A segurança de Vargem Grande precisa de ações enérgicas e urgentes

Resultado de imagem para imagem de segurança publica

O meu dia a dia na cidade de Vargem Grande,por dever de ofício, se resume na busca de fatos que possam gerar notícias, e me identifico muito com as de cunho policial, essas me chamam mais atenção,porque delas dependem o bem estar e a tranquilidade de todos nós.

Lembro-me da inauguração da Delegacia de Polícia de Vargem Grande ainda no governo Cafeteira. Naquela época, as pessoas envolvidas em política no município diziam que aquilo não rendia votos para o governador nem para seus aliados no município. E mais, que polícia e política não podiam andar juntas. Talvez na época, eles tivessem razão, prenunciavam o que acontece hoje, as cadeias cheias de políticos corruptos.

Essa ideia de que segurança e politica não combinam, é retrógrada e mentirosa, na ultima eleição para presidente, o desconhecido deputado federal Jair Messias Bolsonaro, se elegeu presidente da república com um único pilar de sustentação da campanha, a segurança nacional.

A Delegacia de Vargem Grande no ato de sua inauguração, tinha celas dignas para criminosos como também, alojamentos com conforto para os agentes da segurança pública. Alimento não faltava para os servidores do estado que trabalhavam na proteção e segurança da população. Quem teve a oportunidade de ir a delegacia em horário de almoço quando Dr Dicival era delegado no município, pode afirmar que ali tinha mesa farta e cardápio variado, como todo ser humano deve ter. E por que não tem hoje? Acredito que seja uma boa pergunta.

Passaram-se os anos, no governo Jackson Lago fui mestre de cerimônia de uma audiência pública com a presença do secretário de Justiça do estado que atendendo um convite de Dr. Roberto de Oliveira Paula, juiz da Comarca na época, estava ali,para discutir a segurança pública do município, além da reforma urgente da delegacia e a criação de um presídio onde hoje está sendo construída a Praça da Juventude. Tudo ficou no blá, blá, blá. Ainda hoje, esperamos a efetivação dessas ações.

De lá até os dias atuais, foram incontáveis as audiências públicas que participei e outras presenciei, sem contudo operacionalizar um resultado prático. Todas as medidas foram paliativas, com efeitos e resultados imediatos, mas nada com ação duradora. Não existe um planejamento nem cronograma de segurança a ser cumprido. Tudo é na base do improviso.

A presença da ROTAM no governo Edvaldo Nascimento, foi uma em meio a tantas outras medidas operacionalizadas por diversos políticos. Tinham o resultado momentâneo, mas com o retorno dos policiais a São Luís, os bandidos voltavam as mesmas práticas e nos mesmos locais.

Desculpem, mas eu não acredito mais em ações que partam desses mesmos princípios eleitoreiros, que tem apenas dois resultados práticos, um é o político mentir para o povo, e o outro,o povo fingir que acredita. Sentem a mesa, mas ao levantar-se arregacem as mangas das camisas e mãos a obras, senão, nada de concreto acontecerá.

Quem foi o político, o empresário ou representante da sociedade civil organizada, que foi ao comando da PM ou a delegacia perguntar o que é preciso para um melhor desempenho das atividades das pessoas que trabalham no aparato de segurança? Se é verdade que para a melhoria da educação precisa-se valorizar o professor, na esfera da segurança não é diferente, é com o reconhecimento e valorização do trabalho do agente de segurança que a coisa funciona.

A sociedade precisa dialogar com aqueles que trabalham para ela. Nesse período invernoso no prédio da delegacia os problemas estão mais evidentes. Respingos, goteiras, e infiltrações, são alguns dos problemas enfrentados por quem trabalha e as vezes tem que dormir ali.

Os políticos, e os empresários além de representantes de entidades classistas devem se reunir e em nome da segurança e da tranquilidade do povo de Vargem Grande, procurar o secretário de Segurança, o presidente da Assembléia Legislativa do estado e o governador Flávio Dino, para juntos não proporem mas efetivarem uma mudança, na estrutura física e funcional do aparato de segurança pública do município.

De outra forma, é só conversa para Inglês ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *