LULA NÃO QUER ‘FORA BOLSONARO’ PARA EVITAR ASCENSÃO DE MOURÃO

Dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT) se reuniram para debater rumos que a sigla deve seguir, baseando-se na opinião do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. A opinião do líder do PT foi colhida por um aliado dele que foi até Curitiba.Segundo informações de um dos aliados de Lula, divulgadas na coluna Painel, da Folha de S.Paulo, o ex-presidente não quer que o PT bata na tecla do “Fora Bolsonaro”.A razão disso é que forçar uma decadência do presidente seria o mesmo que enaltecer e aclamar a ascensão do seu vice, o general Antonio Hamilton Mourão. Para Lula, o partido não deve defender a tese do parlamentarismo e a única saída seria uma “oposição propositiva”.De acordo com as informações, o ex-presidente avalia que é necessário fazer um contraponto ao Governo, apresentando projetos alternativos e apoiando manifestações nas ruas para pressionar o presidente.O ex-presidente ainda defende que o PT foque no programa de governo do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, buscando contrapor as ações de Bolsonaro com outras ideias. Uma proposta de reforma tributária está sendo cogitada a ser debatida e levada adiante pelo partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *