Filho de ex-comandante da PM do Piauí e mais quatro são presos acusados de participar dos assaltos a bancos em Campo Maior

O filho do ex-comandante da Polícia Militar (PM) coronel Francisco Prado, Hassan Prado, e mais 4 foram presos por roubos a bancos em Campo Maior. As prisões aconteceram há três dias, mas tinham sido mantidas em sigilo para não atrapalhar as investigações. A informação foi divulgada pela 5ª Delegacia Regional de Campo Maior, no início da tarde deste domingo (05).
Segunda a nota, os cinco presos são suspeitos de pertencerem à quadrilha que explodiu duas agências bancarias na cidade de Campo Maior no dia 30 de abril.

“Eles não são de Campo Maior e foram presos em outras cidades e nem foram trazidos para Campo Maior. Eles pertencem a quadrilha que explodiu os bancos em Campo Maior. Era um terceiro grupo da quadrilha. Um continua cercado pela polícia e o outro foi morto nesse domingo”, disse o Chefe de Cartório da delegacia, Baker Martins

Os presos foram identificados como:01 – Dyego Harmando Cardoso Rocha.02 – Hassan Rufino Borges Prado Aguiar.03 – Emerson Souza Da Silva.04 – Vinicius Pereira Da Silva Junior.05 – Josenverton dos Santos Sousa.
Hassan Prado chegou a ser preso acusado de ser o mentor da morte de Leonardo Almeida, no dia 15 de setembro de 2013 na cidade de Nazária, localizada a menos de 50 km da capital Teresina. O motivo do crime seria passional.
Na manhã deste domingo (5), a polícia militar trocou tiros com outro grupo da quadrilha e matou cinco homens na zona rural da Cidade de Cocal da Estação-PI. Dos cinco suspeitos mortos, quatro são naturais do estado de Minas Gerais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *