Acidente na zona rural de Vargem Grande deixa motociclista gravemente ferido

Destacado

Na tarde de ontem (17), aconteceu um grave acidente na estrada que liga o povoado Riacho do Mel ao município de Vargem Grande.

Segundo relatos de populares, o acidente envolvendo o mecânico Leonardo Silva Lima vulgo “Manin”, aconteceu quando ele estava retornando de uma festa no povoado Riacho do Mel. Leonardo, conduzia a motocicleta em alta velocidade quando perdeu o equilíbrio e caiu.

Após ser socorrido, Leandro foi encaminhado para o hospital municipal de Vargem Grande, mas em função do seu estado de saúde, o mesmo foi transferido para o Hospital de Urgência Emergência Dr. Clementino Moura Socorrão II, localizado em São Luís – Ma. O estado de saúde do motociclista permanece grave.

Casal é preso por suspeita de abusar sexualmente da filha no Maranhão

Destacado

Crime foi descoberto em uma carta deixada pela vítima, que afirma que era violentada sexualmente desde os 15 anos. Casal foi preso no município de Governador Newton Bello.

Rosinete Lima Neves e Edmar Cavalcante Neves foram presos por suspeita de violentar sexualmente a filha em Governador Newton Bello (MA) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Rosinete Lima Neves e Edmar Cavalcante Neves foram presos por suspeita de violentar sexualmente a filha em Governador Newton Bello (MA) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Edmar Cavalcante Neves, de 46 anos e Rosinete Lima Neves, de 40 anos, foram presos no município de Governador Newton Bello, localizado a 280 km de São Luís, por suspeita de abusar sexualmente da filha Érica Neves, de 19 anos.

O crime foi descoberto em uma carta deixada pela adolescente, que recorreu ao suicídio. Na carta, Érica Neves contou que era violentada desde os 15 anos de idade, sendo forçada a beijar e manter relações sexuais com pai e segundo a vítima, a mãe sabia do que acontecia.

A denúncia foi feita na Delegacia da Mulher do município de Zé Doca e os suspeitos foram chamados para prestar depoimento. Os celulares da adolescente e do casal foram apreendidos, e o crime ficou constatado por meio da troca de mensagens feita em um aplicativo.

A prisão dos suspeitos pelo crime de estupro qualificado foi concedida após a decisão da Justiça do Maranhão. Em seguida, Edmar Cavalcante Neves foi encaminhado para o presídio de Zé Doca e Rosinete Lima Neves para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde aguardam julgamento.

G1

Traficantes são presos com 150g de maconha no Povoado Leite

Destacado

A Polícia Civil, prendeu em flagrante delito na última quarta feira (13) os indivíduos; JOSIÉ NASCIMENTO CARNEIRO CARVALHO de 27 anos, CARLOS ANTONIO CARVALHO ABREU, 24 anos, RAIMUNDO ERBETE BEZERRA BARBOSA, 44 anos, e ILQUIAS ALMEIDA GONÇALVES FILHO de 29 anos. Com eles estava a menor de 16 anos (G.D.L.) que também foi apreendida na operação.

Ambos, são acusados de tráfico de drogas e associação para fins de tráfico. A operação policial aconteceu no Povoado Leite, dentro do estacionamento do Restaurante da Vitória.

Segundo relatos dos policias que comandaram a operação, quando os criminosos avistaram a equipe, imediatante eles arremessaram a droga para um terreno baldio ao lado do restaurante, na tentativa de se desfazer do material. Porém, a ação não teve exito e a policia apreendeu com eles aproximadamente 150g de maconha.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é drogas-1024x768.jpg

Estes indivíduos acusados de tráfico de drogas, já são velhos conhecidos da polícia e atualmente, atuavam nas áreas de Itapecuru, Leite, Vargem Grande e Presidente Vargas.

Polícia prende grupo suspeito de estupros, tráfico e homicídios no Maranhão

Destacado

‘Operação Malta’ foi realizada em Carolina e prendeu ao menos 13 pessoas.

Grupo preso após a 'Operação Malta' realizada em Carolina, no Maranhão — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Grupo preso após a ‘Operação Malta’ realizada em Carolina, no Maranhão — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil realizou uma operação nesta quinta-feira (14) e cumpriu 10 mandados de prisão e 6 mandados de busca e apreensão em Carolina, no sul do Maranhão. Ao menos 13 pessoas foram presas, sendo três autuadas em flagrante. São elas:

  • Constantino Campelo do Nascimento
  • Adaílton de Holanda da Silva
  • Romário Ferreira da Silva
  • Clesio Sousa da Silva
  • Haroldo da Conceição Noleto Miranda
  • Brenda Ferreira Noronha
  • José de Ribamar Peres Damasceno Neves
  • Gabriel da Silva Pereira de Sousa
  • Hilário Cardoso dos Santos
  • Duyllio Paiz Cardoso Rocha
  • Ailton Oliveira da Silva
  • Celso André Fernandes Duarte

Segundo a polícia, os suspeitos foram presos por crimes de tentativa de latrocínio, tortura, estupro de vulnerável, tráfico de drogas, roubo, porte ilegal de arma de fogo, furto qualificado, receptação, entre outros.

No total foram recuperados dois aparelhos celulares e três motocicletas. Também foram apreendidos porções de maconha, 250 munições de arma de fogo e uma espingarda.

G1

Colisão frontal deixa dois mortos no interior do Maranhão

Destacado

Resultado de imagem para Colisão frontal deixa dois mortos no interior do Maranhão
Ilustração

Na noite da última terça-feira, 12, no km 24,5 da BR-402/MA, município de Axixá, uma colisão frontal envolvendo dois veículos que resultou na morte de duas pessoas que estavam em uma Toyota Hilux.

Segundo informações da PRF, o condutor de um Chevrolet Corsa Classic fez manobra irregular ao tentar pegar a esquerda, quando colidiu frontalmente pela Hilux.

As vítimas eram de São José de Ribamar, o condutor da caminhonete, Charles Aurélio da Silva Rocha, 40 anos, e a passageira, Tacilma Pinto Rodrigues, de 24 anos.

Imparcial

Seguradora Líder, administradora do DPVAT, rebate críticas de ineficiência e diz que ampliou combate a fraudes

Destacado

Consórcio formado por 73 seguradoras é responsável pela gestão do seguro obrigatório que o governo decidiu extinguir a partir de 2020, alegando fraudes e altos custos.

A Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT, rebateu ao G1 as críticas feitas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) de ineficiência no chamado “seguro obrigatório”.

A Susep, autarquia vinculada ao Ministério da Economia que fiscaliza os seguros, disse ter sido consultada pelo governo antes de ser anunciado, na última segunda (11), o fim do DPVAT, a partir do ano que vem.

E que comprovou com dados a “baixa eficiência” do seguro, mas não detalhou quais foram as informações apresentadas ao ministério.

Afirmou apenas que a operação do DPVAT representa 1,9% do volume de receitas de seguros no país, mas consome 19% dos recursos de fiscalização da superintendência.

“Não há nada que indique ineficiência na gestão do Seguro DPVAT”, afirma a gestora do seguro obrigatório. “Ao contrário. A Seguradora Líder acumulou redução de despesa total da ordem de 9,9%, de janeiro a outubro de 2019, se comparado ao mesmo período do ano passado.”

A Líder é um consórcio de 73 seguradoras (veja a lista completa ao fim da reportagem) que administra o DPVAT desde 2007. Inclui as operadoras mais conhecidas do país e também uma empresa que tem entre seus sócios o presidente do PSL, o deputado federal Luciano Bivar.

Juntas, as seguradoras que formam o consórcio representam 70% do mercado, segundo a própria Líder.

Fraudes

A superintendente da Susep, Solange Teixeira, disse ainda, na última terça, que “havia uma corrupção enorme” no modelo do seguro obrigatório. Um dia antes, ao anunciar o fim do DPVAT, o governo mencionou que a medida tem o potencial de evitar fraudes.

Em 2015, o DPVAT foi alvo de uma operação da Polícia Federal contra fraudes chamada “Tempo de despertar”. Na época, a PF e o Ministério Público estimaram que os prejuízos aos cofres públicos poderiam ser de R$ 1 bilhão em todo o Brasil.

Nesta quarta, a Seguradora Líder disse que, desde 2017, aumentou a prevenção, detecção e investigação de fraudes na administração do DPVAT. Em 2018, 11.898 tentativas foram detectadas, evitando, segundo a seguradora, a perda de R$ 69,6 milhões.

TCU viu ‘transformação’

Entre 2014 e 2015, uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) questionou o cálculo dos valores do DPVAT e constatou “despesas administrativas irregulares, acordos judiciais antieconômicos e provisões superestimadas com pagamento de indenizações em valores superiores aos limites estabelecidos em lei”.

Em relatório de julho último, o TCU disse que “após a Operação Tempo de Despertar, a administração da Seguradora Líder sofreu grande transformação”.

O tribunal citou mudanças no quadro de administradores e a implementação de ações de combate a fraudes, o que “resultou em relevantes superávits financeiros nos anos de 2016 a 2018”.

E destacou que “no fim de 2016, iniciou-se um movimento de grande redução da tarifa do DPVAT”. Os valores do seguro vêm caindo desde 2017. Em 2019, ficou mais barato também para motocicletas, responsáveis por 70% dos pedidos de indenização.

A Líder afirmou que intensificou o combate a fraudes desde 2017. Naquele ano, 17.550 tentativas foram descobertas — 44,8% do total de fraudes evitadas entre 2008 e 2016.

Segundo a seguradora, até setembro de 2019 a fraude mais comum foi a documental, com 84,86% do total, seguida por declarações falsas (10,12%).

Veja quem é a Seguradora Líder, que administra o DPVAT — Foto: Wagner Magalhães/G1

Veja quem é a Seguradora Líder, que administra o DPVAT — Foto: Wagner Magalhães/G1

Tempo para pagar indenização

A Líder afirmou ainda que tem aprimorado seus sistemas para redução de tempo e custos nos processos e pagamentos das indenizações.

Entre as mudanças estão a internalização de atividades, como revisão de perícia médica, análise e aprovação de pagamentos para indenizações por invalidez permanente. E a criação de um aplicativo que permite iniciar o processo de pedido de indenização pelo celular.

De acordo com a empresa, com essas medidas, o tempo de pagamento de indenização caísse de até 30 dias, que é o prazo determinado por lei, para entre 7 e 9 dias úteis, após a entrega de toda a documentação.

Além disso, segundo a Líder, o número de pagamentos cresceu 7,7% de janeiro a outubro de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o balanço no site do consórcio, em 2018, 65 milhões de veículos pagaram o DPVAT e a arrecadação foi de R$ 4,7 bilhões.

Por lei, metade deste valor é destinada ao Sistema Único de Saúde (SUS) e ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O montante pago em indenizações foi de R$ 1,4 bilhão. E a Líder diz ter encerrado o ano com lucro de R$ 1,1 milhão (0,02% da arrecadação).

Atualmente, de acordo com o governo federal, o DPVAT tem reservas de R$ 8,9 bilhões, sendo que o valor estimado para cobrir as obrigações efetivas do seguro até o fim de 2025, quando a Líder deixará de administra-lo é de aproximadamente R$ 4,2 bilhões.

Reclamações

A Susep também apontou que “o volume de reclamações do DPVAT é um dos maiores do mercado, sendo a empresa administradora do seguro [Líder] a segunda colocada no ranking de reclamações”.

G1 perguntou à superintendência quais são as principais queixas, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

“Nenhuma seguradora no mercado nacional possui 65 milhões de clientes e, tampouco, recepciona, por ano, cerca de 600 mil pedidos de indenizações”, rebateu a Líder. “O correto seria comparar a frequência de reclamações frente ao número de segurados ou ao número de indenizações reclamadas. Certamente o resultado seria outro.”

Segundo o consórcio, em 2018, a empresa teve 8.132 reclamações para 65,2 milhões de bilhetes (veículos que pagaram seguro) — o que representa 0,01% do volume total. Confrontando o número de acidentes recepcionados e o de reclamações, a porcentagem sobe para 1,36%. A empresa também disse que há reclamações não procedentes.

A Líder também respondeu à informação da Susep de que o DPVAT é alvo de “milhares de ações judiciais”. Segundo a gestora, o número de processos caiu mais de 15% nos primeiros oito meses de 2019, passando de 420 mil para 357 mil.

“No histórico de entradas de novas ações nos últimos 4 anos, a seguradora também acumula recuos, chegando a uma redução de 51% com a comparação dos 8 primeiros meses de 2019 com o mesmo período de 2015”. O índice de êxito nas ações, de acordo com a seguradora, é de mais de 70%.

Veja quem integra a Seguradora Líder

  • AIG SEGUROS BRASIL S/A
  • ALFA PREVIDÊNCIA E VIDA S/A
  • ALFA SEGURADORA S/A
  • ALIANÇA DO BRASIL SEGUROS S/A
  • AMERICAN LIFE COMPANHIA DE SEGUROS
  • ANGELUS SEGUROS S/A
  • ARGO SEGUROS BRASIL S/A
  • ARUANA SEGURADORA S/A.
  • ASSURANT SEGURADORA S.A.
  • ATLÂNTICA CIA DE SEGUROS
  • AUSTRAL SEGURADORA S/A
  • AXA CORPORATE SOLUTIONS SEGUROS S/A
  • AXA SEGUROS S/A
  • AZUL COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS
  • BANESTES SEGUROS S/A
  • BMG SEGUROS S/A
  • BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS
  • BRASIL VEÍCULOS CIA. DE SEGUROS
  • BTG PACTUAL VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • CAIXA SEGURADORA S/A
  • CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • CENTAURO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • CESCEBRASIL SEGUROS DE GARANTIAS E CRÉDITO S/A
  • CHUBB SEGUROS BRASIL S/A
  • CIA DE SEGUROS ALIANÇA DA BAHIA
  • CIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL
  • CIA DE SEGUROS PREVIDÊNCIA DO SUL
  • CIA EXCELSIOR DE SEGUROS
  • COMPREV SEGURADORA S/A
  • COMPREV VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • DAYPREV VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • ESSOR SEGUROS S/A
  • FAIRFAX BRASIL SEGUROS CORPORATIVOS S/A
  • FATOR SEGURADORA S/A
  • GAZIN SEGUROS S.A.
  • GENERALI BRASIL SEGUROS S/A
  • GENTE SEGURADORA S/A
  • ICATU SEGUROS S/A
  • INVESTPREV SEGURADORA S/A
  • INVESTPREV SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A
  • ITAÚ SEGUROS DE AUTO E RESIDÊNCIA S/A
  • MAPFRE PREVIDÊNCIA S/A
  • MAPFRE SEGUROS GERAIS S/A
  • MAPFRE VIDA S/A
  • MBM SEGURADORA S/A
  • MG SEGUROS, VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • MITSUI SUMITOMO SEGUROS S/A
  • MONGERAL AEGON SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A
  • OMINT SEGUROS S/A
  • PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS
  • PORTO SEGURO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • POTTENCIAL SEGURADORA S/A
  • PREVIMAX PREVIDÊNCIA PRIVADA E SEGURADORA S/A
  • PREVIMIL VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • RIO GRANDE SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A
  • SABEMI SEGURADORA S/A
  • SAFRA SEGUROS GERAIS S/A
  • SAFRA VIDA E PREVIDÊNCIA S/A
  • SANCOR SEGUROS DO BRASIL S.A.
  • SEGURADORA LÍDER DO CONSÓRCIO DO SEGURO DPVAT S.A.
  • SINAF PREVIDENCIAL CIA. DE SEGUROS
  • SOMPO SEGUROS S/A
  • STARR INTERNATIONAL BRASIL SEGURADORA S.A.
  • SUHAI SEGURADORA S/A
  • SWISS RE CORPORATE SOLUTIONS BRASIL SEGUROS S/A
  • TOKIO MARINE SEGURADORA S/A
  • TOO SEGUROS S/A
  • TRAVELERS SEGUROS BRASIL S/A
  • UNIÃO SEGURADORA S/A – VIDA E PREVIDÊNCIA
  • USEBENS SEGUROS S/A
  • VANGUARDA CIA DE SEGUROS GERAIS
  • XL SEGUROS BRASIL S/A
  • ZURICH SANTANDER BRASIL SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A

Câmara Municipal de Vargem Grande aprova Moção de Pesar pelo falecimento de José de Fátima

Destacado

Por iniciativa do vereador Farid Trabulsi e com a aprovação dos demais vereadores da Casa Legislativa, foi aprovada na Câmara Municipal de Vargem Grande a Moção de Pesar em homenagem ao titular deste blog, José de Fátima.

Como justificativa para a criação da Moção, o vereador destacou que José de Fátima residiu por muitos anos na cidade e se tornou um profissional de excelência, atuando nas diversas áreas do jornalismo.

José de Fátima, iniciou sua carreira profissional de forma prematura, passou por diversos veículos de comunicação, além de atuar como Secretário Adjunto de Comunicação nos municípios de Vargem Grande, Nina Rodrigues e demais cidades vizinhas.

Em oportuno, em meio a esse momento que estou sendo tomada pela dor da saudade, agradeço a homenagem e o reconhecimento dado ao trabalho e em especial a pessoa de José de Fátima Souza.

Veja a Moção:

Câmara Municipal de Nina Rodrigues emite nota de pesar pelo falecimento do vereador Antônio Amorim

Destacado

A presidente da Câmara Municipal de Nina Rodrigues Cita Braga, em nome dos demais vereadores que compõem aquela Casa Legislativa, manifesta o sentimento de pesar pelo falecimento do vereador do município de São Benedito do Rio Preto, Antônio Lopes Amorim, nascido em 03 de setembro de 1970.

Antônio Amorim, filho de Dona Alzira Lopes Amorim, foi um importante parlamentar e estava sempre disposto a ajudar a população mais vulnerável, com seu jeito humilde de ser, conquistou cinco mandatos consecutivos. O vereador, buscava voos ainda mais altos, mas teve seus planos mudados por Deus.

Nesse momento de dor, a Câmara Municipal de Nina Rodrigues, deseja que os familiares e amigos tenham o conforto necessário para compreender a perda do tão querido Antônio Amorim.

Facção criminosa usava fardas da PM para agir no Maranhão, diz Polícia Civil

Destacado

Operação policial no bairro Anil prendeu dois homens e além de cocaína, apreendeu três fardas da PM, além de colete balístico da corporação.

Fardamento da PM do Maranhão apreendido com membros de facção criminosa — Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) prendeu dois homens no bairro Anil, em São Luís, e apreendeu 80g cocaína e fardas da Polícia Militar, que os investigadores acreditam que eram usadas por membros de facção criminosa em ataques a grupos rivais, além de outros crimes como roubos e também extorsões a comerciantes.
Os alvos da operação foram Matheus Pinho Costa, de 21 anos, e Hilton José da Piedade Cardoso, de 29 anos, mas a polícia acredita que eles não agiam sozinhos por integrarem uma facção criminosa. Após prestarem depoimento na SEIC, ambos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

Matheus Pinho e Hilton da Piedade foram presos no Anil com drogas e fardas da Polícia Militar do Maranhão — Foto: Divulgação / Polícia Civil
Sobre o fardamento policial, eles foram localizados em uma residência. São três gandolas com símbolos da Polícia Militar do Maranhão referente às patentes de coronel e soldado. Tinham ainda uma boina e duas capas de coletes balísticos com identificação da própria PM. Segundo a Polícia Civil, nenhuma arma de fogo foi localizada nos endereços alvos da operação.
G1 entrou em contato e aguarda a resposta do Comando da Polícia Militar sobre o fato de as fardas terem sido encontradas nestas circunstâncias.
Os policiais apreenderam também uma balança de precisão e outras ferramentas utilizadas na produção do entorpecente.

G1 MA



Quatro municípios maranhenses podem deixar de existir a partir de 2026

Destacado


Os municípios de Junco do Maranhão, Nova Iorque, São Félix de Balsas e São Pedro dos Crentes podem deixar de existir se for aprovada a proposta de fundir municípios cujo número de habitantes não passe de cinco mil. Essa Proposta de Emenda Constitucional (PEC) foi enviada pelo Governo para o Senado e outros municípios também podem desaparecer caso seja levado em conta o critério de arrecadação, que seria para aqueles com receita própria inferior a 10% da receita total.

Dois desses municípios – São Pedro dos Crentes e Junco do Maranhão – foram emancipados em 1994, enquanto São Félix de Balsas é de 1961 e Nova Iorque tem mais um século de existência, já que sua emancipação de 1919.

Segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, 1.254 municípios atendem às duas condições (poucos habitantes e baixa arrecadação). A incorporação valerá a partir de 2026, e caberá a uma lei complementar definir qual município vizinho absorverá a prefeitura deficitária.

A PEC também estende as regras da execução do Orçamento federal aos estados e municípios. A regra de ouro (teto de endividamento público) e o teto de gastos seriam estendidos aos governos locais.

As prefeituras e os governos estaduais também poderão contingenciar (bloquear) parte dos Orçamentos dos Poderes Legislativo, Judiciário e do Ministério Público locais. Atualmente, somente a União pode contingenciar verbas de todos os Poderes. Os governos locais só conseguem bloquear recursos do Poder Executivo.

De acordo com com o censo de 2019 do IBGE, os quatro municípios com menos de 5 mil habitantes no Maranhão os seguintes:

Fonte- Portal Guará

Assalto a ônibus termina com dois mortos em Zé Doca, no Maranhão

Destacado

Motorista foi baleado por bandidos. Passageiro, que seria policial, reagiu e atingiu um dos assaltantes, que também morreu no local.

Ônibus alvo dos bandidos em assalto em Zé Doca — Foto: Divulgação / Polícia Militar

Ônibus alvo dos bandidos em assalto em Zé Doca — Foto: Divulgação / Polícia Militar

Um motorista e um assaltante morreram durante roubo a um ônibus no município de Zé Doca, distante 173 km de São Luís, por volta das 2h30 desta quarta-feira (6). Entre os passageiros estava um policial rodoviário federal, que reagiu ao assalto cometido por cinco bandidos, de acordo com as vítimas.

O ônibus seguia de Belém para São Luís com 11 passageiros e dois motoristas. O assalto aconteceu no Km 190 da BR-316, entre os povoados Josias e Fortaleza. As testemunhas disseram à polícia que os bandidos atiraram no motorista Haroldo Setúbal Ferreira, de 35 anos, logo quando anunciaram o assalto.

Em seguida, um passageiro armado reagiu e trocou tiros com os assaltantes. Segundo os outros passageiros, o homem era um policial rodoviário federal que seguia viagem. Na troca de tiros, um dos assaltantes foi atingido e morreu. Nenhum outro passageiro foi ferido.

A Polícia Militar foi acionada e resgatou as vítimas. Até o momento nenhum outro assaltante foi localizado.

G1 MA