PM reformado que estava desaparecido é encontrado morto em matagal em São José de Ribamar

O corpo do PM reformado Domingos Chagas Cantanhede, de 75 anos, que estava desaparecido desde o último domingo (7), foi encontrado por volta de 15h desta quarta-feira (10), em uma área de matagal no bairro Turiúba, em São José de Ribamar. O corpo já estava em estado de putrefação.
Domingos Cantanhede era casado e residia na Rua Antônio Bomfim, no Residencial Turiúba 4, em São José de Ribamar. Ele saiu para fazer caminhada e foi visto pela última vez por volta de 17h de domingo.
O local onde o corpo foi encontrado é conhecido como “pedreira”, onde é retirado barro para venda, e que é usado como acesso ao bairro São José do Índios.
Existem suspeitas de que o ex-militar tenha sido vítima de latrocínio, pois, segundo informações passadas ao blog, no corpo dele existem marcas de ferimentos, talvez provocados por faca, como se ele tivesse travado luta com alguém.

“Como ele usava muleta, que não foi encontrada, dificilmente chegaria àquele local sozinho, pois o acesso não é muito fácil. Talvez ele tenha sido morto em outro lugar e arrastado para a área de mato”, disse uma das pessoas que esteve no local.
Pelas informações passadas ao blog, Domingos Cantanhede se relacionava bem com todos, não tinha inimigos e nem chegou a receber algum tipo de ameaça. Por isso, acredita-se que ele pode ter sido morto e arrastado para o local onde foi encontrado após ter reagido a um assalto.
O rabecão do Instituto Médico Legal (IML) chegou ao local por volta de 17h20. A liberação do corpo para velório ocorrerá por volta de 21h. O velório será realizado na residência da família, na rua ao lado do Bradesco, no Centro, em São José de Ribamar. O sepultamento será na manhã de quinta-feira (11).
Do Gilberto Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *