Não é rabugice, é a realidade

O G1 noticia que uma menina de sete anos teve de ser atendida em uma banco de madeira retirado de uma praça e improvisado como leito no Hospital Infantil de Palmas, capital de Tocantins (sim, estamos falando de uma capital).

A menina foi picada por uma cobra, em Divinópolis, no interior do estado, e a mãe foi buscar melhor atendimento na capital.

Segundo a mãe da criança, “uma enfermeira, com um bom coração” pegou um banco do pátio do hospital e levou para dentro, a fim de acomodar a menina.

É o Brasil real no carnaval.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *