CIGANAS SÃO PRESAS APLICANDO GOLPE COM DINHEIRO FALSO EM HUMBERTO DE CAMPOS

A guarnição do 27º BPM, foi procurada por uma das vitimas que relatou um grupo de ciganos dando golpe com dinheiro falsificado, no bairro Bacaba, Humberto de Campos, sendo que o mesmo teria vendido uma burra por R$ 2.000,00 (dois mil) e os golpistas teriam pago com dinheiro falso.
Diante das circunstâncias, os policiais se deslocaram ao local, onde outras vitimas relataram a mesma fraude.
Quando se aproximaram do rancho dos ciganos, a maioria correu ao avistarem a viatura, sendo possível capturar apenas  Maria Neide da Rocha Machado, 20 anos  e Maria Iraneide da Rocha Machado, 30 anos, ambas residentes no Recanto dos Passos, cidade de Chapadinha.
Após revista foi encontrada uma porção de substância semelhante à maconha.
Populares informaram que dentre os que adentraram no mato tinham em torno de seis homens armados com revolveres, de imediato a guarnição solicitou reforço da cidade de Axixá e da UTC, juntos seguiram em uma estrada dentro do mato para onde os suspeitos teriam fugido.
Ao serem avistados colocaram animais na frente da viatura, em seguida fizeram alguns disparos, logo após fugiram montados nos cavalos, na fuga abandonaram uma criança, filho de um dos ciganos.
VITIMAS – Luiza da Silva, as conduzidas tentaram passar R$ 50,00 no seu estabelecimento comercial, José da Silva e Silva, vendeu um porco para o bando e recebeu R$ 350,00, Evandro Amorim Zonte, vendeu uma burra e recebeu R$ 2.000,00, Carlos Augusto da Silva Santos, vendeu uma burra e recebeu R$ 750,00, Milson Silva Santos, vendeu 2 animais e recebeu R$ 1.700,00. Todos os valores em cédulas.
Fonte- Santa Rita em debate

Governador Flávio Dino recebe produtores de filme maranhense premiado no Festival de Cinema de Gramado

O governador Flávio Dino recebeu a equipe de produção e atores do filme Aquarela, curta maranhense vencedor de dois prêmios Kikito no Festival de Cinema de Gramado nas categorias Melhor Desenho de Som e Melhor Montagem. A obra foi financiada pelo Governo do Maranhão por meio de edital até então inédito para o setor audiovisual.

“Esses dois kikitos são muito importantes para essa produção e tem um efeito multiplicador de boas práticas”, destacou o governador Flávio Dino. “Também existe uma importância econômica porque é um segmento que tem a capacidade de gerar oportunidade de trabalho, renda para dezenas, centenas de profissionais. Vamos continuar esse trabalho de apoio ao setor audiovisual no Maranhão”, comprometeu-se.

Para a atriz e produtora filme, Luna Gandra, o apoio do Governo do Maranhão abriu as portas para o audiovisual maranhense. “Com esse edital, o primeiro da história no Maranhão, o governo do Estado nos possibilitou produzir e trazer os frutos que são prêmios e pessoas falando do cinema maranhense, para a gente se identificar mais na tela”, celebrou Gandra. “A gente teve a oportunidade de contar uma história maranhense feita por maranhenses e isso é muito importante para nossa realidade cultural”, analisou.

No mesmo sentido, Al Danuzio, produtor e roteirista de Aquarela, agradeceu ao Governo a oportunidade de mostrar ao Brasil que a cena audiovisual maranhense é produtiva. “Foi uma grande alegria para a gente ir para outros estados e poder dizer que o nosso estado não censura a gente, que o nosso estado estimula a gente a criar”, explicou.

Aquarela

O curta metragem foi produzido pelos diretores e roteiristas Thiago Kistenmacker e Al Danuzio. Aquarela, baseado em fatos reais, conta a história de Ana, uma moça que mora com sua sogra e filha enquanto seu noivo, Marcelo, aguarda o julgamento na prisão. Indo contra a vontade do noivo, Ana o visita na penitenciária e a sua família passa a ser ameaçada pelo líder da facção. O curta possui 15 minutos de duração e retrata o abuso sofrido pelas mulheres dos detentos atrás dos muros do presidio.

CAMINHONEIRO MORRE APÓS ATO SEXUAL EM ITAPECURU-MIRIM

Populares deram conta do cadáver na manhã desta quinta-feira (11), no pátio do posto de combustível ‘Marrecão’, localizado as margens da BR 135, no distrito de Entroncamento, Itapecuru-Mirim.
Felipe Barbosa de Melo, de 52 anos, natural de São Luís, foi encontrado  despido, com preservativo no órgão genital.
Aparentemente não foi encontrado nenhum sinal de violência no corpo, o que leva a crer que o homem possa ter tido um infarto fulminante após ato sexual.
O caminhoneiro dirigia uma Carreta Bitrem, Placa NWX – 8019, carregada com arroz. Segundo informações, a carga seria descarregada no bairro Jardim São Cristivão, na capital maranhense.
Fonte-Santa Rita em debate

A nossa homenagem ao dia das crianças

Ilustrativa

A infância é uma fase de aprendizado,diversão, conhecimento da vida . É nessa fase que aprendemos a falar,caminhar e se levantar após um tombo.  Nessa primeira etapa da vida, desenvolvemos nosso corpo e para além disso, o nosso caráter. O que desejamos as crianças, é que elas aproveitem esse momento mágico da vida,que jamais percam seu bem mais precioso que é a inocência.

Feliz dia ! é o que o blog do Zé de Fátima deseja a todas as crianças.

Justiça beneficia 658 presos com saída temporária do dia das Crianças

O Juízo da 1ª Vara de Execuções Penais da comarca da Ilha de São Luís disponibilizou a relação dos recuperandos do sistema prisional que estão aptos ao benefício da Saída Temporária do Dia das Crianças deste ano. Segundo o documento, estão autorizados à saída 658 internos do regime semi-aberto, se por outro motivo não estiverem presos, para visita aos seus familiares. O benefício teve início a partir das 9h desta quarta-feira (10), devendo os internos retornarem aos estabelecimento prisionais até as 18h da próxima terça-feira (16).

A Saída Temporária é uma previsão da Lei de Execuções Penais, que estabelece os requisitos para concessão do benefício nos artigos 122 e 123. Antes da saída, os beneficiados são submetidos a reunião de advertência, esclarecimentos complementares e assinatura do termo de compromisso.

Os recuperandos beneficiados com a Saída Temporária não poderão ausentar-se do estado do Maranhão; devem recolher-se às suas residências até as 20h; e não podem ingerir bebidas alcoólicas, portar armas ou frequentas festas, bares e similares. Até às 12h do dia 17 de outubro, os responsáveis pelos estabelecimentos prisionais devem comunicar ao Juízo da 1ª VEP sobre o retorno dos internos ou eventuais alterações.

Sobre a saída de presos, a VEP cientificou a Secretaria de Estado de Segurança Pública, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, Superintendência da Polícia Federal, Superintendência de Polícia Rodoviária Federal, e diretorias dos estabelecimentos penais de São Luís, para operacionalização das medidas estabelecidas na portaria.

DIREITO – Segundo a LEP, a autorização para saída temporária é concedida por ato motivado do juiz, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária. Para ter direito ao benefício, o interno deve estar cumprindo a pena em regime semi-aberto e precisa ter cumprido, no mínimo, 1/6 (primários) ou 1/4 da pena (reincidentes); apresentar comportamento adequado na unidade prisional; além da compatibilidade entre o benefício e os objetivos da pena.

A Lei de Execução Penal disciplina que o benefício da saída temporária será automaticamente revogado quando o beneficiário praticar fato definido como crime doloso; for punido por falta grave; desatender as condições impostas na autorização ou revelar baixo grau de aproveitamento do curso, quando for o caso. A recuperação do direito à saída temporária dependerá da absolvição no processo penal, do cancelamento da punição disciplinar ou da demonstração do merecimento do condenado.

REGIME – O regime semiaberto destina-se para condenações entre quatro e oito anos, não sendo casos de reincidência. Nesse regime de cumprimento de pena, a lei garante ao recuperando o direito de trabalhar e fazer cursos fora da prisão durante o dia, devendo retornar à unidade penitenciária à noite.

Neto Ferreira

Operação policial recupera mais de R$ 100 mil em objetos furtados no Maranhão

Uma operação em conjunto entre as Polícias Civil e Militar ocorrida madrugada de quinta-feira (11) no município de Dom Pedro, a 324 km de São Luís, recuperou mais de R$ 100 mil reais em produtos furtados que incluíam roupas de grifes, eletrodomésticos, televisores, condicionadores de ar, ferramentas e mais de 30 motoserras. Os policiais apreenderam ainda uma motocicleta, um veículo, cerca de mil reais em dinheiro e uma trouxa de cocaína.

Segundo os policiais, os produtos estavam guardados em uma residência e no local ainda foram presos Weverlhon Carlos Dias dos Reis, de 21 anos, e Luís Pedrosa de Araújo, 39, também conhecido como “Nego Élson”. De acordo com a polícia, Weverlhon Carlos e Luís Pedrosa já foram presos diversas vezes e são especialistas em arrombamentos a estabelecimentos comerciais e residências.

 Material apreendido pela polícia será devolvido aos proprietários em Dom Pedro — Foto: Reprodução/TV Mirante

Material apreendido pela polícia será devolvido aos proprietários em Dom Pedro — Foto: Reprodução/TV Mirante

Os presos foram autuados em flagrante na Delegacia de Dom Pedro por furto qualificado e receptação. Todo o material apreendido será devolvido aos respectivos proprietários, que devem procurar a Unidade de Polícia Judiciária de Dom Pedro.

Weverlhon Carlos Dias dos Reis e Luís Pedrosa de Araújo serão encaminhados ao Centro de Ressocialização de Presidente Dutra, a 347 km da capital, onde ficarão à disposição da Justiça.

Luís Pedrosa de Araújo e Weverlhon Carlos Dias dos Reis foram autuados em flagrante por furto qualificado e receptação — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Luís Pedrosa de Araújo e Weverlhon Carlos Dias dos Reis foram autuados em flagrante por furto qualificado e receptação — Foto: Divulgação/Polícia Civil

G1

Bandidos explodem agência da Caixa Econômica em Timon no Maranhão

Um grupo de bandidos explodiu na madrugada desta quinta-feira (11) a agência da Caixa Econômica Federal (CEF), no município de Timon, a 450 km de São Luís.

Segundo o superintendente de Polícia Civil do interior do Maranhão, delegado Armando Pacheco, a ação criminosa aconteceu por volta das 3h e houve troca de tiros com a polícia. Ele acrescenta que os bandidos utilizaram miguelitos, triângulo feito com pregos, para impedir uma perseguição policial.

“O confronto foi com a Polícia Militar no momento do assalto. Eles jogaram miguelitos na porta do quartel e em vários locais, mas ainda assim chegou uma guarnição da PM e teve troca de tiros. Os policiais não conseguiram fazer a perseguição por conta dos miguelitos que furaram o pneu da viatura”, contou o delegado.

Bandidos explodem agência da Caixa Econômica Federal em Timon — Foto: Divulgação/Polícia

Bandidos explodem agência da Caixa Econômica Federal em Timon — Foto: Divulgação/Polícia

Sobre o valor roubado pelo bando, o delegado afirmou que não foi informado, já que a gerência da CEF ainda não divulgou. “Nós não sabemos quanto os bandidos levaram após a explosão. A gerência não divulgou nada ainda”.

Ação criminosa aconteceu na madrugada desta quinta-feira (11) em Timon — Foto: Divulgação/Polícia

Ação criminosa aconteceu na madrugada desta quinta-feira (11) em Timon — Foto: Divulgação/Polícia

Codó recebe programação cultural para crianças neste fim de semana

Em comemoração ao mês da criança, o quarto fim de semana de programação cultural em Codó será especial. O Governo do Maranhão levará à cidade apresentação circense, brincadeiras, show e recreação infantil. As atrações são gratuitas e abertas ao público de todas as idades.

A programação começa nesta sexta-feira (12), a partir das 17h30, no Parque Ambiental de Codó. As apresentações fazem parte do edital de ocupações artistas com atrações locais. O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), que está ocupando espaços públicos com atrações culturais e de lazer com a valorização dos artistas locais.

Na agenda deste fim de semana, nesta sexta-feira (12), as crianças terão um encontro com a mágica linguagem artística do circo com os palhaços Alegria e Encanto. A dupla pretende usar mímicas, bonecos, mágicas e muito mais, transformando suas habilidades em um grande picadeiro.

No sábado (13), terá recreação infantil com o espetáculo Sorriso de Criança, de Gilson Ribeiro. O gingado da capoeira integra a programação com o projeto Filhos do Urupê e show da Banda Maná. As crianças, também, vão se divertir com pula-pula, tobogã e escorregador.

Até dezembro, a Sectur, por meio do edital de ocupação vai oferecer uma programação cultural recheada de atrações e brincadeiras para toda família.

O massacre da família Sarney nas eleições de 2018

Resultado de imagem para foto de sarney e ROSENA

Flávio Dino foi reeleito em primeiro turno com 60% de aprovação, elegeu seus 2 senadores, com nomes até então não convencionais, fez maioria na assembleia e na câmara federal.

Após esse resultado histórico, estive pensando e repensando, como os níveis de importância no cenário politico se modificam em tão pouco tempo. Em outra épocas, políticos tradicionais disputavam o apoio da família Sarney e hoje lutam para desassociar seus nomes a mesma.

Ao analisar esse momento de transformação no cenário politico, veio questionamentos a mente. Quais foram os fatores que influenciaram na inversão de valores políticos?  Será se finalmente os maranhenses  começaram a desenvolver uma percepção sobre a péssima gestão de Sarney, em um estado extremamente rico em inúmeros fatores ,sejam eles sociais ou  culturais, mas que sofreu aproximadamente 50 anos com a centralização do poder de muitos na mãos de poucos. Finalmente o Maranhão, passou a ser de todos nós, e não mais de uma família.

Provavelmente esse resultado “massacrante ” das urnas, represente o fim da ideologia Sarneysista . Mas agora, só nos resta esperar as próximas ações do representantes políticos e como o povo ira  responder a elas .

Por; Blog do Zé de Fátima

Dia das crianças na Praça da Lagoa e samba na Madre Deus são os destaques das ocupações artísticas desta semana

Uma programação especial no dia das crianças, sexta-feira, 12, na Praça da Lagoa com direito a show da Banda Vagalume, atividades recreativas, personagens infantis e pintura facial é destaque das ocupações artísticas desta semana em São Luís, que também contará com atrações em diversos espaços públicos da cidade.

Outro destaque da semana é o Domingo na Madre Deus, no dia 14. Nesse dia a programação começa mais cedo, às 16h. São nove atrações com muito samba, cacuriá, bumba-meu-boi e bloco carnavalesco. Como a agenda da semana passada foi cancelada em razão das eleições este domingo tem mais apresentações.

A festa no Largo do Caroçudo começa com apresentação do Cacuriá Vila Goreth seguida da Cia Festança. Logo depois tem Grupo Amigos do Samba, Bloco Oficina Affro, Bloco Tradicional Cia do Ritmo. Tem ainda Boi de Apolônio, um dos mais tradicionais grupos de bumba-meu-boi do Maranhão, sotaque da baixada, show com a cantora Anastácia Lia, MPB e músicas autorais, Bloco carnavalesco Os Feras, finalizando com show do sambista Neto Peperi.

Já na Quarta do Tambor a atração é o grupo Maracrioula e o palco é a Casa do Tambor, na Rua da Estrela, Centro Histórico, a partir das 18h. Todas as quartas tem roda de tambor de crioula, manifestação reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro, o Tambor de Crioula.

Na quinta-feira, 11, o reggae toma de conta do centro histórico de São Luís, com a Banda Casarão Verde, DJ Cássio Maluven e o grupo Garotinhos Beleza.

No canto da cultura, o público confere atrações da cultura popular, o São João e o Carnaval reunidos numa só festa. Nesta sexta-feira, 12, a animação fica por conta do Bloco Tradicional Os Baratas e do Bumba Meu Boi da Floresta, a partir das 19h no centro histórico.

Outra atração da sexta-feira é o encontro musical com o grupo de choro Regional Tira-Teima em frente ao Palácio dos Leões, no fim da tarde, em um dos pontos mais bonitos da cidade.

As ocupações artísticas são realizadas semanalmente em vários espaços culturais de São Luís, Codó e Imperatriz, uma iniciativa do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).

Em São Luís, todas as quartas-feiras na Casa do Tambor de Crioula (Quarta do Tambor), às quintas-feiras na Praça do Reggae (Quinta do Reggae), às sextas-feiras no Canto da Cultura e Palácio dos Leões (Sexta Cultural), aos sábados na Praça da Lagoa (atrações infantis) e aos domingos na Madre Deus (Domingo da Madre).

Programação (10 a 14/10)
QUARTA DO TAMBOR
Rua Portugal, 309, Praia Grande, Centro Histórico de São Luís/

10/10
18h – Tambor de Crioula Maracrioula/

QUINTA DO REGGAE
Praça do Reggae, Rua da Estrela, Praia Grande, Centro Histórico de São Luís/

11/10
Banda Casarão Verde
DJ Cássio Maluven
Grupo Garotinhos Beleza/

CANTO DA CULTURA
Rua Portugal, Praia Grande, Centro Histórico de São Luís/
12/10
19h – Bloco Tradicional Os Baratas/
20h – Bumba Meu Boi da Floresta/

PÔR DO SOL NO PALÁCIO DOS LEÕES
Av Pedro II, Centro Histórico de São Luís/
12/10
17h30 – Grupo de Choro Regional Tira-Teima/

PRACINHA DA LAGOA
Rua dos Rouxinós, Lagoa da Jansen, Renascença, São Luís/

12/10
17h –  Banda Vagalume
Pintura Facial
Fotos com personagens infantis
Brinquedos

DOMINGO DA MADRE
Largo do Caroçudo, Bairro da Madre Deus, São Luís
14/10
16h – Cacuriá Vila Goreth
16h30 – Cia Festança
17h – Grupo Amigos do Samba
17h40 – Bloco Oficina Affro
18h20 –Bloco Tradicional Cia do Ritmo
19h – Boi de Apolônio
19h30 – Show Anastácia Lia
20h20 – Bloco Tradicional Os Feras
21h – Show Neto Peperi

Ministério do Trabalho resgatou 22 pessoas submetidas a trabalho escravo no Maranhão

Ilustração

Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho resgatou 22 pessoas submetidas a trabalho análogo ao de escravo, durante operação realizada no Maranhão, entre os dias 25 de setembro e 5 de outubro.

A ação começou com o resgate de 13 trabalhadores que atuavam na extração de palha de carnaúba nos povoados de Corisco e Madeira Cortada, na zona rural de São Bernardo. Depois, mais nove pessoas foram retiradas da construção de uma ponte sobre o Rio Iguará, a 26 quilômetros de Vargem Grande.

A maioria dos empregados que atuava na extração de carnaúba saiu do Ceará, contratada para as funções de cortador, aparador, desenganxador, camboeiro e lastreiro, além de uma cozinheira. Eles foram encontrados alojados em uma casa de três cômodos, próxima ao carnaubal.

“Sem banheiros no alojamento, o grupo utilizava o mato ao redor da casa para as necessidades fisiológicas, sem condições mínimas de saúde, higiene, conforto ou privacidade. Também não havia chuveiros e lavatórios e os empregados tomavam banho em riachos ou açudes próximos ao alojamento, compartilhados com animais”, informou o ministério, por meio de nota.

Água suja
A água do riacho “turva, com cheiro desagradável e impregnada de sedimentos diversos, de origem vegetal e animal”, segundo descrição dos auditores-fiscais, também era utilizada para higienização e cozimento dos alimentos. A cozinheira preparava as refeições em um fogareiro improvisado, no chão do cômodo, e os trabalhadores se alimentavam em pé ou sentados no chão. Além dos problemas relacionados à segurança e saúde, os auditores-fiscais constataram outras irregularidades, como ausência de controle de jornada, custeio pelos próprios trabalhadores das redes que utilizavam para dormir e alojamentos compartilhados por homens e uma mulher.

Os auditores-fiscais do Ministério do Trabalho concluíram que as ações e omissões do empregador caracterizaram submissão de trabalhadores a condições análogas às de escravo. Os 13 foram resgatados e encaminhados para receber o seguro-desemprego. Outros quatro trabalhadores foram registrados durante a ação fiscal. Foram lavrados 11 autos de infração e o empregador arcou com dívidas trabalhistas no valor de R$ 27.560.

Construção de ponte
O outro grupo, de nove trabalhadores, foi contratado pela empresa Albatroz Construções, para a construção de uma ponte para a Prefeitura de Vargem Grande, sobre o Rio Iguará. Todos, incluindo um menor de idade, estavam na mais completa informalidade, segundo o ministério. No local havia apenas um pequeno barraco de palha, sem proteção lateral e parcialmente coberto.

Para descansar durante o período noturno, dois trabalhadores que exerciam as funções de vigia armavam as redes nas colunas da ponte, a aproximadamente três ou quatro metros de altura do solo. Quatro trabalhadores pernoitavam em uma residência familiar de alvenaria inacabada, onde residiam oito moradores – entre eles duas adolescentes, sendo uma a cozinheira, e três crianças, uma delas de dois anos de idade. Os trabalhadores dormiam em um cômodo sem uma das paredes laterais, ficando expostos a intempéries, animais e insetos.

Galinhas e porcos eram criados soltos no quintal e circulavam livremente nos alojamentos desprovidos de armários para as roupas e para os objetos pessoais dos trabalhadores. Os pertences ficavam pendurados em varais, dentro de mochilas e sacolas, em cima de bancadas e bancos de madeira, ou espalhados pelo chão dos alojamentos.

Ao todo, a empresa terá de arcar com dívidas de rescisões trabalhistas que alcançam R$ 33.004,76. A operação do Ministério do Trabalho contou com a participação de representantes do Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública Federal e Polícia Militar Ambiental do Estado do Maranhão

Neto Ferreira