O silêncio inesperado e aterrorizante do PSOL sobre o caso Marielle

Uma matéria opinativa publicada no Jornal da Cidade Online, de autoria de Raquel Brugnera, bateu recordes de visualizações em todo o país.

Bem fundamentado, o texto de fácil compreensão até o momento já foi lido por quase dois milhões de pessoas.

Somente no Facebook, quase trezentos mil compartilhamentos.

Sob o título “O PSOL não quer mais saber quem mandou matar Marielle…”, a articulista questiona o notório e repentino desinteresse do partido pelo desfecho das investigações do caso Marielle Franco.

Da mesma forma, os grandes veículos de comunicação também perderam o interesse pelo caso.

“Quem matou Mariele?”, só interessava para o PSOL e para a Grande Mídia enquanto não se conhecia a autoria.

Aliás, a demonstração cabal de que o PSOL não quer mais nada com o cadáver de Marielle, se traduz no fato de que diante de matéria de tamanha repercussão, o partido foi incapaz de ao menos produzir uma notinha de esclarecimento.

Também pudera, agora perdeu a graça e o sentido. O PSOL não pode mais fazer acusações, nem apontar o dedo para os seus adversários.

Amanda Acosta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *