Os ministros investigados no quadrilhão do PT totalizam 18 nomes

Foto montagem da Revista IstoÉ

Dezoito (18) ministros da “Era PT” estão sob investigação de desvio de recursos das mais diversas áreas, 4 de Lula, 10 de Dilma e outros 4 comuns aos dois governos.

Alguns já foram condenados e os processos remetidos às outras instâncias.

E ainda vemos petistas pedindo exoneração dos ministros do atual governo? Gente…

Estamos colocando a ponta do nariz para fora do buraco onde fomos enterrados, já temos ar nos pulmões, mas é só a ponta do nariz!!

Vamos demorar anos para nos recuperar e seria mais fácil se boa parte dos brasileiros não estivessem tão apegados ao partido que colocou toda essa gente aí…

Não precisa começar a gostar do atual governo, mas, pelo menos, entender o que aconteceu conosco para termos mudado radicalmente de direção.

Não adianta usar exemplos da história nazista para impressionar, se você não tem a mínima noção da história recente do teu próprio país.

É contemporâneo, você faz parte dessa história, interprete!

O povo não votou em Bolsonaro para “oprimir” alguém, votou por sobrevivência financeira!!!

Conheça os nomes e cargos dos investigados:

José Dirceu (PT, Casa Civil, Lula) Alfredo Nascimento(PR, Transportes, Lula e Dilma)

Paulo Bernardo (PT, Planejamento e Comunicações, Lula e Dilma)

Agnelo Queiroz (PCdoB, Esporte, Lula), Aloizio Mercadante (PT, Educação, Dilma), Antonio Palocci (PT, Casa Civil, Dilma), Edinho Silva (PT, Comunicação, Dilma), Edison Lobão (PMDB, Minas e Energia, Dilma),

Jaques Wagner (PT, Defesa-Civil, Dilma),

José Eduardo Cardozo (PT, AGU, Dilma), Mario Negromonte (PP, Cidades, Dilma),

Orlando Silva (PCdoB, Esporte, Lula).

Carlos Gabas (PT, Previdência, Lula e Dilma), Fernando Pimentel (PT, Desenvolvimento, Dilma)

Guido Mantega(PT, Fazenda, Lula e Dilma), Ideli Salvatti(PT, Dilma)

Silas Rondeau (Minas e Energia).

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Polític

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *