Ex-ministro Saulo Ramos morre em SP

 

Foto
SAULO RAMOS AUTOGRAFANDO SEU LIVRO DE MEMÓRIAS, EM 2007

O ex-ministro da Justiça Saulo Ramos, que fez parte do governo José Sarney, morreu neste domingo (28) em São Paulo, aos 83 anos. Ele também foi consultor-geral da República (que anteceu a criação do cargo de Advogado Geral da União) no mesmo governo. Sofria de problemas do coração e se submetia regularmenta a sessões de hemodiálse. A família informou que o corpo de Saulo Ramos será sepultado nesta segunda-feira (29) em Brodowski, no interior, onde nasceu em junho de 1929. Ele também trabalhou no governo Jânio Quadros e em 2007 provocou polêmica ao lançar “O Código da Vida”, livro de memórias com seu testemunho sobre alguns acontecimentos e sem hesitar em atropelar os fatos para atacar ou ridicularizar adversários ou pessoas que detestava, como o ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal e um dos mais admirados magistrados do País.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *