Maranhão lança WhatsApp para caminhoneiros com dificuldade de encontrar comércio aberto

Destacado

O Governo do Maranhão lançou um serviço para receber mensagens de WhatsApp de caminhoneiros que estiverem enfrentando dificuldades para encontrar estabelecimentos abertos nas estradas. O número  do WhatsApp é o (99) 99191-0709.

“Caminhoneiros são essenciais para abastecimento de alimentos e materiais para saúde. Por isso, determinei que estabelecimentos nas estradas fiquem abertos para apoiar circulação dos caminhões”, disse o governador Flávio Dino.

A ideia é transmitir aos caminhoneiros informações sobre onde há estabelecimentos abertos e como estão as condições das estradas – sobretudo as MAs, que são de responsabilidade do Governo do Estado. 

Decreto expedido pelo Governo do Maranhão determinou que restaurantes, pontos de apoio, oficinas e borracharias nas estradas continuem abertos nas estradas. 

O funcionamento do comércio e dos serviços não essenciais está suspenso no Maranhão, mas a exceção são justamente as rodovias. 

O decreto mantém a circulação de cargas nas estradas, por considerar um serviço fundamental, tornando o trabalho dos caminhoneiros imprescindível, tendo em vista que é necessária a chegada de insumos e alimentos para abastecer a população.

Manutenção e construção de rodovias

A  Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) atua em frentes de serviços de manutenção, conservação e construção de rodovias importantes do Maranhão. Os trabalhos garantem a estrutura adequada, permitindo a trafegabilidade do transporte de carga e maior rapidez na chegada de insumos e alimentos, assegurando que a população maranhense esteja devidamente abastecida.

Vargem Grande e o coronavírus, como as pessoas estão reagindo diante da pandemia

Destacado

Resultado de imagem para coronavirus brasil

A realidade que parecia distante, se tornou presente bem mais cedo do que o esperado. A cidade de Vargem Grande, localizada no estado do Maranhão, felizmente ainda não possui casos confirmados de coronavírus. Porém, o local já sofre com alterações nos modos de vida, trabalho e socialização, além do grande impacto na economia local.

Em conversa com o delegado Bruno França Sobreira, responsável pela delegacia do município em questão, eu perguntei se ele sentia alguma resistência da população, quanto ao cumprimento do decreto estadual, que determina o fechamento de bares e restaurantes, autorizando somente o delivery. Em resposta, ele relatou que não, que todos estão em alerta, inclusive monitorando e denunciando casos suspeitos de coronavírus.

Nos conforta saber, que os Vargengrandeses estão consciente de que a melhor forma de prevenção e contenção do COVID- 19 é o distanciamento social.