Hoje na História: Fim da Guerra das Laranjas

A Guerra das Laranjas, breve conflito militar que opôs Portugal à Espanha e à França em 1801, chegou ao fim em 6 de Junho de 1801. O nome pelo qual se popularizou o combate deve-se a um gesto do primeiro-ministro e chefe militar espanhol, Manuel Godoy, que enviou um ramo de laranjeira colhido nos campos de Elvas à rainha de Espanha Maria Luísa, de quem se dizia ser amante, para a informar de que tinha tomado a localidade de Olivença.

Em 1801, Napoleão ordenou a Portugal que rompesse sua aliança tradicional com a Inglaterra e fechasse seus portos aos barcos ingleses. Nesta pretensão arrastou a Espanha (governada então pelo ministro Manuel Godoy), mediante a Assinatura do Terceiro Tratado de San Ildefonso. Segundo este tratado, a Espanha comprometia-se a declarar guerra a Portugal se esta mantivesse seu apoio aos ingleses. Ante a negativa portuguesa de submeter-se às pretensões franco-espanholas, desencadeou-se a Guerra das Laranjas.

O conflito terminou com a perda do território de Olivença por parte de Portugal. A paz entre as potências beligerantes foi estabelecida nos termos do Tratado de Badajoz, assinado entre Portugal e a Espanha, e do Tratado de Madrid, assinado entre Portugal e a França.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *