A visão da política de Vargem Grande, depende do ângulo que você olha

Na política quem ataca, sempre deixa a desejar. Pois quem tem argumentos sempre os coloca como proposta de solução para as demandas.

Um ou outro atacam tanto os políticos, como aqueles que fazem comentários que não gostariam de ouvir. E por aí vai. Ainda não se tem uma legislação mais consistente para punir, quem faz das redes sociais, um instrumento de guerra e desacatos.

A guerra ainda nem começou, como disse uma comentarista em postagem nesse espaço semana passada, mas prenuncia-se grandes combates.

E ninguém fez nenhuma menção até o momento, onde estão Dona Aparecida Leite, Edmilson Carneiro, e o Chicocó, pessoas que tem influência política em maior ou menor proporção, mas com certeza, ainda tem seus seguidores.E os políticos na sua santa ignorância, os ignoram, deixando-os no anonimato e esquecimento.

Esses atores políticos estarão com quem nas próximas eleições? Podem os três estarem juntos num mesmo palanque? Quem disse que não.

No momento, estamos falando de quem está disposto a partir no corpo a corpo nessa trincheira de luta, mas nada foi dito até agora, daqueles que se mantém calado,mas no momento oportuno saberão para onde a cigarra canta.

Fala-se em Carlinhos Barros, Dr.Miguel, Diego da Madeireira, Pancadão, Geraldo Rodrigues, Marluce Pinto, e Ferreirinha Neto, entre outros. Mas na entrevista da professora Marluce, ela sinalizou a todos, que existe a possibilidade de união entre as forças de oposição para derrotar o atual mandatário do executivo municipal.

Esses políticos relacionados são os visíveis,a olho nu, mas como diz o experiente político e meu amigo Toncha, os mais perigosos, são os invisíveis. Você não sabe onde estão, o que querem, e como vão atacar. Em política não se pode subestimar ninguém. Todos tem importância. E todos podem ser decisivos para quem almeja uma vitória.

Se a hora é da política, os interessados deverão procurar pessoas experientes nessa área e partir para o campo, senão,poderá nadar e travessar o mar,para em seguida morrer na praia. E para finalizar, quem está no governo e recebendo as benesses, acha que aquilo é vitalício, não vai se acabar nunca. Mas não é essa a visão de quem está fora e ouvindo diariamente os reclames da população. Tudo isso é só uma questão do ângulo de visão de como você ver os fatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *