Governo do Estado descarta segundo caso suspeito de novo coronavírus no Maranhão

Destacado

Maranhão segue sem o registro de novos casos da doença (Foto: Márcio Sampaio)

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) descartou o segundo caso suspeito de novo coronavírus que estava em monitoramento no Maranhão. O resultado do exame, realizado pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, saiu nesta segunda-feira (2) e deu negativo para Covid-19. Outro caso suspeito já havia sido descartado no sábado (29) e o Maranhão segue sem o registro de novos casos da doença. A SES continua trabalhando para identificar possíveis casos e proceder com as ações previstas plano de contingência, elaborado em conformidade com as diretrizes nacionais propostas pelo Ministério da Saúde (MS).

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressalta a agilidade no atendimento e na execução dos procedimentos necessários. “A Secretaria de Estado da Saúde vem seguindo à risca os protocolos, a fim de garantir o atendimento e a resposta o mais rápido possível e de forma segura. Vamos seguir vigilantes e atentos a qualquer caso suspeito, sempre trabalhando com transparência e preparados para prestar todos os cuidados necessários”, diz o secretário.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a rede está preparada e com protocolos de atendimentos definidos para o enfrentamento do Covid-19. O Plano Estadual de Contingência do Novo Coronavírus foi elaborado para responder às necessidades locais para o enfrentamento da doença, caso haja introdução do vírus no Estado.

“Assim como os demais estados brasileiros, elaboramos um plano de contingência que está disponível no site da secretaria. No plano estão definidos fluxos de atendimento. Dessa forma, as Unidades de Pronto Atendimento estão aptas a fazerem a definição de casos, realização dos exames e verificação clínica que vai definir se há necessidade de internação ou não”, enfatiza a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Léa Márcia.    

Sobre o caso da jovem que estava com suspeita de Covid-19, depois de analisado pelo laboratório conveniado na rede de laboratórios pelo SUS, o primeiro resultado deu negativo para o primeiro painel viral. No sábado pela manhã, o material coletado da paciente chegou ao Lacen. Então, após recebimento da amostra no laboratório, a mesma foi encaminhada para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e recebida pelo Instituto no domingo (1º) pela manhã. O instituto retornou na segunda-feira à noite com o resultado negativo para o novo coronavírus.

O diretor do Laboratório Central do Maranhão (Lacen-MA), Luiz Fernando Ramos Ferreira, ressalta a importância do laboratório. “O Lacen é o coordenador de toda a rede, pública e privada, de laboratórios e, com isso, tem o papel de orientar as ações que devem ser tomadas, em cada etapa, seguindo o fluxo proposto pela Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública no Ministério da Saúde, a fim de termos agilidade na realização ou no envio de amostras para as referências nacionais. A cada dia mais, o Lacen ganha importância nas respostas imediatas de agravos e notificações”, destaca.

Com o resultado negativo para o novo coronavírus, a paciente sai do isolamento domiciliar. “Após o caso ser considerado descartado, não há mais necessidade de qualquer tipo de isolamento domiciliar. Não há risco de qualquer contaminação. A paciente poderá retornar imediatamente à sua rotina diária, sem limitações. Vale destacar que os cuidados precisam ser mantidos por toda a população, como higienizar constantemente as mãos, evitar o contato com o nariz, os olhos e a boca, entre outros”, explica a infectologista Giselle Boumann.

Histórico

A jovem, de 21 anos, deu entrada na UPA Itaqui-Bacanga, na última sexta-feira (28), com histórico de viagem para Tóquio e Wakayama (Japão). Na ocasião, a paciente apresentou temperatura de 37º, tosse seca, dispneia, entre outros sinais e sintomas. A paciente teve alta no sábado (29), após o monitoramento do caso, bem como todas as ações e medidas dos protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS). Durante o período, a SES, em conjunto com a Secretaria Municipal de São Luís, realizou o monitoramento diário do caso.  

Cenário Nacional

Ainda não há registro de circulação do vírus em território nacional. Existem dois casos confirmados em São Paulo, com local de infecção na Itália. Os casos não possuem vínculo entre si, foram identificados em unidade de saúde privada e seguem em isolamento domiciliar. Em todo o Brasil, 433 casos são considerados com suspeitos e estão sendo monitorados pelo Ministério da Saúde. Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde e, até o momento, 162 casos suspeitos de coronavírus já foram descartados em todo o Brasil.