Distanciamento de Bolsonaro provoca estado de desinformação da mídia

Lorotas nos jornais são produto da desinformação garantida pelo presidenteR

O presidente Jair Manchetes sobre ‘inquietação dos militares’ se deve ao silêncio das fontes, inclusive Bolsonaro. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Diante de notícia sobre “inquietação dos militares”, desconfie, mas se a manchete destaca “generais preocupados com recuos do presidente”, tenha certeza: é mentira. Muitos jornalistas sem fontes não deveriam fazer isso, mas optam pela fantasia aparentemente porque não falam com ninguém no Planalto. Eles mal sabem que, disciplinados, militares batem continência e todos – todos – têm Bolsonaro como ídolo. Mas há um culpado pela desinformação na grande mídia: o próprio presidente. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Bolsonaro se incomoda demais com a imprensa para alguém que a despreza. Seria mais inteligente ocupar seus espaços.

“A mídia é feita para governados e não para governantes”, diz o vice Mourão, que usa bem o espaço “naturalmente reservado” na mídia.

Bolsonaro recebeu 11 jornalistas para uma conversa promissora, mas o barato dele é outro: redes sociais, onde se sente bem mais à vontade.

À aproximação de Bolsonaro, no quotidiano do Planalto, militares de qualquer patente até se emocionam. A cada contato, a cada “bom dia”. Fonte Claudio Humberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *