Pacotes com mais de 100 kg são encontrados no litoral do Maranhão

Cinco pacotes foram achados na praia de São Marcos, em São Luís. Oceanógrafo alerta para os riscos ambientais no processo de decomposição do material.

Por G1 MA —

Pacotes sem identificação chamam atenção de banhistas em praias de São Luís

Pacotes sem identificação chamam atenção de banhistas em praias de São Luís

Pacotes sem identificação e pesando mais de 100 kg apareceram mais uma vez no litoral de São Luís e chamaram a atenção de banhistas. Ao todo, cinco pacotes foram achados na praia de São Marcos.

Pacote com mais de 100 kg foi achado na praia de São Marcos, em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

Pacote com mais de 100 kg foi achado na praia de São Marcos, em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

Em outubro de 2018, os mesmos pacotes também foram vistos nos municípios de Cururupu, Santo Amaro, Cândido Mendes e Paulino Neves. Além do Maranhão, os pacotes apareceram em outros estados do nordeste, como Alagoas e Ceará.

Pacote sem identificação foi achado na praia de São Marcos, em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

Pacote sem identificação foi achado na praia de São Marcos, em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

Os pacotes são feitos de um tipo de material de borracha sintética. Segundo o oceanógrafo Leonardo Lima, o material é descartado de navios em alto mar e, com o tempo, pode acabar ingerido pelos peixes.

“Ele [pacote], fisicamente, não tem grande problema com a população, quanto a encostar o dedo. Mas esse material vai se deteriorar nas praias, vai começar a se transformar cada vez mais em pedaços menores e contaminar todos os organismos da praia”, explica o oceanógrafo.

Em 2018, pacote encontrado por jovens na praia da Guia pesava cerca de 180 kg. — Foto: Reprodução/TV Mirante

Em 2018, pacote encontrado por jovens na praia da Guia pesava cerca de 180 kg. — Foto: Reprodução/TV Mirante

Ainda segundo Leonardo Lima, os pacotes são lançados de forma irregular das embarcações internacionais ao longo da costa porque o trâmite para o descarte de lixo no Brasil é muito burocrático. O material é usado para evitar danos na carga dos barcos.

“É um lixo. Esse tipo de material, na verdade, já é utilizado dentro de embarcações como algum tipo de revestimento. Ou seja, pra evitar o contato da própria carga com o casco, para evitar choques mecânicos com esse tipo de material. Uma vez que você tenha problemas com esse material, ele fica velho, sem utilidade, então ele é descartado no mar”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *