Supremo golpeia o Brasil

VICENTE LIMONGI NETTO

Depois de absolver a imaculada senadora do PT,e o marido dela, também Santo,  desmoralizando a lava-jato, e causando perplexidade no país, o STF fica na obrigação de completar a pantomima mandando também soltar Lula da cadeia, dando a ele o troféu de cidadão mais honesto do planeta. Aos homens de bem, que ainda alimentavam esperanças na justiça, restarão a suprema indignação e a constatação de que estão de volta ao Brasil o retrocesso, a impunidade, a hipocrisia e a deslavada pouca vergonha.

 

Insana e burra patrulha
Rebotalhos da imprensa que cobrem a Copa na Rússia, desviam o foco principal do espetáculo para criticar e insultar a CBF e seus dirigentes. A inveja mata. Patético e ridículo se não fosse destrambelhada tolice. O torcedor quer saber de notícias sobre a seleção. Acompanhar detalhes e os esforços dos atletas em busca de vitórias. Especulações debochadas, toscos insultos e intrigas rasteiras, não contribuem em nada para o êxito da seleção.  A corja da escória, repleta de insanos e ressentidos patrulheiros chega ao cúmulo da desonestidade profissional ao  afirmar que a CBF não tem nada a ver com a seleção penta campeão em busca do hexa. Vai ver que os jornais onde rabiscam idiotices é que zelam pela seleção. Ou, então, o boteco da esquina que frequentam e penduram a conta.  O presidente eleito da entidade, Rogério Caboclo, está na Rússia. Mantém  encontros e reuniões diárias com jogadores e com o técnico Tite. Nada falta aos atletas. Nunca faltou.  E o timeco de bobocas ainda ganha salário para escrever sandices fantasiadas de bom jornalismo.   É deplorável que açodados e medíocres  insistam em negar o óbvio. Em  avacalhar planos e o trabalho meticuloso, profundo e competente, de décadas, da CBF em benefício da seleção e do futebol brasileiro.

 

Respirando democracia
Aplausos para o Correio Braziliense, por saudar a vida, o sol, a liberdade de expressão e o amor entre os homens, abrindo as cortinas e as luzes de suas dependências para salutar debate entre uma penca de presidenciáveis. Alguns deles, a meu ver, meros candidatos de si mesmo. Melancolicamente ficarão pelo caminho. Sonham com migalhas do noticiário para mais tarde barganhar algo pela sobrevivência. Nesse sentido, meu candidato e seguramente também de milhares de brasileiros, não compareceu por dois motivos: estava viajando e porque a campanha oficialmente só começa em julho. Para meu candidato, ex-presidente e senador, no segundo mandato, por Alagoas, os debates nas televisões serão fundamentais para o eleitor decidir quais candidatos realmente têm fôlego eleitoral e comprovar, de fato, que têm serviços prestados ao país e aos brasileiros. Na chefia da Nação, meu candidato tirou o Brasil das amarras do atraso. Abriu a economia brasileira ao mercado internacional. Leis do governo do meu candidato permanecem servindo aos brasileiros, como o Código de Defesa do Consumidor, a Lei Rouanet e o Estatuto da Criança e do Adolescente. É incontestável que o tempo é senhor da razão.

 

Agora é hexa!
É chegada a hora de torcer pelo sonhado hexa. De vibrar, cantar e berrar. De colocar para fora o grito do gol. Hora de esquecer as dificuldades. Dos dias sofridos. Das tristezas da vida. Hora de abraçar, beber, pular e beijar. De rolar no chão de alegria e estufar o peito de emoção. O futebol é a válvula de escape do brasileiro, a paixão que mora no coração do torcedor.

 

Caiu a máscara de FHC
Quem diria, o imaculado FHC, inventor e dono exclusivo do monopólio da ética, também foi flagrado nos braços e no cofre da Odebrecht. Candente e sublime o pedido de socorro explícito do casto FHC ao bondoso e desprendido Marcelo Odebrecht. É a chegada do apocalipse. O fim do mundo se aproxima. Caiu a máscara da vestal octogenária. Os ventos das trevas arrancaram as penas da arrogante e pretensiosa tucanada.

 

Frei Beto queria dormir com Lula
Pelo texto emocionado de Frei Beto (O Globo – 5/6) a visita do famoso reverendo ao ex-presidente Lula na cadeia foi comovente. Foi difícil segurar o choro. Todo o prédio da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba rezou um terço com Lula e o estupendo Frei Betto. Se pudesse, Frei Betto estendia a conversa até o amanhecer. Dormiria no chão. Orando por Lula, citando Salmos  da Bíblia. Todos que visitam Lula saem fascinandos e convencidos de que o ex-futuro candidato à Presidência da República é um tremendo ficha limpa. Puro e ético da cabeça aos pés. Frei Betto não comparou Lula com Luther King, Nelson Mandela ou Ghandi. Seria o máximo e merecido. Pelo resto da vida Lula será reverenciado em todas as catedrais do Brasil e do mundo. Com anjos, coroas de flores, velas  gigantes, brancas e amarelas,  toalhas de linho nos altares e corais saudando o Lulaláera e o Lulajáfoi.

 

Hexa da falta de educação
O hexa no futebol está próximo. Mas o hexa da falta de cidadania, de escrúpulos, de respeito as leis e aos direitos alheios, já domina e consagra a vida da maioria esmagadora dos brasileiros. Raros respeitam alguma determinação ou norma. O meio ambiente é massacrado diariamente. Restos de comida, latas, copos de plástico, porcariada dos cachorros, dominam as calçadas e meio-fio. Motoristas não respeitam as leis de trânsito. Desajustados colam na traseira. Não dão seta ao mudar de faixa. Motos pertubam o dia inteiro com cano de descarga aberto e folgados sem noção atravancam o trânsito estacionando nas entradas dos retornos nas comerciais. A esta altura, na euforia da falta de educação, os idosos já adotaram a malandragem do jeitinho errado. Maus exemplos ganham de goleada. Tornou-se rotina moradores relapsos que não limpam seus lotes.  Na QL-13, cj 4, casa 8, do Lago Norte, a  irresponsabilidade é assustadora: imóvel abandonado, tomado pelo matagal alto, na frente, dos lados e nos fundos. A sujeira dos abutres já alcançou a calçada e os telhados. Portas da casa (?) arrancadas. Vizinhos perplexos não sabem mais a quem recorrer.

***
ESSE É O LIMONGI QUE TODOS GOSTAMOS DE VER …
SEMPRE COM A LÍNGUA AFIADA !!!
Abraços, bom fim  de semana e rápida recuperação !!! Sérgio
P.S. Vamos acompanhar o seu tratamento, pedindo à Deus, que lhe proteja e lhe dê uma dose maior  de paciência, para atender todas as orientações médicas, com muita disciplina .

 

PREFEITO ALUISINHO DO POSTO ASSINA CONVÊNIO QUE GARANTE ASFALTAMENTO PARA OS POVOADOS DE PALMEIRAL E DO BOM PRINCÍPIO

 

Por indicação do deputado federal Pedro Fernandes, Esperantinópolis deixará a incômoda situação de não possuir nenhum povoado com ruas asfaltadas

O Prefeito Aluisinho do Posto, de Esperantinópolis, reuniu-se com o superintendente regional da Codevasf, João Francisco Fortes Braga, e celebriu convênio entre as instituições

Em visita ao escritório da Codevasf em São Luís, na  terça-feira, dia 19,  o prefeito de Esperantinópolis, Aluisinho do Posto, assinou convênio visando o asfaltamento de ruas dos povoados de Palmeiral e do Bom Princípio,  antiga reivindicação daquelas  comunidades. Prefeito foi atendidos pelo superintendente regional da Codevasf, João Francisco Fortes Braga.

“Graças a indicação do deputado federal Pedro Fernandes, o nosso governo faz uma conquista histórica. Esperantinópolis era o único município da região que não tinha nenhum  povoado asfataldo e, agora, os dois mais populosos terão ruas asfaltadas. A população dessas comunidades não sofrerá mais com lama no inverno e poeira no verão”, comemorou o prefeito.

Os serviços deverão iniciar imediatamente assim que esteja concluído o processo licitatório e com previsão de conclusão em 120 dias após a expedição da ordem de serviço.

A pavimentação asfáltica não para com esses dois povoados em Esperantinópolis. O prefeito Aluisinho do Posto afirmou que deseja entregar quatro povoados asfaltado neste mandato.

PREFEITO ABRE MÃO DO SALÁRIO PARA CONSTRUIR CASAS POPULARES

O prefeito Lahésio Rodrigues, da cidade de São Pedro dos Crentes, no Sul do Maranhão, abriu mão do salário para doar a quantia de R$ 10,597,40 mil, que será usado na construção de casas populares na região.

Lahesio ficou conhecido após duras criticas ao governo do estado pela falta de repasses ao município. Recentemente o prefeito comemorou “mêsversario” o “aniversário” de um mês ao lado de uma ponte, ou melhor o que sobrou dela, com direito a bolo e tudo mais, a ponte na rodovia estadual MA-138 caiu durante a passagem de um caminhão carregado de leite.

São Pedro dos Crentes é um pequeno município no sul do Maranhão, com população estimada em 5 mil habitantes, de acordo com os últimos dados do IBGE. A cidade fica a cerca de 800 km de São Luís.

Médico de profissão, Dr. Lahésio foi eleito em 2016, pelo PSDB, logo nos primeiros meses de mandato enviou a Câmara Municipal o Projeto de Lei nº 004/2017, para garantir que os vencimentos, durante todo o seu mandato, irão para financiar a construção de moradias populares.

Do Blog Açaí informa

Fábio Braga destaca sucesso dos Jogos Escolares de Nina Rodrigues


O deputado Fábio Braga (SD), na sessão desta segunda-feira, 18, destacou a sua participação no encerramento dos jogos escolares de Nina Rodrigues, ocorrido no último final de semana. Ele parabenizou o prefeito Rodrigues da Iara e o seu secretariado pela organização do evento que reuniu centenas de jovens no ginásio esportivo.

Ao lado do prefeito Rodrigues da Iara e dos secretários de Esporte Rawlisson Júnior e de Educação Sâmara Correa, Fábio Braga acompanhou a entrega de troféus e de medalhas a todos os jovens das escolas municipais que participaram das competições. Ele afirmou que o prefeito recebeu elogios dos pais, dos alunos e dos professores pela organização dos tradicionais jogos escolares da cidade.

“O prefeito Rodrigues da Iara e todo o seu secretariado estão de parabéns por fazer com que os jovens pratiquem cada vez mais esportes e atividades culturais. A prática esportiva bem difundida, organizada e articulada pelos poderes públicos pode levar muitos jovens a sair da carência, bem como dar uma nova visão a alguns municípios, como Nina Rodrigues, que tem um dos bois mais tradicionais do período junino, fazendo parte de quase todo o calendário tanto na capital, quanto em várias cidades do Estado do Maranhão”, afirmou Fábio Braga.

POLÍCIA MILITAR PRENDE DUPLA ACUSADA DE ENVOLVIMENTO COM ROUBO DE APARELHOS CELULARES EM SANTA LUZIA-MA

A Polícia Militar de Santa Luzia prendeu em flagrante na noite desta terça-feira 19, Antonio Rodrigues de Sousa, 21 anos, morador do bairro Abdon Braide e Antonio Pereira da Silva, morador da Rua Barão, Abdon Braide.
Segundo informações policiais, Antonio Rodrigues juntamente com outro comparsa conhecido por Zé,  morador do Angelim, de posse de uma arma de fogo, assaltaram a vítima na porta da sua casa, levando um celular. A PM de imediato fez rondas na cidade, quando se deparou com dois suspeitos no Mutirão em uma moto.
Ao fazer a revista, foi encontrado o celular da vítima com um dos suspeitos. Outro celular J7 Prime foi também encontrado com o outro suspeito Antonio Pereira da Silva que é apontado como a pessoa que empresta a moto, uma HONDA/TITAN 150 Vermelha, Placa PIZ-5271,  para fazer assalto na cidade. O outro assaltante conhecido por Zé, e a arma do crime não foram encontrados. O caso foi entregue na delegacia para a continuidade da ocorrência.

Guarnição formada por: SGT Mota, SGT Duarte, SD Kassio, SD R Alves, SD Keomma e SD Sousa. Fonte Francisco Vale

FIM DA LINHA PARA ZÉ VIEIRA-TSE DETERMINA REALIZAÇÃO DE NOVA ELEIÇÃO EM BACABAL

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou na noite desta terça-feira (19), por unanimidade, a realização de nova eleição para prefeito de Bacabel.
A decisão foi tomada com base em voto do ministro Luiz Fux, relator da matéria, que negou provimento a um apelo de Zé Vieira (PP) e derrubou a liminar que o mantinha no cargo até hoje.
Vieira obteve 20.671 votos na eleição de 2016 – contra 18.330 do deputado estadual Roberto Costa (MDB) -, mas teve o registro de candidatura indeferido pela juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira, então titular da 13ª Zona Eleitoral.
O líder político está com os direitos políticos suspensos porque foi condenado por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. A condenação, pelo Tribunal de Justiça do Maranhão antes da eleição de 2016, foi confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em 2017.
Como Zé Vieira não conseguiu reverter a decisão contrária, Bacabal deve voltar às urnas em virtude de uma alteração promovida ao artigo 224 do Código Eleitoral antes das últimas eleições.
Segundo essa nova regra, mesmo quando o número de votos anulados por conta de indeferimento de candidatura representem menos de 50% dos válidos – como é o caso de Bacabal – haverá nova eleição, e não posse do segundo colocado.

Pesquisa desmoralizada

JOSE MAURICIO DE BARCELLOS

Transita pelo território livre da Rede Mundial dos Computadores um vídeo que revela, de forma clara, quão enganosas foram ao longo das últimas décadas – e continuam a ser – as campanhas midiáticas promovidas pelos poderosos com o concurso dos vendidos institutos de pesquisa de opinião pública, destinadas a manter o povo refém do perverso sistema que prevaleceu até agora.

Refiro-me a um vídeo produzido por um cidadão comum que, depois de entrevistado na rua por um agente de campo, empregado de um desses conhecidos institutos, pretendeu exibir nas redes sociais o conteúdo do questionário que acabava de responder, sobretudo para que suas respostas se tornassem públicas, dando total transparência ao fato.

O esforço foi em vão. O perplexo e aturdido entrevistador – ante a firme insistência do corajoso cidadão que o confrontava e, com desforço pessoal, o impedia de fugir do local e da câmara com a qual surpreendeu o pau mandado – temendo as consequências, agarrou-se desesperado aos seus papéis com os quais também escondia o rosto e tentava fugir da cena, como um punguista pego em flagrante. O desespero do pobre entrevistador me fez lembrar o do “Deputado de Temer” correndo, como um tonto, com a mala de propina recebida para o chefe, quando percebeu que poderia estar sendo filmado pela polícia.

Penso que acontece algo de muito grave e de muito ruim por conta dessas pesquisas encomendadas, a peso de ouro, pelos donos do poder. Penso que já é público e notório – e por isso independe de prova – a existência de fatos e circunstâncias que justificam serem tais pesquisas vasculhadas, de cima a baixo, pela polícia e, com olhos de ver, pelo Ministério Público. Por que não? Nem se diga que tais pesquisas por terem registro compulsório no Judiciário que autoriza sua publicação estariam imunes a qualquer crítica. Se o que garante esta pratica é o princípio da liberdade de imprensa, em nome deste mesmo princípio constitucional, sua base de dados, seus métodos, seus critérios e todas as conclusões que daquelas possam advir devem ser auditadas ou, o que é melhor, devem ser franqueadas ao público irrestritamente.

Relativamente à pesquisa de intenções de voto para o pleito de 2018 recém-publicada, por exemplo, acho que não há um só brasileiro, do tipo que enxerga um palmo adiante do nariz, que em virtude da fama de tendenciosidade do tal instituto fundado por gente do PT Ladrão, já não soubesse o que seus resultados iriam exibir. Tudo ali e todas as conclusões, conjecturas e insinuações, veladas ou expressas, tiveram, sem dúvida, um único objetivo: propagar que esta Nação roubada e desmoralizada pelo “Ogro de Garanhuns” estaria a exigir que o maior ladrão da coisa pública da história contemporânea deveria ser solto e eleito presidente da república. Como pode um engodo desta ordem restar impune sem que os órgãos de defesa dos interesses difusos da sociedade e de controle do País averiguem a lisura e a correção dos artífices desta “marotagem”?

Percebam como tudo vem acontecendo. Uma entidade ou algum patife cheio de dinheiro encomenda e paga pela farsa. É evidente que a tal pesquisa não vai contrariar os interesses vis de quem paga por ela. Aliados a todos estão os conglomerados da comunicação que, ao receberem os resultados, passam a utilizar e a manipular os mesmos ao sabor de suas conveniências. É isso que ocorre e mais nada. Nossa sociedade tem efetivamente colhido nos últimos 30 anos as consequências de toda essa atividade espúria. O mal não é pouco.

Esta recente pesquisa tendenciosa, tal como outras anteriores, insiste doentiamente em falar da possibilidade de o petista condenado como corrupto, como ladrão e puxando 12 anos de cadeia, vir a se inscrever no Tribunal Eleitoral e a de ser votado para presidente da república. Martelam sem cessar seus tais 20 ou 25% de votos que não se sabe de onde tiram. Contudo, nunca falam ou escondem que o bandidaço é rejeitado por quase 70% da população que vota.

O curioso é que as pesquisas, relativamente a muitos outros presos e condenados, nada consideram quanto à probabilidade de serem soltos para concorrerem ao pleito de 2018. De seus formulários ou enquetes não constam os nomes de Sérgio Cabral, de Henrique Alves, de Geddel, de Gim Agello, de Palloci, de Zé Dirceu, de Cunha, de Renato Duque, de Delúbio, de Vaccari, de tantos outros e, também, do Fernandinho Beira Mar que, a meu sentir se fosse solto logo seria admitido como candidato a qualquer coisa, por alguma sociedade de bandidos travestida de partido político e, certamente, um instituto calhorda o colocaria na pesquisa com mais votos que muito homem de bem. Quem sabe acabaria ministro de Lula se toda essa maluquice não fosse apenas um devaneio?

Tirante uma minoria de fundamentalistas e esquerdopatas que, em relação aos 200 milhões de brasileiros é insignificante, o Brasil não vota em líder algum, nem de direita nem de esquerda ou de centro. O certo é que o povo efetivamente não tem o mínimo necessário para viver com dignidade e seu anseio está ligado, antes de qualquer coisa, a quem quer que o satisfaça ou que lhe traga alguma esperança. Por isso, também, é tão fácil de ser ludibriado.

De Sarney a Dilma nenhum deles tem como seu – exclusivamente por mérito ou liderança sua – os milhões de votos que receberam em determinado pleito eleitoral. Cadê os mais de 40 milhões de votos de Aécio, de Dilma, de Lula? Alguém imagina de sã consciência que, depois de tudo a quanto esta sociedade assistiu em virtude da “Operação Lava Jato”, os execráveis políticos repetiriam a façanha alcançada em pleitos eleitorais anteriores? Conquanto tivesse tido em meados do século passado momentos de liderança, a Nação Brasileira nunca teve um líder político ou um estadista porque, desafortunadamente, ninguém trouxe até aqui uma ideia que patrioticamente a arrebatasse. O grande Chanceler e Ministro da Fazenda de Getúlio Vargas, o advogado Osvaldo Aranha, um dia falou: “O Brasil é um deserto de homens e de ideias”.

Ponderem. É preciso por fim a toda essa idiotice em torno da propagada ”transferência de votos pelos políticos”. Realmente, os votos de Lula que os institutos dizem representar uma parte do eleitorado não são e nunca foram dele próprio. Não são mais do que os votos das pessoas antes desempregadas ou que para nada deram na vida e assim, desta maneira, foram colocadas abusivamente na máquina governamental da União, dos Estados e dos Municípios, ao longo de vinte anos; são os votos dos que vivem às custas das verbas arrecadadas pelo PT, pelos sindicatos rufiões das massas trabalhadoras, pelos movimentos sociais, pelas ONG’S e demais agremiações partidárias que juntos integram o universo da quadrilha que nos explora há décadas; são os votos dos poderosos e daqueles que estes influenciam e alcançam, ou sejam, são os votos dos aliados aos chupins dos cofres públicos; são os votos da nossa gente sofrida que ao “Larápio-Mor” um dia mendigaram um pouco de chance para viver e acabaram pior do que estavam. Relativamente aos 200 milhões de cidadãos, não são tantos votos assim e, com certeza, não elegem presidente de lugar algum, nem mesmo do “lá vai bola futebol clube”.

Todos aqueles votos estão presos e umbilicalmente ligados a um estado de necessidade que fará os eleitores migrarem para qualquer outra pessoa que lhes satisfaça os sórdidos interesses ou, na hipótese do povão, que lhe salve da miséria moral e financeira em que vivem. Toda essa população está sempre pronta para se lançar nos braços de quem o livre da indigência. Bolas, portanto, para as pérfidas conclusões e projeções que os odiosos institutos de pesquisa publicam. São meras ajeitações contra a realidade dos fatos. Não valem coisa alguma, mancham a iniciativa, mancham a sociedade.

Por isso digo que aqui surge para o homem de bem uma oportunidade de desmascarar essa corja que nos tenta iludir há muito tempo. Ouso sugerir ao leitor amigo que, se lograr resgatar o vídeo ao qual me referi no início, o divulgue a cem por hora por esses muitos “Brasis”, alardeando toda nossa indignação contra aquela gente do mal.

Polícia Militar realiza solenidade de aniversário de 182 anos de criação

Condecorações, homenagens e programação cultural marcam as comemorações pelo aniversário de 182 anos da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), realizado na sexta-feira (15) em São Luís. Na solenidade, no quartel do Comando Geral da PMMA, no bairro Calhau, às 7h30, mais de mil policiais militares foram condecorados com medalhas, sendo 886 com as de tempo de serviço policial militar de 10, 20 e 30 anos, 112 com a de mérito operacional e 226 com a maior comenda da corporação, a Medalha Brigadeiro Falcão.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela; o comandante geral da PMMA, coronel Jorge Luongo; o subcomandante Geral da Corporação, coronel Pedro Ribeiro; e mais três coronéis do alto comando da Instituição receberam a medalha Missão de Paz do Batalhão de Suez.

“É muito gratificante ser reconhecido pelo nosso trabalho, nos motiva a continuar com nossa missão de preservar e manter a ordem pública”, afirmou o sargento Marcos Galeno, que recebeu a medalha Brigadeiro Falcão.

As homenagens à PMMA continuaram na noite de sexta-feira, às 19h, no Teatro Arthur Azevedo (TAA), quando a Medalha Brigadeiro Falcão foi entregue para 182 autoridades civis, militares e convidados. Na programação, a apresentação da banda de música da PMMA, shows de cantores da terra, entre outras apresentações e homenagens à instituição.

Entre os homenageados na solenidade no TAA, com a medalha Brigadeiro Falcão, gestores do Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público, autoridades eclesiásticas, das Forças Armadas e auxiliares, oficiais e praças de Polícias de outros estados. Também foram condecorados profissionais da imprensa, professores, empresários e lideranças comunitárias que se destacaram em relevantes trabalhos em prol da PMMA, da segurança pública e da sociedade maranhense.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jorge Luongo, parabenizou as personalidades e militares homenageados e destacou o atual momento da PMMA. “Agradeço e parabenizo todos os condecorados que, diariamente, nos ajudam no combate ao crime. Agradeço, também, ao Governo do Estado pela confiança e pelos investimentos aplicados na segurança pública. Hoje, nossa polícia está mais próxima do cidadão e é referência nacional no combate à criminalidade”.

Este mês serão promovidas diversas atividades em homenagem a PMMA, a maioria voltada à sociedade, entre as quais competições esportivas, cerimonias religiosas, apresentações da Banda da PMMA, ações sociais e demonstrações de equipamentos e material com a história da PMMA em um shopping de São Luís.

História da PMMA

Em 182 anos, a PMMA cumpre a sua missão de defender os direitos legais, garantindo a segurança individual dos cidadãos e da sociedade. Cumpre suas missões constitucionais consolidando os valores democráticos, o respeito à vida, a integridade física e a dignidade da pessoa humana.

Entre suas atividades atuais, executa uma estratégia de policiamento comunitário, por meio de um trabalho integrado com a sociedade, visando à preservação da ordem pública, promovendo a proteção e o auxílio ao cidadão, a comunidade e ao patrimônio.

A PMMA está presente nos 217 municípios maranhenses. É formado pelo Comando Geral, três grandes Comandos de Policiamento de Área Metropolitana, um Comando de Segurança Comunitária, Comando de Policiamento Especializado na capital e no interior do Estado, oito Comandos de Policiamento de Área, distribuídos entre Batalhões, além de Companhias Independentes e Destacamentos Policiais.

Realiza diversas modalidades de policiamento, entre os quais o motorizado, montado, de mananciais, aéreo e a pé. Tem, também, em seus quadros administrativos as Diretorias e Seções, que dão o suporte na logística e no assessoramento para a atividade fim e no processo decisório.

Após carreta tombar em rodovia no Maranhão, moradores roubam toda a carga

Veículo se deslocava de Pernambuco para Belém e transportava mercadorias para uma loja de departamentos. Moradores levaram diversos tipos de produtos após o motorista perder o controle da carreta no km 253 da BR 316, próximo a cidade de Santa Inês.

Mulher comete suicídio em Nina Rodrigues

Ontem as sete horas e quarenta minutos, a senhora Cleidenir Carneiro Mendes, de 32 anos de idade, natural do município de Matinha neste estado, residente no bairro Palmeiral município de Nina Rodrigues, cometeu suicídio, detonando um tiro abaixo do queixo, usando uma espingarda bate bucha, na presença de  duas crianças.

Claudia de 6 anos de idade filho da vítima em outro relacionamento, e do outro menor, de nome Cauã, filho de seu companheiro também de um outro relacionamento. Existe informações que o casal discutia com muita frequência, e que a vítima registrou alguns B.O.s informando que na sua casa era muito frequente a presença de usuários de droga,em companhia de seu companheiro o que sempre gerava discussão. O corpo foi levado as 11hs da manhã para a cidade de Matinha para o velório e sepultamento onde residem seus familiares.

POLÍCIA PRENDE DUPLA ACUSADA DE DECAPITAÇÃO DE UM HOMEM NA ESTRADA VICINAL DE BARRO VERMELHO EM SANTA INÊS

O principal acusado do crime confessou que andou pelas ruas de um bairro de Santa Inês mostrando a cabeça de seu desafeto e depois a jogou em um riacho

Noticiamos aqui um assassinato brutal que aconteceu na BR -222 no dia 28 de abril, onde um homem foi assassinado e teve a cabeça decapitada em uma estrada vicinal que liga o povoado Barro Vermelho a BR. Pela manhã o corpo foi encontrado por populares que chamaram a polícia.

Segundo a polícia, no dia do assassinato estava acontecendo uma festa no Povoado Barro Vermelho, durante a festa os dois acusados chamaram a vítima para irem de carro até uma casa de eventos noturnos em Santa Inês, quando se desviaram do caminho e pararam em um lugar ermo e o assassino efetuou a assassinato, tirando a vida da vítima José Pereira de 26 anos, natural de Gonçalves Dias, morador da Vila Olímpica.

Ítalo conceição da Silva, mais conhecido como “Pipoca”, confessou ter executado e decapitado a vitima. Givanildo Lopes Santos de 29 anos, mais conhecido com “Gil”, é dono do veículo usado para cometer o crime, Gil alega apenas ter levado “Pipoca” para o local do assassinato.

Segundo o delegado Clarismar Campos, as investigações apontam que a motivação do crime seria ciúmes, haja vista que a vítima havia “tomado gosto” com a esposa de Gil, então por vingança os dois teriam planejado o crime. Na delegacia Ítalo conceição da Silva, confessou o crime para o Delegado Clarismar Campos, e completou dizendo que ainda pegou a cabeça da vítima entrou no carro e saiu pela cidade mostrando a cabeça decapitada para várias pessoas em um bairro. E logo após confessou também que a cabeça da vítima foi jogada em um riacho de uma ponte, que liga Santa Inês a Santa Luzia, mas até o momento a Polícia Civil ainda não encontrou.