Fraude no concurso Miss Maranhão vira caso de polícia

D

O concurso para a escolha da Miss Maranhão 2019, realizado na sexta-feira, dia 8, no Teatro Zenira Fiquene, Faculdade Pitágoras, está sendo acusado de fraude. Ocorre que a candidata vencedora, Carol Sousa, é amiga da maioria dos jurados.

Cada candidata pagou R$ 2,5 mil para ter o direito de participar do concurso, mas o que não se esperava que fosse jogo de cartas marcadas. Para que se tenha ideia da montagem, a vencedora é cliente de cabeleireiro que atuou como jurado.

Outro ponto falho foi a ausência de membro da empresa que organiza o Miss Brasil, que, pela primeira vez, não participou do concurso no Maranhão.

O blog teve acesso aos prints de conversas entre os jurados antes do concurso. Em muita delas, o nome de Carol é citada como a futura Miss Maranhão. A fraude foi tão escancarada que teve jurado gritando pelo nome da vencedora na hora do desfile (vídeo abaixo). A mesa de Juri, dentre outros, estava composta de médicos, dentistas e até arquitetos.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado no plantão da Delegacia do Cohatrac e o inquérito segue amanhã para a Delegacia de Defraudações.  Eita Maranhão!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *