Motociclista morre atropelado por carro dirigido pelo filho de 12 anos

Destacado

Por: Com informações do Portal Meio Norte

Um motociclista morreu atropelado pelo carro dirigido pelo filho adolescente em Jumirim (SP), no domingo (5).

Segundo a polícia, Luís Aparecido Rinaldi estava na moto com outro filho, de 3 anos, quando acabou se chocando com o carro dirigido pelo adolescente de 12 anos.

O menino de 3 anos foi socorrido e levado ao Hospital da Unesp de Botucatu. O estado de saúde dele é grave, porém, estável, informou o hospital. O irmão, de 12 anos, não se feriu.

O adolescente disse à polícia que a família estava em uma casa, às margens da rodovia Marechal Rondon, quando o pai teria emprestado a moto do cunhado para passear com o filho mais novo. Ainda de acordo com o depoimento à polícia, o menino relatou que o pai ingeriu bebida alcoólica.

Conforme a polícia, o adolescente pegou o carro e foi atrás do pai, quando, na estrada municipal do bairro Paineiras, próximo a casa da família, o menor viu a moto seguindo ao seu encontro e em zigue-zague.

“O pai dessa criança teria pegado a motocicleta e saído dirigindo pela estrada rural. Um outro filho pegou um carro e, por motivos a serem esclarecidos, ele saiu ao encontro do pai e ocorreu a colisão frontal”, diz o sargento da PM Irineu Aparecido Bruzarosco.

O jovem contou que tentou frear, não conseguiu e derrapou. O pai e o menino de 3 anos foram parar debaixo do carro. Segundo a polícia, o pai morreu no local.

Polícia prende homem suspeito de matar auxiliar penitenciário em São Luís

Destacado

João Victor Matos Cutrim foi preso no final da tarde de sexta-feira (3) no bairro Vicente Fialho; Ele é suspeito de ter matado a tiros Carlos Augusto Correia, de 44 anos.

João Victor Matos Cutrim foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

João Victor Matos Cutrim foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

A Polícia Civil do Maranhão prendeu no final da tarde de sexta-feira (3), em São Luís, João Victor Matos Cutrim após ele ser suspeito de ter matado a tiros o auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, na manhã de sexta no bairro Cohab, na capital.

Segundo a polícia após investigações, João Victor foi preso por volta das 17h, no bairro Vicente Fialho, em São Luís, por equipes da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e Grupo de Serviço Avançado da Polícia Militar do Maranhão.

João Victor Matos Cutrim foi conduzido para a sede da SHPP, onde foi autuado em flagrante e logo após ele foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas, na capital.

De acordo com a polícia, as investigações seguem no sentido de identificar os demais envolvidos bem como apontar a motivação do crime.

Carlos Augusto foi morto a tiros em São Luís — Foto: Divulgação

Carlos Augusto foi morto a tiros em São Luís — Foto: Divulgação

Morto a tiros

O auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, foi assassinado a tiros em São Luís. O crime aconteceu no início da manhã de sexta-feira (3), no bairro Cohab.

De acordo com informações da Polícia Militar, Carlos Augusto foi atingido com cinco tiros quando estava em frente a uma agência bancária, na Avenida Jerônimo de Albuquerque. As investigações preliminares apontam que o crime foi praticado por dois homens em uma motocicleta. Ele era lotado na Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 5 (UPSL5).

G1 Ma

Acusados de assassinar idosa covardemente são presos em Vargem Grande

Destacado

Ontem (05), Aldenora Lima Viana, 85 anos foi encontrada morta em sua residência que fica localizada em frente a rodoviária de Vargem Grande, a mesma tinha sinais de estrangulamento.

Graças a ação imediada das policias Civil e Militar e da Guarda Municipal de Vargem Grande, foram presos ainda ontem (05) os acusados de cometer o “latrocínio”, roubo seguido de morte.

Segundo informações do Delegado de Vargem Grande, Bruno França Sobreira, após diligenciarem por toda a cidade, as equipes finalmente localizaram um dos suspeitos, Leonardo Guilherme de Sousa Santos, vulgo “Jacaré”, em um povoado da zona rural. Com ele foi encontrado pertences e documentos pessoais da vítima. “JACARÉ” admitiu a sua participação no crime e também identificou o coautor Natanael.

Novas informações levaram até o paradeiro de Natanael Ribeiro Vieira, que foi capturado e conduzido com “JACARÉ” para a delegacia. Após o interrogatório de ambos, obteve-se informações sobre onde estariam o restante dos bens da vítima, encontrados na casa de Natanael.