Policia prende assassino que matou homem a marteladas após relação sexual em São Luis

Destacado

assassino Vila Palmeira

Policiais da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) prenderam, nesta quinta-feira (19), Josimar Pinheiro Pereira, em cumprimento a mandado de prisão temporária. Ele é acusado de ter cometido o crime de latrocínio contra Josivaldo Mendes Marques.

O crime foi praticado no dia 25 de junho deste ano. Segundo a polícia, Josimar Pinheiro estava com a vítima no parque folclórico da Vila Palmeira. Josimar convenceu Josivaldo a lhe levar para sua residência.

No local, o assassino manteve relação sexual com Josivaldo e, em seguida, começou a lhe agredir, fazendo com que o homem ficasse desacordado, momento em que o atacou com golpes de martelo na cabeça.

Após perceber que a vítima havia morrido, o Josimar roubou os objetos da casa e fugiu. No interrogatório o acusado confessou o crime, revelando toda a dinâmica da ação criminosa. Após os procedimentos de praxe, o latrocida foi encaminhado para a Unidade Prisional.

Foragido da Justiça é assassinado a tiros em Imperatriz

Destacado

Foragido da Justiça é assassinado a tiros em Imperatriz

O nono homicídio do mês de setembro em Imperatriz foi registrado no fim da tarde dessa quarta-feira (18). A vítima foi um homem, que estava foragido da Justiça, identificado como Antonio Silva Marcos Conceição, de 35 anos.

Ele foi alvejado a tiros em um bar, no bairro Leandra. Os assassinos chegaram em uma moto, o garupa desceu e efetuou os disparos. Antônio morreu no local alvejado por quatro tiros, e os suspeitos fugiram em seguida. A polícia acredita tratar-se de uma execução, crime por acerto de contas.
Cabe ressaltar que esta foi a segunda morte violenta em Imperatriz em menos de 24 horas. Com as mesmas características, foi assassinado na noite de terça-feira (17), o jovem João Pedro Januário. O crime aconteceu no bairro Santa Rita.
Em ambos os casos, a polícia até agora não conseguiu prender os assassinos. Com este homicídio de ontem, sobe para 73o número de pessoas assassinadas em Imperatriz durante todo o ano. O mês mais violento até agora foi maio, com 10 assassinatos registrados.
do Imirante.com

Corpo é encontrado em avançado estado de decomposição na cidade de Buriticupu

Destacado

Corpo é encontrado em avançado estado de decomposição na cidade de Buriticupu

O corpo de um homem não identificado foi encontrado em avançado estado de decomposição, na cidade de Buriticupu-MA, na manhã desta quinta-feira  (19). De acordo com informações preliminares o achado de cadáver aconteceu próximo ao Motel Floco, dentro de uma cratera às margens da BR-222.

Pedimos a quem tiver algum parente desaparecido entrar em contato com: (98)98306-5524

Maia diz que Fundo Eleitoral é necessário para equilibrar campanhas

Destacado

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, durante café da manhã com parlamentares na Confederação da Agricultura e Agropecuária do Brasil.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu hoje (19) o uso do Fundo Eleitoral para financiar campanhas. Segundo ele, os recursos públicos equilibram a disputa entre os candidatos. “Quando se decidiu por não ter financiamento privado, você não tem outra saída. Porque se não tiver financiamento público, só terão financiamento as campanhas que estiverem vinculadas a um empresário rico que possa doar como pessoa física”, disse, após participar de um seminário sobre a reforma tributaria promovido pela Câmara Americana de Comércio.

Em 2015, o Supremo Tribunal Federal proibiu empresas de financiarem campanhas eleitorais. Atualmente, os candidatos só podem receber doações de pessoas físicas ou usar os recursos do fundo eleitoral. O valor do fundo eleitoral em 2018 foi de R$ 1,8 bilhão.

O plenário da Câmara votou, na noite de ontem (18), o projeto de lei que altera regras sobre o Fundo Partidário e o Fundo Eleitoral. O projeto havia sido aprovado anteriormente pelos deputados, mas sofreu modificações no Senado. Os senadores mantiveram apenas a destinação de recursos ao fundo eleitoral, rejeitando todas as outras alterações feitas pela Câmara.

Avanço

Para Maia, o texto aprovado é “um avanço” em relação às propostas iniciais. “Foi aprovado um texto que melhorou do texto inicial da Câmara dos Deputados. Tiramos as principais polêmicas. Algumas ainda existem. Cabe ao presidente decidir o que sanciona e o que veta. Nós entendemos que a maior parte do texto representa um avanço”, ressaltou.

Os deputados aprovaram a exclusão dos quatro pontos e mantiveram no projeto a obrigatoriedade de uso do sistema eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a prestação de contas. Também rejeitaram o trecho que previa a aplicação de multa de 20% sobre montante considerado irregular no julgamento da prestação de contas, apenas no caso de dolo. Manteve, ainda, os prazos atuais de prestação de contas por parte dos partidos, e excluiu do texto o item que permitia aos partidos corrigir erros formais e materiais, omissões ou atrasos em sua prestação de contas até o seu julgamento, para evitar a rejeição das mesmas.

O projeto aprovado manteve novas situações, em que será permitido o uso de recursos do Fundo Partidário. Pelo texto aprovado pelos deputados, o fundo poderá ser usado para serviços de consultoria contábil e advocatícia; pagar juros, multas, débitos eleitorais e demais sanções relacionadas à legislação eleitoral ou partidária; compra ou locação de bens móveis e imóveis, construção de sedes, realização de reformas; e pagamento pelo impulsionamento de conteúdos na internet, incluindo a priorização em resultados de sites de pesquisa.

Receita Federal

O presidente da Câmara propôs a divisão das atribuições da Receita Federal em mais órgãos. Segundo Maia, existe uma concentração excessiva de poder atualmente. “A Receita hoje faz as normas, arrecada, fiscaliza e julga, no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Ficou um superpoder contra o contribuinte. Eu acho que se deve debater se um órgão deve ficar com toda a cadeia, ou se deve se separar a cadeia”, disse.

A redução da concentração de atribuições da Receita Federal não traria, de acordo com Maia, riscos à fiscalização ou combate a corrupção. “Todos os julgamentos, a Receita tem o voto de minerva [voto decisivo]. Isso não tem nada a ver com corrupção”, enfatizou. Fonte Agência Brasil

POLICIAIS MILITARES PRENDEM ACUSADO PELO CRIME DE TRÁFICO DE ENTORPECENTES

Destacado

 A Polícia Militar do Maranhão prendeu no bairro do Alto da Esperança, no final da manhã desta quarta-feira (18), o acusado Kenedy Henrique Ribeiro Matias, 20 anos. Ele fora preso pelo crime de tráfico de entorpecentes.

Com ele foi apreendido maconha e crack.De acordo com as informações da Polícia Militar, as prisões foram realizadas com base em informações colhidas pelo Grupo Tático Móvel (GTM) fora realizado um cerco policial no local onde foi preso Kenedy Henrique Ribeiro Matias, conhecido como “Loirinho”, onde o mesmo estaria comercializando drogas na região.

Na ação policial, ao avistar os policiais, o mesmo empreendeu fuga e se escondeu em um beco, mas fora encontrado.

Feito a abordagem em loirinho, com o mesmo foi encontrado 39 trouxinhas de substância semelhante crack, 49 trouxinhas de uma substância semelhante a maconha e a quantia de 30 (trinta) reais.

Os mesmos foram conduzidos para o 5°DP sem lesões para providências cabíveis.Com o acusado Kenedy Henrique Ribeiro Matias fora apreendido 49 trouxinhas de substância semelhante a maconha; 39 trouxinhas de substância semelhante a crack; 01 celular Blue; 01 papel com anotações; 01 cordão dourado com pingente e a quantia em dinheiro de 30,00 (trinta reais).

JUSTIÇA CONCEDE LIBERDADE A CONDENADO PELA MORTE DE LAURA MARÃO

Destacado

O desembargador Vicente de Castro, do Tribunal de Justiça do Maranhão, concedeu habeas corpus ao auxiliar administrativo Carlos Diego Araújo Almeida, 25, condenado a 11 anos e um mês de reclusão no dia 14 do mês passado, pela morte de Laura Burnett Marão e por lesão grave a Felipe Burnett Marão, ambos de 8 anos (relembre).As crianças foram vítimas de um acidente de trânsito, ocorrido na madrugada do dia 26 de abril de 2015, na avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro do Bequimão.O magistrado deferiu o pedido, formulado pela defesa do condenado, no último dia 17. Segundo o despacho, Carlos Diego Araújo deve comparecer a cada 30 dias ao Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, para justificar suas atividades laborais; está proibido de manter contatos com as testemunhas do processo judicial; e ainda não pode de ausentar do estado por um período acima de 15 dias.

Homem fica quase um mês preso no Maranhão mesmo vítima negando sua participação no crime

Destacado

Um homem ficou 27 dias preso em Rosário, distante 46 km de São Luís, por conta de uma tentativa de homicídio e só foi solto após a vítima e outra testemunha procurarem a Justiça para explicar que se tratava de uma prisão equivocada. A Defensoria Pública do Estado (DPE) se manifestou em tom de indignação devido as falhas no sistema.

A Defensoria Pública do Estado tomou conhecimento do caso por meio da própria vítima. Segundo o defensor público Alex Pacheco Magalhães, a vítima procurou ajuda para dizer que uma pessoa estava presa injustamente e o autor do crime ainda não havia sido capturado. A mãe da vítima também procurou a DPE para reforçar a situação de engano.

O defensor Alex Magalhães disse que além da falha na prisão, teve ainda o dano causado pela demora na resolução do problema.

“Como reparar uma equivocada acusação e prisão ilegal? Como fica agora a situação do assistido? Como apagar as dores, as marcas e as sequelas causadas? Esse assistido teve a sorte de provar a sua inocência, pois a vítima felizmente ainda se encontra viva. E se fosse um homicídio consumado? Como provaríamos tal inocência? É muito grave que erros dessa natureza continuem ocorrendo e nada seja feito. É preciso que os abusos cometidos sejam devidamente responsabilizados”, pontuou Alex Pacheco.

Juiz determina que Carlinhos Barros restabeleça repasses à Câmara Municipal de Vargem Grande

Destacado

Prefeito sancionou projeto após o irmão ser derrotado na eleição para Presidência do Parlamento.

Titular da Comarca de Vargem Grande, o juiz Paulo de Assis Ribeiro, em sentença proferida nesta última quarta-feira (veja Aqui), determinou que o prefeito Carlinhos Barros (PC do B) restabeleça os repasses constitucionais destinados à Câmara de Vereadores da cidade.

A decisão do magistrado põe fim a uma manobra política patrocinada pelo gestor no ano de 2018, quando ele viu o seu irmão, o vereador Germano Barros (PSD), ser defenestrado da presidência da Casa de Leis após sofrer uma derrota fragorosa para o grupo do vereador e presidente eleito, Washiws Gleyy Braga da Silva (PSDB), mais conhecido como Braga.

Ocorreu o seguinte: Carlinhos Barros, após a derrota do irmão, que tentava renovar o mandato de presidente da Mesa Diretora, sancionou projeto de lei orçamentária reduzindo a previsão orçamentária anual do Poder Legislativo municipal de R$ 2.450.000,00 (dois milhões quatrocentos e cinquenta mil reais), para R$ 1.560.000,00 (um milhão, quinhentos e sessenta mil reais).

A medida, de acordo com a contestação apresentada pela assessoria jurídica do presidente Braga, foi feita ao arrepio da lei, “uma vez que não seguiu os trâmites do processo legislativo e que, além de ilegal, inviabiliza, sobremaneira, a atuação do Poder Legislativo durante o ano de 2019.

Em seu despacho, o juiz afirmou que a medida adotada pelo prefeito apontou “clara interferência de um Poder no outro, o que é terminantemente vedado pela Constituição, eis que afronta cristalinamente o mencionado princípio da separação dos Poderes, de modo que se configurada a atuação do Poder Executivo na alteração unilateral das verbas destinadas ao Poder Legislativo”.

“No mesmo dia da derrota, 09 de novembro de 2018, o prefeito supostamente teria encaminhado à Câmara Municipal a Mensagem n. 012-2/2018, que reduziu o valor orçamentário previsto para o Poder Legislativo no ano de 2019, conforme se extrai do documento de ID Num. 17202021, evidenciando que tal alteração pode ter ocorrido de forma unilateral, arbitrária e por retaliação política, e não por necessidade de readequação orçamentário-financeira, como sustenta o município demandado. Reforça a constatação do comportamento ilícito o fato Incontroverso de que logo após a derrota do irmão do prefeito na eleição na Câmara Municipal, vencida pelo grupo político de oposição à atual gestão municipal, os repasses ao Poder Legislativo foram drasticamente reduzidos sem qualquer motivo legal”, disse o magistrado.

“Não restam dúvidas sobre a existência dos requisitos indispensáveis para o deferimento do pedido liminar, ante a constatação de possível vício no processo legislativo. defiro o pedido liminar para suspender a eficácia da lei orçamentária de 2019 do município de Vargem Grande, especificamente quanto aos regramentos, diretrizes e previsão de repasses ao Poder Legislativo Municipal, prorrogando o orçamento do ano de 2018, que estabeleceu como receita do Poder Legislativo a cifra total de R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais), devendo ser reduzida, no caso, ao percentual de 7%, previsto no artigo 29-A, inciso I, da Constituição, ou seja, segundo relatório técnico de consultoria anexado pela parte autora, ao valor de R$ 2.383.575,73 (dois milhões, trezentos e oitenta e três mil, quinhentos e setenta e cinco reais e setenta e três centavos). Ressalte-se que a utilização dos valores previstos na Lei Orçamentária de 2018, com o redutor previsto no artigo 29-A, inciso I, da Constituição, para o exercício financeiro de 2019 do Poder Legislativo, deve retroagir ao mês de janeiro, de modo que a diferença existente entre os valores efetivamente repassados e os valores devidos, deve ser complementada até o repasse do próximo duodécimo, dia 20 de agosto de 2019, sob pena de multa diária de R$ 10.000,00 (dez mil reais), limitada a R$ 200.000,00 (duzentos mil reais)”, completou. Fonte Glaucio Ericeira

Urgente! Assalto na estrada do Ourives deixa vítima ferida

Destacado

No início da manhã de hoje (19),quando se dirigia ao povoado Ourives, na Zona Rural de Vargem Grande,o senhor Humberto da Silva de 47 anos residente na rua José Firmino Gomes, Bairro São Miguel em Vargem Grande foi assaltado e alvejado com tiros de arma de fogo.

De acordo com informações, eram aproximadamente 5hs e 40 min quando dois elementos magros, altos, morenos e encapuzados interceptaram a vítima que ia em uma moto FAN 125, cor vermelha, e anunciaram o assalto. Ao reagir, para não entregar o veículo, foi alvejado com um tiro, que segundo a própria vítima, era de espingarda tipo garruncha.

A polícia foi acionada, mas quando chegou ao local, encontrou apenas a esposa da vítima, que tinha sido levada por populares ao Hospital Benito Mussoline de Sousa na sede de Vargem Grande.

No Hospital a vítima recebeu os primeiros socorros e foi encaminhada para São Luís.

A polícia desde que tomou conhecimento, está em busca de prender os bandidos.

Escritora Cristiane Mesquita lança livro de poesias ‘Mandrágoras’ em São Luís

Destacado

Obra é resultado de uma tese de doutorado feita pela escritora maranhense. Livro será lançado nesta sexta (20) em um shopping no bairro Jaracaty, em São Luís.

Por G1 MA — São Luís, MA


Capa do livro 'Mandrágoras', novo lançamento da escritora Cristiane Mesquita — Foto: Divulgação

Capa do livro ‘Mandrágoras’, novo lançamento da escritora Cristiane Mesquita

A escritora e professora universitária Cristiane Mesquita Gomes lança nesta sexta-feira (20) em São Luís, o livro Mandrágoras. O lançamento será realizado a partir das 19h, em uma livraria localizada em um shopping center no bairro Jaracaty, na capital.

Com poemas que tratam da linguagem universal da paixão, do desejo e do ego sem medidas, o livro foi inspirado na teoria do acolhimento sendo resultado da tese de doutorado em turismo e hospitalidade, que foi concluído recentemente pela escritora na Universidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

Em entrevista ao G1, Cristiane Mesquita contou que a ideia para o livro surgiu após o início dos seus estudos sobre a relação de hospitalidade e comensalidade da festa do Divino Espírito Santo, realizada anualmente em Alcântara no Maranhão. Foi utilizada a base filosófica da teoria, que trata de reconhecer a legitimidade no outro na intenção de cuidar dele sem interesse sexual. Baseado nisso, a autora buscou inspiração e fez uma brincadeira com sua poesia, acrescentando elementos que falam de desejo e de conexão espiritual.

“A filosofia da hospitalidade tem termos que são poéticos como falar da forma metafísica do outro, quando você reconhece no outro o legítimo outro. E não há eros na relação, não há desejo de consumação carnal, o que há é o desejo de cuidar, tratar e acolher o outro sem interesse nenhum. Só que brincando com a poesia, eu trago um pouco de eros sim, Fui até a Idade Média para investigar Joaquim de Fiore, a origem do Divino Espírito Santo e alguém que falasse de amor ágape”, disse a autora.

Cristiane Mesquita é escritora e professora universitária pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA) — Foto: Divulgação

Cristiane Mesquita é escritora e professora universitária pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA) — Foto: Divulgação

O nome para livro surgiu após leituras realizadas pela autora sobre o período da Idade Média que tratavam sobre plantas místicas e mágicas, que tinham um alto poder medicinal, conhecidas por Mandrágoras. Para a autora, o nome e o significado encaixaram perfeitamente na relação de seus poemas, que para ela, são como pequenas porções de amor.

“Como minha pesquisa foi muito voltada para a Idade Média, apesar de não falar das Mandrágoras na época, eu tive acesso às leituras que falavam dela. A Mandrágora é uma planta de feitiço, mágica e eu fiz um poema sobre a magia da Mandrágora, como chá, como planta medicinal, porque ela servia para curar tudo. Dentre os nomes que eu precisei escolher, Mandrágora era o apelo mais gostoso que eu tinha e eu também vejo os poemas como pequenas porções de amor” revelou.

Este é o sétimo livro lançado pela autora maranhense e o segundo no gênero poético. Sua carreira começou em 2000, logo após os primeiros contatos feitos com a filosofia durante sua graduação em Turismo. Quase 18 anos após o lançamento de seu primeiro livro, a autora revela que mesmo com convergência da tecnologia que tem mudado os hábitos de leitura dos brasileiros, ela ainda escreve por amor e em respeitos aos amantes da boa literatura.

“Tudo que eu aprendia de filosofia eu transformava em poesia, como o movimento deviniano. Até o Lulu Santos tem uma música que fala sobre isso ‘nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia’. Lança-se livros por paixão pela literatura e os amantes da leitura não abdicam da oportunidade de ter um livro na mão, de sentir o cheiro do livro e marcar o texto. Não é tão fácil encontrar um amante de literatura, mas ainda existem, e eu continuo sem abrir mão disso”, finalizou.

Cemar dá dicas de como economizar nos meses mais quentes do ano

Destacado

Ao contrário de outras regiões do Brasil, o Nordeste registra altas temperaturas o ano inteiro, mas nos últimos meses do ano, o termômetro tem apresentado números mais elevados. Desde o final de agosto, o Maranhão e o Piauí ficaram entre os estados mais quentes do país, com temperaturas entre 37°C e 39°C. Com o aumento do calor, consequentemente, há um crescimento no consumo de energia elétrica.

Nos dias mais quentes, recorrer ao ar condicionado é uma das principais formas de amenizar o efeito causado pelas altas temperaturas. Mas, para a maioria, o eletrodoméstico acaba sendo o vilão e grande causador no aumento da conta de energia. Além do ar condicionado, outros eletrodomésticos também impactam nesse aumento. Em ambientes mais quentes, os aparelhos como geladeiras e ventiladores consomem mais energia para funcionar com boa qualidade. Além disso, a bandeira tarifária continua vermelha, o que sinaliza a importância de buscar formas de economizar.

Algumas ações podem fazer diferença na conta no fim do mês; como não dormir com a televisão ligada; acumular o maior número de roupas possível para passar tudo de uma vez, pois quando o ferro é ligado e desligado várias vezes há um grande desperdício de energia; e até mesmo pintar as paredes com cores claras ajuda na economia de energia.

“Dicas importantes podem reduzir o valor da conta como uso de lâmpadas fluorescentes ou de LED; manutenção da rede elétrica e atenção a borracha da geladeira, que não deve estar desgastada”, orientou Ricardo Lima, Líder de Serviços da Cemar. O técnico ressalta ainda que a simples prática de colocar uma garrafa com água congelada fora da geladeira, pode influenciar consideravelmente na redução da conta de energia, pois assim evitamos abrir e fechar a geladeira muitas vezes nos dias de calor intenso.

Além disso, a Cemar orienta que mesmo utilizando o ar condicionado por mais tempo é possível economizar. Veja algumas dicas para o uso consciente do aparelho:

– Escolha um produto com “Selo Procel de Economia de Energia” e com a capacidade de acordo com o ambiente onde será usado;

– Programe o aparelho para ficar ligado por um período determinado de tempo;

– Isole o ambiente mantendo portas e janelas fechadas e diminua a incidência do sol fechando cortinas e persianas;

– Faça manutenção preventiva e mantenha o filtro sempre limpo;

– Utilize o aparelho na temperatura 23° ou 24°, que é recomendado pelos fabricantes, com menor consumo de energia.

Usar a energia elétrica de forma responsável e sustentável é a melhor forma de economia.

Assessoria de imprensa da Cemar