Carreta desce rampa e cai no mar no porto de Cujupe em Alcântara

O caso aconteceu nesta sexta-feira (5) quando o motorista da carreta tentou impedir a saída do ferry boat

 Uma tragédia foi registrada na manhã desta sexta-feira (5) no Porto de Cujupe no município de Alcântara. Uma carreta da marca Ford, de placas OEB-0459 carregada de madeira, escorregou na rampa que dá acesso ao embarque e desembarque do Ferry Boat e acabou caindo no mar e desapareceu, sendo possivelmente arrastada pela correnteza.

De acordo com as informações, o motorista da carreta havia comprado a passagem do ferry boat Servi Porto para embarcar na rampa sul, mas o ferry boat só tinha vaga para no máximo 3 carros pequenos e não cabia uma carreta. O motorista havia se irritado por que os carros pequenos que estavam na fila atrás dele foram para a frente embarcar, o motorista tentou atravessar a carreta na rampa do ferry para impedir os carros entrarem e o ferry boat sair.

Só que quando o motorista desceu, o pneu traseiro colou na prancha do ferry boat, a embarcação desatracou e o motorista tentou acelerar para tentar subir, o eixo do caminhão quebrou. O motorista da carreta ainda tentou puxar o veículo da rampa com ajuda de uma retroescavadeira e outro caminhão, mas os cabos de aço quebraram e a carreta caiu no mar e desapareceu na água.

Nossa redação entrou em contato com as empresas Servi Porto e Internacional Marítima, mas até agora não obtivemos resposta sobre o acaso acontecido no Porto de Cujupe.
G7ma.com

1 pensou em “Carreta desce rampa e cai no mar no porto de Cujupe em Alcântara

  1. Essa tragédia já era prevista, em função do desrespeito dessas empresas com os estuários, principalmente com caminhoneiros. Elas deveriam ser multadas exemplarmente e pagar indenizações compatíveis com os danos ao patrimônio e por danos morais,pois esse desrespeito acontece constantemente. Eu mesmo já passei por essa situação várias vezes e tenho até duas queixas registradas na administração do porto contra a Internacional marítima.Quero que seja dado um basta nessa situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *