melhor maneira de proteger a floresta seria “fazer cocô dia sim, dia não”. Alguém aí tem piada melhor, ou menos fedorenta, do que essa?

Como respeitar um presidente que tem tamanha prisão de ventre mental?

Só um chargista para arrancar alguma graça dessa desgraça presidencial…

Graças à decisão burra da censura, a exposição que deveria ficar confinada ao perímetro da Câmara Municipal acabou ganhou visibilidade nacional. As charges, que só poderiam ser vistas por quem fosse até o espaço da mostra, ganharam o mundo pelos blogs, sites e portais da internet sem censura.

Pior do que tudo, a desastrada censura de Porto Alegre expôs a capital dos gaúchos a um ridículo universal.

Menos pela qualidade das charges, o que parece ter irritado mais aos censores foi a inevitável referência ao irreverente Bolsonaro.

Pela adulação explícita, a violência contra a livre expressão dos chargistas reforça a linha grossa do bolsonarismo idem que avassalou corações e mentes do Rio Grande do Sul, sede da nona maior vitória estadual de Bolsonaro na eleição de 2018.

Dos 8,3 milhões de eleitores gaúchos, o capitão ganhou o voto de 3,9 milhões, coisa de 63,24% do eleitorado. Ele venceu o segundo turno em 407 dos 497 municípios gaúchos, incluindo todas as 10 zonas eleitorais de Porto Alegre.

Assim, o Rio Grande velho de guerra, trincheira de lutas libertárias e berço de vultos históricos na peleja eterna por independência, progresso e evolução, virou um santuário do bolsonarismo, no que ele representa de mais atrasado, boçal, estúpido, mal-humorado.

Censurar uma charge, agora, virou um retrato sem graça da capital dos gaúchos.