10 presos são indiciados pelo assassinato de detento em presídio de Imperatriz; dois confessaram crime

Detentos assassinaram o latrocida Daniel Silva,
 condenado a 21 anos de prisão, dentro do presídio de Imperatriz

A Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), autuou em flagrante delito 10 internos no Presídio Regional de Imperatriz, localizado no Bairro Itamar Guará, pelo crime de homicídio que teve como vítima o interno Daniel Pereira da Silva.
O corpo de Daniel foi encontrado por um agente do presídio na cela, na manhã de terça-feira (28). A princípio, pensava-se que ele havia recorrido ao suicídio. Após perícia e análise de outras circunstâncias, além do exame de necropsia, foi constado que Daniel foi vítima de homicídio.
Dos 10 internos da cela levados para prestar depoimentos na delegacia especializada, apenas dois, Antônio Nunes da Silva Filho, conhecido como “Marabá”, e Thallys Nogueira, confessaram participação no homicídio. 
Daniel Silva, o detento assassinado, cumpria condenação de 21 anos pelo crime de latrocínio e aliciamento de menor. A vítima de latrocínio foi o mototaxista João Paulo Uchôa, conhecido como “Panda”.

O crime ocorreu em 18 de dezembro de 2017, quando a vítima tentou fugir de um assalto no Parque Alvorada, em Imperatriz.
Com informações do Blog Notícia da Foto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *